Hiatoria dos computadores bernardo

732 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
732
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Hiatoria dos computadores bernardo

  1. 1. 19685-109220 <br /> <br /> <br />O desenvolvimento da tecnologia da computação foi a união de várias áreas do conhecimento humano, dentre as quais: a matemática, a electrónica digital, a lógica de programação, entre outras. A capacidade do ser humano em calcular quantidades nos mais variados modos foi um dos factores que possibilitaram o desenvolvimento da matemática e da lógica. Nos primórdios da matemática e da álgebra, utilizavam-se os dedos das mãos para efectuar cálculos.<br />Na região do Mar Mediterrâneo, surgiram o alfabeto e o ábaco.<br />A primeira ferramenta conhecida para a computação foi o ábaco, cuja invenção é atribuída a habitantes da Mesopotâmia, em torno de 2400 a.C. Seu uso original era desenhar linhas na areia com rochas. Versões mais modernas do ábaco ainda são usadas como instrumento de cálculo.<br />297751520485105702302124710A primeira máquina de verdade foi construída por Wilhelm Schickard (1592-1635), sendo capaz de somar, subtrair, multiplicar e dividir. Essa máquina foi perdida durante a guerra dos trinta anos, sendo que recentemente foi encontrada alguma documentação sobre ela. Durante muitos anos nada se soube sobre essa máquina, por isso, atribuía-se a Blaise Pascal (1623-1662) a construção da primeira máquina calculadora, que fazia apenas somas e subtracções.<br />A primeira calculadora capaz de realizar as operações básicas de soma e subtracção foi inventada em 1642 pelo filósofo, físico e matemático francês Blaise Pascal. Pascal, que aos 18 anos trabalhava com seu pai em um escritório de colecta de impostos na cidade de Rouen, desenvolveu a máquina para auxiliar o seu trabalho de contabilidade. Pascal recebeu uma patente do rei da França para que lançasse sua máquina no comércio. A comercialização de suas calculadoras não foi satisfatória devido a seu funcionamento pouco confiável, apesar de Pascal ter construído cerca de 50 versões.<br />A máquina Pascal foi criada com objectivo de ajudar seu pai a computar os impostos em Rouen, França. O projecto de Pascal foi bastante aprimorado pelo matemático alemão Gottfried Wilhelm Leibniz (1646-1726), que também inventou o cálculo, o qual sonhou que, um dia no futuro, todo o raciocínio pudesse ser substituído pelo girar de uma simples alavanca.<br />2577465131445<br /> <br />Em 1671, o filósofo e matemático alemão de Leipzig, Gottfried Wilhelm Leibniz introduziu o conceito de realizar multiplicações e divisões através de adições e subtracções sucessivas. Em 1694, a máquina foi construída, no entanto, sua operação apresentava muita dificuldade e sujeita a erros.<br />Em 1820, o francês natural de Paris, Charles Xavier Thomas, conhecido como Thomas de Colmar, projectou e construiu uma máquina capaz de efectuar as 4 operações aritméticas básicas: a Arithmomet. Esta foi a primeira calculadora realmente comercializada com sucesso. Ela fazia multiplicações com o mesmo princípio da calculadora de Leibniz e efectuava as divisões com a assistência do usuário.<br />558165103822524060151047750Todas essas máquinas, porém, estavam longe de ser um computador de uso geral, pois não eram programáveis. Isto quer dizer que a entrada era feita apenas de números, mas não de instruções a respeito do que fazer com os números. <br />Máquinas electromecânicas de perfuração, tabulação e classificação de cartões a alta velocidade eram o fulcro do processamento de dados até ao final da II Guerra Mundial.<br />As máquinas de cartões perfurados originalmente desenvolvidas por Herman Hollerith para o recenseamento dos Estados Unidos em 1980, foram mais tarde utilizadas pelo governo, caminhos-de-ferro e companhias de seguros. Máquinas mais rápidas entraram progressivamente em uso no mundo dos negócios, da ciência e no governo. Contudo, mesmo as máquinas de cartões perfurados mais rápidas foram ultrapassadas pelas alterações tecnológicas, à medida que as válvulas iam substituindo as rodas e alavancas, a mecânica do final dos anos 40.<br />Os dados são armazenados em cartões através de perfuração feita em colunas no cartão. Os números são representados por furos individuais e as letras do alfabeto por dois furos. A máquina faz os furos electricamente à medida que o cartão se move perante os sensores.<br />Nos anos 50 foi necessário encontrar novos métodos para armazenamento de maior número de dados. O armazenamento electrostático utilizado inicialmente, usando tubos de raios catódicos era rápido mas dispendioso e problemático. Os cartões perfurados eram pouco dispendiosos mas vagarosos. A banda magnética podia tornar-se num problema, devido a demoras quando os dados eram gravados em vários pontos espalhados ao logo da banda. <br />7867652355850A resposta para uma memória principal de lata velocidade no computador, foi um minúsculo anel magnético (ferrite), concebido por vários inventores. A resposta para o armazenamento de grandes – volumes foi o disco magnético, que permitia ao utilizador obter directamente qualquer dado em menos de um segundo. Isto era importante para um grande número de utentes que necessitavam de ter acesso rápido aos seus ficheiros.<br />O sistema IBM/360 foi apresentado em 1964. Incorporando a nova tecnologia «SLT», o sistema IBM/360 substituiu as linhas de computadores. Foi a primeira «família» de computadores – dos mais pequenos aos maiores – compatíveis entre si, e utilizando as mesmas instruções de programação. Na maior parte dos casos, as unidades de entrada e saída de dados, suporte magnético e outros equipamentos podiam ser utilizados indiferentemente em qualquer dos processadores centrais. Durante os anos 60, o poder de armazenamento dos computadores aumentou em capacidade e velocidade. As atenções incidiram principalmente sobre os sistemas de «software», concebidos para tornar a utilização do computador mais eficiente e produtiva. <br />1005840410845<br />No princípio dos anos 70 foi introduzido o uso intensivo da tecnologia de circuitos integrados monolíticos. Essa tecnologia condensa muitos circuitos em pequeníssimos «chips» de silício. O primeiro computador com uma memória central inteiramente constituída por tecnologia monolítica, foi o Sistema/370, Modelo 145 da IBM, apresentado em 1971. <br />36963352023745A utilização duma tecnologia com grande integração e densidade de memória e de lógica, melhorou consideravelmente a sua velocidade, capacidade e eficiência. Em 1970 também foram introduzidos conceitos e dispositivos que aumentaram consideravelmente a quantidade de dados possíveis de armazenamento, e facilitaram também a sua utilização. Os utilizadores com tarefas complexas, podiam agora trabalhar com milhões ou biliões de caracteres de informação. Deste Disco de 3¼ polegadas, saíram 109 «chips» de memória de silício, tendo cada um a capacidade de armazenar 64 000 bits de informação. Em 1978, a IBM foi a primeira a produzir em massa estes «chips», para utilização em linhas de produção de computadores. <br />O alto índice de progressos tecnológicos na indústria, irá certamente manter-se durante os anos 80, aumentando a produtividade dos utilizadores do computador. Memórias de silício e circuitos lógicos estão a ser cada vez mais miniaturizados em todos os tipos de computadores, para microprocessadores. Uma maior densidade de gravação em discos e bandas magnéticas está a aumentar a capacidade de armazenamento e a velocidade de leitura e escrita. Novas tecnologias de comunicação, impressão e vídeos, estão a alargar a área de utilização do computador. Os melhoramentos significativos alcançados na programação, estão a facilitar a utilização do computador e a torná-lo mais adaptável a necessidades específicas. <br />3119755341630329565341630<br />Inicia-se a Era da Informação, da Inteligência Artificial e o uso dos portáteis, dos robôs e das câmaras digitais intensifica-se.<br />O computador evoluiu em sua capacidade de armazenamento de informações, que é cada vez maior, o que possibilita a todos um acesso cada vez maior a informação. Isto significa que o computador agora representa apenas um ponto de um novo espaço, o ciberespaço. Essas informações contidas em computadores de todo mundo e presentes no ciberespaço, possibilitam aos usuários um acesso a novos mundos, novas culturas, sem a locomoção física. Com todo este armazenamento de textos, imagens, dados, etc.<br />211074016529051200151510030Houve também uma grande mudança no comportamento empresarial, com uma forte redução de custo e uma descompartimentalização das mesmas. Antes o que era obstante agora é próximo, as máquinas, componentes do ciberespaço, com seus compartimentos de saída, optimizaram o tempo e os custos.<br />-1323975132080052387513208002057400282575<br />

×