Agrocafe 2014 café arabica x robusta uma análise da produção, consumo e dos blends nos diversos países silvio leite
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Agrocafe 2014 café arabica x robusta uma análise da produção, consumo e dos blends nos diversos países silvio leite

on

  • 652 views

Agrocafe 2014 café arabica x robusta uma análise da produção, consumo e dos blends nos diversos países silvio leite

Agrocafe 2014 café arabica x robusta uma análise da produção, consumo e dos blends nos diversos países silvio leite

Statistics

Views

Total Views
652
Views on SlideShare
617
Embed Views
35

Actions

Likes
1
Downloads
18
Comments
0

1 Embed 35

http://www.redepeabirus.com.br 35

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • Produtores de todos os lugares do MUNDO estão seguros que produzem o melhor café…e estão certos! <br />
  • No Brasil e em muitas áreas do mundo existem diferentes condições de produção, altitudes, solos…fazem muita diferença no resultado final <br />
  • MPQ – De Cada Localizaçao… <br />
  • O Desafio de percorrer todas as etapas sem erros… Qualquer erro, em qualquer etapa, destroe todo o trabalho das etapas anteriores e compromete o resultado dai em diante deste lote. <br />
  • Colocar uma sacaria Grain Pro aqui <br />
  • Ajustar este sleide <br />

Agrocafe 2014 café arabica x robusta uma análise da produção, consumo e dos blends nos diversos países silvio leite Presentation Transcript

  • 1. Perfil Qualitativo no Consumo Mundial Fonte: OIC TOTAL 142,0 milhões de Sacas
  • 2. Mercado Consumidor Mundial Ano Civil 2012 Fonte: OIC TOTAL 142,0 milhões de Sacas
  • 3. Mercado Consumidor Mundial Ano Civil 2012 Fonte: OIC TOTAL 142,0 milhões de Sacas
  • 4. Perfil Qualitativo do Consumo nos Mercados Tradicionais Fonte: OIC TOTAL 71,4 milhões de Sacas
  • 5. Perfil Qualitativo no Consumo dos Mercados Emergentes Fonte: OIC TOTAL 27,1 milhões de Sacas
  • 6. Consumo Interno e Participação do Conillon na Indústria Milhões de sacas Ano-Civil Consumo Interno (dados ABIC) Participação do Conillon no blend (estimativa) Índice de Composição do Conillon 2000 13,2 3,3 25,00% 2001 13,6 3,5 26,00% 2002 14,0 3,6 26,00% 2003 13,7 3,8 28,00% 2004 14,9 5,1 34,00% 2005 15,5 6,0 39,00% 2006 16,3 6,8 42,00% 2007 17,1 7,7 45,00% 2008 17,7 8,5 48,00% 2009 18,4 9,6 52,00% 2010 19,1 10,5 55,00% 2011 19,7 11,4 58,00% 2012 20,3 11,8 58,00% 2013 20,1 11,7 58,00%
  • 7. Perspectivas do Consumo MundialPerspectivas do Consumo Mundial (1970 a 2020)(1970 a 2020)
  • 8. PRODUÇÃO MUNDIAL DE CAFÉ Países 2013 2012 2011 Produção Part. (%) Produção Part. (%) Produção Part. (%) *Brasil 49.152 33,72 50.826 35,03 43.484 32,87 Vietnan 27.500 18,86 22.030 15,18 22.289 16,85 Indonésia 11.667 8,00 12.730 8,77 7.287 5,51 Colômbia 10.900 7,48 10.371 7,15 10.371 7,84 Etiópia 6.600 4,53 6.366 4,39 6.798 5,14 Índia 5.192 3,56 5.303 3,65 5.117 3,87 Honduras 4.200 2,88 4.537 3,13 5.903 4,46 Peru 4.200 2,88 4.450 3,07 5.373 4,06 México 3.900 2,68 4.327 2,98 4.563 3,45 Uganda 3.600 2,47 3.698 2,55 2.817 2,13 Guatemala 3.130 2,15 3.703 2,55 3.840 2,90 Costa do Marfim 2.100 1,44 2.041 1,41 1.886 1,43 Costa Rica 1.396 0,96 1.618 1,12 1.462 1,11 Nicaragua 1.500 1,03 1.872 1,29 2.210 1,67 El Salvador 844 0,58 1.360 0,94 1.152 0,87 Outros países 9.895 6,79 9.880 6,81 7.754 5,86 TOTAL 145.776 100,00 145.112 100,00 132.306 100,00 Fontes: *MAPA/SPAE/CONAB; O.I.C.
  • 9. Ferramentas de Valorização e ReconhecimentoFerramentas de Valorização e Reconhecimento
  • 10. A Geografia da Produção e de Sabores dos Cafés noA Geografia da Produção e de Sabores dos Cafés no MundoMundo FONTE: :FONTE: : CECAFÉCECAFÉ Exportações Brasileiras de Café por Qualidade Ano-Civil (JAN/DEZ): 2013 Qualidade sacas 60Kg Part.(%) US$ FOB Preço Médio Part.(%) TOTAL GERAL 31.224.918 100,0% 5.150.403.888,01 164,95 100,0% Solúvel e T&M 3.381.181 10,8% 653.698.282,91 193,33 12,7% Café em grão 27.843.737 89,2% 4.496.705.605 161,50 87,3% Arábicas Diferenciados 4.908.226 15,7% 1.010.616.435,84 205,90 19,6% Arábicas Naturais 21.636.694 69,3% 3.317.344.798,99 153,32 64,4% Conillon Diferenciados 153.705 0,5% 25.277.502,79 164,45 0,5% Conillon 1.145.112 3,7% 143.466.867,48 125,29 2,8% 22% 34% PREMIO 32%
  • 11. Tendência de MercadoTendência de Mercado Cafés Naturais!!!! - Diversidade de sabores; - Processos em equilíbrio com a Natureza - “A diversidade de sabores dos cafés naturais são mais complexas que os cafés despolpados”
  • 12. Fonte: OIC Cafés Sustentáveis (Certificações / Verificações) Compromissos PúblicosCompromissos Públicos Olhamos os 10 maiores compradores para entender aOlhamos os 10 maiores compradores para entender a demanda:demanda: Kraft Nestlé Sara Lee Smucker’s Starbuck’s Tchibo Aldi Melitta Lavazza Segafredo
  • 13. Fonte: OIC Os Compromisos Públicos até 2015Os Compromisos Públicos até 2015:: • Kraft - 100% do volume Europa 4C/RA.Kraft - 100% do volume Europa 4C/RA. • Nestlé:Nestlé: TheThe NescaféNescafé Plan RA – 1,5 milhões de sacas.Plan RA – 1,5 milhões de sacas. TheThe NescaféNescafé Plan 4C – 3 milhões de sacas.Plan 4C – 3 milhões de sacas. NespressoNespresso AAA - 80% até 2013. – 800 mil sacas.AAA - 80% até 2013. – 800 mil sacas. • Sara Lee - 20% do volume mundial UTZ.Sara Lee - 20% do volume mundial UTZ. • Starbucks - 100% C.A.F.E. Practices.Starbucks - 100% C.A.F.E. Practices. • Tchibo - 100% certificado RA/UTZ.Tchibo - 100% certificado RA/UTZ. Cafés Sustentáveis (Certificações / Verificações)
  • 14. Fonte: OIC Cafés Sustentáveis (Certificações / Verificações) 4 C, Rainforest, Utz e Starbucks;4 C, Rainforest, Utz e Starbucks; selos de maiorselos de maior demanda.demanda. 16,5 milhões de sacas previstas para 2015.16,5 milhões de sacas previstas para 2015. 70% desse volume originado no Brasil ou seja70% desse volume originado no Brasil ou seja 11,50 milhões de sacas.11,50 milhões de sacas. 14,5 milhões de sacas multi-selo disponíveis no14,5 milhões de sacas multi-selo disponíveis no Brasil. (acumulado)Brasil. (acumulado)
  • 15. Cotações e Oportunidades…
  • 16. DÓLAR 10 ANOS FONTE: BLOOMBERG
  • 17. DÓLAR 1 ANO FONTE: BLOOMBERG
  • 18. 1,20 a 1,30 FONTE: BLOOMBERG
  • 19. FONTE: BLOOMBERG 1,20 a 1,30
  • 20. ROBUSTA FONTE: BLOOMBERG
  • 21. “Cada tipo de Café guarda em si o sabor de sua terra” Então se faz necessário buscar em cada mercado quem reconhece e valoriza o sabor do seu café.
  • 22. Conclusão e Resumo de Hoje:  Existe espaço para maior quantidade de café conilon/robusta nos blends?  Cafés Certificados: Os produtores da Bahia estão se preparando para certificações?  E o Estado da Bahia esta com projetos para certificações a exemplo de Minas Gerais?  Quais Países poderão atender o crescimento de demanda de Mercado?  Preços e Vendas: Oportunidade de Fixações de preços que garante a sustentabilidade do negocio.
  • 23. Fonte: OIC Cafés Sustentáveis (Certificações / Verificações)
  • 24. Fonte: OIC Cafés Sustentáveis (Certificações / Verificações)
  • 25. Fonte: OIC Cafés Sustentáveis (Certificações / Verificações)
  • 26. Fonte: OIC Cafés Sustentáveis (Certificações / Verificações)
  • 27. Fonte: OIC Cafés Sustentáveis (Certificações / Verificações)
  • 28. Consumo Interno, Produção e Exportação Brasileira de Conillon Milhões de sacas Ano-Civil Indústria T&M: Participação do Conillon no blend (estimativa) Indústria Solúvel: Participação do Conillon no blend (estimativa) Demanda Agregada Exportação Conillon na forma de café verde Demanda Total de Conillon Produção Conillon USDA Produção Conillon 2000 3,3 1,8 5,1 0,68 5,73 6,39 7,50 2001 3,5 2,1 5,7 1,21 6,87 8,00 10,70 2002 3,6 2,2 5,8 4,30 10,10 10,53 12,00 2003 3,8 2,4 6,3 2,73 8,99 8,74 9,60 2004 5,1 2,9 7,9 0,72 8,66 7,56 9,30 2005 6,0 3,2 9,2 1,11 10,32 9,13 10,10 2006 6,8 2,7 9,5 1,37 10,88 9,50 10,70 2007 7,7 3,0 10,7 1,40 12,13 10,97 11,45 2008 8,5 3,0 11,5 2,08 13,60 10,51 12,80 2009 9,6 2,6 12,2 1,12 13,28 10,60 11,80 2010 10,5 2,9 13,4 1,17 14,58 11,27 12,70 2011 11,4 3,0 14,4 2,66 17,06 11,30 14,50 2012 11,8 3,0 14,8 1,15 15,92 12,48 15,00 2013 11,7 3,1 14,8 1,30 16,06 10,87 13,90
  • 29. “Cada tipo de Café guarda em si o sabor de sua terra” Autor: Desconhecido
  • 30. 46 Diversidade nas condições de produção
  • 31. Terras/solo Cultivo Colheita M UDA S Viveiro Sementes Certificadas Adaptação ao Clima Micro Clima Topografia de Solo Qualidade de solo Energia e Estradas Disponibilidade de Pés por ha Podas Nutrição Pragas/doenças Planejamento e Acompanhamento Colheita Manual Colheita Mecânica Colheita Seletiva Transporte QQualidadeualidade ProduçaoProduçao Qualidade: Etapas e BarreirasQualidade: Etapas e Barreiras ““MPQ” Máximo Potencial de Qualidade para cada localMPQ” Máximo Potencial de Qualidade para cada local Pós Colheita Processamentos: Natural; Cereja Descascada CD/Desmucilado Despolpado Reaproveitamentos SECAGEM – Homogeneização Armazenagem tulha Beneficio/rebenefici Ensaque Pesquisas Universidades Agrônom os/técnicos
  • 32. colheita Transporte da colheita Processamento Desp/CD/NAT Lavoura Secagem ArmazenamentoBeneficiamento Transporte Terrestre/ Marítimo Torra Empacotamento Preparação para consumo Conservação de grão/moído Os riscos que antecedem o sucesso
  • 33. colheita Transp. Colheita Processamento Desp/CD/NAT Lavoura Secagem ArmazenamentoBeneficiamento Transporte Terrestre Marítimo Torra Empacotamento Preparação para consumo Conservação de grão/moído Os riscos que antecedem o sucesso
  • 34. Exemplo de grãos verdes/imaturos até oExemplo de grãos verdes/imaturos até o seco/secoseco/seco
  • 35. Café Comercial Versus Café EspecialCafé Comercial Versus Café Especial EspecialEspecial ComercialComercial
  • 36. Colheita Manual SeletivaColheita Manual Seletiva
  • 37. 53
  • 38. Ferramentas de Valorização eFerramentas de Valorização e ReconhecimentoReconhecimento - Indicação Geográfica –I.G. - Denominação de Origem – D.O. - Programa Qualidade da Abic Gourmet Superior Tradicional
  • 39. Ferramentas de Valorização eFerramentas de Valorização e ReconhecimentoReconhecimento Variedade: Bourbons - e outras-Variedade: Bourbons - e outras- Variedade Pacamara Guatemala, El Salvador, Nicarágua, Honduras; Café Jacu – Brasil -Café Jacu – Brasil - Kopi Luwak Indonésia; Variedade Geisha Panamá Origem Fazendas e sua historia. Processamentos especiais/específicos
  • 40. Ferramentas de Valorização e Reconhecimento Participaçao do Brasil nas Feiras de Cafes em todo o Mundo…
  • 41. Fazendas em frente ao Consumidor Final
  • 42. Fazendas em frente ao Consumidor Final
  • 43. Preparo Especial com Educação do Consumidor
  • 44. Apropriado o Sistema de Analise qualitativa :Apropriado o Sistema de Analise qualitativa : Resultado: Reconhecimento e Valorização doResultado: Reconhecimento e Valorização do produtoproduto Metodologia: Torras e ProvasMetodologia: Torras e Provas Cup Of Excellence (Prova por Atributos –notas até 100 pontos- - Serve de base para todos formulários de analise de café; - SCAASCAA - SCAJSCAJ - SCAESCAE
  • 45. Visitas com Degustaçao com Compradores Internacionais
  • 46. Preservação de Qualidade:Preservação de Qualidade: Garantia que os atributos do café sejamGarantia que os atributos do café sejam mantidos até o consumidor final-mantidos até o consumidor final- EmpacotamentoEmpacotamento
  • 47. Sabores pelo MundoSabores pelo Mundo Colômbia:Colômbia: 100% dos cafés despolpado -100% dos cafés despolpado - América Central : (América Central : (Ferrugem de 30 a 40% de quebra??)Ferrugem de 30 a 40% de quebra??) - Costa Rica;Costa Rica; (Incrementando produção de naturais)(Incrementando produção de naturais) - Guatemala;Guatemala; - El Salvador;El Salvador; - Nicarágua; (Nicarágua; (Incrementando produção de naturais)Incrementando produção de naturais) - Honduras; incremento de qualidadeHonduras; incremento de qualidade - Panamá;Panamá; - México.México.
  • 48. Sabores pelo MundoSabores pelo Mundo África:África: - Etiópia (Etiópia (Produção de naturais e despolpados de altíssimaProdução de naturais e despolpados de altíssima qualidade)qualidade) - Quênia;Quênia; - Ruanda.Ruanda. - Ásia :Ásia : - China;China; Potencial de incrementar consumo e produçãoPotencial de incrementar consumo e produção - Vietnã; expansão de produçãoVietnã; expansão de produção
  • 49. Diferentes maneiras de consumo
  • 50. Consumo per capita (kg / ano)Consumo per capita (kg / ano) 0 2 4 6 8 10 12 14 Finlândia Noruega Dinamarca Suiça Suécia Alemanha Canadá Brasil França Itália Espanha USA Austrália Honduras CostaRica Japão Argélia ReinoUnido Etiópia RepúblicadaCoréia Ucrânia Rússia Filipinas México Vietnã Indonésia Índia Mercados Tradicionais Países Produtores Mercados Emergentes • FONTE: :FONTE: : CECAFÉCECAFÉ
  • 51. Ano-Safra Produção (Mil Sacas) Área (ha) Produtividade (sacas / ha) 2008/2009 45.992 2.362.682 21,20 2009/2010 39.470 2.315.521 18,86 2010/2011 48.095 2.289.193 23,16 2011/2012 43.484 2.278.103 21,15 2012/2013 50.826 2.329.357 24,80 2013/2014 (*) 47.544 2.312.152 23,66 Produção Brasileira de Café
  • 52. Ano-Safra Produção (Mil Sacas) Área (ha) Produtividade (sacas / ha) 2008/2009 35.484 1.654.653 21,44 2009/2010 28.866 1.562.596 18,47 2010/2011 36.824 1.561.271 23,59 2011/2012 32.189 1.552.944 20,73 2012/2013 38.344 1.572.761 24,38 2013/2014 (*) 36.667 1.561.632 23,48 Produção Brasileira de Café ARÁBICA
  • 53. Ano-Safra Produção (Mil Sacas) Área (ha) Produtividade (sacas / ha) 2008/2009 10.509 515.512 20,38 2009/2010 10.604 530.313 20,00 2010/2011 11.271 518.159 21,75 2011/2012 11.296 503.463 22,40 2012/2013 12.482 476.913 26,17 2013/2014 (*) 10.877 448.233 24,27 Produção Brasileira de Café CONILLON
  • 54. Exportações Brasileiras MARÇO/2014 Até: 12/03/2014 Volume Var* % Emissão 830.302 0,4 Embarque 480.038 32,8
  • 55. • FONTE: :FONTE: : CECAFÉCECAFÉ Consumo per capita (kg / ano)Consumo per capita (kg / ano)
  • 56. Custo Médio de Produção R$ / sacasCusto Médio de Produção R$ / sacas 60 kg60 kg Fonte: CONAB R$ 0,00 R$ 100,00 R$ 200,00 R$ 300,00 R$ 400,00 R$ 500,00 MG Guaxupé SP Franca BA Luis Eduardo Magallhães PR Londrina ES Pinheiros 2011/2012 2010/2011