A Cafeicultura na Bahia por Roberto Muniz Agrocafé 2010 Seagri
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

A Cafeicultura na Bahia por Roberto Muniz Agrocafé 2010 Seagri

on

  • 2,259 views

A Cafeicultura na Bahia por Roberto Muniz Agrocafé 2010 Seagri

A Cafeicultura na Bahia por Roberto Muniz Agrocafé 2010 Seagri

Statistics

Views

Total Views
2,259
Slideshare-icon Views on SlideShare
2,178
Embed Views
81

Actions

Likes
0
Downloads
40
Comments
0

3 Embeds 81

http://www.peabirus.com.br 50
http://www.redepeabirus.com.br 28
http://www.slideshare.net 3

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A Cafeicultura na Bahia por Roberto Muniz Agrocafé 2010 Seagri A Cafeicultura na Bahia por Roberto Muniz Agrocafé 2010 Seagri Presentation Transcript

    • TERRA DE TODOS NÓS Secretaria de Agricultura
    • A CAFEICULTURA NO ESTADO DA BAHIA Salvador, 08 de Março de 2010 Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária
    • A CAFEICULTURA NA BAHIA
      • => Municípios Produtores de Café – 167 ou 40%
            • 80 => Importância
            • 30 => Relevantes
      • => Número de Propriedades – 10.000
      • => Empregos Gerados – 250 mil
      • (150 fixos e 100 temporários, 400 mil na Cadeia).
      • => Número de Indústrias de Torrefação – 123 (73 FIEB).
      • => Comércio.
      • => Exportações.
    • A CAFEICULTURA NA BAHIA Regiões Produtoras
      • => Área : 150.000 ha Produção (EBDA):
      • 50 % = até 10 ha;
        • 35 % = +10 a 50 ha;
        • 15 % = + 50 ha (5 % acima de 100 ha).
        • => Área : 163.000 ha Plantados (IBGE):
        • 13 Mil ha abandonados
      A CAFEICULTURA NA BAHIA Situação em 2009/2010
    • => Produção média: 2,25 milhões sc; => Produtividade média: 18,00 sc/ha ; => 10.000 produtores; => 10 mil famílias residentes; => 150 mil empregos diretos. A CAFEICULTURA NA BAHIA Situação em 2009/2010
    • => Disponibilidade de áreas: Pequenos e Grandes produtores. => Características da nossa colheita : Seletiva – Pequenos produtores ou mecânica (Oeste). => Tradição de despolpar o café : Melhor qualidade. => Atendimento dos nichos de mercado : Especiais, orgânicos, com causas sociais e ecológicas. => Concurso Nacional ABIC de Qualidade de café: Produtores baianos de café entre os melhores do ranking nacional em 2005, 2006, 2007, 2008 e 2009. VANTAGENS COMPETITIVAS NA PRODUÇÃO BAIANA PIATÃ COMO REFERÊNCIA
    • Fonte: CONAB/EBDA * 1ª Previsão CAFEICULTURA NO BRASIL Ranking Nacional – CONAB (Produção em mil sc 60 kg) Safra - 07/08 Safra – 08/09 Safra – 09/10 Safra – 10/11 Ranking UF Prod. Ranking UF Prod. Ranking UF Prod. Ranking UF Prod. 1º MG 14.372 1º MG 23.681 1º MG 18.358 1º MG 24.727 2º ES 8.662 2º ES 10.230 2º ES 9.714 2º ES 12.035 3º SP 2.580 3º SP 4.420 3º SP 3.415 3º SP 4.103 4º BA 2.153 4º PR 2.606 4º BA 2.053 4º BA 2.516 5º PR 1.855 5º BA 2.142 5º RO 1.824 5º PR 2.200 6º RO 1.446 6º RO 1.876 6º PR 1.800 6º RO 1.930 7º Outros 631 7º Outros 1.037 7º Outros 1.634 7º Outros 1.147 TOTAL 32.065 TOTAL 45.992 TOTAL 38.798 TOTAL 48.658
    • Fonte: CONAB – EBDA * 1ª Previsão A CAFEICULTURA NA BAHIA 2010/2011 Pólos Área (ha) Produções (mil sacas/ano) 2007 2008 2009 2010* Cerrado (Arábica) 15.313 384,4 494,5 445,8 491,5 Planalto (Arábica) 107.590 930,3 1.071,0 945,0 1.390,9 Atlântico (Conillon) 27.110 516,8 575,5 562,2 633,6 Total BA 150.013 1.831,4 2.141,0 2.053,0 2.516,0
    • BAHIA Evolução da Balança Comercial do Café , 2001/2006 - (Em US$ FOB) Fonte: MDIC/Sistema Aliceweb. Elaboração: SEAGRI/BA Ano Exportações Importações Saldos 2000 19.976.874 - 19.976.874 2001 24.198.620 - 24.198.620 2002 28.171.286 - 28.171.286 2003 33.345.951 - 33.345.951 2004 51.384.913 - 51.384.913 2005 83.905.095 - 83.905.095 2006 98.825.262 2.781 98.822.481 2007 107.748.775 - 107.748.775 2008 103.666.579 6.361 103.660.218 2009 98.022.492 - 98.022.492
    • BAHIA Exportação de Café - Saída dos Portos 2009 Fonte: Aliceweb - MDIC Portos UF Exportações Valores (US$ FOB) Volume (kg) PORTO SALVADOR BA 44.382.902 18.521.300 PORTO SANTOS SP 36.446.227 15.722.040 PORTO VITÓRIA ES 11.742.368 6.572.780 PORTO SEPETIBA RJ 3.861.111 1.648.080 SÃO FRANCISCO DO SUL SC 764.179 297.600 PORTO RIO DE JANEIRO RJ 660.767 288.000 PORTO PECEM CE 68.352 38.400 URUGUAIANA - RODOVIA RS 20.586 8.760
    • BAHIA Exportação de Café, 2000 a 2009 Porto de Salvador Fonte: Aliceweb - MDIC
    • PRINCIPAIS PÓLOS
    • PÓLO CERRADO => Pólo cafeeiro recente ( ± 15 anos ); => Aproximadamente 15,3 mil ha plantados irrigados; => 220 ha de área média de plantio de café; => Potencial de expansão da área superior a 30.000 ha , com produção média de 1,5 milhões de sacas ; => Produtividade média: 50 sacas/ha (maior do Brasil); => Altamente mecanizada – do plantio à colheita; => 80% da produção dentro dos padrões internacionais; => Boa infra-estrutura (disponibilidade de área, água, energia e estradas ).
    • BAHIA - Região do Cerrado Evolução da Produção Fonte : CONAB / EBDA * Previsão
    • BAHIA - Região do Cerrado Evolução da Área Plantada Fonte : CONAB / EBDA Estável
    • BAHIA – Região do Cerrado Município / Área / Produção Fonte : CONAB/EBDA Município Área (ha) Produção /Anos 2007 2008 2009 BARREIRAS 6.308 162,6 223,7 209,2 COCOS 1.600 64,0 67,7 55,7 CORRENTINA 200 - 6,0 10,0 LUIS EDUARDO MAGALHÃES 3.432 52,6 78,4 132,4 SÃO DESIDÉRIO 3.760 104,9 118,8 133,6 Total 15.300 384,3 494,6 545,8
    •  
    •  
    •  
    • PÓLO PLANALTO => Região tradicional de café arábica ; => Aproximadamente 107 mil ha plantados, predominantemente, em sequeiro; => Potencial de Produção: 1,6 milhão de sacas ; => Produtividade: 16 sacas/ha ; => 50 % da produção dentro dos padrões internacionais; => Boa infra-estrutura regional; => 40% das lavouras renovadas; => Proximidade dos portos e dos centros consumidores; => Elevada participação de agricultores familiares .
    • BAHIA - Região do Planalto Evolução da Produção Fonte : CONAB / EBDA * 1ª Previsão
    • BAHIA - Região do Planalto Evolução da Área Plantada Fonte : CONAB / EBDA Estável
    •  
    •  
    •  
    •  
    • PIATÃ - BAHIA
    • PÓLO ATLÂNTICO => Região produtora de café robusta ; => Aproximadamente 27 mil ha plantados, predominantemente, de sequeiro; => Potencial de Produção : 800 mil de sacas (produção média de 550 mil sacas ); => Produtividade: 27 sacas/ha ; (podas). => Boa infra-estrutura regional e índices pluviométricos favoráveis; => 50% das lavouras renovadas; => Proximidade dos portos, Ilhéus e Vitória (ES), e dos centros consumidores; => Elevada participação de agricultores familiares ; => Forte concorrência com eucalipto.
    • BAHIA - Região do Atlântico Evolução da Produção Fonte : CONAB / EBDA * Previsão Crescimento
    • BAHIA - Região do Atlântico Evolução da Área Plantada Fonte : CONAB / EBDA Crescimento
    •  
    •  
    •  
    • APOIO GOVERNAMENTAL
    • => PROTOCOLO DE INTENÇÕES DO CAFÉ; => DESENVOLVE; => INFRA-ESTRUTURA; => PARCERIA COM AGENTES FINANCEIROS; => GERAÇÃO E DIFUSÃO DE TECNOLOGIA. APOIO GOVERNAMENTAL
    • => REATIVAÇÃO CÂMARA SETORIAL; => DEFESA AGROPECUÁRIA; => PRESERVAÇÃO AMBIENTAL (RIGOROSA GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS); => QUALIFICAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA. APOIO GOVERNAMENTAL
    • BAHIA Composição do Parque Cafeeiro 2009/10 - (163 mil ha - % da área) IBGE Fonte: EBDA
    • DESAFIOS
    • PRINCIPAIS DESAFIOS => Ampliar a participação dos cafés de qualidade; => Elevar a produtividade e diminuir os custos de produção; => Promover a renovação do parque cafeeiro baiano (principalmente nas regiões tradicionais); => Promover o aumento das área irrigadas dos pequenos produtores. => Estimular o aumento das exportações, sobretudo, com produto de maior valor agregado;
    • PRINCIPAIS DESAFIOS => Sensibilizar os agentes financeiros para disponibilização de recursos do FUNCAFÉ para pequenos e médios produtores baianos; => Disponibilização de linhas de crédito rural para custeio, principalmente, para o pequeno e médio produtor; => Zoneamento Condição de Sequeiro; => Dinamizar a geração e a difusão de tecnologia;
    • PRINCIPAIS DESAFIOS => Melhoria do sistema organizacional do setor (associações e cooperativas); => Maior agressividade na política de promoção do aumento do consumo; => Assegurar representação da Bahia no Conselho Deliberativo da Política do Café - CDPC; => Garantir recursos do FUNCAFÉ para P&D, proporcionais à importância da Bahia no cenário nacional; => Vislumbrar as oportunidades (Cana e Eucalipto).
    •  
    • Dia de Campo – Piatã/BA
    •  
    •  
    •  
    • Colheita Seletiva
    •  
    • Secagem em Terreiros Adequados
    • Pequenos Terreiros Estufas para Café Despolpado – Piatã/BA
    • Máquinas e Equipamentos Adequados
    • Distribuição de Máq e Equip. às associações de pequenos produtores
    •  
    • Unidade de Beneficiamento
    • Unidade de Secagem
    • Cafés de Qualidade, Especiais e Premiados
    • TERRA DE TODOS NÓS Secretaria de Agricultura