Your SlideShare is downloading. ×
TRFB 2006 - TI - Jaime
TRFB 2006 - TI - Jaime
TRFB 2006 - TI - Jaime
TRFB 2006 - TI - Jaime
TRFB 2006 - TI - Jaime
TRFB 2006 - TI - Jaime
TRFB 2006 - TI - Jaime
TRFB 2006 - TI - Jaime
TRFB 2006 - TI - Jaime
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

TRFB 2006 - TI - Jaime

1,125

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,125
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
61
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Professor Gledson Pompeu gledson.pompeu@gmail.com Receita Federal Gestão de Sistemas Perfil: Técnico Prova aplicada em Fev/2006 Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com
  • 2. 29- Analise as seguintes afirmações relacionadas a Bancos de Dados: I. Em uma tabela, quando existir uma combinação de colunas que sirva para identificar todos os registros dessa tabela, essa combinação poderá ser escolhida como uma chave primária composta. II. Em um banco de dados, quando se deseja garantir que, em uma coluna ou combinações de coluna, a qualquer momento, nenhum par de linhas da tabela deva conter o mesmo valor naquela coluna ou combinação de colunas, é necessário definir uma chave primária. III. Uma das regras da integridade do modelo relacional é possibilitar que um atributo que participe da chave primária de uma relação básica aceite um e somente um valor nulo. IV. Normalização é o processo de se reunir todos os dados que serão armazenados em um certo banco de dados e concentrá-los em uma única tabela. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) II e III b) I e II c) III e IV d) I e III e) II e IV O item III é falso, pois sabemos que no modelo relacional em um domínio escolhido como chave primária não poderá haver valores nulos. O item IV é falso, pois sabemos que o objetivo da normalização é permitir a análise de esquemas de relações, com base nas dependências funcionais, para minimizar redundâncias e anomalias que possam ocorrer durante as operações de inserção, de exclusão e de atualização. Professor Gledson Pompeu Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia gledson.pompeu@gmail.com Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com
  • 3. Normalização Na literatura são apresentadas 6 formas normais. No entanto para fins de concurso, a ESAF tem cobrado apenas até a 3ª. Forma normal. Tabela Não Normalizada Professor Gledson Pompeu Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia gledson.pompeu@gmail.com Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com
  • 4. Normalização Diz-se que uma tabela está na 1ª. Forma normal, quando ela não contém tabelas aninhadas (uma tabela no interior de outra tabela). Para transformar um esquema de tabela não-normalizada em um esquema na 1FN há duas alternativas: 1 - Cria-se uma tabela na qual os dados das linhas externas à tabela aninhada são repetidos para cada linha da tabela aninhada. 2 - Construir uma tabela para cada tabela aninhada. Tabela após aplicar a 1FN Professor Gledson Pompeu Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia gledson.pompeu@gmail.com Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com
  • 5. Normalização Dependências Funcionais (Parciais) Existe uma dependência funcional entre atributos de uma relação, quando a um valor de um atributo X está sempre associado um mesmo valor para um atributo Y. Assim, se um valor Vx ocorrer em linhas diferentes da relação R, o valor Vy será o mesmo em todas as linhas onde Vx ocorrer. Em outras palavras, ocorre dependência funcional quando uma coluna depende apenas de parte de uma chave primária composta. Pode-se então afirmar que: X→Y X determina Y ou Y é dependente funcional de X ou ainda X é o determinante de Y Assim, toda tabela que está na 1FN e que possui apenas uma coluna como chave primária já está na 2FN. O mesmo aplica-se para uma tabela que contenha apenas colunas chave primária. Professor Gledson Pompeu Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia gledson.pompeu@gmail.com Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com
  • 6. Normalização Para passar à segunda forma normal (2FN), isto é, para eliminar as dependências de parte da chave primária é necessário dividir a tabela ProjEmp em duas tabelas. Professor Gledson Pompeu Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia gledson.pompeu@gmail.com Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com
  • 7. Normalização Resultado das tabelas sob a forma 2FN fica da seguinte forma: Professor Gledson Pompeu Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia gledson.pompeu@gmail.com Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com
  • 8. Normalização Uma tabela encontra-se na terceira forma normal, quando, além de estar na 2FN, não contém dependências transitivas. Uma dependência funcional transitiva ocorre quando uma coluna, além de depender da chave primária da tabela, depende de outra coluna ou conjunto de colunas da tabela. A passagem à 3FN consta em dividir tabelas de forma a eliminar as dependência transitivas. Note que a coluna Sal (salário) depende da Categoria (Cat) e do Código do Empregado (Chave primária). Professor Gledson Pompeu Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia gledson.pompeu@gmail.com Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com
  • 9. Normalização Por fim teremos as seguintes tabelas aplicando a 3FN: Professor Gledson Pompeu Material elaborado pelos Prof. Walter Cunha e Jaime Correia gledson.pompeu@gmail.com Para mais informações, acesse http://www.waltercunha.com

×