Empatia Taperoá

363
-1

Published on

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
363
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Empatia Taperoá

  1. 1. Pontão de Cultura do Cariri Assunto: Empatia Treinamento Taperoá Junho 2011
  2. 2. 1
  3. 3. <ul><li>Trata-se de uma impressão agradável ou disposição favorável que se experimenta em relação a alguém que pouco se conhece, mas não implica no reconhecimento das emoções ou necessidades do outro com quem se simpatizou. </li></ul>2
  4. 4. <ul><li>O estado de empatia, ou de entendimento empático, consiste em perceber corretamente o marco de referência interno do outro, com os significados e componentes emocionais que contém, como se fosse a outra pessoa, porém sem perder nunca essa condição de “como se”. Ou seja, é a habilidade de imaginar-se no lugar do outro, entender seus sentimentos, desejos, idéias e ações. </li></ul>3
  5. 5. <ul><li>A empatia tem aplicações práticas, além da psicoterapia, nos conflitos nas relações humanas (familiares, sociais, institucionais), tendo papel central no método da Comunicação Não Violenta-CNV. </li></ul>4
  6. 6. <ul><li>Conselho Econômico e Social das Nações Unidas; </li></ul><ul><li>Samaritanos Mundiais; </li></ul><ul><li>Amigos Anônimos – AMA; </li></ul><ul><li>Centro de Valorização da Vida – CVV (prevenção de suicídios); </li></ul><ul><li>Alcoólicos Anônimos – AA; </li></ul><ul><li>Narcóticos Anônimos . </li></ul>5
  7. 7. <ul><li>Pesquisas indicam que a empatia tem uma resposta humana universal, comprovada fisiologicamente. Dessa forma a empatia pode ser tomada como causa do comportamento  ALTRUÍSTA, uma vez que predispõe o indivíduo a tomar atitudes solidárias. </li></ul>6
  8. 8. <ul><li>Altruísmo  é um tipo de comportamento encontrado nos seres humanos, e outros seres vivos, em que as ações de um indivíduo beneficiam outro trazendo algum tipo de prejuízo para o próprio. No sentido comum do termo, é muitas vezes percebida como sinônimo de solidariedade. </li></ul>7
  9. 9. <ul><li>Auto-recompensa: </li></ul><ul><li>Quando a pessoa exibe sinais de alívio ou alegria após ter sido ajudada, a pessoa que ajudou pode sentir alegria empática. Uma vez tendo experienciado alegria empática, a pessoa pode sentir-se motivada a ajudar novamente de modo a sentir a alegria empática outra vez. Essa auto-recompensa inerente na empatia não é um processo consciente e pode ter sido um fator adaptativo. </li></ul>8
  10. 10. <ul><li>Super-ativação empática: </li></ul><ul><li>A super-ativação empática ocorre quando a ativação empática é tão intensa que o observador volta a atenção para si mesmo em vez de voltá-la para a outra pessoa. Nesses casos, há pouca probabilidade de que ocorra uma ação altruísta. Isso pode ocorrer no caso de alguém que se propõe a ajudar uma vítima de um atropelamento e quando chega ao local do acidente sua aflição é tão intensa que este desmaia ou simplesmente sai do local, deixando de ajudar a vítima. </li></ul>9
  11. 11. <ul><li>Dois tipos de relação: </li></ul><ul><li>Pontão – Cliente; </li></ul><ul><li>Pontão – Pontão. </li></ul>Trabalho do Pontão 10
  12. 12. <ul><li>Quem são nossos clientes? </li></ul>Características Pontão - Cliente 11
  13. 13. <ul><li>Quem somos nós? </li></ul>Pontão - Pontão 12
  14. 14. Como conduziremos nosso relacionamento no trabalho do Pontão? 13

×