[HA2012] 03 - Raízes da arte e do design - 02
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

[HA2012] 03 - Raízes da arte e do design - 02

on

  • 1,341 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,341
Views on SlideShare
1,341
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
30
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

[HA2012] 03 - Raízes da arte e do design - 02 [HA2012] 03 - Raízes da arte e do design - 02 Presentation Transcript

  • Raízes da Arte e do Design Ticianne Ribeiro Eduardo Novaisterça-feira, 6 de março de 2012
  • Impactos do desenvolvimento da tipografiaterça-feira, 6 de março de 2012
  • Na aula passada estávamos falando sobre o início da reprodução de livros pelo método tipográfico, de Gutemberg e de Fost, lembram?terça-feira, 6 de março de 2012
  • Em 1480, cerca de 73 cidades tinham gráficas na Europa toda. Em 1500, a impressão era praticada em mais de 150 cidades.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Eram impressos tratados religiosos, folhetos, prospectos, entre outros, para a venda ou distribuição gratuita. Prospectos acabaram evoluindo para cartazes, anúncios e jornais impressos.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Relatam as pessoas, a história de um escriba em Veneza que reclamava que a cidade estava “entupida de livros“.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Em Gênova, os escribas das cidades se reuniram e conseguiram que o conselho municipal proibisse a impressão naquela cidade.terça-feira, 6 de março de 2012
  • A tipografia é o maior avanço nas comunicações entre a invenção da escrita e as comunicações eletrônicas de massa do século XXterça-feira, 6 de março de 2012
  • Além de ser um veículo para disseminar ideias sobre direitos humanos e a soberania do povo, a impressão estabilizou e unificou as línguas.terça-feira, 6 de março de 2012
  • O analfabetismo iniciou um período de declínio firme e longo.terça-feira, 6 de março de 2012
  • A publicação da Bíblia, edição após edição, possibilitou o aumento de seu estudo. Pessoas de toda a Europa formularam suas próprias interpretações em vez de se apoiar em líderes religiosos. Isso levou diretamente à Reforma, que dividiu o Cristianismo em centenas de seitas.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Depois que Martinho Lutero afixou suas Noventa e Cinco Teses para debate na porta de Igreja na Saxônia, em 1517, seus amigos passaram cópias para as gráficas.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Tanto Lutero, como o papa Leão X usaram prospectos e tratados impressos numa disputa teológica perante um público massificado por todo o continente.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Origens do livro ilustradoterça-feira, 6 de março de 2012
  • A inovação ocorreu na Alemanha, onde artistas da Xilogravura e os impressores tipográficos se uniram para desenvolver o livro e o prospecto ilustrados.terça-feira, 6 de março de 2012
  • À medida que décadas se passaram, os impressores tipográficos aumentaram radicalmente o uso de ilustrações por xilogravuras, e os ilustradores gráficos melhoraram de status.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Der Ackerman aus Böhmen (Albrecht Pfister, 1463)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Nessa imagem, as bordas são bastante marcadas, as capitulares impressas, ao invés de adicionadas a mão. De Mulieribus Claris (Johann Zainer, 1473)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Vita et Fabulae (Anton Sorg, 1479)terça-feira, 6 de março de 2012
  • O primeiro ilustrador identificado como tal em um livro foi Erhard Reuwich (~1480).terça-feira, 6 de março de 2012
  • Peregrinationes in Montem Syon (Ehrard Reuwich, 1486)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Peregrinationes in Montem Syon (Ehrard Reuwich, 1486)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Peregrinationes in Montem Syon (Ehrard Reuwich, 1486)terça-feira, 6 de março de 2012
  • A expansão da tipografiaterça-feira, 6 de março de 2012
  • Conrad Sweynheym e Arnold Pannartz, foram os primeiros tipógrafos que, combinando as letras maiúsculas de inscrições romanas antigos e minúsculas arredondadas, adicionando serifas e e redesenhando alguns tipos, projetaram um alfabeto romano, que se tornou o protótipo em uso ainda hoje. (~1476)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Amostras da primeira e da segunda tipografia (Conrad Sweynheym e Arnold Pannartz, 1465 e 1467)terça-feira, 6 de março de 2012
  • A impressão chegou à França em 1470. Em princípio, eram utilizados tipos Romanos, mas após isso, começaram a utilizar tipos Góticos, mais familiares ao público francês.terça-feira, 6 de março de 2012
  • As primeiras impressões na França cercaram seus tipos góticos e ilustrações xilográficas com blocos modulares que preenchiam o espaço com flores e folhas, pássaros e animais, padrões e retratos.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Horae Beatus Virginis (Philippe Pigouchet, 1498)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Os espanhóis tinham um senso estético que utilizava tons escuros equilibrando o detalhe decorativo.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Aereum Opus (Diego de Gumiel, 1515)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Uma obra prima espanhola é a Bíblia Poligota – Arnaldo Guillén. O grid desenvolvido para este volume usa colunas desiguais para compensar as diferentes medidas de Bíblia Poliglota cada língua. (Arnaldo Guillén de Brocar, 1514-1517)terça-feira, 6 de março de 2012
  • O design gráfico do Renascimentoterça-feira, 6 de março de 2012
  • O termo renascimento foi usado originalmente para denotar o período que começou nos séculos XIV e XV na Itália, quando a literatura clássica da Antiguidade grega e romana foi restaurada e novamente lida.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Hoje, é usada para marcar o período de transição do mundo medieval para o moderno.terça-feira, 6 de março de 2012
  • O design de tipos, o leiaute de página, ornamentos, a ilustração e até o projeto global do livro foram repensados pelos impressores e eruditos italianos. O renascimento da literatura clássica e a obra dos humanistas italianos estão intimamente ligados a uma abordagem inovadora no Design de Livros.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Começou em Veneza e ali continuou durante as três últimas décadas do século XV.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Títulos e autor são identificados em versos que descrevem o livro. A data e o nome dos impressores aparecem abaixo, em latim. Calendarium de Regiomontano (Enhard Ratdolt, Peter Loeslein e Berhard Maier, 1476)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Essas características incluíam formas naturalistas inspiradas na Antiguidade Ocidental e formas de padronagens derivadas de culturas islâmicas orientais.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Pode ter sido o primeiro material gráfico com “faca“ e “manuseio“ em um livro impresso. Calendarium de Regiomontano (Enhard Ratdolt, Peter Loeslein e Berhard Maier, 1476)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Com a impressão tipográfica, a caligrafia perdeu muitos espaços mais não todos. Criou-se uma demanda de calígrafos para ensino e também para a redação de importantes documentos de estado e de negócios.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Ludovico Arrighi é considerado um mestre italiano da caligrafia.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Os espaços amplos entre as linhas na escrita deixam margem para as ascendentes em forma de pluma, que ondulavam para a direita em elegante contraponto com descendentes, que La operina da imparare di scrivere littera cancellaresca graciosamente tendem a esquerda. (Lodovico Arrighi, 1522)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Na França, o principal ascendente é Geoffrey Tory. Ele ajudou a introduzir o apóstrofo, o acento e a cedilha. Ajudou também a criar uma Escola de Renascimento exclusivamente francesa de design de livros e ilustração.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Construção da letra Q de Champ Fleury (Geoffrey Tory, 1529)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Alfabeto Fantástico (Geoffrey Tory, 1529)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Claude Garamond (1480-1561) Foi o primeiro que se especializou no desenho e na gravura de punções para tipos móveis, como serviço prestado a outros impressores, que apenas fundiam os caracteres com as matrizes compradas.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Seus tipos romanos eram desenhados com tal perfeição que os impressores franceses do século XVI conseguiam imprimir livros de extraordinária legibilidade e beleza.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Por volta de 1530, Garamond estabeleceu sua fundição e passou a vender aos impressores tipos fundidos prontos para distribuir na caixa de tipografo.terça-feira, 6 de março de 2012
  • A fonte Garamond divide com a Times New Roman o posto de fonte serifada mais popular do mundo Família Garamondterça-feira, 6 de março de 2012
  • Uma gama convincente de luzes e sombras é construída com linhas arranhadas. Oficina de Impresão - Impressor (Abraham Bosse, 1642)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Padrões Gráficos para o Alfabeto Roman du Roi (Philippe Grandjean, 1695)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Design gráfico da era Rococóterça-feira, 6 de março de 2012
  • Já ouviram falar que uma coisa é Rococó?terça-feira, 6 de março de 2012
  • Rococó foi como ficou conhecido o período da fantasiosa arte e arquitetura francesa que vai de 1720 até aproximadamente 1770.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Florido e intricado, o ornamento rococó é composto de curvas em “s” e “c” com volutas, rendilhados e formas vegetais derivadas da natureza, da arte clássica e oriental e até de fontes medievais.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Grande quantidade de ornamentos florais foi necessária para montar projetos como este, que fixou um padrão de excelência do rococó. Ariette, Mise en musique (Fournier le Jeune, 1756)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Seu sortimento de pesos e larguras nos tipos deu origem à ideia de uma “família” de tipos visualmente compatíveis e passíveis de serem mesclados.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Exemplo de família tipográficaterça-feira, 6 de março de 2012
  • Manuel typographique (Le Jeune, 1764 e 1768)terça-feira, 6 de março de 2012
  • A poem, on the Universal Penman (George Bickham, 1740)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Para ilustrar um poema de Jean de La Fountainem Joseph Gerard Barbou usou água-forte de Eisenm uma vinheta de Choffard e tipos ornamentados de Fournier le Jeune. Contes et nouvelles en vers (Joseph Gerard Barbou, 1763)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Nessa época se tentava traduzir em livros a psicologia da era Rococó – mostrando os ricos levando vida extravagante sensual e bucólica em uma alegre terra da fantasia, alheios à crescente combatividade das massas assoladas pela pobreza.terça-feira, 6 de março de 2012
  • terça-feira, 6 de março de 2012
  • Como andavam as coisas na Inglaterra?terça-feira, 6 de março de 2012
  • A referencia tipográfica e de Design na Inglaterra por mais de dois séculos foi a Europa Continental.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Guerra civil, perseguição religiosa, censura severa e controle estatal haviam criado um clima que não favorecia a inovação gráfica.terça-feira, 6 de março de 2012
  • William Caslon (1692-1766) O fundador da grande tradição de qualidade do typeface britânico.terça-feira, 6 de março de 2012
  • A praticidade direta dos modelos fez deles o estilo romano dominante até boa parte do século XIX em todo o império britânico. Amostra dos tipos romano e itálico (William Caslon, 1734)terça-feira, 6 de março de 2012
  • John Baskerville (1706-1775) Desenhou tipos, melhorou a prensa tipográfica, concebeu e encomendou novos papéis e projetou e publicou os livros que imprimiu.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Baskerville optou pelo livro tipográfico limpo, com margens largas e espaço generoso entre letras e linhas.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Basker ville reduziu o projeto a letras simetricamente dispostas e espacejadas; reduziu o conteúdo a autor título, editora, data e cidade da publicação. Economia, Bucolica, Georgicas et Aeneis simplicidade e elegância. (John Baskerville, 1757)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Família Baskervilleterça-feira, 6 de março de 2012
  • Dados. Quero dados!terça-feira, 6 de março de 2012
  • René Descartes (1596-1650) São registrados os primeiros exemplares de geometria analítica em 1637.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Mais tarde, o escocês Willian Playfair (1759-1823) utilizou o modelo de Descartes para converter dados estatísticos em gráficos simbólicos.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Comercial and Political Atlas (William Playfair, 1786)terça-feira, 6 de março de 2012
  • O estilo modernoterça-feira, 6 de março de 2012
  • O termo moderno, que define uma nova categoria de tipo romanos, foi usado pela primeira vez por Fournier le Jeune para descrever as tendências de design.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Giambatista Bodoni (1596-1650) “Rei dos impressores, impressor dos reis”. O maior impressor e tipógrafo italiano.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Influência de Le Jeune em seu trabalho. Saggio tipografico (Bodoni, 1771)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Projeto puro e simples. Mostra a evolução do rococó até o estilo moderno. Opera de Virgílio (Bodoni, 1793)terça-feira, 6 de março de 2012
  • •Entre as características, serifas finas e retas. •Rejeição do ornamento por Baskerville e uso generoso do espaço. •Letras mais estreitas, condensadas • Aparência mais alta e geométrica.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Bodoni definiu seu ideal de design como distinção, bom gosto, charme e regularidade.terça-feira, 6 de março de 2012
  • A padronização de formas marcou a morte da caligrafia e da escrita como mola propulsora do design de tipos e o fim da abertura e moldagem imprecisas da antiga tipografia.terça-feira, 6 de março de 2012
  • As formas precisas, mensuráveis e repetíveis de Bodoni expressavam a visão e o espírito da era da máquina.terça-feira, 6 de março de 2012
  • A nítida clareza das letras de bodoni se reflete nas molduras escocesas. Compostas de elementos duplos e triplos de traço grosso e fino, estas molduras repetem os Manuale tipográfico contrastes de espessura dos tipos modernos de Bodoni. (Bodoni, 1818)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Inovações na tipografiaterça-feira, 6 de março de 2012
  • Revolução industrial gerou uma mudança no papel social e econômico da comunicação tipográfica.terça-feira, 6 de março de 2012
  • O ritmo mais rápido e as necessidades de comunicação de massa de uma sociedade cada vez mais urbana e industrializada produziram uma expansão rápida de impressores de material publicitário, anúncios e cartazes.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Maior escala, impacto visual e novos caracteres acessíveis eram necessários.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Não era suficiente que as letras do alfabeto funcionassem apenas como símbolos fonéticos. Os tipos agora tinham forte contraste e grande dimensões.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Essas letras Display de Thomas Cotterell, 1765, pareciam gigantescas para os tipógrafos do século XVIII, que estavam habituados a compor folhetos e circulares usando tipos que raramente tinham a metade desse Paica de 12 linhas tamanho. (Thomas Cotterell, 1765)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Outros tipógrafos projetaram e fundiram letras mais gordas e o traço dos tipos ficaram progressivamente mais grossos.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Os tipos gordos (Fat Font) foram uma importante categoria no design de tipos.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Robert Thorne, William Caslon e Vincent Figgins iniciaram uma animada competição para a criação de tipos diferentes.terça-feira, 6 de março de 2012
  • Não se sabe qual a inspiração para esse projeto original. Marca o súbito aparecimento de letras com serifas retangulares. Antique (Vincent Figgins, 1815)terça-feira, 6 de março de 2012
  • As duas amostras de cima são estilos toscano típicos com serifas ornamentais. A amostra debaixo é um toscano antigo com serifas Fontes Toscanas retangulares cur vas e ligeiramente pontudas. (Sem autor, Séc XIX)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Desfrutaram de certo popularidades durante décadas da metade do século XIX e depois saíram de moda. Egípicio Itálico Negativo (William Thorowgood, 1828)terça-feira, 6 de março de 2012
  • As letras grandes do tipo Fat Font propiciavam um fundo para elementos figurativos e decorativos. Letras de fontes ornamentadas (Woods e Sharwoords, 1838-1842)terça-feira, 6 de março de 2012
  • Obrigado!terça-feira, 6 de março de 2012