Dado e informação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
517
On Slideshare
516
From Embeds
1
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 1

http://bloguedoconhecimento.blogspot.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Operadores de sistemas Informáticos EFJ-2 Ref. 1.1.3 Ref. 1.1.3Designação: Os dados e a Informação • Dado e informação Um computador é uma máquina que tem por fim processar dados. É simples assim. Ou não? Mas o que são dados e em que consiste seu processamento? Um “dado” é qualquer característica de um objecto, ser ou sistema que possa ser registrado. Por exemplo: uma sala de aula contém um determinado número de alunos. Esse número é um “dado” . O número de lugares (carteiras) existentes na sala também é um “dado” . Assim como são “dados” a idade, data de nascimento, nome, endereço e demais características de cada aluno. É claro que todos esses dados podem ser recolhidos e armazenados com ou sem a ajuda de um computador. Por exemplo: podem ser recolhidos através de observação directa e do preenchimento de questionários e podem ser armazenados anotando os resultados em fichas que seriam arquivadas (armazenadas) em pastas. Esses são os chamados ““dados brutos”. Dados brutos, se manejados convenientemente e organizados segundo certas directrizes (ou seja, se submetidos a um “processo”), podem servir de base a tomadas de decisão. • Processamento de dados Mas o que é um “processo”? é “modo de fazer alguma coisa, método, maneira, procedimento”. Então, entende-se por “processo” um procedimento que consiste, por exemplo, em aplicar operações aritméticas ou lógicas (como comparações) aos dados brutos recolhidos. No contexto da sala de aula que estava a dar, poderemos somar os dados referentes às idades de cada aluno e dividir o total pelo número de alunos da sala (ou seja, efectuar um procedimento que consiste em aplicar duas operações aritméticas aos dados brutos, portanto um “processo”) para obter a idade média dos alunos daquela sala. Esta idade média, resultado deste “processo” aplicado aos dados, é uma “informação”. Portanto, “informação” é aquilo que se obtém ao processar dados, o resultado do processamento de dados, um elemento que pode ser usado para tomar decisões. A idade média dos alunos, por exemplo, pode ser usada para decidir o tamanho das carteiras e do restante do mobiliário das salas. O conceito de “processamento de dados” é muito simples. E é fácil concluir que não é imprescindível o uso de máquinas para processar dados. Nos exemplos citados, qualquer pessoa que saiba efectuar as operações aritméticas necessárias pode transformar dados em informações, portanto “processá-los”, a diferença é que efectuar este processamento de dados utilizando um computador, especialmente nos casos em que ele exige o encadeamento de operações complexas e utiliza grandes quantidades de dados brutos, faz com que o resultado seja obtido mais rapidamente e menos passível de erros. Carlos Alberto Gonçalves Rodrigues Formador de Cientifico e Tecnológico Página 1
  • 2. Algo parecido acontece com muitos dos artefactos usados no mundo moderno. Por exemplo: roupaspodem ser feitas manualmente, com a ajuda apenas de tesoura, agulha, linha e alguma perícia da partede quem as faz, uma boa costureira pode produzir diariamente um número limitado de camisas. Mas amoderna indústria têxtil, com suas máquinas pesadas, pode produzir dezenas de milhares delas nomesmo período.A função de um computador é, então, processar dados. Para isso é necessário obter os dados brutos no“mundo exterior”, ou seja, fora do computador, introduzi-los no computador, armazená-los enquantoaguardam o processamento, efectuar as operações que consistem neste processamento e armazenarou encaminhar para o mundo exterior os resultados parciais e finais do processamento. • Principais componentes de um computadorOs dados são obtidos no “mundo exterior” e introduzidos no computador através de mecanismos detransferência de dados, conhecidos como “Dispositivos de Entrada”. O exemplo mais evidente dedispositivo de entrada é o teclado, mas há diversos outros, como o rato, Monitor de toque de ecrãs(touch screen) sensíveis ao toque, mesas digitalizadoras, scanners e até mesmo microfones e câmarasde vídeo. E são devolvidos ao mundo exterior pelos “Dispositivos de Saída” dos quais o exemplo maisóbvio é o monitor de vídeo (teclado e monitor de vídeo são considerados a “entrada padrão” e a “saídapadrão” e, em conjunto, constituem o “console”). Mas também há diversos outros, como a impressora,alto-falantes, projectores tipo “data show” e televisores. O conjunto de todos esses dispositivos formauma unidade funcional conhecida como “Dispositivos de Entrada e Saída”, E/S ou I/O (do inglês“Input/Output”). Carlos Alberto Gonçalves Rodrigues Formador de Cientifico e Tecnológico Página 2
  • 3. Os dados introduzidos no computador precisam de ser transportados ou transferidos entre oscomponentes internos. Esse transporte de dados é feito através de um ou mais dispositivo de interconexão de dados denominado “barramento”. Como veremos adiante, dados serão codificados de talmaneira que podem ser transportados sob a forma de pulsos eléctricos. Então, para transportar dadosbasta um conjunto de condutores eléctricos que serão percorridos por um conjunto de circuitoselectrónicos que controlarão esse movimento de dados. “Barramento” é então que o “conjunto decondutores eléctricos que transportam os dados entre os componentes internos de um computador eseus circuitos de controlo”.Depois de introduzidos, os dados podem ser encaminhados directamente à Unidade Central deProcessamento (UCP ou CPU, sigla da expressão em inglês “Central Processing Unit”) para seremprocessados ou armazenados na Memória Principal para processamento posterior.A “memória principal” é um dispositivo capaz de armazenar dados e restitui-los quando necessário.Pode ser encarada como um conjunto (que pode ser muito grande) de “posições de memória”, cada umacapaz de armazenar um determinado número. Todos os dados inseridos no computador foram antesconvertidos em números através do procedimento denominado “digitalização de dados”, Cada posiçãoda memória principal é identificada por um “endereço” único (esse endereço também é um número).Pode-se então recuperar qualquer dado armazenado na memória principal conhecendo-se peloendereço onde ele foi armazenado.O componente restante, a Unidade Central de Processamento, é o mais importante de todo o conjunto.Ele é um circuito integrado razoavelmente complexo, capaz de efectuar todas as operações necessáriasao processamento de dados. Como o nome indica, é ali que os dados serão processados.Um computador é então formado por três elementos principais: • Dispositivos de Entrada e Saída • Unidade Central de Processamento • Memória PrincipalInterligados e trocando dados entre si através de um dispositivo de inter conexão denominadoBarramento.Assim, os quatro elementos que constituem um computador são:• Dispositivos de Entrada e Saída;• Unidade Central de Processamento;• Memória Principal e• Barramento. Carlos Alberto Gonçalves Rodrigues Formador de Cientifico e Tecnológico Página 3