As memórias

4,074 views
3,802 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
4,074
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
152
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

As memórias

  1. 1. Tipos de Memórias 1
  2. 2. Sumário Memórias RAM  SRAM e DRAM  Estrutura interna de uma memória RAM  Organização da memória RAM  Ciclos de escrita e leitura Memórias ROM  ROM  PROM  EPROM  EEPROM  FLASH EEPROM 2
  3. 3. Tipos de Memórias Memórias RAM (Random-acess memory)  Permitem leitura e escrita da informação  Memória volátil – a informação perde-se quando se deixa de fornecer energia eléctrica Memórias ROM (Read-only memory)  Memórias programadas para serem utilizadas apenas para leitura (em princípio...)  Memória não-volátil – a informação continua armazenada quando se deixa de fornecer energia eléctrica 3
  4. 4. Memórias RAM Estáticas – SRAM  Células de memória constituídas por latches ou flip-flops  Utilizadas como memórias cache (associadas ao processador) Dinâmicas – DRAM  Células de memória constituídas por elementos capacitativos, que conseguem manter o nível lógico durante um curto espaço de tempo – necessitam de refrescamento para repor os níveis lógicos.  Com maior capacidade e com custos mais baixos do que as memórias estáticas, mas mais lentas  Utilizadas como a memória principal de um computador 4
  5. 5. Memórias ROM ROM Read-only memory  Não permite alteração da informação armazenada;  Construídas pelo fabricante, mediante especificação fornecida pelo cliente;  Não perde a informação quando a alimentação é retirada;  Utilizada para conter informação necessária ao arranque de sistemas digitais; Vantagem: custo de produção muito baixo quando produzida em grandes quantidades Desvantagem: sem flexibilidade para alteração do conteúdo. 5
  6. 6. Memórias ROM PROM Programmable read-only memory  Semelhante a uma ROM, mas permite uma única programação por parte do utilizador; Vantagem: redução de custos na produção de circuitos em pequenas quantidades Desvantagem: pouca flexibilidade – uma única programação 6
  7. 7. Memórias ROM EPROM Erasable programmable read-only memory  podem ser apagadas e reprogramadas várias vezes, Permite múltiplas programações.  Para que seja possível reprogramar o dispositivo, este deve ser previamente submetido a radiação ultra-violeta durante algumas dezenas de minutos – esta operação apaga o conteúdo armazenado. Vantagem: permite a utilização de ROM durante a fase de desenvolvimento de um sistema digital; Desvantagem: para produções em grandes quantidades possui um custo significativamente mais elevado que uma ROM. 7
  8. 8. Memórias ROM EEPROM Electrically erasable programmable read-only memory  Utilização idêntica à EPROM, mas com reprogramação através de impulsos eléctricos; Vantagem: grande flexibilidade por reunir a funcionalidade da RAM e da ROM Desvantagem: operações de escrita muito mais lentas que numa RAM, apesar das operações de leitura serem da mesma ordem de grandeza. 8
  9. 9. Memórias ROM FLASH EEPROM  Variantes de memórias EEPROM, habitualmente utilizadas em fotografia digital; Vantagem: reprogramação muito mais rápida do que numa EEPROM convencional, maior capacidade Desvantagem: número limitado de reprogramações (na ordem das dezenas de milhar). 9
  10. 10. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa) Disquetes (floppy discs). Discos rígidos (hard discs). Discos compactos (CDs). Bandas magnéticas (tapes). 10
  11. 11. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa) ARMAZENAMENTO SECUNDÁRIO Suporte de armazenamento: disquete, disco rígido, disco compacto, bandas magnéticas. Drives: Permitem a comunicação entre o suporte de armazenamento e a C.P.U. (os dados não vão directamente para o C.P.U). Sequencial: para se aceder a uma determinada informação tem de se percorrer toda a que está antes da informação pedida (bandas magnéticas). Directo: o acesso aos dados é feito directamente sem necessidade de se seguir uma sequência (disquete, disco rígido). 11
  12. 12. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa)SUPORTES MAGNÉTICOS (Disquetes, discos rígidos e bandas magnéticas) Disquete pistas concêntricas / sectores Disco pratos / pistas / sectores SUPORTES ÓPTICOS (CDs - Tecnologia Laser) CD pistas espiral / sectores Voltar
  13. 13. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa)ESTRUTURA DE UMA DISQUETE OU DISCO RÍGIDO 13
  14. 14. MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS (de Massa) ESTRUTURA DE UM CD-ROM 14

×