Seis práticas essenciais na alfabetização

6,127 views
5,810 views

Published on

Oficina para professores do 1º ano - Ensino Fundamental.

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,127
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
150
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Seis práticas essenciais na alfabetização

  1. 1. Seis Práticas Essenciais na Alfabetização<br />
  2. 2. O que não pode faltar na sua aula?<br />
  3. 3. O que é:<br /> Conhecer como as crianças aprendem a ler e escrever e utilizar esse saber para verificar o que elas já dominam e poder planejar a rotina de atividades em sala e monta os agrupamentos e realizar intervenções<br />Ações<br />Fazer um diagnóstico e ver em qual nível cada aluno está, agrupá-los de acordo com estágios de conhecimento próximos e realizar atividades adequadas para auxiliar no avanço de todos<br />1 - Identificar o que a criança já sabe<br />
  4. 4. Vídeo : Escrever é preciso – Parte I<br />
  5. 5. Erros mais comuns:Não usar as informações de sondagem no planejamento;Não planejar atividades diferentes para alunos alfabéticos e não alfabéticos<br />
  6. 6. O que é?<br />Contemplar atividades que levem a criança a refletir sobre as relações de grafia do sistema do alfabético, tentando ler e escrever por si próprios.<br />Ações<br /> Promover mesmo antes que os alunos saibam ler e escrever convencionalmente, momentos em que eles possam fazê-lo, realizando atividades como escrita de lista de nomes e leitura de textos de memória.<br />2 – Realizar atividades com foco no sistema de escrita<br />
  7. 7. Hipóteses da escrita<br />
  8. 8. Erros mais comuns:Deixar o estudante escrever sem intervir nem fornecer informações;Pedir que os alunos copiem textos;Não desafiar a turma a ler.<br />
  9. 9. O que é<br /> Trabalhar o propósito comunicativo dos textos(informar, emocionar, argumentar etc.) e a forma como eles se apresentam na vida real, investigando a estrutura e as marcas características de cada gênero.<br />Ações<br /> Desenvolver comportamentos leitores(encontrar dados, comentar livros) e escritores( adequar a linguagem a diferentes gêneros) em atividades como a leitura pelo professor e a produção de texto oral com destino escrito<br />3 – Realizar atividades com foco nas Práticas de linguagem<br />
  10. 10. Erros mais comuns:Ler para a turma sem destacar as características da linguagem;Explorar apenas as características de cada gênero sem produzi-lo<br />
  11. 11. O que é:<br /> Planejar as etapas de um processo que resulte em um produto final, oferecendo contextos nos quais a leitura e a escrita ganhem sentido e apareçam como uma atividade comunicativa<br />Ações:<br />Realizar ao longo do ano letivo, projetos de leitura e escrita com produtos finais (por exemplo coletânea de contos da classe), que considerem destinatários reais para as produções escritas da turma no caso, outros alunos).<br />4 – Utilizar projetos didáticos para alfabetizar<br />
  12. 12. Erros mais comuns:Focar o trabalho excessivamente no produto final;Não aproveitar os projetos para refletir sobre o sistema alfabético<br />
  13. 13. O que é:<br /> Proporcionar, por meio de propostas cujas etapas têm ordem crescente de dificuldades, às crianças a possibilidade de avançar nos conhecimentos sobre o sistema alfabético ou sobre a linguagem que escrevemos<br />Ações<br /> Planejar, ao longo do ano letivo, sequências sobre determinado tema(por exemplo, a leitura de várias versões de uma história) para analisar aspectos da linguagem ou do sistema de escrita(como descobrir um título numa lista de livros)<br />5 – Trabalhar com sequências didáticas<br />
  14. 14. Erros mais comuns:Prever atividades sem ligação ou continuidade entre si;Não ter clareza dos objetivos da sequência didática.<br />
  15. 15. O que é:<br /> Favorecer por meio de atividades realizadas diariamente o contato com a linguagem escrita em uso no dia a dia, o desenvolvimento de hábitos de leitura e a reflexão sobre o sistema de escrita.<br />Ações:<br /> Prever ao longo do ano letivo, situações que visem familiarizar os alunos com determinados comportamentos leitores e escritores e penar sobre o sistema: identificar nomes de colegas, escrever listas, ler para a turma etc.<br />6 – Incluir atividades permanentes na rotina<br />
  16. 16. Erros mais comuns:Não propor atividades com foco no sistema de escrita;Insistir na leitura de um único gênero textual<br />
  17. 17. Créditos:Texto: Revista Nova Escola Janeiro/Fevereiro 2011 – Edição Comemorativa 25 anosVídeos :youtubeFormatação: Cícera da Silva Arruda Netocicerarruda@yahoo.com.br<br />

×