Your SlideShare is downloading. ×
0
Visita de estudo
Visita de estudo
Visita de estudo
Visita de estudo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Visita de estudo

499

Published on

Este guião constitui uma síntese dos locais a visita e é obrigatório. …

Este guião constitui uma síntese dos locais a visita e é obrigatório.

Boa Visita!

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
499
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
26
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Escola E. B. 2,3 de Lijó Itinerário Visita de Estudo Porto Barroco Parque Biológico de Gaia 08h30m - Saída da Escola (A) Início de uma visita de estudo que esperamos que sirva para adquirires novos conhecimentos e muita, muita diversão. 09h30m - Porto Barroco (B) Granítico, barroco, romântico, espelhado no rio... É assim oP ro gram a Porto. Ao lado do carácter hospitaleiro e conservador de tradições há uma cidade contemporânea e criativa. 12h00 - Pausa para Almoço 14h00 - Parque Biológico de Gaia (C) O Parque Biológico de Gaia é um conjunto de antigas quintas que foram aproveitadas para te mostrar par- te do património natural e cultural do nosso país. 18h00 - Regresso à Escola (A) 11 de Março de 2011 Departamento de Ciências Sociais e Humanas
  • 2. Bloco de Apontamentos Porto Barroco O Barroco manifesta-se no Porto em inúmeros e expressivos edifícios de arquitectura civil e religiosa. ________________________________________________________________ ________________________________________________________________ A arquitectos como António Pereira e Nicolau Nasoni deve a cidade alguns dos mais representativos exemplares deste estilo, provocando uma com- ________________________________________________________________ pleta transformação na paisagem urbana setecentista. Ao longo dos sécu- los XVII e XVIII, a cidade assemelha-se a um “estaleiro” de artistas e artí- ________________________________________________________________ fices, que produziram um significativo conjunto de obras de alto valor estético. O virtuosismo de Nicolau Nasoni, artista italiano formado em ________________________________________________________________ Siena e Roma, revela-se sobretudo na arte com que soube trabalhar o granito, em obras como a Igreja e Torre dos Clérigos, a fachada da Igreja ________________________________________________________________ da Misericórdia e o Palácio do Freixo. ________________________________________________________________ A Sé Catedral, de origem românica, foi um dos primeiros edifícios a sofrer ________________________________________________________________ adaptações barrocas, devendo-se salientar a capela-mor, galilé, sacristia e claustros. ________________________________________________________________ A cti vidad es Uma das características mais salientes do novo estilo é o recurso à poli- ________________________________________________________________Port o Barro c o cromia e à exuberância das formas. ________________________________________________________________ A conjugação de revestimentos a ouro com a pintura e o azulejo deu ori- ________________________________________________________________ gem a ambientes de inesquecível beleza. ________________________________________________________________ A talha dourada, uma das expressões mais vivas do barroco portuense, ________________________________________________________________ alcança o seu máximo esplendor nos retábulos das igrejas de S. Francisco e de Santa Clara. ________________________________________________________________ Actividades Durante a visita de estudo deverás tomar nota dos aspectos mais importantes a fim de poderes realizar mais facilmente o teu “Diário da Visita de Estu- do”. Com esta actividade pretende-se que contes os episódios marcantes deste dia, numa perspectiva pessoal. O trabalho será posteriormente entregue às Professoras de História e de Geo- grafia, Sameiro Leitão e Tânia Baptista, em data a combinar. O teu “Diário da Visita de Estudo” deverá incluir fotografias e outros deta- lhes que considerares importantes e ser apresentado em suporte digital.
  • 3. Parque Biológico de Gaia Porto Barroco 1 .Sé Catedral Construída no século XII em estilo românico, sofreu diversas alterações na época barroca. No interior destacam-se as pinturas de Nicolau Nasoni, o retábulo-mor, em talha dourada, e o altar em prata do Santíssimo Sacramento. Ainda de estilo barroco são dignos de nota os azulejos do claustro, … um JARDIM ZOOLÓGICO a galilé setentrional, bem como a notável escadaria que liga o claustro à Casa do Cabido e, nesta últi- Embora tenha uma colecção de animais em cativeiro, o Parque Biológico difere ma, o tecto da Sala do Capítulo. muito de um zoo tradicional; os animais do Parque são quase exclusivamente da fauna portuguesa e nenhum foi retirado ao estado selvagem para ser exposto. 2. Paço Episcopal … um JARDIM BOTÂNICOP arq u e Biol ógi c o de Gai a Embora no Parque as plantas estejam identificadas e classificadas, isso não faz A sua construção remonta ao século XIII, tendo dele um jardim botânico clássico, mas sim um local para descobrir a nossa flora. P ort o Barro c o sido totalmente remodelado pelo Bispo D. Rafael de … um ECO-MUSEU Mendonça, em data posterior a 1770. Este palácio, o mais grandioso que a cidade possui, tem sido No Parque conservam-se moinhos, espigueiros e as práticas agrícolas, mas isso atribuído ao arquitecto Nicolau Nasoni. não faz dele um eco-museu. Estas construções estão a desaparecer nesta região mas são elementos muito importantes do património cultural. Em particular os moinhos de água, memória duma das mais antigas práticas da região, provavel- 3. Casa do Cónego Domingos Barbosa mente introduzida pelos romanos. Trata-se de uma boa oportunidade para mos- trar a ligação entre o património natural e cultural, de pôr em evidência o papel Este edifício foi construído no século XVIII, do Homem na construção das paisagens, na modelação dos ecossistemas, na para habitação de um dos mais ilustres cóne- destruição ou conservação da natureza. gos da Sé portuense. Pensa-se que o projecto … uma RESERVA NATURAL seja da autoria de Nicolau Nasoni ou de um seu colaborador, mestre António Pereira. Hoje No Parque há grandes cuidados no sentido de conservar a fauna e flora selva- em dia, serve de Casa Museu (em fase de gens. Vivem no Parque mais de 270 espécies de animais selvagens: 72 espécies remodelação), onde se encontra exposta. a de aves selvagens; 14 espécies de mamíferos; seis de anfíbios sendo alguns ibéricos como a rã-ibérica e o tritão-de-ventre-lerenja; inumeráveis insectos com destaque para Pirilampos e Borboletas; e mais de 330 espécies de plantas, CBD do Porto incluindo uma orquídea selvagem. O concelho do Porto evidencia-se de entre todos os outros concelhos da AMP pela forte predominância do sector terciário. O aparecimento de grandes superfícies comerciais (hipermercados e centros comerciais) no Porto e Gaia, tem alterado os padrões convencionais de localização dos serviços. Os CBD da cidade do Porto (Baixa e Boavista) começa a diluir-se, dando lugar a pequenos aglomerados de serviços um pouco por toda a cidade.
  • 4. Parque Biológico de Gaia Parque Biológico De Gaia Situado na periferia da cidade de Vila nova de Gaia, fre- guesia de Avintes e Vilar de Andorinho, o Parque Biológico estende-se pelo vale do rio Febros, um afluente da mar- gem esquerda do Douro, em cuja proximidade se dissemi- nam velhas casas rurais, moinhos e engenhos de buchas. Os troços da magnífica paisagem de que ainda hoje podemos fruir são fruto da acção do Homem sobre a natureza, na sua busca de melhores condições para a agricultura, a criação de gada, a moagem e, em geral, paar todas as suas actividades. Primeiro centro permanente de Educação Ambiental do país, o Parque Biológico de Vila Nova de Gaia consiste numa área agro-florestal deste concelho, com 35 hecta- res, onde vivem em estado selvagem centenas de espé- cies de animais e plantas.P arq u e Biol ógi c o de Gai a O objectivo do Parque Biológico é a compreensão, pelos visitantes, da paisagem da região, incluindo todos os seus componentes (flora, fauna, clima, arquitectura rural, usos e costumes, hidrografia, etc.) e do contraste entre essa paisagem agro-florestal, que se preserva no Parque, e a envolvente urbana. Por isso o Parque é, antes de mais, um memorial da paisagem da região, que está a perder Tarefa as suas características em favor da construção. Elabora a legenda do mapa. Mas o Parque é, também, uma pequena reserva natural de fauna e flora; mais de 40 espécies de aves selvagens Parq u e Biol ógi c o d e Gai a nidificam no Parque e outras tantas visitam-no durante as migrações. Integram ainda o Parque um centro de recuperação de Percurso do Parque animais selvagens, encontrados feridos ou detidos ilegal- mente em cativeiro, e um viveiro que produz anualmente O parque tem um circuito de descoberta da natureza com cerca de 3 km ao longo milhares de plantas, de mais de 300 espécies, destinadas dos quais surgem vitrinas com variadas informações. Integram esse circuito ao próprio Parque e aos espaços verdes públicos do con- casas rurais e moinhos recuperados, lagos viveiros com animais e flora diversifi- celho de Gaia. cada. O percurso é todo pavimentado e sinalizado. Nele encontrarás abrigos, sanitários, exposições e outros equipamentos. COORDENADAS GEOGRÁFICAS: Latitude: 41º 05 48.50"N Longitude: 8º 33 21.34"O

×