A Guarda é um distrito de Portugal
pertencente à província da Beira Alta,
a excepção dos concelhos mais a
norte, que perte...
Sobre a Guarda:

Guarda conta com a paisagem montanhosa da Serra
da Estrela e é considerada a cidade mais elevada do país,...
Museu da Guarda
Organizado em várias secções e
temáticas, este museu incide sobre o
património histórico da cidade, do
con...
Parque Arqueológico de Foz Côa
O Parque Arqueológico de Foz Côa
é um local protegido conhecido por deter
uma das maiores e...
Gastronomia:
Da gastronomia do distrito,
antes de mais, é de
destacar o célebre Queijo
da Serra, feito de leite de
ovelha,...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Distrito da Guarda

418

Published on

Gastronomia, Património etc... sobre o distrito da Guarda

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
418
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Distrito da Guarda

  1. 1. A Guarda é um distrito de Portugal pertencente à província da Beira Alta, a excepção dos concelhos mais a norte, que pertencem a província Trás-os-Montes e Alto Douro. Limita a norte com o Distrito de Bragança, a leste com a Espanha, a sul com o Distrito de Castelo Branco, e a oeste com o Distrito de Coimbra e com o Distrito de Viseu. Tem uma área de 5518 km² e é o 7º maior distrito português com uma população residente de 168 898 habitantes (2009). O distrito da Guarda divide-se em 14 concelhos:
  2. 2. Sobre a Guarda: Guarda conta com a paisagem montanhosa da Serra da Estrela e é considerada a cidade mais elevada do país, estando a uma impressionante altura de 1056 metros. A Torre é o ponto mais elevado da Serra da Estrela (1993 metros), bem como o mais alto de Portugal continental, e acolhe a famosa estância de esqui do Parque Natural da Serra da Estrela, muito procurada por praticantes de desportos de inverno. Conta ainda com o rio Zêzere que nasce numa encosta da Serra. Historia: A cidade foi fundada no século XII pelo segundo rei de Portugal, D.Sancho I por volta de 1200. Já no século XVI foi fundada um dos mais emblemáticos edifícios da cidade, a Sé da Guarda. Locais a Visitar: Sé da Guarda A Sé catedral esta localizada no coração da Guarda e é o principal símbolo do distrito. Embora a sua construção tenha sido iniciada em finais do século XII, no reinado de D. João I, a catedral foi apenas concluída no século XVI.
  3. 3. Museu da Guarda Organizado em várias secções e temáticas, este museu incide sobre o património histórico da cidade, do concelho, e deste notável distrito. Bairro judeu Durante a Idade Média, Guarda acolheu uma comunidade judaica que contribuiu amplamente para o desenvolvimento económico e social da região. No século XV, os judeus portugueses tornaram-se vítimas de perseguição feroz da Inquisição. Em Trancoso, visite a Casa do Gato Negro, um edifício antigo que terá sido a casa de um rabino ou talvez uma sinagoga. Sepulturas escavadas nas rochas No Município de Fornos de Algodres pode-se encontrar sepulturas escavadas nas rochas – um vestígio impressionante da Idade Média.
  4. 4. Parque Arqueológico de Foz Côa O Parque Arqueológico de Foz Côa é um local protegido conhecido por deter uma das maiores e mais importantes colecções de arte paleolítica da Europa. Rota dos 20 Castelos da Guarda Com mais de 20 castelos para visitar, bem como aldeias e ruínas históricas, a rota permite explorar a cidade da Guarda e de visitar alguns dos castelos dos distritos vizinhos de Castelo Branco e Coimbra. Instituto Politécnico da Guarda O Instituto Politécnico da Guarda é um dos principais edifícios sobre a Educação, foi fundado em 1980
  5. 5. Gastronomia: Da gastronomia do distrito, antes de mais, é de destacar o célebre Queijo da Serra, feito de leite de ovelha, segundo métodos artesanais, relacionados com as próprias características da serra, humidade e frio. São também de salientar, a sopa de grão à moda da Guarda, a sopa da Beira, o caldo verde com Bagudos, o pão de centeio, as papas de milho, os grelos à Pastor e o ensopado de míscaros de Trancoso. Na doçaria, os principais destaques são: a Tigelada, o requeijão à moda da D. Rosalina, o arroz-doce, as papas doces de milho, as cavacas, os doces de castanha, as filhoses, o doce tradicional "orelhas de dom-abade" e as papas de Carolo. Trabalho realizado por: Bernardo Fernandes

×