Your SlideShare is downloading. ×
Topografia - Nivelamento e Sistematização de Terrenos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Topografia - Nivelamento e Sistematização de Terrenos

13,336

Published on

Anderson Bruno Anacleto de Andrade …

Anderson Bruno Anacleto de Andrade
Contatos para criação de Design de Slides: b-deandrade@hotmail.com

Published in: Education
0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
13,336
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
393
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TOPOGRAFIA É a ciência que estuda todos os acidentes geográficos definindo a situação e a localização deles que podem ficar em qualquer área.
  • 2. Importância da Topografia Determinar analiticamente as medidas de área e perímetro, localização, orientação, variações no relevo, e ainda representá-las graficamente em cartas ou plantas topográficas.
  • 3. O Que é Nivelamento? São operações que se executam em uma determinada região, nas quais colhem-se dados com o objetivo de se determinar à diferença de nível de pontos da superfície em relação a outros.
  • 4. Três tipos de nivelamento: • Geométrico; • Trigonométrico; • Barométrico.
  • 5. Neste tipo de nivelamento os dados são colhidos através de viradas horizontais. Consiste, portanto, em criar um plano horizontal e determinar as interseções deste plano com uma série de verticais levantadas nos pontos a nivelar e em seguida obter a distância vertical destes pontos ao plano de referência.
  • 6. Aplicações: • Em estradas ao longo do eixo longitudinal; • Em terraplanagem; • Em lavouras de arroz em terraceamento; • Em barragens.
  • 7. Instrumentos Utilizados: • Níveis São equipamentos que permitem definir com precisão um plano horizontal ortogonal à vertical definida pelo eixo vertical do equipamento.
  • 8. • Miras São réguas graduadas que são colocadas verticalmente nos pontos a nivelar e nas quais se mede a intersecção do plano horizontal traçado pelo nível.
  • 9. Nivelamento Geométrico Simples Através de uma única estação do instrumento se determina as DN dos pontos a nivelar. Se o instrumento ficar equidistante dos extremos então evitará os erros de curvatura terrestre e refração atmosférica pelo fato da anulação. A distância ideal na prática é de no máximo 50m para cada lado.
  • 10. Nivelamento Geométrico Composto Devido aos desníveis acentuados e extensão dos pontos a nivelar, se torna necessário estacionar o aparelho em mais de uma posição, para se nivelar o local em estudo. Então decompõe-se o trecho a nivelar em trechos menores e realiza- se uma sucessão de nivelamento geométrico simples.
  • 11. É aquele nivelamento que opera com visadas inclinadas, sendo as DNs (diferenças de nível) determinadas pela resolução de triângulos retângulos, conhecendo-se a base e o ângulo (inclinação/zenital).
  • 12. Aplicações: Determinação de alturas de morros, torres e prédios;
  • 13. Aparelho utilizado
  • 14. Baseia-se na relação existente entre a pressão atmosférica e a altitude. Tem pouca precisão. Há necessidade de se efetuar correções devido à Maré Barométrica.
  • 15. Aparelhos utilizados: Barômetro de mercúrio, Hipsômetros.
  • 16. O Que é Sistematização? É um conjunto de operações necessárias para regularizar a superfície irregular de um terreno em pendentes uniformes em uma ou duas direções ou mesmo numa superfície nivelada, nos sentidos longitudinal e transversal.
  • 17. Aplicações: • Obras Civis: Estradas, núcleos habitacionais, pátios de secagem de grãos, distritos industriais, campos de futebol; • Na Agricultura: Irrigação superficial, conservação de solos, construção de viveiros para cultivo de peixes e camarões, plantio de arroz irrigado por inundação.
  • 18. Etapas Para Sistematização de Terrenos: 1.Desmatamento; 2. Encoivaramento; 3. Extração de raízes; 4. Sub solagem; 5. Aração profunda: arado de aiveca ou disco; 6. Gradagem nos dois sentidos: grade de dente, molas ou disco; 7. Pré- nivelamento : com plaina niveladora; 8. Levantamento topográfico plani-altimétrico (nivelamento geométrico);
  • 19. Etapas Para Sistematização de Terrenos: 9. Cálculo da caderneta de campo; 10. Desenho das curvas de nível ( Equidistância de 20, 25 ou 50 centímetros); 11. Preparação do mapa da sistematização; 12. Cálculos; 13. Marcação no campo dos cortes e aterros; 14. Trabalho das máquinas; 15. Conferência dos cortes e aterros no campo; 16. Traçado da irrigação e dos drenos; 17. Refertilização do solo sistematizado.
  • 20. Vantagens da Sistematização Permite um controle mais eficiente da água e uma distribuição mais uniforme, Evita a erosão do solo e a perda da fertilidade, tendo em vista o melhor controle da mesma, Melhora a eficiência de irrigação, onde se pode irrigar uma maior área com menor disponibilidade de água, Aumento do rendimento das máquinas, Proporciona uma melhor drenagem superficial, principalmente para regiões mais úmidas.
  • 21. Desvantagens da Sistematização Alto custo é uma das operações mais onerosas, incluindo o preparo do terreno, levantamento topográfico (microtopografia através do nivelamento geométrico), cálculo e movimento de terras; Queda e heterogenicidade da superfície. longo período de tempo gasto no projeto e implantação da sistematização.

×