Manejo da Materia Orgânica

2,417 views

Published on

O termo matéria orgânica refere-se ás porções não-minerais sólidas do solo originadas dos resíduos dos animais e das plantas. A manutenção ou o aumento da produtividade do solo depende, parte, do próprio solo e das práticas de manejo das culturas que mantêm ou aumentam o seu teor de matéria orgânica.

Anderson Bruno Anacleto de Andrade
Contatos para criação de Design de Slides: b-deandrade@hotmail.com

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,417
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
251
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Manejo da Materia Orgânica

  1. 1. INTRODUÇÃO O termo matéria orgânica refere-se ás porções não- minerais sólidas do solo originadas dos resíduos dos animais e das plantas. Matéria orgânica o termo mais especificamente em referência aos componentes não-viventes, os quais são uma mistura heterogênea composta, em grande parte, de produtos resultantes de transformações químicas e microbianas de restos orgânicos. É possível utilizar restos culturais e dejetos animais e humanos, de forma mais efetiva, para a fertilização das culturas e, ao mesmo tempo, ajudar a solucionar os problemas ambientais rurais e urbanos.
  2. 2. TEOR DE MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO Solos com teores de matéria orgânica extremamente diferentes são frequentemente encontrados até dentro da mesma zona climática. Os processos naturais, que levam ao desenvolvimento de solos com teores variáveis de matéria orgânica, estão relacionados com o suposto fator de formação do solo. Dois fatores são responsáveis pela baixa fertilidade dos solos com elevado teor de matéria orgânica.
  3. 3. FUNÇÕES DA MATÉRIA ORGÂNICA PROPRIEDADES FÍSICAS Textura O teor de matéria orgânica do solo é altamente influenciado pelo teor de argila. Agregação As praticas mudam o teor de matéria orgânica estrutura do solo.
  4. 4. FUNÇÕES DA MATÉRIA ORGÂNICA PROPRIEDADES FÍSICAS Densidade do solo Quando a M.O decresce, como é comum no sistema convencional, os solos tendem a ficar compactados, evidenciando degradação estrutural. Capacidade de retenção de água Decréscimo da densidade e aumento da porosidade total, mudança na distribuição do tamanho dos agregados (poros) e aumento da capacidade de absorção do solo.
  5. 5. FUNÇÕES DA MATÉRIA ORGÂNICA PROPRIEDADES QUÍMICAS Disponibilidade de nutrientes Além de ser um deposito de nutrientes principais, secundários e micronutrientes, tem muitas características de um fertilizante nitrogenado ideal. Retenção de cátions
  6. 6. FUNÇÕES DA MATÉRIA ORGÂNICA PROPRIEDADES QUÍMICAS Complexacão de elementos tóxicos (Alumínio) As plantas cultivadas em solos com alto teor de M.O não apresentam sintomas de toxidez. Propriedades biológicas Atividade da massa microbiana
  7. 7. EFEITOS SOBRE A MATÉRIA ORGÂNICA A manutenção ou o aumento da produtividade do solo depende, parte, do próprio solo e das práticas de manejo das culturas que mantêm ou aumentam o seu teor de matéria orgânica. Rotação de cultura; Preparo do solo; Incorporação de restos culturais; Fertilização; Adubação verde; Aplicação de esterco de curral.
  8. 8. EFEITOS SOBRE A MATÉRIA ORGÂNICA ROTAÇÃO DE CULTURA Plantio sucessivo de diferentes culturas numa mesma área. Prática estabelecida para otimizar a produtividade. O aumento do teor de matéria orgânica do solo, particularmente em rotação com pastagens, pode ser base para a melhoria das características físicas do solo.
  9. 9. EFEITOS SOBRE A MATÉRIA ORGÂNICA PREPARO DO SOLO São práticas culturais importantes que influenciam significativamente o teor de MOS. Essas práticas tem influenciado a degradação da MO nas planícies.
  10. 10. EFEITOS SOBRE A MATÉRIA ORGÂNICA PREPARO DO SOLO Em Dakota do Norte (Estados Unidos), o carbono orgânico e o nitrogênio total do solo, após 25 anos de cultivo, foram reduzidos em 44% nos solos cultivados convencionalmente, em comparação com o tratamento que recebeu cobertura morta (BAUER & BLACK, 1983).
  11. 11. EFEITOS SOBRE A MATÉRIA ORGÂNICA RESTOS CULTURAIS Porções de uma cultura deixadas no campo após a colheita. Sob uma perspectiva de conservação.
  12. 12. EFEITOS SOBRE A MATÉRIA ORGÂNICA RESTOS CULTURAIS O manejo dos tecidos da planta que não são colhidos, como folhas, caules, ramos e raízes, é uma das práticas agrícolas que otimiza a produção das culturas pela disponibilidade e reciclagem de nutrientes. No processo de decomposição, alguns nutrientes são liberados e absorvidos pelas plantas e parte deles é assimilada por microrganismos e incorporada nos tecidos microbianos.
  13. 13. EFEITOS SOBRE A MATÉRIA ORGÂNICA ADUBAÇÃO VERDE Melhora as condições físicas e fornecem nutrientes para as plantas. De acordo com Kakade (1965), a importância da adubação verde no aumento da produtividade das culturas subsequentes já é reconhecida pelos agricultores desde 500 aC. Hoje, as vantagem reconhecidas da adubação verde incluem o aumento da matéria orgânica do solo e da disponibilidade de nitrogênio, concentração de nutrientes próximo da superfície do solo em forma disponível e a redução da erosão do solo.
  14. 14. EFEITOS SOBRE A MATÉRIA ORGÂNICA ESTERCO É um recurso valioso como fertilizante e para a correção do solo. Contudo, se aplicado em quantidade excessiva, pode poluir o solo e a água. Os estercos em geral podem constituir uma contribuição substancial de nitrogênio, fósforo, potássio e outros nutrientes.
  15. 15. RESPOSTAS DAS CULTURAS Os resíduos culturais, os estercos de curral e os adubos verdes são fontes importantes para manter o teor de matéria orgânica do solo, como discutido anteriormente. Minho com esterco Milhos sem esterco
  16. 16. CONSIDERAÇÕES FINAIS A matéria orgânica, se presente em quantidade e formas adequadas, propicia muitos efeitos benéficos para o crescimento das plantas.

×