SETEMBRO, 2010 | SÃO PAULO<br />
Instruções gerais (hidden slide):<br />Instruções aos palestrantes: Complete este slide para que o Track Owner avalie a se...
Nível Técnico: 300
Audiência foco: Profissionais que atuam na área de comunicações unificadas
Objetivos (quais são as três principais mensagens que você gostaria que a audiência absorva):
Conheçam as novidades da arquitetura
Conheçam os novos papeis (roles)
Conheçam as melhorias no gerenciamento
Sequência da sua apresentação (incluindo as demos):
Communications Server Roadmap
Topologias – o que mudou?
Melhorias no gerenciamento
Virtualização
DNS loadbalancing
Melhorias de autenticação
Infraestrutura para filiais
Integração com sistema On-line</li></li></ul><li>CÓDIGO DA SESSÃO:UNC303 <br />Arquitetura<br />Bruno Estrozi				Jorge Dia...
Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualizaçã...
Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualizaçã...
RoadmapCommunications Server “14”<br />
Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualizaçã...
TopologiaSimplificada<br />Versões<br />PapeisOpcionais<br />Papeis/Roles<br />Front end<br />Mediation <br />Standard Edi...
Modelos de Implementação<br />ImplementaçãoGlobal – é umacoleção de sites<br />Sites – é compostospor pools<br />Pools – A...
Opções de Implementação<br />PoC ou Trial<br />Data Center<br />Único<br />Multiplos Data Centers<br />Site Principal<br /...
Organizações que precisam de alta-disponibilidade devem utilizar o Enterprise Edition Pool (EE), que é um pool de multiplo...
“Paired” Standard Editionpode oferecer alta-disponibilidade entre dois servidores SE.
Geralmente contém roles adicionais, como Archiving, Director, Edge, Monitoring, CWA, etc.
Filiais sem links redundantes irão utilizar o SurvivableBranch Appliance
Filiais com links redundantes precisarão apenas de um Gateway.
Standard Edition Server pode ser utilizado em grandes filiais.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Lync Server 2010 - Arquitetura

1,807

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,807
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Lync Server 2010 - Arquitetura"

  1. 1. SETEMBRO, 2010 | SÃO PAULO<br />
  2. 2. Instruções gerais (hidden slide):<br />Instruções aos palestrantes: Complete este slide para que o Track Owner avalie a sequência da sua apresentação, tópicos cobertos, integração das demos e alinhamento do conteúdo com a descrição e nível da sessão. <br /><ul><li>Título: Microsoft Communications Server “14”: Arquitetura
  3. 3. Nível Técnico: 300
  4. 4. Audiência foco: Profissionais que atuam na área de comunicações unificadas
  5. 5. Objetivos (quais são as três principais mensagens que você gostaria que a audiência absorva):
  6. 6. Conheçam as novidades da arquitetura
  7. 7. Conheçam os novos papeis (roles)
  8. 8. Conheçam as melhorias no gerenciamento
  9. 9. Sequência da sua apresentação (incluindo as demos):
  10. 10. Communications Server Roadmap
  11. 11. Topologias – o que mudou?
  12. 12. Melhorias no gerenciamento
  13. 13. Virtualização
  14. 14. DNS loadbalancing
  15. 15. Melhorias de autenticação
  16. 16. Infraestrutura para filiais
  17. 17. Integração com sistema On-line</li></li></ul><li>CÓDIGO DA SESSÃO:UNC303 <br />Arquitetura<br />Bruno Estrozi Jorge DiazAccountTechnology StrategistMicrosoft Technologies Chief<br />2S Inovações Tecnológicas SERVIEX<br />http://brunoestrozi.com.brhttp://br.jpdg.cl<br />
  18. 18. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing<br />Melhorias de autenticação<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  19. 19. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing<br />Melhorias de autenticação<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  20. 20. RoadmapCommunications Server “14”<br />
  21. 21. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing<br />Melhorias de autenticação<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  22. 22. TopologiaSimplificada<br />Versões<br />PapeisOpcionais<br />Papeis/Roles<br />Front end<br />Mediation <br />Standard Edition<br />Back end<br />Group Chat<br />Director<br />Archiving<br />Enterprise Edition<br />Monitoring<br />SBA<br />Edge<br />AV Conf<br />UM<br />SCOM<br />
  23. 23. Modelos de Implementação<br />ImplementaçãoGlobal – é umacoleção de sites<br />Sites – é compostospor pools<br />Pools – Armazenamusuários e serviços<br />
  24. 24. Opções de Implementação<br />PoC ou Trial<br />Data Center<br />Único<br />Multiplos Data Centers<br />Site Principal<br />Filiais<br />Sites que tem Pools de Servidores SE ou EE<br />Sites que não contém Pools<br /><ul><li>Organizações que não requerem alta-disponibilidade podem utilizar o Standard Edition Server (SE), um único servidor com todos os papeis.
  25. 25. Organizações que precisam de alta-disponibilidade devem utilizar o Enterprise Edition Pool (EE), que é um pool de multiplos servidores.
  26. 26. “Paired” Standard Editionpode oferecer alta-disponibilidade entre dois servidores SE.
  27. 27. Geralmente contém roles adicionais, como Archiving, Director, Edge, Monitoring, CWA, etc.
  28. 28. Filiais sem links redundantes irão utilizar o SurvivableBranch Appliance
  29. 29. Filiais com links redundantes precisarão apenas de um Gateway.
  30. 30. Standard Edition Server pode ser utilizado em grandes filiais.
  31. 31. Nem todas as filiais requer resiliência – nestes casos utilize o acesso remoto.</li></li></ul><li>Exemplo de TopologiaPequena < 5000 usuários<br />Exemplo<br />5000 usuários 1 servidor<br /> 1 SBA<br />
  32. 32. Exemplo de TopologiaData Center Único < 100.000 usuários<br />Exemplo<br />20.000 usuários, HA, 14 servidores 1429 usuários/servidor<br />
  33. 33. Exemplo de TopologiaData Center Único > 100.000 usuários<br />Exemplo<br />Site 1: 18 Servidores<br />Site 2: 11 Servidores<br />Site3: 1 Servidor<br />2413 usuários/ Servidor<br />Site C<br />Site B<br />
  34. 34. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento!<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing<br />Melhorias de autenticação<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  35. 35. Melhorias no Gerenciamento<br />Novas ferramentas de planejamento e implementação<br />Communications Server ControlPanel (CSCP)<br />Console administrativa baseada em Silverlight<br />Acessível pela web<br />PowerShell<br />Disponível para todas as tarefas administrativas<br />Interface de automação<br />Substitui o Windows Management Instrumentation (WMI)<br />Role Based Access Control (RBAC)<br />Controle de acesso baseado em grupos de seguranças<br />Novo modelo de delegação <br />Transações sintéticas – permite que administradores pró-ativamente identifiquem falhas no sistema e gera alertas no SCOM <br />
  36. 36. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing<br />Melhorias de autenticação<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  37. 37. Virtualização<br />O que é suportado<br />Virtualização de alguns papeis específicos<br />Standard Edition até 2000 usuários<br />Enterprise Edition até 40000 usuários<br />SQL, Exchange, AD (seguindo melhores práticas)<br />Hyper-V R2 (2008 não é suportado), VMWare<br />Virtualização do cliente (exceto áudio e vídeo)<br />O que não é suportado<br />Branch office appliance/Gateway/Mediation Server<br />Directors, Monitoring Servers e Archiving Servers <br />Live migration de VMs via SCVMM (chamadas em andamento cairão)<br />Topologia de Referência<br />4 VMs – Front-end, Back-end + file store, A/V MCU, Edge<br />1 Maquina física – 16 cores, 32 GB com 4 NICs, 1024 GB SAS drive, Intel Xeon E7450 proc. <br />Performance é reduzida em aproximadamente 50% comparado a um ambiente não virtualizado<br />
  38. 38. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing!<br />Melhorias de autenticação<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  39. 39. DNS Load Balancing<br />Objetivos do DNS LB<br />Simplificar a configuração do HLB<br />Reduzir a dependência do HLB<br />DNS LB é suportado para Enterprise Pool, Director Pool e Edge<br />Todo tráfego SIP entre Server-Server e Client-Server<br />Todo tráfego HTTP entre Server-Server<br />Trafego de Mídia<br />Melhorar o Loadbalancing do trafego entre server-server (Ex: Access Edge – Director)<br />Eliminar o HLB não é o objetivo<br />HLB permanece um requisito para os Pools<br />Comunicação entre Cliente-Servidor HTTP & HTTP(s) (ABS, DLX, LIS, etc.)<br />
  40. 40. DNS LB Exemplo de Configuração<br />Para um Pool do Communications Server (cspool1.contoso.com) com 3 FEs: FE1, FE2, FE3<br />Pool <br />DNS A Record<br />Servidores<br /> DNS A Record<br />
  41. 41. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing<br />Melhorias de autenticação!<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  42. 42. Autenticação<br />OCS SignedCertificateAuthentication – Certificado emitido pelo OCS para um cliente OCS, que pode ser utilizado para se autenticar no OCS (não é necessário PKI)<br />Autenticação temporária sem domaincontroller para resiliencia de filiais<br />Autenticação baseado em PIN para dispositivos fora da rede<br />Autenticação baseado em PIN<br />Para dispositivos com keypad<br />Dispositivo OCS recebe um certificado para ser usado externamente<br />Para suportar este cenário foi adicionar um novo modelo de autenticação chamado Web-Ticket<br />
  43. 43. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing<br />Melhorias de autenticação<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  44. 44. Survivable Branch Appliance (SBA)<br />Um aplicativo criado e otimizado especificamente para fornecer comunicação resiliente para maximizar a produtividade dos usuários de filiais. Esta solução atua quando a função UserServicesnão está disponível ou está inacessível.<br />Data Center<br />Filial<br />SBA<br />CS<br />Pool<br />WAN<br />Edge<br />Server<br />PSTN<br />
  45. 45. Agenda<br />Communications Server Roadmap<br />Topologias – O que mudou?<br />Melhorias no gerenciamento<br />Virtualização<br />DNS loadbalancing<br />Melhorias de autenticação<br />Infraestrutura para filiais<br />Integração com sistema On-line<br />
  46. 46. CoexistênciaOn-Premise X Hosted<br />Hosted Service<br />On-Premise<br /><ul><li>Mesma experiência de usuário em diferentes modelos de entrega
  47. 47. Modelo de dados e arquitetura comum nas implantações
  48. 48. Flexibilidade na implantação – atende às necessidades mais complexas
  49. 49. Adaptabilidade na implantação – permite alterações a qualquer momento</li></ul>Escalabilidade Repita Fácil Gerenciamento<br /> Controle e Customizações<br />
  50. 50. Novidades<br />Cross-Premises Federation<br />Federação com sistema on-line<br />Federação com empresas parceiras (on-premise)<br />Federação Cross-premises(split-domain)<br />Federação com Exchange Online<br />
  51. 51. Recapitulando!<br />Topologias simplificadas – menos servidores mais funcionalidades;<br />Compreender como o TCO é reduzido, oferecendo uma experiência de implantação e administração simplificada; <br />Suporte aprimorado para ambientes virtualizados; <br />Grandes recursos de monitoramento para permitir a detecção de problemas pró-ativamente;<br />Perfeita integração com a infraestrutura de nuvem, permitindo mais opções de implantação com diferentes objetivos.<br />Faça o Download do RC agora!http://technet.microsoft.com/en-us/evalcenter/ff808407.aspx<br />
  52. 52. Conteúdo relacionado<br />UNC301 | Microsoft Communications Server “14” - Instalação e Implantação<br />UNC302 | Interoperabilidade com o Microsoft Communications Server "14": Voz, vídeo, conferencia e mensagens instantâneas<br />UNC202 | Microsoft Communications Online: Presente e Futuro<br />
  53. 53. Por favor preencha a avaliação<br />
  54. 54. © 2008 Microsoft Corporation.Todos os direitos reservados.Microsoft, Windows, Windows Vista e outros nomes de produtos são ou podem ser marcas registradas e/ou marcas comerciais nos EUA e/ou outros países.<br />Este documento é meramente informativo e representa a visão atual da Microsoft Corporation a partir da data desta apresentação.Como a Microsoft deve atender a condições de mercado em constante alteração, este documento não deve ser interpretado como um compromisso por parte da Microsoft, e a Microsoft não pode garantir a precisão de qualquer informação fornecida após a data desta apresentação.A MICROSOFT NÃO DÁ QUALQUER GARANTIA, SEJA ELA EXPRESSA, IMPLÍCITA OU ESTATUTÁRIA, REFERENTE ÀS INFORMAÇÕES DESTA APRESENTAÇÃO.<br />

×