Conceitos demográficos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Conceitos demográficos

on

  • 11,792 views

 

Statistics

Views

Total Views
11,792
Views on SlideShare
11,792
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
260
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Conceitos demográficos Presentation Transcript

  • 1. Conceitos Demográficos e Formação da População Brasileira e Mundial
  • 2. Conceitos:
    População Absoluta:
    População Relativa
    dd= nº total de hab.
    área total
    número de habitantes total de um determinado país, sendo classificado como país populosoaquele que apresentar grande população absoluta.
    é a relação existente entre o número de habitantes com sua área. Diz-se que um país é povoado quando este apresenta elevada densidade demográfica.
    o Brasil apresenta baixa densidade demográfica estimando-se 22,1 hab./km².
  • 3. Conceitos:
    Superpopulação: quando um país não tem condições econômicas para garantir boas condições de vida para sua população.
    Superpovoamento: Conceito empregado a um país cujo território tem características físicas que impendem sua ocupação total.
  • 4. Teorias Demográficas
    • Teoria de Malthus : Preconizava que a população mundial cresceria segundo Progressão Geométrica e que os meios de subsistência respeitariam Progressão Aritmética.
    • 5. Teorias Neomalthusianas: Como conseqüência da explosão demográfica ocorrida em função da súbita queda na mortalidade, que não fora acompanhada pela natalidade nos países de Terceiro Mundo.
    Causa Conseqüência
    Grande natalidade subdesenvolvimento
    • Teoria Reformistas: o que gera a fome e miséria, portanto seria a desigual distribuição de riqueza.
  • 6. Crescimento Vegetativo : CV =TN – TM
    No caso do Brasil:
    • 1º Período (de 1872 até 1940) época de tradição de grandes famílias e o volume de doenças que assolavam a população era grande. Dessa forma as TN e TM eram elevadas CV baixo. CV= TN- TM
    • 7. 2º Período (de 1941 até 1970) nesta época há intenso avanço no campo da medicina preventiva e curativa, diminuindo a TM. Porém a condição de país com mentalidade rural persiste e junto com este atraso, uma imensa TN.
    CV = TN - TM
  • 8. Crescimento Vegetativo
    3º Período (de 1971 até os dias atuais) com a urbanização da população, junto ao aumento do processo industrial no país, além dos fatores de ordem econômica como, por exemplo, as dificuldades para se manter uma família em cidade, o desemprego,os avanços científicos que passaram a facilitar o controle da natalidade, métodos contra conceptivos.
    A tendência atual dessas taxas indica uma redução no Crescimento Vegetativo e uma ampliação da longevidade dos brasileiros.
    CV = TN - TM
  • 9.
  • 10. Essa queda pode ser atribuída:
    • Elevado o custo de vida para uma família numerosa.
    • 11. Redefinição do modo de vida, com casamentos mais tardios.
    • 12. Crescente participação da mulher no mercado de trabalho.
    • 13. Desejos de consumo, lazer e ascensão social.
    • 14. Disseminação dos métodos anticoncepcionais.
    • 15. Maior difusão dos meios de comunicação, que ampliaram o acesso a informação, permitiram que os casais passassem a fazer planejamento familiar, reduzindo o número de filhos.
  • 16.
  • 17.
  • 18. Taxa de fecundidade é uma estimativa do número médio de filhos que uma mulher teria até o fim de seu período reprodutivo. Dos 15 aos 45 anos
  • 19. Dados da População brasileira - Taxa de natalidade (por 100 habitantes): 0,09
    • Taxa de mortalidade (por mil habitantes): 6,31 - Taxa de fecundidade total: 1,89
    - Estados mais populosos: São Paulo (39,8 milhões), Minas Gerais (19,2 milhões), Rio de Janeiro (15,4 milhões), Bahia (14 milhões) e Rio Grande do Sul (10,5 milhões).
    - Estados menos populosos: Roraima (396, 7 mil), Amapá (587,3 mil) e Acre (655,3 mil).
    - Capital menos populosa do Brasil: Palmas-TO (178,3 mil).- Cidade mais populosa: São Paulo-SP (10,9 milhões). - Proporção dos sexos: 99,6 homens em cada 100 mulheres.
  • 20. Exercícios:
    (UFOP 2007) Sobre o processo demográfico brasileiro dos últimos 50 anos, assinale a opção que apresenta a característica incorreta.
    Aumentou a expectativa de vida
    Diminuiu o nível de escolaridade da população
    Diminuiu a mortalidade infantil
    Caiu o número de filhos por mulher em idade fértil.
  • 21. Estruturas Populacionais - Etária
    Gráfico considera a estrutura sexual da população ( homens e mulheres ) e as faixas etárias - 0 à 19 anos jovens, 20 à 59 adultos, e 60 ou + anos idosos.
    A estrutura da pirâmide é a seguinte:
     Base: corresponde aos jovens.
     Meio: corresponde aos adultos.
    Topo ou ápice: corresponde aos idosos. 
  • 22. País Desenvolvido
    Baixa natalidade, baixa mortalidade infantil, elevado padrão de vida e alta expectativa de vida
    País Subdesenvolvido Elevada natalidade, alta mortalidade infantil, baixo padrão de vida e baixa expectativa de vida
  • 23. Pirâmide Etária – Brasil
  • 24. Estrutura por setor da economia
  • 25. Estrutura analisada por sexo, tom de pele e salário
    Hb Hp Hn
    Mb Mp Mn
  • 26. Mobilidade da população
    Internacional
    Imigrante Chegada de estrangeiro, surto 1888-1934
    destino: SE do país
    origem: Itália, Espanha, Alemanha, Japão...
    Emigrante Saída de nativos para o estrangeiro, surto déc. De 80
    origem: diversos estados (destaque para MG região de GV).
    destino:EUA, Paraguai, Japão, EU e outros.
  • 27. Mobilidade da população – Intranacional
    • Urbano urbano: migração pendular/cidades dormitórios (centro/periferia, BH/Nova Lima)
    • 28. Urbano rural: retorno é raro no Brasil e mundo.(entre movimentos de ocupação rural em busca de reforma agrária).
    • 29. Rural rural: Sazonalidade: temporário(colheita e plantio.
    Transumância: o clima obriga a mudança (seca no nordeste, alagamento no Pantanal.
  • 30.
    • Rural urbana: é a que mais modificou a urbanização brasileira.
    - Aconteceu nos anos 50/80 (Êxodo Rural 60/70).
    - Grande movimento da pop. Rural para as cidades.
    - Atualmente existe o movimento rural-urbano mas não é êxodo rural.
    - A partir dos 50/80 o Brasil se torna urbano