Aula de hidrografia do brasil
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Aula de hidrografia do brasil

on

  • 19,991 views

 

Statistics

Views

Total Views
19,991
Views on SlideShare
19,989
Embed Views
2

Actions

Likes
8
Downloads
986
Comments
3

1 Embed 2

https://twitter.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • gosteiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii aprendi muito gostaria que todo site fosse assim.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • quando se juntam os rios canoas e pelotas formamm qual rio
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • o trabalho é de ótimo aproveitamento.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Aula de hidrografia do brasil Aula de hidrografia do brasil Presentation Transcript

  • Hidrografia
  • As partes de um rio e seu curso
  • Partes de Rio
    Nascentes - conjunto de córregos que formam o início do rio.
    Curso – caminho do rio.
    Montante - sentido oposto ao curso de rio.
    Jusante – sentido do curso do rio.
    Confluência – quando 2 rios se juntam.
    Talvegue – parte mais funda do leito.
    Foz – estuário, delta ou misto.
  • Foz em delta Foz em estuário
  • RIOS - DRENAGEM
    Endorréica – rios que correm para o interior.
    Exorréica – rios que correm para os mares.
    Arréica – rios onde as águas evaporam antes de seguirem caminhos.
    Criptorréica – rios que são absorvidos por estruturas rochosas.
  • BACIAS HIDROGRÁFICAS
    Bacias – rios, lagos e lençóis que sofrem influencia da mesma vertente topográfica.
    Rede – conjunto de escoamento superficial.
    No Brasil:
    Rios volumosos.
    Cheias no verão.
    Drenagem exorréica.
    Maioria de planalto.
    Foz em estuário.
  • Rede hidrográfica rica em rios, mas pobre em lagos
    O regime de alimentação é basicamente pluvial-tropical
    A hidrografia é bastante utilizada como fonte de energia, com predomínio de rios de planaltos
    A grande maioria dos rios brasileiros é perene, ou seja, nunca secam.
  • BACIA AMAZÔNICA
    Maior bacia do mundo.
    Envolve Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Guianas, Bolívia e Brasil.
    Apresenta duas cheias anuais. Seus afluentes provêm tanto do hemisfério norte, quanto do hemisfério sul.
    Principal rio é o Amazonas, que nasce na Cordilheira dos Andes(Peru), recebendo o nome de Apurimac, em seguida, Ucayali.
    É a Bacia que apresenta o maior potencial hidroelétrico do país.
    Apresenta excelente potencial para navegação desde Belém até Manaus.
  • BACIA DO ARAGUAIA - TOCANTINS
    É a maior bacia totalmente brasileira.
    É a terceira em potencial hidrelétrico do país.
    Apresenta o Rio Araguaia como seu principal afluente.
    Nasce em área de cerrados.
    Nascente em regime tropical e tropical úmido.
    Passa por Goiás, mato grosso, Tocantins, Maranhão, Pará.
    Usina hidrelétrica de Tucuruí, no Pará que abastece o setor ferrífero.
  • BACIA SÃO FRANCISCO
    Nasce na Serra da Canastra – MG. (São Roque de Minas)
    Passa por Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe.
    Rio da integração Nacional.
    Nasce na mata Atlântica, passa pelo cerrado, Caatinga, Agreste e Zona da Mata.(Rio Perene)
    É navegável no trecho de 1.370 Km que vai de Pirapora até Juazeiro.(Eclusas)
    Rio de planalto com grande aproveitamento hidrelétrico.
    Três Marias
    Sobradinho
    Paulo Afonso
    Xingo
  • Sistema de Eclusas
  • BACIA SÃO FRANCISCO
    Rio São F. recebe investimentos na agricultura, para irrigação no semi-árido.
    Transposição do São Francisco procura transformar rios intermitentes e rios perenes.
    Intensificação da agricultura sertaneja.
  • BACIA PLATINA
    A Bacia Platina é a segunda maior bacia hidrográfica do planeta. Se estende pelo Brasil, Uruguai, Bolívia, Paraguai eArgentina.
    É a que apresenta o maior potencial hidrelétrico instalado no Brasil. cerca de 60,9% das hidrelétricas em operação.
    Sua posição geografia é estratégica .
    É constituída pelas sub-bacias dos rios Paraná, Paraguai e Uruguai.
  • Bacia do Paraná
    O rio Paraná é o segundo em extensão na América.
    Apresenta o maior aproveitamento hidrelétrico do Brasil, abrigando a Usina de Itaipu, entre outras.
    Sua navegabilidade e a de seus afluentes vem sendo aumentada pela construção da hidrovia Tietê-Paraná.
  • Bacia do Paraguai
    É basicamente formada por rios de planície, que atravessam a planície do pantanal, sendo o Paraguai o principal.
    Destaca-se por sua navegabilidade possuindo importantes portos fluviais, por onde são transportados gados de corte, minérios e cereais
  • Bacia do Uruguai
    A bacia do Uruguai tem um trecho planáltico, com bom potencial hidrelétrico. Porém com pouco aproveitamento.
    É navegável no seu médio e baixo curso
    O rio Uruguai nasce pela fusão dos rios Canoas (SC) e Pelotas (RS).
  • O Aqüífero Guarani
    É um reservatório de água subterrânea.
    Trata-se de um conjunto de rocha porosas por baixo do nível do terreno com águas em seus poros.
    O aqüífero é trans-fronteiriço.