LiçãO 4 1 Em

2,166 views
2,023 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,166
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
35
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

LiçãO 4 1 Em

  1. 1. Lição 4 - 1EM Atividade I Indique as figuras de linguagem presentes nos trechos abaixo: a. Não deixe de colocar dois dentes de alho na comida. b. A rainha dos baixinhos viajou para São Paulo ontem. c. Um áspero sabor de indiferença na atormentava. d. A fome é má conselheira. e. Procurou no Aurélio o significado daquela palavra. Atividade II Leia o texto e responda às questões. Qualquer um que tivesse sido seu trabalho anterior, ele o abandonara, mudara de profissão, e passara pesadamente a ensinar no curso primário: era tudo o que sabíamos dele. O professor era gordo, grande e silencioso, de ombros contraídos. Em vez de nó na garganta, tinha ombros contraídos. Usava paletó curto demais, óculos sem aro, um fio de ouro encimando o nariz grosso e romano. E eu era atraída por ele, não amor, mas atraída pelo seu silêncio e pela controlada impaciência que ele tinha em nos ensinar e que eu, ofendida, adivinhara. Passei a me comportar mal na sala. Falava muito alto, mexia com os colegas, interrompia a lição com piadinhas, até que ele dizia, vermelho: - Cale-se ou expulso a senhora da sala. Ferida, triunfante, eu respondia com desafio: pode me mandar! Ele não mandava, senão estaria me obedecendo. Mas eu o exasperava tanto que se tornara doloroso para mim ser o objeto de ódio daquele homem que de certo modo eu amava. Não amava como a mulher que eu seria um dia, amava-o como uma criança que tenta desastradamente proteger um adulto, com a cólera de quem ainda não foi covarde e vê um homem forte de ombros tão curvos. [...] (Clarice Lispector – Os desastres de Sofia) 1) No contexto acima, qual o sentido da expressão “ombros contraídos”? Justifique. 2) Cite uma passagem do texto em que é possível perceber que o professor tomava atitudes contrárias à sua vontade. 3) Segundo o texto, os sentimentos da aluna pelo professor eram ambíguos, isto é, eram sentimentos que se contrariavam. a. Cite passagens do texto em que se manifesta essa contradição. b. Qual o motivo dessa ambigüidade? 4) Quando o professor diz “Cale-se ou expulso a senhora da sala”, a aluna tem uma dupla reação. Explique: a. Por que ela se sentiu ferida? b. Por que se sentiu triunfante? 5) A menina diz que amava o professor “com a cólera de quem ainda não foi covarde”. Explique o significado de ainda nesse contexto. 6) Segundo o texto, em que consistia a covardia do professor? 7) Como se sabe, todo texto revela a visão de mundo de quem o produziu. No caso desse texto, pode-se dizer que ele foi produzido para mostrar o quê? Atividade III Suponha que o primeiro parágrafo do texto acima, de Clarice Lispector, fosse assim: Antes de vir para a nossa escola, ele era campeão mundial de judô. Aos 28 anos, no auge da fama, abandonou as competições e veio prazerosamente ensinar no curso secundário: e não era apenas isso que sabíamos dele. Com esse início, é preciso haver modificações para que o resto do texto acompanhe a alteração do primeiro parágrafo de modo que o sentido do texto permaneça o mesmo. Continue a contar a história do modo que quiser, respeitando uma única regra: que a sua história não entre em contradição com os dados colocados no último parágrafo. Atividade IV Até o dia da entrega das tarefas (10/03), você deverá ler uma reportagem do jornal “Correio Popular” e indicar: a. Título da reportagem; b. Lead (primeiro parágrafo que resume a reportagem); c. O seu resumo da reportagem, escrito com suas próprias palavras; d. Sua crítica a essa reportagem (positiva ou negativa), justificada.

×