Your SlideShare is downloading. ×
Introdução
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Introdução

3,853
views

Published on

Published in: Technology, Travel

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,853
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
28
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Introdução<br />A arquitetura gótica é uma evolução da arquitetura românica e antecede a arquitetura renascentista. Foi desenvolvida na França em pleno período medieval onde originalmente se chamava “Obra Francesa” (opus francigenarum). O termo gótico só apareceu nos séculos XV e XVI. Com a arquitetura renascentista e o entusiasmo pela antiguidade clássica passou-se a considerar a idade média como uma época bárbara e obscura, como os godos eram os bárbaros mais conhecidos, o estilo passou a se chamar gótico, ou seja, bárbaro por excelência, alcançando um sentido pejorativo e de desprezo.<br />A arte gótica era muito conhecida pela arquitetura arrojada o que permitia aos seus construtores erigirem castelos e fortalezas mais fortes e resistentes do que o de outras civilizações da época.<br />O estilo arquitetônico gótico atingiu um dos pontos culminantes da arquitetura pura. As abóbadas cada vez mais elevadas e maiores, não se apoiavam em muros e paredes compactas e sim sobre pilastras ou feixes de colunas. Uma série de suportes que eram constituídos por arcobotantes e contrafortes possuía a função de equilibrar de modo externo o peso das abobadas.<br />O estilo gótico ficou marcado em muitas catedrais, como a Catedral de Notre-Dame, Chartres, Amiens e Colônia sobre a qual dissertarei.<br />O estilo gótico ficou marcado em muitas catedrais, como a Catedral de Colônia que fica situada a margem do rio Reno na cidade de Colônia na Alemanha. <br /> E constitui um dos grandes edifícios da arquitetuta gótica e marco principal da cidade e simbolo não oficial. A construção da catedral iniciou-se no século XIII em 1248 a partir de uma planta em forma de cruz, sob o arcebispado de Konrad von Hochstadden e levou mais de 600 anos para ser completada. Suas medidas revelam dimensões praticamente inimagináveis, mesmo para uma Catedral: as duas torres possuem 157 metros de altura, 144 m de comprimento e 86 m de largura. Quando foi concluída em 1880, era o prédio mais alto do mundo. Devido às suas enormes torres tem também a maior fachada de todas as igrejas já construídas e é a maior igreja gótica do norte da Europa. A catedral foi dedicada a São Pedro e Maria.<br />A catedral é ladeada por gágulas, que são aberturas por onde escorrem água. <br />Essas gárgulas eram muito utilizadas na arquitetura antigamente em catedrais e palácios, esculpidas em pedra como figuras representando monstros e animais reais ou figuras humanas com ares assustadores. O termo se origina do latim "gargüla" que significa garganta. Nas catedrais as gárgulas nessas representações assustadoras serviam, além da funcionalidade do escoamento das águas pluviais, como guardas das edificações.<br />Os coloridos vitrais medievais e a disposição das colunas, além de serem admirados pela beleza, possuem um significado bem mais profundo: <br />A desmaterialização da pedra e da luz - proporcionada pela arquitetura e composição da Catedral de Colônia -, que pode ser interpretada como uma reprodução da Catedral do Céu.<br />A Catedral de Colônia possui uma valiosa coleção de arte que inclui raridades com mais de um milenio e foi classificada como patrimonio mundial pela UNESCO. Segundo a tradição, no interior da catedral está guardada a urna de ouro com os restos mortais dos três reis magos Baltazar, Belchior e Gaspar. mandadas trazer de Milão pelo Imperador Barba-Ruiva, antes da construção da igreja. O relicário dos Reis Magos é a maior obra de ouriversaria do mundo. <br />Com a Segunda Guerra Mundial a catedral recebeu 14 ataques de bombas aéreas, mas não caiu, sua recontrução foi completada em 1956. Na torre noroeste foi feito um reparo de emergência com tijolos de má qualidade retirados de uma ruina próximo à guerra, porém mais tarde foi reformada para seguir a aparencia original.<br />Conclusão<br />A Arte Gótica é, basicamente, uma evolução da Arte Românica. Considerado a última grande arte da Idade Média no mundo cristão, possui denominação equivocada, já que não possui nenhuma relação com os godos, povo germânico medieval. Por muito tempo este estilo foi desprezado, considerado "bárbaro" quando comparado aos estilos clássicos. A principal característica do Gótico é o arco em ogiva, que tem mais luz, claridade e espaço. Foi no estilo Gótico que as fachadas começaram a ser decoradas com esculturas decorativas e que as abóbodas começaram a ser mais exploradas. Quatro variações compõem o estilo gótico: primitivo, lanceolado, irradiante e flamejante. Uma das mais evidentes características deste estilo é o verticalismo, cujos principais representantes são as igrejas e catedrais européias, construídas entre os séculos XII e XV.<br />A arquitetura gótica não é um momento de ruptura drástica com os ideais anteriores, mas antes uma assimilação de alguns elementos de diferentes fontes, metamorfoseadas com o novo conceito de interpretação da arte religiosa.<br /> Faculdades Integradas Aparício Carvalho - Fimca<br /> Trabalho para obtenção de nota parcial do 1° trimestre da matéria de História da arquitetura e urbanismo. Professora: Luciene Mesquita de Oliveira<br /> <br />Héldi da Fonseca Vieira<br />