Your SlideShare is downloading. ×
Worshop Co-criação Educação Corporativa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Worshop Co-criação Educação Corporativa

1,708
views

Published on

Apresentação do conteúdo e resultados do workshop de co-criação realizado pela Inventta em Janeiro de 2011.

Apresentação do conteúdo e resultados do workshop de co-criação realizado pela Inventta em Janeiro de 2011.


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,708
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
95
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Educação Corporativa emInovação e Empreendedorismo
  • 2. bruno moreira diretor executivo renata horta gerente de educação e cultura© 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 2
  • 3. “Inspiramos pessoas, através da inovação, para a realização de sonhos empreendedores, gerando resultados sustentáveis em prol do bem” Fonte: Planejamento Estratégico ecossistema© 2010 Inventta – Todos os direitos reservados.
  • 4. Visão Buscamos um mundo onde as pessoas descobrem e realizam sua essência de forma criativa, original, divertida, cooperativa, responsável nosso DNA e empreendedora, em harmonia com a natureza. Para essas pessoas, fazer o bem para si, para o outro e para o mundo é o principal produto de suas jornadas de vida. Isto é inovação para nós! Missão Concretizar novas idéias, conectando pessoas para a transformação da sociedade.© 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 4
  • 5. a Inventta...  desenvolveu metodologias de gestão da inovação para empresas de todos os portes;  é pioneira na aceleração de negócios de base tecnológica no Brasil;  atua na estruturação de programas de transferência de tecnologia em mais de 50 universidades, que concentram cerca de 70% do conhecimento científico nacional;  já capacitou mais de 4000 pessoas em temas ligados à inovação na América Latina.© 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 5
  • 6. “Construímos e nutrimos relacionamentos de confiança, que evoluem de forma autêntica e espontânea”relacionamentos Fonte: Planejamento Estratégico empresas governo universidades © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 6
  • 7. Empreiteiros da educação Como começamos a construção agenda Até onde chegamos© 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 7
  • 8. MISSÃO DA ÁREA DEEDUCAÇÃO DA INVENTTA: Queremos despertar pessoas para transformarem suas empresas e seu ambiente, tornando-se pessoas mais felizes e fazendo organizações mais saudáveis. © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 8
  • 9. Empreiteiros da Educação Contexto EquipeInventta Consultoria em Aceleração de Educação grandes pequenas empresas formal e empresas de base tecnológica grupos de estudos Nossa aprendizagem conceitual e vivencial
  • 10. Pilares para direcionar ações de educação: Aplicar os Instrumentos do conhecimentos conhecimento Aprender a Aprender a teóricos Conhecer FazerNo campo dos valores,envolve tomar Aprender a Também voltado Aprender a para o campo dosconhecimento do Conviver Seroutro, diluição de valores, foca oatritos e descoberta desenvolvimentode pontos comuns individualFonte: Unesco
  • 11. Nossa experiência Detalhamento de casos11
  • 12. Desafio:Levar o conceito de inovação para100 % da fábrica.Cliente:Solução Proposta: Elaboração de intervenção lúdica para os operadores: – Desenvolvimento do roteiro e produção de teatro adaptado à realidade da empresa; – Intervenção colaborativa e emergente com 45 turmas de operários; – 45 Intervenções de 30 minutos em 3 turnos durante uma semana; Preparação dos líderes de UTE para receber idéias e estimular a participação dos operários. Elaboração de ação de continuidade para a iniciativa que pudesse ser inserida na rotina dos operadores.
  • 13. Resultados:  1504 operários participaram da intervenção;  Conceito de inovação e papel dos operários no processo disseminado.“Os colaboradores acharam a maneira usada para falar de inovação no dia a dia da fábrica bem descontraída e de fácil entendimento.Acredito que essa iniciativa, passou a todos dafábrica a importância de propor melhorias nos postos de trabalho, com isso melhoraremos cada vez mais nossos produtos/processos.” Dirceu Pereira Rodrigues, Qualidade Manufatura - Líder Responsável, FPT“Foi muito legal esta apresentação em formade teatro. Parabéns, vocês conseguiram levar esta informação de inovação.” Aldeci, Operador, FPT “Esta é a 1ª reunião que não cochilo nenhuma vez.” Operador, FPT
  • 14. Desafio: Cliente:Disseminar a cultura de empreendedorismo e inovaçãonas universidades públicas de Minas Gerais.Solução Proposta:  Apoio na realização de um talk-show com Criação de um concurso estadual de planos de alunos e especialistas em inovação; empreendedorismo e inovação; Realização de visitas e Embates em todas as  Mobilização de 13 casos empreendedores universidades públicas; para apresentação para os alunos; Mobilização da rede de relacionamentos  Apoio no planejamento das ações e interna às universidades, gerando contatos execução durante a feira Inovatec onde entre alunos, incubadoras e NITs; ocorreu a final do torneio; Realização de visitas com os alunos em  Estruturação do plano de visita ao centro de empresas inovadoras de sua região; pesquisa internacional a ser visitado pelos alunos vencedores.
  • 15. Resultados:Instituição “O Programa Mineiro de Empreendedorismo na Pós-graduaçãoPosição 1º lugar 2º lugar 1º lugar contribui para Júri Técnico Júri Técnico Júri Popular disseminar a cultura de inovação. Do ponto de vista do aprendizado, faz os Nanotecnologia Transformação da glicerina Utilização de biorreator de alunos pensarem magnética aplicada a residual do biodiesel em microalgas na fixação de inovação de forma indústria de produtos com valor CO2 com aproveitamento multidisciplinar e em combustíveis. equipe e estimula aTecnologia agregado da biomassa criatividade. A continuidade do programa é fundamental no sentido pedagógico, de Protótipo disseminar a inovação em longo prazo.“ Prof. Mosar José de Brito, Pró-reitor de Pós-graduação UFLA
  • 16. Desafio: Clientes: Instituto Eldorado; Cromex;Propiciar a vivência de desenvolver com sucesso um projeto de Magneti Marelli; Sabó; inovação. Saint Gobain; UFSCar; Unicamp Solução Proposta: ― Seminário EMBATE: • Participação de 18 pessoas; • Empresas e Centros de Pesquisa • 8 organizações diferentes EMBATE COMPORTAMENTO PROCESSO DE EMPREENDEDOR INOVAÇÃO Trabalho em Persistência Geração e Parcerias para o equipe Validação de Idéias desenvolvimento Comprometimento Gerenciamento Financiamento dos Visão de Soluções de de projetos projetos oportunidades Problemas Desenvolvimento de Produtos Convergência
  • 17. Resultados: Clientes: Instituto Eldorado; Cromex; — Equipe sensibilizada para comportamento e práticas empreendedoras; Magneti Marelli; Sabó; — 4 projetos de inovação com potencial de implementação. Saint Gobain; UFSCar; Unicamp “O EMBATE (...) “Participar do "A dinâmica do "O workshop é "O EMBATE é rico orienta em como workshop foi uma EMBATE é importante enquanto dinâmica desenvolver experiência muito totalmente por provocar uma de criação de projeto ambiente para a valiosa, pois as diferenciada, nova maneira de de inovação." formação de dinâmicas permitindo um pensar em relação Roberto Kenji, Sabó. empreendedores incentivam o amplo envolvimento aos novos produtos einovadores. Talvez o empreendedorismo e do participante, além visualizar grande mérito do criam ambientes de tratar a todo oportunidades. EMBATE seja propícios para a instante, de responder à inovação." situações reais." A metodologia pergunta: o que Guilherme Alexandre Bueno, aplicada é altamente fazer para criar um Amaral, Sperian Agência de Inovação ágil, provocante e ambiente de Protection. da UFSCar. sensibilizadora." inovação e, Ana Rita Morales, principalmente, o Cromex. que não fazer?” Plínio Fernando de Morais, Instituto Eldorado.
  • 18. Empreiteiros da educação Como começamos a construção agenda Até onde chegamos© 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 18
  • 19. Como tornar a inovação uma estratégia de diferenciação? Quais as competências necessárias para inovar? Como disseminar a inovação em diversas áreas?
  • 20. Começando a construção Visão Geral Proposta de Valor Relacionamento com o Cliente Atividades Chave Segmentos de ClientesParceiros Chave CanaisRecursosChave Estrutura de Custos Fluxo de Receitas
  • 21. • Metodologia (trazendo o inusitado, o vivencial e o aconchego); • Serviços agregados de gestão; • Conteúdo • Vanguarda do tema • “Simbiose”; inovação • Construir junto• Empresas ou pessoas de • Experiência – saber • Trocas de competênciasdestaque que agregam fazerconteúdoscomplementares e sinérgicos • Empresas de vários portes comaos temas inovação e demandas de conteúdo s deempreendedorismo Inovação e empreendedorismo. • Ambiente Aconchegante; • Cotas de horas de cursos; • Facilitadores do processo de • Programas “solo”; • Conteúdos ou programas aprendizagem com atenção aos 4 • Programas Multicorporativos; corporativos; pilares da educação; • Conteúdos avulsos (workshops • Conteúdos e programas • Conteúdo de parceiros; isolados, palestras...) multicorporativos;
  • 22. Começando a construçãoMetodologia + +Conhecimento Paixão por inovação Busca por educação replicável vivencial Metodologia de Educação e Cultura Inventta
  • 23. Começando a construção Conteúdos Demandas de customização e novos temas da área de RH Conhecimento deConhecimento parceiros sobre temas Interno relacionados Metodologia de Educação e Cultura Inventta Grade de cursos autêntica e instigante com metodologia diferenciada!
  • 24. Começando a construção Visão do futuro Estamos evoluindo para criar uma PLATAFORMA DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA com foco em empreendedorismo e inovação!Com uma grade aberta, podemos pensar em várias configurações de conteúdo.
  • 25. Começando a construçãoExemplo Ilustrativo Cada combinação de casas (conteúdos) leva a um programa especial: Conteúdo: CH EMBATE 20 Gestão da Inovação 24 O que está acontecendo 8 com o Mundo Propriedade Intelectual 8 Visitas Temáticas 8 Relação com 4 Universidades Gestão de Portfólio e 16 Gestão de Pipeline Total 98 Programa de Liderança para Inovação
  • 26. Modelo de Partida Começando a construçãoExemplo Ilustrativo Exemplo Programa de Liderança para Inovação Formação de Agentes EMBATE – Empreendedorismo de Base Tecnológica Workshop vivencial onde o participante passa pelo processo de inovação e entende as 20 características comportamentais empreendedoras necessárias para se inovar. Gestão da Inovação Das estratégias e da inovação como estratégia aos mecanismos de fomento. Falar 24 sobre tipos de inovação, indicadores, estrutura e processos. O que está acontecendo com o mundo Temas abertos e provocativos com convidados externos que debatem com os 8 participantes sobre: novos mercados, quebra de paradigmas, impacto do mundo 2.0...
  • 27. Modelo de Partida Começando a construçãoExemplo Ilustrativo Exemplo Programa de Liderança para Inovação Formação de Agentes Propriedade Intelectual Visão estratégica dos mecanismos de apropriação do conhecimento, propriedade 8 Intelectual , qual melhor estratégia de proteção, inteligência competitiva, etc. Relação com Universidades Como a história influencia a cultura, decifrando a estrutura, modelos de interação, 4 boas práticas, comunicação. Gestão de Portfólio e Gestão de Pipeline Visão estratégica do portfólio, ferramentas de gestão de portfólio e do pipeline de 16 projetos. Visitas temáticas Visitas provocativas em ambientes de inovação propostas a partir do interesse de 8 grupos de participantes – Empresas de base tecnológica, centros de inovação, etc.
  • 28. Começando a construção Exemplo Ilustrativo Programa de Liderança para Inovação Formação de Agentes Além do conhecimento, o que o programa pretende desenvolver: Entender o cenário do sistema Brasileiro de inovação e os instrumentos de fomento público; Atitudes e comportamentos do agente de inovação na empresa; Experimentar-se no papel de líder, negociador, disseminador de idéias, venda interna de oportunidades; Visão estratégica e de oportunidades; Repertório de cases e boas práticas; Trabalho em equipe e motivação;
  • 29. Começando a construção Exemplo Ilustrativo – modelo de negócio Deseja treinar um grupo de 150 pessoas de várias áreas em temas relacionados à inovação. A estratégia de inovação está clara e o conteúdo do programa já está 70%Empresa 1 fechado. Deseja treinar um grupo de 8 pessoas em temas relacionados à inovação. A empresa está iniciando a formação de uma equipe dedicada e não tem recursos para um grande programaEmpresa 2 para apenas 8 pessoas.
  • 30. Começando a construção Exemplo Ilustrativo – modelo de negócio Procura os serviços de educação da Inventta para customizar o conteúdo e oferecer todas as capacitações na própria empresa.Empresa 1 Procura os serviços de educação da Inventta, e junto com as empresas 3, 4, 5 e 6 formam uma turma multicorporativa para o programa, viabilizando o custo/aluno.Empresa 2
  • 31. Começando a construção Exemplo Ilustrativo – modelo de negócio Agora ficou mais viável, e além das 98 horas de capacitação, a empresa 2 decide que cada um dos 8 funcionários poderá escolher também mais 2 temas do mosaico Inventta, mesmo queEmpresa 2 estejam fora do programa. É sua forma de customizar e motivar os participantes
  • 32. Começando a construção Exemplo Ilustrativo – modelo de negócio Enquanto isso a empresa 1 opta por levar a metodologia, e desenvolver seu próprio conteúdo em 40 horas, será uma semana de capacitação oferecida para 10 turmas.Empresa 1
  • 33. Começando a construção Exemplo Ilustrativo – serviços agregados Empresa 1 Empresa 2As duas empresas terão acesso a uma série de serviços agregados: Convites e confirmações; Listas de presença; Relatórios avaliativos; Reuniões de repasse; Produção de qualquer material; Agendamento geral – estrutura física + professores + participantes; Certificados; Sistema de acompanhamento web.
  • 34. Começando a construção Exemplo Ilustrativo – relacionamento Empresa 1 Empresa 2As duas empresas terão acesso, também,a uma pessoa da Inventta como referência: Levantar necessidades de adaptação de conteúdo; Identificar novos cursos e programas, Consolidar demandas de várias empresas para formação de cursos e turmas multicorporativas; Organizar encontros entre gestores de RH para discussão de novas demandas; Contactar as empresas para alertá-las de novos cursos e programas; Ouvir a avaliação sobre os serviços prestados e encaminhar à Inventta e aos professores, facilitadores ou parceiros envolvidos.
  • 35. Empreiteiros da educação Como começamos a construção agenda Até onde chegamos© 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 36
  • 36. Até onde chegamos? Levantamento de dificuldades/desafios Percebemos que existem algumasdificuldades / desafios na execução do trabalho da área de RH quando se refere a capacitações.Reunimos em grupos de 4-5 pessoas, e os participantes do workshop nos ajudaram a identificar os principais dificuldades / desafios enfrentados.
  • 37. Até onde chegamos ?Categorias de dificuldades/desafios levantados
  • 38. Até onde chegamos ? Análise das categorias ― 77 dificuldades/desafios levantados; — Destes, 57% estão concentrados nos temas: modelo de negócio, metodologia, liderança e estratégia. Categorias de dificuldades/desafios levantados % Acumulada Valor16% 31% 45% 57% 68% 77% 12 12 83% 90% 11 9 8 94% 97% 99% 7 100% 5 5 3 3 1 1 Estratégia EADModelo de Outros Conteúdo Metodologia Liderança Gerações Cultura Inovação Avaliação e FerramentasNegócios Métricas
  • 39. Até onde chegamos ?Categoria: Modelo de Negócio
  • 40. Até onde chegamos ?Categoria: Metodologia
  • 41. Até onde chegamos ?Categoria: Liderança
  • 42. Até onde chegamos ?Categoria: Estratégia
  • 43. Até onde chegamos ?Categoria: Avaliação e Métricas
  • 44. Até onde chegamos ?Categorias: Gerações e Cultura
  • 45. Até onde chegamos ?Categorias: Inovação, Ferramentas, Conteúdo e EAD
  • 46. Até onde chegamos ?Categoria: Outros
  • 47. Agora vamos reler tudo o que surgiu em cadacategoria, e tentar sintetizar em uma frase osprincipais pontos discutidos:Pode ser uma metáfora, um ditado popular, ouuma imagem que traga o conceito principal.A pergunta é: O que precisamos?
  • 48. Até onde chegamos ?De forma sintética Como criar um modelo de capacitação que tenha valor percebido e que gere resultados tangíveis para a empresa? Como lidar com o paradoxo: cultura/resultados de curto prazo vs cultura/resultados de longo prazo (inovação) Falta de alinhamento da visão estratégica com as atividades táticas (tempo insuficiente, demandas e metas pouco claras, gerações diferentes – quem planeja e quem usufrui dos treinamentos, etc) Cultura (necessidade de um novo paradigma para funcionar).
  • 49. Até onde chegamos ? Avaliação do Modelo de Partida Listar os atributos que vocês Listar os atributos deveriam apreciaram e nos quais sair, não funcionam e nos percebem valor. quais vocês não têm interesse. Listar as demandas que devem ser incorporadas. O que faltou? Como seu grupo avalia o nosso Modelo de Partida no que tange à cada categoria? Avalie em uma escala de 1 a 10, sendo... 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10“Está muito longe do que necessito” “Acertou em cheio”
  • 50. Até onde chegamos ? Avaliação do Modelo de Partida Principais atributos positivos Principais atributos negativos Flexível/Modular  Multicorporativismo  Ambiente diferenciado  Falta de profundidade na  Construção conjunta proposta  Metodologia vivencial Principais demandas  Trabalhar cultura da organização  Propor objetivos mais claros  Abordar gestão por competências  Promover alinhamento e sensibilização da liderança  Ajudar as empresas a adquirirem novos conhecimentos MÉDIA 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10“Está muito longe do que necessito” “Acertou em cheio”
  • 51. Até onde chegamos ?Avaliação do Modelo de Partida
  • 52. Até onde chegamos ?Avaliação do Modelo de Partida
  • 53. Até onde chegamos ?Avaliação do Modelo de Partida
  • 54. Até onde chegamos ? Avaliação individual: importância dos parâmetros Vivência 4.6 Casos reais 4.6 Aconchego 4.1 Networking 4.0 Inusitado 3.9 Infraestrutura 3.9 Ter certificado 3.6 Foco em executivos 3.4Título dos professores 3.3 Status Internacional 2.8 1.0 2.0 3.0 4.0 5.0 Muito pouco Extremamente importante importante
  • 55. © 2009 Instituto Inovação S.A. – Todos os direitos reservados. © 2009 Instituto Inovação S.A. – Todos os direitos reservados. A reprodução total ou parcial desta obra depende de prévia A reprodução total ou parcial desta obra depende de prévia autorização autorização expressa e por escrito do Instituto Inovação. As expressa e por escrito do Instituto Inovação. As informações contidas informações contidas nesta publicação são baseadas em nesta publicação são baseadas em conceitos testados e empregados no conceitos testados e empregados no desenvolvimento de desenvolvimento de projetos específicos e estão sujeitas a alterações de projetos específicos e estão sujeitas a alterações de acordo com acordo com o cenário de mercado e os objetivos de cada projeto. o cenário de mercado e os objetivos de cada projeto. +55 19 3289-0353 BELO SP +55 19 3289-0353 CAMPINAS – SP CAMPINAS –HORIZONTE +55 31 3337-7418+55 31 3337-7418BELO HORIZONTE RIO DE JANEIRO +55 21 3010 9486 BOGOTÁ +57 317 +57 317 6463266 6463266 BOGOTÁ – COLÔMBIA Renata Horta Bruno Moreira renata.horta@inventta.net bruno.moreira@inventta.net
  • 56. A Inventta Nossa Experiência (1 de 4) Cliente Demanda SoluçãoEstratégia Desenvolvimento e implantação de um amplo Entender o status da organização quanto ao programa de inovação incluíndo a formação de seu potencial inovador e implantar ações para um comitê de inovação, captação de recursos, tornar a empresa mais inovadora parcerias externas, geração de idéias, etc. Aplicação de metodologia de diagnóstico dos Entender a situação atual dos seus processos processos de gestão da inovação, resultando de gestão da inovação de forma a priorizar na definição de um grande programa de ações de melhoria inovação para a InstituiçãoCultura Mobilizar a alta gestão da empresa para o Realização de workshop de inovação com a alinhamento e implementação de um programa alta gestão e seminário vivencial com de inovação integrantes do comitê de inovação Sensibilizar equipe para a inovação e identificar Aplicação da metodologia de Análise do práticas que favorecem ou representam Potencial Interno de Inovação , que busca barreiras ao processo de inovação de forma a entender com profundidade a cultura e os se definir um plano de ação. processos de uma organização Orientar e sensibilizar a alta direção e corpo Realização de workshop interativo junto a 80 executivo da empresa quanto aos conceitos de executivos da empresa . inovação © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 57
  • 57. A Inventta Nossa Experiência (2 de 4) Cliente Demanda SoluçãoRecursos Alavancagem dos investimentos em inovação, Aplicação da metodologia de gestão a partir do uso de Incentivos Fiscais estratégica de recursos para inovação Aplicação de metodologia de mapeamento e Estruturação e implantação de processos para identificação de atividades de inovação com realizar a gestão do uso dos incentivos fiscais à posterior proposição de ações de melhoria para inovação tecnológica uso seguro e amplo dos benefícios fiscais Estruturar processos e realizar gestão do uso Implantação do Sistema Incentivar permitindo à dos incentivos fiscais à inovação tecnológica empresa identificar e classificar seus projetos com o objetivo de maximizar a obtenção do de inovação e realização de capacitação de benefício colaboradores envolvidos no processoTecnologias e Competências Busca de novos insights junto a pesquisadores Aumentar o número de projetos no portfólio de e especialistas externos e realização de pesquisa e desenvolvimento da empresa workshop estruturado para geração de idéias a partir dos insights coletados. Identificar pesquisadores brasileiros que Mapeamento e ranking de cerca de 700 pudessem auxiliar no desenvolvimento P&D pesquisadores brasileiros alinhados às alinhadas às plataformas tecnológicas da demandas da empresa. empresa © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 58
  • 58. A Inventta Nossa Experiência (3 de 4) Cliente Demanda SoluçãoTecnologias e Competências Estruturação das demandas por cultura, Identificar tecnologias e competências de realização de entrevistas com pesquisadores- pesquisadores brasileiros em temas relativos referência e sumarização de 120 tecnologias defesa agropecuária mapeadas Multinacional Aumentar a interação com empresas Caracterização das cadeias de valor e do setor de desenvolvedoras de tecnologias sinérgicas à mapeamento ativo de 30 projetos estratégicos, energia sua cadeia de suprimentos apresentados a alta gestão da empresa. Identificação e estruturação da demanda Identificar parceiros internacionais que tecnológica, elaboração e postagem do desafio pudessem solucionar uma demanda tecnológico na plataforma Ninesgima, análise e tecnológica específica apresentação das 27 propostas recebidas Implementação do processo de Identificar potencial de mercado de tecnologias, comercialização de tecnologias com resultado realizar a promoção, negociação e gestão do de 3 tecnologias transferidas ao final de 6 processo de transferência meses de trabalho Avaliação técnica da tecnologia, avaliação de Suporte em processo de negociação para mercado, elaboração de proposta de modelo transferência de tecnologia junto a um parceiro de desenvolvimento conjunto e valoração da internacional tecnologia com base em opções reais © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 59
  • 59. A Inventta Nossa Experiência (4 de 4) Cliente Demanda SoluçãoTecnologias e Competências Construção de um indicador de gap Multinacional Quantificar o gap da empresa em relação a o do setor de tecnológico, apontamento de áreas da empresa uso de tecnologias relacionadas ao seu energia com maiores deficiências e suporte à tomada negócio de decisão tecnológica (make or buy)Estrutura e Processos Aprovação junto a alta gestão de business- Estruturação de unidade de pesquisa & case de um Centro de P&D, e desenvolvimento encaminhamento para setup da infra e inicio de projetos em parceria com ICTs Desenvolvimento de um portal de para Estruturar o processo de triagem de idéias recebimento de sugestões de idéias e externas e mapear tecnologias com potencial tecnologias e mapeamento proativo de de internalização para P&D tecnologias e competências em ICTs brasileiras Screening e avaliação de oportunidades de Analisar oportunidade de estruturação de uma negócios de base tecnológica e análise de operação de Corporate Venture modelos de Corporate Venture viáveis para a organização © 2010 Inventta – Todos os direitos reservados. 60