Your SlideShare is downloading. ×
0
GRUPO
G R U P O
I N S T I T U T O I N O V A Ç Ã O
A PONTE
CONECTANDO CIÊNCIA &
MERCADO
O Instituto Inovação surgiu em 2002 inspirado pelo
desafio de aproximar o potencial de...
ECOVEC NANUM RIZOFLORA VERTI COMUNIP
ACELERANDO OS NEGÓCIOS DO FUTURO
Baseado num modelo pioneiro de aceleração de empresa...
O modelo de aceleração de empresas de base
tecnológica evoluiu e atualmente o Grupo conta com 3
grandes áreas de negócio: ...
A E V O L U Ç Ã O D O
M O D E L O D E
A C E L E R A Ç Ã O
Fundo Criatec
_maior fundo de capital semente do Brasil, o Criatec (R$ 100
milhões)
_7 escritórios regionais em diversas r...
A I N V E N T T A
Trabalhamos para criar modelos de negócios únicos,
com tudo o que existe dentro deles: serviços,
processos, produtos, marc...
NÓS AJUDAMOS
ORGANIZAÇÕES A SEREM
MAIS INOVADORAS.
Desenvolvemos estratégias, modelos
e processos de inovação, buscando
in...
C O M Q U E M J Á
T R A B A L H A M O S
A L I M E N T O S
N e s t l é
K r a f t F o o d s
P e p s i c o
B u n g e
S a d i ...
multidisciplinares
transparentes simples
sistêmicos c u r i o s o s
estratégicos
estudiosos inquietos
otimistas profundos
...
COMO
PENSAMOS
A reunião de pessoas que pensam em conjunto
fatores humanos, viabilidade tecnológica e
modelos atraentes e s...
GERAR
SOLUÇÕES
© INVENTTA
© INVENTTA
GERAR
SOLUÇÕES
A L G U M A S
E X P E R I Ê N C I A S
V&M DO BRASIL Busca de oportunidades de inovação
dentro do mercado de tubos mecânicos
com a posterior criação de inovações...
MODELAGEM DE NEGÓCIO
Modelagem do plano de negócios da
ferramenta WebAgritec, uma plataforma
integradora de atividades rur...
MODELAGEM DE NEGÓCIO
Estudo e criação de um modelo viável para
a logística reversa dos resíduos
eletroeletrônicos de consu...
objetivos
Diagnóstico do ambiente de inovação,
com a identificação da cultura,
ambiente, processos e ferramentas
existentes...
objetivos
Originação de oportunidades de
investimentos em empresas de base
tecnológica
CORPORATE VENTURING
resultados
3 em...
Construção de um modelo conceitual (business
case) para a atuação de um centro de pesquisa
e desenvolvimento
objetivos
Mai...
Avaliar e estruturar a implementação um Centro
de Pesquisas, com foco de pesquisa
diferenciado das atividades atuais da em...
Mapeamento de competências tecnológicas
(recursos humanos, infra-estrutura, prop.
intelectual) relacionados ao setor de O&...
Elaborar um plano estratégico para a
área de pesquisa & inovação que
alavancasse a evolução e consolidação
da área dentro ...
objetivos
Estabelecer valores de referência que orientem
a tomada de decisão, a negociação e mitiguem
os riscos de se inve...
Mapear oportunidades de captação de recursos
para inovação relacionadas às principais linhas
de P&D da empresa
objetivos
O...
Estruturar o Centro de Inovação Tecnológica da
Fiat Powertrain e mapear oportunidades de
captação de recursos para inovaçã...
Identificar novas oportunidades de fomento à
inovação para a Natura e mobilizar os
pesquisadores para a captação de recurso...
Divulgar as oportunidades de fomento nacionais
e internacionais para grandes e médias
empresas, universidades e órgãos
gov...
C A M P I N A S
+ 5 5 ( 1 9 ) 3 2 8 9 - 0 3 5 3
B E L O H O R I Z O N T E
+ 5 5 ( 3 1 ) 3 3 3 7 - 7 4 1 8
B O G O T Á
+ 5 ...
Inventta+ where innovation lives
Inventta+ where innovation lives
Inventta+ where innovation lives
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Inventta+ where innovation lives

740

Published on

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
740
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
20
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Inventta+ where innovation lives"

  1. 1. GRUPO
  2. 2. G R U P O I N S T I T U T O I N O V A Ç Ã O
  3. 3. A PONTE CONECTANDO CIÊNCIA & MERCADO O Instituto Inovação surgiu em 2002 inspirado pelo desafio de aproximar o potencial de geração de conhecimento da academia das demandas reais e latentes do mercado
  4. 4. ECOVEC NANUM RIZOFLORA VERTI COMUNIP ACELERANDO OS NEGÓCIOS DO FUTURO Baseado num modelo pioneiro de aceleração de empresas de base tecnológica, o Instituto Inovação criou 5 empresas a partir de pesquisas acadêmicas e desenvolveu expertise em fazer inovação no Brasil
  5. 5. O modelo de aceleração de empresas de base tecnológica evoluiu e atualmente o Grupo conta com 3 grandes áreas de negócio: consultoria em inovação, gestão de fundos e aceleração de empresas digitais InSeed Novos Negócios Inventta O GRUPO
  6. 6. A E V O L U Ç Ã O D O M O D E L O D E A C E L E R A Ç Ã O
  7. 7. Fundo Criatec _maior fundo de capital semente do Brasil, o Criatec (R$ 100 milhões) _7 escritórios regionais em diversas regiões do país _focado em spin-offs acadêmicas de alta tecnologia _forte relacionamento com a área de Mercado de Capitais do BNDES e BNB _mais de 1.800 oportunidades analisadas _modelo de valuation próprio inovador aprovado pelo BNDES Resultados ‣42 oportunidades aprovadas pelo comitê de investimento, em 48 meses ‣1 desinvestimento (Usix/Nasdaq: EBIX) 88% IRR ‣crescimento da carteira acima de 50% a.a. Fundo de Inovação para o Meio Ambiente (FIMA) _investimento second-stage em negócios com apelo ambiental _R$ 165 milhões tendo o BNDES como principal cotista _em fase de prospecção de oportunidades
  8. 8. A I N V E N T T A
  9. 9. Trabalhamos para criar modelos de negócios únicos, com tudo o que existe dentro deles: serviços, processos, produtos, marcas, experiências, redes etc. Ajudamos organizações a criar ou melhorar sua gestão da inovação tecnológica, estruturamos e executamos as etapas de estratégia e planejamento tecnológico, gestão de pesquisa, desenvolvimento e lançamento. Unidade de negócios responsável pela gestão de recursos financeiros para inovação tecnológica, que também faz parte do grupo Braithwaite Global Inc. (BGI). A Inventta é a empresa de consultoria em inovação do Grupo Instituto Inovação, pioneiro no Brasil e com outros negócios em educação e cultura, capital de investimento e aceleração de start-up’s.
  10. 10. NÓS AJUDAMOS ORGANIZAÇÕES A SEREM MAIS INOVADORAS. Desenvolvemos estratégias, modelos e processos de inovação, buscando incentivos, criando condições e estruturas para que as organizações promovam inovação de maneira consistente, sustentável e natural. NÓS AJUDAMOS ORGANIZAÇÕES A INOVAR. Criamos inovação entendendo o comportamento humano, identificando oportunidades, buscando tecnologias, desenvolvendo conceitos, desenhando modelos de negócios e implementando projetos.
  11. 11. C O M Q U E M J Á T R A B A L H A M O S A L I M E N T O S N e s t l é K r a f t F o o d s P e p s i c o B u n g e S a d i a M A R S M . D i a s B r a n c o M a s s a s V i l m a M o n d e l e z I n t ’ l A U T O M O T I V O F i a t S c a n i a M a g n e t i M a r e l l i I v e c o B o s c h C N H A e t h r a S t o l a T e k s i d V o l v o S i a c U s i m i n a s A u t o m o t i v e C o m a u S K F J o h n s o n C o n t r o l s P S A P e u g e o t C i t r o ë n H I G I E N E , S A Ú D E E B E L E Z A N a t u r a J o h n s o n & J o h n s o n F u n d a ç ã o O s w a l d o C r u z V a l l é e R e c k i t t B e n c k i s e r I T E H P E C G i v a u d a n P A P E L E C E L U L O S E S u z a n o F i b r i a C e n i b r a S I D E R U R G I A E M I N E R A Ç Ã O U s i m i n a s V o t o r a n t i m S i d e r u r g i a V o t o r a n t i m M e t a i s A r c e l o r M i t t a l V & M T u b e s C S N S a m a r c o M a g n e s i t a A n g l o G o l d A s h a n t i E N E R G I A P e t r o b r a s B G G r o u p V a l e V S E C e m i g C o m g a s T E L E C O M U N I C A Ç Õ E S A l g a r T e l e c o m T I M T e l e f ô n i c a C i e l o W a y r a E L E T R O - E L E T R Ô N I C O P h i l i p s S i e m e n s S a m s u m g W h i r l p o o l O U T R O S S E T O R E S R h o d i a I n h o t i m V o t o r a n t i m C i m e n t o s I n t e r c e m e n t S a i n t - G o b a i n A c c e n t u r e M c K i n s e y G r u p o P r o m o n B a n c o B M G B D M G D a s s A n d r i t z T T r a n s L a b t e s t P r e c o n A c q u a M a n a g e r
  12. 12. multidisciplinares transparentes simples sistêmicos c u r i o s o s estratégicos estudiosos inquietos otimistas profundos comprometidos abertos
  13. 13. COMO PENSAMOS A reunião de pessoas que pensam em conjunto fatores humanos, viabilidade tecnológica e modelos atraentes e sustentáveis de negócios produz inovações mais robustas. Navegamos pelo comportamento das pessoas, seus desejos não expressos, por tecnologias existentes ou ainda por vir, e pela arte de transformar tudo isso em novos negócios, estratégias, produtos, serviços, processos, experiências ou estruturas de inovação. Somos híbridos.
  14. 14. GERAR SOLUÇÕES © INVENTTA
  15. 15. © INVENTTA GERAR SOLUÇÕES
  16. 16. A L G U M A S E X P E R I Ê N C I A S
  17. 17. V&M DO BRASIL Busca de oportunidades de inovação dentro do mercado de tubos mecânicos com a posterior criação de inovações sistêmicas objetivos Co-criação com todos os agentes envolvidos no processo com o posterior desenvolvimento de 4 projetos de inovação integradores e sistêmicos Identificação de 10 drivers de inovação Diagnóstico e identificação do cenários interno e externo do mercado de tubos mecânicos resultados MERGULHO NO DIA-A-DIA DE TODOS OS AGENTES ENVOLVIDOS, BUSCA DE TECNOLOGIAS E MAPEAMENTO DE TENDÊNCIAS 1 IDENTIFICAÇÃO E DEFINIÇÃO DOS DRIVERS (BASES) DE ONDE A INOVAÇÃO DEVE REALMENTE ATUAR 2 IDEAÇÃO E CRIAÇÃO DOS PROJETOS DE INOVAÇÃO EM CONJUNTO COM OS AGENTES 3 INOVAÇÃO COMERCIAL
  18. 18. MODELAGEM DE NEGÓCIO Modelagem do plano de negócios da ferramenta WebAgritec, uma plataforma integradora de atividades rurais desenvolvida pela Embrapa e licenciada pelas empresas R3zis e Canal Rural objetivos Análise de viabilidade econômica Plano de Negócio Definição da proposta de valor, público alvo, relacionamentos e parcerias Análise de substitutos e novos entrantes resultados O projeto envolveu a imersão e análise de possibilidades através de entrevistas com stakeholders, mapeamento de toda a cadeia e identificação de possíveis substitutos da tecnologia. Em segunda instância, foram avaliados e ajustadas propostas do Plano de Negócio através de um workshop conjunto com todos os envolvidos no projeto. E na sua etapa final foi realizada a análise financeira do modelo criado, e criação do escopo final do plano. IMAGENS ILUSTRATIVAS DAS ANÁLISES E PROJEÇÕES FINANCEIRAS
  19. 19. MODELAGEM DE NEGÓCIO Estudo e criação de um modelo viável para a logística reversa dos resíduos eletroeletrônicos de consumo objetivos Modelo conceitual direcionador para o processo decisório dos atores que deverão compor o sistema Análise de viabilidade econômica com estimativas de custos e investimentos necessários Mapeamento e análise de experiências nacionais e internacionais de logística reversa Recomendações para implantação eficaz da logística reversa de equipamentos eletroeletrônicosresultados ‘’O trabalho realizado pela Inventta+drive foi fundamental para dar suporte às ações do Grupo de Trabalho Temático e servirá como parâmetro para que os setores apresentem suas propostas de acordo setorial’’ Beatriz Martins Carneiro Coordenadora geral do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
  20. 20. objetivos Diagnóstico do ambiente de inovação, com a identificação da cultura, ambiente, processos e ferramentas existentes. ESTRUTURAÇÃO DA GESTÃO DA INOVAÇÃO Grupos de construção com cerca de 450 participantes da empresa envolvidos gerando mais de 130 projetos de inovação, sendo que destes, 12 já estão em plena execução Co-desenho do modelo, processos e estruturas de inovação Construção do plano de ação de 2013 para a implementação de um novo processo de inovação resultados MODELO MODELO DE NEGÓCIO MODELO DE REDE PROCESSO PROCESSO DE CAPACITAÇÃO PROCESSO PRINCIPAL OFERTA PERFORMANCE DO PRODUTO SISTEMA DO PRODUTO SERVIÇO ENTREGA CANAIS MARCA EXPERIÊNCIA Volume de Esforços de Inovação 1999 - 2009 Baixo Alto Baixo Alto Criação de Valor Acumulada 1999 - 2009FONTE: DOBLIN GROUP | MONITOR OS DIFERENTES TIPOS DE INOVAÇÃO O projeto envolveu a criação de Grupos de Construção multi-disciplinares que aturam em diversas esferas: • Conhecimento de novas metodologias • Conexão da equipe Saint-Gobain com os seus clientes • Pesquisas etnográficas em campo • Prototipação rápida de todos projetos propostos
  21. 21. objetivos Originação de oportunidades de investimentos em empresas de base tecnológica CORPORATE VENTURING resultados 3 empresas enviadas para análise do Comitê de Investimentos Aprofundamento da análise de oportunidade em 20 empresas Cerca de 60 empresas mapeadas FASE 1) - Acionamento da rede de contatos e mapeamento de bases internas - Busca em bases secundárias FASE 2) - Reuniões com sócios com análises de informações do negócio, do mercado e avaliação e construção dos critérios para seleção FASE 3) - Visitas às empresas pré-qualificadas - Desenvolvimento de uma análise detalhada e valoração da oportunidade - Estabelecimento das bases de negociação Mapeamento de Oportunidades Priorização para Abordagem Abordagem e Análise Preliminar Seleção para aprofundamento da Análise Análise Detalhada Seleção para investimento PROCESSO DE ORIGINAÇÃO DE OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO FASE 1 FASE 2 FASE 3
  22. 22. Construção de um modelo conceitual (business case) para a atuação de um centro de pesquisa e desenvolvimento objetivos Maior nota no edital de licitação do terreno na Ilha do Fundão (RJ) Definição das linhas de atuação do centro de P&D Alinhamento entre a equipe da Siemens sobre as atividades do Centro resultados ESTRUTURAÇÃO DE CENTRO DE P&D “A parceria com a Inventta mostrou-se muita profícua, pois aliou a clara estratégia de localização da Siemens no país, com a grande experiência deste parceiro em gestão de inovação, na estruturação de atividades e centros de P&D e no enquadramento de fomentos públicos para compartilhamento de riscos. A Inventta, reconhecida no mercado pela sua competência e seriedade, está nos ajudando a ampliar ainda mais as oportunidades em projetos inovadores no país.” Ronald Dauscha Diretor Corporativo de Tecnologia e Inovação IMAGEM ILUSTRATIVA DO CENTRO SIEMENS DE P&D
  23. 23. Avaliar e estruturar a implementação um Centro de Pesquisas, com foco de pesquisa diferenciado das atividades atuais da empresa objetivos Aprovação do investimento no novo centro de P&D pelos acionistas Estabelecimento de convênios e programa de bolsas com universidades Plano de comunicação com stakeholders desenhado Conquista do terreno no parque tecnológio do Fundão 2 projetos de captação de recursos aprovados resultados ESTRUTURAÇÃO DE CENTRO DE P&D Como principais atividades do trabalho, destacam-se: - Articular a implantação do centro dentro de um Parque Tecnológico - Avaliar possíveis linhas de pesquisa que estejam relacionadas com objetivos da empresa e demandas do setor - Dimensionar o investimento em estrutura física e equipamentos - Avaliar a equipe técnica necessária para funcionamento do centro - Desenhar o modelo de atuação - Identificar as opções de captação de recursos, subvenção e fomento - Estruturar um Business Case da oportunidade, que permita sua avaliação pela auto gestão Escopo de Atuação / Estratégia Parceiros Potenciais Projetos Potenciais Estrutura Organizacional e Processos Infra-estrutura Investimento / Retorno Recursos de Fomento / Subvenção Aprovação Interna PROCESSO DE ESTRUTURAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO CENTRO DE P&D
  24. 24. Mapeamento de competências tecnológicas (recursos humanos, infra-estrutura, prop. intelectual) relacionados ao setor de O&G objetivos >"50" De"21"a"50" De"1"a"20" Legenda:( Rio$de$Janeiro$ São$Paulo$ Porto"Alegre" Campinas" Salvador" Recife" Natal" Curi?ba" Niterói"*" Florianópolis" Belo"Horizonte" Vitória" Fortaleza" João"Pessoa" São"Cristovão" Campina" Grande" Belém" Brasília" Manaus" Maceió" Campo"dos"Goytacazes" São"José"dos" Campos" São"Luís" Aracajú" Mossoró" Itajubá" Pelotas" São"Leopoldo" Rio"Grande" Santos" São"Carlos"Campo" Grande" Joinville" Ouro"Preto" Teresina" Anápolis" Goiânia" Caxias"do"Sul" Blumenau" Canoas" Itajaí" Guarulhos" Vitória"da"conquista" Maringá" Londrina" Teófilo"Otoni" Uberlândia" Petrópolis" Piracicaba" Taubaté" Viçosa" Boa"vista" Arraial"do"Cabo" Cáceres" Erechin" Ilhéus" Juiz"de" Fora" Guarapuava" Palmas" Lavras" Tirol" Ponta"Grossa" Santarém" Seropedica" Grupos de Pesquisa em O&G no Brasil MAPEAMENTO DE COMPETÊNCIAS TECNOLÓGICAS constatações Hegemonia Petrobras1 apesar de algumas outras empresas estarem tentando influenciar projetos de pesquisa; Boa infra-estrutura2 Em geral os grupos de pesquisa em O&G no Brasil possuem capacidade tecnológica elevada e boa infra-estrutura, principalmente bancada por projetos em colaboração com a Petrobras; Mais recursos para engenharia Os grupos com mais infra-estrutura em geral são de engenharia. Soluções mais científicas ou soluções cruzadas em geral estão com menor disponibilidade de recursos; 3
  25. 25. Elaborar um plano estratégico para a área de pesquisa & inovação que alavancasse a evolução e consolidação da área dentro da organização objetivos PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA constatações Revisão do modelo de atuação da área, com priorização de iniciativas e elaboração do plano de operacionalização do modelo Revisão e estruturação de programas de pesquisa com visão de curto, médio e longo prazo Elaboração de 2 mapas tecnológicos relacionados a mercados prioritários ou demandas estratégicas da Cia. Elaboração de um estudo de rotas tecnológicas para o processo produtivo Construção da ferramenta e método de planejamento tecnológico e preparação da equipe interna para continuidade do processo Identificação de gaps tecnológicos relacionados a competências e infraestrutura Planejamento* Tecnológico* •  Gaps*Tecnológicos* •  Make*or*Buy* •  Desenvolvimento*de* competências* •  Linhas*Temá@cas* Mapeamento*Interno* de*Competências*/* Tecnologias* Competências*/* Tecnologias* Internas* •  Árvore de competências •  Scorecard de competências/ tecnologias hoje* futuro* Plano* Estratégico* Demandas* Tecnológicas* •  Cenários* (macroeconômico,* social,*de*negócio)* •  Necessidades*e* demandas*dos*clientes* Prospecção* Tecnológica* Tendências* Tecnológicas* •  Techonology* Roadmap* •  Workshops*/* entrevistas*com* especialistas* Monitoramento* Tecnológico* Competências*/* Tecnologias* Externas* •  Mapeamento*de* patentes*e* publicações* •  Matriz*de* desenvolvimento* de*tecnologias* Visão* Gestão'de' Competências' Gestão'do'Por3ólio'de' Projetos' Captação'de'Recursos' Diferenciada' Venda'Interna'da'Área' Gestão de Portfólio de Projetos Gestão de Competências Captação de Recursos Diferenciada Venda Interna da Área
  26. 26. objetivos Estabelecer valores de referência que orientem a tomada de decisão, a negociação e mitiguem os riscos de se investir no conhecimento de ponta. VALORAÇÃO DE TECNOLOGIA Contrato de parceria firmado entre a Petrobras e a BIOeCON, visando explorar o novo processo de conversão de biomassa Modelo de valoração realizado permite a tomada de decisão orientada pelos resultados de cada etapa, tornando-se uma ferramenta robusta para a gestão de riscos do projeto resultados VPL 13,5 19,23 50,37 Valor Justo (Esperado) da tecnologia diante da informação disponível em junho de 2009 2018 Ano Expectativa de valor ao longo do desenvolvimento 2015 2011 2009 Ef. Alta (100%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Média (80%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Baixa (60%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Alta (100%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Média (85%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Baixa (70%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Hemicelulose + Celulose Celulose 55% 35% 10% DMI + Isossorbida 40% 60% Hoje 65% 35% Ef. Alta (100%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Média 80%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Baixa (60%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Alta (100%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Média (85%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Ef. Baixa (70%) Var Capex 0% Var Capex +50% 50% 50% Hemicelulose + Celulose Celulose Isossorbida 40% 60% 40% 35% 25% 55% 35% 10% 40% 35% 25% A metodologia utilizada foi baseada na teoria das opções reais, envolvendo a empresa BIOeCON, detentora de notável conhecimento em processos para conversão de biomassa, e a Petrobras, organização com recursos financeiros para investir, dar suporte ao desenvolvimento tecnológico e levar a tecnologia ao mercado. IMAGENS ILUSTRATIVAS DA METODOLOGIA BASEADA NA TEORIA DE OPÇÕES REAIS
  27. 27. Mapear oportunidades de captação de recursos para inovação relacionadas às principais linhas de P&D da empresa objetivos Oportunidades de fomento em todo o Brasil compiladas de acordo com a aderência aos projetos de inovação da Dass. A aproximação do Grupo Dass junto aos órgãos de fomento. Reuniões presenciais com Finep, BNDES e Fapergs. Alinhamento entre a alta gestão da estratégia de P&D da empresa. O projeto trouxe uma visão de futuro para a empresa quanto ao financiamento das atividades de P&D.resultados Definição da Estratégia de Abordagem às Fontes de Fomento Abordagens aos Órgãos de Fomento Workshop para Validação com a Alta Gestão Levantamento Interno de Linhas Temáticas de P&D Mapeamento das Oportunidades de Fomento para o Setor Como principais atividades do trabalho, destacam-se: - Mapeamento das oportunidades de fomento mais aderentes à atuação em inovação da empresa. - Levantamento das principais linhas de P&D do Grupo DASS. - Validação das principais oportunidades de captação de recursos com a alta gestão. - Abordagem aos órgãos de fomento para apresentação institucional da empresa e da sua estratégia de P&D CAPTAÇÃO DE RECURSOS
  28. 28. Estruturar o Centro de Inovação Tecnológica da Fiat Powertrain e mapear oportunidades de captação de recursos para inovação relacionadas às principais linhas de P&D da empresa objetivos - Estruturação do Comitê da Inovação - Desenvolvimento da Cultura da Inovação - Prospecção Tecnológica (Elaboração do Technology Roadmapping) - Análise do Potencial Interno de Inovação - Busca de oportunidades de fomento à inovação tecnológica Encaminha(( Demanda( Avalia(Demanda( e(Lança(Edital( Edital Mestres e Doutores na Empresa CAPTAÇÃO DE RECURSOS
  29. 29. Identificar novas oportunidades de fomento à inovação para a Natura e mobilizar os pesquisadores para a captação de recursos externos objetivos Como principais atividades do trabalho, destacam-se: - Desenvolvimento do “Radar de fomento” para o público interno. - Consiste em um sistema de informação, estruturado como uma página eletrônica e uma newsletter a ser enviada por e-mail, contendo oportunidades adequadas às linhas de pesquisa existentes na Natura. - Diretrizes do projeto: seleção e hierarquização das informações relacionadas, fácil acesso, layout condizente à identidade da empresa, legibilidade e usabilidade. CAPTAÇÃO DE RECURSOS
  30. 30. Divulgar as oportunidades de fomento nacionais e internacionais para grandes e médias empresas, universidades e órgãos governamentais, a fim de otimizar a utilização de recursos para inovação tecnológica objetivos - Em agosto de 2011, a Inventta recebeu no escritório de Belo Horizonte, 20 empresas e ICTs interessadas em fomento. Em outubro de 2011, o evento foi realizado em São Paulo. - Os encontros contaram com a participação de Paulo Egler do B.Bice do MCTI - Durante cerca de 4 horas, representantes da Brasil Foods, BDMG, Cemig, Chemtech, CSN, Fiat, Fibria, Fiocruz, Johnson & Johnson, Marisol, Samarco, Usiminas, Vallé, Verti e Stefanini puderam conhecer e debater as oportunidades trazidas pelo fomento nacional e internacional. - Em 25 de abril de 2012, foi realizado em Porto Alegre o Chimarrão com Fomento, que reuniu um público de mais de 90 pessoas, dentre empresas e universidades, para discutir as oportunidades do uso dos Incentivos Fiscais à Inovação Tecnológica e Captação de Recursos Nacionais e Internacionais. - A Inventta, a PUC-RS e a FAPERGS se juntaram para levar aos empresários do Rio Grande do Sul mais qualificação na busca de recursos para desenvolver seus projetos de inovação. EVENTOS PARA DIVULGAÇÃO DE OPORTUNIDADES DE FOMENTO
  31. 31. C A M P I N A S + 5 5 ( 1 9 ) 3 2 8 9 - 0 3 5 3 B E L O H O R I Z O N T E + 5 5 ( 3 1 ) 3 3 3 7 - 7 4 1 8 B O G O T Á + 5 7 + 1 6 9 1 - 5 9 5 6 c o n t a t o @ i n v e n t t a . n e t
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×