0
Relações Públicas Electrónicas<br />Blogging<br />
Introdução<br />No actual contexto organizacional…<br />Rapidez dos fluxos de informação<br />Mutabilidade da envolvente<b...
 Necessidade de transparência.</li></li></ul><li>A Internet ajuda a responder a esta dinâmica, ganhando um  importante rel...
O Blogue<br />Site cuja estrutura permite a actualização rápida de informação a partir de acréscimos de posts<br />Os post...
Subtítulo<br />Título<br />Páginas Secundárias<br />Motor de busca Interno<br />Data da publicação<br />Categorias<br />Fe...
O Blogue<br />Formatos de Blogues:<br />Microblogue<br />Fotoblogue<br />Videoblogue<br />Metablogue<br />Moblogue<br />Ed...
A escolha do Blogue<br />Blogues Pagos<br />Blogues Gratuitos<br />- Alojamento em domínio próprio;<br /><ul><li> Endereço...
 Possibilidade de ganhar dinheiro online;
 Maior reforço da identidade organizacional;
 Maior capacidade de alojamento de informação;
 Possibilidade de participação de um maior número de autores.
 Hospedagem ilimitada;
 Liberdade de alterar o template dentro das hipóteses predefinidas;
 Não possui fee mensal;
 Liberdade de utilização do domínio próprio;
 Limitação do uso de recursos;
 Velocidade de criação e actualização.</li></li></ul><li>Interacção com os Públicos<br />Os blogues possibilitam:<br />Os ...
Partilha de Conhecimento<br />Blogue<br />Bloguer<br />Posts<br />Publica no seu blogue...<br />Lê e acha interessante...<...
Potencial de Risco para a Organização<br />Possíveis Riscos<br />Possíveis Soluções<br />Direitos de Autor<br />ISBN – Int...
Serviços de Apoio à Implementação<br />Custom CSS<br />Códigos Javascript<br />Custom Template<br />Permite mudanças na UR...
Como Implementar<br />Saber a quem se pretende chegar;<br />1.<br />Escolher o software para a criação do blogue;<br />2.<...
Políticas de Utilização<br />Tipos de Limites<br />Termos de Serviço<br /><ul><li> Conteúdo Adulto
 Segurança para crianças
 Incitação ao ódio ou à intolerância
 Conteúdo imoral
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apresentação RPE

658

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
658
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Apresentação RPE"

  1. 1. Relações Públicas Electrónicas<br />Blogging<br />
  2. 2. Introdução<br />No actual contexto organizacional…<br />Rapidez dos fluxos de informação<br />Mutabilidade da envolvente<br />Públicos activos, interessados, com poder de acção e decisão<br />- Maior preocupação das empresas na aproximação ao cliente;<br /><ul><li> Maior urgência e rapidez da comunicação conduzida;
  3. 3. Necessidade de transparência.</li></li></ul><li>A Internet ajuda a responder a esta dinâmica, ganhando um importante relevo na sociedade actual<br />4,5 milhões de utilizadores de Internet em Portugal, cerca de 10 vezes mais que nos últimos 13 anos. (Marketest; 2009)<br />A Internet possui assim uma importância cada vez maior no auxílio à prática das Relações Públicas nas Organizações <br />
  4. 4. O Blogue<br />Site cuja estrutura permite a actualização rápida de informação a partir de acréscimos de posts<br />Os posts podem ser compostos por textos, imagens, diagramas, vídeos, documentos áudio, permitindo uma maior personalização dos conteúdos<br />Uma particularidade do blogue é a possibilidade dos leitores, interagiram com o autor e com outros leitores, perfazendo uma dinâmica tal que são os leitores que determinam o sucesso do blogue<br />Um blogue dá uma voz própria às pessoas na Web possibilitando a partilha e difusão de ideias em tempo real quer se tratem de comentários políticos, organizacionais ou pessoais<br />
  5. 5. Subtítulo<br />Título<br />Páginas Secundárias<br />Motor de busca Interno<br />Data da publicação<br />Categorias<br />Feeds<br />Plugins<br />Nº de comentários<br />Estatisticas<br />
  6. 6. O Blogue<br />Formatos de Blogues:<br />Microblogue<br />Fotoblogue<br />Videoblogue<br />Metablogue<br />Moblogue<br />Edublogue (Blogues Educacionais)<br />K-Blogues (Blogues de Conhecimento)<br />
  7. 7. A escolha do Blogue<br />Blogues Pagos<br />Blogues Gratuitos<br />- Alojamento em domínio próprio;<br /><ul><li> Endereço exclusivo
  8. 8. Possibilidade de ganhar dinheiro online;
  9. 9. Maior reforço da identidade organizacional;
  10. 10. Maior capacidade de alojamento de informação;
  11. 11. Possibilidade de participação de um maior número de autores.
  12. 12. Hospedagem ilimitada;
  13. 13. Liberdade de alterar o template dentro das hipóteses predefinidas;
  14. 14. Não possui fee mensal;
  15. 15. Liberdade de utilização do domínio próprio;
  16. 16. Limitação do uso de recursos;
  17. 17. Velocidade de criação e actualização.</li></li></ul><li>Interacção com os Públicos<br />Os blogues possibilitam:<br />Os blogues possibilitam à Organização:<br />Que os leitores deixem os seus comentários;<br />Promover produtos, serviços e eventos;<br />Que os leitores determinem o seu sucesso;<br />Dar informações (serviço pós-venda);<br />Que os leitores interajam uns com os outros;<br />Promover a visão da organização;<br />Que os leitores interajam com o autor;<br />Promover a Responsabilidade Social da Empresa;<br />Que qualquer um se torne bloguer.<br />Divulgar informação sobre a organização;<br />Obter feedback dos seus públicos;<br />Promover o diálogo com os colaboradores.<br />
  18. 18. Partilha de Conhecimento<br />Blogue<br />Bloguer<br />Posts<br />Publica no seu blogue...<br />Lê e acha interessante...<br />Outro Bloguer<br />Outro Blogue<br />Outros Posts<br />Coloca um link que remete para a fonte...<br />Aumenta as probabilidades de encontrar conteúdo interessante.<br />
  19. 19. Potencial de Risco para a Organização<br />Possíveis Riscos<br />Possíveis Soluções<br />Direitos de Autor<br />ISBN – International Standard Book Number<br />CC – Creative Commons<br />Credibilidade<br />WOMMA – Word of Mouth Marketing Association<br />Manutenção<br />Transparência<br />Privacidade<br />Divulgação<br />Verdade<br />Referências<br />
  20. 20. Serviços de Apoio à Implementação<br />Custom CSS<br />Códigos Javascript<br />Custom Template<br />Permite mudanças na URL do blogue<br />Embed Objects (Flash)<br />Registo Gratuito<br />Blogues Múltiplos<br />Grupos de Blogues<br />Blogues Privados<br />Feed (RSS)<br />Uploads<br />Domínio Próprio<br />Posts via e-mail<br />Serviço de Pinging<br />Open Source<br />Gerenciamento de Links<br />Widget<br />Ajuda e FAQ’s<br />Limitações à publicidade<br />Sistema de Análise de visitas imbutido<br />Sistema de Análise de feeds imbutido<br />Anti-Spam<br />Plugins<br />Permite criação de novas páginas<br />Moderação e edição de comentários<br />Empresas Privadas<br />Contratação do Serviço<br />Preenchimento de um formulário com o perfil da empresa<br />Criação da primeira versão do blogue<br />Ajustes conforme a solicitação dos clientes<br />Publicação do blogue<br />
  21. 21. Como Implementar<br />Saber a quem se pretende chegar;<br />1.<br />Escolher o software para a criação do blogue;<br />2.<br />Pensar cuidadosamente no nome ou slogan do blogue;<br />3.<br />Escolher um URL para o blogue;<br />4.<br />Escolher o aspecto gráfico;<br />5.<br />Definir a password de acesso ao blogue;<br />6.<br />O aspecto do blogue não deve ser completamente idêntico ao do site da empresa;<br />7.<br />Optar por activar ou não os comentários ao blogue;<br />8.<br />Incluir uma página com as informações básicas da organização.<br />9.<br />
  22. 22. Políticas de Utilização<br />Tipos de Limites<br />Termos de Serviço<br /><ul><li> Conteúdo Adulto
  23. 23. Segurança para crianças
  24. 24. Incitação ao ódio ou à intolerância
  25. 25. Conteúdo imoral
  26. 26. Violência
  27. 27. Direitos de autor
  28. 28. Informações pessoais e confidenciais
  29. 29. Roubo de identidade
  30. 30. Actividades ilegais
  31. 31. Spam
  32. 32. Malware e vírus</li></ul>O utilizador deve:<br /><ul><li> Responsabilizar-se pelo seu uso do serviço;
  33. 33. Concordar com a política de conteúdo;
  34. 34. Concordar com a política de privacidade;
  35. 35. Ser detentor de todas as patentes;
  36. 36. Poder optar por enviar, postar e publicar sob uma licença pública;
  37. 37. Concordar em não reproduzir, duplicar, copiar, vender, trocar, revender ou explorar o serviço. </li></li></ul><li>Optimização<br />Um título e uma descrição<br />1.<br />Como funcionam os motores de busca<br />2.<br />Classificação do conteúdo do blogue<br />3.<br />A rede<br />4.<br />Encontrar um blogue<br />5.<br />Pesquisar por blogues<br />6.<br />Actualizações do blogue<br />7.<br />O aspecto gráfico do blogue<br />8.<br />
  38. 38. Ferramentas Existentes<br />Agregadores de Conteúdos:<br />Social News & Bookmarking<br />RSS<br />Página Pessoal<br />
  39. 39. Ferramentas de Pesquisa:<br />Pesquisa de Blogues<br />Pesquisa em Fóruns<br />Pesquisa no Twitter<br />Message Groups<br />
  40. 40. Ferramentas de Monitorização:<br />Tags & Keywords<br />Alertas<br />Comments<br />Ferramentas de Análise de Tendências:<br />
  41. 41. Métricas – Dados Disponíveis<br />Disponíveis ao público<br />(Blogger e Wordpress)<br />Disponíveis a um grupo restrito (Wordpress)<br />Nº de visitas<br />Nº total de visitas a uma única página do site<br />Nº de posts<br />Nº de vezes que uma página especifica serviu de entrada para o site<br />Nº de comentários<br />Nº de visualizações de cada página<br />Data das publicações<br />Nº total de visitantes ao site durante um período solicitado<br />Nº total de consultas sobre determinada dimensão selecionada<br />Através de que palavras acedeu ao blogue nos motores de pesquisa<br />Nº de visualizações após o uso do recurso de busca interno do blogue<br />
  42. 42. Dados Extra disponibilizados após o registo do blogue no Google Analytics:<br />O número de visitantes, cuja visita ao site foi marcada como uma visita pela primeira vez.<br />Quanto tempo um visitante gasta em determinada página ou conjunto de páginas.<br />A duração total de todas as sessões do visitante.<br />O número de diferentes páginas dentro de uma visita, resume todas as visitas.<br />A duração da visita ao site, onde o uso do recurso de busca interno ocorreu.<br />O número de aperfeiçoamentos feitos sobre uma pesquisa interna.<br />O número de visitas ao site que usaram o recurso de busca interno.<br />O número total de visitas ao seu site, onde o uso do recurso de busca interno ocorreu.<br />
  43. 43. Avaliação<br />Activação do serviço através de uma conta Google<br />Adquirir publicidade altamente segmentada<br />Baseada no sistema de custo por clique, custo por impressões ou custo por acção<br />Registar o blogue<br />Inserir código nas páginas registadas<br />São exibidos juntamente com os resultados de pesquisa do Google assim como em sites de pesquisa e de conteúdo da crescente rede de anúncios da Google.<br />Estatísticas de visita são enviadas<br />
  44. 44. Blogues em contexto organizacional<br />Blogues organizacionais externos<br />Sales Blogs – Blogues de Vendas<br />Relationship Blogs – Blogues de Relacionamento<br />Branding Blogs – Blogues Institucionais<br />Blogues organizacionais internos<br />Knowledge Blogs – Blogues de Conhecimento<br />Collaboration Blogs – Blogues de Cooperação<br />Culture Blogues – Blogues de Cultura Organizacional<br />
  45. 45. Desvantagens<br />Vantagens<br />1. Tornar a empresa perita na sua área de negócio<br />1. Possibilidade de postar conteúdos ofensivos e ausência de controlo de conteúdos<br />2. Melhorar o relacionamento com os clientes, potenciais clientes e meios de comunicação social<br />2. Participação forçada ou fictícia<br />3. Melhorar a colaboração e cooperação interna<br />3. Cepticismo em relação à utilização do blogue por parte das empresas<br />4. Gerir o conhecimento/informação<br />4. Transmissão de informação confidencial<br />5. Testar ideias ou produtos<br />5. Difusão de uma possível mensagem negativa<br />6. Posicionar a empresa no topo dos motores de busca<br />6. Respostas no blogue da empresa não identificadas<br />
  46. 46. Gestão de Risco<br />Participação aberta e honesta na blogosfera<br />Fazer campanhas em links patrocinados , garantir a procura natural, incentivar conteúdo viral ou buzz, usar redes de links, dinamizar os comentários<br />Canalizar possíveis manifestações de descontentamento público relativamente à marca ou aos produtos<br />Estar constantemente a inovar porque o público “blogger” é mais exigente e discute em tempo real, sendo que considera que a informação que lhes é dada nunca é suficiente<br />Monitorizar os posts e comentários colocados no blogues<br />Ter a noção de que a blogosfera contém públicos com diversas características e atitudes<br />A empresa não deve produzir mensagens fazendo-se passar por outro utilizador. <br />
  47. 47. Cronograma de Implementação<br />Organização<br />Contratação de uma empresa outsourcing<br />A cargo do profissional de relações públicas<br />Contratação de um novo colaborador (estagiário)<br />Remuneração pelas horas extra dispendidas na elaboração/manutenção do blogue<br />
  48. 48. Obrigado.<br />
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×