Your SlideShare is downloading. ×
Exercícios 2º ano 1ºb
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Exercícios 2º ano 1ºb

4,726
views

Published on

Professor bento

Professor bento


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
4,726
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Lista de exercícios para casa. Fazer todos os cálculos necessários no caderno . 1 Professor Bento – Química Email: bento.química@hotmail.com1. (UERJ) O gráfico a seguir, que mostra a variação da solubilidade do dicromato de potássiona água em função da temperatura, foi apresentado em uma aula prática sobre misturas e suasclassificações. Em seguida, foram preparadas seis misturas sob agitação enérgica, utilizandodicromato de potássio sólido e água pura em diferentes temperaturas, conforme o esquema:Após a estabilização dessas misturas, o número de sistemas homogêneos e o número desistemas heterogêneos formados correspondem, respectivamente,(A) 5 - 1(B) 4 - 2(C) 3 - 3(D) 1 - 5(E) 3 - 42. (FATEC) A partir do gráfico a seguir são feitas as afirmações de I a IV.I. Se acrescentarmos 250 g de NH4NO3 a 50 g de água a 60 °C, obteremos uma soluçãosaturada com corpo de chão.
  • 2. 2II. A dissolução, em água, do NH4NO3 e do NaI ocorre com liberação e absorção de calor,respectivamente.III. A 40 °C, o NaI é mais solúvel que o NaBr e menos solúvel que o NH4NO3.IV. Quando uma solução aquosa saturada de NH4NO3, inicialmente preparada a 60 °C, forresfriada a 10 °C, obteremos uma solução insaturada.Está correto apenas o que se afirma em(A) I e II.(B) I e III.(C) I e IV.(D) II e III.(E) III e IV.3. (UFRGS) Observe o gráfico a seguir, que representa a variação da solubilidade de sais coma temperatura.Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as seguintes afirmações, feitas por um estudante aotentar interpretar esse gráfico.( ) O cloreto de sódio e o sulfato de lítio apresentam solubilidade constante no intervaloconsiderado.( ) No intervalo de O °C a 100 °C, a solubilidade do iodeto de potássio é aproximadamenteduas vezes maior que a do nitrato de sódio.( ) O nitrato de prata é o sal que apresenta o maior valor de solubilidade a O °C.( ) A solubilidade do iodeto de potássio a 100 °C é aproximadamente igual a 200 g/L.( ) Quatro dos sais mostrados no gráfico apresentam aumento da solubilidade com atemperatura no intervalo de O °C a 35 °C.( ) A 20 °C, as solubilidades do cloreto de sódio e só sulfato de sódios são iguais.A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é(A) V - F- V - F - F - F.(B) F - V - F - V - F - F.(C) F - F - F - F - V - V.(D) V - F - F - V - F – V(E) F- V - V - F - V - F.4. (PUCRIO) Observe o gráfico a seguir.
  • 3. 3A quantidade de clorato de sódio capaz de atingir a saturação em 500 g de água natemperatura de 60 °C, em grama, é aproximadamente igual a(A) 70(B) 140(C) 210(D) 480(E) 7005. (UFMG) Numa aula no Laboratório de Química, os alunos prepararam, sob supervisão doprofessor, duas soluções aquosas, uma de cloreto de potássio, KCℓ, e uma de cloreto de cálcio,CaCℓ2. Após observarem a variação da temperatura em função do tempo, durante o preparo decada uma dessas soluções, os alunos elaboraram este gráfico:Considerando-se as informações fornecidas por esse gráfico e outros conhecimentos sobre oassunto, é CORRETO afirmar que(A) a dissolução do CaCℓ2 diminui a energia cinética média das moléculas de água.(B) a dissolução do KCℓ é um processo exotérmico.(C) a entalpia de dissolução do CaCℓ2 é maior que zero.(D) a solubilidade do KCℓ aumenta com o aumento da temperatura.6. (UFAL) Considere os seguintes dados:- Solubilidade em água à temperatura ambiente.- NaNO3 ... 90 g/100 g de H2O; massa molar (g/mol) = 85.Sua solubilidade aumenta quando aumenta a temperatura.- NaCℓ ... 38 g/100 g de H2O; massa molar (g/mol) = 58.Sua solubilidade é praticamente constante quando aumenta a temperatura.- Ce2(SO4)3 ... 5 g/100 g de H2OSua solubilidade diminui quando aumenta a temperatura.Com esses dados, afirma-se que
  • 4. 4 (A) À temperatura ambiente, quando a solubilidade é expressa em mol do soluto/100 g H2O, oNaCℓ é mais solúvel do que o NaNO3.(B) À temperatura ambiente, uma solução saturada de NaCℓ contém mais mols de íons Na+ doque uma solução saturada de NaNO3.(C) A dissolução de NaNO3 em água é um processo endotérmico.(D) A dissolução do NaCℓ em água deve ocorrer com pequeno efeito térmico.(E) A dissolução do Ce2(SO4)3 em água deve ocorrer com liberação de energia.7. (PUCMG) O gráfico representa as curvas de solubilidade de alguns sais em água.De acordo com o gráfico, podemos concluir que(A) a substância mais solúvel em água a 40 °C é o nitrito de sódio.(B) a temperatura não afeta a solubilidade do cloreto de sódio.(C) o cloreto de potássio é mais solúvel que o cloreto de sódio à temperatura ambiente.(D) a massa de clorato de potássio capaz de saturar 200 mL de água, a 30 °C, é de 20 g.8. (PUCSP) O gráfico a seguir representa a curva de solubilidade do nitrato de potássio (KNO3)em água.A 70 °C, foram preparadas duas soluções, cada uma contendo 70 g de nitrato de potássio(KNO3) e 200 g de água. A primeira solução foi mantida a 70 °C e, após a evaporação de umacerta massa de água (m), houve início de precipitação do sólido. A outra solução foi resfriada auma temperatura (t) em que se percebeu o início da precipitação do sal.A análise do gráfico permite inferir que os valores aproximados da massa m e da temperatura tsão, respectivamente,(A) m = 50 g e t = 45 °C(B) m = 150 g e t = 22 °C(C) m = 100 g e t = 22 °C(D) m = 150 g e t = 35 °C
  • 5. 5(E) m = 100 g e t = 45 °C9. (CPS) Em uma das Etecs, após uma partida de basquete sob sol forte, um dos alunos passoumal e foi levado ao pronto-socorro.O médico diagnosticou desidratação e por isso o aluno ficou em observação, recebendo sorona veia.No dia seguinte, a professora de Química usou o fato para ensinar aos alunos a preparação dosoro caseiro, que é um bom recurso para evitar a desidratação.Soro CaseiroUm litro de água fervidaUma colher (de café) de salUma colher (de sopa) de açúcarApós a explicação, os alunos estudaram a solubilidade dos dois compostos em água, usadosna preparação do soro, realizando dois experimentos:I. Pesar 50 g de açúcar (sacarose) e adicionar em um béquer que continha 100 g de água sobagitação.II. Pesar 50 g de sal (cloreto de sódio) e adicionar em um béquer que continha 100 g de águasob agitação.Após deixar os sistemas em repouso, eles deveriam observar se houve formação de corpo dechão (depósito de substância que não se dissolveu). Em caso positivo, eles deveriam filtrar,secar, pesar o material em excesso e ilustrar o procedimento.Um grupo elaborou os seguintes esquemas:Analisando os esquemas elaborados, é possível afirmar que, nas condições em que foramrealizados os experimentos,(A) o sistema I é homogêneo e bifásico.(B) o sistema II é uma solução homogênea.(C) o sal é mais solúvel em água que a sacarose.(d) a solubilidade da sacarose em água é 50 g por 100 g de água.(E) a solubilidade do cloreto de sódio (NaCℓ) em água é de 36 g por 100 g de água.10. (ENEM) Devido ao seu alto teor de sais, a água do mar é imprópria para o consumohumano e para a maioria dos usos da água doce. No entanto, para a indústria, a água do mar éde grande interesse, uma vez que os sais presentes podem servir de matérias-primasimportantes para diversos processos. Nesse contexto, devido a sua simplicidade e ao seubaixo potencial de impacto ambiental, o método da precipitação fracionada tem sido utilizadopara a obtenção dos sais presentes na água do mar.
  • 6. 6Tabela 1: Solubilidade em água de alguns compostos presentes na água do mar a 25 ºC SOLUTO FÓRMULA SOLUBILIDADE g/kg de H2O Brometo de sódio NaBr 1,20 x 103 Carbonato de cálcio CaCO3 1,30 x 10-2 Cloreto de sódio NaCℓ 3,60 x 102 Cloreto de magnésio MgCℒ2 5,41 x 102 Sulfato de magnésio MgSO4 3,60 x 102 Sulfato de cálcio CaSO4 6,80 x 10-1Suponha que uma indústria objetiva separar determinados sais de uma amostra de água domar a25 °C, por meio da precipitação fracionada. Se essa amostra contiver somente os saisdestacados na tabela, a seguinte ordem de precipitação será verificada.(A) Carbonato de cálcio, sulfato de cálcio, cloreto de sódio e sulfato de magnésio, cloreto demagnésio e, por último, brometo de sódio.(B) Brometo de sódio, cloreto de magnésio, cloreto de sódio e sulfato de magnésio, sulfato decálcio e, por último, carbonato de cálcio.(C) Cloreto de magnésio, sulfato de magnésio e cloreto de sódio, sulfato de cálcio, carbonatode cálcio e, por último, brometo de sódio.(D) Brometo de sódio, carbonato de cálcio, sulfato de cálcio, cloreto de sódio e sulfato demagnésio e, por último, cloreto de magnésio.(E) Cloreto de sódio, sulfato de magnésio, carbonato de cálcio, sulfato de cálcio, cloreto demagnésio e, por último, brometo de sódio.Soluções:11. Para preparar 1L de soro fisiológico (cerca de 1 kg) a 0,9%, qual é a massa de cloreto desódio necessária?12. Qual a massa de água em 200 mL de uma solução de água boricada a 3,0% em massa deácido bórico? ( considere a densidade da água boricada = 1,0g/mL)13. A concentração do adoçante aspartame em um suco de abacaxi light é de 85 mg/L. Qual amassa de aspartame necessária para preparar 2,5 L desse suco?14. Para uma solução de carbonato de sódio de concentração 0,1 g/L, calcule:a) a sua concentração em mols por litro.b) a massa de soluto contida em 250 mL dessa solução.15. (UFV-MG) Um rótulo de licor de cacau contém a seguinte indicação: 17,3º GL (graus Gay-Lussac). O número 17,3 indica a porcentagem em volume de álcool etílico na bebida. Sabendo-se que a densidade do álcool etílico é 0,80g.cm-3, a concentração de álcool nesse licor, emmol/L é?.a) 3,8b) 13,8c) 21,6d) 2,1e) 3,016. Um pequeno cilindro de gás combustível contém uma mistura de 440g de propano (C3H8)e 116g de butano (C4H10). Calcule as porcentagens em massa e em quantidade de matéria(mols) para o propano. Dados: M.A.: C = 12; H = 1.
  • 7. 717. Calcule as concentrações em mol/L de cada um dos íons presentes em uma solução 0,15mol/L de nitrato de zinco completamente dissociado.18. Determinada solução de densidade 1,5 g/mL tem concentração 30% em massa de soluto.Qual sua concentração, expressa em gramas de soluto por litro de solução?19. Determine a porcentagem em massa de soluto de um vinagre que apresenta densidadeigual a 1g/mL e cuja concentração de ácido acético é 30 g/L.20. (UFRJ – adaptada) Considere 100 mL de determinado suco em que a concentração dosoluto seja de 0,4 mol/L. O volume de água, em mililitros, em que deverá ser acrescentadopara que a concentração do soluto caia para 0,04 mol/L será de:a) 1000b) 900c) 500d) 400e) 200Apostila Frente A.Propriedades coligativas:Pagina 13; exercícios 1, 2, 3 e 4.Página 16; exercícios 5 e 6.Página 21; exercício 1.Página 22; exercícios 2,3 e 4.Página 24 e 25; exercícios 5 e 6.Páginas 32 e 33; exercícios 1, 2, 3 e 4.