Indicadores da Micro ePequena Indústria - IMPI      Desempenho recente das MPEs da     Indústria de transformação paulista...
Estrutura da indústriade transformação paulista
Distribuição (%) dos estabelecimentos da indústria paulista por porte - 2010
Distribuição (%) de MPEs     por tipo de Indústria
Categorias daindústria de transformação
Categorias daindústria de transformação
MPEs da indústria de transformação                      Dados Gerais
Conjuntura das MPEs da indústria   de transformação paulista
Evolução do faturamento real das  MPEs paulistas de 2003 a 2012
Evolução do faturamento real das MPEs paulistas:       Média das MPEs x Indústria de 2008 a 2012
Evolução do faturamento real das MPEs paulistas:             Média das MPEs x MPEs da Indústria                por categor...
Evolução do pessoal ocupado nas MPEs da   Indústria de transformação: 2011 a 2012
Reflexões a respeitoda indústria paulista                        14
Desempenho recente                                                  das MPEs da indústria Em 2010, as MPEs paulistas, inc...
Desempenho recente                                            das MPEs da indústria O resultado geral é que, após o ano d...
Desempenho recente                                          das MPEs da indústriaReceita estimada Em junho/12 as MPEs da ...
Desempenho recente                                         das MPEs da indústriaPessoal ocupado Apesar da recuperação da ...
Desempenho recente                                                 das MPEs da indústria A maior dependência de financiam...
O SEBRAE-SP possui produtos específicospara a indústria, por áreas da gestão empresarial
Nota TécnicaRealização: Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (SEBRAE-SP).Colaboração: Fundação Siste...
Obrigadobcaetano@sebraesp.com.br   twitter.com/bcaetano facebook.com/bcaetano1
Sebrae-SP, em parceria com Fiesp, apresenta indicadores da Micro e Pequena Indústria
Sebrae-SP, em parceria com Fiesp, apresenta indicadores da Micro e Pequena Indústria
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Sebrae-SP, em parceria com Fiesp, apresenta indicadores da Micro e Pequena Indústria

533 views
511 views

Published on

No primeiro semestre de 2012, a indústria apresentou um aumento de 2,6% na comparação com o primeiro semestre de 2011, sendo responsável pela injeção de R$ 35,7 bilhões na economia paulista. Por outro lado, em junho/12 as MPEs da indústria paulistas registraram queda de 2,3% do pessoal ocupado ante o mesmo mês do ano anterior.
(Apresentação feita em outubro de 2012)

Published in: Economy & Finance
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
533
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sebrae-SP, em parceria com Fiesp, apresenta indicadores da Micro e Pequena Indústria

  1. 1. Indicadores da Micro ePequena Indústria - IMPI Desempenho recente das MPEs da Indústria de transformação paulista Outubro | 2012
  2. 2. Estrutura da indústriade transformação paulista
  3. 3. Distribuição (%) dos estabelecimentos da indústria paulista por porte - 2010
  4. 4. Distribuição (%) de MPEs por tipo de Indústria
  5. 5. Categorias daindústria de transformação
  6. 6. Categorias daindústria de transformação
  7. 7. MPEs da indústria de transformação Dados Gerais
  8. 8. Conjuntura das MPEs da indústria de transformação paulista
  9. 9. Evolução do faturamento real das MPEs paulistas de 2003 a 2012
  10. 10. Evolução do faturamento real das MPEs paulistas: Média das MPEs x Indústria de 2008 a 2012
  11. 11. Evolução do faturamento real das MPEs paulistas: Média das MPEs x MPEs da Indústria por categoria de uso: 2008 a 2012
  12. 12. Evolução do pessoal ocupado nas MPEs da Indústria de transformação: 2011 a 2012
  13. 13. Reflexões a respeitoda indústria paulista 14
  14. 14. Desempenho recente das MPEs da indústria Em 2010, as MPEs paulistas, inclusive do setor industrial, apresentaramcrescimento no faturamento real. Esse resultado reflete a recuperação após os efeitos da crise internacional,que atingiu toda a economia, particularmente a indústria. Em 2011 e no primeiro semestre de 2012, as MPEs industriaisapresentaram um desempenho modesto. Após um crescimento real de 1%no faturamento em 2011, de janeiro a junho de 2012, as MPEs da indústriaregistram aumento de 2,6% ante o mesmo período de 2011. No período, amédia das MPEs paulistas apresentou crescimento de 7,6% na receita real.
  15. 15. Desempenho recente das MPEs da indústria O resultado geral é que, após o ano de 2009, quando a economiabrasileira, e as MPEs, sentiram o efeito da crise internacional, ofaturamento da média das MPEs paulistas cresceu. Considerando o faturamento das MPEs paulistas em 2008 como sendoigual a 100, no fechamento do primeiro semestre de 2012, descontando ainflação, o faturamento foi de 112,1. Em síntese, houve um crescimentodo faturamento de 12,1% no período. O mesmo não ocorreu com as MPEs da indústria. No mesmo período, ofaturamento real das MPEs da indústria paulista foi mais modesto,variando apenas 1%. Por categorias de uso, os resultados quanto aofaturamento foram: bens não-duráveis (+9,2%), bens intermediários(+3,3%) e capital e duráveis (-22,8%).
  16. 16. Desempenho recente das MPEs da indústriaReceita estimada Em junho/12 as MPEs da indústria paulistas faturaram R$ 5,9bilhões, apresentando um acréscimo de 2,8% em relação ajunho/2011 (+ R$ 161 milhões). No primeiro semestre de 2012, a indústria apresentou um aumentode 2,6% na comparação com o primeiro semestre de 2011, sendoresponsável pela injeção de R$ 35,7 bilhões na economia paulista. A receita média por MPE do setor industrial em junho/2012 foi deR$ 38,7 mil no universo estimado de 151,2 mil empresas industriais.
  17. 17. Desempenho recente das MPEs da indústriaPessoal ocupado Apesar da recuperação da receita das MPEs indústria nos últimosmeses, o cenário é de alguma incerteza para os próximos meses. Em junho/12 as MPEs da indústria paulistas registraram queda de2,3% do pessoal ocupado ante o mesmo mês do ano anterior (-25,9mil vagas ante junho/11). Ao longo do ano de 2012, o nível de pessoal ocupado nas MPEs daindústria paulista ficou abaixou do registrado em 2011 em todos osmeses. Esse resultado é indício de que os proprietários de MPEs aindaestão cautelosos quanto a novas contratações.
  18. 18. Desempenho recente das MPEs da indústria A maior dependência de financiamento, a concorrência com produtosimportados, devido à valorização do real ante o dólar, no período, e osproblemas de competitividade dessas atividades contribuíram para essesresultados relativamente fracos. Entre os fatores que interferem na competitividade destacam-se acapacitação dos empreendedores e da mão-de-obra, a burocracia, ainfraestrutura do País e a questão da inovação. Particularmente para a indústria de bens de capital e duráveis, a questão dainovação é fator chave para a competitividade, inclusive quanto ao uso detecnologia. Em todos os segmentos, a questão da eficiência produtiva será fundamentalpara a competitividade das MPEs da indústria de transformação.
  19. 19. O SEBRAE-SP possui produtos específicospara a indústria, por áreas da gestão empresarial
  20. 20. Nota TécnicaRealização: Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (SEBRAE-SP).Colaboração: Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade).Equipe Técnica no Sebrae-SP: Pedro João Gonçalves (coord.), Fernanda Cardoso Rosa Gonçalves, Letícia Aguiar, MarianaRutkowski Silva e Vitor Lemos Maciel. Colaboração: Mariana Camargo Marques (Unidade Desenvolvimento e Inovação).Nota Metodológica: A pesquisa Indicadores Sebrae-SP é realizada mensalmente com uma amostra planejada de 2.716 micro epequenas empresas (MPEs) do Estado de São Paulo. A amostra de empresas é elaborada por critérios probabilísticos de formaa representar o universo das MPEs paulistas. Esse universo é composto por 1.561.527 MPEs, distribuídas em: indústria detransformação (10%), comércio (53%) e serviços (37%). As entrevistas são realizadas por telefone. Nesta pesquisa, as MPEs sãodefinidas como empresas de comércio e serviços com até 49 empregados e empresas da indústria de transformação com até99 empregados, com faturamento bruto anual até R$ 3,6 milhões. Os dados reais apresentados no relatório foramdeflacionados pelo INPC-IBGE referente à Região Metropolitana de São Paulo.SEBRAE-SP - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São PauloUnidade Inteligência de MercadoEduardo Pugnali Marcos – GerenteAna Paula Sefton – CoordenadoraRua Vergueiro, 1.117CEP 01504-001 – São Paulo – SP.Homepage: http://www.sebraesp.com.bre-mail: pesqeco@sebraesp.com.brInformações sobre produtos e serviços do SEBRAE-SP: 0800 570 0800Informações sobre este relatório: (11) 3177- 4849/ 4948/ 4877/ 4839/ 4658
  21. 21. Obrigadobcaetano@sebraesp.com.br twitter.com/bcaetano facebook.com/bcaetano1

×