Pesquisa carnaval
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Pesquisa carnaval

on

  • 1,546 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,546
Views on SlideShare
1,426
Embed Views
120

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

4 Embeds 120

http://jc3.uol.com.br 79
http://blogdocaxorrao.blogspot.com 33
http://blogdocaxorrao.blogspot.com.br 7
http://blogs.ne10.uol.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Pesquisa carnaval Pesquisa carnaval Presentation Transcript

  • Carnaval 2011Pesquisa do Perfil Socioeconômico do Turista RMR - Pernambuco
  • OBJETIVOS Disponibilizar subsídios para o planejamento das ações voltadas para o Carnaval de Pernambuco, através da identificação do perfil dos turistas que visitam Pernambuco, via RMR, no período carnavalesco bem como de suas motivações e avaliação das atrações vivenciadas e infra- estrutura de apoio utilizada.
  • PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Período de realização: Do dia 09 (Quarta-Feira de Cinzas) a 13 de Março. Esse período foi escolhido em função do retorno dos turistas às suas residências habituais, podendo nesse momento, melhor avaliar o destino visitado e especificar com maior precisão os gastos realizados e os dias de permanência no Estado. Universo da Pesquisa: Turistas, nacionais e internacionais que estavam retornando aos seus domicílios habituais, via Região Metropolitana do Recife. De acordo com a Organização Mundial de Turismo (OMT), foi considerado turista, o visitante temporário que tenha permanecido na Estado no mínimo 24 horas ou que tenha feito um pernoite, e permanecido no máximo 365 dias. Método: Pesquisa quantitativa, com a coleta de dados realizada por meio de entrevistas, com abordagem aleatória e direta ao turista e aplicação de formulário estruturado e padronizado para esse tipo de estudo. Tamanho da amostra : 1.635 turistas, obedecendo aos critérios de cálculo das amostras definidas e testadas em pesquisas anteriormente realizadas. Nº de pesquisadores: O trabalho de campo contou com a participação de 20 pesquisadores e 9 coordenadores uniformizados e identificados para tais funções, distribuídos nos seis pontos de coleta. Locais de coleta dos dados:  Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes (4 turnos: manhã, tarde, noite, madrugada) – 24 horas  Terminal Rodoviário de Passageiros do Recife (3 turnos: manhã, tarde, noite) - das 6:00 a 00:00 h  BR- 101 Norte (1 turno: das 07:00 às 13:00h)  BR-101 Sul e PE-60 (1 turno: das 07:00 às 13:00h)  BR-232 (1 turno: das 07:00 às 13:00h)
  • PRINCIPAIS RESULTADOS OBTIDOS
  • PRINCIPAIS LOCAIS ONDE OS TURISTAS FICARAMHOSPEDADOS LOCAIS DE HOSPEDAGEM % Recife 56,96 Olinda 13,30 Ipojuca 7,97 Jaboatão dos Guararapes 5,46 Cabo de Santo Agostinho 3,37 Paulista 2,27 Itamaracá 1,10 Outros 9,56
  • LOCAIS ONDE OS TURISTAS FICARAM HOSPEDADOS Demais Localidades 8% Região Metropolitana do Recife 92%
  • RESIDÊNCIA PERMANENTE DOS TURISTAS Residentes no Exterior 10% Residentes no Brasil 90%
  • TURISTAS RESIDENTES NO BRASIL ESTADOS % São Paulo 18,70 Pernambuco 11,72 Rio de Janeiro 10,84 Alagoas 8,54 Bahia 8,40 Ceará 8,13 Rio Grande do Norte 6,78 Minas Gerais 4,27 Paraíba 4,20 Distrito Federal 3,52 Sergipe 3,12 Maranhão 2,57 Rio Grande do Sul 1,76 Piauí 1,42 Paraná 1,15 Pará 1,08 Outros 3,79
  • TURISTAS RESIDENTES NO BRASIL LOCAL DE RESIDÊNCIA % NORDESTE 54,88 Demais Estados Pernambuco 11,72 45% Alagoas 8,54 Nordeste Bahia 8,40 55% Ceará 8,13 Rio Grande do Norte 6,78 Paraíba 4,20 Sergipe 3,12 Maranhão 2,57 Piauí 1,42 DEMAIS ESTADOS 45,12
  • TURISTAS RESIDENTES NO EXTERIOR PAÍSES % Estados Unidos 25,00 Itália 15,00 França 12,50 Argentina 8,13 Inglaterra 6,88 Alemanha 6,25 Suiça 5,00 Israel 3,75 Bolívia 1,88 Espanha 1,88 Portugal 1,88 Canadá 1,25 Outros 10,63
  • PORTÕES DE ENTRADA NO BRASIL , DOS TURISTASRESIDENTES NO EXTERIOR PORTÕES DE ENTRADA % Recife 48,28 São Paulo 17,24 Rio de Janeiro 13,10 Salvador 11,03 Fortaleza 3,45 Maceió 1,38 Manaus 1,38 Outros 4,14
  • FAIXA ETÁRIA DOS TURISTAS FAIXA ETÁRIA % De 18 a 25 anos 25,34 De 26 a 35 anos 34,74 De 36 a 50 anos 24,60 D 51 a 65 anos 12,27 Acima de 65 anos 3,05 IDADE MÉDIA 35,6 ANOS
  • GÊNERO, ESTADO CIVIL E NÍVEL DE ESCOLARIDADE GÊNERO % Masculino 44,67 Feminino 55,33 ESTADO CIVIL % Solteiro 57,75 Casado 34,44 Outro 7,81 NÍVEL DE ESCOLARIDADE % Sem instrução formal 0,92 Fundamental I 3,75 Fundamental II 6,64 Médio 38,60 Superior 36,20 Pós graduação 13,89
  • OCUPAÇÃO PRINCIPAL OCUPAÇÃO PRINCIPAL % Assalariado com registro 35,50 Funcionário público 13,53 Estudante 11,32 Autônomo 9,36 Profissional Liberal 7,53 Aposentado/ pensionista 4,77 Empresário 4,59 Dona de casa 4,59 Desempregado 4,22 Assalariado sem registro 4,16
  • RENDA MÉDIA INDIVIDUAL MENSAL RENDA MÉDIA DOS TURISTAS RESIDENTES NO BRASIL (SALÁRIOS MÍNIMOS) % De 1 a 3 salários mínimos 32,26 De 3 a 5 salários mínimos 20,86 De 5 a 10 salários mínimos 18,12 De 10 a 20 salários mínimos 7,62 Mais de 20 salários mínimos 5,63 Sem rendimento 15,51 RENDA MENSAL DOS TURISTAS RESIDENTES NO EXTERIOR R$ 8.520,49
  • MEIOS DE HOSPEDAGEM UTILIZADOS MEIOS DE HOSPEDAGEM % Casa de parentes/ amigos 62,32 Hotel 17,92 Pousada 5,69 Casa/ Apartº. de aluguel 5,20 Casa própria 3,00 Resort 2,20 Flat/ Apart 1,16 Albergue 1,04 Outro 1,47
  • MEIOS DE TRANSPORTE UTILIZADOS Automóvel Outro 7% 2% Intermodal 12% MEIOS DE TRANSPORTE % Avião 48,93 Avião Ônibus 30,25 49% Intermodal 11,82 Ônibus Automóvel 6,92 30% Outro 2,08
  • FORMA DE ORGANIZAÇÃO DA VIAGEM Em excursão 0,43% Com amigos 22,52% Com a família COMO VIAJARAM % 38,83% Com família 38,83 Só 38,22 Com amigos 22,52 Só 38,22% Em excursão 0,43 UTILZARAM AGÊNCIA DE VIAGEM NA ORGANIZAÇÃO DA VIAGEM 1 12,10%
  • GASTO MÉDIO INDIVIDUAL DIÁRIO EPERMANÊNCIA MÉDIA EM PERNAMBUCO GASTO MÉDIO INDIVIDUAL DIÁRIO (R$) R$ GMID dos Turistas em geral 133,00 GMID dos Hospedados em hotel 267,68 GMID dos turistas residentes no Brasil 129,02 GMID dos turistas residentes no exterior 217,94 PERMANÊNCIA MÉDIA (DIAS) Dias PM dos Turistas em Geral 8,95 PM dos Hospedados em hotel 6,57 PM dos turistas residentes no Brasil 8,60 PM dos turistas residentes no exterior 12,28
  • MOTIVO DA VIAGEM Negócio/ Trabalho Outro 10% 2%MOTIVO DA VIAGEM % Visitar parentes/Passeio 66,07 AmigosVisitar parentes/ Amigos 21,56 22%Negócio/ Trabalho 10,17 PasseioOutro 2,20 66%
  • FATOR DECISÓRIO DA VIAGEM DOS TURISTASQUE VIERAM A PASSEIO Preço da viagem Patrimônio mais adequado histórico/ cultural 1% 2% Outro 1% FATOR DECISÓRIO DA VIAGEM A PASSEIO % Sol e Praia 24% Carnaval 72,20 Sol e Praia 23,73 Patrimônio histórico/ cultural 2,13 Preço da viagem mais adequado 0,65 Carnaval 72% Outro 1,30
  • INFLUÊNCIA DA VIAGEM DOS TURISTASQUE VIERAM A PASSEIO Internet Propaganda 2% Outra 5% 1%INFLUÊNCIA DA VIAGEM PARA CARNAVAL %Comentário de parentes/ amigos 46,98 Comentário deJá conhecia o local 44,67 parentes/ Já conhecia o amigosPropaganda 5,01 47% localInternet 2,18 45%Outra 1,16
  • PRINCIPAIS VEÍCULOS DE PROPAGANDA NA INFLUÊNCIA DAVIAGEM Jornal Outro 5% 7% Revista 12% VEÍCULOS DE PROPAGANDA % Televisão 76,19 Revista 11,90 Televisão 76% Jornal 4,76 Outro 7,14
  • PRINCIPAL MOTIVAÇÃO PARA ESCOLHA DO CARNAVALDE PERNAMBUCO PRINCIPAL MOTIVAÇÃO % Diversidade Cultural 41,63 Animação do evento 22,53 Participação popular 13,81 Hospitalidade 8,91 Organização 3,92 Preço 1,86 Outro 7,35
  • VISITAS A PERNAMBUCO DURANTE O CARNAVALVISITAS A PERNAMBUCO NO CARNAVAL % Já visitaram em Primeira vez outros que visitamPrimeira vez que visitam 49,80 Carnavais 50% 50%Já visitaram em outros Carnavais 50,2
  • PARTICIPAÇÃO DOS TURISTAS NO CARNAVAL NãoPARTICIPARAM DE ALGUM PÓLO 37%DE FOLIA %Sim 63,40 SimNão 36,60 63%
  • PARTICIPAÇÃO DOS TURISTAS NOS PRINCIPAIS POLOS DEFOLIA DO CARNAVAL PRINCIPAIS PÓLOS DE FOLIA NO CARNAVAL % Recife 55,20 Recife Antigo 42,26 Galo da Madrugada 10,87 Casa Amarela 1,23 Várzea 0,50 Boa Viagem 0,17 Jardim São Paulo 0,17 Olinda 37,78 Bezerros 1,40 Ipojuca 0,90 Itamaracá 0,62 Cabo de Santo Agostinho 0,56 Jaboatão dos Guararapes 0,45 Pesqueira 0,45 Gravatá 0,39 Nazaré da Mata 0,34 Goiana 0,28 Vitória de Santo Antão 0,28 Tamandaré 0,22 Timbaúba 0,22 Outros 0,90
  • EXPECTATIVA DOS TURISTAS EM RELAÇÃO AO CARNAVAL DEPERNAMBUCO Decepcionou Não sabe 3% 2%EXPECTATIVA EM RELAÇÃO AO Superou expectativaCARNAVAL % 42%Superou expectativa 41,80 CorrespondeuCorrespondeu 53,15 53%Decepcionou 3,39Não sabe 1,65
  • AVALIAÇÃO GERAL DO CARNAVAL DE PERNAMBUCO AVALIAÇÃO (%) AVALIAÇÃO ENTRE ÓTIMO E ITENS AVALIADOS ÓTIMO BOM REGULAR RUIM PÉSSIMO BOM 1. EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS Hospitalidade/ povo 49,62 41,96 6,53 0,57 1,32 91,58 Atrativos Turísticos 45,35 47,62 5,71 0,59 0,73 92,98 2. EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS Passeios Oferecidos 40,50 48,91 8,57 0,93 1,09 89,41 Meios de Hospedagem 32,84 50,11 11,37 2,95 2,74 82,95 Serviços de Alimentação (barracas/bares/restaurantes) 25,72 54,58 16,57 1,74 1,40 80,29 Comércio/Compras 20,77 67,17 9,90 1,12 1,04 87,94 Informações Turísticas 26,67 51,43 12,76 4,38 4,76 78,10 3. INFRA-ESTRUTURA DE APOIO TURÍSTICO Sinalização Urbana e Turística 13,21 53,79 20,87 5,96 6,17 67,01 Segurança Pública 22,90 53,10 17,66 3,62 2,72 76,00 Limpeza Pública 9,18 34,14 32,24 11,53 12,92 43,32 Transporte Urbano Coletivo 10,93 58,38 18,76 4,61 7,32 69,31 4. SOBRE O EVENTO Acesso ao evento 25,32 56,74 12,42 3,01 2,52 82,06 Divulgação do evento 35,87 52,30 8,42 2,30 1,10 88,18 Caixas eletrônicos 13,15 42,21 21,27 10,06 13,31 55,36 Sanitários/ banheiros públicos 4,54 27,23 28,40 17,13 22,69 31,77 Serviços médicos 21,67 51,23 13,79 3,94 9,36 72,91 Iluminação Pública 16,89 66,43 12,82 1,83 2,03 83,32 Programação dos shows artísticos 42,99 49,13 6,55 0,82 0,51 92,12 Apresentação dos grupos/agremiações carnavalescas 51,02 45,81 2,35 0,72 0,10 96,83 QUALIDADE AMBIENTAL 16,16 54,92 20,24 5,17 3,51 71,07 AVALIAÇÃO GERAL DO CARNAVAL DE PERNAMBUCO 58,63 37,99 2,89 0,10 0,39 96,62 AVALIAÇÃO GERAL DE PERNAMBUCO 28,82 59,54 10,24 0,95 0,45 88,36
  • RECOMENDARIAM O CARNAVAL DE PERNAMBUCO A OUTRASPESSOAS Não Não sabe 2% 2% Sim 96%
  • INTENÇÃO DE RETORNAR A PERNAMBUCO NOSPRÓXIMOS CARNAVAIS Não 18% Sim 82%
  • Eduardo Campos Governador João Lyra Neto Vice-Governador SECRETARIA DE TURISMO DE PERNAMBUCO Alberto Feitosa Secretário EMPRESA DE TURISMO DE PERNAMBUCO – EMPETUR André Correia Presidente Luciana Carvalho Vice -Presidente Jane Mendonça Diretora de Estruturação do Turismo Ione Dantas de Paula Gestora da Unidade de Estudos e Pesquisas Equipe Técnica: Ione Dantas de Paula Sara Oliveira Marília ValençaUNIDADE DE ESTUDOS E PESQUISAS81 – 3182.8165 – 3182.8163 Patrícia Bezerraione@empetur.com.br