Your SlideShare is downloading. ×
0
Hormônios VegetaisHormônios Vegetais
1-Definição e Características1-Definição e Características
de ação.de ação.
2.Desloca...
Características gerais dos hormônios vegetais
1. São compostos químicos de natureza diversificada
2. Produzidos em um loca...
Os hormônios vegetais1. Auxinas
2. Citocininas
3. Giberelinas
4. Etileno
5. Ácido Abscísico
Auxinas:
provocam crescimento por
alongamento celular
1-Histórico da descoberta das auxinas
2-Local de produção e ação
3-M...
História do estudo dos hormônios
Charles Darwin – descobriu o
Fototropismo nos coleóptilos de aveia
Fritz Went- Isolou o h...
Auxina “Auxein” - do grego = aumentar.Auxina “Auxein” - do grego = aumentar.
Auxina Vegetal natural: Ácido Indolil acético...
Ação das auxinas
1. Alongamento celular - crescimento das
células .
2.Controle da direção do crescimento –
fototropismo po...
1. Aongamento celular: Afrouxamento das ligações entre as
moléculas de celulose
2. Alongamento celular provocado ou inibido
pelas auxinas, direciona o crescimento
Fototropismo:
O AIA foge da luz!!!
Caul...
3.Dominância
apical:
Auxinas agem de
acordo com a
concentração :
até o ótimo de
concentração,
Induzem o
alongamento
Acima ...
4. Efeito do AIA no desenvolvimento
do fruto:
5. Auxinas sintéticas e herbicidas :
a)sobre as dicotiledôneas 
b) camada de abscisão – inibição da queda de folhas e fru...
Sobre auxina(s)
• É fotossensívelÉ fotossensível, deslocando-se para o lado não
iluminado do vegetal e sendo fotodestruído...
induzem as mitoses das células
meristemáticas
Citocininas
Aumento numéricoAumento numérico
de células=de células=
Crescime...
CITOCININAS
1.Quimicamente similares á
adenina, há diversos tipos
2.Estimulam a divisão
celular( citocinese)
3.Produzido n...
Cultura de tecidos com uso de citocininas: Produção de “calos”
3.Giberelinas
1926-Descobertas em plantações de arroz, Doença do
arroz louco!! provocada por um fungo.
Produzidas nos meri...
GIBERELINAS
Alongamento e
divisão celular
Crescimento
do tubo
polínico
Parteno-
carpia
Indução
da
Floração
e germinação
Cr...
4.Etileno
Produzido por tecidos de órgãos maduros
Transporte pro difusão, é um gás .
Seus efeitos estão realcionados com a...
Gás ETILENO
Induz
germinação
das
sementes
Quebra
de
dormência
Maturação
de frutos
Estimula produção
De enzimas
que atuam
N...
5.Ácido Abscísico
Produzido em situações de estresse ,
como falta de água ou temperatura
inadequada, principalmente as fol...
ÁCIDO ABSCíSICO
Inibe o
crescimento
e a
Divisão
celular
Provoca
dormência
de gemas
e sementes
Fechamento
dos estômatos
em ...
Movimentos vegetais
Movimentos
vegetais
Não-
orientados:
Não-
orientados:
Tropismos:
crescimento e
curvatura.
Tropismos:
crescimento e
curvatu...
• Ao nome do movimento
(tactismo, tropismo ou nastismo)
acrescentamos prefixos que indicam o
agente que estimula o process...
Orientados: dependem da direção do
estímulo
Podem ser:
• a)Positivos: quando o movimento ocorre no
sentido de se aproximar...
Nastismos ou nastias (mudanças de
turgor)
• Movimentos de um órgão que não dependem
da direção do estímulo mas de sua
inte...
NASTISMOS
• Nictinastismo
• Fotonastismo
• Tigmonastismo
TIGMOnastismo
Folha em estado normal
TIGMOnastismo
FOTOnastismo
Folhas em estado normal Folhas curvadas para
baixo ao meio dia
Tropismo= movimento de crescimento
ou rotação
Exs.:
• Fototropismo = luz.( girassol)
• Geotropismo = gravidade.(raízes)
• ...
...Tactismo...Tactismo deslocamento, mudança de dedeslocamento, mudança de de
lugar, indo em direção á...!lugar, indo em d...
QUIMIOtactismo
Químiotactismo dos gametasQuímiotactismo dos gametas
flagelados de criptógamasflagelados de criptógamas
AEROtactismo em bactériasAEROtactismo em bactérias
FOTOtropismo
GEOtropismo
Negativo
no caule
Positivo
na raiz
Geotropismo
As auxinas
provocam
o alongamento
Celular
Porque
Afrouxam
As ligações
Entre as moléculas
de celulose das
Pared...
Tigmotropismo
Gavinhas
São
Folhas
modificadas
que
crescem
apoiadas
Ao
Substrato
quimiotropismo
FOTOtropismo
CRESCIMENTO
MAIOR
NA PARTE
SUPERIOR
DA PÉTALA
ABRE O BOTÃO
O q ue é?
O que é?Fototropismo
Tigmonastismo
Tigmonastismo dos folíolos
Reversível
Rápido
nãodirecionado
Tigmotropismo das gavinhas
Irreversível
Lento
Direcionado
Sites consultados e indicados
• http://www.esb.ucp.pt/twt/cec/
• http://hormonasvegetais2307.blogspot.com
( animações lega...
Mov veg e hormônios  17092012
Mov veg e hormônios  17092012
Mov veg e hormônios  17092012
Mov veg e hormônios  17092012
Mov veg e hormônios  17092012
Mov veg e hormônios  17092012
Mov veg e hormônios  17092012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Mov veg e hormônios 17092012

1,024

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,024
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
63
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Mov veg e hormônios 17092012"

  1. 1. Hormônios VegetaisHormônios Vegetais 1-Definição e Características1-Definição e Características de ação.de ação. 2.Deslocamento Especificidade2.Deslocamento Especificidade e sensibilidadee sensibilidade 3-Locais de produção3-Locais de produção 4-Efeitos4-Efeitos
  2. 2. Características gerais dos hormônios vegetais 1. São compostos químicos de natureza diversificada 2. Produzidos em um local da planta( tecido) podem agir no mesmo local ou , na maior parte das vezes, em outros locais da planta . 3. Atuam em concentrações pequenas, induzindo alterações físicas ou químicas , provocando alterações metabólicas. 4. Podem atuar sinergicamente ou antagonicamente . 5. O efeito pode variar , dependendo da concentração do hormônio.
  3. 3. Os hormônios vegetais1. Auxinas 2. Citocininas 3. Giberelinas 4. Etileno 5. Ácido Abscísico
  4. 4. Auxinas: provocam crescimento por alongamento celular 1-Histórico da descoberta das auxinas 2-Local de produção e ação 3-Mecanismo de ação -Efeitos
  5. 5. História do estudo dos hormônios Charles Darwin – descobriu o Fototropismo nos coleóptilos de aveia Fritz Went- Isolou o hormônio
  6. 6. Auxina “Auxein” - do grego = aumentar.Auxina “Auxein” - do grego = aumentar. Auxina Vegetal natural: Ácido Indolil acético –Auxina Vegetal natural: Ácido Indolil acético – Síntese:Nos meristemas do caule- apical e axilares, nas folhas e sementes –tecidos jovens a partir do triptofano ( aminoácido) Translocação – pelas células do parênquima do floema – Basípeto( do ápice para a base ) Principal efeito: Promove e crescimento por alongamento celular Auxinas sintéticas: ANA ( acido naftaloacético) e 2,4-DAuxinas sintéticas: ANA ( acido naftaloacético) e 2,4-D
  7. 7. Ação das auxinas 1. Alongamento celular - crescimento das células . 2.Controle da direção do crescimento – fototropismo positivo no caule e negativo nas raízes 3.Dominância apical ( concentração inibitória) 4. Estímulo ao desenvolvimento dos frutos ( *) 5 Inibição ou indução da queda de folhas e frutos
  8. 8. 1. Aongamento celular: Afrouxamento das ligações entre as moléculas de celulose
  9. 9. 2. Alongamento celular provocado ou inibido pelas auxinas, direciona o crescimento Fototropismo: O AIA foge da luz!!! Caule : É menos sensível , o aumento da auxina no lado iluminado , gera alongamento das células , e crescimento em direção á luz. Raiz : é mais sensível: O Aumento da auxina , gera inibição do alongamento Das células naquela região
  10. 10. 3.Dominância apical: Auxinas agem de acordo com a concentração : até o ótimo de concentração, Induzem o alongamento Acima deste ponto, inibem
  11. 11. 4. Efeito do AIA no desenvolvimento do fruto:
  12. 12. 5. Auxinas sintéticas e herbicidas : a)sobre as dicotiledôneas  b) camada de abscisão – inibição da queda de folhas e frutos
  13. 13. Sobre auxina(s) • É fotossensívelÉ fotossensível, deslocando-se para o lado não iluminado do vegetal e sendo fotodestruído no lado iluminado; • Produzido nos meristemas ( caule, raiz, embrião, ovário) • Tem deslocamento polarizadodeslocamento polarizado, sempre do ápice do caule para a raiz; • Age em diferentes concentrações com efeitos ora estimulantes, ora inibidores, dependendo da sensibilidadesensibilidade do tecido afetado
  14. 14. induzem as mitoses das células meristemáticas Citocininas Aumento numéricoAumento numérico de células=de células= Crescimento:Crescimento: Quantidade!Quantidade! Estimulam a diferenciação celular Diferenciação=Diferenciação= Desenvolvimento:Desenvolvimento: Qualidade!Qualidade!
  15. 15. CITOCININAS 1.Quimicamente similares á adenina, há diversos tipos 2.Estimulam a divisão celular( citocinese) 3.Produzido nos meristemas e transportado pelo xilema. 4.Promove o desenvolvimento das gemas laterais e o crescimento numérico das células
  16. 16. Cultura de tecidos com uso de citocininas: Produção de “calos”
  17. 17. 3.Giberelinas 1926-Descobertas em plantações de arroz, Doença do arroz louco!! provocada por um fungo. Produzidas nos meristemas Transporte por vasos condutores Efeitos: 1.Alongamento acelerado 2.Desenvolvimento do fruto 3.Quebra de dormência em gemas e sementes
  18. 18. GIBERELINAS Alongamento e divisão celular Crescimento do tubo polínico Parteno- carpia Indução da Floração e germinação Crescimento de folhas em monocotiledôneas
  19. 19. 4.Etileno Produzido por tecidos de órgãos maduros Transporte pro difusão, é um gás . Seus efeitos estão realcionados com a maturação e senescência: 1. Maturação dos frutos 2. Formação da camada de abscisão , importante para a queda de frutos e folhas 1834...descobriram que a iluminação das cidades afetava as plantas....
  20. 20. Gás ETILENO Induz germinação das sementes Quebra de dormência Maturação de frutos Estimula produção De enzimas que atuam Na abscisão Queda de folhas flores e frutos
  21. 21. 5.Ácido Abscísico Produzido em situações de estresse , como falta de água ou temperatura inadequada, principalmente as folhas e sementes Transportado pelos tecidos condutores. Efeitos: 1.Inibição da germinação ( dormência) 2.Inibição do crescimentode dgemas laterais 3.Fechamento estomático
  22. 22. ÁCIDO ABSCíSICO Inibe o crescimento e a Divisão celular Provoca dormência de gemas e sementes Fechamento dos estômatos em estresse hídrico
  23. 23. Movimentos vegetais
  24. 24. Movimentos vegetais Não- orientados: Não- orientados: Tropismos: crescimento e curvatura. Tropismos: crescimento e curvatura. OrientadosOrientados Tactismos: deslocamento Tactismos: deslocamento Nastismos”- mudança de turgor Nastismos”- mudança de turgor
  25. 25. • Ao nome do movimento (tactismo, tropismo ou nastismo) acrescentamos prefixos que indicam o agente que estimula o processo Exs.: • Foto...= luz. • Geo... = gravidade. • Tigmo... = contato mecânico. • Quimio... = substância química. • Aero... = presença de O2.
  26. 26. Orientados: dependem da direção do estímulo Podem ser: • a)Positivos: quando o movimento ocorre no sentido de se aproximar do estímulo. • b) Negativos: quando o movimento ocorre no sentido de se afastar do estímulo.
  27. 27. Nastismos ou nastias (mudanças de turgor) • Movimentos de um órgão que não dependem da direção do estímulo mas de sua intensidade . • A resposta é reversível. • Causados por ganho ou perda de água por grupos de células de um lado ou de outro do órgão vegetal quando estimuladas.
  28. 28. NASTISMOS • Nictinastismo • Fotonastismo • Tigmonastismo
  29. 29. TIGMOnastismo Folha em estado normal
  30. 30. TIGMOnastismo
  31. 31. FOTOnastismo Folhas em estado normal Folhas curvadas para baixo ao meio dia
  32. 32. Tropismo= movimento de crescimento ou rotação Exs.: • Fototropismo = luz.( girassol) • Geotropismo = gravidade.(raízes) • Tigmotropismo = contato mecânico. • Quimiotropismo = substância química. • Aerotropismo = presença de O2.
  33. 33. ...Tactismo...Tactismo deslocamento, mudança de dedeslocamento, mudança de de lugar, indo em direção á...!lugar, indo em direção á...! ...TropismTropism oo Crescer em
  34. 34. QUIMIOtactismo Químiotactismo dos gametasQuímiotactismo dos gametas flagelados de criptógamasflagelados de criptógamas
  35. 35. AEROtactismo em bactériasAEROtactismo em bactérias
  36. 36. FOTOtropismo
  37. 37. GEOtropismo Negativo no caule Positivo na raiz
  38. 38. Geotropismo As auxinas provocam o alongamento Celular Porque Afrouxam As ligações Entre as moléculas de celulose das Paredes das Células vegetais
  39. 39. Tigmotropismo Gavinhas São Folhas modificadas que crescem apoiadas Ao Substrato
  40. 40. quimiotropismo
  41. 41. FOTOtropismo CRESCIMENTO MAIOR NA PARTE SUPERIOR DA PÉTALA ABRE O BOTÃO
  42. 42. O q ue é?
  43. 43. O que é?Fototropismo Tigmonastismo
  44. 44. Tigmonastismo dos folíolos Reversível Rápido nãodirecionado Tigmotropismo das gavinhas Irreversível Lento Direcionado
  45. 45. Sites consultados e indicados • http://www.esb.ucp.pt/twt/cec/ • http://hormonasvegetais2307.blogspot.com ( animações legais)
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×