Your SlideShare is downloading. ×

3S_ Lista maio 2014respondida

839

Published on

3S_ Lista de exercícios de genética _ respondidos

3S_ Lista de exercícios de genética _ respondidos

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
839
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 1. Primeira Lei e Probabilidades 1. (Unicamp) Em experimento feito no início do século, dois pesquisadores retiraram os ovários de uma cobaia albina e implantaram-lhe um ovário obtido de uma cobaia preta. Mais tarde, o animal foi cruzado com um macho albino e deu origem a uma prole toda preta. a) Sabendo-se que o albinismo é característica recessiva, como você explica esse resultado? b) Indique os genótipos da fêmea preta e da prole. c) Se fosse possível implantar os pêlos da fêmea preta na fêmea albina, em vez de transplantar o ovário, o resultado seria o mesmo? Justifique. 1. a) A cobaia albina recebeu um ovário de uma fêmea preta homozigota e, portanto, todos os seus óvulos terão o gene A para cor preta. b) A fêmea preta tem genótipo AA e a prole é 100% heterozigota (Aa). c) Não. O animal teria somente seu fenótipo alterado (cor dos pêlos) e continuaria a transmitir aos descendentes seus genes que não foram alterados. 2. (G2) A talassemia é um defeito da hemoglobina em seres humanos. Ela ocorre em duas formas, (a) talassemia menor, na qual os eritrócitos são pequenos (microcitemia) e em grande número (policitemia), mas a saúde é essencialmente normal, e (b) talassemia maior, caracterizada por uma anemia severa, aumento do baço, microcitemia e policitemia, entre outros sintomas. Essa última forma geralmente culmina em morte antes de atingir a idade reprodutiva. A partir do heredograma hipotético a seguir onde os símbolos claros representam pessoas normais; os hachurados, a talassemia menor e os pretos a talassemia maior, determine o modo de herança indicando os possíveis genótipos dos indivíduos envolvidos. . Herança sem dominância ou Codominância sendo o gene que determina a talassemia maior (TM) letal em dose dupla. Os genótipos dos indivíduos envolvidos são: nº. 1 - TMTN nº. 4 - TMTN nº. 2 - TMTN nº. 5 - TMTM nº. 3 - TNTN nº. 6 – TNTN 3. (UFF) Considere certa espécie de planta que pode apresentar flores com três tipos de cor: azul, azul-claro e branca. Estas cores são determinadas por combinações de dois alelos de um único locus. Na expressão fenotípica de tais cores não há relação de dominância entre os alelos, sendo que a manifestação em homozigose de um dos alelos - aa, cor branca - é letal na fase adulta. Sabe-se que: - a flor de cor branca nunca se abre; - em um jardim de plantas com flores de cor azul não nascem plantas com flores de cor azul-claro. a) Realizou-se o cruzamento entre as plantas com flores azul-claro e, a partir das sementes obtidas, formou-se um jardim. Determine a cor das flores que têm menor possibilidade de se abrirem neste jardim. Justifique a resposta. b) Realizaram-se os cruzamentos possíveis entre as plantas com flores das cores mencionadas, presentes em igual quantidade. A partir das sementes obtidas, formou-se outro jardim. Determine a cor das flores que têm maior possibilidade de se abrirem neste jardim. Justifique a resposta. 3. a) Genótipos: Azul - AA; Azul-claro - Aa; Branca - aa; AA - 25% Aa - 50% aa - 25% de plantas que não apresentam flores abertas. Neste jardim, as flores que têm menor possibilidade de se abrirem são as de cor azul. b) Possibilidades de cruzamentos: 1•: AA × AA - 100% de cor azul 2•: AA × Aa - 50% de cor azul e 50% de cor azul-claro 3•: Aa × Aa - aproximadamente 33,33% azul e 66,66% de cor azul-claro. Neste jardim, as flores que têm maior possibilidade de se abrirem são as de cor azul. 4. (UNESP) Observe os cruzamentos a seguir, onde o alelo (A) condiciona a cor amarela em camundongos e é dominante sobre o alelo (a), que condiciona a cor cinza. Analise os resultados destes cruzamentos e responda. a) Qual cruzamento apresenta resultado de acordo com os valores esperados? b) Como você explicaria o resultado do cruzamento em que os valores observados não estão de acordo com os valores esperados? 4. a) O cruzamento II (Aa x aa) apresenta os resultados esperados, pois resulta em 50% Aa (amarelos) e 50% aa (cinza). b) O cruzamento II (Aa x Aa) produziu 66% amarelos e 33% cinza, ou seja, 2 amarelos : 1 cinza, proporção indicativa de que o gene dominante (A) que determina a cor amarela é letal em homozigose. 5. (UFC) A figura a seguir, adaptada da Folha de São Paulo de 17/03/96, mostra a transmissão do albinismo, de geração, na Família de Raimundo e Eleílde da Silva, moradores da ilha dos Lençóis, situada a oeste de São Luís, onde a freqüência de albinos é de 1,5 % e cinqüenta vezes maior do que entre o restante da população do Maranhão. Colégio Técnico de Campinas Exercícios de Fixação e Revisão de Biologia – 3°S Prof.: Ionara Urrutia Moura Aluno: ______________________________________ Ra: ____________
  • 2. Analise a figura onde se admite que a pigmentação da pele seja devida a um par de alelos (A, a). Os indivíduos I - 1, II - 6, V - 2, V - 3 e V - 5 são albinos. Responda, então: O albinismo se deve a alelo dominante ou a alelo recessivo? Explique com base na figura. 5. a) Recessivo, pois os pais IV - 1 e IV - 2 são normais e têm filhos albinos. 6. (UFJF) Numa aula de genética, o professor lhe apresenta o heredograma a seguir, que mostra a ocorrência de uma anomalia causada pela ação de um par de genes (A e a) em várias gerações de uma família. Ao analisar os indivíduos afetados por esta anomalia, você conclui que se trata de uma herança autossômica dominante. Baseando-se EXCLUSIVAMENTE no heredograma apresentado acima, responda: a) Por que a anomalia NÃO pode ser recessiva? b) Qual a probabilidade de nascer uma criança afetada pela anomalia, se a mulher (4) da geração F3 tiver filhos com um homem que apresente essa anomalia? 6. a) A anomalia não pode ser recessiva, pois os indivíduos 7 e 8 da F‚ afetados pela anomalia, não poderiam ter filhos normais. b) Sendo normal, a mulher em questão apresenta genótipo aa. Se tiver filhos com um homem afetado, duas possibilidades podem ocorrer: 1. mulher aa × homem AA 100% dos filhos Aa e afetados pela anomalia 2. mulher aa × homem Aa 50% dos filhos normais (aa) e 50% afetados (Aa) 7. (FUVEST) Dois irmãos (Pedro e Paulo) casam-se com duas irmãs (Maria e Joana), todos normais. O primeiro casal, Pedro e Maria, tem uma criança afetada por uma doença muito rara de herança autossômica recessiva. a) Desenhe o heredograma representando os dois casais e seus respectivos pais. b) Qual é a probabilidade de que uma futura criança de Paulo e Joana venha a ser afetada por essa mesma doença genética? Considere desprezível a probabilidade de uma nova mutação. c) Se Paulo e Joana tiverem uma primeira criança afetada pela mesma doença genética, qual será o risco de que uma segunda criança desse casal também seja afetada por essa mesma doença? Por quê? Justifique suas respostas, mostrando como chegou aos resultados dos itens b) e c). 7. b) 1/16 c) A mesma probabilidade sempre, pois o genótipo dos pais não muda. 8. Um casal normal tem cinco filhos. Dois deles sofrem de um distúrbio genético raro que tem aparecido esporadicamente nessa família. Qual é o tipo de relação entre os alelos desse gene? a) Codominância b) Dominância completa c) Dominância parcial d) Ausência de dominância 9. Se forem intercruzados cães mexicanos sem pêlos (Hairless), as crias mostrão uma proporção de 2/3 sem pêlos para 1/3 normal. Além disso, nascem mortas algumas crias deformadas. Como explicar os dados? a) Por mutação b) Codominância c) Penetrância d) Alelo letal 10. Nas plantas Clarkia elegans, o alelo para flores brancas é recessivo em relação ao alelo para flores rosadas. O pólen de uma flor rosada heterozigota é colocado no pistilo de uma flor branca. Qual é a proporção de fenótipos esperados na prole? a) 1 rosada : 1 branca b) 2 rosada : 1 branca c) 1 rosada : 2 branca d) 3 rosada : 1 branca 11. As aves Erminette têm penas de cor clara com algumas pretas ocasionais. Um cruzamento de duas Erminette produziu uma prole com 22 Erminette, 14 pretas, e 13 brancas puras. Qual a base genética do padrão Erminette? a) 1 gene com dominância completa b) 2 genes com interação epistática c) 1 gene com interação epistática d) 1 gene com codominância 12. Em galinhas, NN é letal (morte no desenvolvimento embrionário), Nn é aleijado e nn é normal. Um grupo de aves aleijadas se acasala. Determine a RG e RF esperada. a) 2:1; 2:1 b) 3:1; 3:1 c) 2:1; 3:1 d) 3:1; 2:1 13- Considerando uma população inicial com 20% de heterozigotos, qual será a freqüência esperada de heterozigotos após: a) uma geração de autofecundação b) sete gerações de autofecundações? a) 20%; 10% b) 10%; 0.16% c) 20%; 5% d) 50%; 50% 2. Alelos múltiplos 1. (UFJF 2006) As videiras podem produzir uvas de coloração vermelha, vinho, rosa e amarela. O cruzamento entre plantas com esses fenótipos produziu as seguintes proles na geração
  • 3. F1 Com base nos resultados apresentados, responda ao que se pede: a) Quantos alelos estão envolvidos na determinação do caráter cor de fruto e qual a relação de dominância entre eles? b) Qual a proporção genotípica e fenotípica do cruzamento entre plantas de fruto vinho do cruzamento parental (2) com plantas de fruto vinho do cruzamento parental (4)? c) Quantas plantas com frutos amarelos serão geradas, a partir de 200 sementes oriundas do cruzamento entre plantas de frutos vinho do cruzamento parental (4) com plantas de frutos rosa do cruzamento parental (2)? Resposta da questão 3: a) Quatro alelos, sendo A1 responsável pela cor vermelha, A2 pela cor vinho, A3 pela cor rosa e A4 pela cor amarela. A relação de dominância é A1 dominante sobre A2, que é dominante sobre A3 que, por sua vez, é dominante sobre A4 (A1 > A2 > A3 > A4). b) Cruzamento 1 A2A3 × A2A3  Proporção genotípica: 1A2A2 : 2A2A3 : 1A3A3 Proporção fenotípica: 3 vinho : 1 rosa Cruzamento 2 A2A4 × A2A3  Proporção genotípica: 1A2A2 : 1A2A3 : 1A2A4 : 1A3A4 Proporção fenotípica: 3 vinho : 1 rosa c) Cruzamentos A2A3 × A3A3  Proporção genotípica: 1A2A3 : 1A3A3 Proporção fenotípica: 3 vinho : 1 rosa A2A3 × A3A4  Proporção genotípica: 1A2A3 : 1A2A4 : 1A3A3 : 1A3A4 Proporção fenotípica: 1 vinho : 1 rosa Considerando os cruzamentos possíveis, não são produzidas plantas com frutos amarelos. 3. A herança e sexo 1. A hipofosfatemia é causada por um gene dominante ligado ao sexo, nos seres humanos. Um homem com hipofosfatemia se casa com uma mulher normal. Qual a proporção de filhos homens com hipofosfatemia? a) 0 b) 1/4 c) 1/8 d) 1/2 2. Um homem normal casa-se com uma mulher também normal, cujo pai era hemofílico (gene recessivo ligado ao sexo). Qual a probabilidade deste casal ter uma criança hemofílica? a) 1/4 b) 1/2 c) 0 d) 3/4 3. Um homem normal casa-se com uma mulher também normal cujo pai era hemofílico (gene recessivo ligado ao sexo). a) Qual a probabilidade deste casal ter uma filha hemofílica b) e um filho e este ser hemofílico? a) 1/4 e 1/4 b) 1/2 e 1/2 c) 0 e 1/4 d) 1/4 e 0 4. Um homem normal casa-se com uma mulher também normal, cujo pai era hemofílico (gene recessivo ligado ao sexo). Este casal sabe que terá um filho. Qual a probabilidade deste filho ser hemofílico? a) 0 b) 1/2 c) 1/4 d) 3/4 5. Distrofia muscular Duchenne (doença letal que se desenvolve na puberdade é determinada por um gene recessivo ligado ao sexo). Qual a probabilidade de uma mulher portadora ter: a)uma filha normal b)um filho, e este ser normal? a) 1/2 1/2 b) 1/4 1/2 c) 1/2 1/4 d) 0 ½ 6. Distrofia muscular Duchenne (doença letal que se desenvolve na puberdade é determinada por um gene recessivo ligado ao sexo. Qual a prob. de uma mulher portadora ter: a)uma filha doente b)um filho, e este ser doente? a) 1/2 1/2 b) 1/4 1/2 c) 1/2 1/4 d) 0 ¼ 7. Com relação à Duchenne, pergunta-se: a)Qual a prob. de uma mulher cujo irmão sofre da doença ter um filho afetado, b)Se o irmão de sua mãe teve Duchenne, qual a prob. de você ter recebido o gene? a) 1/8 1/4 b) 1/4 1/8 c) 1/4 1/2 d) 1/2 0 8. Um criador de gado leiteiro deseja eliminar seu touro de excelente qualidade por que seus primeiros 6 descendentes foram do sexo masculino. A decisão do criador está certa ou errada? a) Certa b) Errada c) Pode estar certa d) NRA 9. Que diferença existe entre os gametas masculinos e femininos nas espécies em que o macho é heterogamético? a) Fêmea produz gametas com diferentes cromossomos sexuais b) Macho produz gametas com diferentes cromossomos sexuais c) Machos produzem dois gametas d) NRA 10. Em drosophila, considerando-se o balanço gênico, qual o sexo dos indivíduos? a)AAXX b)AAXY c)AAX d)AAXXY e)AAAX a) F M M M M b) M F F F F c) M F F M F d) F M M F M 11. Qual é o mecanismo de determinação do sexo em formigas, abelhas e vespas? a) Partenogênese b) Gametogênese c) Haplodiploidismo d) Sistema ZW 12. Qual é o sexo dos seres humanos? a)AAXYY b)AAXXY c)AAXXX d)AAX0 a) M M F F b) M F F F c) M M F M d) M M F inviável 13. Nos galináceos (ZZ é macho, ZW é fêmea) a remoção do ovário resulta no desenvolvimento do testículo. Se tal
  • 4. "macho" for cruzado com uma fêmea normal, que proporção de sexos ocorre na prole? Obs: WW é inviável. a) 1/3M e 2/3F b) 1/4M e 3/4F c) 1/2M e 1/2F d) 2/3M e 1/3F 14. Que animal tem avô, mas não tem pai? a) Homem b) Boi c) Zangão d) Galo 15. Que proporção dos descendentes humanos recebe um cromossomo X da mãe? E um cromossomo X do pai? E um X da mãe e um Y do pai? a) 1 1/2 1/2 b) 1 1 1 c) 1/2 1/2 1/2 d) 1 1/2 1/4 16. Se o número diplóide das abelhas é 32, quantos cromossomos serão encontrados nas células somáticas do zangão? Quantos bivalentes existirão na gametogênese dos machos? e na gametogênese das fêmeas? a) 16 8 16 b) 8 0 16 c) 8 8 16 d) 16 0 16 17. Escreva no espaço indicado a soma dos itens corretos: No homem, o gene (h) para hemofilia está localizado no cromossomo X, e é recessivo em relação ao gene (H) , que condiciona a coagulação normal do sangue. Com base nesta informação PE correto afirmar que : (01) O homem hemofílico casado com mulher homozigota normal terá 50% de seus filhos afetados , independentemente do sexo das crianças. (02) Uma mulher filha de homem hemofílico, será , certamente, hemofílica. (04) Um homem hemofílico casado com mulher homozigota normal, terá todos os seus filhos normais , independentemente do sexo. (08) Um homem hemofílico teve uma filha normal A probabilidade desta filha ter uma criança do sexo masculino e hemofílica é ¼ Soma (12) 18. (VUNESP-SP) Uma mulher é portadora de um gene letal presente no cromossomo X. Este gene provoca aborto espontâneo algumas semanas após a formação do zigoto. Se esta mulher der a luz seis crianças normais , em seis partos distintos, o número esperado de crianças nascidas do sexo masculino será 1 2 3 4 5 19. Um homem afetado por certa doença casa-se com uma mulher normal. Eles têm oito filhos: 4 filhas, todas com a doença do pai, mas nenhum filho com a doença. Qual a herança sugerida? a) Ligada ao Y b) Autossômica dominante c) Dominante ligada ao sexo d) Recessiva ligada ao sexo 20. Uma mulher normal casa-se com um homem também normal. Geram 8 filhos: 3 meninos afetados, 2 meninos normais, 3 meninas normais. Em um segundo casamento une-se a outro homem normal, gerando 6 filhos: 2 meninos afetados, 1 menino normal, 3 meninas normais.Qual é a melhor herança explicar a transmissão deste caráter? a) Ligada ao Y b) Autossômica dominante c) Dominante ligada ao sexo d) Recessiva ligada ao sexo 21. Um homem é heterozigoto para um par de genes autossômicos Bb e portador de um gene d recessivo ligado ao sexo. Que proporção de seus espermatozóides será bd? a) 0 b) 1/2 c) 1/4 d) ¾ 22. Uma mulher tem uma doença rara (hipotética) denominada Quackerlips. Ela se casa com um homem normal, e todos os seus filhos, mas nenhuma de suas filhas têm Quackerlips. Qual o modo de herança de Quackerlips? a) Ligada ao Y b) Autossômica dominante c) Dominante ligada ao sexo d) Recessiva ligada ao sexo 23. Uma doença que causava descamação da pele apareceu num indivíduo. Este homem casou-se e teve seis filhos, todos doentes, e várias filhas, todas normais. Por várias gerações, essa condição foi passada de pai para filho. Trata-se de qual tipo de herança? a) Autossomal dominante b) Ligada ao sexo c) Influenciada pelo sexo d) Genes holândricos 24.(UEMG/2008) O heredograma a seguir apresenta um caso familial de daltonismo, herança determinada por um gene recessivo localizado no cromossomo X. Pela análise das informações contidas no heredograma e de outros conhecimentos que você possui sobre o assunto, só se pode afirmar CORRETAMENTE que a) o indivíduo II.1 tem 50% de chance de apresentar o gene para o caráter. b) todas as filhas do indivíduo II.2 serão daltônicas. c) qualquer descendente de II.4 receberá o gene para daltonismo. d) o indivíduo II.2 herdou o gene de qualquer um dos genitores. 25. (UEL/2009) A hemofilia é uma doença hereditária recessiva ligada ao cromossomo sexual X, presente em todos os grupos étnicos e em todas as regiões geográficas do mundo. Caracteriza-se por um defeito na coagulação sanguínea, manifestando-se através de sangramentos espontâneos que vão de simples manchas roxas (equimoses) até hemorragias abundantes. Com base no enunciado e nos conhecimentos sobre o tema, é correto afirmar: a) Casamento de consangüíneos diminui a probabilidade de nascimento de mulheres hemofílicas. b) Pais saudáveis de filhos que apresentam hemofilia são heterozigotos. c) A hemofilia ocorre com a mesma freqüência entre homens e mulheres.
  • 5. d) As crianças do sexo masculino herdam o gene da hemofilia do seu pai. e) Mulheres hemofílicas são filhas de pai hemofílico e mãe heterozigota para este gene. 26. (UFMG/2008) Um casal normal para a hemofilia – doença recessiva ligada ao cromossoma X – gerou quatro crianças: duas normais e duas hemofílicas. Considerando-se essas informações e outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que a) a mãe das crianças é heterozigótica para a hemofilia. b) a probabilidade de esse casal ter outra criança hemofílica é de 25% . c) as crianças do sexo feminino têm fenótipo normal. d) o gene recessivo está presente no avô paterno das crianças. 27. (UNIFOR-JUNHO/2008) Em determinada espécie de ave, o gene A condiciona plumagem negra, enquanto que seu alelo A1 condiciona plumagem amarela. Aves heterozigóticas para esse caráter apresentam plumagem cinzenta. Sabendo-se que esse caráter é ligado ao sexo e que nas aves o sexo heterogamético é o feminino, espera-se que o cruzamento entre um macho amarelo e uma fêmea negra produza na descendência: a) somente machos negros. b) somente fêmeas amarelas. c) somente machos cinzentos. d) 100% dos machos cinzentos e 100% das fêmeas amarelas. e) 100% dos machos negros e 100% das fêmeas amarelas. 28. (UFMS-JULHO/2006) Uma mulher de visão normal, cujo pai é daltônico, casou-se com um homem também de visão normal. Lembrando que o daltonismo é uma doença de herança ligada ao sexo feminino, a probabilidade é de que a) um quarto das filhas do casal seja daltônico. b) metade dos meninos, filhos do casal, seja daltônica. c) metade dos meninos e metade das meninas, filhos do casal, sejam daltônicos. d) um quarto dos meninos, filhos do casal, seja daltônico. e) um oitavo de todos os filhos do casal, tanto meninos quanto meninas, seja daltônico. 29. (FATEC/2009) Considere as afirmações a seguir sobre uma das doenças representadas na tirinha: I. O daltonismo é uma deficiência visual que impede o indivíduo de enxergar certas cores e pode ser prevenido através de medicação específica. II. Se uma mulher daltônica transmitir um dos seus autossomos portador do alelo para o daltonismo a um filho, ele será certamente daltônico. III. Um homem hemizigótico para o alelo mutante do daltonismo tem dificuldades para distinguir cores. IV. O daltonismo, atualmente, graças à engenharia genética, já tem tratamento e cura. V. Uma mulher heterozigótica para o daltonismo, que recebeu de seu pai o cromossomo X, portador do gene alelo mutante para essa doença, tem visão normal para as cores. Está correto o contido em: a) III e V, apenas. b) I, III e IV, apenas. c) II, III e V, apenas. d) I, II, IV e V, apenas. e) I, II, III, IV e V. 30. (PUC-RJ/2007) Uma característica genética recessiva presente no cromossomo Y é: a) poder ser herdada do pai ou da mãe pelos descendentes do sexo masculino e do feminino. b) só poder ser herdada a partir do pai por seus descendentes do sexo masculino. c) só poder ser herdada a partir do pai por seus descendentes do sexo feminino. d) só poder ser herdada a partir da mãe por seus descendentes do sexo masculino. e) só poder ser herdada a partir da mãe por seus descendentes do sexo feminino. 31. (UFV/2004) Suponha que um evento de mutação permitiu ao homem-aranha secretar a seda formadora de teia. Esse único evento resultou na formação de um alelo (S) autossômico e dominante, mas com expressão influenciada pelo sexo. Desta forma, mulheres-aranha seriam esperadas na população apenas se tal alelo ocorresse em homozigose (SS). Considerando que o homem-aranha é o único a ter essa mutação, a expectativa quanto aos fenótipos de seus futuros descendentes poderá ser uma entre as possibilidades abaixo. Assinale a afirmativa CORRETA: a) Terá filhas-aranha se casar com uma prima de primeiro grau. b) Todos os seus meninos deverão ter o fenótipo “aranha”. c) Analisando apenas as filhas, 50% delas deverão ser normais. d) Quem herdar o cromossomo Y deverá ser uma criança- aranha. e) Na geração F1, 25% poderá ser de meninos-aranha. 32. (UFSM/2007) Considerando-se indivíduos hemofílicos do sexo masculino, pode-se afirmar que suas células somáticas e gaméticas, respectivamente, possuem a) 46 autossomos - 23 alossomos. b) 44 alossomos + XX - 22 alossomos + X ou X. c) 44 alossomos + XY - 22 alossomos + X ou Y. d) 46 autossomos + XX - 23 autossomos + X ou X. e) 44 autossomos + XY - 22 autossomos + X ou Y. 33. (UFF) Considere o heredograma: Sabe-se que o pai, o marido, os cinco irmãos homens e um sobrinho de Joana são normais. Entretanto, Joana teve um filho que apresentou síndrome hemorrágica caracterizada por baixo nível plasmático do fator VIII da coagulação. A probabilidade genética de serem portadoras do gene para a hemofilia A, neste caso, é: a) 100% para todas as mulheres da família b) 100% para Joana, sua mãe e sua filha c) 100% para Joana e 50% para sua filha
  • 6. d) 100% para Joana e 50% para as outras mulheres da família e) 100% para Joana e 25% para sua filha 34. (UEL) Em drosófilas, a cor amarela do corpo é determinada por um gene recessivo localizado no cromossomo X, e a cor cinza pelo alelo dominante. Assinale a descendência esperada a partir do cruzamento entre uma fêmea amarela e um macho cinzento. a) machos: 100% amarelos - fêmeas: 100% cinzentas. b) machos: 100% cinzentos - fêmeas: 100% amarelas. c) machos: 100% amarelos - fêmeas: 50% cinzentas e 50% amarelas. d) machos: 50% cinzentos e 50% amarelos - fêmeas: 100% cinzentas. e) machos: 50% cinzentos e 50% amarelos - fêmeas: 50% cinzentas e 50% amarelas. 35. (UFMG/2008) 1. Observe esta figura, em que está representado o cromossoma X: A enzima G–6–PD (glicose seis fosfato desidrogenase), presente nas hemácias, está envolvida no metabolismo da glicose. Sabe-se que a deficiência dessa enzima torna a hemácia sensível a certas drogas - por exemplo, alguns tipos de analgésicos. Considerando essas informações e outros conhecimentos sobre o assunto, ARGUMENTE a favor de ou contra cada uma das afirmativas que se seguem. a) O número de mulheres e de homens que podem desenvolver crises hemolíticas é igual. b) Indivíduos com o mesmo genótipo mutante para a síntese da enzima G–6–PD podem apresentar fenótipos diferentes. c) Os genes para o daltonismo e para a síntese de G–6–PD segregam-se independentemente. 2. Analise este quadro Variantes da G-6-PD Genes Atividade enzimática (%) Quadro clínico B B 100 Normal A A 80-100 Normal A- A- 10-20 Sensibilidade a drogas; crise hemolítica leve Med B- 0-5 Sensibilidade a drogas; crise hemolítica grave Considerando a figura do cromossoma X apresentada no item 1 desta questão e as informações contidas nesse quadro, RESPONDA: a) Os genes que determinam os diferentes tipos da enzima G–6–PD são alelos? ( ) Sim ( ) Não JUSTIFIQUE sua resposta. b) É possível uma criança com genótipo favorável ao desenvolvimento de crise hemolítica grave ser filha de um casal, em que o homem e a mulher apresentam a variante enzimática B? ( ) Sim ( ) Não JUSTIFIQUE sua resposta, explicitando seu raciocínio. a) Não, pois, como o gene que causa a doença é recessivo e ligado ao cromossomo X, o homem manifesta a doença com apenas uma cópia herdada da mãe, enquanto a mulher precisa de apresentar 2 alelos recessivos para manifestar a doença. b) Sim, pois, a expressão do fenótipo depende de fatores ambientais. c) Não, pois, localizam-se no mesmo cromossomo (genes ligados). 2. a) Sim. Estão vinculados ao mesmo loco gênico, no mesmo par de homólogos. b) Não. O homem tem genótipo XB Y e a mulher pode ser heterozigota (X B X B- ). Assim, temos: X B X B- X B X B X B X B X B- Y XB Y XB- Y Não há como sair uma filha X B- X B- 36. (UERJ/2002) Um homem pertence a uma família na qual, há gerações, diversos membros são afetados por raquitismo resistente ao tratamento com vitamina D. Preocupado com a possibilidade de transmitir essa doença, consultou um geneticista que, após constatar que a família reside em um grande centro urbano, bem como a inexistência de casamentos consangüíneos, preparou o heredograma abaixo. Nele, o consultante está indicado por uma seta. a) Sabendo que a doença em questão é um caso de herança ligada ao sexo, formule a conclusão do geneticista quanto à possibilidade de o consultante transmitir a doença a seus descendentes diretos. b) Calcule os valores correspondentes à probabilidade de que o primo doente do consultante, ao casar com uma mulher normal, gere filhas e filhos afetados pela doença. a) Não existe possibilidade do consultante transmitir a doença, pois a herança do raquitismo é ligada ao cromossomo X. Como ele não é afetado e os homens possuem apenas um cromossomo X, pode-se afirmar com 100% de certeza que ele não possui o alelo para a doença. b) A probabilidade é de 100%, pois, como a doença é causada por um alelo dominante e ele necessariamente passará o seu a suas filhas, elas serão portadoras do problema. Já para os filhos, a probabilidade é de 0%, pois herdarão o cromossomo Y do pai. 4. Segunda Lei e interações gênicas 1. Dois locos gênicos com segregação independente, cada um controlando um caráter. Trata-se de? a) 1a Lei de Mendel b) 2a Lei de Mendel c) Interação gênica d) Epistasia A alternativa correta em relação ao quadro é:
  • 7. AMABIS e MARTHO. "Fundamentos da Biologia Moderna". São Paulo: Moderna, 1997. p. 499. A figura representa a a) mitose e explica a separação dos cromossomos durante a divisão. b) meiose e explica a segregação independente dos genes previstos pela segunda lei de Mendel. c) mitose e explica a segregação dos genes demonstrando a dominância e a recessividade. d) meiose, que é um processo de formação de gametas mas que não tem nenhuma relação com as leis de Mendel. e) mitose, que é um processo de divisão celular mas que não tem nenhuma relação com as leis de Mendel. 2. (UFL-MG) Considere a segunda lei de Mendel ou lei da distribuição independente e indique os gametas produzidos pelo genótipo aaBbccDdEE. a) a; B; b; c; D; d; E. b) aBcDE; aBcdE; abcDE; abcdE. c) aa; Bb; cc; Dd; EE. d) aaBb; ccDd; aaEE; BbDd. e) aB; bc; cD; dE. 3. Suponha que você possua duas linhagens de plantas: uma AABB e outra aabb. Você cruza as duas e autofecunda as plantas F1. Quanto a esses dois genes, qual a prob. de uma planta F2 obter metade de seus alelos de um avô e metade de outro? E uma planta na F2obter todos os seus alelos de um só avô? a) 1/16 e 1/16 b) 4/16 e 8/16 c) 1/16 e 2/16 d) 4/16 e 2/16 4. Considere o cruzamento AaBbCcDdEe x aaBbccDdee. Que proporção da prole se assemelhará, no genótipo, com (1) o primeiro genitor, (2) o segundo genitor, (3) nenhum deles, (4) qualquer um deles? a) 1/32 1/32 1/16 15/16 b) 1/32 1/32 15/16 1/16 c) 1/64 1/64 1/64 63/64 d) 1/64 1/64 63/4 1/64 5. Nas ervilhas, a cor amarela dos cotilédones é dominante sobre a verde e a forma lisa da semente é dominante sobre a rugosa. Que razão fenotípica é esperada, em F2, do cruzamento (genitores puros) de semente amarela, lisa X verde, rugosa? a) 3:1 b) 1:2:1 c) 9:3:3:1 d) 1:1:1:1 6. Quais as proporções genotípica e fenotípica resultantes do cruzamento VvRr X Vvrr? a) 1:1:1:1 e 3:1 b) 1:1:2:2:1:1 e 3:3:1:1 c) 1:2:2:4:2:1 e 9:3:3:1 d) 1:1:1:1:1:1 e 1:1:1:1 7. A cor da planta e das flores são governadas pelos genes C/c e B/b: CC=verde-escuro, Cc=verde-claro, cc=letal, B_=flor vermelha e bb=flor branca. Qual a RF do cruz. de duplos-heterozigotos? a) 9:3:3:1 b) 3:1:6:2 c) 1:1:1:1 d) 4:6:4:2 8. Quantos gametas diferentes produzem os genótipos: a)AA, b)Aa, c)AaBb, d)AABB, e)AABBccDDeeffgg e f)AabbccDdee. a) 1;2;4;1;1;4 b) 2;2;4;5;5;5 c) 1;1;2;2;7;5 d) 1;2;4;1;2;4 9. Aponte a RG esperada na descendência: a) do cruzamento AaBbCCDD x AabbCCdd, b)da autofecundação de indivíduos de genótipo AaBBCCDD. a) 9:3:3:1 e 1:2:1 b) 1:1:1:1 e 1:2:1 c) 1:1:2:2:1:1 e 1:2:1 d) 1:1:2:2:1:1 e 1:1:2:1:1 10. No milho, três alelos dominantes, A, B, R, precisam estar presentes para que se produzam sementes coloridas. Uma planta colorida X é cruzada com três plantas de teste com genótipo conhecido. Com aabbRR, obtêm-se 50% de sementes coloridas. Com aaBBrr, obtêm-se 25% coloridas. Com Aabbrr, obtêm-se 50% coloridas.Qual o genótipo de X? a) AaBBRr b) AaBbRr c) AABbRr d) AaBbRR 11. A audição normal depende da presença de pelo menos um alelo dominante de cada um dos genes D e E. Se você examinasse a prole coletiva de um grande número de casamentos DdEe X DdEe, que proporção fenotípica esperaria encontrar? a) 15:1 b) 9:6:1 c) 3:1 d) 9:7 12. A visão normal, hipoteticamente, depende da presença de pelo menos um dominante dos genes A e B. Se você examinasse a prole coletiva de um grande número de casamentos AaBb X AaBb, que proporção fenotípica esperaria encontrar? a) 15:1 b) 9:6:1 c) 3:1 d) 9:7 13. Considerando um caso de interação gênica epistática, um cruzamento de duplos-heterozigotos produziu, na F2, a seguinte RF 9:6:1. Quantos genótipos diferentes são produzidos em cada classe fenotípica da F2? a) 1 : 1 : 1 b) 1 : 4 : 4 c) 9 : 6 : 1 d) 4 : 4 : 1 14. Em cachorro, o genótipo C_ produz pêlos pigmentados, ao passo que cc origina pêlos brancos. Outro par de alelos
  • 8. (B/b) determina a cor da pelagem, assim C_B_ são pretos e C_bb são marrons. No cruzamento de dois animais CcBb,qual a RF esperada? a) 9pretos:3brancos:4marrons b) 9pretos:6brancos:1marrons c) 9pretos:1brancos:6marrons d) 9pretos:4brancos:3marrons 15. Dois fatores que alteram a relação fenotípica 9:3:3:1 esperada da descendência de um duplo-heterozigoto são: a) Interação gênica e Pleiotropia b) Dominância completa e Interação c) Interação gênica e Codominância d) Dominância completa e Pleiotropia 16. Dois ou mais genes interagindo na determinação de um caráter, é uma característica de: a) 2a Lei de Mendel b) Genes ligados ao sexo c) Pleiotropia d) Interação gênica 17. Numa planta a cor púrpura das flores pode ser produzida por alelos dominantes de qualquer um de dois pares diferentes de genes (A_bb e aaB_). A_B_ produz pétalas azuis, e aabb produz pétalas escarlates. Qual o genótipo dos genitores no cruzamento: azul xescarlate => 1/4azul:2/4púrpura:1/4escarlate? a) AABB e aabb b) AAbb e aaBB c) AaBb e aabb d) Aabb e aaBb 5. Linkage e mapas 1. A existência de dois ou mais genes, localizados no mesmo cromossomo, diz respeito a: a) Interação epistática b) Interação não-epistática c) Ligação gênica d) Pleiotropia 2. Para que um indivíduo duplo heterozigotoCIS, com genes ligados, em relação aos genes (A/a) e (B/b), produza um gameta do tipo Ab, é necessário que ocorra: a) Crossing-over na mitose b) Crossing-over na meioseI c) Crossing-over na meioseII d) Mutação 3. Um indivíduo duplo-heterozigoto trans , em relação aos genes (D/d) e (E/e) produzirá gametas do tipo DE com freqüência: a) 0.25 b) 0.5 c) > 0.25 d) < 0.25 4. (F.C.Chagas-SP) Os gens a e b encontram-se num mesmo cromossoma, sendo a distância entre eles de 17 unidades. A frequência de gametas AB formados por um indivíduo AB/ab éde: a) 8,5% b) 17% c) 34% d) 41,5% e) 83% 5. No milho grão colorido I ‚dominante sobre grão incolori e grão liso R‚ dominante sobre grão rugoso r. Os dois pares de genes estão em linkage.Plantas desementecoloridalisa foram cruzadas com plantas de sementesincoloresrugosas.A F1, toda de sementes coloridas e lisas, foi retrocruzada complantas de semente incolor e rugosa produzindo: 285 plantas com sementes coloridas lisas 10 plantas com sementes coloridas rugosas 297 plantas com sementes incolores rugosas 8 plantas com sementes incolores lisas A taxa de crossing entre I e R é: a) 3% b) 6% c) 48,5% d) 0,7% e) 1,5% 6. (CESGRANRIO) Consideremos dois pares de genes CD/cd durante a meiose.Supondo-se que ocorre crossing entre eles numa freqüência de 16%, os gametas formados serão: a)25% CD, 25% cd, 25% Cd, 25% cD. b)42% CD, 42% cd, 16% Cd, 16% cD. c)42% CD, 42% cd, 8% Cd,8% cD. d)50% CD, 50% cd. e)84% CD, 84% cd, 16% Cd, 16% cD. 7. (OMEC-SP) Cruzando-se um heterozigoto para dois pares de genes AaBb com um duplo recessivo aabb, obteve-se: 43 % - indivíduos AaBb 43 % - indivíduos aabb 7% - indivíduos Aabb 7% - indivíduos aaBb Tratando-se, evidentemente, de um caso de ligação fatorial, pode-se dizer que : a) o heterozigoto é Ab/aB e a distância entre os dois genes é de 7 unidades. b) o heterozigoto é AB/aB e a distância entre os dois genes é de 7 unidades. c) o heterozigoto é Ab/aB e a distância entre os dois genes é de 14 unidades. d) o heterozigoto é AB/ab e a distância entre os dois genes é de 14 unidades. e) não se pode saber a constituição do heterozigoto, mas a distância entre os dois genes é de 14 unidades. 8. (FEI-SP) Qual a seqüência mais provável dos genes A, B, C, D, localizados no mesmo cromossomo, apresentando as seguintes freqüências de recombinação: AB - 17%CD - 30%AC - 5%AD - 35%BD - 18% a) A - B - C - D b) A - C - B - D c) A - B - D -C d) C - A - B - D e)C - A - D - B 9. (UNESP-SP) Se em um mapa genético a distância entre os loci A e B é de 16 morganídeos, qual a frequência relativa dos gametas AB, Ab, aB, ab, produzidos pelo genótipo AB/ab? AB Ab aB ab a) 36% 14% 14% 36% b) 34% 16% 16% 34% c) 42% 8% 8% 42% d) 8% 42% 42% 8% e) 44% 6% 6% 44% 10. (UMC-SP) Um indivíduo de genótipo desconhecido foi cruzado com o birecessivo mn/mn e produziu os seguintes descendentes: 4% MN/mn; 46% Mn/mn; 46% mN/mn; 4% mn/mn Pergunta-se: a) Qual o genótipo do indivíduo? Ele é cis ou trans? O duplo-heterozigoto que tem os dois genes dominantes no mesmo cromossomo e os dois recessivos no outro (AB/ab) é chamado de heterozigoto "cis". O duplo-heterozigoto cujos genes dominantes estão em cromossomos diferentes do par de homólogos (Ab/aB) é o heterozigoto "trans". b) Que tipos de gametas formou e em que procentagem?
  • 9. MN – 4% Mn – 46% mN – 46% mn – 4% c) Quais desses gametas são parentais e quais são recombinantes? Parentais Mn e Mn Recombinantes MN e mn d) Qual é a distância dos loci m e n no mapa gênico? 8% ou 8 morganídeos (4% + 4%) 11. (Unicamp-SP) Um organismo homozigoto para os genes ABCD, todos localizados num mesmo cromossomo, é cruzado com outro que é homozigoto recessivo para os mesmos alelos. O retrocruzamento de F1 (com o duplo recessivo) mostra os seguintes resultados: - não ocorreu permuta entre os genes A e C - ocorreu 20% de permuta entre os genes A e B, 30% entre A e D - ocorreu 10% de permuta entre os genes B e D a) Baseando-se nos resultados acima, qual é a seqüência mais provável desse 4 genes no cromossomo, a partir do gene A? ACBD b) Justifique sua resposta. Como não ocorreu permuta entre A e C, estão numa mesma posição. O gen D apresentou maior permuta em relação a A, portanto será o mais distante. O gen B apresentou menor permuta em relação a A, portanto encontra-se entre A e D 12. (FUVEST-SP) Dois genes alelos atuam na determinação da cor das sementes de uma planta: A, dominante, determina a cor púrpura e a, recessivo, determina a cor amarela. A tabela abaixo apresenta resultados de vários cruzamentos feitos com diversas linhagens dessa planta: Cruzamento Resultado I x aa 100% púrpura II x aa 50% púrpura; 50% amarelo III x aa 100% amarelo IV x Aa 75% púrpura; 25% amarelo Apresentam genótipo Aa as linhagens: a) I e II b) II e III c) II e IV d) I e IV e) III e IV No cruzamento II, para se obter a progênie com 50% púrpura e 50% amarelo, obrigatoriamente o progenitor II deverá ser heterozigoto, e no cruzamento IV, para se obter a progênie 75% púrpura e 25% amarela, o progenitor IV deverá ser heterozigoto. O progenitor I é homozigoto dominante, o progenitor III é homozigoto recessivo. 13. (Taubaté) O albinismo nas plantas, ou seja, a incapacidade de sintetizar clorofila, é um caráter recessivo em muitas espécies. Uma planta de fumo heterozigota para albinismo é autofecundada, e 600 de suas sementes são postas para germinar. Quantas teoricamente, levarão a plantas albinas? Quantas, teoricamente, terão o genótipo parental? a) 150; 300 b) 150; 450 c) 300; 300 d) 150; 150 e) 450; 150 A informação do texto diz que as plantas são heterozigotas para albinismo, portanto são Aa, são autofecundadas (Aa X Aa), resultará numa progênie com 25% AA, 50% Aa e 25% AA. 50% apresentarão a característica parental ½ X600 = 300 25% apresentarão a característica albina 1/4X600 = 150 14. (UFRJ 2007) Sabendo que a maioria das mutações é deletéria (prejudicial ao organismo), o evolucionista John Maynard-Smith escreveu sobre a meiose, durante a produção de gametas: "A meiose é o equivalente a ter dois carros, um com a transmissão quebrada, outro com o motor quebrado e, com eles, produzir um único carro que funcione". A figura a seguir ilustra um par de cromossomos homólogos duplicados (A e B), bem como as localizações dos alelos deletérios "M" (presente somente no cromossomo A) e "N" (presente somente no cromossomo B). Um indivíduo que possui os cromossomos A e B poderá formar gametas que não sejam portadores dos alelos M e N? Justifique sua resposta. Resposta da questão 5: Sim. A permutação ("crossing-over") possibilita que o alelo deletério de um membro do par de homólogos seja trocado pelo alelo normal do outro, formando uma cromátide sem alelos deletérios. Esta cromátide dará origem a cromossomos normais nos gametas. 15)(FUVEST-2005) Foram realizados cruzamentos entre uma linhagem pura de plantas de ervilha com flores púrpuras e grãos de pólen longos e outra linhagem pura, com flores vermelhas e grãos de pólen redondos. Todas as plantas produzidas tinham flores púrpuras e grãos de pólen longos. Cruzando-se essas plantas heterozigóticas com plantas da linhagem pura de flores vermelhas e grãos de pólen redondos, foram obtidas 160 plantas: 62 com flores púrpuras e grãos de pólen longos, 66 com flores vermelhas e grãos de pólen redondos, 17 com flores púrpuras e grãos de pólen redondos, 15 com flores vermelhas e grãos de pólen longos. Essas freqüências fenotípicas obtidas não estão de acordo com o esperado, considerando-se a Segunda Lei de Mendel (Lei da Segregação Independente). a) De acordo com a Segunda Lei de Mendel, quais são as freqüências esperadas para os fenótipos? b) Explique a razão das diferenças entre as freqüências esperadas e as observadas 1)a) Flores púrpuras e grãos de pólen longo->40 Flores vermelhas e grãos de pólen redondos->40 Flores púrpuras e grãos de pólen redondos->40 Flores vermelhas e grãos de pólen longo ->40 b) As diferenças acontecem porque os genes determinantes da cor das flores e da forma dos grãos de pólen estão situados no mesmo cromossomo (genes ligados). . 16) (F.OBJETlVO-SP) Em drosófila, os genes para cor do corpo (cinza ou preto) e tamanho das asas (normais ou vestigiais) situam-se no mesmo par de homólogos. Uma fêmea de corpo cinza e asas normais duplamente heterozigota, cruzada com um macho de corpo preto e asa vestigial, birrecessivo, apresenta os seguintes resultados: cinza - normal - 128 cinza - vestigial - 22
  • 10. preto - normal - 24 preto - vestigial – 126 Qual é a distância, em morganídios, entre os genes para cor do corpo e tamanho da asa? a)5. c) 15 . e) 60.. b) 10 d) 45 17) (FUVEST-2005) No desenho abaixo, estão representados dois cromossomos de uma célula que resultou da 1ª divisão da meiose de um indivíduo heterozigótico AaBb. Esquematize esses cromossomos, com os genes mencionados: a) no final da interfase da célula que originou a célula do desenho. b) nas células resultantes da 2ª divisão meiótica da célula do desenho. c) em todas as células resultantes da meiose que originou a célula do desenho. 18)(Fuvest-2005)Um indivíduo é heterozigótico em dois locos: AaBb. Um e espermatócito desse indivíduo sofre meiose. Simultaneamente, uma célula sangüínea do mesmo indivíduo entra em divisão mitótica. Ao final da interfase que precede a meiose e a mitose, cada uma dessas células terá, respectivamente, a seguinte constituição genética: a) AaBb e AaBb. b) AaBb e AAaaBBbb. c) AAaaBBbb e AaBb. d) AAaaBBbb e AAaaBBbb. e) AB e AaBb. 19) Quanto tipos de gametas diferentes e quais tipos de gametas podem produzir os indivíduos que tem genótipo: a) AABbCCddEe b) DDPpFf c) Hhli Resposta A= 4 b=4 c=4 20)(CESCEM-SP) Em uma célula, dois pares de cromossomos homólogos (AA' e BB') ocupam as seguintes posições na metáfase I do processo da gametogênese, conforme figura abaixo. Ao concluir a meiose, essa célula formará: a) dois gametas AB e dois gametas A'B. b) dois gametas AB' e dois gametas A'B. c) apenas dois gametas: AB e A'B'. d) apenas dois gametas: AB' e A'B. e) quatro gametas: AB, A'B, AB' e A'B'. 21)(Fuvest) O cruzamento entre duas linhagens de ervilhas, uma com sementes amarelas e lisas (VvRr) e outra com sementes amarelas e rugosas (Vvrr), originou 800 indivíduos. Quantos indivíduos devem ser esperados para cada um dos fenótipos obtidos? Amarela e lisa 300 Amarela e rugosa 300 Verde e lisa 100 Verde e rugosa 100 22) (UFPA)Do cruzamento de um diíbrido (AaBbl) com um duplo homozigoto (aabbl) resultaram 160 descendentes. A proporção esperada de descendentes com o genótipo igual ao pai diíbrido é: a) 6,25% b) 18,75% c) 25% d) 50% e) 56,25% 23) (FCC) - Considerando-se T, G e R genes não-alelos que se segregam independentemente, qual é a proporção esperada de descendentes TtGGRr do cruzamento TtGgRR x ttGgrr: a) I 1/16 b)l 1/8 c) 1/4 d) 3/4 e) 9/16 24)(CESGRANRIO) Em uma geração F2, para um caso de dois pares de genes independentes, a proporção do genótipo Aabb é igual a: a) 1/8 b) 1/16 c) 1/4 d) 3/16 e)3/8 25) (Fuvest-2005)Um indivíduo é heterozigótico em dois locos: AaBb. Um espermatócito desse indivíduo sofre meiose. Simultaneamente, uma célula sangüínea do mesmo indivíduo entra em divisão mitótica. Ao final da interfase que precede a meiose e a mitose, cada uma dessas células terá, respectivamente, a seguinte constituição genética: a) AaBb e AaBb. b) AaBb e AAaaBBbb. c) AAaaBBbb e AaBb. d) AAaaBBbb e AAaaBBbb. e) AB e AaBb. 26)(Unicamp-2004) Considere duas linhagens homozigotas de plantas, uma com caule longo e frutos ovais e outra com caule curto e frutos redondos. Os genes para comprimento do caule e forma do fruto segregam independentemente. O alelo que determina caule longo é dominante, assim como o alelo para fruto redondo. a) De que forma podem ser obtidas plantas com caule curto e frutos ovais a partir das linhagens originais?Explique indicando o(s) cruzamento(s). Utilize as letras A, a para comprimento do caule e B, b para forma dos frutos. Cruzando entre si os descendentes da linhagem original b) Em que proporção essas plantas de caule curto e frutos ovais serão obtidas? 1/16 27)(Puc) A probabilidade de um individuo com genótipo TtLi formar um espermatozóide com constituição tL é: a)1/16 d)3/4 b)3/16 e)1/2 c)1/4 28)(ESTÃCIO DE SÃ-RJ) A troca do material genético entre cromossomos homólogos dá-se por um processo denominado: a) permuta. b) combinação.
  • 11. c) frutificação. d) interferência. e) fragmentação. 29) (PUC-SP)A permutação ou crossing-over é: a) a troca de gametas que ocorre durante o cruzamento de dois indivíduos hermafroditos. b) a troca de micronúcleos entre indivíduos unicelulares que usam esse processo para renovar o seu material genético. c) o processo de duplicação dos cromossomos, fundamental para a manutenção da espécie. d) o processo que origina novos arranjos gênicos, resultantes de trocas de fragmentos de cromátides homólogas. e) a fase em que os cromossomos homólogos vão sofrendo um processo de pareamento de modo a se tornarem bivalentes. 30)(U.U.MG) Consideremos a segregação de dois pares de alelos AB/ab durante a meiose. Supondo-se que não houve crossing-over entre os dois cromossomos, os gametas formados são: a) 50% Ab, 50% Ba. b) 25% A, 25% B, 25% a, 25% b. c) 100% AaBb. d) 50% AB, 50% ab. e) 50% Aa, 50% Bb. 31)Um casal, ambos polidáctilos e de visão normal, tem uma criança normal para polidactilia, mas miope. Considerando- se que ambas as anomalias são autossômicas e os respectivos genes estão em cromossomos diferentes, então, qual a probabilidade do casal a) ter outra criança normal para as duas características? 3/16 b) ter um menino míope e com polidactilia? 3/32 32)Numa ave doméstica, o gene C condiciona plumagem branca e o seu alelo recessivo, plumagem colorida; o gene P determina patas com plumas e o seu alelo recessivo, patas sem plumas. Esses pares de genes são autossômicos e segregam-se independentemente. Uma ave branca com patas com plumas, homozigota para os dois pares de genes, foi cruzada com uma colorida com patas sem plumas. Se os descendentes obtidos forem cruzados entre si, qual a proporção de aves hornozigotas para os dois pares de genes? 1/16 CCPP 1/16 ccpp 33)No homem, existem duas manifestações genéticas: a polidactilia e a miopia. Um indivíduo com polidactilia apresenta essa doença herdada do pai que também é polidáctilo. Sua mãe é normal, porém filha de dois polidáctilos. Esse mesmo indivíduo é míope, mas a mãe e o pai são normais. Imagine que esse indivíduo case-se com uma mulher normal para polidactilia e miopia, sendo que na sua família o único míope é seu irmão e ninguém apresenta polidactilia. Calcule a chance desse casal tendo dois filhos, um menino e uma menina, que os dois sejam normais para miopia e polidactilia. Calcule a chance desse casal tendo dois filhos, um menino e uma menina, que os dois sejam normais para miopia e polidactilia. 1/36 34)(FUVEST-SP) Um indivíduo heterozigoto para dois pares de genes (A e a; B e b), localizados em dois pares diferentes de cromossomos, formará que tipos de gametas e em que proporções? a) 75% AB e 25% ab. b) 50% Aa e 50% Bb. c) 25% aa, 50% AB e 25% bb. d) 25% AA, 50% ab e 25% BB. e) 25% AB, 25% aB, 25% Ab e 25% ab. 35) (U.F.AL) Os genes A e B não são alelos, encontram-se num mesmo cromossomo e a taxa de recombinação entre eles é de 10%. Um indivíduo ABab formará um maior número de gametas com constituição: a) Aa ou Bb. b) AA ou BB. c) AB ou ab. d) aa ou bb. e) Ab ou aS. 36) (FUVEST-SP) Em determinada espécie, os locos dos genes A e B situam-se no mesmo cromossomo. Na meiose de um indivíduo duplo-heterozigoto ABab ocorre permutação entre esses locos em 80% das células. A porcentagem esperada de gametas Ab que o indivíduo formará é: a) 10%. b)20%. c) 30%. d)40%. e) 80%. 37)Um concurso de gado considera 3 características condicionadas por genes dominantes onde para cada uma, o homozigoto recebe mais pontos que o heterozigoto e o recessivo (que recebe zero na característica correspondente). Um criador de um touro e uma vaca, ambos heterozigóticos para as três características, desejando entrar no concurso fez com que os animais se cruzassem. Qual é a chance do criador obter em F1 um descendente capaz de tirar o 1°lugar, obtendo mais pontos, e um descendente que ficasse em último lugar, obtendo menos pontos? 1/64 e 1/64 38)(F. CARLOSCHAGAS-SP)Os genes A e B encontram-se num mesmo cromossomo, sendo a distância entre eles de 17 unidades. A freqüência de gametas AB formados Por um individuo AB, é de: === a b a) 8,5%. b)17%. c) 34%, d) 41,5%. e) 83%. 39) Linhagens de plantas com flores vermelho-denteadas (BBLL) foram cruzadas com plantas com flores branco-lisas (bbll). A geração F1 foi fecundada resultando em uma geração F2 com certo número de indivíduos, dentre os quais 200 eram duplo-recessivos (bbll). Pergunta-se: a) quantos indivíduos se espera que tenham nascido no total em F2? 2400 b) qual o numero de plantas de F2 com pelo menos um caráter dominante? 2200 6. Interações Gênicas 1. (FUND. LUSÍADAS-SP) Todos os filhos de um casal são mulatos médios.Provavelmente esse casal é constituído por: a) dois mulatos médios. b) um mulato médio e um negro puro. c) um mulato médio e um branco puro d) um negro puro e um branco puro. e) um mulato claro e um escuro. 2. (FATEC-SP)Pares de genes, com segregação independente, podem agir, conjuntamente, na determinação de uma mesma característica fenotípica.Este fenômemo é conhecido como: a) interação gênica. b) epistasia c) herança quantitativa d) poligenia e) dominância completa.
  • 12. 3. (ACAFE-SC) Os fenótipos para a forma dos frutos da abóbora podem ser: discóide, esféricaou alongada. A forma discóide dos frutos da abóbora é condicionada pelo genótipo A_B_; a forma alongada por aabb.Do cruzamento de abóboras discóides, ambas heterozigotas, espera-se que nasçam: a) somente abóboras discóides. b) 50% AaBb e 50% aabb. c) abóboras discóides, esféricas e alongadas. d) 75% A_B_ e 25% a_B_. e) somente abóboras discóides heterozigotas. 4. (UNIMEP-SP) Sabe-se que, de uma maneira geral, cada par de genes alelos determina uma única característica, porém há casos onde um mesmo par de genes, sob determinadas condições ambientais, determina dois ou mais caracteres.Este fenômeno é conhecido como: a) epistasia. b) genes aditivos. c) interação gênica. d) pleiotropia. e) genes quantitativos. 5. (UNIFOR-CE) Na moranga, a cor dos frutos deve-se às seguintes combinações de genes: B_aa = amareloB_A_ = branco bbA_ = brancobbaa = verde Estas informações permitem concluir que o gene: a) A é epistático sobre seu alelo. b) B é epistático sobre A e sobre a. c) a é hipostático em relação a A. d) b é hipostático em relação a B. e) A é epistático sobre B e sobre b. 6. (STA.CASA-SP) Admita que em certos animais de laboratório o gene A condicione cor preta de pelagem e seja dominante sobre o seu alelo a, que condiciona a cor marrom. O gene E não alelo de A, e localizado em diferente autossomo, condiciona cor branca de pelagem, em homozigose ou heterozigose, tendo pois efeito epistático sobre os genes A e a. Um animal preto, filho de pais brancos, é retrocruzado com sua mãe e tem 20 descendentes com as três cores de pelagem citadas. Quantos devem ser brancos? a)2 b)8 c) 10 d)4 e)5 7. ( FCMSC-SP) A epistasia é o fenômeno genético pelo qual um gene , de um determinado loco, age sobre outro gene , de outro loco . Em casos de epistasia em que estão envolvidos dois locos g~enicos , sendo um epistático sobre o outro, ocruzamento de diíbridos não apresentará , na descendência a proporção fenotípíca final F1=9:3:3:1 . Respectivamente , se o loco epistático pe dominante ou se o loco epistático é recessivo, as duas proporções fenotípicas ficam: a) 9:3:4 e 12:3:1 b) 12:3:1 e 9:3:4 c) 9:6:1 e 15:1 d) 12:3:1 e 9:7 e)15:1 e 9:7 8. (Unifesp 2009) Uma espécie de peixe possui indivíduos verdes, vermelhos, laranja e amarelos. Esses fenótipos são determinados por um gene com diferentes alelos, como descrito na tabela. Fenótipos Genótipos Verde GG, GG1, GG2 Vermelho G1 G1 Laranja G1 G2 Amarelo G2 G2 Suponha que esses peixes vivam em lagoas onde ocorre despejo de poluentes que não causam a morte dos mesmos, porém os tornam mais visíveis aos predadores. a) Em uma dessas lagoas, os peixes amarelos ficam mais visíveis para os predadores, sendo completamente eliminados naquela geração. Haverá a possibilidade de nascerem peixes amarelos na geração seguinte? Explique. b) Em outra lagoa, os peixes verdes ficam mais visíveis aos predadores e são eliminados naquela geração. Haverá possibilidade de nascerem peixes verdes na geração seguinte? Explique. a) Sim. Os cruzamentos de peixes verdes heterozigotos entre si, de laranjas heterozigotas entre si e de verdes e laranjas produzem descendência amarela (G2G2). Não. As variedades sobreviventes (vermelho, laranja e amarelo) não são portadores do alelo G. Informações para as questões 9 e 10 Em galinhas, o tipo de crista é um caso de interação gênica em que temos: GENÓTIPOS FENÓTIPOS R-ee Rosa rrE- Ervilha R-E- Noz rree Simples 09. Em 80 descendentes, qual será o esperado para o seguinte cruzamento: Rree X rrEe? 20 noz; 20 rosa; 20 ervilha; 20 simples 10. Um galo de crista noz, cruzado com uma galinha crista rosa, produziu a seguinte geração: 3/8 noz, 3/8 rosa, 1/ 8 ervilha e 1/8 simples. Quais os genótipos dos pais? . RrEe X Rree 7. Herança Quantitativa 01. Caráter controlado por vários genes, fortemente inflenciado por fatores ambientais: a) Caráter qualitativo b) Caráter monogênico c) Caráter digênico d) Caráter quantitativo 02. Considerando as abreviações: valor fenotípico (F), valor genotípico (G) e efeitos do meio (E), qual dos modelos abaixo está correto? a) G = F + E b) E = F + G c) F = G + E d) G = E - F 03. (CESGRANRIO-RJ)Supondo-se que a cor da pele humana seja condicionada por apenas dois pares de genes autossômicos (A e B) dominantes, qual a probabilidade de um casal de mulatos médios, ambos com genótipo AaBb,ter um filho branco? a) 1/16 b) 4/16 c) 5/16 d) 6/16 e) 8/16 04. Um indivíduo é heterozigótico em dois locos: AaBb. Um espermatócito desse indivíduo sofre meiose. Simultaneamente, uma célula sangüínea do mesmo indivíduo entra em divisão mitótica. Ao final da interfase que precede a meiose e a mitose, cada uma dessas células terá, respectivamente, a seguinte constituição genética: a) AaBb e AaBb.
  • 13. b) AaBb e AAaaBBbb. c) AAaaBBbb e AaBb. d) AAaaBBbb e AAaaBBbb. e) AB e AaBb. 5. Uma mulata, filha de pai branco e mãe negra, casa-se com um homem branco. Quanto à cor da pele, como poderão ser seus filhos? 06. Mulatos médios, mulatos claros e brancos. 6. Um mulato escuro casou-se com uma mulher branca. Quais as probabilidades de esse casal ter um filho mulato claro do sexo masculino? 07. 1/4 ou 25%. 8. Lista Mista 01. (UNESP/2005) Considere as seguintes formas de herança: I. Na planta boca-de-leão, há indivíduos homozigotos, cujo genótipo (C V C V ) define cor vermelha nas flores. Indivíduos homozigotos com genótipos (CB CB ) apresentam flores brancas. Os heterozigotos resultantes do cruzamento entre essas duas linhagens (C V C B ) apresentam flores de cor rosa. II. Em humanos, indivíduos com genótipos I A I A ou I A i apresentam tipo sangüíneo A e os com genótipos IB IB ou IB i apresentam tipo sangüíneo B. Os alelos I A e I B são, portanto, dominantes com relação ao alelo i. Por outro lado, o genótipo I A I B determina tipo sangüíneo AB. III. A calvície é determinada por um alelo autossômico. Homens com genótipo C1 C1 (homozigotos) ou C1 C2 (heterozigotos) são calvos, enquanto mulheres C 1 C 1 são calvas e C 1 C 2 são normais. Tanto homens quanto mulheres C2 C2 são normais. I, II e III são, respectivamente, exemplos de: a) dominância incompleta, co-dominância e expressão gênica influenciada pelo sexo. b) dominância incompleta, pleiotropia e penetrância incompleta. c) co-dominância, epistasia e pleiotropia. d) epistasia, co-dominância e dominância incompleta. e) herança poligênica, dominância incompleta e expressão gênica influenciada pelo sexo. 02. UNICAMP-2008 Para desvendar crimes, a polícia científica costuma coletar e analisar diversos resíduos encontrados no local do crime. Na investigação de um assassinato, quatro amostras de resíduos foram analisadas e apresentaram os componentes relacionados na tabela abaixo. Com base nos componentes identificados em cada amostra, os investigadores científicos relacionaram uma das amostras, a cabelo, e as demais, a artrópode, planta e saliva. Amostras e Componentes 1 clorofila, ribose e proteínas 2 ptialina e sais 3 quitina 4 queratina e outras proteínas A qual amostra corresponde o cabelo? E a saliva? Indique qual conteúdo de cada uma das amostras permitiu a identificação do material analisado. Sangue do tipo AB Rh- também foi coletado no local. Sabendo-se que o pai da vítima tem o tipo sangüíneo O Rh- e a mãe tem o tipo AB Rh+, há possibilidade de o sangue ser da vítima? Justifique sua resposta a) A amostra 4 corresponde ao cabelo, porque tem queratina, e a amostra 2 corresponde à saliva, porque tem ptialina, que é componente exclusivo da saliva. b) Não, pois o casal só poderá ter filhos com tipo sangüíneo A ou B Rh positivo ou negativo. O genótipo do pai seria iirr e o da mãe seria IA IBR_ e, portanto, este casal não poderia ter filhos com tipo sangüíneo AB. (UNICAMP 2008) Em várias culturas vegetais, os programas de melhoramento utilizam a heterose (vigor do híbrido). Nesses programas são desenvolvidas linhagens homozigotas por meio de sucessivas gerações autofecundadas. Duas linhagens, homozigotas para alelos diferentes, são então cruzadas e produzem os híbridos, que, em geral, são mais vigorosos e mais produtivos que os parentais. a) Esses indivíduos híbridos são geneticamente iguais entre si? Explique. b) Se o agricultor utilizar as sementes produzidas pelo híbrido nos plantios subseqüentes, o resultado não será o mesmo. Por quê? Resposta a) São geneticamente iguais, pois o cruzamento dos parentais homozigotos produz apenas um tipo de genótipo, ou seja, todos os indivíduos serão heterozigotos para todos os genes. b) Porque sendo ele heterozigoto, vai haver segregação nos descendentes, que não serão portanto idênticos entre si; serão formados indivíduos com diferentes genótipos, homozigotos ou heterozigotos em cada par de alelos Obs.: No item a, a explicação poderia ser complementada com exemplos de genótipos, como: a) AAbb x aaBB AaBb b) AaBb x AaBb vários genótipos possíveis: AABB, AABb, AAbb, AaBB, AaBb, Aabb, aaBB, aaBb, aabb 3) Um casal de coelhos de fenótipos diferentes produziu numa primeira geração, somente filhotes Chinchila. Foram cruzados dois destes filhotes entre si, e nasceram então filhotes albinos e Chinchilas em iguais proporções. Qual deve ser o genótipo a) dos pais b) dos filhotes cruzados entre si c) dos filhotes chinchilas da geração F2? 6. (Cesgranrio 1995) Na espécie humana há um tipo de surdez hereditária que é determinada por um par de genes. No heredograma a seguir, as pessoas surdas estão representadas por símbolos hachurados: Com base nessa afirmação, assinale a opção correta quanto ao tipo de herança e os genótipos dos indivíduos 1, 2, 3 e 4, respectivamente: a) autossômica dominante - ss, Ss, ss e ss. b) autossômica dominante - SS, ss, SS e SS. c) autossômica dominante - Ss, SS, Ss e Ss. d) autossômica recessiva - SS, ss, Ss e SS. e) autossômica recessiva - Ss, ss, Ss e Ss. 4. (CESGRANRIO) Supondo que a cor da pele humana seja condicionada por apenas dois pares de genes autossômicos (A e B) contribuintes, qual a probabilidade de um casal de mulatos, ambos com genótipo AaBb, ter um filho branco?
  • 14. a) 1/16 b) 4/16 c) 5/16 d) 6/16 e) 8/16 5. Um casal tem 12 filhos, todos mulatos médios. Provavelmente este casal será constituído por: a) dois mulatos médios b) um mulato médio e um negro c) um branco e um mulato médio d) um negro e um branco e) um mulato claro e um escuro 6. (Mackenzie 1996) Considerando os casamentos a seguir, uma criança de tipo sanguíneo B, Rh+ poderá ser filha: a) somente do casal I. b) do casal I ou do casal IV. c) o casal III ou do casal IV. d) somente do casal II e) do casal I ou do casal II ou do casal III. 7. (Mackenzie 2010) Assinale a alternativa correta a respeito do heredograma acima. a) O indivíduo 1 pode ser homozigoto para o albinismo. b) O casal 1X2 tem 50% de probabilidade de ter uma criança destra e normal para o albinismo. c) Um dos pais do indivíduo 4 é obrigatoriamente canhoto. d) Todos os filhos do casal 6X7 serão albinos. e) Os indivíduos 1 e 8 têm obrigatoriamente o mesmo genótipo. O heredograma mostra que os indivíduos 6 e 7 são albinos, portanto, deverão ter obrigatoriamente filhos albinos. 8. (Mackenzie 2010) Sabendo que o daltonismo é devido a um gene recessivo localizado no cromossomo X e que a polidactilia é uma herança autossômica dominante, a probabilidade do casal 3X4 ter uma filha normal para ambos os caracteres é a) 1/2 b) 1/6 c) 3/4 d) 1/4 e) 1/8 Sendo: XD = alelo que determina o caráter normal em relação à visão; Xd = alelo que determina o daltonismo; P = alelo que determina dactilismo normal; p = alelo que determina a polidactilia, temos os seguintes genótipos: ♂ ♀ Xdp Yp XDP XDXdPp XDYPp XDp XDXdpp XDYpp XdP XdXdPp XdYPp Xdp XdXdpp XdYpp A probabilidade de ter uma filha normal para ambos os caracteres é 1 . 8 9. Sabendo-se que do casamento entre um mulato médio e uma mulher mulata clara nasceram crianças brancas e mulatas, assinale a alternativa que apresenta a seqüência de genótipos do pai e da mãe respectivamente: a) AAbb Aabb b) aaBB aaBb c) AAbb aaBb d) AaBb Aabb e) aaBB Aabb 10. (UNICAMP-2008) A síndrome de Down, também chamada trissomia do cromossomo 21, afeta cerca de 0,2 % dos recém nascidos. A síndrome é causada pela presença de um cromossomo 21 a mais nas células dos afetados, isto é, em vez de dois cromossomos 21, a pessoa tem três. A trissomia do cromossomo 21 é originada durante as anáfases I ou II da meiose. a)Quando ocorre a meiose? Cite um evento que só ocorre na meiose. b)Explique os processos que ocorrem na anáfase I e na anáfase II que levam à formação de células com três cromossomos 21. a) A meiose ocorre durante a formação de gametas (ou gametogênese). Podem ser citados como eventos exclusivos da meiose: pareamento dos cromossomos homólogos, crossing-over (permutação), segregação
  • 15. independente dos cromossomos homólogos e redução do número de cromossomos. b) Os processos que levam à formação de células com três cromossomos 21 são: a não disjunção dos cromossomos homólogos durante a anáfase I, e a não disjunção de cromátides irmãs durante a anáfase 11) (FESP-PE) Em um mapa genético a distância entre os loci P e R é de 25 morganídios. Escolha a alternativa que indique a freqüência relativa dos gametas PR, Pr, pR, pr produzidos pelo genótipo PRpr. RP Pr pR pr a) 25% 25% 25% 25%. b)50% 0% 0% 50%. c) 12,5% 37,5% 37,5% 12,5%. d) 37,5% 12,5% 12,5% 37,5%. e) 43,75% 6,25% 6,25% 43,75%. 12) (FEI-SP)Um cromossomo apresenta os genes A, B, C e D com as freqüências de recombinação abaixo: A – B 17%; B - C 3%; A – D 5%; A – C20%; D – B  12% A seqüência provável desses genes no cromossomo será: a) ABCD. b) ABDC. c) ADCB. d) ADBC. e) ACDB. 13. Na galinhas, um gene C produz plumagem colorida, enquanto o alelo c condiciona plumagem branca. O gene C é inibido na presença do gene I, produzindo-se então plumagem branca. Uma galinha branca, cruzada com macho colorido número 1, produz 100% de descendentes coloridos. A mesma galinha, cruzada com um macho número 2, também colorido, produz 50% de descendentes coloridos e 50% de descendentes brancos. Quais são os genótipos da galinha e dos dois galos? Galinha iicc; macho 2 iiCc Informação para as questões 14 e 15 Em ratos, a coloração da pelagem é determinada por dois genes, C e A, e seus respectivos recessivos, c e a. O gene c em dose dupla tem efeito epistático, inibindo a ação dos genes produtores de pigmento e determinando a formação de albinos. Neste tipo de herança encontramos os seguintes genótipos e fenótipos, colocando-se entre parênteses o gene que pode ser indiferentemente recessivo ou dominante. Genótipos Fenótipos C(c) A(a) ................................... cinzento C(c) aa ...................................... preto Cc A(a) .................................... albino cc aa ......................................... albino 14. Um rato preto, quando cruzado com uma fêmea cinzenta, produziu uma geração na qual foram evidenciadas as seguintes proporções fenotípicas: 3/8 cinzento, 3/8 preto e 2/8 albino. Os genótipos parentais são: a) Ccaa X CcAa b) CcAA X ccAa c) Ccaa X CCAa d) CcAa X CcAa e) ccAA X ccAa 15. Um rato albino, cruzado com uma fêmea preta produziu a seguinte geração: ¼ aguti, ¼ preto e ½ albino. Os genótipos parentais são: a) ccAa X Ccaa b) ccAA X Ccaa c) ccAa X CCaa d) CcAa X CcAA e) ccAa X CCAA 16) (Mack-SP)A fenilcetunuria e a miopia são doenças decorrentes da ação de genes autossômicos recessivos. Do casamento entre uma mulher normal, filha de mãe com fenilcetunuria e pai míope, com um homem normal para fenilcetunuria e míope, nasceu uma criança de visão normal e fenilcetunúrica. A probabilidade desse casal de ter uma criança normal para as duas características e: a)3/8 d)1/8 b)7/8 e)1/2 c)3/4 17) Um casal de amigos seus, Márcio Olga, ambos de olhos castanhos e cabelos lisos, trazem duas crianças a sua casa: José, olhos castanhos e cabelo e Luiz, de olhos azuis e cabelos lisos. Pedem para que você adivinhe qual deles é filho do casal. luiz 18) Em certa raça de cavalo, a cor negra dos pelos é devida ao gene dominante C, e a cor castanha ao seu alelo c. O caráter troteiro é devido ao gene M,e marchador ao alelo m. Como seriam os descendentes de um troteiro negro homozigoto com um marchador castanho? Troteiros negros CcMm 19) (Unifor-CE)Em cobaias, pelagem preta é dominante sobre a marrom e pêlo curto é dominante sobre pêlo longo. Se duas cobaias duplo-heterozigoticas forem cruzadas, a proporção esperada de animais pretos de pêlo longo na descendência é: a) 9/16 d)3/16 b) 6/16 e)1/16 c)4/16 20) (Fuvest) Do casamento entre uma mulher albina com cabelos crespos e um homem normal com cabelos crespos, cuja mãe é albina, nasceram duas crianças, uma com cabelos crespos e outra com cabelos lisos. a) Qual a probabilidade de que a terceira criança seja albina com cabelos crespos? 3/8 b) A probabilidade de uma criança normal de cabelos crespos desse cruzamento se casar mais tarde com um individuo albino e de cabelos lisos, gerar 2 meninos normais e de cabelos crespo. 1/36 21) (FUVEST) - Do casamento entre uma mulher albina com cabelos crês pos e um homem normal, com cabelos crespos, cuja mãe é albina, nasceram duas crianças, uma com cabelos crespos e outra com cabelos lisos. A probabilidade de que uma terceira criança seja albina com cabelos crespos é de: a)75% d)25% b)50% e)12,5% c)37,5% 22) Na genealogia a seguir, está representada a herança de duas características determinadas por genes autossômicos:
  • 16. A menina 16 se casa mais tarde com um homem normal para miopia e com sardas, cuja mãe e cujo pai tinham sardas e eram normais para miopia. Esse homem tem um irmão míope e sem sardas. Qual a probabilidade de terem gêmeos dizigóticos meninos, de pele normal e míopes? 1/324 23) Suponhamos que numa planta, a cor branca do fruto seja condicionada por um gene dominante B e a cor amarela, pelo alelo b. A forma discóide é condicionada por um gene dominante E e a forma esférica, pelo alelo e. Cruzando-se uma planta BbEe com outra BbEe, qual a probabilidade de aparecimento de exemplares BbEE e bbEe? 1/8 e 1/8 24)(FESP-PE) Sabendo-se que entre M e R ocorre 24% de permuta, que tipos de gametas e respectivas proporções produz um indivíduo MRmr? Assinale a alternativa que responda à pergunta: Resp e 25. (UNESP/2003) O daltonismo é comumente entendido como a incapacidade de enxergar as cores verde e/ou vermelha. A percepção de cores é devida à presença de diferentes tipos do pigmento retinol nos cones da retina. Nos indivíduos daltônicos, alguns desses pigmentos não estão presentes, alterando a percepção das cores. Os genes que participam da síntese desses pigmentos localizam-se no cromossomo X. O daltonismo é um caráter recessivo. Um homem daltônico casou-se com uma mulher de visão normal em cuja família não havia relatos de casos de daltonismo. Este casal teve dois filhos: João e Maria. a) Qual a probabilidade de João ter herdado do pai o gene para daltonismo? Qual a probabilidade de Maria ter herdado do pai o gene para daltonismo? b) Por que é mais freqüente encontrarmos homens daltônicos que mulheres daltônicas? a) A probabilidade de João ter herdado do pai o gene para daltonismo é zero, porque ele recebe do pai o cromossomo Y. Para Maria é 100%, porque ela recebe o cromossomo X d do pai que é daltônico (X d Y). b) O homem, sendo homozigoto, é daltônico quando apresenta o genótipo Xd Y. Sendo homozigota, a mulher daltônica possui genótipo X d X d . Para ter a anomalia, a mulher precisa de dois genes e o homem apenas um. 25.(Pucmg 2008) Os gatos possuem uma imensa variedade de colorações nas pelagens, as quais se originam basicamente de apenas três cores: o PRETO (determinado pela eumelanina), o AVERMELHADO (determinado pela feomelanina) e o BRANCO (ausência de pigmento). Os genes para a coloração PRETA (XP) e para a coloração AVERMELHADA (XA) estão localizados no cromossomo X em uma região que não apresenta homologia em Y. O padrão de manchas BRANCAS (bb) é um caráter autossômico recessivo. Quando um gato, como o da figura a seguir, apresenta pelagem composta das cores preta, avermelhada e branca, é chamado de Cálico. Com base em seus conhecimentos, assinale a alternativa INCORRETA. a) Nas regiões do corpo em que a pelagem é avermelhada, o cromossomo que carrega o gene da eumelanina (XP) está na forma de heterocromatina. b) Todos os gatos cálico, cromossomicamente normais, são do sexo feminino. c) O cruzamento de uma fêmea cálico com um macho preto e branco não poderá produzir macho avermelhado e branco. d) O cruzamento de uma fêmea preta e branca com um macho avermelhado e branco poderá produzir descendentes tricolores. 26. (Ufpel 2007) A hemofilia é uma doença hereditária em que há uma falha no sistema de coagulação do sangue. A hemofilia A, um dos tipos mais graves, é causada pela deficiência de um dos fatores que agem na coagulação, o fator VIII. Esse fator é uma proteína cujo gene codificador encontra-se no cromossomo X; o alelo normal (H) produz o fator VIII e condiciona fenótipo não hemofílico; o alelo mutante (h) condiciona ausência do fator VIII, sendo responsável por este tipo de hemofilia. AMABIS, J.M.; MARTHO, G.R. "Conceitos de Biologia". V3. São Paulo: Ed. Moderna, 2003. Observe o heredograma (fig. 1) de uma família em que ocorre a hemofilia A, considerando que os indivíduos 2 e 4 são irmãs. Com base nos textos e em seus conhecimentos, analise as afirmativas. I. As irmãs 2 e 4 apresentam, respectivamente, genótipos da figura 2 e a consanguinidade, através da união entre primos irmãos (indivíduos 5 e 6), condicionou a manifestação do alelo deletério h para hemofilia. II. O indivíduo 7 é hemofílico, pois herdou o alelo recessivo para ausência do fator VIII de sua mãe, e o indivíduo 8 pode ou não ser portador deste alelo recessivo. III. Dos primos que se casaram, somente o indivíduo 6 é portador do alelo recessivo que causa a hemofilia, enquanto que o indivíduo 5 não apresenta este alelo, pois herdou da mãe o alelo normal (H). IV. Se o indivíduo 7 tiver filhos com uma mulher que tenha o mesmo genótipo para hemofilia de sua avó materna, a probabilidade de terem filhos hemofílicos é de 50% e de terem filhas hemofílicas é de 0%. Estão corretas apenas as afirmativas a) I e IV. b) III e IV. c) II, III. d) I e II.
  • 17. e) I e III.

×