• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Slideshare dst's
 

Slideshare dst's

on

  • 1,210 views

Apresentação sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis para o trabalho final de Tecbio....

Apresentação sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis para o trabalho final de Tecbio.

Integrantes:
Amanda Nogueira Lessa – 20091402165 (Líder)
Jéssica Oliveira Barreto da Silva - 20091402069
Maila dos Santos Coelho – 20091402104
Marcia Lopes Fidelis da Silva - 20091402383
Curso: Ciências Biológicas
Grupo: Biologia 2009
Pólo: Nova Iguaçu

Statistics

Views

Total Views
1,210
Views on SlideShare
1,210
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
20
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Slideshare dst's Slideshare dst's Presentation Transcript

    • Dados do Grupo Biologia 2009Integrantes:Amanda Nogueira Lessa – 20091402165(Líder)Jéssica Oliveira Barreto da Silva -20091402069Maila dos Santos Coelho – 20091402104Marcia Lopes Fidelis da Silva - 20091402383Curso: Ciências BiológicasPólo: Nova Iguaçu
    • AIDSHIV é a sigla em inglês para o vírus daimunodeficiência humana. Este vírus é o causador da Aids que se trata de umadoença que agride o sistema imunológico do organismo.
    • Transmissão e Prevenção - AidsA transmissão do vírus HIV pode ocorrer das seguintes maneiras: Através do ato sexual sem preservativo; Reutilização de seringas e agulhas contaminadas; Da mãe para o bebê durante a gravidez ou na amamentação (transmissão vertical);
    • Transmissão e Prevenção - AidsInstrumentos que furam ou cortam, nãoesterilizados.Transfusão de sangue contaminado;
    • Vale ressaltar que pelo fato de ainda não existir cura definitivamente para a AIDS, é imprescindível que todas as pessoas tenham atitudes preventivas para se evitar a doença.
    • Sífilis A sífilis é doença infecto-contagiosa, transmitida pela via sexual, transfusão de sangue contaminado e verticalmente durante a gestação.
    • Prevenção - SífilisO uso de preservativos durante as relações sexuais é a única maneira de prevenir a doença.
    • Tratamento - Sífilis O tratamento é feito com antibióticos, normalmente penicilina, e deve seracompanhado com exames de sangue para verificar a evolução da doença.
    • Gonorréia ou BlenorragiaForma de contágio:é transmitida pelo contato com o pênis, vagina, boca ou ânus; também pode ser transmitida da mãe para o bebê durante o parto;Sintomas:sensação de queimação ao urinar;aumento do escoamento vaginal ou anal ou sangramento ;descamação amarela ou verde no pênis;
    • Bibliografia
    • Gonorréia ou Blenorragia Tratamento: Administração de antibióticos, porém, a incidência de variedades resistentes de gonorréia estão aumentando ; Prevenção: Preservativos de látex, usados durante as relações sexuais;
    • Herpes Formas de contágio: Contato direto com a pele, na área genital, boca ou outra área lesionada, de uma pessoa infectada; Contato indireto, compartilhando objetos (copos, talheres, etc); O vírus pode ser transmitido na ausência de sintomas. Estima-se que entre 50-80% dos novos casos de infecções de herpes tipo 2 sejam através de contágio na ausência de sintomas.
    • Herpes Sintomas: Pele aparece irritada; Dor, coceira e ardência no local da lesão; Surgimento de feridas ou grupo de bolhas com fluidos; Tratamento: Não existe cura do herpes. Utilizam-se medicamentos anti-virais para controlar a deflagração da atividade do vírus .
    • Herpes Prevenção : A terapia anti-viral diminui a probabilidade de transmissão ; Uso de preservativos nas relações sexuais; Medidas para evitar o surgimento de lesões:*Controle do estresse. * Sono e nutrição adequada. * Evitar a infecção de outros lugares do corpo quando as bolhas do herpes estiverem presentes.
    • Mitos sobre Herpes Herpes é fatal. Isso é verdadeiro apenas em casos raros de infecção no cérebro ou de recém-nascidos; Herpes afeta apenas os genitais; O herpes tipo 2 é transmissível apenas na presença de sintomas; Herpes pode tornar a pessoa estéril; Somente pessoas promíscuas são infectadas. O herpes é tão comum que todos estão sob risco;
    • Vírus do HPV
    • HPVTransmissão do Papiloma Vírus Humano(HPV)A transmissão se dá predominantemente porvia sexual, mas existe a possibilidade detransmissão vertical (mãe/feto), de auto-inoculação e de inoculação através deobjetos que alberguem o HPV.
    • SintomasA infecção causada pelo HPV pode ser assintomática ouprovocar o aparecimento de verrugas com aspectoparecido ao de uma pequena couve-flor na pele e nasmucosas. Se a alteração nos genitais for discreta, serápercebida apenas através de exames específicos. Se foremmais graves, as células infectadas pelo vírus podem perderos controles naturais sobre o processo de multiplicação,invadir os tecidos vizinhos e formar um tumor malignocomo o câncer do colo do útero e do pênis.
    • Recomendações* Lembre-se que o uso do preservativo é medida indispensável de saúde e higiene não só contra a infecção pelo HPV, mas como prevenção para todas as outras doenças sexualmente transmissíveis; * Saiba que o HPV pode ser transmitido na prática de sexo oral; * Vida sexual mais livre e multiplicidade de parceiros implicam eventuais riscos que exigem maiores cuidados preventivos; * Informe seu parceiro/a se o resultado de seu exame para HPV for positivo. Ambos precisam de tratamento; * Parto normal não é indicado para gestantes portadoras do HPV com lesões genitais em atividade; * Consulte regularmente o ginecologista e faça os exames prescritos a partir do início da vida sexual. Não se descuide. Diagnóstico e tratamento precoce sempre contam pontos a favor do paciente.
    • Vírus da Hepatite B
    • Hepatite BTransmissão do VHBO vírus da hepatite B está presente no sangue, na saliva, no sêmen enas secreções vaginais da pessoa infectada. A transmissão podeocorrer por via perinatal, isto é, da mãe para o feto na gravidez,durante e após o parto; por via horizontal, através de pequenosferimentos na pele e nas mucosas; pelo uso de drogas injetáveis e portransfusões de sangue (risco que praticamente desapareceu desde queo sangue dos doadores passou a ser rotineiramente analisado).As relações sexuais constituem outra via importante de transmissão dahepatite B, considerada uma doença sexualmente transmissível (DST),porque o vírus atinge concentrações altas nas secreções sexuais.
    • SintomasDe modo geral, os principais sintomas da infecção aguda pelo vírus VHB sãosemelhantes aos da hepatite A: náuseas, vômitos, mal-estar, febre, fadiga, perda deapetite, dores abdominais, urina escura, fezes claras, icterícia (cor amarelada na pele econjuntivas).A hepatite aguda pode passar despercebida, porque a doença ou é assintomática, ou ossintomas não chamam a atenção. Outra particularidade é que a maioria dos pacienteselimina o vírus e evolui para a cura definitiva. Em menos de 5% dos casos, porém, oVHB persiste no organismo e a doença torna-se crônica.A hepatite B crônica também pode evoluir sem apresentar sintomas que chamem aatenção durante muitos anos. Isso não indica que parte dos infectados possa desenvolvercirrose hepática e câncer de fígado no futuro. Na maioria das vezes, porém, quando ospacientes procuram o médico, já há sinais de insuficiência hepática crônica: icterícia,aumento do baço, acúmulo de líquido na cavidade abdominal (ascite), distúrbios deatenção e de comportamento (encefalopatia hepática). A evolução dessa forma dadoença depende de fatores, como a replicação do vírus, a resposta imunológica, oconsumo de álcool e a eventual infecção por outros vírus.
    • RecomendaçõesSaiba que a hepatite B crônica é uma doença que exigecuidados, porque pode evoluir para cirrose hepática ecâncer de fígado (carcinoma hepatocelular);*Vale a pena consultar um médico sobre a importância detomar a vacina contra hepatite B, mesmo que você nãopertença aos grupos de risco. Essa vacina protege tambémcontra a infecção pelo vírus da hepatite D, que só semanifesta quando ocorre dupla infecção;*Informe-se sobre a distribuição gratuita da vacina contraa hepatite B pelo sistema público de saúde.
    • Bibliografia:http://www.copacabanarunners.net/herpes-cura.htmlhttp://www.copacabanarunners.net/herpes-masculina-feminina.htmlhttp://www.copacabanarunners.net/herpes-genital-cura.htmhttp://drauziovarella.com.br/sexualidade/hpv-papilomavirus-humano/http://www.scielo.br/pdf/abd/v81n2/v81n02a02.pdfhttp://drauziovarella.com.br/sexualidade/sifilis