Composição Química - Introdução

4,439 views
4,166 views

Published on

Aula em Power Point de Composição Química - Introdução

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,439
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Composição Química - Introdução

  1. 1. Ciências da Natureza <ul><li>Geraldo </li></ul><ul><li>Email: Biogeraldo@gmail.com </li></ul>Aula interdisciplinar
  2. 2. Composição química dos seres vivos
  3. 3. Elementos químicos nos seres vivos
  4. 4. A lógica molecular da vida <ul><li>1- Unidade básica </li></ul><ul><li>2- Simplicidade básica </li></ul><ul><li>3- Economia molecular </li></ul><ul><li>4- Propriedades emergentes </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Os seres vivos são formados pelas mesmas famílias de substâncias químicas </li></ul>1- Unidade básica
  6. 6. <ul><li>Água </li></ul><ul><li>Sais </li></ul><ul><li>Proteínas </li></ul><ul><li>Glicídios </li></ul><ul><li>Lipídios </li></ul><ul><li>Ácidos nucléicos </li></ul><ul><li>Vitaminas </li></ul>Inorgânicas Orgânicas
  7. 7. Composição dos seres vivos 75 - 85 10 - 15 3 1 1 1
  8. 8. <ul><li>As substâncias químicas dos seres vivos são constituídas de uma pequena variedade de unidades </li></ul>2- Simplicidade básica
  9. 9. <ul><li>Uma mesma substância pode realizar mais de uma função </li></ul>3- Economia molecular
  10. 10. <ul><li>A medida que moléculas se associam emergem novas propriedades </li></ul>4- Propriedades emergentes
  11. 11. Classificação dos nutrientes <ul><li>Plásticos : participam estruturalmente e funcionalmente das atividades metabólicas. </li></ul><ul><li>ex: proteínas, lipídios e glicídios </li></ul><ul><li>Energéticos : fornecem energia para o metabolismo. </li></ul><ul><li>ex: glicídios, lipídios e proteínas </li></ul><ul><li>Reguladores do metabolismo : </li></ul><ul><li>ex: vitaminas, hormônios e enzimas </li></ul><ul><li>. </li></ul><ul><li>, </li></ul><ul><li>; </li></ul>
  12. 12. Teor de Calorias (g) Lipídios Glicídios Proteínas
  13. 13. Pirâmide alimentar brasileira
  14. 14. Dieta hipocalórica Para que o indivíduo perca peso, é necessário a ingestão de uma dieta hipocalórica ou seja, o valor calórico total das refeições do dia deve ser menor do que a necessidade do organismo. Assim, recomenda-se que a quantidade de comida com alto teor calórico seja diminuída ou substituída por outros alimentos que contenham menos calorias. É importante salientar que a proporção de carboidratos, proteínas e lipídeos deve ser obedecida bem como, as recomendações das vitaminas e sais minerais. Para que haja a redução de gordura corporal, caracterizando o emagrecimento, é necessário que haja um déficit de energia ou seja, a quantidade de energia ingerida deve ser menor do que a quantidade gasta. Assim, para a obtenção do &quot;combustível&quot; que faz a máquina humana funcionar, o organismo irá adquirí-lo através da degradação da gordura. Entretanto, a dieta não poderá ser pobre em carboidratos (que é a primeira fonte de energia) pois, se isso ocorrer o corpo irá mobilizar a glicose muscular, fazendo com que ocorra diminuição da quantidade de músculo e não de gordura corporal sendo isso, o inverso do que se deseja.
  15. 15. Dieta balanceada Uma dieta equilibrada, ou balanceada, tipo deve fornecer v á rios nutrientes, incluindo-se entre eles micronutrientes como as vitaminas e os sais minerais, fibras, fluidos e macronutrientes tais como carboidrato, prote í na e gordura. Uma dieta balanceada é , portanto, um tipo de alimenta ç ão que não tem deficiência (falta) de nenhuma dessas categorias de nutrientes. Quando se fala em dieta, pensa-se de imediato na ingestão de alimentos s ó lidos, por é m a á gua é um dos fatores mais importantes para o acompanhamento da mesma e para manter o indiv í duo em boas condi ç ões de hidrata ç ão. Assim, ao estudar a pirâmide alimentar, não se deve perder de vista que os nutricionistas recomendam a ingestão di á ria de 8 a 10 copos de á gua, preferencialmente a outros l í quidos (como refrigerantes, cervejas, etc), ou ao menos de sucos de frutas frescas.

×