• Like
  • Save
Abertura do Gestão do Futuro 2009
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Abertura do Gestão do Futuro 2009

  • 472 views
Published

Texto do discurso lido por Alexander Damasceno na abertura do Gestão do Futuro 2009, em Campinas.

Texto do discurso lido por Alexander Damasceno na abertura do Gestão do Futuro 2009, em Campinas.

Published in Education , Business , Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
472
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Senhoras e senhores, boa noite! É com grande satisfação que damos início à primeira edição de 2009 do Gestão do Futuro – o espetáculo internacional do conhecimento, que entra hoje em sua 46ª edição. Em nome das organizações integrantes do B.I. Foundation e de seu Presidente, Heliomar Quaresma, quero dar as boas-vindas a todos que aqui estão presentes, em especial ao nosso palestrante, David Neeleman, que gentilmente destinou seu cachê aos projetos sociais da Fundação Douglas Andriani, em Campinas. Neste ano, nossas atividades, alinhadas desde 2008 pela filosofia de sustentabilidade B.I. Foundation, completam duas décadas. E parece-nos cada vez mais necessário a reafirmação dos pilares que inspiram nosso trabalho: conhecimento, inovação e empreendedorismo; seja em nossos valores, seja através dos projetos, produtos e serviços que construímos com e para a sociedade. Em momentos de turbulência como agora, ao sentirmos os impactos de uma crise há muito anunciada e recentemente instalada, consideramos ainda mais importante ressaltá-los e colocá-los em pauta para uma discussão mais abrangente, pois estamos certos de que são alicerces indispensáveis para o desenvolvimento sustentável de uma nação. Dessa forma, mereceu nossa atenção e representou estímulo significativo para nossos diretores e suas equipes o conteúdo do relatório publicado no último dia 24 pelo Fórum Econômico Mundial, através da Iniciativa Global pela Educação.
  • 2. O documento, intitulado “Educando a próxima geração de empreendedores”, vem confirmar que seguimos na direção correta, em consonância a uma estratégia global que busca criar ecossistemas empreendedores para impulsionar a próxima onda de inovação e crescimento. O relatório destaca a importância de um esforço específico de educação empreendedora para “aprimorar competências, atitudes e comportamentos necessários para criar empregos, gerar crescimento econômico, melhorar o bem estar da sociedade e estimular a inovação para enfrentar desafios globais”. Estamos comprometidos com essa causa e um exemplo disso é o projeto Jovem Empreendedor, realizado pela Fundação B.I. Social com recursos oriundos deste evento que vocês participam agora. É exatamente isso: vocês são nossos parceiros, na medida em que o Gestão do Futuro é um dos eventos que gera recursos para que possamos investir em jovens que se encontram em situações menos privilegiadas, mas que têm talento e um sonho de construir um negócio próprio, de empreender. Antes realizado somente em Belo Horizonte, o projeto Jovem Empreendedor chegou a Campinas, onde realizamos no ano passado o processo de seleção e hoje já temos novos negócios nascendo, como uma confeitaria, uma agência de comunicação e uma escola de informática. Estas pessoas participaram de um amplo processo, que incluiu entrevistas, dinâmicas e cursos, até que formatassem seus planos de negócios e começássemos a efetivar realmente seus projetos, como estamos fazendo. A fase de agora é de dar corpo ao empreendimento, preparar as instalações, buscar treinamento e informação, para daqui a pouco tempo lançarmos efetivamente as empresas no mercado. Alguns
  • 3. desses jovens empreendedores estão aqui hoje, tendo a oportunidade de aprender um pouco mais com o palestrante da noite. Mas sabemos que uma meta tão ambiciosa quanto à lançada pelo Fórum Econômico Mundial não pode ser conquistada apenas por parte da sociedade, com ações isoladas. É necessário envolver governos, empresas e organizações sociais. É necessária uma aliança, um movimento intersetorial no qual o objetivo e as responsabilidades sejam compartilhados, com ações e recursos claros tanto no planejamento quanto no orçamento de cada ator social. É só com o esforço coletivo, com a co-responsabilidade de todos, que poderemos sonhar construir uma economia sustentável. Pessoas com talento e ideias revolucionárias já estão por aí para propor novas soluções, seja no intraempreendedorismo (empreendedorismo corporativo) ou no empreendedorismo propriamente dito. O que falta é apresentar a elas oportunidade de colocar tudo em prática. E para quem está descrente com o momento atual e ainda não conseguiu vislumbrar cenários futuros prospectivos, lembramos o que disse Jack Welch há poucos dias: “Nossa esperança é que eles descubram que não há cenário melhor do que o atual para começar de novo.” Começar de novo e de forma nova, sob um novo paradigma de desenvolvimento humano, ambiental e econômico, a partir de uma mentalidade de consumo consciente, comércio justo e responsabilidade socioambiental. Com criatividade, muita garra e bons talentos que ajudem a instaurar um clima propício à inovação sob a ótica da sustentabilidade, o executivo que começa um novo empreendimento tem grandes chances de se sobressair e crescer neste ambiente de intensas transformações mundiais. Sucesso a eles e a todos que trabalham para que isso aconteça! Tenham uma boa noite!