Your SlideShare is downloading. ×
Citacoes e referencias
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Citacoes e referencias

4,684
views

Published on


0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,684
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
118
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Citações e referências Normas ABNT Bibliotecárias Amanda M. Moraes Viviane R. V. Rissi
  • 2. Citações     Citação: menção de extraída de outra fonte; uma informação Citação direta: transcrição de parte da obra do autor utilizado; Citação indireta: paráfrase do texto do autor utilizado; Citação de citação: citação direta ou indireta de um texto em que não se teve acesso ao original.
  • 3. Chamada de citação  Se o nome do autor ou responsáveis estiver incluído na sentença, indica-se a data entre parênteses, acrescida da página, se for citação direta: Clemente, Souza e Colnago (2001, v. 2, p. 102) afirmam que..... Em Geomorfologia... (2001, p. 10), percebemos que... Segundo São Paulo (2012), a política de cotas....
  • 4. Chamada de citação  Se o nome do autor ou responsáveis não estiver incluído na sentença, indica-se a autoria e a data entre parênteses, em letras maiúsculas, acrescida da página, se for citação direta: …está conforme o diagrama (CHRISTOFOLETTI, 1999). …apontam seus CARNEIRO, 2003). resultados (JUNQUEIRA; ...como aponta a legislação atual” (BRASIL, 2011, p.12).
  • 5. Como fazer uma citação direta?  Se o trecho a ser citado possuir até 3 linhas, usa-se aspas e fica incorporado ao texto normalmente: A melhor alternativa naquele caso resumia-se a esta máxima: “Não se mova, faça de conta que está morta.” (CLARAC; BONNIN, 1985, p.72) Segundo Hart (2012, p. 11), deve-se levar em consideração que “os tempos de chaveamento de um BJT podem ser maiores que os do MOSFET.”
  • 6. Como fazer uma citação direta?  Se o trecho a ser citado possuir mais de 3 linhas, deve-se montar um bloco de texto em separado na linha de baixo, com recuo da margem esqueda de 4cm e letra menor que a do resto do texto, e não se usa mais as aspas: Recuo de 4cm da margem esquerda Os príncipes, por conseguinte, não deveriam ter outro objetivo ou pensamento além da guerra, suas leis e sua disciplina, nem estudar qualquer outro assunto ; pois esta é a única arte que se espera de quem comanda. (MAQUIAVEL, 2007, p.74)
  • 7. ATENÇÃO Nas citações diretas é obrigatória a indicação da página ou intervalo de páginas de onde se transcreveu o texto. Exemplo: p. 12 p. 120-123
  • 8. Como fazer uma citação indireta?  Reescreva com suas próprias palavras o que diz o autor, e isso fica incorporado no texto, pois não é cópia, é paráfrase: O desafio das organizações, no contexto da Sociedade da Informação/Conhecimento, consiste, segundo Alvarenga Neto et al. (2007), na prospecção e coleta de informações internas e externas relevantes para a sobrevivência da organização, tendo como pano de fundo um contexto dinâmico, com o objetivo de compreender os negócios, clientes e os outros atores que interagem com a organização em seu ambiente.
  • 9. Como fazer uma citação de citação? Deve-se evitar, na medida em que é preferível ter o original em mãos, para não se correr o risco de distorções e/ou exclusão do contexto. Se não há como dispensar, deve-se usar a expressão apud ou citado por e faz-se referência do documento que se tem em mãos:
  • 10. Como fazer uma citação de citação? Também considera que os profissionais da informação devem ser diferenciados entre si preferencialmente pelo seu conhecimento especializado, não tanto pela vinculação à instituição formativa que lhes propiciou uma denominação profissional, uma vez que o mercado de trabalho é mais dinâmico e extrapola as “instituições coletoras de cultura” (HOMULOS, 1990 apud SMIT, 2000, p.127).
  • 11. Supressão  Quando um trecho da citação direta é omitido: Oliveira e Leonardos (1943, p. 146) dizem que a “[...] relação da série São Roque com os granitos porfiróides pequenos é muito clara.” Barbour (1971, p. 35) descreve: “O estudo da morfologia dos terrenos […] ativos [...]”
  • 12. Comentários  Quando você, enquanto autor, interfere ou comenta ou complementa a citação transcrita: Recuo de 4cm da margem esquerda Preparo de técnicas de mapeamento informacional: essa etapa se presta ao estabelecimento de critérios para o reconhecimento de fontes, sistemas e serviços [de informação] relevantes; à identificação de dificuldades e fragilidades da organização em relação a essas fontes, sistemas e serviços; a determinar natureza e características de recursos informacionais; e a avaliar a política de informação vigente a partir do até então analisado. (VALENTIM et al., 2008, p.190-191).
  • 13. Destaques  Se você deseja destacar algo da citação direta ou se algum trecho já se encontrava em destaque na citação original, deve proceder da seguinte forma: “[…] para que não tenha lugar a producção de degenerados, quer physicos quer moraes, misérias, verdadeiras ameaças à sociedade.” (SOUTO, 1916, p. 46, grifo nosso) “[...] b) desejo criar uma literatura independente, diversa, de vez que, aparecendo o classicismo como manifestação de passado colonial [...]” (CANDIDO, 1993, v.2, p.12, grifo do autor)
  • 14. Sistema autor-data  A chamada de citação deve estar exatamente igual ao começo da referência na lista de referências, para correta identificação: No texto: Merriam e Caffarella (1991) observam que a localização de recursos tem um papel cruxcial no processo de aprendizagem autodirigida. Na lista de referências: MERRIAM, S.; CAFFARELLA, R. Learning in adulthood: a comprehensive guide. San Francisco: Jossey-Bass, 1991.
  • 15. Sistema autor-data  A chamada de citação deve estar exatamente igual ao começo da referência na lista de referências, para correta identificação: No texto: “Transcrição textual de parte da obra do autor consultado.” (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2002, p. 2) Na lista de referências: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: Informação e documentação: citações em documentos: apresentação. Rio de Janeiro, 2002a.
  • 16. Coincidências  Mesmo sobrenome e autores diferentes com documentos em anos iguais: No texto: Barbosa, C. (1965) relata a emergência do teatro do absurdo. Barbosa, O. (1965, p. 32) assinala “[...] a presença de concreções de bauxita no Rio Cricon.” Na lista de referências: BARBOSA, C. Teatro do absurdo: um estudo histórico. Marília: [s. n.], 1965. BARBOSA, O. Geomorfologia estrutural. São Paulo: CECAPI, 1965.
  • 17. Coincidências  Mesmo autor e documentos diferentes em anos iguais: No texto: “Assessorar e intervir na elaboração de normas jurídicas em Biblioteconomia e Ciência da Informação.” (VALENTIM, 2002a, p. 125). Atua com ambos os fluxos anteriormente mencionados, valendose, para tanto, da tríade dado, informação e conhecimento. (VALENTIM, 2002b) Na lista de referências: VALENTIM, M. L. P. Formação: competências e habilidades do profissional da informação. In: ________ (Org.) Formação do profissional da informação. São Paulo: Polis, 2002a. p.117-132. VALENTIM, M. L. P. Inteligência competitiva em organizações: dado, informação e conhecimento. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v.3., n.4, p.1-13, ago. 2002b. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/ago02/Art_02.htm>. Acesso em: 13 dez. 2006.
  • 18. E as referências? “Conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual." (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2002b, p.2)
  • 19. Localização das referências  Consituem uma lista ordenada segundo determinado padrão no final do trabalho, alinhadas à esquerda, digitadas em espaço simples e com um espaço simples entre referência e outra. O recurso tipográfico utilizado para destacar títulos (negrito, itálico ou sublinhado) deve ser o mesmo nas referências do documento. Exemplo: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE MONITORAMENTO DE INFORMAÇÃO. Sobre clipping. Disponível em: <http://www.abemi.org/sobre.asp>. Acesso em: 13 maio 2008. ALMEIDA JÚNIOR, O. F. de. Profissional bibliotecário: um pacto com o excludente. In: BAPTISTA, S. G.; MUELLER, S. P. M. (Org.). Profissional da informação: o espaço de trabalho. Brasília: Thesaurus, 2004. 241p.; p.70-86 (Estudos Avançados em Ciência da Informação, 3) ALMEIDA JÚNIOR, O. F.; BORTOLIN, S. Mediação da informação e da leitura. In: SEMINÁRIO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 2., 2007, Londrina. Anais eletrônicos... Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2007. Disponivel em: <http://www.uel.br/eventos/secin/viewpaper.php?id=64>. Acesso em: 28 maio 2008.
  • 20. Modelos: monografia no todo  Inclui livro, folheto, manual, guia, catálogo, enciclopédia, dicionário, etc.: SOBRENOME DO AUTOR, Prenome. Título da monografia. Edição na língua do texto. Cidade de publicação: Editora, data de publicação. ALLEN, C. L. A psiquiatria de Deus. 5. ed. Venda Nova: Bethânia, 1981. AREIAS, A. O que é capoeira. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1984. FALDINI, G. (Org.). Manual de catalogação: exemplos ilustrativos do AACR2. São Paulo: Nobel, 1987.
  • 21. Modelos: monografia no todo Inclui livro, folheto, manual, guia, catálogo, enciclopédia, dicionário, etc.  SOBRENOME DO AUTOR, Prenome. Título da monografia. Edição na língua do texto. Cidade de publicação: Editora, data de publicação. COOK-GUMPERZ, J. et al. A construção social da alfabetização. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991. TROPICA color encyclopedia of exotic plants and trees from the tropics and subtropics. East Rutherford: Roehrs, 1978. POLICONTROL INSTRUMENTOS DE CONTROLE AMBIENTAL INDÚSTRIA E COMÉRCIO. Manual turbidímetro Ap1000/II. Diadema, [199?].
  • 22. Modelos: parte de monografia AUTOR do capítulo. Título do capítulo. In: AUTOR da monografia. Título. Edição. Local de publicação: Editora, Data de publicação. Nº de volume, capítulo, página inicial e final da parte. LARINI, L. Praguicidas. In: OGA, S. Fundamentos de Toxicologia. São Paulo: Atheneu, 1996. p. 475-496. BUCCI, E. Sociedade de consumo: ou o consumo de preconceitos. In: LERNER, J. (Ed.). O preconceito. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado, 1996/1997. Cap. 2, p. 33-55. COLLINS, C. H. Escherichia, Citrobacter, Klebsiella and Enterobacter. In:______. Collins and Lyne’s microbiological methods. 7th ed. Oxford: Butterworth-Heinemann, 1995. p. 305-312.* *Opcionalmente, se o autor do capítulo for o mesmo do livro pode-se substituir seu nome por 6 underline
  • 23. Modelos: Artigo de revista AUTOR do artigo. Título do artigo. Título do periódico, cidade de publicação, volume, número, páginas inicial e final, mês abreviado (se houver), ano de publicação. MAIA, K. D. Odontologia para bebês. Revista Fluminense de Saúde Coletiva, Niterói, n. 4, p. 17-22, set. 1998. HEPATITE. Revista Balança Jurídica, Rio de Janeiro, ano 1, n. 1, p. 11-15, jan./mar. 2000. PASTORE, K. Rogai por nós e não desfazei os nós. Veja, Rio de Janeiro, ano 34, n. 36, p. 70-72, 12 set. 2001.
  • 24. Modelos: Artigo de revista em meio eletrônico AUTOR do artigo. Título do artigo. Título do periódico, (abreviado ou não), cidade de publicação, volume, número, páginas inicial e final, mês abreviado (se houver), Ano. Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: dia mês abreviado ano. SOUZA, A. E. De penhora e avaliação. Dataveni@, Campina Grande, v. 4, n. 33, jun. 2000. Disponível em: <www.datavenia.inf.br/frame-artig.html>. Acesso em: 31 jul. 2000. SOUZA, F.C. Formação de bibliotecários para uma sociedade livre = University education or librarians for a free society. Encontros BIBLI: Revista de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, n. 11, p. 1-13, jun., 2001. Disponível em: <http://www.encontros-bibli.ufsc.br>. Acesso em: 30 jun. 2001.
  • 25. Modelos: Trabalhos apresentados em eventos (congressos, conferências, encontros, etc.) AUTOR. Título de trabalho. In: NOME DO EVENTO, n. (número do evento em algarismo arábico e ponto), ano, cidade onde se realizou o evento. Anais OU Resumos... Cidade de publicação: Editora, ano de publicação. Página inicial - final. Notas. Disponível em: <endereço>. Acesso em: dia mês abreviado ano. GARCIA M.,O. Formación, actividades y perspectivas de las profesionales en nutrición. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE NUTRICIONISTAS, 3.; ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE NUTRICIONISTAS, 1., 1965, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Nutricionistas, 1968. p. 283-292. ASSUMPÇÃO, P. R., OLIVEIRA, L. M. B. Anteprojeto de construção da nova sede para a Biblioteca Central da UNIFOR. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 8., 1989, Belém, Anais... Belém: Universidade Federal do Pará, 1989. v.2, p.139-156.
  • 26. Modelos: TCCs, teses e dissertações AUTOR. Título: subtítulo. Ano de depósito. Número de volumes ou folhas. Tipo de trabalho acadêmico (Grau e Área de conhecimento) – Instituição, cidade de defesa, ano de defesa. SENNE JUNIOR, M. Instrumentação sísmica para centrais nucleares. 1989. 126 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia) Escola de Engenharia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1988. PIZZOLITTO, E. L. Contribuição ao estudo in vitro da corrosão induzida por microrganismos sobre liga metálica a base de cobre, de uso na Odontologia: modelo experimental com cepas cariogênicas Streptococcus mutans e Streptococcus sobrinus. 1997. 118 f. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Instituto de Química, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 1997. CRUZ, I. C. Bibliotecas eletrônicas digitais ou virtuais? 2000. 63 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biblioteconomia) Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2000.
  • 27. Modelos: Patentes NOME DA ENTIDADE RESPONSÁVEL. (Cidade da entidade). Nome do inventor. Título da invenção. Número da patente, data do pedido, data da concessão. EMBRAPA. Unidade de Apoio, Pesquisa e Desenvolvimento de Instrumentação Agropecuária (São Carlos, SP). Paulo Estevão Cruvinel. Medidor digital multissensor de temperatura para solos. BR n. PI 8903105-9, 26 jun. 1989, 30 maio 1995. NOME DO INVENTOR. Título da invenção. Número da patente, data do pedido, data da concessão. ZAZUR, Ivo. Método para fabricação de um fio binado tendo um determinado grau de elasticidade para utilização na indústria de tecelagem e aparelho para realização do referido processo. BR n. PI 9706314-2, 23 dez. 1997, 4 dez. 1998. Resumo. Disponível em: <http://www.inpi.gov.br>. Acesso em: 20 jan. 2006.
  • 28. Modelos: Documento jurídico NOME DO PAÍS, ESTADO OU CIDADE OU ENTIDADE. (Estado) ou (Cidade) se homônimos. Título, numeração, data e dados da publicação. SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 51.141, de 28 de setembro de 2006. Disponível em: <http://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/decreto/2006/decreto %20n.51.141,%20de%2028.09.2006.htm>. Acesso em: 07 nov. 2012. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (Brasil). Câmara de Educação Superior. Resolução nº 11, de 3 de abril de 2001. Estabelece normas para o funcionamento de cursos de pósgraduação. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 9 abr. 2001. Seção 1, p. 12-13. UNIVERSIDADE DO RIO DE JANEIRO. Resolução nº 1567, de 10 de janeiro de 1996. Dispõe sobre o modelo de alocação de vagas docentes. In: ______. Atos acadêmicos: 1979-1998. Rio de Janeiro, 1998, p. 110-114.
  • 29. Modelos: Imagem em movimento  Inclui filme, videocassete, DVD, entre outros TÍTULO completo. Direção de. Produção de. Cidade: Produtora, ano. Especificação do suporte. OS PERIGOS do uso de agrotóxicos. Produção de Jorge Ramos de Andrade. São Paulo: CERAVI, 1983. 1 videocassete. OS INTOCÁVEIS. Direção de Brian de Palma. Produção de Art Linson. [S. l.]: Paramount Pictures, 2004. 1 DVD.
  • 30. Modelos: Documento de acesso exclusivo em meio eletrônico Inclui base de dados, listas de discussão, site, programas, arquivos em disco rígido, entre outros  AUTOR. Título do serviço ou produto, versão (se houver) e descrição física do meio eletrônico. ÁCAROS no Estado de São Paulo. In: FUNDAÇÃO TROPICAL DE PESQUISA E TECNOLOGIA. Base de dados Tropical. 1985. Disponível em: <http://www.bdt.fat.org.br/acaro/sp/>. Acesso em: 30 maio de 2002. ITAÚ CULTURAL. Enciclopédia Itaú Cultural de artes visuais. Coordenado por Ricardo Ribenboim. São Paulo, 2000. Disponível em: < http://www.itaucultural.org.br >. Acesso em: 4 jun. 2001. AVES do Amapá: banco de dados. Disponível em:< http://www/bdt.org/bdt/avifauna/aves>. Acesso em: 30 de maio de 2005.
  • 31. Transcrição dos elementos Autoria pessoal Inicia-se a referência pelo sobrenome do autor em maiúsculo, seguido dos prenomes, abreviados ou não. LARROSA, Jorge. OU LARROSA, J.  Para sobrenome acompanhado de palavras que indicam parentesco, use: BRITO FILHO, José.  Para obras com organizador, coordenador, editor ou compilador use: GARCIA, J. (Org.). OU (Coord.) OU (Ed.) OU (Comp.) 
  • 32. Transcrição dos elementos Autoria pessoal Quando a obra possuir até 3 autores, indicam-se todos na mesma ordem em que aparecem na obra e emprega-se ; entre os autores.  LARROSA, J.; MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Dietas. 4.ed. São Paulo: Sarvier, 1993. Quando a obra possuir mais de 3 autores, menciona-se o primeiro seguido da expressão et al.  LARROSA, J. et al. Dietas. 4.ed. São Paulo: Sarvier, 1993.
  • 33. Transcrição dos elementos Autor entidade  Obras com autoria de entidade (órgãos governamentais, empresas, associações, congressos, etc.) começam pelo seu próprio nome, por extenso. BRASIL. Ministério da Justiça. Relatório de atividades. Brasília, 1993. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Catálogo de teses da Universidade de São Paulo. São Paulo, 1993.
  • 34. Transcrição dos elementos Autoria desconhecida  Quando não houver menção de autoria, como publicações anônimas ou não assinadas, a entrada deve ser realizada pelo título, sendo a primeira palavra impressa em maiúsculo. Nesse caso, não há necessidade de uso de destaque (negrito, itálico ou sublinhado). ECONOMIA política das telecomunicações. São Paulo: Câmara Brasileira do livro, 1993. DIAGNÓSTICO do setor editorial brasileiro. São Paulo: Câmara Brasileira do livro, 2003. OS GRANDES clássicos das poesias líricas. [S. L]: Ex-libris, 1981.
  • 35. Transcrição dos elementos Título O título deve ser reproduzido como aparece na obra, devendo ser destacado dos demais elementos da referência (negrito, itálico ou sublinhado). BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). Relatório de atividades: 2000. Rio de Janeiro, 2001. Subtítulo Indica-se o subtítulo após o título, separados por : e sem destaque. PASTRO, Cláudio. Arte sacra: espaço sagrado hoje. São Paulo: Loyola, 1993.
  • 36. Transcrição dos elementos Edição  Indicada somente a partir da segunda edição. Deve ser transcrita utilizando a abreviatura da palavra edição. DAGHLIAN, J. Lógica e álgebra de Boole. 4.ed. São Paulo: Atlas, 1995. Local  Deve figurar na referência como aparece no documento. Quando não for mencionado, utilizar-se a expressão sine loco, abreviada em colchetes. KRIEGER, G.; NOVAES, L. A.; FARIA, T. Todos os sócios do presidente. 3.ed. [S.l.]: SDF, 1994.
  • 37. Transcrição do elementos Editora Deve figurar na referência como aparece na publicação. Suprir as palavras que designam a natureza jurídica ou comercial. Quando não for mencionado, utilizar-se a expressão sine nomine abreviada em colchetes.  BARROS. M. H. T. de. Disseminação da informação: entre a teoria e a prática. Marília: [s. n.], 2003.
  • 38. Transcrição do elementos Data O ano de publicação deve ser indicado em algarismo arábicos. Quando houver dúvidas quanto à data exata, use:  [ca. 2010] data aproximada [2010 ou 2011] uma ano ou outro [1997] data certa, mas não indicada [1971?] data provável [197-] década certa [197-?] década provável [18-] século certo [18-?] século provável FLORENZANO, E. Dicionário de ideias semelhantes. Rio de Janeiro: Ediouro, [1993?].
  • 39. Uma mão na roda
  • 40. Contato bibliotecaifspbirigui.webnode.com biblioteca.ifsp.birigui@gmail.com
  • 41. REFERÊNCIAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: informação e documentação: citações em documentos: apresentação. Rio de Janeiro, 2002a. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002b. ZOTERO. Disponível em: <http://www.zotero.org>. Acesso em 05 nov. 2013.