Your SlideShare is downloading. ×
0
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010

336

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
336
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 1. INTRODUÇÃO O Plano Anual de Actividades reveste-se da maior importância para toda a Comunidade Educativa, pois nele se reflecte a realidade da escola no seu dia a dia, bem como de toda a comunidade envolvente. O empenho e entusiasmo colocado na elaboração deste documento contribuirão, seguramente, para a construção de uma escola de sucesso para todos e contra a exclusão escolar, muitas vezes causadora de exclusão social. Através do desenvolvimento das actividades do plano, os alunos vão certamente motivar-se para as aprendizagens, tornandose mais interessados e assíduos, mais participativos, menos violentos e agressivos, mais desinibidos e criativos, autónomos e responsáveis. Assim, desenvolverão laços de identidade colectiva, hábitos de trabalho, pesquisa e de entreajuda. Criarão o gosto pela Escola e pela leitura. O abandono e o insucesso escolar irão diminuir. Também os processos de ensino e aprendizagem irão evidentemente melhorar, através de um diagnóstico mais rigoroso dos problemas e necessidades e da consciência de que a escolaridade obrigatória tem que proporcionar as aprendizagens fundamentais à vida. Esta mudança passará pela tomada de medidas de apoio pedagógico acrescido e de diferenciação do ensino, da interdisciplinaridade, da transdisciplinaridade e da contextualização das aprendizagens, na diversificação das ofertas das estratégias e dos materiais didácticos, pela melhoria das instalações e do apetrechamento com equipamento adequado à relação professor / aluno. Terá um papel fundamental a formação, a realização e o estabelecimento de relações de trabalho conjunto entre as escolas de todos os ciclos e níveis de ensino. A relação escola – família – meio desenvolver-se-á e os Pais, Encarregados de Educação e os outros elementos da Comunidade Educativa tornar-se-ão mais colaborantes. A Escola despertará para novos interesses ao sentir-se adulta, pois gradualmente alunos, professores e funcionários ver-se-ão envolvidos na vivência da sua realidade. É no desenvolvimento das actividades dum Projecto Educativo abrangente que pode residir o verdadeiro motor da mudança da Escola, factor de inovação e de rompimento das rotinas e no contributo para um novo clima na escola, apesar de conscientes para a problemática da
  • 2. igualdade de oportunidades na educação e para o papel importante que todos nós temos no que se refere ao cumprimento da escolaridade obrigatória. É desejável que este documento seja cada vez mais o resultado de reflexão e debate de ideias entre todos os seus actores. É imperioso que professores, alunos, pais e encarregados de educação, enfim toda a Comunidade Educativa, possa reflectir e discutir a Escola nas suas diversas vertentes, em direcção a um ensino de qualidade. 2. FINALIDADES E OBJECTIVOS As acções que se pretende desenvolver com o presente plano devem dar resposta às necessidades da comunidade educativa elencadas no seu Projecto Educativo, com vista à prosecussão dos objectivos e estratégias de actuação aí delineados. Assim, todas as acções previstas neste plano devem inserir-se nas linhas orientadoras do Projecto Educativo do Agrupamento: A. Valorização da escola A1. Promover a co-responsabilização das famílias no processo de desenvolvimento pessoal, social e escolar das crianças e jovens A2. Formar cidadãos autónomos, responsáveis, críticos e solidários A3. Desenvolver nos alunos atitudes de auto-estima, respeito mútuo e regras de convivência A4. Melhorar o sucesso educativo dos alunos A5. Promover a responsabilização dos alunos no acto educativo e nos resultados obtidos A6. Promover medidas de incentivo à excelência A7. Promover uma atitude reflexiva na escola e nos docentes
  • 3. B. Prevenção do risco de abandono/insucesso B1. Reduzir o abandono escolar B2. Apostar numa escola motivadora e inclusiva B3. Fomentar a valorização das aprendizagens B4. Despertar para a importância da formação académica e profissional na inserção na sociedade C. Ligação da escola à comunidade C1. Fortalecer mecanismos de aproximação entre a escola e a comunidade, dinamizando a função inovadora e interventora da escola C2. Aprofundar a capacidade de análise crítica de informações e situações do quotidiano C3. Interligar os conhecimentos adquiridos na escola com os veiculados pela comunidade C4. Sensibilizar os alunos e a comunidade em geral para a importância das problemáticas do meio onde a escola se insere C5. Fomentar uma atitude responsável e criativa na defesa e melhoria do ambiente e qualidade de vida D. Articulação curricular interciclos e sequencialidade transversal de conteúdos D1. Aprofundar experiências e vivências de maior proximidade entre todos os níveis e ciclos de ensino D2. Adquirir saberes para os quais contribuem as diferentes disciplinas numa perspectiva interdisciplinar D3. Desenvolver a colaboração activa dos grupos disciplinares com os outros departamentos curriculares D4. Desenvolver a colaboração activa entre as escolas do agrupamento D5. Analisar e monitorizar os resultados acadêmicos D6. Analisar e monitorizar os desempenhos do agrupamento D7. Implementar práticas de auto-avaliação nas diferentes estruturas D8. Melhorar o fluxo de comunicações de políticas internas que sustentam as diferentes vertentes de actuação
  • 4. 3. PARCERIAS Dada a complementaridade dos serviços prestados pela escola com os prestados por várias instituições da comunidade, o Agrupamento de Escolas de Vale de Ovil mantém com essas instituições um relacionamento activo, visando a prestação de um serviço público de maior excelência. O Projecto Educativo do Agrupamento identifica os seus parceiros de referência assim como algumas das actividades que com eles pretende desenvolver. Neste sentido, algumas das acções elencadas neste plano serão desenvolvidas com base num relacionamento mais ou menos estrito com instituições que passamos a identificar:  Associação de Estudantes  APAVO – Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Vale de Ovil  Santa Casa da Misericórdia de Baião  OBER – Obra de Bem Estar Rural  CECAJUVI – Centro de Convívio e Apoio à Juventude e Idosos  CPCJ – Comissão de Protecção de Crianças e Jovens  DÓLMEN – Cooperativa de Formação, Educação e Desenvolvimento do Baixo Tâmega  CMB – Câmara Municipal de Baião  Centro de Saúde de Baião  Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Baião
  • 5. 4. ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DO PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES Todas as acções previstas neste plano serão objecto de avaliação. O relatório ou ficha de avaliação da actividade será apresentado até 30 dias após a realização ou não da mesma. No caso das actividades que se desenvolvem ao longo de um ou mais anos escolares, como as propostas pela biblioteca escolar, pelos projectos desenvolvidos na escola ou pelos diferentes clubes, o respectivo relatório deve ser apresentado no final de cada ano lectivo independentemente da actividade ter uma duração de um ou mais anos lectivos. Os objectivos de cada actividade surgem de entre os que são apresentados no ponto 2 deste documento. No entanto, como cada actividade deve ser acompanhada de uma planificação prévia, plasmada num documento próprio ou no projecto curricular de turma, outros objectivos podem ser englobados nessa planificação sempre que os responsáveis pela actividade assim o entendam.
  • 6. 5. PLANIFICAÇÃO Finalidades / Objectivos (*) Projectos / Actividades À descoberta da Biblioteca - Peddypaper A.2 C.4 C.5 D.1 Levanta-te e Actua A.1 A.4 B.3 C.1 Feira do Livro A.4 C.2 D.2 Calendarização Custo Aprox./€ Dinamização: Equipa da Biblioteca A.3 A.6 B.2 B.3 A.4 B.3 D.2 Quem promove; Entidades envolvidas / Público alvo Entidades envolvidas: Plano Nacional de Leitura Público-alvo: Alunos do 1º e 5º anos Dinamização: Equipa da Biblioteca; Grupos de Filosofia e EMRC Setembro/Outubro 16 de Outubro Público-alvo: Toda a Comunidade Dinamização: Equipa da Biblioteca Produção/actualização de guiões/materiais de apoio às literacias da informação: como apresentar um trabalho académico/ monografia e elaborar referências bibliográficas Produção/actualização de guiões/materiais de apoio às literacias da informação: como avaliar uma página da Internet A.4 A.6 B.2 Semana da Leitura A.4 B.3 Produção/actualização de guiões/materiais de apoio às literacias da informação: como fazer um Entidades envolvidas: Papelaria Sandra 2 a 4 de Dezembro Público-alvo: Comunidade Educativa Dinamização: Equipa da Biblioteca Público-alvo: Alunos do Agrupamento 1º período Dinamização: Equipa da Biblioteca 2º período Público-alvo: Alunos do Agrupamento Dinamização: Equipa da Biblioteca; Grupo de Português Público-alvo: Alunos do Agrupamento Dinamização: Equipa da Biblioteca 2º período 3º período (*) Os objectivos de cada actividade surgem de entre os que são apresentados no ponto 2 deste documento. Use a notação que identifica cada um deles.
  • 7. B.4 A.4 A.6 B.3 B.4 A.6 B.2 C.1 D.1 A.7 A.6 B.2 A.3 C.1 A.4 A.6 A.7 C.1 curriculum vitae Uma leitura com… (encontro com um escritor) Criação de caixas/baús de leitura para os núcleos itinerantes de atendimento aos adultos Exposições de divulgação de livros/temas e comemoração de algumas efemérides (Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza; Dia Nacional da Biblioteca Escolar; Dia Mundial do Livro; Dia da União Europeia; etc.) Dossier Fotográfico / Arquivo Fotográfico da escola Continuação do projecto “Biblioteca Digital” (actualização/manutenção da página, blogue, hi5 e del.i.cious da Biblioteca) Público-alvo: Alunos do Agrupamento Dinamização: Equipa da Biblioteca Público-alvo: Alunos do Agrupamento Dinamização: Equipa da Biblioteca; Professores Formadores Público-alvo: Alunos do CNO Dinamização: Equipa da Biblioteca Público-alvo: Alunos do Agrupamento Dinamização: Equipa da Biblioteca - Paulo Pinto e José Rodrigues A marcar A partir de Novembro, ao longo do ano lectivo Ao longo do ano lectivo Ao longo do ano lectivo Público-alvo: Comunidade Educativa Dinamização: Equipa da Biblioteca Público-alvo: Comunidade Educativa Ao longo do ano lectivo Dinamização: Equipa da Biblioteca – Hermínia Marques A.6 A.7 B.4 C.4 Projecto de investigação no âmbito das literacias digitais e das potencialidades/riscos associados ao uso da Internet: diagnóstico, formação na área da Segurança na Internet Entidades envolvidas: CPCJ (Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco); Agrupamentos do Concelho de Baião Ao longo do ano lectivo Público-alvo: Comunidade Educativa (*) Os objectivos de cada actividade surgem de entre os que são apresentados no ponto 2 deste documento. Use a notação que identifica cada um deles.
  • 8. A.2 B.2 A.4 A.4 B.1 B.2 B.3 Dinamização: Equipa da Biblioteca Blogue “Degraus de Saber” (dedicado à leitura) Público-alvo: Comunidade Educativa Dinamização: Equipa da Biblioteca – Ana Pinto Oficina da leitura e da escrita Público-alvo: Alunos do Agrupamento Dinamização: Equipa da Biblioteca A.7 D.7 Avaliar para melhorar… (avaliação interna) A.6 B.2 D.1 D.4 Projecto de colaboração com a biblioteca escolar: restauro de livros, elaboração/conservação de materiais didácticos/lúdicos, promover um ambiente atractivo e acolhedor, desenvolvimento das literacias, educação para a saúde/valores/afectos, … Público-alvo: Utilizadores da biblioteca Dinamização: Equipa da Biblioteca / Professores do Agrupamento: Helena Reis; Clara Wildschütz; Paulo Agostinho Concurso de fotografia: BaiãoClick A.2 A.4 B.4 C.2 O meu Magalhães A.2 A.4 B.1 D.1 Campeonato de Língua Portuguesa Ao longo do ano lectivo Ao longo do ano lectivo Ao longo do ano lectivo Público-alvo: Alunos do Agrupamento Dinamização: Equipa da Biblioteca - Paulo Pinto, Paulo Agostinho e Fernando Vieira C.2 C.3 C.4 C.5 Ao longo do ano lectivo Público-alvo: Alunos, professores e funcionários da escola Dinamização: Equipa da Biblioteca – Helder Lemos Público-alvo: Alunos do 3º e 4º anos de escolaridade Dinamização: Equipa da Biblioteca – Ana Pinto Público-alvo: Alunos do Agrupamento Ao longo do ano lectivo Ao longo do ano lectivo Ao longo do ano lectivo (*) Os objectivos de cada actividade surgem de entre os que são apresentados no ponto 2 deste documento. Use a notação que identifica cada um deles.

×