Your SlideShare is downloading. ×
0
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Seminário evanda   entidades
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Seminário evanda entidades

491

Published on

Published in: Travel, Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
491
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. ENTIDADESBIBLIOTECONOMIA MATUTINO<br />Renata Cristina P Silva - IFLA<br />Rafael Ramos Eugênio - FEBAB<br />Gustavo Martins de Paula – CFB E CRB<br />Elisângela de França Ribeiro - ABECIN<br />Robison A. Machado - SINDICATO<br />
  • 2. IFLA<br />Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias<br />
  • 3. O que é?<br />A IFLA foi criada em 1927 com sede em Haya na Holanda com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de todo tipo de biblioteca e serviço de informação.<br />É uma organização independente e sem fins lucrativos. <br />São associados a ela mais de 1700 membros de 150 países, incluindo bibliotecas, associações de bibliotecas nacionais e internacionais, de caráter público, privado ou voluntário. <br />Para que serve?<br />Tem como proposta encorajar, patrocinar e promover a cooperação internacional em níveis elevados de oferta e prestação de serviços.<br />A IFLA, uma das mais prestigiosas na área, oferece foro profissional com uma atuação importante em programas que estudam: <br />Controle Bibliotecário Internacional e MARC Internacional ( UBCIM )<br />Disponibilidade Universal das Publicações (UAP)<br />Preservação e Conservação (PAC) <br />Transmissão Universal de Dados (UDT) <br />Representar as Bibliotecas no Mercado Tecnológico<br />
  • 4. UNESCO <br />Contribuir para a paz e a segurança, promovendo a colaboração entre as nações através da educação, ciência e cultura de modo a aumentar o respeito universal pela justiça, ordem, direitos humanos e liberdades fundamentais dos povos.<br />
  • 5. IFLA/UNESCO<br />MANIFESTO DA IFLA/UNESCO SOBRE BIBLIOTECAS PÚBLICAS<br />MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR<br />
  • 6. Estrutura Organizacional Interna<br />A IFLA se organiza entre Conselho Geral de Membros, Conselho Diretor, <br />Comitê Executivo e Comitê Profissional. <br /> - Conselho Geral de Membros (Council) <br /> É o órgão de maior hierarquia executiva e é formado pelos delegados dos membros com direito a voto<br /> - Conselho Diretor (Governing Board)<br /> É responsável pela gerência e direção profissional da IFLA, de acordo com as diretrizes aprovadas pelo Conselho Geral de Membros<br /> - Comitê Executivo (Executive Committee)<br /> Organizado por delegação do Conselho Diretor, supervisiona a condução geral da Federação de acordo com as políticas estabelecidas pelo Conselho<br /> - Comitê Profissional (Professional Committee)<br /> É o órgão responsável por garantir a coordenação do trabalho de todas as unidades da IFLA responsáveis pelo desenvolvimento das atividades profissionis, políticas e programas. <br />
  • 7. Essa hierarquia visa tratar o universo da biblioteca organizada <br />em oito divisões. São elas:<br />PRIORIDADES PROFISSIONAIS DA IFLA<br /><ul><li>Divisão de Bibliotecas de Pesquisas Gerais de Investigação: nacionais, universitárias, parlamentares;</li></ul>- Divisão de Bibliotecas Especializalizadas:governamentais, ciências sociais, geografia e mapas, ciência e tecnologia, biológicas e ciências médicas, arte;<br />- Divisão de Bibliotecas que Servem ao Público em Geral:públicas, infantis, escolares, servem pessoas deficientes, cegos, servem populações multirraciais, bibliotecas móveis;<br />- Divisão de Controle Bibliográfico:bibliografia, catalogação, classificação e indexação<br />- Divisão de Acervos e Serviços:aquisição e desenvolvimento de acervo, empréstimo entre bibliotecas, publicações em séries, informação governamental e publicações oficiais, livros raros e manuscritos;<br />- Divisão de Admnistração e tecnologia:preservação e conservação, edifícios e equipamentos de bibliotecas, tecnologia da informação, estatística;<br />- Divisão de Educação e Pesquisa:educação e treinamento, teoria da biblioteca e pesquisa, leitura;<br />- Divisão de Atividades Regionais:África, Ásia e Oceania, América Latina e Caribe;<br />
  • 8. A IFLA possui as seguintes categorias:<br />Associações Membros <br />Instituições Membros <br />Bibliotecas Escolares <br />Membros Pessoais <br />Estudantes<br />Sócios Corporativos <br />Entre muitos dos eventos profissionais que a IFLA oferece, a <br />Conferência Geral é um evento anual que acontece em cidades diferentes a cada encontro para trocar experiências, debater temas profissionais e conhecer os mais recentes produtos <br />da indústria da informação com tecnologia de ponta.<br />
  • 9. O IFLA possui um periódico científico trimestral chamado IFLA Journal <br />cujo conteúdo inclui artigos de profissionais <br />bibliotecários e de Ciência da Informação <br />em diversas línguas ( alemão, espanhol, francês e inglês )<br />bem como notícias da própria Instituição <br />( workshop, seminários e sessões em conferências anuais )<br /> que possibilitam a renovação da atuação do profissional.<br />
  • 10. Escritório Regional Para a America Latina e o Caribe (IFLA/LAC)<br />Seu foco está voltado para:<br />- Promover o fortalecimento das Associações Nacionais e Regionais estimulando-as a participar da IFLA.<br />- Fomentar o desenvolvimento de bibliotecas e serviços de informação e incrementar a participação nos programas fundamentos da IFLA através de publicações distribuindo “Notícias IFLA/LAC”<br /><ul><li> Manter um arquivo com documentos para divulgação, identifica projetos de interesses a serem desenvolvidos na Região ( Programa ALP), como bolsas, fundos e concursos da área.
  • 11. Desenvolver projetos de interesse para a região
  • 12. Capacitar profissionais da área com projetos de pesquisa e bolsas de estudo</li></li></ul><li>Sua importância para a América Latina<br />UNESCO e a IFLA, na década de 70, desenvolveram um programa com o objetivo de promover um sistema internacional para controle e intercâmbio de informações bibliográficas. <br />Reunir e tornar disponíveis os registros <br />da produção bibliográfica de todos os países, em uma rede internacional de informação, para  possibilitar <br />a identificação da existência do documento, <br />sua localização e forma de obtenção. <br />Teve como denominação <br />&quot;Universal Bibliographic Control and Information Marc&quot; (UBCIM).<br />
  • 13.
  • 14. FEBABFederação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições<br />Como nasceu Missão <br />
  • 15. Como Nasceu<br />A Febab nasceu após uma proposta apresentada por Laura Russo e Rodolfo Rocha no 2° Congresso de Biblioteconomia e Documentação em 26/07/1959. <br />Foi criado com a finalidade de congregar os bilbiotecários brasileiros<br />Em 1959 foi criada a 1° secretaria que teve a missão de estrutura a Febab e acompanhar o projeto de lei que transitava na Câmara Federal, esse foi o primeiro passo para regulamentação da profissão. Que em 1962 foi transformada na lei n° 4084/62.<br />
  • 16. Missão<br />É a associação dos bibliotecários brasileiros, nasceu para reunir os bibliotecários, para que juntos possam ter seus propósitos e atividades realizados. Desde que foi fundada a Febab tem como principal objetivo, missão desenvolver  e incentivar o desenvolvimento da profissão. <br />Reune as entidades nacionais; coordena e desenvolve atividades que promovam as bibliotecas e apoiam as atividades das instituições filiadas.<br />
  • 17. Estrutura<br />Presidente<br />Vice Presidente<br />Secretário Geral<br />Primeiro Secretário<br />Segundo Secretário<br />Primeiro Tesoureiro <br />Bibliotecário <br />
  • 18. Conquistas<br /><ul><li>Nas gestões que sucederam a primeira secretaria de 1959 as secretarias formadas tiveram várias conquistas importantes para a FEBAB.
  • 19. 1963/1965 = Nesta gestão foi criado o primeiro bloco de ética da profissão.
  • 20. 1966/1968 = Neste período a FEBAB foi declarada de utilidade pública e foi adquirida uma sede atravesde doações de amigos.
  • 21. 1969/1971 = Foi elaborado o primeiro regimento das Comissões Permanentes, onde os orgãosintegrantes participam dos processos de elaborações de leis.
  • 22. 1972/1974 = Neste período foi publicada a obra Bibliotecas públicas Municipais de São Paulo, indexando 571 municípios.
  • 23. 1975/1977 = Neste período foi criado a Carta Mensal cujo coleção se constituiu de 21 exemplares onde os integrantes associados ficavam sabendo dos eventos mais importantes de maneira mais dinâmica.</li></li></ul><li>Conselho Federal de Biblioteconomia<br />O Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> com sede e foro no Distrito Federal jurisdição em território nacional, nos termos da Lei Nº 4.084/62, do <br />Decreto N. 56.725/65 que a regulamenta e a <br />Lei N. 9.674/98, é uma Autarquia Federal <br />dotada de personalidade jurídica de direito público<br />com autonomia administrativa, patrimonial e financeira.<br />
  • 24. Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> Composição do CFB:<br /> O CFB é constituído por quatorze membros efetivos <br /> e três suplentes, designados pelo título de <br /> Conselheiros Federais, todos brasileiros natos e <br /> naturalizados, Bacharéis em Biblioteconomia, <br /> com mandato trienal eleitos nos termos legais <br /> e na forma prevista no Regimento Interno<br />
  • 25. Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> Estrutura<br /> <br /><ul><li> Presidente
  • 26. Vice-Presidente
  • 27. 2 Secretárias
  • 28. 2 Tesoureiros
  • 29. 6 Suplentes
  • 30. 2 Delegados para Entidade de Grau Superior
  • 31. 3 Conselheiros Fiscais</li></li></ul><li>Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> A composição dos membros efetivos obedece à seguinte sistemática<br /> <br /> - Um (1) Presidente, nomeado pelo Presidente da República e escolhido dentre os nomes constantes da lista tríplice organizada pelos membros do Conselho;<br /> - Sete (7) conselheiros federais efetivos e três (3) suplentes escolhidos em assembléia constituída por delegados-eleitores de cada Conselho Regional de Biblioteconomia;<br /> - Sete (7) conselheiros federais escolhidos representantes da Congregação das Escolas de Biblioteconomia do Distrito Federal e de todo o Brasil, cujos nomes serão encaminhados pelas Escolas em listas tríplices, ao Conselho de Biblioteconomia;<br />
  • 32. Conselho Federal de Biblioteconomia<br />A Renda do Conselho Federal de Biblioteconomia será constituída de:<br /> <br /><ul><li>¼ da taxa de expedição da carteira profissional;
  • 33. ¼ da anuidade de revogação do registro;
  • 34. ¼ das multas aplicadas de acordo com a Lei;
  • 35. Doações;
  • 36. Subvenções (subsídio) dos governos;
  • 37. ¼ da renda de certidões.</li></li></ul><li>Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB)<br /> <br /> Assim como o Conselho Federal de Biblioteconomia <br /> os Conselhos Regionais de Biblioteconomia <br /> foram criados pela Lei nº 4084/62 <br /> e tem como objetivos básicos <br /> fiscalizar o exercício da profissão de bibliotecário <br /> e também contribuir para o aprimoramento <br /> da área e seus profissionais.<br />
  • 38. Conselho Federal de Biblioteconomia<br />Os Conselhos Regionais de Biblioteconomia exercem ações <br /> administrativas, normativas, supervisoras e disciplinares. <br /> As principais finalidades dos CRB’s são zelar <br /> pelo bom conceito da profissão e orientar <br /> e defender seu livre exercício, julgar infrações contra a Lei e Ética <br /> e servir como órgão consultivo do governo<br /> no âmbito dos interesses dos bibliotecários<br /> além da organização e manutenção de cadastros de profissionais <br /> registrados, de escolas de biblioteconomia, <br /> bibliotecas e centros de documentação<br />
  • 39. Conselho Federal de Biblioteconomia<br />Para que o profissional exerça legalmente a função de bibliotecário é necessário:<br /><ul><li>Graduação de ensino superior em biblioteconomia;
  • 40. Registro no Conselho Regional;
  • 41. Manter em dia o pagamento das anuidades.</li></li></ul><li>O que é ABECIN?<br />Associação brasileira de educação em ciência da Informação<br /> <br />Entidade constituída com a finalidade de assegurar o debate sobre a formação de pessoas comprometidas com a manutenção e a ampliação de um corpo profissional atuante nos campos das práticas da Ciência da Informação. Como qualquer outra entidade que congrega instituições e profissionais voltados à formação de recursos humanos em nível universitário, sua missão guarda relação direta com o conjunto de interesses e visões de mundo e com o ideário de permanência desse corpo profissional na sociedade.<br />
  • 42. Origem do ABECIN<br /><ul><li>ABEBD – Associação Brasileira de Ensino de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação (1967 – 2001).
  • 43. ENEBCI - Encontros Nacionais de Ensino de Biblioteconomia e Ciência da Informação
  • 44. SNAC - Seminários Nacionais de Avaliação Curricular
  • 45. EBCIM - Encontros de Diretores e Docentes de Biblioteconomia e Ciência da Informação do MERCOSUL</li></li></ul><li>Missão<br />Propósito:<br /><ul><li>Reunir os docentes dos cursos de graduação da área, em torno de uma questão central:
  • 46. A qualidade do ensino </li></ul> Objetivos:<br /><ul><li>Incentivar a comunidade docente da área a buscar soluções para diferentes problemas detectados;
  • 47. Atualizar as propostas pedagógicas adotadas nos vários cursos;
  • 48.  Promover o aperfeiçoamento contínuo dos professores, buscando, assim, o aprimoramento do ensino de Biblioteconomia e Ciência da Informação no país. </li></li></ul><li>SINDICATO<br />*O SINBIESP: Sindicato dos bibliotecários no Estado de São Paulo;<br />* Organização sem fins lucrativos;<br />
  • 49. SINDICATO<br />Avanços obtidos em 1994:<br /> *Inscritos 2.500 profissionais;<br /> * Contribuições sindical e assistencial, obrigatórias;<br /> <br /> Anuidade associativa R$ 148,58<br /> Contribuição Sindical R$ 139,00<br />
  • 50. SINDICATO<br /> Missão:<br /> * Representar legalmente os bibliotecários;<br /> * Defendê-los em seus interesses profissionais;<br />
  • 51. SINDICATO<br />O sindicato oferece:<br /> * Atendimento de segunda a sexta;<br /> * Assessoria jurídica;<br /> * Assessoria de comunicação;<br />
  • 52. SINDICATO<br />O Sindicato tem por finalidade:<br />I- Coordenar e encaminhar as reinvindicações salariais e profissionais dos integrantes da categoria, especialmente em negociações e dissídioa coletivos;<br />II- Defender os interesses e direitos individuais ou coletivos representados;<br />III- Promover o desenvolvimento e aprimoramento cultural, social e técnico dos representados;<br />IV- Integrar a sociedade civil organizada como entidade comprometida com o Estado de Direito Democrático e com o bem estar social;<br />
  • 53. SINDICATO<br />Deveres dos associados:<br />I- Acatar, cumprir e fazer cumprir o presente Estatuto bem como os regulamentos e decisões das diversas instâncias da entidade;<br />II- Comparecer as reuniões e assembléias convocadas pelo Sindicato, denunciando quaisquer obstáculos (...) que, direta ou indiretamente, frustem ou possam frusstar o livre acesso a elas;<br />III- Votar nas eleições sindicais;<br />V- Pagar pontualmente as taxas e contribuições previstas em lei ou neste Estatuto;<br />
  • 54. SINDICATO<br />Capítulo IX - Das Eleições Sindicais:<br />Art. 37º - Os mandatos do Presidente e demais <br /> membros da Diretoria do Sindicato<br /> bem como do Conselho Fiscal<br /> será de 3 (três) anos (CLT, art. 515, b)<br />permitida a recondução;<br />
  • 55. SINDICATO<br />Piso Salarial e nova proposta:<br />* Bibliotecários no Estado de São Paulo R$ 1.651,00<br />* Bibliotecários (com experiência comprovada) de R$ 5.000,00 a <br /> R$ 11.000,00 exercendo direta ou indiretamente cargos de chefia; <br /> Proposta: R$ 6.500,00 a R$ 14.000,00<br />* Bibliotecários com experiência de 2 anos de R$ 1.850,00 a R$ 5.000,00 exercendo cargos direta ou indiretamente de assistentes; <br /> Proposta R$ 2.50,00 a R$ 8.000,00<br />* Auxiliar de Biblioteca de R$ 750,00 a 1.200,00; <br /> Proposta R$ 900,00 a R$ 1.200,00<br />

×