Conceitos 2

526
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
526
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Conceitos 2

  1. 1. Fundamentos de Biblioteconomia e Ciência da Informação Profª Evanda Verri Paulino Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FaBCI – Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação
  2. 2. CONCEITOS
  3. 3. <ul><li>Biblio theke = caixa de livro </li></ul><ul><li>supõe espaço físico </li></ul><ul><li>supõe coleção organizada </li></ul><ul><li>depositária para conservação </li></ul><ul><li>servir ao leitor </li></ul>BIBLIOTECONOMIA
  4. 4. DOCUMENTAÇÃO <ul><ul><ul><li>Documento = Docere = ensinar </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Transmissão de conhecimento </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Não implica espaço físico </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Tratamento da informação </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Conjunto de documentos </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Centro de Documentação </li></ul></ul></ul></ul>
  5. 5. CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO <ul><ul><ul><li>Informare = colocar em forma </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Parte da C. da Comunicação </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Investigação na Área da Informação </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Origem do termo </li></ul></ul></ul></ul>
  6. 7. C OM O QUE TRABALHAMOS? <ul><li>DOCUMENTOS </li></ul><ul><li>INFORMAÇÃO </li></ul>
  7. 8. Processo de Transformação da Informação <ul><li>FATO DADOS INFORMAÇÃO CONHECIMENTO </li></ul>Real Coleta de matéria-prima bruta Dados tratados e organizados Informação mais bagagem pessoal
  8. 9. FENÔMENO DA INFORMAÇÃO Fluxo de Entrada Fluxo de Passagem Fluxo interno ao sistema
  9. 10. <ul><li>Fluxo de entrada </li></ul>Criação da Informação pelo autor da mente para a inscrição
  10. 11. Fluxo interno ao sistema <ul><li>Gerenciamento da Informação </li></ul><ul><li>captação, seleção, armazenamento </li></ul><ul><li>recuperação e uso da informação </li></ul>
  11. 12. Fluxo de passagem <ul><li>Do estoque ao receptor </li></ul><ul><li>Assimilação do conhecimento </li></ul>
  12. 13. Canais de Comunicação <ul><li>Formais : Livros, Periódicos Científicos, </li></ul><ul><li>Vídeos, Anais de Congresso </li></ul><ul><li>Informais : Palestras, reuniões, e-mails </li></ul><ul><li>Semiformais : Fóruns temáticos “mistos” </li></ul>
  13. 14. Barreiras da informação <ul><li>Capacidade de leitura </li></ul><ul><ul><li>Tecnologia </li></ul></ul><ul><li>Ideologia </li></ul><ul><li>Sigilo </li></ul><ul><li>Sobrecarga </li></ul><ul><li>Idioma </li></ul><ul><li>Terminologia </li></ul>
  14. 15. Tipologia de Informação CLASSES <ul><li>Bruta </li></ul><ul><li>Primária (texto completo) </li></ul><ul><li>Secundária (texto condensado) </li></ul><ul><li>Tratada </li></ul>Fonte: Jakobiak, 1995
  15. 16. Tipologia de Informação FORMAS <ul><ul><ul><li>Alfabética </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Numérica </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Gráfica </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sonora </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Audiovisual </li></ul></ul></ul>
  16. 17. Tipologia de Informação TIPOS <ul><li>Técnica </li></ul><ul><li>Científica </li></ul><ul><li>Tecnológica </li></ul><ul><li>Regulamentar e normativa </li></ul><ul><li>Jurídica </li></ul>
  17. 18. Tipologia de Informação SUPORTES <ul><li>Papel </li></ul><ul><li>Microforma </li></ul><ul><li>Digital </li></ul><ul><li>Óptica </li></ul>
  18. 19. Indústria da Informação <ul><li>Setor Primário </li></ul><ul><li>Agricultura </li></ul><ul><li>Pecuária </li></ul><ul><li>Extravismo </li></ul><ul><li>Setor Terciário </li></ul><ul><li>Serviço s </li></ul><ul><li>Setor Secundário </li></ul><ul><li>Indústria </li></ul><ul><li>Setor Quaternário </li></ul><ul><li>Indústria da Informação e do Conhecimento </li></ul>
  19. 20. QUALIDADE DA INFORMAÇÃO INTRÍNSECA (Geral) Validade Precisão Atualidade Confiabilidade Novidade Abrangência Completeza Significado através do tempo
  20. 21. QUALIDADE DA INFORMAÇÃO PARA O USUÁRIO (Específica) Relevância Eficácia Redundância Tabelas simplificadas e elaboradas a partir da bibliografia indicada Valor percebido
  21. 22. Elementos da Indústria da Informação Indústrias privadas de informação   Pesquisadores Escritores autônomos Analistas de opinião
  22. 23. Elementos da Indústria da Informação Indústrias gráficas e editoras <ul><li> Editores </li></ul><ul><li>  Fabricantes de Matrizes </li></ul><ul><li>Encadernadores </li></ul><ul><li>Fotocopiadores </li></ul>
  23. 24. Elementos da Indústria da Informação Indústrias da publicidade e notícias Jornais Agências noticiosas Revistas Empresas de publicidade Pesquisadores
  24. 25. Elementos da Indústria da Informação Indústria e Serviços de Processamento da Informação    Centro de Proc. de Dados   Bancos e Bases de Dados    Software
  25. 26. Elementos da Indústria da Informação Indústria de Equipamentos de Informação  Computadores  Copiadoras Máquinas de escrever
  26. 27. Indústria do Conhecimento Indústrias privadas do conhecimento   Advogados Consultores Projetistas Assessores
  27. 28. Indústria do Conhecimento Indústrias de pesquisas e desenvolvimento Institutos de pesquisa Empresas de engenharia Laboratórios
  28. 29. Indústria do Conhecimento Indústria da educação   Escolas Bibliotecas Museus
  29. 30. Indústria do Conhecimento Indústria de Equipamentos de Informação Equipamentos de pesquisa Calculadoras eletrônicas Material de ensino
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×