Registar e comunicar a informação: o processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura na Biblioteca de Arte Ana Cal...
Sumário <ul><li>Análise e diagnóstico das colecções / espólios </li></ul><ul><li>Inventariação dos documentos </li></ul><u...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Espólios dos Arquitectos </li></ul><ul><li>Raul Lino  – ac...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Política de processamento bibliográfico </li></ul><ul><ul>...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Política de processamento bibliográfico </li></ul><ul><li>...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Política de processamento bibliográfico </li></ul><ul><li>...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Acesso </li></ul><ul><li>Articulação entre </li></ul><ul><...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Tipologias documentais </li></ul><ul><li>Projectos de arqu...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Tipologias documentais </li></ul><ul><li>O espólio Luís Cr...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Inventariação </li></ul><ul><li>Existência de </li></ul><u...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Estrutura dos registos bibliográficos </li></ul><ul><li>Cr...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura B i b l i o t e c a d e A r t e Colecção Projectos Arquivo Monogra...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registo de colecção </li></ul><ul><li>Informação codificad...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registo de colecção </li></ul><ul><li>Informação sobre ele...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registos dependentes </li></ul><ul><li>Informação codifica...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registos dependentes </li></ul><ul><li>Informação não publ...
Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registos dependentes </li></ul><ul><li>Ligação ao registo ...
  100   $a20061120g19211976k--y0pory01030103ba 101 0  $apor 102   $aPT 116   $akiyv  aa 116   $afiyb  116   $aeeyb  116   ...
100   $a20060920d1942  k--y0pory01030103ba 101 0  $apor 102   $aPT 116   $akiyv  aa 200  1  $a[Casa unifamiliar], Castelo ...
100   $a20061213g19331956k--y0pory01030103ba 101 0  $apor 102   $aPT 116   $akiyv  aa 116   $afiyb  116   $adiyc  ae 200 1...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Registar e comunicar a informação: o processamento bibliográfico de Arquivos de Arquitectura na Biblioteca de Arte / Ana Caldeira, Eunice Pinto

1,264

Published on

Formas de organização da informação nos espólios de Arquitectura

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,264
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Registar e comunicar a informação: o processamento bibliográfico de Arquivos de Arquitectura na Biblioteca de Arte / Ana Caldeira, Eunice Pinto"

  1. 1. Registar e comunicar a informação: o processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura na Biblioteca de Arte Ana Caldeira e Eunice Silva Pinto 14 Fevereiro 2008 B i b l i o t e c a d e A r t e
  2. 2. Sumário <ul><li>Análise e diagnóstico das colecções / espólios </li></ul><ul><li>Inventariação dos documentos </li></ul><ul><li>Política de descrição bibliográfica </li></ul><ul><ul><li>Registos bibliográficos de colecção </li></ul></ul><ul><ul><li>Registos bibliográficos dependentes </li></ul></ul><ul><li>Análise e definição dos pontos de acesso às imagens </li></ul><ul><li>Controlo terminológico </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura
  3. 3. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Espólios dos Arquitectos </li></ul><ul><li>Raul Lino – actividade entre 1902 e1974 </li></ul><ul><li>Luís Cristino da Silva – actividade entre 1921e 1976 </li></ul><ul><li>Recebidos por doação nos anos 80 do século 20 </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  4. 4. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Política de processamento bibliográfico </li></ul><ul><ul><li>Análise e diagnóstico das colecções </li></ul></ul><ul><ul><li>Levantamento de todas as espécies documentais por tipologias </li></ul></ul><ul><ul><li>Percepção do contexto </li></ul></ul><ul><ul><li>Como foi coligida a documentação </li></ul></ul><ul><ul><li>Como se interrelacionam os documentos </li></ul></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  5. 5. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Política de processamento bibliográfico </li></ul><ul><li>Definição da estrutura lógica de cada colecção </li></ul><ul><li>Definição do nível e forma de descrição </li></ul><ul><li>Representação do conteúdo </li></ul><ul><li>- Unidade base: o projecto de arquitectura </li></ul><ul><li>- Manutenção da ordem original de organização </li></ul><ul><li>Criação dos registos bibliográficos </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  6. 6. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Política de processamento bibliográfico </li></ul><ul><li>Identificação e análise das normas </li></ul><ul><li>Partilha de standards </li></ul><ul><li>- Bibliotecas </li></ul><ul><li>- Arquivos </li></ul><ul><li>Objectivos </li></ul><ul><li>- Assegurar a coerência na estrutura dos registos </li></ul><ul><li>- Garantir a consistência do catálogo </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  7. 7. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Acesso </li></ul><ul><li>Articulação entre </li></ul><ul><li>Imagem dos documentos originais – digitalização </li></ul><ul><li>Informação primária </li></ul><ul><li>Descrição bibliográfica e representação de conteúdos – metadados </li></ul><ul><li>Informação secundária </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  8. 8. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Tipologias documentais </li></ul><ul><li>Projectos de arquitectura </li></ul><ul><li>Plantas, desenhos, alçados, cortes </li></ul><ul><li>Projectos de especialidades diversas </li></ul><ul><li>Memórias descritivas </li></ul><ul><li>Espécies fotográficas </li></ul><ul><li>Cadernos de encargos, medições e orçamentos </li></ul><ul><li>Correspondência </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  9. 9. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Tipologias documentais </li></ul><ul><li>O espólio Luís Cristino da Silva integra ainda: </li></ul><ul><li>Documentos relativos à actividade docente </li></ul><ul><li>Trabalhos escolares quando aluno </li></ul><ul><li>Desenhos (Álbuns - originais de arte) </li></ul><ul><li>Catálogos de firmas comerciais </li></ul><ul><li>Recortes de imprensa </li></ul><ul><li>Monografias </li></ul><ul><li>Publicações periódicas </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  10. 10. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Inventariação </li></ul><ul><li>Existência de </li></ul><ul><li>Inventário com registo de todos os elementos constitutivos de cada projecto </li></ul><ul><li>Incluía </li></ul><ul><li>114 projectos de Cristino da Silva </li></ul><ul><li>Cerca de 2/3 dos 667 projectos de Raul Lino </li></ul><ul><li>O inventário dos documentos não registados utilizou os mesmos critérios </li></ul><ul><li>Constituiu uma base de trabalho para a 1ª fase do processamento bibliográfico </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  11. 11. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Estrutura dos registos bibliográficos </li></ul><ul><li>Criação de registos interrelacionados de forma lógica e estruturada </li></ul><ul><li>Nível hierárquico superior – um registo para cada colecção </li></ul><ul><li>Registos dependentes – um registo para cada unidade de informação (projectos, manuscritos, desenhos, etc.) </li></ul><ul><li>A estrutura dos registos permite recuperar cada espólio no seu conjunto </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  12. 12. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura B i b l i o t e c a d e A r t e Colecção Projectos Arquivo Monografias Revistas Título Título Projecto Elemento Desenho Gravura Recortes
  13. 13. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registo de colecção </li></ul><ul><li>Informação codificada - material gráfico a duas dimensões </li></ul><ul><li>Título identificativo do espólio que inclui o nome do antigo possuidor </li></ul><ul><li>Indicação da tipologia genérica dos documentos </li></ul><ul><li>Informação não publicada </li></ul><ul><li>Datas da actividade profissional do arquitecto </li></ul><ul><li>Número de projectos de arquitectura </li></ul><ul><li>Informação da origem da colecção e incorporação </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  14. 14. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registo de colecção </li></ul><ul><li>Informação sobre elementos constitutivos da colecção, especificidades e importância do espólio </li></ul><ul><li>Ligação a registos bibliográficos com os quais o espólio tem relação directa </li></ul><ul><li>Assuntos: </li></ul><ul><li>Nome do antigo possuidor do espólio </li></ul><ul><li>Área temática genérica, integração geográfica, cronológica e forma dos documentos </li></ul><ul><li>Notação genérica da CDU – Classificação Decimal Universal </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  15. 15. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registos dependentes </li></ul><ul><li>Informação codificada - material gráfico a duas dimensões </li></ul><ul><li>Título do projecto segundo descrição do inventário </li></ul><ul><li>Excepção: Casas particulares com indicação do nome do proprietário e endereço exacto (informação transferida para nota interna não visível pelos leitores) </li></ul><ul><li>Título atribuído: [Casa unifamiliar], Estoril </li></ul><ul><li>Indicação da tipologia genérica dos documentos </li></ul><ul><li>Autor do projecto </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  16. 16. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registos dependentes </li></ul><ul><li>Informação não publicada </li></ul><ul><li>Datas de realização do projecto </li></ul><ul><li>Número de espécies documentais, por tipologias </li></ul><ul><li>Peças que integram o projecto: tipologia(s), data(s), descrição específica, escala(s), dimensões, cota(s) </li></ul><ul><li>- Descritivos de acesso às imagens com esta informação </li></ul><ul><li>Notas internas não visualizáveis pelos leitores </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  17. 17. Processamento bibliográfico de arquivos de arquitectura <ul><li>Registos dependentes </li></ul><ul><li>Ligação ao registo de colecção </li></ul><ul><li>Assuntos: </li></ul><ul><li>Tipo de edifício + localização + elemento cronológico genérico + forma do documento </li></ul><ul><li>Para edifícios patrimoniais, administrativos, comerciais </li></ul><ul><li>Designação do edifício + localização + elemento cronológico genérico + forma do documento </li></ul><ul><li>Área temática + localização + elemento cronológico genérico + forma do documento </li></ul><ul><li>Notação específica da CDU – Classificação Decimal Universal </li></ul><ul><li>Autor do projecto </li></ul><ul><li>Outros autores – colaboradores e respectivas funções </li></ul>B i b l i o t e c a d e A r t e
  18. 18. 100 $a20061120g19211976k--y0pory01030103ba 101 0 $apor 102 $aPT 116 $akiyv aa 116 $afiyb 116 $aeeyb 116 $adiyb ae 200 1 $aEspólio Luís Cristino da Silva 210 2 $d1921-1976 215 $a114 projectos de arquitectura 317 $aFoi doado pela família à Fundação Calouste Gulbenkian. 330 $aO espólio contém cerca de 10 000 desenhos de arquitectura, documentos textuais, fotografias, postais, originais de arte, 526 títulos de monografias e 126 títulos de publicações periódicas, procedentes da actividade profissional, académica e pessoal do Arquitecto. 488 1 $tLuís Cristino da Silva, arquitecto$aconcepção José Manuel Fernandes com a colaboração de Maria de Lurdes Janeiro$cLisboa$bFundação Calouste Gulbenkian. Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão,$d1998 488 1 $tLuís Cristino da Silva e a arquitectura em Portugal$aJoão de Sousa Rodolfo$cLisboa$bPublicações Dom Quixote,$dcop. 2002 600 1 $aSilva,$bLuís Cristino da,$f1896-1976$92 606 $aArquitectura$yPortugal$zSéc. 20$x[Projectos] 675 $a72(469)&quot;19&quot;(084.11) 700 1 $aSilva,$bLuís Cristino da,$f1896-1976 930 $dLCS 1-114$lFCGBGA 930 $dLCSM 1-215$lFCGBGA
  19. 19. 100 $a20060920d1942 k--y0pory01030103ba 101 0 $apor 102 $aPT 116 $akiyv aa 200 1 $a[Casa unifamiliar], Castelo de Vide$bProjectos de arquitectura]$fRaul Lino 210 2 $d1942 215 $a13 desenhos de arquitectura, correspondência 309 $aTítulo no Projecto: Projecto de transformação da casa da Quinta do Cartaxo, Castelo de Vide, propriedade da Exma. Sra. D. Orminda Durão Cordeiro 327 1 $aAlçados, plantas, 1942. 7 desenhos originais; 1:100; 25 x 60 cm, 34 x 71 cm. RLDA 447.0-447.6 327 1 $aPormenores, 1942. 6 desenhos originais; 1:10, 1:20; 26 x 32 cm, 54 x 84 cm. RLDA 447.7-447.12 327 1 $aCorrespondência, 1942. 1 documento, 1 f.. RL 447.0 459 1 $tEspólio Raul Lino$d1902-1974 606 $aCasas unifamiliares$yCastelo de Vide (Portugal)$zSéc. 20$x[Projectos de arquitectura] 606 $aArquitectura$yCastelo de Vide (Portugal)$zSéc. 20$x[Projectos] 675 $a728.3(469.511)&quot;19&quot;(084.11) 700 1 $aLino,$bRaul,$f1879-1974 930 $dRL 447$lFCGBGA
  20. 20. 100 $a20061213g19331956k--y0pory01030103ba 101 0 $apor 102 $aPT 116 $akiyv aa 116 $afiyb 116 $adiyc ae 200 1 $aProjecto de um casino a construir na Praia de Monte Gordo e projecto de ampliação do mesmo$bProjectos de arquitectura]$fLuís Cristino da SIlva 210 2 $d1933-1956 215 $a8 desenhos de arquitectura, apontamentos, 24 fotografias, 1 postal, correspondência 327 1 $aAlçados, 1933. 2 desenhos (cópias); 1:100; 30 x 55 cm. LCSDA 75.0-75.1 327 1 $aCortes, 1933. 1 desenho (cópia); 1:100; 30 x 55 cm. LCSDA 75.2 327 1 $aPlantas,1933. 5desenhos (cópias); 1:100, 1:2000; 47 x 31,5 cm a 52 x 45 cm. LCSDA75.3- 75.7 327 1 $aApontamentos: [s.d.]. Perspectiva. 1 desenho original. LCSA 75.0 327 1 $aApontamentos: [s.d.]. Alçados. 2 desenhos originais; LCSA 75.1-75.2 327 1 $aApontamentos: [s.d.]. Plantas. 2 desenhos originais. LCSA 75.3-75.4 327 1 $aFotografias: 24 provas p&b; 6 x 9 cm a 10 x 15 cm. LCSF 75.1-75.24 327 1 $aPostais: [s.d.]. 1 postal color.; 10 x 15cm. LCSP 75.1 327 1 $aCorrespondência: 1948-1956. 15 documentos, 17 f. LCS 75.0 459 1 $tEspólio Luís Cristino da Silva$d1921-1976 601 0 2 $aCasino de Monte Gordo$c(Vila Real de Santo António, Portugal)$xEdifícios$x[Projectos de arquitectura] 606 $aCasinos$yMonte Gordo (Vila Real de Santo António, Portugal)$zSéc. 20$x[Projectos de arquitectura] 606 $aArquitectura$yVila Real de Santo António (Portugal)$zSéc. 20$x[Projectos] 675 $a725.84(469.601)&quot;19&quot;(084.11) 700 1 $aSilva,$bLuís Cristino da,$f1896-1976 712 0 2 $4600$aSociedade Portuguesa Cavan$c(Estúdio de Fotografia) 712 0 2 $4600$aFoto Zambrano 712 0 2 $aEstúdio Carrasco$c(Estúdio de Fotografia)$4600 930 $dLCS 75$lFCGBGA
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×