Como elaborar um trabalho de pesquisa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Como elaborar um trabalho de pesquisa

on

  • 1,779 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,779
Views on SlideShare
1,652
Embed Views
127

Actions

Likes
1
Downloads
17
Comments
0

1 Embed 127

http://biblioteca.esc-joseregio.pt 127

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Como elaborar um trabalho de pesquisa Como elaborar um trabalho de pesquisa Presentation Transcript

    • Como elaborar um trabalho de pesquisa?
      Biblioteca da Escola Secundária José Régio – Vila do Conde
    • COMO ELABORAR UM TRABALHO
      Este guião foi realizado com o objectivo de ajudar os alunos da Escola José Régio a realizar um trabalho escrito. Assim, damos sugestões sobre a apresentação do trabalho, a sua estrutura e como fazer uma citação e uma bibliografia.
       
      I - APRESENTAÇÃO DO TRABALHO
      1. Escrever em folhas brancas, formato A4, de preferência.
      2. Não escrever no verso das folhas.
      3. Deixar margens dos quatro lados da página, para anotações de quem vai ler o trabalho.
      4. Usar um tamanho de letra uniforme (de preferência 12 e 8 para as notas de rodapé); o espaçamento entre linhas deve ser 1,5. As fontes recomendadas são: TimesNewRoman, ArialNarrow, ou outra que seja discreta e legível.
      5. Verificar bem a correcção ortográfica do texto. Corrigir gralhas e falhas de apresentação gráfica do texto. Não entregar folhas com rasuras.
      6. Numerar as páginas, sem contar com a da capa e com a numeração visível apenas a partir da página 2.
      7. Pôr capas no trabalho.
      8. Não esquecer a Bibliografia.
       
    • II—ESTRUTURA GERAL DO TRABALHO
      1. CAPA
      1.1. Nome da escola
      1.2. Nome do autor
      1.3. Título do trabalho
      1.4. Nome da disciplina
      1.5. Nome do professor
      1.6. Data
       
      2. ÍNDICE: pode surgir no início ou no final do trabalho e após a Bibliografia. Tem como objectivo permitir a identificação e rápida localização dos conteúdos.
       
      3. PARTE TEXTUAL: De um modo geral, qualquer trabalho integra três partes distintas: a introdução, o desenvolvimento e a conclusão.
       
      Introdução: deve apresentar os objectivos do trabalho e funcionar como um guia do leitor. Para isso, é importante um resumo das ideias-chave nele contidas. Porém,aintrodução não deve ser muito detalhada.
      Deve referir alguns aspectos, como por exemplo:
      O tema é … foi escolhido porque…
      O que se pretende tratar é… com o objectivo de
    • Desenvolvimento: Após a introdução, segue-se o texto propriamente dito, que constitui o corpo do trabalho e que integra uma explicação e/ou discussão do tema. O desenvolvimento admite a divisão em subtemas e, consequentemente, em capítulos com títulos e subtítulos. Pode ser acompanhado ou não de documentos ilustrativos: mapas, gráficos, imagens, etc. que devem ser numerados de forma contínua e referidos no texto.
      Conclusão: Deve ter em conta o título e os objectivos do trabalho. Deve ser um texto pessoal em que se apresentam as ideias mais importantes do trabalho, a opinião sobre o mesmo, a forma como decorreu a sua elaboração, as dificuldades sentidas e eventuais projectos para outros trabalhos.
       Nota: REDIGIR O TRABALHO USANDO UM DISCURSO PESSOAL, CRIATIVO E ORIGINAL EVITANDO A CÓPIA DOS TEXTOS CONSULTADOS.
      4. PARTE REFERENCIAL
      4.1. Bibliografia - a lista de obras e outros materiais consultados é de apresentação obrigatória.
      (Ver capítulo IV - Como apresentar a Bibliografia)
      4.2. Anexos - imagens, fotografias, recortes e outros documentos devidamente legendados e referenciados no texto. 
    • III– COMO FAZER UMA CITAÇÃO? 
      As citações podem ser DIRECTAS ou INDIRECTAS, conforme citamos directamente as palavras de um autor, ou dizemos por palavras nossas as ideias e opiniões desse autor: 
      Exemplos de citações directas:
      -Em Água e os sonhos, Bachelard chega a esta conclusão: "A utilidade de navegar não é suficientemente clara para determinar o homem pré-histórico a entalhar uma canoa."
      -"O racismo é um dos problemas mais graves da Europa e está a agravar-se", afirmou o Presidente da República, em França, a semana passada.
      Exemplos de citações indirectas:
      -Segundo Bachelard, em Água e os sonhos, não terá sido a utilidade de navegar a determinar o aparecimento do primeiro barco, mas antes os interesses quiméricos que habitam o homem.
      - O Presidente da República francesa afirmou que o racismo é um dos problemas mais graves da Europa, com tendência a agravar-se.
      Nota:
      Quando se faz uma citação, devemos indicar em nota de rodapé as referências bibliográficas da obra citada e a respectiva página.
      Se a mesma obra for citada mais do que uma vez, deve indicar-se da seguinte forma: Op. cit., p. 67 (que quer dizer: obra já citada, página 67).
    • IV-COMO APRESENTAR A BIBLIOGRAFIA?
      Existem normas nacionais, internacionais e sectoriais para a elaboração de referências bibliográficas, visando garantir uniformidade e maior facilidade na identificação das fontes consultadas. A seguir expõem-se alguns exemplos de referências bibliográficas, que devem aparecer por ordem alfabética dos autores.
      Livros / Monografias
      1ª opção — AUTOR-OBRA (Norma portuguesa)
      Exemplo:
       APELIDO, primeiros nomes - Título (em itálico). Edição. Local de publicação : Editor, Ano de publicação.
      CAMÕES, Luís de - Os Lusíadas. 1.ª ed. Lisboa : Rei dos Livros, 2002.
      2ª opção — AUTOR-DATA
      Exemplo:
      Cintra, Lindley; cunha, Celso (1985) - Gramática do Português Contemporâneo.
      9ª ed. Lisboa: Livraria Figueirinhas.
       
    • b) Páginas da Internet
      (Artigos em documentos electrónicos)
      APELIDO, primeiros nomes - Título do texto ou artigo em itálico,[tipo de suporte]. data do texto (se houver). Data de consulta [entre parêntesis rectos]. Endereço da página.
      Exemplos: CAMPOS, Inácio Filipe — O Cybervoyerismo, [em linha]. 2000. [consultado em 25/01/2010]. www.vvio.or/cyber.
      http:www.25abril.org (Associação 25 de Abril)
      http:www.museuberardo.pt (Museu Colecção Berardo)
       
      C) Artigos de revistas, jornais, etc.
      (artigos de publicações em série)
      APELIDO, primeiros nomes - Título do artigo (entre aspas) Título da publicação em série (a destacado). Local de publicação. Volume, Número, Ano de publicação (algarismo entre parêntesis), Localização na publicação.
      Exemplos:
      FIGUEIREDO, M. O. - “Factores de estabilidade estrutural associados ao arranjo dos catiões nas estruturas dos compostos iónicos”. Revista Portuguesa de Química. Lisboa. Vol. 23, n.º 4 (1981), p. 250-256. 
      COSTA, Filipe Santos — “O poder é da palavra”. Revista Única-Expresso. Lisboa. Nº 1976, (2010), p. 22-28.
    • Nota:
      Se o texto for manuscrito, os títulos de livros aparecem sublinhados e os títulos de artigos ou contos aparecem entre aspas.
      Se o texto for processado no computador, os títulos de livros aparecem em itálico e os títulos de artigos ou contos aparecem entre aspas (conforme as indicações da Bibliografia).
       CONSULTA NA INTERNET
      Sugerimos que sejam seguidos alguns conselhos práticos neste tipo de pesquisa:
      · Definir claramente o que se pretende procurar e seleccionar apenas os aspectos sobre os quais se pretende informação.
      · Verificar a origem, a qualidade e a actualidade dos sites consultados, independentemente da ordem pela qual aparecem nos motores de busca.
      · Evitar o “copiar e colar” imediato, sem uma leitura e síntese personalizada de toda a informação recolhida.
      · Registar os endereços dos sites efectivamente consultados e a data da respectiva consulta, porque os materiais são frequentemente modificados, melhorados ou até suprimidos.
      Bibliografia para a elaboração deste Guia:
      MONTEIRO, Manuela Matos (2008) - Área de Projecto, Guia do Aluno. 1ª ed. 12º ano, Porto Editora.
      NP 405 - 1. 1994, Informação e Documentação - Referências Bibliográficas: Documentos impressos. IPQ