Plano de atividades 2011 2012 cópia

2,298 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,298
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
21
Actions
Shares
0
Downloads
31
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Plano de atividades 2011 2012 cópia

  1. 1. Agrupamento de Escolas Luciano Cordeiro Mirandela BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2011/2012DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO NORTE
  2. 2. DOMÍ SUBDOMÍNI ATIVIDADES 2011/2012 CALENDARIZAÇÃO INTERVENIENTESNIOS OS 1)Colaborar na elaboração do Plano Anual de Atividades do Agrupamento. 1)Início do ano letivo. 1)BE e professores a articulação curricular da biblioteca 2)Reunir com regularidade com a Direção (sempre que se considere 2)Todo o ano 2)PB e direção necessário). os docentes 3)Promover contactos formais e informais com os Coordenadores de 3)Todo o ano 3)PB e Coordenadores Departamento com vista à articulação de atividades. 4)Organizar recursos de acordo com as diferentes unidades de ensino ou 4)Todo o ano 4)BE e professores pedagógicas e temas para serem utilizados pelos professores. 5)Informar com regularidade os docentes acerca dos recursos disponíveis na 5) Todo o ano 5)BE e professores BE. 6)Promover contactos formais e informais com os docentes de forma a uma 6) Todo o ano 6)PB e professores com as estruturas A.1.Desenvolver cada vez maior utilização da BE e dos seus recursos.A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular 1)Fazer uma sessão de formação de utilizadores a todas as turmas de 5º ano. 1)Outubro 1) PB, alunos e prof. Port. 2)Desenvolver um programa de desenvolvimento da literacia de informação 2)Todo o ano em algumas turmas da escola – LITEA (projeto do SABE). 2)BE, prof. de TIc e alunos A.2.Promover o desenvolvimento da Literacia de 3)Escolher um guião de pesquisa a adotar na escola e promover sessões de 3)Todo o ano 3)BE, prof. de TIc e alunos trabalho sobre o mesmo. 4)Produzir e divulgar o guião de utilizadores da BE de forma a incutir regras de 4)Todo o ano Informação, Tecnológica e Digital 4) Equipa da BE e alunos comportamento e correta utilização da mesma. 5)Promover uma sessão de formação para professores sobre literacia 5)A definir 5)BE e professores estatística- Formação RBE/INE. 6)Produzir guiões para auxílio dos alunos nas pesquisas e na elaboração de 6) Todo o ano 6)BE e alunos trabalhos. 7)Promover uma sessão para e. Educação sobre “segurança na Internet” 7)A definir 7)BE e E. Educação
  3. 3. DOMÍN SUBDOMÍNIOS ATIVIDADES 2011/2012 CALENDARIZAÇÃO INTERVENIENTESIOS 1)Organizar o “Chá com Letras” uma vez por período. 1)1º, 2º e 3º período 1)BE e professores 1)40€ 2)Divulgar as obras do PNL existentes na BE e fomentar a sua utilização em sala de aula. 2)Todo o ano 2)BE, professores e alunos 3)Organizar pacotes de livros que circularão em regime rotativo por todas as escolas do 3)Todo o ano 3)BE, professores e alunos 3. Impacto do trabalho da BE nas B.2. integração da BE nas estratégias e B.1. Trabalho da BE ao serviço da meio rural do Agrupamento. 4)Alargamento do projeto “Livro com Pernas “ a mais JI. 4)Todo o ano 4)BE, professoras e alunos tudes e competências dos alunos, no programas de leitura ao nível da promoção da leitura na escola/agrupamento 5)Dinamização do Clube de Leitura 5) A partir de 5)BE e alunos Novembro 6)Promover a sugestão de livros e leituras através do blogue. 6)Todo o ano 6)BE e comunidade educativa 7)Oferta de uma atividade semanal de promoção da leitura na BE 7)Todo o ano 7)BE, professores e alunos 8)Criação da “Hora do contador de histórias” 8)Todo o ano 8)BE, professores e alunos 1)Articular com o grupo de português a dinamização do PNL. 1)Todo o ano 1)PB e professores 2)Articular com o projeto “LerHáLetra” as atividades a desenvolver. 2)Todo o ano 2)PB e ProjetoB. Leitura e Literacia 3)Promover seminários para professores e E.Educação sobre a leitura (Semana da Leitura) 3)Semana da Leitura 3)BE, professores e E.Educação 4)Promover o encontro com escritores, contadores de histórias, leituras com os 4)Todo o ano 4)BE, alunos, E.Educação, escola/agrupamento. encarregados de educação, etc. professores 5)Promover atividades de promoção da leitura: 5)Outubro 5)BE e comunidade educativa 5)150€ Dia da Biblioteca Escolar; Contos de Natal; Semana da Leitura… Dezembro Março 1)Premiar o melhor leitor do período. 1)1º, 2º e 3º período 1)BE e alunos 1)30€ 2)Promover concursos de leitura. 2)Semana da Leitura 2)BE, professores e alunos 3) Usar o facebook da BE como espaço de partilha sobre as leituras efetuadas. 3)Todo o ano 3)BE e comunidade educativa bito da leitura e da literacia 4) Promover o encontro entre turmas para partilha de leituras efetuadas. 4)2º e 3º período 4)BE, profs e alunos 5)Publicação da turma com maior assiduidade na BE. 5)A partir de 5)BE, profs e alunos Outubro 6)Organização da Feira do Livro (Semana da Leitura). 6)Março 6)BE e comunidade educativa 7) Envolver os pais em atividades de leitura, especificamente na Semana da Leitura. 7)Março 7)BE e Encarregados de Educação
  4. 4. DOMÍ ATIVIDADES 2011/2012NIOS CALENDARIZAÇÃO INTERVENIENTES 1)Criar o grupo dos “Colaboradores da BE/CRE”. 1)2º Período 1)BE e alunos 2)Disponibilizar apoio aos alunos, sempre que solicitada. 2)Todo o ano letivo 2)BE e alunos curriculares e de enriquecimento curricular C.1. Apoio a actividades livres, extra- 3)Criação de guiões de pesquisa para auxiliar os alunos nos trabalhos a realizar. 3)Todo o ano letivo 3)BE e alunos 4)Disponibilizar livros e outros materiais de apoio aos curricula. 4)Todo o ano letivo 4)BE, profs e alunos 5)Realização de concursos, passatempos e outras actividades de acordo com as temáticas 5)Todo o ano letivo 5)BE, profs e alunos a decorrer: dia da alimentação; dia do deficiente; dia de São Martinho; semana dos afetos; semana da europa… 6)Atribuição de prémios de desempenho aos alunos que participam nas actividades. 6)Todo o ano letivo 6)BE e alunosC. Projectos, parcerias e actividades de abertura à comunidade 7)Atribuição de um prémio e divulgação do leitor do trimestre. 7)1º, 2º e 3º período 7)BE e comunidade educativa 1)Participar em reuniões RBE, interconcelhias e demais que se considerem necessárias. 1)Todo o ano letivo 1)PB, coordenadores 2)Participar ativamente nas reuniões SABE e iniciar o trabalho de definição de uma política 2)Todo o ano letivo 2)PB`s e Bibliotecária documental para as escolas. Municipal 3)Todo o ano letivo 3)PB`s 3)Participar em reuniões de trabalho com os PB do concelho para concepção de documentos estruturantes para as BE`s. 4)Articular actividades com as escolas do concelho e a BM: Semana da Leitura; Dia da 4)Todo o ano letivo 4)PB´s e BM Poesia; Semana do Agrupamento. 5)Partilhar recursos com as BE do concelho e a BM. 5)Todo o ano letivo 5)PB`s e BM 6)Dar continuidade ao trabalho de parceria com a Esproarte através da presença destes 6)A partir de Janeiro 6)BE e ESproarte C.2. Projectos e Parcerias quinzenalmente na BE/CRE ( a iniciar em Janeiro). 7)Todo o ano letivo 7)PB e projeto LerHáLetra 7)Dar continuidade ao trabalho de articulação constante com o Projecto LerHáLetra, através da realização de diversas actividades conjuntas como a Semana da Leitura e a Semana do Agrupamento. 8)Expandir o projecto “Livros com Pernas” a um maior número de escolas. 8)Todo o ano letivo 8)PB, profs e alunos dos JI 9)Reunir com a Associação de Pais de forma a planificar actividades com o envolvimento 9)A definir 9)PB e A. Pais dos pais. 10)Envolver a turma de Português para Estrangeiros em actividades da BE/CRE. 10)BE, prof. e alunos 10)3º periodo
  5. 5. SUBDOMÍN IOS ATIVIDADES 2011/2012 CALENDARIZAÇÃO INTERVENIENTES 1)Promover, de forma sistemática, a articulação com as várias estruturas pedagógicas do 1)Todo o ano 1)PB e coordenadores Agrupamento. Escola/Agrupamento. Acesso a serviços prestados 2) Elaborar um Plano Anual de Atividades tendo em conta as ações para a melhoria 2) Setembro/Outubro 2)PB e equipa apontadas no Relatório de avaliação. 3) - Rever e reajustar alguns documentos estruturantes da BE. 3)Todo o ano 3)PB e equipa 4)Utilizar o Blogue e o Facebook da BE como espaço de partilha e divulgação de 4)Todo o ano 4)BE e comunidade educativa D.1. Articulação da BE com a informação. 5)Implementar um sistema de circuito de maletas de livros que rodarão mensalmente 5)Todo o ano 5)BE, profs e alunos do meio rural por todas as escolas do meio rural do Agrupamento. 6)Promover, através do Blogue, do Facebook, de panfletos, cartazes e outros a utilização 6)Todo o ano 6)BE e comunidade educativa da BE e dos recursos que disponibiliza. pela BE. 7)Criar instrumentos de autoavaliação das atividades realizadas e dos serviços prestados 7)Todo o ano 7)BE e comunidade educativa pela BE. 1)Assegurar uma equipa multidisciplinar que cobre integralmente o horário de 1)Todo o ano 1)BE funcionamento da BE de forma a garantir o apoio necessário aos alunos. D.2. Condições humanas e materiais para a prestação 2)Promover sessões informais de trabalho no Porbase a alguns elementos da equipa da 2)Todo o ano 2)BE BE.D. Gestã da BE 3)Formação específica para PB, alguns elementos da equipa e o assistente operacional. 3)A definir 3)BE 4)Distribuir e responsabilizar os elementos da equipa por tarefas específicas. 4)Início do ano 4)BE 5)Tentar afetar um maior número de computadores à BE. 5)1º período 5)BE 6)Distribuição do mobiliário da BE conforme as atividades a realizar, tentando criar 6)Todo o ano 6)BE espaços diversificados e agradáveis. 7) Reunião com os elementos da equipa da BE 7)Todo o ano (pelo 7)BE menos uma vez por dos serviços. período)
  6. 6. 1)Elaborar (no grupo SABE) um manual coletivo da Política Documental. 1)A partir de Janeiro 1)SABE 2)Continuar a reforçar o fundo documental com a aquisição de recursos de 2)Todo o ano 2)PB acordo com as verbas disponíveis.D.3. Gestão da colecção / da informação 3)Promover a atualização e o desbaste da coleção. 3)Todo o ano 3)PB 4)Iniciar o tratamento informático dos recursos disponíveis na BE com vista à 4)Todo o ano 4)BE criação de um catálogo concelhio coletivo. 5)Fazer o tratamento técnico dos recursos com o auxílio dos técnicos da BM. 5)A definir 5)PB e técnicas da BM 6)Lançamento do jornal on-line. 6)2º período 6)BE e comunidade educativa
  7. 7. Síntese Geral da Avaliação da BE do Agrupamento de Escolas Luciano CordeiroDomínio Avaliado em 2010/2011:  Domínio C – Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade.  Subdomínio C.1 (Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular) Nível obtido: 3.2  Subdomínio C.2 (Projectos e parcerias) Nível obtido:3.2  C.1.1 Apoio à aquisição e desenvolvimento de métodos de trabalho e de estudo autónomos  Pontos fortes identificados  A BE garante um horário de funcionamento que cobre integralmente o tempo de permanência dos alunos na escola.  Durante todo o tempo de funcionamento, para além do assistente operacional, está sempre presente, pelo menos um professor que garante o apoio aos alunos, sempre que solicitado ou necessário.  Os alunos utilizam os diferentes espaços da BE com autonomia e responsabilidade, construindo de forma livre e autónoma a sua própria aprendizagem.  Os alunos fazem um uso intensivo dos recursos da BE, desenvolvendo as diferentes tarefas de acordo com as diferentes áreas funcionais que a BE oferece.  Os alunos frequentam a BE individualmente ou em grupo, vivendo-se aí um clima calmo, agradável e propício ao desenvolvimento das aprendizagens dos mesmos.  Pontos fracos identificados  Os alunos denotam alguma resistência ou dificuldade em fazer pesquisa em suporte livro, manifestando preferência pela pesquisa na Internet.  A utilização das novas tecnologias, nomeadamente do computador ainda não se faz da forma mais eficaz, notando-se bastantes falhas ao nível da orientação nas pesquisas.  Os computadores são em número insuficiente nomeadamente quando se trata de actividades de pesquisa com grandes grupos, tornando mais difícil o apoio individual aos alunos.
  8. 8.  C.1.2 Dinamização de actividades livres, de carácter lúdico e cultural na escola/agrupamento Pontos fortes identificados Quantidade e qualidade das actividades proporcionadas. Elevada taxa de participação dos alunos nas actividades. Melhoria significativa da articulação com os vários grupos curriculares na organização e realização das actividades. Utilização do blogue da BE para divulgação das actividades. Pontos fracos identificados Necessidade de um maior e mais efectivo envolvimento dos pais na organização, dinamização e participação das actividades. C.1.3 Apoio à utilização autónoma e voluntária da BE como espaço de lazer e livre fruição dos recursos Pontos fortes identificados Horário da BE coincidente com a permanência dos alunos na escola permite uma forte utilização da mesma principalmente na paus a do almoço e nos intervalos. Livre acesso dos alunos aos diferentes espaços e recursos da BE. A alteração constante das diferentes áreas funcionais permite a criação de um ambiente acolhedor que procura ir ao encontro d os interesses dos alunos. Ambiente criado pela equipa da BE que se apresenta sempre disponível e solicita para receber e ajudar os alunos. Colecção de livros de literatura infanto-juvenil actual e do agrado dos alunos. Acréscimo sentido na utilização quer dos recursos para sala de aula quer na própria BE. Pontos fracos identificados A zona de visionamento de filmes torna-se, por vezes, algo ruidosa. Número de computadores a necessitar de reforço. Os jogos didácticos para computador necessitam de instalação o que nem sempre é possível. C.1.4 Disponibilização de espaços, tempos e recursos para a iniciativa e intervenção livre dos alunos Pontos fortes identificados Elevada taxa de utilização dos espaços da BE por parte dos alunos. Elevada taxa de utilização dos recursos da BE por parte dos alunos. Divulgação dos trabalhos realizados pelos alunos através da sua afixação. Participação voluntária dos alunos na organização e dinamização de actividades na BE, bem como na manutenção do funcionamento diário da mesma.
  9. 9.  Auscultação da opinião dos alunos para a dinamização de actividades. Pontos fracos identificados A não formalização do grupo de "Amigos da BE". C.2 Projectos e Parcerias C.2.1 Envolvimento da BE em projectos da respectiva escola/agrupamento ou desenvolvidos em parceria, a nível local ou mais amplo Pontos fortes identificados Presença da BE nas várias actividades da escola. Qualidade do trabalho desenvolvido com o projecto "LerHáLetra" e "Livros com Pernas" Trabalho conseguido com a turma PIEF. Trabalho desenvolvido com a EPA de Carvalhais. Pontos fracos identificados Necessidade de estabelecer parcerias com outras instituições locais. C.2.2 Desenvolvimento de trabalho e serviços colaborativos com outras escolas, agrupamentos e BE Pontos fortes identificados Articulação entre todos os PB´s do concelho. Partilha constante de recursos. Pontos fracos identificados Impossibilidade de realizar actividades conjuntas com a Escola da Torre, pela distância e isolamento da mesma. C.2.3 Participação com outras escolas/agrupamentos e, eventualmente, com outras entidades (RBE, DRE, CFAE) em reuniões da BM/SABE ou outro grupo de trabalho a nível concelhio ou interconcelhio Pontos fortes identificados A participação da PB em todas as reuniões ou sessões de trabalho. A dinâmica e articulação existente entre os PB`s do concelho resultando daí a elaboração do Manual de Procedimentos concelhio e outro tipo de documentos internos estruturantes; resultando daí ainda a realização de actividades conjuntas.
  10. 10.  Pontos fracos identificados  O trabalho ao nível do SABE não teve, este ano, os resultados esperados, não tendo conseguido fazer-se o tratamento documental planeado.  C.2.4 Estímulo à participação e mobilização dos pais/encarregados de educação no domínio da promoção da leitura e do desenvolvimento de competências das crianças e jovens que frequentam a escola/agrupamento. (Só para o Ensino Básico)  Pontos fortes identificados  Abertura e receptividade por parte da Associação de Pais em participar nas actividades propostas.  Existe um grupo de pais muito participativos e colaboradores.  Pontos fracos identificados  Ainda não há um efectivo envolvimento dos Encarregados de Educação.  Necessidade de ampliar o grupo de pais que colaboram e participam nas actividades propostas.  C.2.5 Abertura da BE à comunidade local.  Pontos fortes identificados  A BE contempla no seu regulamento interno a possibilidade de utilização por parte da comunidade.  Receptividade das entidades locais para a participação nas actividades propostas.  Pontos fracos identificados  A abertura à comunidade ainda não é sistemática e consolidada.Acções para melhoria- Apoiar os alunos ao nível da pesquisa e elaboração de trabalhos.- Propor um guião de pesquisa a adoptar por toda a escola.- Propor um guião para elaboração de trabalhos de forma a parametrizar a elaboração dos mesmos.- Reforçar o número de computadores de forma a facilitar a utilização do espaço multimédia por parte do grupo turma.- Rever a zona funcional de visionamento dos filmes de forma a não interferir com as actividades a decorrer em simultâneo.- Alargar o grupo de pais que participam nas actividades.- Formalizar a criação do grupo de alunos "Colaboradores da BE".

×