Mulheres da biblia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Mulheres da biblia

on

  • 49,053 views

 

Statistics

Views

Total Views
49,053
Views on SlideShare
49,053
Embed Views
0

Actions

Likes
12
Downloads
792
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Mulheres da biblia Mulheres da biblia Document Transcript

  • 2012 MULHERES DA BIBLIA FIDELIDADE DE DEUS [Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento. Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento.] FABIANO 23/10/2012
  • Sumário Compromisso de amor Tamar ...................................................................................... 3 A Esposa De Noé .............................................................................................................. 8 A Filha De Jefté ............................................................................................................... 13 A Mulher Sunamita......................................................................................................... 19 A Mãe De Sansão............................................................................................................ 22 A Mãe de Tiago e João .................................................................................................. 25 A Viúva De Sarepta ........................................................................................................ 27 A Viúva E Suas Duas Moedas ..................................................................................... 29 Abigail ............................................................................................................................... 31 Ana ..................................................................................................................................... 34 Ana - Viúva E Profetisa Da Tribo De Aser ................................................................ 37 Bate-Seba ......................................................................................................................... 39 DALILA .............................................................................................................................. 42 Dorcas ............................................................................................................................... 46 Débora ............................................................................................................................... 48 Esposa de Ló ................................................................................................................... 55 Ester ................................................................................................................................... 62 EVA..................................................................................................................................... 65 GÔMER.............................................................................................................................. 69 Hulda .................................................................................................................................. 72 ISABEL - JUSTA DIANTE DE DEUS ........................................................................... 74 Jael ..................................................................................................................................... 76 Jeoseba ............................................................................................................................. 79 Joana ................................................................................................................................. 85 Joquebede ........................................................................................................................ 88
  • Lia ....................................................................................................................................... 91 LÍDIA .................................................................................................................................. 97 LÓIDE................................................................................................................................. 99 MARIA .............................................................................................................................. 102 Maria Madalena ............................................................................................................. 106 Marta Ou Maria?............................................................................................................ 108 Miriã ................................................................................................................................. 114 Mulher de Potifar .......................................................................................................... 122 Mulher Pecadora........................................................................................................... 125 Mulher Samaritana ....................................................................................................... 126 Mulher Virtuosa............................................................................................................. 129 Mulheres Israelitas ....................................................................................................... 132 Noemi............................................................................................................................... 134 PRISCILA ........................................................................................................................ 137 Raabe ............................................................................................................................... 139 Rainha De Sabá............................................................................................................. 146 Raquel ............................................................................................................................. 148 Rebeca............................................................................................................................. 154 Rute .................................................................................................................................. 162 Sara .................................................................................................................................. 164 Sulamita .......................................................................................................................... 172 Tamar ............................................................................................................................... 174Bibliografia ............................................................................................................................... 178Obras Citadas ............................................................................................................................ 178 View slide
  • Compromisso de amor TamarTAMAR (Nora de Judá)(Seu nome significa “tamareira” ou “palmeira”)Seu caráter:Impelida por uma necessidade esmagadora, sacrificou sua reputação e quase perdeu avida para alcançar seus objetivos.Seu sofrimento:Os homens em sua vida falharam no cumprimento de suas responsabilidades, deixando-aviúva e sem filhos.Sua alegria:Que seu comportamento ousado não resultasse em ruína, mas no cumprimento de suaesperança de ter filhos.Textos-chave:Gênesis 38 / Mateus 1.3SUA HISTÓRIAAs genealogias não são uma leitura muito convidativa. Você talvez as receba com umbocejo, ou passe inteiramente por cima delas quando lê a Bíblia. Mas até mesmo longaslistas de nomes enigmáticos podem revelar interessantes visões do misterioso plano deDeus. É assim que as Escrituras funcionam, expondo riquezas ocultas a cada página.Veja, por exemplo, a genealogia no primeiro capítulo de Mateus. Ele alista um total de 41ancestrais de Jesus do sexo masculino, a começar de Abraão, e cinco ancestraisfemininas, três das quais (Tamar, Raabe e Bate-Seba) com histórias recheadas dedetalhes desagradáveis, como incesto, prostituição, fornicação e assassinato.Jesus, o Filho perfeito do Pai perfeito, tinha em sua árvore genealógica vários ramosimperfeitos e um número suficiente de personagens pitorescos para povoar um romancemoderno. A simples menção de mulheres em sua genealogia já é surpreendente, e maisainda o fato de que quatro das cinco ali citadas engravidaram fora do casamento. Alémdisso, quatro dessas mulheres eram estrangeiras e não israelitas.Tamar estava incluída em ambas as categorias. Seu sogro, Judá (filho de Jacó e Lia),havia arranjado para que ela se casasse com seu primogênito, meio cananita e meiohebreu. Er era um homem perverso, a quem Deus matou por causa dos seus pecados.Isso é tudo o que sabemos dele.Depois de Er vinha Onã, o segundo filho de Judá. Como era costume na época, Judá deuOnã a viúva Tamar, instruindo-o para dormir com ela para que pudesse ter filhos, os quaiscontinuariam a linhagem de Er. Mas Onã era esperto demais e buscava apenas seuspróprios interesses. Ele dormia com Tamar, mas derramava seu sêmen no chão,assegurando, assim, que ela continuasse sem filhos. Desse modo, não ficariasobrecarregado de responsabilidade com crianças que continuariam a linhagem do irmão,não a sua. Deus, porém, notou isso e Onã também morreu por causa da suaperversidade.Assim, Judá já perdera dois filhos para Tamar. Deveria arriscar um terceiro? Selá era oúnico filho que lhe restava, e ainda não tinha chegado a idade adulta. A fim de acalmar a View slide
  • nora, Judá aconselhou-a a voltar para a casa do pai e a viver como viúva até que Selápudesse casar-se. O tempo passou e Tamar continuava vestida em roupas de viuvez.Depois que a mulher de Judá morreu, ele viajou, certo dia, para Timna, a fim de tosarsuas ovelhas. Ao saber da viagem do sogro, Tamar decidiu agir de maneira dramática edesesperada. Se Judá não queria dar seu filho mais moço em casamento, ela faria opossível para propagar o nome da família a seu modo. Tirando as roupas de viúva,disfarçou-se colocando um véu, como se fosse uma prostituta, e sentou-se ao lado daestrada para Timna. Judá dormiu com ela e lhe deu seu anel de sinete e seu cordão,juntamente com seu cajado, como penhor de pagamento futuro.Cerca de três meses mais tarde, Judá soube que Tamar estava grávida, mas não tinhaideia de que ele fosse o responsável pela condição dela. Furioso porque a nora havia seprostituído, ordenou que fosse apedrejada até a morte. Antes de a sentença serexecutada, Tamar enviou-lhe, porém, uma mensagem chocante: “Do homem de quemsão estas coisas concebi. Reconhece de quem é este selo, e este cordão, e este cajado(Gen. 38.25).O homem, que tão rapidamente julgara Tamar sem se importar com o encontro secretoque teve com uma prostituta, foi pego de surpresa. Para seu crédito, contou a verdade,dizendo:- Mais justa é ela do que eu, porquanto não a dei a Selá, meu filho.Seis meses mais tarde, Tamar deu à luz gêmeos. Mais uma vez, como acontecera comJacó e Esaú, os gêmeos lutavam em seu ventre. Uma pequenina mão saiu e depoisdesapareceu, mas não antes de ser amarrada com um fio vermelho pela parteira. Aseguir, surgiu um corpinho escorregadio, mas sem o fio escarlate. Eles chamaram oprimeiro menino de Perez (que significa “abrindo caminho”). A seguir, o que tinha o fiovermelho nasceu, e o chamaram de Zera (que significa “escarlate”). Perez foi reconhecidocomo primogênito. De sua descendência viria o Rei Davi e, finalmente, centenas de anosmais tarde, Jesus de Nazaré.Judá mostrara pouco interesse pela continuação da sua linhagem. Em vez disso, Deususou uma mulher, envergonhada por não ter filhos e decidida a tê-los, a fim de assegurarque a tribo de Judá não só sobrevivesse, como também viesse um dia a gerar o Messias.SUA VIDA E SUA ÉPOCAProstituiçãoPor mais abominável que seja para nós, a prostituição era, na verdade, uma espécie deadoração no Oriente Próximo da antiguidade. Os povos pagãos frequentementeacreditavam que os deuses da fertilidade concediam bênçãos para aqueles quepraticavam a prostituição cultual. Os sacrifícios e pagamento pelo uso de uma prostitutacultual representavam grandes somas de dinheiro para os cofres da divindade adorada. Ointercurso sexual, em si, simboliza a fertilidade esperada e a abundância da colheita.Judá, um viúvo que só recentemente fora “consolado” da sua tristeza (Gen. 38,12), viajouara Timna na época da tosa pra ver como suas ovelhas Estavam sendo tosquiadas. Épossível que, ao ver Tamar, tenha pensado que ela fosse uma prostituta do santuário eteve intercurso com ela para garantir uma boa quantidade de lã. Isso não justifica, deforma alguma, o ato de Judá, mas lança alguma luz sobre seus possíveis motivos.As prostitutas do santuário mantinham-se cobertas por espessos véus antes e depois dointercurso sexual, numa tentativa de criar a ilusão de que o participante estava praticandoo ato sexual com a própria deusa. Essa prática favoreceu Tamar, dando-lhe o disfarceperfeito para que seu sogro jamais a reconhecesse.A prostituição é uma imagem usada muitas vezes pelos profetas bíblicos para descrever adesobediência de Israel e sua tendência de seguir falsos deuses. Eles consideravamDeus como marido de Israel, seu guardião e seu verdadeiro amor. Sempre que osisraelitas se afastavam do Deus verdadeiro adorando deuses falsos, eles se “prostituíam”.Essa é uma ilustração bem forte, mas correta, do afastamento do Deus que os amava
  • sinceramente e que estava disposto a cuidar deles e vigiá-los, bastando quepermanecessem leais ao Senhor.A história de Tamar toma-nos de surpresa e causa certa repulsa. Recuamos diante dossórdidos detalhes da prostituição e encontramos pouca inspiração nisso. Todavia,histórias como a de Tamar é que tornam a Bíblia tão digna de crédito. Quem inventaria talcoisa e depois a registraria, não só como narrativa histórica, mas também como evento davida de alguém pertencente a linhagem do Messias? Só o Deus das eternas surpresas. ODeus que toma os desajustados, os desesperados e os profanos usando-os em seuseternos e santos propósitos.SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Gênesis 38.1-1041. Era esperado que Onã tivesse filhos para continuar a descendência de seu irmão Erpor meio de Tamar. Esse é o mesmo procedimento que o do “parente resgatador”, queencontramos no livro de Rute. O parente mais próximo deveria ter um filho para continuara linhagem do marido falecido. Embora isso pareça ofensivo para nós hoje, qual vocêacha que foi o propósito de Deus ao decretar tal prática?Leia Gênesis 38.11-1942. Nenhum dos homens na vida de Tamar cumpriu com suas responsabilidades paracom ela, inclusive o sogro Judá. Descreva como, em sua opinião, Tamar deve ter sesentido no decorrer de todos esses eventos. Zangada? Ignorada? Desonrada?Desprezada? Envergonhada?43. Por que Tamar estava tão desesperada para ter um filho?44. Você, ou alguém que conhece, deseja intensamente ter filhos? Como os problemasda esterilidade hoje se comparam com o que as mulheres do passado suportavam emseus dias?Leia Gênesis 38.20-2445. Qual você acha que foi a reação de Judá à notícia da gravidez de Tamar? Não seriafalsidade da parte dele condenar a atitude ela, mas não a sua própria?46. Esses padrões de dois pesos e duas medidas ainda existem hoje? Como? São tãocomuns como eram no tempo passado?Leia Gênesis 38.25-3047. Considerando o que Tamar fez ao oferecer-se disfarçada de prostituta ao sogro, aspalavras dele, no versículo 26, a surpreendem? Por quê? Explique o que Judá queriadizer com essas palavras.48. A história de Tamar é difícil de entender. Não existe um jeito simples de conciliar seusatos com nossos conceitos atuais. Por que uma história assim foi incluída nas Escriturasinspiradas?Leia Mateus 1.349. O que a inclusão de Tamar na linhagem de Cristo mostra a você sobre o poder deDeus para extrair o bem mesmo de eventos trágicos?50. Como Deus trouxe o bem a partir de más experiências vivenciadas por você ou poralguém que você conhece?
  • SUA PROMESSAA história de Gênesis 38 não revela nada a respeito do conhecimento de Tamar sobre amão de Deus nos acontecimentos de sua vida. É muito provável que ignorassecompletamente o poder de Deus em operação. Mas o Senhor estava, não obstante,trabalhando, produzindo o bem em meio à tragédia e abençoando, apesar de todosaqueles eventos menos do que dignos.Essa é a beleza desta história. O poder de Deus para produzir coisas positivas a partir desituações negativas, e até pecaminosas, ainda atua hoje como na época de Tamar.Talvez não dê para perceber isso hoje nem amanhã – ou talvez nunca -, mas podemosconfiar no Deus que amamos para fazer o que mais gosta: abençoar-nos apesar de nósmesmas.Promessas nas EscriturasNem uma só promessa caiu de todas as boas palavras que falou de vós o Senhor, vossoDeus; todas vos sobrevieram, nem uma delas falhou. (Js 23.14)Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus,daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Rm 8.28)O teu caminho, ó Deus, é de santidade. Que deus é tão grande como o nosso Deus? (Sl77.13)SEU LEGADO DE ORAÇÃOJudá gerou de Tamar a Perez e a Zerá. (Da genealogia de Cristo em Mateus 1.3)MediteGênesis 38Louve a DeusPor ter permitido que seu Filho se associasse intimamente com os seres humanosdecaídos, de quem descendia.AgradeçaPelo fato de Deus usar circunstâncias não favoráveis para produzir bons resultados.ConfesseQualquer tendência que você tenha de julgar outros usando dupla medida, como Judá fezcom Tamar.Peça a DeusQue tire qualquer aflição que esteja sentindo e que a substitua por esperança, lembrandoo texto de Jeremias 29.11: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz oSenhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que desejais.”Eleve o coraçãoSe você nunca desenhou sua árvore genealógica, faça um esforço para traçar sualinhagem, retrocedendo pelo menos quatro ou cinco gerações – mais até se tiver tempo eenergia. Peça a parentes mais velhos que forneçam o máximo de informação sobre seusancestrais. Dê atenção especial às mulheres de sua árvore genealógica. Tome nota sobre
  • tudo o que descobrir. Poderá descobrir, assim, alguns detalhes fascinantes sobre aprocedência da sua família.Oração “Senhor, tu me formaste no ventre da minha mãe”. Sabias, então, como iria ser cada diada minha vida. Vistes as grandes coisas e as dificuldades, a alegria e a tristeza. Nestemomento, apresento diante de ti uma situação (ou lembrança) com a qual ainda não mereconciliei. Quando tiver de olhar para as circunstâncias penosas, ajuda-me acompreender que estavas presente mesmo em meio a elas. Entrego-as agora a ti. Ajuda-me a sentir a tua presença confortadora em minha vida.A AMADAUma mulher apaixonada. Onde há uma combinação mais explosiva de idealismo comcoisas terrenas?Em Cantares de Salomão, encontramos uma mulher apaixonada que sabe que também éamada. Ela nunca é identificada pelo nome. Podemos supor que é uma personagemfictícia ou um símbolo – se não fosse pelo facto do rei Salomão ter sido identificado comoseu visitante. O total anonimato dessa mulher faz dela alguém com quem todas nóspodemos nos identificar. Vamos chamá-la de “amada” porque, no poema, ela é semprevista assim em relação ao seu amado. A amada diz que sua pele está queimada pelotrabalho debaixo do sol, mas as únicas descrições físicas que temos dela sãogenerosamente exageradas. Então, temos de focalizar onde realmente interessa: seucarácter. Precisamos conhecer sua identidade interior. Por todo o poema, a amada estácom toda a sua atenção voltada para o amado. Ela pensa nele e fala deleconstantemente, o idealiza e louva cada uma de suas características com linguagemextravagante. Ela aprecia totalmente sua atenção e encontra forças no amor dele. Masela não nos transmite a impressão de que vive encolhida sob a sombra de seu maridonem que vai se tornar invisível. Não é uma violeta trêmula e indefesa se retraindo. Temuma forte percepção de si mesma. Faz planos para a vida que ela e seu marido irãocompartilhar. Sabe que é a parceira sexual de que ele precisa e quer. Não tem vergonhade expressar seu desejo por ele (7.12). A amada insiste que seu amado é seu, mas não éexcessivamente possessiva. Gosta da apreciação sadia de suas amigas por ele e desejaum compromisso de vida com o amado através de um amor que é mais forte que a morte.A mulher de Cantares já seria um exemplo poderoso, mesmo se fosse apenas umapersonagem de um antigo poema de amor. Mas alguns cristãos, durante séculos, têminterpretado Cantares de Salomão como uma alegoria entre Cristo e seu povo. Nestecaso nós somos a amada! Ela simboliza todos os crentes, não apenas as mulheres. Aalegoria é apropriada. O amor de Cristo deveria dar energia e confiança para você ser apessoa que Ele criou para ser. Deveria dar-lhe sua total atenção e louvar tudo o que dizrespeito a Ele e levar outros a conhecê-lo, em vez de ser exclusivista. Cristo secompromete de forma eterna, e você, também, pode responder com um compromisso quevai durar por toda a eternidade. A amada ainda continua sendo um exemplo para você.Mostra o amor terreno que pode dar ao seu marido – mas também o amor comprometidoque pode dedicar a Jesus Cristo.Para saber mais a respeito de “A amada” leia Cantares de Salomão 1-8.Fonte: Bíblia de Estudo da Mulher - Cantares.
  • A Esposa De NoéA Esposa De Noé - A Que Creu Na Profecia"Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teu filhos, tuamulher e as mulheres de teus filhos contigo" (Gênesis 06h18min).Na Bíblia, nós a conhecemos como "a esposa de Noé". O seu nome não sabemos, mas,com certeza, Deus sabe e o colocou no Livro da Vida, no livro onde estão os nomes detodos aqueles salvos pelo sangue do Seu Filho unigênito, Jesus Cristo.Maria? Rute? Madalena? Não sabemos, mas sabemos que ela era uma mulher virtuosa esubmissa a seu esposo Noé.O mundo, naquela época, estava corrompido. O pecado inundava toda a terra. Mas haviaum família que era fiel ao Senhor - a família de Noé. Ele era um homem justo que andavacom Deus, juntamente com sua esposa, seus três filhos - Sem, Cão e Jefé - e suas noras.Em Gênesis 6:5-7, a Bíblia nos diz: "E viu o Senhor que a maldade do homem semultiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração erasó má continuamente. Então se arrependeu o Senhor: Destruirei o homem que criei desobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus.”Até então, a vida da esposa de Noé era simples. Ela cuidava de Noé, de seus filhos e doseu lar. Ele tinha uma vida sem preocupação, pois tinha o Senhor. Ela não imaginava quea sua vida e a de todos da sua família iria mudar. Tudo começou com "o chamado doSenhor". Disse Deus a Noé: "... O fim de toda a carne é vindo perante a minha face;porque a terra está cheia de violência e eis que os desfarei com a terra" (Gênesis06h13min).E ainda disse a ele que fizesse uma arca de madeira de gofer. Nela entraria ele, seusfilhos, sua esposa e as mulheres de seus filhos, pois ele iria trazer "um dilúvio de águassobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus..."(Gênesis 07h17min).Como nós reagiríamos a esta notícia tão séria?Como nós reagiríamos ao saber que, com exceção da sua família, todos iriam morrer?Como nós reagiríamos ao saber que tudo iria mudar daqui para frente?Lembro que quando meu esposo (Hélio) decidiu fazer o seu Ph D na área de Informáticano CANADÁ e me deu a notícia, minha reação não foi muito positiva. Minha vida iriamudar, e muito! Quatro anos fora do Brasil, com quatro filhos, língua diferente (naUniversidade eu tinha feito o Curso de Letras, mas fiz na área de Língua Neo-Latinas[Francês e Português]) e ... Muitas e muitas mudanças. Talvez a esposa de Noé tenha, aprincípio, reagido assim, mas finalmente, ambas, eu e ela decidimos seguir os planos denossos maridos e também os planos de Deus. Quando seguimos o que a Bíblia nos diz(no nosso caso, sendo submissas a nosso marido) tudo no final dá certo. Em ambos oscasos, no meu e no da esposa de Noé, tudo, realmente, deu certo. Nós decidimos agircom sabedoria e com um espírito cooperativo. Decidimos arregaçar as mangas e dizer detodo o nosso coração: "Eis-me aqui! Em que posso ajudar?" Bem, foi assim que eu decidiagir e, provavelmente, foi assim que a esposa de Noé também decidiu agir. Nós nãoreagimos como a esposa de Jó que era reclamona e rixosa mas reagimos como Deusquis que reagíssemos - nos esforçando para estarmos no centro da Sua vontade.
  • A esposa de Noé creu na profecia. Ela creu no que Deus disse a seu esposo. Ela creuque toda a humanidade iria perecer sob as águas do dilúvio.O coração desta mulher de Deus, certamente, estava preocupado não apenas com amorte de todas aquelas pessoas que ela conhecia mas também com a vida e alma deseus filhos e noras. Como mãe amorosa ela deve ter falado do amor de Deus e dapromessa de salvação. Ela amava seu esposo, seus filhos, suas noras e, principalmente,o Senhor. Por isso podemos fechar nossos olhos e imaginar o que ela fazia enquantoNoé, Sem, Cão e Jafé construíam a arca. Podemos imaginar e dizer que ...1- Ela orava.Ela pedia a Deus para conservá-los obedientes a Seus (do Senhor) planos; para nãodesanimarem; não duvidarem, em nenhum momento, da profecia.Como uma mulher de Deus, ela também orava pela humanidade pecadora que estavaprestes a receber o castigo por causa da sua iniqüidade.E você, irmã, assim como a esposa de Noé, ora por seu marido, pela vida espiritual dele,por seu trabalho secular ...? Você ora por seus filhos? Ora pela salvação deles? Você temum peso em seu coração pelas almas que estão caminhando para o inferno? Você temfalado à sua família, seus amigos, seus vizinhos do amor de Jesus que veio ao mundopara morrer por você e por eles para dar a todos a vida eterna? Este é um assunto quedeve ser encarado com muita seriedade, pois o inferno existe e é real.2- Ela exortava.Provavelmente, houve momentos de desânimo na vida de Noé e de seus filhos. Mas,certamente, ela estava sempre ali de joelhos orando e mostrando a eles o amor de Deusem suas vidas. Ela os exortava e animava. Ela os encorajava a serem fiéis e obedientesao Senhor, pois era isto que Deus esperava deles.A mulher de Noé, provavelmente, era a mulher que a Bíblia diz em Provérbios 31:10:"Mulher virtuosa quem a achará?"E você, minha irmã, sempre encoraja seu marido? Você o encoraja em seus planos (nosdele), mesmo que não sejam os seus? E você faz isso de coração ou apenas para,aparentemente, ser uma esposa submissa? Não estou dizendo que é fácil ser submissa,nem que é fácil seguir os planos do marido quando eles não são os mesmos planosmeus. Mas de uma coisa estou certa: se eu colocar os meus joelhos no chão e pedir aoSenhor que mude o meu coração para um coração submisso, para um coração que sesubmete com alegria, com certeza, Ele vai me atender. E é aí quando estarei fazendo avontade do Senhor e lutando pra ter um lar feliz junto com meu marido e com nossosfilhos.3- Ela ajudava.Podemos imaginá-la cozinhando e preparando a refeição para levar até onde elesestavam trabalhando, construindo a arca.Podemos imaginá-la cuidando da casa, dos animais, da plantação (provavelmente, juntocom suas noras), enquanto eles estavam no trabalho que o Senhor lhes pediu para fazer.E você, amada irmã, é aquela "ajudadora idônea" (Gênesis 2:18) do seu marido? Ou vocêvive atrapalhando-o, não deixando ele ter tempo para trabalhar para o Senhor?Lembro-me de ter lido em algum lugar que havia uma esposa que vivia revoltada com seumarido por ele , de vez em quando, pedir a ela para trazer um chá para ele. O escritóriodele era no primeiro andar da casa e a cozinha no térreo. Ela reclamava, reclamava,reclamava ... mas ele não dava ouvidos às reclamações da sua mulher que pode sercomparada a de Provérbios 21:19: "É melhor morar numa terra deserta do que com amulher rixosa e irritadiça." Mas, apesar de estar agindo rixosamente, ela era uma mulher
  • de Deus e era, verdadeiramente, uma crente no Senhor. Então, ela decidiu por algo quedeixava seu coração cheio de amor todas a vezes que seu marido pedia o tão polêmicochá - agora, ela levava o chá, não para seu marido mas para o Senhor. Ela fazia de contaque era para Deus que ela estava fazendo o chá.A Bíblia nos diz em Provérbios 21:1... "Como ribeiros de águas assim é o coração do reina mão do SENHOR, que o inclina a todo o seu querer." Meditando neste versículo,cheguei a conclusão de que o bom mesmo é pedir a Deus que Ele mude o meu coraçãoassim como Ele muda o coração do rei e o inclina a todo o seu querer. Assim, posso seruma ajudadora do meu marido fazendo o que ele me pede com amor para ele mesmo.Quando o Senhor colocar no coração do seu marido o desejo de obedecê-Lo em algo queEle (o Senhor) tem preparado para ele (seu marido), não seja uma pedra de tropeço masdiga: "O que posso fazer para ajudá-lo a obedecer ao Senhor?" Seja uma esposa dócil ecooperadora, pois a bênção sempre vem depois da obediência.A esposa de Noé, por causa da sua obediência e fé foi abençoada juntamente com seuesposo, filhos e noras.Tudo que vimos até agora, não podemos afirmar que realmente aconteceu. A Bíblia nadadiz a respeito desta mulher. A Bíblia não diz qual foi a sua reação quanto a todos estesacontecimentos. Não sabemos se ela foi obediente ao Senhor do princípio até ao fim.Tudo o que vimos são apenas suposições. Mas quando a Bíblia nos diz: "E no mesmo diaentraram na arca Noé, seus filhos Sem, Cão e Jafé, sua mulher e as mulheres de seusfilhos" (Gênesis 7:13), temos certeza que ela entrou na arca. E, quando a Bíblia,novamente, nos diz: "Então falou Deus a Noé dizendo: Sai da arca, tu com tua mulher, eteus filhos e as mulheres de teus filhos" (Gênesis 8:15-16), então temos certeza que ela eseu esposo, os seus filhos e suas esposas saíram da arca.A Bíblia ainda nos diz que "... edificou Noé um altar ao Senhor; e tomou de todo o animallimpo e de toda a ave limpa, e ofereceu holocausto sobre o altar. E o Senhor sentiu osuave cheiro ...".E Deus abençoou esta família e mandou que eles frutificassem, multiplicassem eenchessem a terra.Que eu e você, irmã, independente de como foi a esposa de Noé, possamos ser mulheresfortes, obedientes, corajosas, ajudadoras e mulheres de fé. Que o Senhor nos ajude nestabatalha. SaraA Mulher De Formosa Aparência"Pela fé também a mesma Sara recebeu a virtude de conceber, e deu à luz já fora daidade; porquanto teve por fiel aquele que lho tinha prometido" (Hebreus 11:11).1- Primeiro Passos Rumo À CanaãNão foi fácil para Sara, esposa de Abraão, esperar o cumprimento das promessas deDeus.O Senhor fez promessas importantes a seu marido e, pela fé, eles tiveram que abandonartudo - sua terra, seus familiares, a casa do pai - e seguir para uma terra que o Senhorlhes prometeu.
  • O Senhor disse a Abraão: "... Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai,para a terra que Eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei eengrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção" (Gênesis 12:1-2).Não foi fácil para eles e não é fácil para nós quando Deus nos manda fazer algo que vaimudar, completamente, a nossa maneira de viver. É difícil visualizar o que Deus estáplanejando para nós, pois, como diz Twila Paris: "Como seres humanos, não somoscapazes de ter a visão completa das coisas. Mas o Senhor tem essa capacidade, e Eleestá fazendo a obra à Sua maneira e no Seu tempo."Sara tinha a sua vida calma, tranqüila, juntamente, com seu marido na cidade de Ur doscaldeus. Agora, tudo iria mudar. A sua vida iria dar uma reviravolta sem igual! Ela iria parauma terra que não conhecia e que Deus disse: "... para a terra que te mostrarei."Certamente, foi difícil para Sara deixar a bela cidade de Ur que ficava às margens do rioEufrate. Mas, por amor a seu esposo e, principalmente, por amor a Deus, ela partiudecidida no seu coração, de olhar para a frente e confiar nas bênçãos que Deus tinha já,de antemão, preparado para eles.Assim como Sara, devemos confiar no Deus que cuida de nós, que nos ama e tempreparado o melhor para as nossas vidas.Como filhas que desejam se tornar "a menina dos olhos do Senhor", devemos, assimcomo Sara, olhar para a frente, aceitar os Seus planos para nossa vida sem reclamar,sem exigir dEle, pois a Bíblia nos diz que devemos fazer "todas a coisas semmurmurações nem contendas" (Filipenses 2:14).Mesmo que estejamos vendo coisas ruins naquilo que Deus tem de bom para nós,devemos confiar nEle. Ele é o Deus Todo Poderoso que está no controle de tudo, é Eleque sabe o que é melhor para nós, é Ele que está caminhando lado a lado conosco, nãonos deixando tropeçar se, pela fé, entregarmos tudo em Suas mãos. Ele é o que vaiencher o nosso coração de alegria, júbilo e ardente confiança. Devemos ser agradecidosa Ele por causa da Sua fidelidade, do cumprimento das Suas promessas e por Seu amorpor nós fazendo tudo segundo a Sua vontade.2. Mulher de Formosa Aparência Porém Leal e CorretaVários são os conselhos que a Palavra de Deus nos dá sobre beleza.Em Provérbios 31:30, ela diz: "Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher queteme ao Senhor, essa sim será louvada."Outro conselho encontramos em Provérbios 6:25: "Não cobices no teu coração a suaformosura, nem te prendas aos seus olhos."Nós mulheres, que tanto nos preocupamos com a beleza física (na verdade, não vejonada de errado nisso, pois somos o templo do Espírito Santo e temos que cuidar donosso corpo mas... sem exagero) precisamos não esquecer de que o que, realmente, temvalor para Deus é a beleza interior.A Bíblia nos diz, em Gênesis 12:11, que Sara era mulher formosa à vista. Mas ela, alémde ter a beleza física ela também tinha um espírito muito bonito, pois era leal, correta,submissa a seu esposo. Esta obediência rendeu-lhe, em alguma ocasiões, momentos desofrimento e desesperança. Em determinado momento, Abraão e Sara tiveram que semudar para o Egito por causa da vida difícil que estavam levando. Abraão, porém,sabendo que sua vida corria perigo, pois faraó, com certeza, iria achar Sara muito bonita,combinou com ela dizer que era sua irmã. Na verdade, ela era meio irmã, pois era filha domesmo pai. Esta sua decisão trouxe grande sofrimento para Sara. Ele disse: "... Ora, bem
  • sei que és mulher formosa à vista; E será que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta ésua mulher? E matar-me-ão a mim, e a ti te guardarão em vida. Dize, peço-te, que ésminha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma por amor de ti"(Gênesis 12:11-13). Sara obedeceu e neste seu ato de obediência vemos duascaracterísticas difíceis de serem encontradas, hoje em dia, nas mulheres que lutam porseus direitos de igualdade com os homens. Elas são: submissão e fé em Deus.a. Submissão - Sara foi, realmente, uma mulher submissa e por isso Deus cuidou dela e aabençoou.Você é uma mulher submissa a seu esposo assim como foi Sara?Ou... você é uma mulher insubmissa e por muito menos deixa de receber as bênçãos queDeus teria para você?Irmã, trabalhemos mais o nosso interior procurando obedecer ao que Deus nos manda naSua palavra, não apenas nos submetendo a nosso marido mas lendo a Bíblia,diariamente, orando ao Senhor e derramando no Seu altar nossos agradecimentos epedidos, tendo um grande pesar em nossos corações pelas almas perdidas, sendosensível às necessidades do nosso próximo, amando e criando nossos filhos naadmoestação do Senhor.Deixe que seu interior seja uma luz que brilha neste mundo cheio de trevas.Deixe que seu interior mostre ao mundo que o Deus que você aceitou é um Deus deamor, um Deus que sacrificou Seu próprio Filho para nos dar a vida eterna.b. Fé em DeusPor causa da sua beleza, Sara foi desejada por faraó que a colocou como mais uma noseu harém. Sara sofreu, pensou que talvez nunca mais visse Abraão, mas por causa desua grande fé, esperou que o Senhor agisse.No Salmo 27:14 a Bíblia nos diz: "Espera no Senhor, anima-te, e Ele fortalecerá o teucoração; espera, pois, no Senhor."Em Isaías 40:31, lemos: "Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirãocom asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão."E foi, exatamente, isto que Sara fez. Ela repousou no Senhor e saiu vitoriosa. Quandoesperamos no Senhor, sentimos a Sua paz e conforto no coração. Esperamos nEle comfé e, com certeza, seremos abençoadas. O mesmo Deus que livrou Sara das mãos defaraó é o nosso Deus que nos livrará e estará conosco nos momentos que precisarmosdEle.E, com fé em nosso coração, não esqueçamos, irmãs, de enfeitar o nosso interior com um"espírito manso e quieto que é precioso diante de Deus" (1 Pedro 3:4).3. Tentativa de Sara de Ajudar DeusDeus havia prometido a Abraão que ele teria um filho com Sara. Muitos anos se passarame ela começando a ficar impaciente, decidiu dar uma mãozinha a Deus. Como eracomum, naquela época, uma serva poderia se deitar com seu patrão se sua esposa nãopudesse lhe dar um filho. Sara, então, deu permissão a Agar, sua serva egípcia, paradormir com Abraão, seu esposo. Sua escrava teria o filho prometido que ela não poderiadar a ele. Este filho seria o filho da promessa e o filho que só provocou discórdia entreSara e Agar.Mesmo tendo Sara agido de maneira errada, Deus lhe deu o filho que Ele haviaprometido. Ismael, filho de Agar com Abraão, já havia nascido quando nasceu Isaque, overdadeiro filho da promessa.
  • A ajuda que Sara quis dar a Deus só causou muita angústia e sofrimento futuro, pois osconflitos que existem, hoje em dia, entre árabes e judeus são devido a este atoimpensado de Sara ao permitir que sua escrava se deitasse com Abraão. Ela esqueceu oque Deus havia dito a seu esposo. Vamos ver Gênesis 17:15-16: "Disse Deus mais aAbraão: A Sarai tua mulher não chamarás mais pelo nome de Sarai, mas Sara será o seunome. Porque Eu a hei de abençoar, e te darei dela um filho; e a abençoarei, e será mãedas nações; reis de povos sairão dela."Sara, cujo nome significa "princesa", foi um exemplo de mulher submissa, leal, temente aDeus e cuja fé a colocou na galeria dos heróis da fé encontrada em Hebreus 11.4. Oração"Senhor Deus e Pai, quero colocar em Tuas mãos a minha vida. Que eu possa confiar emTi, sentindo em meu coração os planos que tens para mim.Que eu seja sensível à voz do Teu Espírito para que, assim, eu aceite com alegria o quetens preparado para mim.Que não duvide, mas creia, que tens ainda muitos planos para minha vida e que eu possaaceitá-los com o coração cheio de alegria.Que as pessoas ao meu redor possam ver em minha face o riso que colocaste dentro deminha alma.Obrigada, Senhor!Amém!A Filha De Jefté- A Que Amou A Deus Acima Da Própria Vida"E ela lhe disse: Meu pai, tu deste a palavra ao Senhor, faze de mim conforme o queprometeste... (Juízes 11:36)A Bíblia não menciona o nome da filha de Jefté mas podemos ver que a sua fé, o seuamor e dedicação ao Senhor nos mostra que sua confiança no Senhor estava acima detodo e qualquer medo; a sua confiança a deixava forte sabendo que o seu Deus eraSenhor da situação; a sua confiança era cheia da fé que agradava a Deus.Como o Senhor deve ter-se orgulhado desta jovem que preferiu morrer a desfazer o votoque seu pai fizera a Ele.Como seu pai deve ter-se orgulhado dela, filha única e tão querida, ao vê-la enfrentar amorte com coragem a fim de que ele não deixasse de cumprir o que havia prometido aoSenhor. Ele prometeu a Deus que ofereceria em holocausto o primeiro que saísse parafalar com ele na sua volta para casa.Ah, irmã, não sei qual seria a minha reação diante de tamanha decisão. Nunca cheguei apassar por tão grande sofrimento mas de uma coisa tenho certeza: o meu Deus, o meuSenhor e Salvador Jesus Cristo, estaria junto a mim neste momento tão difícil! Ele estariame fortalecendo e me dando sabedoria para fazer a decisão que agradaria a Ele.Apesar de ser filho de uma prostituta com Gileade, Jefté foi o nono juiz de Israel. Selermos Hebreus 11:32 vemos que a Bíblia nos diz que ele foi um homem que venceureinos e praticou a justiça. Ele amava e era fiel ao Senhor.Sendo visitado pelo Espírito Santo, ele "fez um voto ao Senhor, e disse: Se totalmentederes os filhos de Amom nas minhas mãos, aquilo que, saindo da porta de minha casa,
  • me sair ao encontro, voltando eu dos filhos de Amom em paz, isso será do Senhor, e ooferecerei em holocausto." (Juízes 11:30-31)Irmã, devemos confiar que o Senhor não tem prazer no mal e Ele, como um Deusonisciente, sabe o que é melhor para Seus filhos. Concordo com Elisabeth Elliot quandoela diz: "Nosso Deus e Pai é amor em Sua essência e, portanto, não é capaz de desejarpara seu filho senão o melhor. Ele tem toda a sabedoria e sabe exatamente o que émelhor. Ele é Todo-poderoso e pode nos dar o que quiser" como também tirar o quequiser, pois Ele sabe o que é bom para nós.Mas por que estou dizendo tudo isto? Quando Jefté fez esta promessa ao Senhor, elejamais imaginou que quem iria sair para recebê-lo seria a sua filha, a sua única e amadafilha. Sim, ela correu para abraçá-lo, ela correu para receber a triste notícia da promessaque seu pai havia feito ao Senhor.A reação de Jefté foi completamente diferente da reação de sua filha.Ele ... "rasgou as vestes e disse: Ah! filha minha, muito me abateste, e estás entre os queme turbam! Porque eu abri a minha boca ao Senhor, e não tornarei atrás." (Juízes 11:35).Ela ... "lhe disse: Meu pai, tu deste a palavra ao Senhor, faze de mim conforme o queprometeste..." (Juízes 11:36)Daí, tiramos uma lição preciosa: se seguirmos o que a Palavra de Deus nos ensina, osnossos filhos serão salvos e passarão a eternidade no céu, junto ao Senhor.Imagine se este pai não tivesse...1) testemunhado do Senhor através da sua vida! Certamente, sua filha não estariausufruindo das maravilhas que o Senhor havia preparado para ela.Provérbios 23:26 diz: "Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos observam osmeus caminhos." Isto Jefté fez.2) criado sua filha na doutrina e admoestação do Senhor. Ela, certamente, não estariausufruindo das maravilhas que o Senhor havia preparado para ela.Efésios 6:4 diz: "E vós, pais, não provoqueis à ira vossos filhos, mas criai-vos na doutrinae admoestação do Senhor." Isto Jefté fez.3) falado do Senhor à sua filha. Certamente, ela não estaria usufruindo das maravilhasque o Senhor havia preparado para ela.Deuteronômio 6:6-7 diz: "E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; Eas ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa , e andando pelocaminho, e deitando-te e levantando." Isto Jafté fez.Estes são os passos que nós devemos seguir para termos a certeza de que, um dia,nossos filhos estarão conosco no céu, com o Senhor, por toda a eternidade."Senhor, obrigada pelo presente de poder ser mãe de cinco filhos maravilhosos!Obrigada, Senhor, porque colocaste em meu coração o desejo de andar nos Teuscaminhos, sendo exemplo de uma verdadeira crente para meus filhos!Obrigada, Senhor, porque colocaste em meu coração paciência para, todos os dias, ler aTua Palavra para eles, falar do Teu amor a eles e orar junto com eles!Obrigada, Senhor, porque segui os Teus ensinamentos e como discipliná-los!Obrigada porque abriste cada coraçãozinho a fim de que eles entendessem o Teu grandeamor enviando o Teu Filho unigênito, Jesus, para morrer no lugar de cada um deles.Obrigada, Pai, pela salvação que deste a meus filhos!Obrigada pelo privilégio de ter meu filho Mauro junto a Ti.
  • Obrigada, Senhor, e receba a gratidão de uma mãe saudosa mas confiante de que, umdia, estaremos todos juntos Te louvando e Te adorando.Amém!A filha de Jefté está hoje no céu, graças a Jesus que morreu em seu lugar e graças afidelidade de um pai que não mediu esforços para falar do amor de Deus a ela.Irmã, você deve olhar para o exemplo de Jefté que mostrou a sua filha que o Deus queele aceitou era bom e amoroso e isto ele fazia através do exemplo de vida que ele dava.Nunca esqueça de que a alma do seu filho pode estar em suas mãos.Nunca esqueça de ter tempo para seu filho, de orar por ele, de orar com ele, de amá-lo ede falar do Senhor "... assentado em tua casa e andando pelo caminho, e deitando-te elevantando-te." (Deuteronômio 6:7)A Mulher Cananéia-Humilde E Cheia De Fé"Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas" (Mateus15:28).A mulher cananéia era gentia e, por não fazer parte da raça judaica, era considerada umamulher sem nenhum valor. Quando lemos a sua história e olhamos para nós mesmas,sentimos vontade de ser como ela ... uma mulher humilde e cheia de fé.Muitas vezes, vivemos o nosso dia a dia caminhando de salto alto sobre um pedestal nosachando maior e melhor do que os outros. Mas é bom lembrar que, aqui na terra, somosapenas servos trabalhando para o Senhor. Devemos descer do alto da montanha ondenos encontramos e sermos humildes como a mulher cananéia, pois esta é a atitude queagrada a Deus.Quando, então, eu decidir agradar ao Senhor sendo uma serva humilde, perguntascertamente surgirão diante de mim ...a- Como trato as pessoas que moram comigo?Com ar superior ou com humildade?b- Como me relaciono com as pessoas que estão em uma reunião comigo?Querendo que todos me ouçam e sigam as minhas opiniões ou, humildemente, ouvindo eseguindo as opiniões dos outros?c- Como me posiciono diante dos irmãos que estão comigo no mesmo ministério?Querendo que todos sigam única e exclusivamente as minhas decisões ou declino dasminhas e aceito também as dos outros com humildade?Como uma serva de Deus tenho que evitar ser uma pedra de tropeço ou mesmo um fardoque as pessoas têm que carregar. Que eu seja uma mulher dócil, meiga e humilde, poisestas qualidades são tudo que uma mulher de Deus deveria almejar em sua vida.Se, pelo menos, estamos nos esforçando para termos estes atributos, então enchamos onosso coração e o nosso espírito com os conselhos sábios da Palavra de Deus ..."Ainda que o Senhor é excelso, atenta todavia para o humilde; mas ao soberbo conhece-ode longe" (Salmo 138:6)."Melhor é ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir o despojo com ossoberbos" (Provérbios 16:19).
  • "O galardão da humildade e o temor do Senhor são riquezas, honra e vida" (Provérbios22:4).Agradecemos ao Senhor por estes versículos cheios de sabedoria!A mulher cananéia não era judia mas tinha qualidades em sua vida que agradavam aDeus. Ela era humilde, uma boa mãe mas passava por tribulações que a faziam sofrermuito. Sua filha vivia possuída por um demônio que a atormentava muito. A filha sofriamuito mas ela, certamente, sofria muito mais.Quando nosso filho está passando por momentos de tribulação ... seja na saúde, nosestudos, no namoro, na vida espiritual ... nós estamos, juntamente com ele, sofrendo epedindo a Deus que o ajude a superar estes momentos difíceis.Esta pobre mulher cananéia não sabia mais o que fazer quando via a sua amada filhadescabelada, com o rosto desfigurado, talvez com grunhidos estranhos e risadas. A cenaera aterradora e o sofrimento de ambas era sem igual!A Bíblia nos diz que ela "... ouvindo falar dele [de Jesus], foi e lançou-se aos Seus pés"(Marcos 7:25). Já podemos notar aí os primeiros sinais de humildade, pois ela não veiofazer um pedido com um espírito altivo mas "lançou-se a Seus pés". Lembremos que elanão era uma mulher judia mas uma mulher "... grega, siro-fenícia de nação".Podemos imaginar ela rogando a Jesus ... "Senhor, cura a minha filha, pois ela andaatormentada com um demônio! Tem misericórdia dela, Senhor!" E Jesus lhe respondeuassim: "Deixa primeiro saciar os filhos; porque não convém tomar o pão dos filhos elançá-lo aos cachorrinhos" (Marcos 7:27).Muitas vezes, eu fico pensando: "Por que Jesus deu a esta pobre mulher uma respostatão dura?"Vejam este comentário que li certa vez sobre esta passagem ... "A resposta dEle parecerámenos rude quando se sabe que o termo que Jesus usa neste trecho para "cachorrinhos"não era aquele termo irônico que os judeus geralmente reservavam para os gentios. Pelocontrário, era o termo usado para cãezinhos de estimação"Com um espírito de mansidão e humildade no coração, ela responde ao Senhor compalavras sábias e doces ... "Sim, Senhor; mas também os cachorrinhos comem, debaixoda mesa, as migalhas dos filhos" (Marcos 7:28).Que resposta sábia! Que fé!O Senhor Jesus foi, então, tocado pelo amor de uma mãe desesperada, pela sabedoriade uma mulher virtuosa e pela fé de uma mulher segundo o coração de Deus.Provérbios 31:10-11 poderia ser dito assim: "Mulher [cananéia] quem a achará? O seuvalor muito excede ao de rubis. O coração de [sua filha] está nela confiado."É este tipo de mulher virtuosa, humilde e cheia de fé que eu e você deveríamos almejarser, um dia.Não apenas a mulher cananéia mas também outras mulheres da Bíblia nos deixaram esteexemplo de humildade ...Joana - mulher rica que desceu da sua alta posição social para andar junto a Jesus eseus discípulos;A mulher pecadora - mulher que, humildemente, cobriu de beijos os pés de Jesus, ungiu-os com o precioso ungüento que ela trouxe em um vaso de alabastro e enxugou-os comseus próprios cabelos.
  • Finalmente, depois de ter proferido palavras que mostraram ao Senhor a sua humildade efé, ouviu dEle as seguinte palavras: "... Por essa palavra, vai; o demônio já saiu da tuafilha" (Marcos 7:29).Com o coração jubiloso e, certamente, muito agradecido, ela voltou para a sua casaagradecida ao Senhor por ter livrado a sua filha da servidão espiritual.Chegando em casa, ela "achou a filha deitada sobre a cama, e que o demônio já tinhasaído" (Marcos 7:30).As bênçãos do Senhor sobre nossas vidas são inúmeras e é a Ele, somente a Ele quedevemos dar graça!"Obrigada, Pai, pela força que recebo de Jesus a fim de poder enfrentar o meu dia a diacom coragem e fé.Ensina-me a confiar sempre em Ti e no Teu amor!Amém"A Mulher Com Fluxo De SangueA Que Foi Curada E Salva Pela Fé"Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na Sua veste. Porquedizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei" (Marcos 5:27-28).Fecho os olhos e me imagino na pele daquela mulher que teve doze anos de sua vidasendo repudiada pela família, amigos e por todos aqueles que a conheciam. Não mesentiria bem e não sei como reagiria sabendo que, por causa de um fluxo de sangue, euseria considerada imunda e qualquer pessoa que tocasse em mim, também seria imunda.Como eu me sentiria junto a meu marido, filhos ... enfim, junto a minha família?A Palavra de Deus em Levítico 15:25-27 nos diz que ... "Também a mulher, quando tiver ofluxo do seu sangue, por muitos dias fora do tempo da sua separação, ou quando tiverfluxo de sangue por mais tempo do que a sua separação, todos os dias do fluxo da suaimundícia será imunda, como nos dias da sua separação. Toda a cama, sobre que sedeitar todos os dias do seu fluxo, ser-lhe-á como a cama da sua separação; e toda acoisa, sobre que se assentar, será imunda, conforme a imundícia da sua separação. Equalquer que a tocar será imundo; portanto lavará as suas vestes, e se banhará comágua, e será imundo até à tarde."O povo judeu obedecia com toda a reverência a Palavra de Deus e por isso essa mulherera considerada imunda por todo esse tempo.Era mais comum a mulher ser considerada impura por apenas sete dias - temponecessário para o período menstrual. Levítico 15:19 fala, exatamente, sobre isto ... "Mas amulher, quando tiver fluxo, e o seu fluxo de sangue estiver na sua carne, estará sete diasna sua separação, e qualquer que a tocar, será imundo até à tarde."Com esta mulher, a situação era diferente, pois ela tinha o fluxo de sangue há doze anose ninguém, com certeza, queria ficar junto dela. Ela era imunda, impura e todos seafastavam de sua presença. Não podemos imaginar o tamanho do seu sofrimento, pois,para ela, não havia mais cura para este seu tão grande mal.Hoje, com o avanço da medicina, este seu problema, certamente, seria resolvido, pois elapoderia estar com um tumor fibroso, ou com alguma infecção ou problema hormonal mas,naquela época, muitos médicos trataram dela em vão. Podemos ler, no evangelho deMarcos 5:26a, que ela "... havia padecido muito com muitos médicos" e além de tudo, elahavia "despendido tudo quanto tinha" (Marcos 5:26b).
  • Ela era uma mulher assim como eu e você, sujeita a doenças e pronta a gastar edespender tudo com qualquer coisa necessária para obter a cura.. Muitas vezes, nos tornamos fracas, desencorajadas porque procuramos resolver tudocom nossas próprias forças.. Muitas vezes, perdemos a esperança porque não entregamos tudo nas mãos de Deus.. Muitas vezes, nos esquecemos de que o nosso Pai Celestial é o médico dos médicos eo Deus dos impossíveis. Ele pode curar as nossas enfermidades quando Ele quiser semter que marcarmos dia, nem hora.Esta mulher que tinha o fluxo de sangue por doze anos nos dá um exemplo de fé quedeve ser seguido por nós, pois, "... sem fé é impossível agradar-Lhe" (Hebreus 11:6).Quando ela soube que Jesus curava e fazia muitos milagres, seu coração se encheu dacerteza de que esta seria a sua chance de cura.A multidão que seguia Jesus era muito grande mas a sua vontade de ficar boa era muitomaior. Não importava quantas pessoas ela teria que enfrentar, o importante era que elativesse, pelo menos, a chance de tocar nas vestes dEle.O plano para a sua vida já estava traçado. Jesus sabia tudo que estava para acontecer e,de repente, Ele sentiu que ela O tocou. Mas, certamente, para tornar público aquele atode fé e de coragem, Ele disse: "Quem tocou nas Minhas vestes?" (Marcos 5:30b). Ela,num ato de medo ou reconhecimento, caiu a Seus pés e contou-Lhe sobre os doze anosde sofrimento por causa de uma hemorragia, sua separação dos seus entes queridos etambém o dinheiro que gastou com médicos. Foram doze anos de solidão e tremendaaflição. Ela sabia que não deveria tocar em ninguém mas, pela fé ela arriscou sercensurada pelo rabino e por todas aquelas pessoas que seguiam Jesus tocando em Suasvestes.Ele, ternamente, falou com ela. Não a censurou, não a chamou de pecadora mas de filha.Jesus disse-lhe palavras doces que a deixaram feliz ... "Filha, a tua fé te salvou" (Marcos5:34).Como você se sentiria se ouvisse Jesus lhe chamar de filha e ainda lhe dizer que vocêestava salva?Amada irmã, três coisas importantes aconteceram na vida desta mulher depois que oSenhor proferiu estas palavras ...1) Ela foi curada de uma hemorragia que a separava de seus entes queridos e amigos.2) Ela foi chamada de filha por Jesus, o próprio Deus que a criou.3) Ela foi salva não apenas pela fé que ela depositou em Jesus mas, principalmente, porSeu grande amor por ela, morrendo na cruz do Calvário no seu lugarQuantas bênçãos ela recebeu em sua vida , de uma só vez! Agora, ela estava curada,tornou-se uma filha de Deus e foi salva para todo o sempre. Foi necessário, somente, umtoque amoroso de suas mãos nas vestes de Jesus.O nosso Salvador é Aquele que está sempre conosco nas horas difíceis da nossa vida. ÉEle que ...1- nos cura quando pensamos que não há mais nada a ser feito;2- nos sustenta quando estamos prestes a cair;3- nos carrega em Seus braços amorosos quando nos encontramos prostrados;4- acalma nossos corações quando nos encontramos aflitas;
  • 5- em Sua Palavra, nos diz 365 vezes "Não temas!";6- nos perdoa quando nos sentimos, completamente, perdidas por causa dos nossospecados;7- nos consola quando perdemos um ente querido e a dor é insuportável;8- nos dá a paz mesmo quando estamos no "vale da sombra da morte".9- firma os nossos pés na Rocha eterna;10- nos pode dizer ... "Filha, a tua fé te salvou.""Obrigada, Pai, por cada detalhe da minha vida que Tu cuidas!Obrigada, porque somente Tu podes sondar meu coração e me embalar quando estounecessitando de Ti!Obrigada, porque somente Tu conheces meus pensamentos e diriges os meus passospara que eu não tropece e caia!Obrigada por esta mulher que colocaste na Bíblia e que serviu de exemplo de fé para aminha vida!Aumenta a minha fé, Senhor, para que com ela, eu possa agradar-Te!Por favor, Senhor, cura todas as minhas enfermidades, tanto as físicas como asespirituais!Deixa-me tocar em Ti naqueles momentos em que estou lendo a Tua Palavra.Deixa-me tocar em Ti enquanto derramo no Teu altar as minhas preocupações, rancores,ansiedades...Amém!"Ah, amada irmã, como devemos ser sempre mulheres agradecidas a Deus!Ele, na Sua Palavra, faz-nos promessas maravilhosas, promessas de um verdadeiro Paiamoroso. Dentre tantas promessas, Ele promete nos curar assim como curou a mulherque tinha hemorragia.Vamos nos deleitar nas doces palavras do nosso Deus?"E disse: Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante deSeus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos Seus mandamentos, e guardares todos osSeus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porqueEu sou o Senhor que te sara" (Êxodo 15:26). Obrigada, Pai!"Senhor meu Deus, clamei a Ti, e Tu me saraste" (Salmo 30:2). Obrigada, Senhor!"Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga o Seu santo nome.Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. Eleé O que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades. Queredime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e misericórdia" (Salmos103:1-4). Obrigada, meu Deus, pela Tua bondade e misericórdia!Como é bom saber que o Senhor me ama e se importa comigo!Que possamos usufruir deste amor com muita fé e com um espírito agradecido econfianteA Mulher Sunamita- Piedosa, Bondosa E... Hospitaleira"Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu" (Heb10:23)."Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o
  • Deus de toda a consolação: Que nos consola em toda a nossa tribulação, para quetambém possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolaçãocom que nós mesmos somos consolados por Deus" (2Co 1:3-4).Vamos, hoje, conhecer uma mulher cujo nome não sabemos. A Bíblia nos diz que elamorava em Suném e era uma mulher importante.Para Deus, ela não só era importante mas era uma mulher de coração dócil e sensível.Ao ver que Eliseu, o profeta de Deus, passava sempre por sua cidade, ela abriu as portasde sua casa e seu coração para acolhê-lo. Esta sua atitude mostrou o quanto ela amava eera sensível aos que estavam precisando dela, o quanto ela era hospitaleira, qualidadedifícil de se encontrar, hoje em dia.Esta mulher, conhecida como Sunamita, tem, com certeza, o seu nome na lista demulheres hospitaleiras. E você, irmã, quer ter este mesmo espírito hospitaleiro daSunamita? O mesmo espírito hospitaleiro de Marta e Maria, que hospedaram Jesus e osapóstolos? O mesmo espírito hospitaleiro da viúva de Sarepta que ofereceu a últimaporção de comida que tinha ao profeta Elias? Então, peça ao Senhor para transformá-lanuma mulher cujo espírito seja sensível às necessidades do próximo.Eu e você temos que querer esta transformação, temos que querer ter o coração aberto,que goste de ajudar aqueles que estão precisando de nós, temos que querer ser aquelamulher que percebe e é sensível às necessidades das pessoas.Devemos querer ser uma mulher segundo o coração de Deus...1- que tem a alma aberta às necessidades daqueles que o Senhor coloca diante dela;2- que enxerga, de longe, os que estão precisando dela;3- que ajuda com docilidade, amabilidade aqueles que estão necessitando dela;4- que mesmo tendo pouco, não mede esforços em dividir o que tem com aqueles queestão precisando dela;5- que está sempre pronta para ajudar o seu próximo;6- que sempre tem força e coragem para ajudar os necessitados.Estes e tantos outros atributos faziam parte da vida desta mulher Sunamita, que era umexemplo de hospitalidade, de bondade, de coração piedoso e contente.Irmã, se Jesus deixou a Sua glória para se tornar homem e servir, lavando os pésdaqueles que Ele mesmo criou, os apóstolos, por que eu não posso deixar o meu confortoe me dispor a ajudar as pessoas que estão precisando de mim?Se a viúva de Sarepta deixou de lado o seu egoísmo e dividiu com o Elias, o profeta doSenhor, o pouco que tinha de farinha e de azeite, por que eu não posso também dividircom quem está precisando a porção que o Senhor me dá, a cada dia?Se Abraão preparou uma refeição tão suntuosa e ofereceu a três estranhos (Gên 18) queforam até a sua casa, por que eu não posso oferecer um almoço a um pastor oumissionário que está visitando a minha igreja?Amada irmã, ao lermos a Palavra de Deus, podemos encontrar dezenas de mulheres ehomens de Deus que são exemplos de hospitalidade para nós que queremos seguir osseus passos e queremos principalmente agradar ao Senhor sendo mulheres dóceis ehospitaleiras.Agradar ao Senhor é o que mais desejo em minha vida. No entanto, muitas vezes, nãoconsigo atingir o meu objetivo porque dou lugar à natureza velha que ainda habita emmim. É quando, então, percebo que devo orar mais, ler mais a Palavra de Deus eprocurar seguir o que Ele me ensina. A Bíblia me diz que devo orar não só por mim mastambém por você a fim de que "... possais andar dignamente diante do Senhor,agradando-Lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento
  • de Deus" (Col 1:10).Eliseu se sentia confortável ao se hospedar no quarto que a Sunamita havia pedido aomarido para construir especialmente para ele.Por causa da generosidade e da hospitalidade desta mulher de Deus é que tornou-se umhábito para Eliseu parar na casa dela.irmã, gostaria de fazer-lhe duas perguntas que poderão medir o seu grau de mulherhospitaleira:1- "Você já foi hospitaleira numa ocasião difícil ou inconvenientemente?2- Ou só quando isso se ajustava a seu programa?" (Elas de Ann Spangler e JeanSyswerda)Hebreus 13:2 nos exorta a sermos hospitaleiras. Veja o que esta carta nos diz: "Não vosesqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, não o sabendo, hospedaram anjos."Quando estamos no centro da vontade de Deus, obedecendo à Sua voz, certamente,bênçãos virão sobre a nossa vida. Isto foi o que aconteceu com a mulher Sunamita. ABíblia nos diz que o profeta Eliseu recolheu-se ao seu quarto e se deitou. Conversandocom o seu servo Geazi, ele pediu que chamasse a mulher Sunamita. Ela veio e, aochegar junto ao profeta, ela ouviu dele o seguinte: "... A este tempo determinado, segundoo tempo da vida, abraçarás um filho" (2Re 4:16a).A mulher Sunamita, com certeza, gostaria de ter um filho mas ela estava com medo deque toda aquela promessa fosse apenas um sonho e não uma realidade. Mas aconcretização da promessa aconteceu exatamente no tempo determinado, como disse aPalavra de Deus em 2Re 4:17.Vejam que presente maravilhoso - um filho! Somente nós que já somos mães sabemosque um filho é a maior dádiva que recebemos do Senhor, depois da salvação. É umpresente que teremos conosco até o momento que bem aprouver ao Senhor, pois umfilho, na verdade, não é propriedade nossa mas um ser que Deus colocou em nossasmãos para educá-lo, para falar das maravilhas do Senhor, do Seu plano de salvação epara amá-lo, amá-lo e amá-lo.Às vezes, Deus decide levar nosso filho para junto dEle e nós ficamos tristes, chorosas ecom muita saudade. Isto aconteceu comigo - o Senhor decidiu levar o meu filho Mauro -27 anos, filho amado e mui querido - para junto dEle. Isto também aconteceu com amulher Sunamita - o Senhor decidiu levar o filhinho dela. Posso imaginar o seu desesperoe a sua decisão de ir até Eliseu contar o ocorrido. Em 2Re 4:28-36, podemos ver tudo oque aconteceu:"E disse ela: Pedi eu a meu senhor algum filho? Não disse eu: Não me enganes?E ele disse a Geazi: Cinge os teus lombos, toma o meu bordão na tua mão, e vai; seencontrares alguém não o saúdes, e se alguém te saudar, não lhe respondas; e põe omeu bordão sobre o rosto do menino.Porém disse a mãe do menino: Vive o Senhor, e vive a tua alma, que não te hei de deixar.Então ele se levantou, e a seguiu.E Geazi passou adiante deles, e pôs o bordão sobre o rosto do menino; porém não havianele voz nem sentido; e voltou a encontrar-se com ele, e lhe trouxe aviso, dizendo: Omenino não despertou.E, chegando Eliseu àquela casa, eis que o menino jazia morto sobre a sua cama.Então entrou ele, e fechou a porta sobre eles ambos, e orou ao Senhor.E subiu à cama e deitou-se sobre o menino, e, pondo a sua boca sobre a boca dele, e osseus olhos sobre os olhos dele, e as suas mãos sobre as mãos dele, se estendeu sobreele; e a carne do menino aqueceu.Depois desceu, e andou naquela casa de uma parte para a outra, e tornou a subir, e se
  • estendeu sobre ele, então o menino espirrou sete vezes, e abriu os olhos.Então chamou a Geazi, e disse: Chama esta sunamita. E chamou-a, e veio a ele. E disseele: Toma o teu filho."Comigo não aconteceu o mesmo. Não tive o privilégio de ter o profeta de Deus, Eliseu,em minha casa, nem tive o privilégio de ter o meu filho de volta mas de uma coisa tenhocerteza: O Senhor não erra! Ele nunca falha! E, apesar da saudade que tenho dele, seique não existe maior privilégio do que o privilégio de estar vendo sempre o Senhor Jesustodos os dias por toda a eternidade."Obrigada, Senhor, pelo presente maravilhoso que Tu nos deste, enviando o Teu Filhounigênito, para morrer em nosso lugar e nos dar a vida eterna.Obrigada porque sei que meu filho, que eu tanto amo, está ao Teu lado para todo osempre. Em breve, estarei junto a Ti e junto a ele. As lágrimas não mais existirão, pois Tumesmo as enxugarás para sempre.Amém!Baseado em Números 23:19 que diz que "Deus não é homem, para que minta; nem filhodo homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não oconfirmaria?", e conhecendo os tanto atributos de Deus, vemos que se Ele disse que elateria um filho, com certeza, este filho viveria.Amada irmã, eleve o seu coração ao Senhor e peça que Ele a transforme numa mulherhospitaleira. Que Ele mude o seu coração e a transforme numa mulher sensível àsnecessidades dos outros e - este é o passo mais difícil - que Ele coloque diante de vocêoportunidades que a possibilitem de cuidar de pessoas que estão precisando de seuscuidados. Ore mais ou menos assim:"Pai, muda o meu coração! Transforma-me numa mulher segundo o Teu coração. Colocadiante de mim alguém necessitado para que eu possa demonstrar o amor que tenhorecebido e aprendido de Ti. Que eu seja uma mulher sensível ao Teu chamado e que metransforme numa mulher piedosa, bondosa e...hospitaleira, pois Tu me ensinaste na TuaPalavra que eu não deveria me esquecer da hospitalidade "porque por ela alguns, não osabendo, hospedaram anjos".Amém!A Mãe De Sansão- Esposa De Manoá"E havia um homem ... cujo nome era Manoá; e sua mulher, sendo estéril, não tinhafilhos" (Juízes 13:2).Dentre tantas flores do jardim de Deus estão as Rosas, Hortênsias, as Saras, as Anas, asRebecas e ... aquela linda flor cuja fragrância chega até o Senhor com cheiro suave. É elaa esposa de Manoá.Enquanto tantas flores do jardim de Deus tinham nomes, ela era conhecida apenas como... a esposa de Manoá. Eu não sei e você também não sabe o nome dela mas o Senhorsabe e a apresenta como uma mulher de valor.Estudando sobre esta flor, bela aos olhos de Deus, descobrimos que seu perfume vem desua humildade, de sua fé, de seu caráter.A Bíblia nos diz que ela era casada com Manoá, "... homem de Zorá, da tribo de Dã ..."(Juízes 13:2).Assim como Sara, Rebeca, Ana e Isabel, ela também era estéril mas confiava no Deus
  • que ouve e responde orações.A sua vida não foi fácil, pois, em Israel, uma mulher não ter filhos significava que estavaem pecado e, por isso, Deus a estava castigando. Muitos a olhavam com um ar decensura e isto deixava a sua alma angustiada. Por causa de tamanho sofrimento que iaalém de suas forças, ela se achegou mais ao Senhor. Ela, mais do que nunca, estavaprecisando da Sua ajuda.Muitas vezes me encontro na mesma situação da esposa de Manoá ... precisando,urgentemente, da ajuda do Senhor. É quando, então, me achego mais a Ele, começoconversar com Ele, apresentando tudo aquilo que está me perturbando com um espíritohumilde e de submissão.A esposa de Manoá tinha, diante do Senhor, um espírito humilde que muito O agradava.Quando colocamos, com humildade, a nossa vida no trono de Deus, tudo em nós étransformado e a nossa fé se fortifica.Deus ouviu a oração da esposa de Manoá que com muita fé rogou a Ele que mudasse asua vida e lhe desse um filho. O Senhor não só a ouviu como procurou dar a ela muitasbênçãos.Juízes 13:3-5 nos mostram de que maneira ela foi abençoada ..."E o anjo do Senhor apareceu a esta mulher, e disse-lhe: Eis que agora és estéril, enunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho. Agora, pois, guarda-te debeber vinho, ou bebida forte, ou comer coisa imunda. Porque eis que tu conceberás eterás um filho sobre cuja cabeça não passará navalha; porquanto o menino será nazireude Deus desde o ventre; e ele começará a livrar a Israel da mão dos filisteus."Assim como a esposa de Manoá que, humildemente e com fé, orou ao Senhor fazendo-lhe um pedido que vinha do fundo do seu coração, nós também, com humildade e fé,devemos colocar no altar do Senhor os nossos problemas sabendo que a Sua respostaserá o melhor para a nossa vida.Como seria nossa reação diante destas bênçãos que a mulher de Manoá recebeu?1- Primeiramente, seria um privilégio receber em minha casa o Anjo do Senhor. Esta seriaa primeira bênção que eu receberia acompanhada de uma alegria indescritível.2- Depois, quando o Anjo do Senhor me dissesse que eu teria um filho, com certeza, meucoração exultaria de uma alegria sem igual. Esta seria a segunda bênção.3- Em seguida, quando Ele me desse algumas instruções que deveriam ser seguidas pormim, eu iria perceber o quanto o Senhor estava se importando comigo. Esta seria aterceira bênção.4- Finalmente, quando Ele me desse algumas instruções a respeito daquele filhinho queeu tanto almejava, eu iria perceber o quanto Ele estava se importando com ele. Esta seriaa quarta bênção.Foi assim que a esposa de Manoá se sentiu. Ela era uma pessoa importante para oSenhor que a estava abençoando por causa da sua forte fé. Ela não fez perguntas, nãoduvidou de nada mas saiu para contar a seu esposo dizendo: "Um homem de Deus veio amim, cuja aparência era semelhante de um anjo de Deus, terribilíssima; e não lheperguntei donde era, nem ele me disse o seu nome. Porém disse-me: Eis que tuconceberás e terás um filho; agora pois, não bebas vinho, nem bebida forte, e não comas
  • coisa imunda; porque o menino será nazireu de Deus, desde o ventre até ao dia da suamorte."Você tem este mesmo sentimento de fé da mulher de Manoá?Você crê na Bíblia e nas palavras do Senhor?Amada irmã, siga os passos da mulher de Manoá que não só amava o Senhor como crianas Suas palavras e obedecia a Ele.Vejamos o que o Anjo do Senhor disse a ela sobre o seu filho ...1) Ele seria nazireu desde o seu ventre até o dia que ele morresse. Não podia tomarvinho, nem bebida forte e nem comer coisa imunda. Sabemos que ela foi uma mulherobediente e fez, exatamente, como o anjo lhe disse.2) Ele iria libertar o povo judeu das mãos dos filisteus.Tudo que aprendemos do Senhor, assim como ela, devemos transmitir a nossos filhos.Coloque a Palavra de Deus em seus corações e peça ao Senhor que, no futuro, Ele oslivre das influências do mundo e os firme em Seus caminhos.Devemos amar o nosso Deus e, diariamente, agradecer a Ele as inúmeras bênçãosderramadas em nossas vidas ... Sua proteção e cuidado diário."Senhor, que o meu caminhar diário chegue a Ti como um perfume suave!Que eu possa ser colocada no meio das flores do Teu jardim e me transformar em umadelas.Amém!"A Bíblia nos diz, em Juízes 13:24, que a mulher de Manoá teve "um filho, a quem pôs onome de Sansão; e o menino cresceu, e o Senhor o abençoou."Até aqui a conhecíamos como a mulher de Manoá, agora, a chamaremos de mãe deSansão, que foi juiz em Israel e foi considerado o homem mais forte que já existiu na faceda terra.Antes, ela era uma mulher triste. Agora, ela se transformou em uma mulher feliz erealizada.Amada irmã, eu e você devemos agradecer a Deus pela bênção de ser mãe e pelaslições preciosas que aprendemos na Sua Palavra quando ela nos diz:"Eis que os filhos são herança do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão" (Salmos127:3)."Faz com que a mulher estéril habite em casa, e seja alegre mãe de filhos. Louvai aoSenhor" (Salmos 113:9)."Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não sedesviará dele" (Provérbios 22:6)."E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestaçãodo Senhor" (Efésios 6:4)."Obrigada, Senhor, porque és um Pai que nos ensinas.
  • Obrigada, porque confiaste em mim, dando-me cinco filhos maravilhosos para criar.Que eu, juntamente, com eles possamos adorá-Lo e sermos sempre agradecidos a Ti portoda a eternidade."Amém!A Mãe de Tiago e João- Uma Mulher Como Eu e Você"Então se aproximou dEle a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, adorando-O, efazendo-Lhe um pedido" (Mateus 20:20).A mãe de Tiago e João não foi uma mãe diferente de mim e de você. Para ela, Tiago eJoão eram ...1- os melhores filhos do mundo;2- aqueles que mais amavam o Senhor;3- os que agiam com mais fidelidade.E, por estas e por tantas outras boas características que eles possuíam, ela tinha em seucoração uma reivindicação a ser feita ao Senhor.Chegando bem pertinho de Jesus, ela não temeu, nem se envergonhou mas disse-Lhe:Senhor, por favor, "dize que estes meus dois filhos se assentem, um à Tua direita e outroà Tua esquerda, no Teu reino" (Mateus 20:21).Esta sua atitude foi de uma mulher arrogante ou de uma mulher que amava tanto os filhose conhecia tanto seus corações que não mediu esforços para, corajosamente, fazer talpedido ao Senhor?Para as outras mães que, por acaso, se encontravam juntas a Jesus e que tambémamavam seus filhos, ela era uma mulher arrogante, excessivamente orgulhosa e soberba.Talvez pensaram ...1- "Como ela se atreve a fazer tal proposta?"2- "Ela pensa que seus filhos são melhores e mais importantes do que os nossos?"3- "Não acredito no que estou ouvindo!"A mãe de Tiago e João não se importou com o que os outros iriam pensar. Ela amavamuito seus filhos e sabia que eles amavam muito o Senhor. Ela conhecia seus corações eachava que eles mereciam sentar-se um à direita e o outro à esquerda do Senhor quandoo reino fosse estabelecido.Ah, irmã, nós que somos mães jamais deveríamos censurá-la, pois, com certeza, agimosdo mesmo jeito quando achamos que nosso filho ...a- é o mais inteligente de sua turma da Universidade;b- é o melhor jogador do time de basquete do colégio;c- é o mais bonito de sua turma;d- é o mais espiritual dentre os tantos jovens da igreja.Como mãe, olho para meus filhos (e agora para meus netos) com os mesmos olhos damãe coruja. Para mim, eles são e sempre serão os melhores, os mais bonitos apesar desaber que são pecadores e cheios de defeitos.Como mãe, que sempre quer o melhor para seus filhos, eu entendo o porquê deste
  • pedido da mulher de Zebedeu e mãe de Tiago e João. Mas por entender o pedido dela,isto não quer dizer que estou certa, nem que ela agiu corretamente, pois, afinal de contas,havia outros que mereciam aquela posição privilegiada.Sempre queremos o melhor para nossos filhos mas, como mulheres de Deus, devemossempre almejar o melhor para eles sem passar por cima dos outros. E sabemos que omelhor para nossos filhos é o bem espiritual de cada um e a dedicação deles no serviçodo Senhor.Pela Bíblia, sabemos que a mãe de Tiago e João chegou até Jesus com um espírito dehumildade. Ela chegou junto a Ele "adorando-O e fazendo-Lhe um pedido" (Mateus20:20b). Assim como ela, nós também devemos ser mulheres humildes, pois esta deveser sempre uma qualidade de uma mulher segundo o coração de Deus.O que, realmente, significa humildade?De acordo com o dicionário de Aurélio Buarque, humildade é uma "virtude que nos dá osentimento de nossa fraqueza. É também "modéstia" e "submissão". É este tipo decaracterística que devemos ter em nossa vida a fim de agradar a Deus.Se como mãe desejo e quero o melhor para meu filho, então, tenho que usar um meioseguro para conseguir este meu objetivo e, o único meio, é a oração. Elevar meu coraçãoe minha alma ao Senhor em favor deles é melhor do que exigir ou insinuar.Deus está no controle de minha vida e da vida de cada um dos meus filhos. Posso pedirque Ele ...I- cuide deles e os livre das más influências deste mundo;II- os coloque no lugar perfeito que Ele escolheu;III- os fortifique em Seus caminhos;IV- os capacite a usar os dons que Ele lhes deu.Jesus, que cuida de nós, nos orienta e nos ensina em Sua Palavra, como devemos agirpara agradar a Deus. Em Mateus 20:27, Ele nos diz que "qualquer que entre vós quiserser o primeiro, seja vosso servo; Bem como o Filho do homem não veio para ser servido,mas para servir e para dar a sua vida em resgate de muitos."Que lição preciosa de humildade!Se o meu Salvador, o próprio Deus, não se importou de deixar a Sua glória e vir aomundo para servir, quanto mais eu, uma pecadora!Por que ser servida em vez de servir?Por que querer ser exaltada em vez de exaltar?Como uma mulher de Deus devo ser uma serva fiel, pronta para servi-Lo e servir aqualquer que necessitar de mim. Que o Senhor tenha sempre em Suas mãos o meucoração, transformando-o de acordo com a Sua vontade e plano perfeito para a minhavida.Além deste episódio, vemos esta mulher junto com outras mulheres fiéis aos pés deJesus na Sua crucificação e na manhã em que Ele ressuscitou. Ela pôde ver ocumprimento de tudo que Ele havia dito:"E estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde aGaliléia, para o servir; Entre as quais estavam Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago ede José, e a mãe dos filhos de Zebedeu" (Mateus 27:55-56)."E, passado o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram
  • aromas para irem ungi-Lo. E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro, de manhãcedo, ao nascer do sol. E diziam umas às outras: Quem nos revolverá a pedra da porta dosepulcro: E, olhando, viram que já a pedra estava revolvida; e era ela muito grande. E,entrando no sepulcro, viram um jovem assentado à direita, vestido de uma roupacomprida branca; e ficaram espantadas. Ele, porém, disse-lhes: Não vos assusteis;buscais a Jesus Nazareno, que foi crucificado; já ressuscitou, não está aqui; eis aqui olugar onde o puseram" (Marcos 16:1-6).A ressurreição de Cristo serviu para fortalecer ainda mais a sua fé e, provavelmente, afortaleceu naqueles momentos difíceis (se é que estava viva) da morte de Tiago pelasmãos de Herodes Agripa. Ele se tornou o primeiro apóstolo-mártir.O Senhor também fortalece o nosso espírito com promessas preciosas na Sua Palavra ..."Disse Deus a Abraão: A Sarai tua mulher não chamarás mais pelo nome de Sarai, masSara será o seu nome. Porque eu a hei de abençoar, e te darei dela um filho; e aabençoarei, e será mãe das nações; reis de povos sairão dela" (Gênesis 17:15-16).Deus deu a Sara o filho que ela tanto desejava. Para ela, foi um privilégio ser mãe com aidade de noventa anos."Faz com que a mulher estéril habite em casa, e seja alegre mãe de filhos. Louvai aoSenhor" (Salmo 113:9).Ser estéril e depois ser abençoada com muitos filhos? Somente o nosso Deus é capaz defazer este tão grande milagre na vida de uma mulher. Amém!"Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele alouva. Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!(Provérbios 31:28-29).Existe alguma coisa que deixa nosso coração de mãe mais feliz do que saber que nossosfilhos nos chamam de bem-aventurada?Que possamos amar nossos filhos com a mesma intensidade que a mãe de Tiago e Joãoos amava e que, assim como ela, cheguemos humildemente aos pés do Senhor epossamos dizer:"Senhor, obrigada pelas bênçãos das tantas promessas que Tu nos dás na Tua Palavra!Obrigada, porque Tu nos ensinas que é sendo humilde que se é considerada grande noreino!Obrigada, porque aprendi que o caminho para ver os meus filhos felizes é entregando-osa Ti!Obrigada, pelo cuidado que Tu tens com a minha vida e a vida de todos aqueles que amo!Em nome de Jesus, amém!A Viúva De Sarepta- Exemplo De Humildade E Fé"E Elias disse: Não temas; vai, faze conforme à tua palavra; porém faze primeiro para mimum bolo pequeno, e traze-mo aqui; depois para ti e para teu filho." (1Re 17:13)O seu nome não sabemos mas a conhecemos como "a viúva de Sarepta". Mulher decoração bom que nos deixou um exemplo de humildade e fé no Deus que pouco a pouco
  • ela foi conhecendo.Tudo começou quando o profeta Elias disse ao rei Acabe - o rei que irritou Deus mais "doque todos os reis de Israel que foram antes dele." (1Re 16:33b):"Vive o Senhor Deus de Israel, perante cuja face estou, que nestes anos nem orvalhonem chuva haverá, segundo a minha palavra." (1Re 17:1b)Esta tremenda seca atingiu a todos, até mesmo o profeta Elias. Mas Deus cuidou deleassim como cuida de todos nós, seus filhos. A Bíblia nos diz que ele foi morar perto doribeiro de Querite, bebeu de suas águas e foi alimentado por corvos que traziam pão ecarne pela manhã e pão e carne à noite. Deus estava no controle de tudo e cuidava muitobem do seu servo. Por causa do plano perfeito que o Senhor tinha para a sua vida, Ele,então, enviou Elias para Sarepta para ali viver.Lá, naquela cidade, vivia uma mulher viúva, juntamente com seu filho. Por causa daterrível seca que assolava aquela terra, ela esta prestes a morrer quando o Senhor faloucom ela. O que Ele disse a esta pobre viúva, não sabemos mas a Bíblia em 1 Reis 17:9nos diz que Ele falou com Elias o seguinte:"Levanta-te, e vai para Sarepta, que é de Sidom, e habita ali; eia que eu ordenei ali a umamulher viúva que te sustente."Irmã, esta pobre viúva tinha apenas um punhado de farinha e um pouco de azeite parafazer um bolo que só dava para ela e para seu filho comerem e, depois, morrerem.Ah, irmã, eu não sei o que faria nesta situação! Não sei como estaria o meu coração - seaberto para ouvir o que o profeta falava (de um Deus que eu não conhecia) ou se fechadopensando apenas em mim e no meu filho. Por um lado, eu estaria agindo com amor,misericórdia e pena de alguém que, assim como eu, também estava faminto e, por outrolado, estaria agindo egoisticamente, pensando somente em mim e no meu filho.Que o Senhor, através do Seu Espírito, sempre esteja me convencendo a ter um espíritomisericordioso e sempre pronto a dividir o punhado que Ele tão amorosamente meconcede a cada dia!A decisão desta mulher, que estava a um passo da morte, foi uma decisão sábia,corajosa, misericordiosa e cheia de compaixão para com o profeta. Ela decidiu não sóabrir a sua mão mas também o seu coração para dividir o pouco que tinha.Assim como a viúva de Sarepta, conhecemos pessoas que arriscaram suas vidas oumesmo doaram toda a sua vida para ajudar pessoas que estavam precisando delas. Porexemplo:1) Corrie ten Boom foi uma mulher de Deus que viveu na época da Segunda GrandeGuerra Mundial, onde a mão pesada de Hittler caía sobre o povo judeu. Muitos e muitosdeles foram escondidos no porão de sua casa a fim de escaparem da morte e de camposde concentração. Esta sua decisão a levou para um campo de concentração alemão ondeela foi a única dentre suas irmãs que sobreviveu. Ela arriscou a sua vida por amor a Deuse a Seu povo2) Raabe foi uma extraordinária mulher que arriscou a sua vida porque amava a Deus. Elaajudou os dois espias enviados por Josué, escondendo-os em sua casa para que nãofossem mortos pelos homens de sua terra. Ela poderia ser morta mas agiu corajosamentee ficou do lado de Deus e do seu povo.Irmã, no nosso dia a dia também enfrentamos situações que, muitas vezes, sãopermitidas pelo Senhor e nos deixam atônitas. O que devemos fazer? Que medidadevemos tomar? O que poderá acontecer conosco? Quando estas perguntas surgem emnossas mentes devemos recorrer ao Senhor e ver o que é que Ele quer de nós. Devemos
  • esquecer o nosso egoísmo, esquecer o nosso eu e ficar do lado do Senhor e do Seupovo. Não pensemos só em nós, em nosso conforto, em nosso bel prazer mas pensemosnos que estão precisando de nós e que tipos de bênçãos podemos derramar nas vidas deoutras pessoas. Que o Senhor nosso Deus nos use e nos fortaleça, dando-nos sabedoriae coragem! No livro "Mulheres Que Amaram a Deus", a autora, Elizabeth George, faz uma comparação entre a viúva de Sarepta e uma outra mulher que viveu nesta mesma época - Jezabel. Ela disse: "A Bíblia nos diz: Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons (Provérbios 15:3). Na história da vida dessas duas mulheres, vemos o mal e o bem: A Viúva de Sarepta-----------------------------------------------------Jezabel 1- Era pobre porém generosa ---------------------------------------------------- 1- Era rica e má 2- Cuidou de Elias ------------------------------------------------------------------ 2- Prometeu matar Elias 3- Acreditou no Deus Todo Poderoso ------------------------------------------- 3- Acreditava em Baal 4- Não possuía nada mas possuía tudo ----------------------------------------- 4- Possuía tudo mas não possuía nada 5- É mencionada na Palavra de Deus ------------------------------------------- 5- Morreu de forma brutal " Com qual destas duas mulheres você se parece? Com qual destas duas mulheres você quer se parecer? Você é uma mulher hospitaleira? Você tem prazer em dividir o pão que o Senhor lhe dá, diariamente? A escolha é sua. A decisão é sua. O querer agradar ao Senhor depende de você. A viúva de Sarepta é um bom exemplo para a sua vida. Siga os seus passos. Seja um exemplo de mulher que tem prazer em dividir não apenas coisas materiais mas principalmente as espirituais. Seja sensível às necessidades daqueles que o Senhor coloca diante de você. Amada irmã: aja com fé, crendo que o Senhor é Aquele que supre as suas necessidades; aja com fé, crendo que o Senhor é Aquele que vai transformá-la numa mulher hospitaleira (a sua parte é querer ser hospitaleira e a do Senhor é mudar o seu coração); aja com fé, crendo que o Senhor é Aquele que vai transformá-la na mulher do Seu coração - dócil, misericordiosa e sábia. Que o Senhor esteja nos ajudando neste tão grande desejo de mudança e de transformação! E que esta vontade tenha início AGORA para que possamos nos apresentar diante de Deus "aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar..." (2Ti 2:15) Amém! A Viúva E Suas Duas Moedas"E viu também uma pobre viúva lançar ali duas pequenas moedas"(Lucas 21:2).
  • Viajando um pouco através da Bíblia, posso imaginar tudo o que aconteceu naquele diaem que Jesus, juntamente com Seus discípulos, encontrava-se sentado no templo. Chegoquase a ouvir o tilintar de cada moeda que era colocada no gazofilácio por homens ricos,homens que se orgulhavam depoder colocar "tantas moedas"!A multidão entrava e saía do templo mas os olhos do Senhor se voltaram para uma pobreviúva que se encontrava junto a um destes treze gazofilácios em forma de trombeta quependiam das paredes. Observando-a atentamente, Jesus percebeu que ela haviacolocado, no receptáculo, apenas duas moedas que representavam tudo que ela tinha.Ele, que é o próprio Deus onisciente, viu naquela pobre mulher, o que os outros, ao Seuredor, jamais poderiam ver ... o amor em doar e a confiança que Deus supriria todas asuas necessidades. Enquanto os outros davam do que sobrava, ela deu tudo quepossuía. Foi o Senhor mesmo quem disse: "Porque todos aqueles deitaram para asofertas de Deus do que lhes sobeja; mas esta, da sua pobreza, deitou todo o sustento quetinha" (Lucas 21:4).Ah, amada irmã, onde está o seu coração? A Bíblia nos diz ... "Porque onde estiver ovosso tesouro, aí estará também o vosso coração" (Mateus 6:21).Que o nosso coração, irmã, não esteja repousando no nosso tesouro, seja ele um grandeou um pequeno tesouro, pois isto não agrada a Deus.Várias passagens bíblicas servem de conselho àquelas pessoas que amam mais aodinheiro do que a Deus (Serei eu? Será você? Seremos nós?).Vamos bombardear asnossas vidas com a Palavra de Deus a fim de podermos seguir os mesmos passos destaviúva elogiada por Jesus.1- O apóstolo Pedro, amorosamente, nos aconselha a não sermos gananciosos ... "... nãopor torpe ganância, mas de ânimo pronto" (1 Pedro 5:2).2- O autor de Hebreus nos aconselha através de uma sábia advertência ... "Sejam vossoscostumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não tedeixarei, nem te desampararei" (Hebreus 13:5).3- O apóstolo Paulo também nos aconselha e adverte ... "Porque o amor ao dinheiro é araiz de toda a espécie de males" (1 Timóteo 6:10).Obs. Devo salientar que não há nenhum mal em se ter dinheiro mas o amor ao dinheiro éque é "a raiz de toda espécie de males".Estes conselhos e advertências não são direcionados apenas aos descrentes mas sãotambém para nós crentes que, como todo mundo, somos atraídas pelo dinheiro que setorna uma grande e perigosa barreira entre nós e o Senhor. Ele nos alerta quanto a istoquando diz: "Nenhum servo pode servir a dois senhores; porque, ou há de odiar um eamar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e aMamom" Lucas 16:13).Ann Spangler e Jean Syswerda no livro "Elas" nos diz que ... "A história da viúva e desuas duas moedas de cobre nos lembra de que o reino de Deus funciona sobre princípioscompletamente diferentes daqueles do reino deste mundo. Na economia divina, otamanho da oferta não é importante; o que importa é o tamanho do coração do doador."Amada irmã, tenho uma série de exercícios que irão ajudá-la a fortalecer o seu coração etransformá-la numa mulher bela aos olhos do Pai. Eles são ...
  • 1) Leia a Palavra de Deus, diariamente."Lâmpada para os meus pés é a Tua palavra, e luz para o meu caminho" (Salmo119:105).2) Decore versículos e guarde-os em seu coração, diariamente."Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti" (Salmo 119:11).3) Lembre, diariamente, que o coração do rei está na mão do Senhor, e o seu também."Como ribeiros de água assim é o coração do rei na mão do Senhor, que o inclina a todoo Seu querer" (Provérbios 21:1).4) Ore sem cessar, diariamente, e sinta que o seu coração, a cada dia, se fortalece."Orai sem cessar ... porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco" (1Tessalonicenses 5:17-18).Exercite sempre o seu coração para que ele fique no centro da vontade de Deus. Vejaque, ao exercitá-lo, ele vai, pouco a pouco, se fortalecendo e você vai se transformandonuma mulher de honra, numa mulher que deseja sempre agradar ao Senhor.A viúva que deu as duas moedas e que foi elogiada por Jesus, deve ser o exemplo demulher a ser seguido por você e por mim.Jesus disse que ela deu tudo que possuía, deu todo o seu sustento. Ela confiava emDeus e sabia que Ele cuidaria dela.Observando este quadro podemos visualizá-la repousando, confiantemente, nos braçosdo Senhor. É assim que eu e você devemos fazer - confiar e repousar.Amada irmã, Deus deve ser a primeira pessoa em nossa vida. Por isso, antes depagarmos qualquer coisa, coloquemos no gazofilácio o que propusemos em nossocoração (agora já bem forte, bem exercitado!). Não toquemos as trombetas para que omundo veja "o quanto demos" mas ofertemos ao Senhor de coração e Ele, só Ele poderáver a sinceridade da nossa oferta.A história desta mulher de Deus, desta viúva, que deu suas duas únicas moedas a Deus,foi registrada na Bíblia. Certamente, irmã, suas ofertas estão também sendo registradas láno céu. Veja que conselho sábio do Senhor Jesus para a nossa vida ... "Não ajunteistesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam eroubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, eonde os ladrões não minam nem roubam" (Mateus 6:19)."Senhor Deus, obrigada porque Tu és um Deus que não julgas pela aparência mas vês ocoração.Obrigada, Pai, pela minha situação financeira, pela saúde e força que Tu me dás.Transforma o meu coração, Senhor, e faze-me uma mulher generosa e cheia de fé.Que eu possa sempre repousar em Teus braços fortes e amorosos.Amém!" AbigailUma Mulher Bela, Generosa, Sábia E Cheia De Virtudes“Abigail... era a mulher de bom entendimento e formosa...” (1Sa 25:3).
  • Abigail era uma mulher formosa que amava o Senhor.Ela estava sendo refinada como a prata mas, pacientemente, aceitava os ensinamentosde Deus. A cada dia, ela aprendia a conviver com um marido (Nabal) insensato, tolo esem nenhuma sabedoria.Apesar da Bíblia não relatar como era o seu trabalho no lar, supomos que ela era umaboa dona de casa e uma esposa exemplar. Além destas qualidades que agradavam aDeus, ela ainda era generosa, inteligente e uma mulher pacificadora. Observando o seumarido, podemos ver que ele era um homem duro e muito mau. Por causa da dureza doseu coração, recusando ajudar com víveres a Davi e seus companheiros, ele pôs em riscoa sua vida, a da sua família e servos.Em 1 Samuel 25:14-17 a Bíblia nos diz que Abigail foi avisada deste procedimentoinsensato do seu marido. Veja como tudo aconteceu:”Porém um dentre os moços o anunciou a Abigail, mulher de Nabal, dizendo: Eis que Davienviou mensageiros desde o deserto a saudar o nosso amo; porém ele os destratou.Todavia, aqueles homens têm-nos sido muito bons, e nunca fomos agravado por eles, enada nos faltou em todos os dias que convivemos com eles quando estavam ao campo.De muro em redor nos serviram, assim de dia como de noite, todos os dias que andamoscom eles apascentando as ovelhas. Considera, pois, e vê o que hás de fazer, porque omal já está de todo determinado contra o nosso amo e contra toda a sua casa, e ele é umhomem vil, que não há quem lhe possa falar.”Homem rico, porém tolo e insensato!Observando estes versículos podemos ver que o relacionamento entre Abigail e seusservos era de pura confiança, enquanto o de Nabal com eles era de completadesconfiança.Ao examinarmos o nosso caminhar diário podemos saber de que lado estamos:*Será que sou parecida com Abigail, uma mulher equilibrada, sábia e dócil de coração?*Ou será que sou mais parecida com Nabal, um homem duro nas decisões, autoritário ecom um coração insensível?Posso descobrir de que lado estou observando:*Como trato meu marido; *Como trato meus filhos; *Como trato aquela (s) pessoa (s) queme ajuda (m) no trabalho de casa.Você é uma mulher mansa, dócil, compreensiva assim como Abigail?Ou você é uma mulher rixosa como a esposa de Jó?Irmã, cabe a nós decidirmos se queremos estar no centro da vontade de Deusagradando-O, ou se queremos andar com nossos próprios pés fazendo o que agrada ànossa carne.“Senhor, que eu decida Te agradar, andar no centro da Tua vontade, mesmo tendo queenfrentar inimigos, o inimigo das nossas almas, tribulações, privações...Aceita, a minha oração e ‘cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim umespírito reto.’Fortalece, Senhor, o meu caráter e aumenta a minha fé! Amém!”Por causa da resposta insensata de Nabal, Abigail teve que agir com rapidez e sabedoriaa fim de salvar a vida de seu marido, de toda a sua família e de seus servos.Certamente, Abigail era uma mulher submissa a seu esposo, porém quando ela viu ogrande erro que ele havia cometido, ela preferiu seguir o seu coração que era, naverdade, mais submisso a Deus.
  • Ela não mediu esforços para levar até Davi tudo que ele estava precisando e muito mais –“... duzentos pães, e dois odres de vinho, e cinco ovelhas guisadas, e cinco medidas detrigo tostado, e cem cachos de passas, e duzentas pastas de figos passados...” (1Sa25:18).Abigail levou consigo não somente a comida para Davi e seus homens mas também levouum coração humilde. A Bíblia nos diz em 1 Samuel 25:23 que Abigail foi até Davi e “...seinclinou à terra. E lançou-se a seus pés e disse: Ah, Senhor meu, minha seja atransgressão; deixa, pois, falar a tua serva aos teus ouvidos, e ouve as palavras da tuaserva.” E Abigail continuou pedindo a Davi que não matasse seu marido nem ninguém dasua casa. E Deus usou...1- uma mulher fiel para por em prática o Seu plano na vida dela [“... e ela seguiu osmensageiros de Davi, e foi sua mulher” (1Sa 25:42)];2- uma mulher dócil, com voz branda que falou na hora certa, palavras certas e inspiradaspor Ele [“... tempo de estar calado, e tempo de falar” (Ecl 3:7)];3- uma mulher que O temia [“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria...” (Pro 9:10];4- uma mulher sábia que, rapidamente, decidiu como deveria salvar a sua família e seusservos [“E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dáliberalmente...” (Tia 1:5)].Você, amada irmã, quer ser uma mulher usada por Deus? Então comece, desde já,orando ao Senhor que a transforme numa mulher de voz mansa e suave fiel, dócil,temente a Ele e cheia de sabedoria.A Bíblia nos diz que “... passados quase dez dias, feriu o Senhor a Nabal, e este morreu”(1Sa 25:38).Com a morte de Nabal, Abigail começou uma nova vida. O Senhor pôs um ponto final nosproblemas que perturbavam o seu dia-a-dia.Quando Davi soube da morte do homem que o afrontou, mandou chamá-la para ser suaesposa. Que alegria! Sua vida, agora, iria mudar! Ela seria a esposa daquele que elalivrara de cometer um crime, daquele que era o amado do Senhor, daquele que erasegundo o coração de Deus. Ela ia ser esposa de Davi.Ela, com um coração alegre e submisso, seguiu os mensageiros de Davi que a recebeupor mulher.O plano de Deus para a vida de Abigail tornou-se realidade. Ela não mais estava casadacom um homem ímpio, tolo e beberrão mas Deus a presenteou...1- com um marido que ouvia e obedecia a voz de Deus de todo o seu coração;2- com um filho (o segundo de Davi) cujo nome, Quileade, significava “Deus é meu juiz”(2Sa 3:3).Ao observarmos todo o desenrolar da vida de Abigail, podemos aproveitar as liçõessábias de uma mulher que temia ao Senhor (portanto, uma mulher sábia, pois a Bíblia nosdiz que “o temor do Senhor é o princípio da sabedoria” (Sal 111:10)) e, por isso, erasubmissa a um marido tolo e ímpio.E você, irmã, é submissa a seu marido como nos manda a Bíblia em Efésios 5:22?Quando a Palavra de Deus me diz que devo ser submissa a meu marido, eu devo sersubmissa independente dele ser crente ou não, dele ser bom para mim ou não, dele serum beberrão ou não. No mandamento bíblico não existe a conjunção subordinadacondicional SE. Lemos claramente o mandamento do Senhor sem nenhuma condição.Irmã, não encaremos este mandamento como um castigo para a nossa vida. Não somoscapachos de nossos maridos. Somos, sim, a rainha que se orgulha do seu rei , a vice-
  • diretora que ama o seu diretor, a vice-presidente que admira o presidente. Podemosopinar, podemos conversar mas deixemos para ele a decisão final e (esta parte é a maisimportante) acatemos a decisão dele como se fosse a nossa. Coloquemos no altar doSenhor o nosso coração e tudo na nossa vida tornar-se-á mais fácil de ser encarado.Façamos como Abigail que, provavelmente, tomou esta decisão e não se sentiahumilhada mas, ao contrário, decidiu humildemente se humilhar diante de Davi parasalvar a vida de todos aqueles que ela amava.Sigamos cada passo desta mulher que teve o privilégio de receber do futuro rei de Israeluma bênção que saiu do coração de um homem que amava o Senhor e era amado porEle – Davi, o homem segundo o coração de Deus.“Então disse Davi a Abigail: Bendito seja o Senhor Deus de Israel, que hoje te enviou aomeu encontro. E bendito o teu conselho, e bendita tu, que hoje me impediste de derramarsangue, e de vingar-me pela minha própria mão” (1Sa 25:32-33).Irmã, eleve o seu coração e a sua alma ao Senhor e peça sabedoria e discernimento noseu casamento. Ore por seu marido para que ele seja uma bênção nas mãos do Senhor.Esqueça de contar ao Senhor as mágoas que você tem dele e se volte apenas para assuas (do seu marido) necessidades.“Senhor, recebe em Teu altar o meu casamento. Que eu e meu esposo possamos teruma vida conjugal firmada em Ti.Abençoa, Pai, o meu marido.Dirige cada passo dele a fim de que ele possa andar por caminhos que Te agradam.Orienta o seu dia- a- dia.Abençoa o seu relacionamento com nossos filhos, pois, muitas vezes, não é fácil.Abençoa o seu relacionamento comigo para que juntos possamos mostrar ao mundo quetemos um Deus que amamos e que nos ama apesar dos nossos defeitos.Abençoa, Senhor, principalmente o seu relacionamento conTigo. Que ele possa Tecolocar em primeiro lugar em sua vida, não permitindo que nada nem ninguém interfira noplano perfeito que tens para a vida dele.Amém! AnaA Vida De Ana, Seus Sofrimentos E Alegrias"...eu sou uma mulher atribulada de espírito" (1Sa 1:15)."... e o seu semblante já não era triste" (1Sa 18).O seu nome, assim como o seu modo de ser, nos apresenta uma mulher "graciosa"amável, mansa e generosa. O seu nome era Ana.Apesar de possuir estas tão boas características, ela vivia triste.A Bíblia nos diz que ela e Penina eram esposas de Elcana. Mas enquanto "Penina tinhafilhos" ela "Ana não os tinha".Num lugar mais profundo do seu coração, estava o imenso desejo de ser mãe. A suaalma ansiava por um filho mas a Bíblia diz que "o Senhor lhe tinha cerrado a madre" (1Sa1:5b).O seu desejo não estava coincidindo com o desejo de Deus na sua vida naquelemomento. O tempo de Deus era diferente do seu tempo, assim como foi o tempo de Sara,o de Rebeca e o de tantas outras mulheres que amavam ao Senhor mas tinham tambémsuas madres cerradas.
  • No seu casamento com Elcana havia coisas desagradáveis que a faziam sofrer:1- Elcana, seu marido, não era só dela mas havia uma outra esposa - Penina;2- o Senhor havia cerrado a sua madre e, assim, ela não podia ter filhos;3- a sua rival a provocava para a irritar (ela tinha filhos e Ana não).Apesar da tristeza que carregava consigo, ela tinha um marido que a amava. Ele, muitasvezes, a via chorando. Mas, numa certa ocasião, quando ele e toda a sua família foram aSiló para adorar e fazer sacrifícios ao Senhor, ele a viu chorando e perguntou-lhe: "Ana,por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eumelhor do que dez filhos?" (1Sa 1:8)Ah, irmã, Elcana não conhecia o anseio que toda mulher tem de ter filhos. Ana o amavamas queria que o Senhor lhe concedesse o privilégio de ter um filho em suas mãos.Assim como ela fez, coloquemos também diante do Senhor...a) o sofrimento que abate o nosso semblante;b) nossos momentos de solidão;c) a amargura que guardamos em nosso coração;d) a tristeza que invade a nossa alma;e) a ansiedade que nos faz definhar... e depois...Adoremos, adoremos e adoremos o Senhor que nunca nos abandona e está semprecuidando de cada detalhe da nossa vida.Depois que Ana ouviu o seu marido, Elcana, perguntar-lhe se ele não era "melhor do quedez filhos", ela levantou-se e foi para o templo orar e derramar a sua alma no trono doSenhor. Sim, ela foi adorar a Deus e orar pelos problemas que a estavam deixando triste.Ana orava e chorava com "amargura de alma". Ela não estava só porque procurou refúgiono Senhor. Deus estava com ela e ouviu quando ela Lhe pediu um filho. Este pedido, noentanto, veio acompanhado de um voto. Ela disse:"Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mimte lembrares, e da tua serva não te esqueceres mas à tua serva deres um filho homem,ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha"(1Sa 1:11).Irmã, este voto que Ana fez ao Senhor, não foi fácil. Mas ela, certamente, o fez porque oSenhor estava trabalhando em seu coração e incutindo nele o desejo de ter algo maisprecioso do que apenas ter um filho - mas ter um filho para dá-lo ao Senhor.Deus ouviu a oração de Ana. Ele veio até ela para satisfazer as suas necessidades, darconsolo e conforto à sua alma. Somente Ele seria capaz de consolar o seu coração, daralívio, apoio e encorajamento."Senhor, meu Deus, obrigada porque Tu conheces o meu coração e cuidas dele.Obrigada, Pai, por responderes às minhas orações e súplicas.Perdoa-me pelas tantas vezes que abri a minha alma a muitas pessoas e não me lembreide abri-la primeiramente a Ti.Perdoa-me por, muitas vezes, não Te ter colocado em primeiro lugar em minha vida.Senhor, que eu possa confiar em Ti, sabendo que Tu podes mandar anjos - que sãonossos irmãos em Cristo - para nos consolar, aconselhar e nos dar o conforto que vêmúnica e exclusivamente de Ti.Obrigada, Pai!"
  • Deus deu também a Sua Palavra para nos consolar e confortar. Ele nos diz:"Isto é a minha consolação na minha aflição, porque a Tua Palavra me vivificou" (Salmo119:50)."E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amama Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Rom 8:28).Enquanto Ana chorava e orava silenciosamente, apenas movendo os seus lábios, osacerdote do templo, Eli, a viu e pensou que ela estivesse embriagada. Ele a repreendeumas ela, amorosamente, respondeu:"... Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebidaforte tenho bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o Senhor" (1Sa 1:15).Irmã, veja como Ana reagiu. Ela falou com voz mansa, com respeito e dizendoexatamente o que ela estava sentindo.Será que eu ou você usaríamos o mesmo tom de voz (talvez nos revoltássemos eaumentássemos um pouquinho a nossa voz)?Será que eu ou você teríamos o mesmo respeito e reverência?Vemos na Palavra de Deus que o sacerdote, diante do modo respeitoso e sincero de Ana,impetrou a bênção sacerdotal dizendo:"... Vai em paz; e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste" (1Sa 1:17).A partir daí, o quadro da vida de Ana mudou mesmo tendo que...* dividir o seu marido com a outra;* ouvir as ofensas da outra;* encarar o fato de que ainda era estéril;* lembrar que foi mal compreendida pelo sacerdote.Ela saiu do templo feliz e com certeza no coração de que a sua vida, a partir daquelemomento, iria mudar.A Bíblia nos diz que ela "... foi o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não eratriste" (1Sa 1:18).Ana, creu, pois o semblante já não era o mesmo.Pela fé, ela acalmou a sua alma e repousou no Senhor, esperando apenas o dia em queiria ter em seus braços o filhinho que ela tanto desejava mas que iria ofertar ao Senhor.Irmã, este é o exemplo a ser seguido por nós. Quando oramos ao Senhor e, com fé,depositamos todos os nossos problemas a Seus pés, então devemos mudar o nossosemblante e deixar o mundo ver em nós um brilho que vem de um coração transformadopor confiar em Deus. Isto é fé.O Senhor, na Sua Palavra, nos diz em Filipenses 4:4:"Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos."Por que então ficar triste? Por que não confiar? Regozijemo-nos e confiemos que oSenhor é quem controla a nossa vida e é Ele quem deseja o melhor para nós!A fé depositada por Ana no Senhor, finalmente foi concretizada. Ela teve um filho! Samuelnasceu e ficou com ela apenas dois ou três anos.Ela amamentou seu filhinho e o preparou para entregá-lo a Deus.Ela foi fiel no que havia prometido ao Senhor. Ela ensinou os primeiros passos a Samuelmostrando que havia um Deus que ela amava de todo o seu coração. Com ela ele...1- aprendeu os caminhos de Deus, certamente, vendo o exemplo dela e sua devoção a
  • Aquele que o trouxe ao mundo (Deus);2- aprendeu os caminhos de Deus ao ouvi-la falar do Senhor, contando-lhe como elaconseguira engravidar;3- aprendeu os caminhos de Deus vendo-a corrigindo-o e instruindo-o na Palavra deDeus.Irmã, sigamos estes passos de Ana quando estamos educando os nossos filhos. Nãodeixemos que eles decidam que caminhos irão seguir quando já estiverem adultos.Ensinemos HOJE e AGORA os caminhos do Senhor usando a Bíblia como nossabússola.Entreguemos cada filho nas mãos do Senhor.Oremos pedindo proteção espiritual para cada um deles e confiemos no amor de Deusque será derramado em suas vidas.Agora, confiantemente, coloquemos o Senhor no centro de nossa vida e, com fé, façamoscomo Ana que "foi o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era triste" (1Sa1:18).Ana - Viúva E Profetisa Da Tribo De Aser"... e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia"(Lucas 2:37).Não sabemos muita coisa a respeito da profetisa Ana, mas sabemos que o Senhor quisque a conhecêssemos falando sobre ela em apenas três versículos. Ali, Ele colocou onecessário para vermos nela uma mulher de Deus, fiel e dedicada a Ele.A Bíblia nos diz que ela viveu com seu marido, apenas sete anos. Não sabemos como elefaleceu mas podemos imaginar sofrimento de Ana, os dias tristes e sombrios que ela teveque enfrentar. Sendo uma serva de Deus, certamente, ela depositou no altar do Senhortodos estes sentimentos e pediu a Ele o Seu conforto.Amada irmã, quando perdemos um ente querido só devemos fazer uma coisa: repousarnos braços amorosos do nosso Senhor, pois só Ele é quem pode acalmar o nossocoração. Lembro de um dia em que tive que repousar em Seus braços (dia em que meuamado filho Mauro foi chamado pelo Senhor para a sua mansão celestial, junto a Ele paratodo o sempre) e, até hoje, continuo precisando deles para ter paz e alegria no coração.Na primeira carta aos Tessalonicenses 4:13 encontramos palavras que nos confortam,nos acalmam ... "Não quero porém, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, paraque não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança." O nosso Deus é umDeus amoroso que está sempre junto a Seus filhos, confortando-os e dando a Sua paz.A Bíblia nos diz que Ana era uma profetisa da tribo de Aser. Agora, já quase com 84 anos,ela servia a Deus "em jejuns e orações, de noite e de dia" (Lucas 2:37b). Ela era já idosamas era uma mulher que não cessava de orar, de jejuar, amava ao Senhor e O temia.Veja, irmã, que palavras de encorajamento William Barclay dá a todas nós que estamospouco a pouco envelhecendo: "Ao longo da vida, a força física do homem declina, mas,por outro lado, a alma do homem se mantém em constante desenvolvimento. Ossofrimentos que enfraquecem o corpo do homem podem ser responsáveis pelofortalecimento de sua alma. Esta foi a oração de um poeta: Permita que eu me torne cadavez mais encantador à medida que for envelhecendo. Do ponto de vista físico, a vidapode significar um declínio lento e inevitável que leva à morte. Porém, do ponto de vista
  • espiritual, viver significa subir a montanha que leva à presença de Deus. Nenhum homemdeve temer o avanço da idade, porque ele o leva mais para perto, não da morte, mas deDeus.""Pai, assim como disse o poeta permita também que eu, Valdenira, me torne cada vezmais encantador(a) à medida que for envelhecendo. Amém!"Apesar de Ana ser uma mulher idosa, não se afastava do templo e estava sempreservindo a Deus. Quando vemos tamanha dedicação, e apego às coisas do Senhor,sentimo-nos mais fortalecidas e mais incentivadas a, nem de longe, pensar emaposentadoria. O trabalho para o Senhor deve ser eterno, sem aposentadoria, até o diaem que o Senhor decidir nos levar para a nossa mansão celestial que Ele estápreparando para mim e para todos aqueles que O aceitarem como Senhor e Salvador.Não sejamos relapsas no trabalho do Senhor. Não sejamos relapsas quando, porexemplo ...1- preparamos nossa aula para ser ministrada numa reunião de senhoras ou na EscolaDominical;2- não avisamos, com antecedência, à professora substituta que vamos faltar à EscolaDominical;3- somos escaladas para cuidar das crianças no culto da noite e, simplesmente, nãovamos e nem avisamos com antecedência.Todo o trabalho que fazemos para o Senhor deve ser encarado com muitaresponsabilidade e muito amor. O que falta a muita gente é falta de compromisso e faltade fidelidade no serviço do Senhor.Deus abençoa a mulher que se deleita, sente prazer e alegria quando está envolvida notrabalho de Deus.Ana, já com 84 anos, recebeu do Senhor a grande bênção de ver o próprio Deus, omenino Jesus.Já pensou, irmã, termos o privilégio de vermos a Deus pessoalmente? Podermos colocarnos nossos braços aquela criancinha que é o nosso Salvador?Quer receber bênçãos de Deus? Então ...Seja como Ana que fielmente servia ao Senhor no templo, orando e jejuando;Seja como Ana que, fielmente, aguardava a vinda do Messias prometido por Deus (Você,ansiosamente, aguarda a 2a vinda de Cristo?)Seja como Ana que não permitia que nada nesse mundo interrompesse a sua devoção eadoração ao Senhor (Que a devoção de Ana nos encoraje a servi-Lo e amá-Lo mais).Seja como Ana que adorava o Senhor "... noite e dia em jejuns e orações" (Lucas 2:37)(Adoremos o Senhor nos dedicando mais a estes doces momentos em que podemoschegar à Sua presença e derramar em Seu altar nossos agradecimentos e nossospedidos). Orar faz bem à nossa alma. Orar agrada a Deus. Sejamos mulheres de oraçãofirmes e fortes como a profetisa Ana.Quando Maria e José trouxeram o menino Jesus ao templo "para com ele procederemsegundo o uso da lei" (Lucas 3:27b), encontraram ali um homem idoso chamado Simeão.A Bíblia diz que o Espírito Santo revelou que ele não morreria sem antes ver o Cristo doSenhor. Orientado pelo Espírito, ele foi até o templo e lá encontrou Aquele que ele tantoalmejava ver - JESUS CRISTO. A Bíblia nos diz que ele colocou o menino Jesus em seusbraços e disse: "Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, segundo a tua palavra;
  • Pois já os meus olhos viram a tua salvação, a qual tu preparaste perante a face de todosos povos; Luz para iluminar as nações, e para glória de teu povo Israel" (Lucas 2:29-32).Simeão os abençoou e, olhando para Maria, ele disse: " .... Eis que este é posto paraqueda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado (E uma espadatraspassará também a tua própria alma); Para que se manifestem os pensamentos demuitos corações" (Lucas 2:34-35).O que Simeão falou, certamente, deixou Maria perturbada. Não sabemos o tamanhodesta sua perturbação. Sabemos que quando uma espada traspassa a alma de umapessoa, significa que ela sentirá uma dor muito grande. Maria, realmente, enfrentou o valeda sombra da morte.A profetisa Ana observava tudo, via tudo e "falava dele a todos os que esperavam aredenção em Jerusalém" (Lucas 2:38b). Ela era uma mulher de fé. As suas palavrassoaram aos ouvidos de Maria como um bálsamo encorajador.Você, amada irmã, é uma pessoa que encoraja aquelas que estão desanimadas, tristes,sem vontade de continuar vivendo? Veja o exemplo de Ana e peça a Deus sabedoria parasaber usá-la no momento certo, pois a Bíblia nos diz: "Bem aventurado o homem queacha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento" (Provérbios 3:13). É isto, irmã,que devemos desejar a fim de que possamos confortar os que estiverem precisando denós.Ana era...1- uma mulher de fé;2- uma mulher fiel ao Senhor;3- uma mulher fiel na oração e jejuns;4- uma mulher encorajadora.Qual destas características eu e você possuímos? Uma? Duas? Todas ou nenhuma?Que possamos ter Ana como exemplo em nossa vida, sendo uma mulher que ama aoSenhor e que quer agradá-Lo no nosso dia a dia. Bate-SebaUma Cordeirinha Inocente?"O rico possuía muitíssimas ovelhas e vacas. Mas o pobre não tinha coisa nenhuma,senão uma pequena cordeira que comprara e criara..." (2Sa 12:2-3).Bate-Seba era uma mulher formosa cujo nome significava "sétima filha" ou "filha de umjuramento".A sua beleza atraiu os olhos do rei Davi quando este se encontrava no alpendre dopalácio e ela se banhava no jardim da sua casa.Eis aí o quadro perfeito para o início de um adultério:1- PERSONAGENS:a) DAVI - rei de Israelb) BATE-SEBA - mulher de grande beleza, casada com Urias, um dos fiéis soldados dorei Davi.2- CENÁRIO:a) Alpendre do palácio realb) Jardim da residência de Urias e Bate-Seba
  • 3- ACONTECIMENTOS:a) O rei Davi passeava, ociosamente, no alpendre do paláciob) Bate-Seba tomava banho no jardim da sua casaEstes são os personagens, o local e o que estava se passando naquele exato momento -um homem que sentiu atração por uma mulher casada e que pecou contra o Senhor.Quando estamos em comunhão com o Senhor, conhecendo a Sua Palavra, procurandoagradá-Lo, deixando-O falar ao nosso coração, podemos evitar muitos dos pecados etentações que aparecem diante de nós. Mas quando estamos ociosos, alimentando acarne, a nossa natureza velha, não lendo a Palavra de Deus, estamos procurando sairdos caminhos do Senhor e abraçando o pecando.Várias atitudes do rei Davi contribuíram para ele cair neste tão grande pecado:1- Ele deveria estar no campo de batalha junto com seu exército."E aconteceu que tendo decorrido um ano, no tempo em que os reis saem à guerra,enviou Davi a Joabe, e com ele os seus servos, e a todo o Israel ... porém Davi ficou emJerusalém" (2Sa 11:1).2- Ele não deveria ter mandado indagar sobre quem seria aquela mulher que ele estavavendo, lá do alpendre do palácio, tomar banho."E mandou Davi indagar quem era aquela mulher; e disseram: Porventura não é estaBate-Seba, filha de Eliá, mulher de Urias, o heteu? (2Sa 11:3).Há um ditado que diz o seguinte: "Não podemos evitar que um passarinho voe sobre anossa cabeça mas podemos evitar que ele faça um ninho."3- Ele não deveria ter enviado mensageiros para trazê-la até o palácio e induzi-la aadulterar com ele."Então enviou Davi mensageiros, e mandou trazê-la; e ela veio, e ele se deitou com ela(pois já estava purificada da sua imundícia) (2Sa 11:4).Esta série de acontecimentos pecaminosos não pararam por aí. Davi, o homem que erasegundo o coração de Deus, andava alimentando os desejos da carne e, quando soubeque Bate-Seba estava grávida, ficou com medo de ser descoberto. Então, mandou Urias,marido dela, voltar da batalha e ficar em casa para dormir com sua esposa e, assim,isentá-lo desta tão grande culpa (Davi estava fugindo dos olhos do mundo, porém jamaispoderia fugir dos olhos de Deus). A Bíblia, no entanto, nos diz em 2 Samuel 11:9 que "...Urias se deitou à porta da casa real, com todos os servos do seu Senhor; não desceu àsua casa."Depois de tentar por vários meios fazer Urias ir se deitar com Bate-Seba, mas nãoconseguindo, Davi colocou-o na frente da batalha para que ele morresse.Vejam em qual situação se encontrava a vida do homem que era segundo o coração deDeus:a) Por decisão própria, tornou-se um adúltero.b) Por decisão própria, tornou-se um assassino.Aí está um homem que amava o Senhor e que era amado por Ele.Um homem que decidiu pecar pelo simples prazer da carne mas que foi castigado naprópria carne.Nisto tudo, aprendemos uma coisa: "Nada que se faz neste mundo é encoberto aos olhosde Deus." O pecado do rei Davi desagradou ao Senhor que enviou o profeta Natã para
  • falar com ele. E o profeta disse ao rei:"... Havia numa cidade dois homens, um rico e outro pobre. O rico possuía muitíssimasovelhas e vacas. Mas o pobre não tinha coisa nenhuma, senão uma pequena cordeiraque comprara e criara; e ela tinha crescido com ele e com seus filhos; do seu bocadocomia, e do seu copo bebia, e dormia em seu regaço, e a tinha como filha. E, vindo umviajante ao homem rico, deixou este de tomar das suas ovelhas e das suas vacas paraassar para o viajante que viera a ele, e tomou a cordeira do homem pobre, e a preparoupara o homem que viera a ele" (2Sa 12:1-4).A Bíblia ainda nos diz que Davi ficou furioso com aquele homem que praticou tamanhamaldade, e disse:"Vive o Senhor, que digno de morte é o homem que fez isso" (2Sa 12:5b).E o profeta respondeu:"Tu és este homem" (2Sa 12:7).Estes versículos nos fazem pensar um pouco sobre o caráter da personagem central donosso estudo - Bate-Seba. A Bíblia nos diz que ela era uma cordeira. E quais são ascaracterísticas de uma cordeira, de uma ovelha? Ela é mansa, seguidora fiel do seu dono,o pastor, calada, nada reclama. O Senhor comparou-a a uma cordeirinha, mas muitos denós a chamamos de adúltera.E você, amada irmã, como classificaria Bate-Seba? Adúltera ou cordeirinha?Nós não conhecemos o coração de Bate-Seba mas Deus "... sabe os segredos docoração" (Sal 44:21b).Não sabemos e não podemos acusá-la de ter tomado banho no jardim de sua casa,propositalmente, para ser vista pelo rei. Como era para o rei Davi estar no campo debatalha, ficando na cidade apenas os velhos, as mulheres e as crianças, é impossíveljulgarmos já que a Bíblia não nos revela a intenção dela. Não podemos colocá-la nobanco de réus e taxá-la de ADÚLTERA porque não existe prova suficiente para talacusação. Eu não posso julgá-la mas Deus pode, pois só Ele conhece o coração dohomem. Só Ele sabe o que aconteceu naqueles momentos.Uma lição muito importante podemos tirar de toda esta tragédia: O BANHO EXTERIOR ÉIMPORTANTE E NECESSÁRIO SE, JUNTO A ELE, VIER O BANHO INTERIOR - APUREZA DA ALMA, UM CORAÇÃO PURO, SINCERRO E CHEIO DE AMOR PELOPRÓXIMO.Mesmo o Senhor tendo-a chamado de cordeira, mesmo nós não sabendo se ela foiculpada ou inocente, ela foi castigada:a- Ela engravidou.b- Ela perdeu o seu marido Urias que morreu no campo de batalha.c- Ela perdeu seu filho recém-nascido.Mas, apesar de ambos terem enveredado por caminhos que desagradaram a Deus, aBíblia nos diz que Davi se reconciliou com o Senhor e o Seu perdão veio para os dois,pois, mesmo perdendo o filhinho que foi fruto do pecado de ambos, eles foramabençoados com outro filho, Salomão, "o amado do Senhor".Irmã, veja o perdão maravilhoso de Deus... Ele não apenas a perdoou, como lhe deu umfilho que se tornou rei e foi ascendente de Jesus.Veja como estas palavras do Senhor ressoam como um bálsamo na nossa alma:"... porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei" (Jer 31:34).Nós quando pecamos temos também que fazer a nossa parte. Temos que pedir perdão aDeus, assim como fez o rei Davi que disse: "Porque eu conheço as minhas
  • transgressões... Cria em mim, ó Deus, um coração puro... Torna a dar-me a alegria daTua salvação" (Sal 51:3,10,12).Nosso Deus, é um Deus amoroso e fiel que perdoa os nossos pecados, por mais terríveisque eles sejam. E quem nos dá esta certeza é a própria Palavra de Deus:"Porque serei misericordioso para com sua iniqüidade, e de seus pecados e de suasprevaricações não me lembrarei mais" (Heb 8:12).Deus perdoou e abençoou Bate-Seba, transformando-a na esposa do rei Davi e lhe dandoum filho, Salomão, que se tornou rei de Israel.Que possamos estar atentas à voz do Senhor e possamos andar nos caminhos perfeitosque Ele coloca diante de nós. DALILA(Seu nome significa “delicada”)SEU CARÁTER : Prostituta de nacionalidade desconhecida, usou sua beleza para trair oamante e enriquecer.SEU SOFRIMENTO : Sansão lhe mentiu, fazendo com que se tornasse ridícula em trêsocasiões diferentes.SUA ALEGRIA : Ter vencido um dos homens mais poderosos da história, entregando-oao inimigo, aos filisteus.TEXTOS-CHAVE: Juizes 16.4-22SUA HISTÓRIAOs dentes dela, muito brancos, brilhavam à luz do entardecer, enquanto um sorriso seentreabria em seus sábios macios e vermelhos. Os brincos de ouro cintilavam quandojogou a cabeça para trás e riu alto. A sorte batera à sua porta naquele dia. Nenhumamante pagara tão bem Dalila como Sansão.Os reis filisteus odiavam o valente de cabelos longos que incendiara os seus campos ematara mil de seus homens. Cada um oferecera uma soma incrível – 1.100 siclos de prata– por ele! Dalila tinha apenas de contar-lhes o segredo da força de Sansão. A força delenão poderia competir com a dela, pois era nascida da beleza e aperfeiçoada nas artes doamor. Enfraquecido pela paixão, certamente ele lhe contaria tudo o que ela precisavasaber.- Se me amarrarem com sete tendões frescos, que ainda não secos, então, meenfraquecerei, e serei como qualquer outro homem (Jz 16.7) – respondeu ele diante dainsistência dela.Alguns filisteus esconderam-se no quarto e ela esperou até que Sansão adormecesse, edepois de envolvê-lo cuidadosamente com os tendões, exclamou : - Os filisteus vêmsobre ti, Sansão! (v.9)Mas ele quebrou facilmente os tendões enquanto os inimigos fugiam.Como um homem brincando com um gatinho, Sansão repetiu o ardil, enganando Dalilacom invenções fictícias sobre cordas novas e cabelo trançado. A mulher finalmenteconfrontou-o:- Como dizes que me amas, se não está comigo o teu coração? Já três vezes zombastede mim e ainda não me declaraste em que consiste a tua grande força. (v15).
  • Cansado das importunações dela, Sansão cedeu.- Nunca subiu navalha à minha cabeça, porque sou nazireu de Deus desde o ventre daminha mãe; se vier a ser raspada, ir-se-á de mim a minha força e me enfraquecerei eserei como qualquer outro homem (v.17).Anos antes, quando ele ainda não havia nascido, um anjo dera instruções a sua mãe deque ele não deveria beber vinho, tocar em nada impuro e jamais cortar o cabelo. Deviaser dedicado ao Senhor de maneira especial e estava destinado a desempenhar umgrande papel no plano de Deus na libertação de seu povo dos opressores filisteus.Homem forte, porém, incapaz de subjugar sua natureza impetuosa, Sansão quebraraestas ordens preferindo as boas graças de uma mulher ao favor de Deus.Sentindo que ouvira, finalmente, a verdade, Dalila enviou uma mensagem aos filisteus.Depois de cortar o cabelo dele enquanto dormia, ela chamou novamente Sansão:- Os filisteus vêm sobre ti, Sansão!Dessa vez, Sansão acordou incapaz de resistir aos inimigos, que o agarraramrapidamente e lhe vazaram os olhos. A seguir, levaram-no prisioneiro para Gaza, ondepassava os dias na escuridão, fazendo o trabalho das mulheres, moendo cereais.Não ouvimos mais falar da bela, traiçoeira e agora rica Dalila, mas essas foram não foramas últimas notícias de seu amante. Os cabelos de Sansão voltaram lentamente a crescer;primeiro apenas uma lanugem que só protegia a cabeça, depois um pouco maiscomprido, cobrindo as orelhas. Que mal um cego poderia fazer-lhes?, os filisteus devemter raciocinado.Certo dia, os filisteus fizeram uma grande celebração em honra a Dagon, deus dacolheita, por ter entregue Sansão em suas mãos. Sem pensar no perigo que corriam,tiraram-no da prisão para divertir-se com o seu antes poderoso inimigo. Mas, quandoSansão ficou de pé entre as colunas do templo deles, orou: “Senhor Deus, peço-te que telembres de mim, e dá-me força só esta vez, oh Deus, para que me vingue dos filisteus, aomenos por um dos meus olhos” (vs. 28). Assim, abraçou as duas colunas centrais dotemplo e empurrou-as com toda força. O teto caiu, e Sansão e seus inimigos foramsepultados juntos sob os escombros. Sansão matou mais filisteus com sua morte do quematara em vida.A estranha história de Sansão e Dalila é pouco edificante. É tentador concluir que oegoísta e indisciplinado Sansão havia finalmente encontrado sua parceira na cobiçosaDalila. A visitação de um anjo, o dom de uma força sobrenatural, um destino profético –bênçãos tão evidentes não puderam assegurar a dedicação de Sansão. Por que Deususaria tal homem, capacitando-o a se tornar juiz em Israel? Que contraste com Débora,que julgara Israel um século antes! Israel vivia um período muito difícil em sua história,pois “cada um fazia o que achava reto” (Jz 21.25).Pelo menos sob um aspecto, o papel de Dalila nessa narrativa sórdida assegura-nos deque Deus usará qualquer pessoa ou situação para cumprir seu propósito, até nossosinimigos. Nossa libertação é puramente uma questão de graça. Mas como seria melhor senos tornássemos pessoas separadas para seu serviço, cuja força interior iguala-se aexterior, capacitando-nos a viver nosso destino certos de agradar a Deus.SUA VIDA E SUA ÉPOCACabeloO cabelo de Sansão desempenha, obviamente, um papel-chave na história de suaascensão ao poder e de sua queda da graça. Ele usava os cabelos compridos penteadosem sete tranças, por causa do vota nazireu (para maiores informações sobre isso, leiaNúmeros 6).O formoso rei Absalao, filho do rei Davi, tinha tanto cabelo que precisava cortá-lo sempre,porque “muito lhe pesava”(II Sm 14.26). Os cachos cortados pesavam cerca de duzentossiclos (ou dois quilos)! Os cachos abundantes de Absalão acabaram finalmente porprejudicá-lo. Em meio a uma batalha, certo dia, sua cabeça ficou presa nos ramos de um
  • grande carvalho (II Sm 18.9). O volume do cabelo dele contribuiu, sem dúvida, para isso.O homem que tentar tirar o reino do próprio pai ficou pendurado, indefeso, numa árvore,alvo fácil para os inimigos.Antes de ser atirada para a morte, a rainha Jesabel, não só pintou os olhos com “enfeitoua cabeça”(II Rs 9.30). Os lindos cabelos da Amada no Cântico dos Cânticos sãocomparados ao “rebanho das cabras”, e a “cabeleira como a púrpura” (Ct 4.1; 7.5),enquanto o cabelo do Amado é descrito como “cachos de palmeira [...] pretos como ocorvo”. Os escritores do Antigo Testamento descreveram a vida até a idade avançada,quando o cabelo fica grisalho, como uma marca do favor e benção de Deus (Pv 16.31;20.29). Uma mulher pecadora, aflita com seus pecados, derramou perfume nos pés deJesus, lavou-os com suas lágrimas e enxugou-os com seus cabelos (Lc 7.38).Nos dias do Novo Testamento, os homens usavam o cabelo mais curto e só as mulheresos deixavam crescer. Paulo foi bastante inflexível a esse respeito em I Co 11.6; 14.15.Tanto Paulo, quanto Pedro advertiram as mulheres de sua época especificamente sobre o“cabelo frisado”, aconselhando-as a se concentrar na beleza interior e não na exterior.As mulheres gastam hoje muito dinheiro cortando, tingindo, ondulando e arrumando ocabelo. Lembre-se, porém, de que nem todo o dinheiro do mundo nem enfeites podemencobrir a falta da beleza interior. Antes de deixar o cabelo na última moda, deixe seuespírito com um comportamento adequado. Você ficará, então, bonita por fora e pordentro.SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Juizes 16.4-141. Por que Dalila mostrou-se tão pronta a trair Sansão? Por que você acha que Sansão,inicialmente, fingia que colaborava com ela dando respostas mentirosas?2. Quais são os pontos fortes de Sansão? Quais são suas fraquezas?3. Quais são os pontos fortes de Dalila? Quais são suas fraquezas?4. Liste quatro áreas nas quais você se julga forte. Liste agora cinco áreas em que vocêse julga fraca. O que você pode fazer para fortalecer essas áreas fracas?Leia Juizes 16.15-175. De que forma, exatamente, você acha que Dalila insistiu com Sansão até que elecontasse a verdade sobre sua força?6. O que tal insistência provoca num relacionamento? Se você já insistiu demais comalguém para fazer algo, como se sentiu quando finalmente obteve o que queria?Leia Juizes 16.187. Como é possível saber se alguém está falando a verdade? Qual é a importância desaber discernir a verdade? De seus filhos? De seu marido ou namorado? De seu pastor?Dos políticos?Leia Juizes 16.19-228. Não só a força de Sansão o deixou, segundo o final do versículo 20, como também oSenhor o abandonou. Você acha surpreendente que Sansão não tenha percebido issoimediatamente? Por quê?9. Em que ocasião de sua vida você se sentiu mais fraca espiritualmente? Sentiu-sedessa forma por causa de algo que fez?Leia Juizes 16.23-3010. Por que você acha que a história de Dalila é importante? O que ela nos ensina? Quemvenceu, finalmente, nesta história?11. Em que área de sua vida você precisa renovar sua fé para que o bem triunfe?
  • SUA PROMESSAAté a história sórdida de Dalila e de seu amante, Sansão, transmite uma importanteverdade: Deus nos ama e não nos abandona, mesmo quando cometemos erros epecamos. Mais e mais, ao longo de toda a narrativa bíblica, vemos Deus usando pessoasque cometeram grandes pecados, gente imperfeita, que por sua própria insensatezfalharam e, depois, reconheceram sua necessidade de Deus. O Senhor não abandonouSansão, por mais insensato e pecador que fosse, e não vai nos abandonar, por maisinsensatos e pecadores que sejamos.Promessas nas Escrituras“Não te lembres dos meus pecados da mocidade, nem das minhas transgressões.Lembra-te de mim, segundo a tua misericórdia, pro causa da tua bondade, oh Senhor.” (Sl25.7)“O Senhor é fiel em todas as suas palavras e santo em todas as suas obras. O Senhorsustém os que vacilam e apruma todos os prostrados.” (Sl 145.13,14)“Fiel é o que vos chama, o qual também o fará” (I Ts 5.24SEU LEGADO DE ORAÇÃO“Como dizes que me amas, se não está comigo o teu coração? Já três vezes zombastede mim e ainda não me declaraste em que consiste a tua grande força. Importunando-oela todos os dias com as suas palavras e molestando-o, apoderou-se da alma dele umaimpaciência de matar..” (Jz 16.15,16)MediteJuizes 16.4-22Louve a DeusPor ser soberano, capaz de usar nossos relacionamentos mais confusos para cumprirseus propósitos.AgradeçaPor chamá-la para dedicar-se a Ele, separando-a de maneira especial.ConfesseQualquer tendência de manipular os outros.Peça a DeusQue a ajude a entregar qualquer relacionamento pouco sadio a Ele. Dê os passos queDeus a está chamando a dar.Eleve o coraçãoFaça um inventário de seus relacionamentos mais importantes. Você construiu algumaforma de dependência pouco saudável? Um marido ou namorado está afastando você deDeus em vez de aproximá-la dele? Você assumiu compromissos que diminuem seudesejo de buscar a Deus? Em caso positivo, procure uma amiga ou conselheira em quempossa confiar. Orem juntas sobre a melhor atitude a tomar. Seja fiel aos compromissos
  • conjugais, mas encontre um meio de restaurar sua paixão espiritual. Gaste algum tempo,agora, para escrever uma carta a Deus. Diga a Ele o quanto o ama e como deseja ficarem comunhão com ele. Não tenha medo de ser sincera : Deus procura homens emulheres que o amem mais do que a própria vida.OraçãoSenhor, Tu conheces todos os conflitos do meu coração. Tu me criaste de modo tal quesó Tu és capaz de satisfazer plenamente meus anseios. Todavia, sabes também comosou facilmente enganada, acreditando que relacionamento de carne e sangue poderásatisfazer minhas necessidades. Perdoa-me por todas as vezes em que coloque meurelacionamento com outras pessoas acima de meu relacionamento Contigo. Dá-mesabedoria, coragem e graça para amar-te com entrega total. Amém.Dorcas- Um Exemplo De Bondade E Amor Ao Próximo"E havia em Jope uma discípula chamada ... Dorcas. Esta estava cheia de boas obras eesmolas que fazia" (Atos 9:36).Morava em Jope, numa cidade da costa do Mediterrâneo, uma mulher muito preciosachamada Dorcas. Seu nome significava gazela e em hebraico ela era Talita. Muito queridapor todos que habitavam ali, ela procurava fazer túnicas e vestidos para as viúvas enecessitados e, para isso, não media esforços. Ela tinha um coração piedoso e não queriaque ninguém passasse necessidade ou sofresse.Na congregação que ela freqüentava, ela trabalhava com muito amor e dedicação. Estaera a Dorcas que todos conheciam, amavam e confiavam.A sua vida é um exemplo para a minha vida. Mas ...1- O que eu estou fazendo para servir ao meu próximo da melhor maneira possível?2- Como estou agindo ao perceber a necessidade do meu irmão?3- Como estou usando o dom e as habilidades que Deus me deu?4- Sou sensível às necessidades do meu próximo?Com certeza, uma outra grande mulher de Deus tinha os mesmos atributos de Dorcas.Ela era Catarine Booth, uma verdadeira mulher de Deus que não só amava o Senhor masamava também as pessoas necessitadas. Ela os ajudava com seus bens materiais masnão esquecia de alimentá-los, principalmente, da Palavra de Deus.O seu coração era, suficientemente, grande para acolher ricos ou pobres que estivessemnecessitando dela.Além de ter um coração grande, ela também tinha um coração sensível às necessidadesespirituais daquelas pessoas ao seu redor.O povo a amava tanto que, no dia de sua morte, multidões foram dar o seu último adeusàquela que tanto bem fizera a eles.Vejam, amadas irmãs, que duas grandes mulheres de Deus! Os seus nomes estão, comcerteza, gravados na galeria das mulheres segundo o coração de Deus.Elas não eram mulheres diferentes de nós. Viviam neste mundo, traziam com elas a
  • natureza velha mas procuravam superar tudo doando de si mesmas àquelas pessoas queprecisavam delas.A história de Dorcas é muito bonita e muito cheia de amor pelas pessoas. Ela era boa etinha um bom coração mas ... era humana e, um dia, ela tinha que morrer. A sua morte foichorada e lamentada por muitas pessoas mas, desta vez, ela nada pôde fazer para aliviaro sofrimento deles. O Senhor, no entanto, estava com eles.Lembro-me das palavras de Donna Rice que, no auge do seu sofrimento, proferiu asseguintes palavras: "Depois daquele grave acontecimento, quando eu orava dizendo Deus, queria que estivesses aqui para conversar comigo, envolver-me em Seus braços eenxugar minhas lágrimas, passei a sentir que Ele estava fazendo tudo isso - porintermédio dos cristãos que me cercavam. Foi aí que comecei a entender que a igreja nãoé um prédio; é o corpo de Cristo. Em meio à minha dor, Deus deu-me amigos cristãos queme ensinaram sobre o amor e o perdão."Deus nunca nos abandona, assim como não abandonou aquelas que choravam por causada morte de Dorcas.A Bíblia nos diz que "... ouvindo os discípulos que Pedro estava ali, lhe mandaram doishomens, rogando-lhe que não se demorasse em vir ter com eles" (Atos 9:38). Pedro,prontamente, atendeu ao chamado deles e foi para Jope. Chegando lá, viu várias pessoaschorando a morte de Dorcas. Algumas viúvas mostravam as túnicas e roupas que ela lheshavia dado. Pedro então mandou que todos se retirassem do quarto, orou fervorosamentee, ao se aproximar dela, disse: "Talita, levanta-te. E ela abriu os olhos, e, vendo a Pedro,assentou-se. E ele dando-lhe a mão, a levantou e, chamando os santos e as viúvas,apresentou-lha viva" (Atos 9:40b-41).Dorcas foi a única mulher da Bíblia a ser chamada de discípula, ou seja, seguidora deJesus, aprendiz, aquela que se senta aos pés do seu mestre...Você é uma discípula de Jesus?Você se deleita lendo a Bíblia, diariamente?Você sente alegria no coração quando ouve pregações sobre o seu Salvador?Eu quero ser uma discípula e seguidora de Jesus. Quero ...a) seguir os Seus ensinamentos ..."E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura" (Marcos 16:15);b) seguir o Seu modo simples de vida ..."E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho dohomem não tem onde reclinar a cabeça" (Lucas 9:58);c) seguir os Seus passos falando da vida eterna aos perdidos ..."Quem crê nEle não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto nãocrê o nome do unigênito Filho de Deus" (João 3:18);d) seguir os Seus passos orando ao Pai ..."E aconteceu que naqueles dias subiu ao monte a orar, e passou a noite em oração aDeus" (Lucas 6:12);e) seguir os Seus passos amando os necessitados ...
  • "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei" (Mateus11:28).Assim como Dorcas que glorificou a Deus através de seus atos de bondade, glorifiquemostambém ao Senhor sendo mulheres generosas, de corações sensíveis e ajudandoaqueles que estão necessitados.Quantas de nós possuem talentos dados por Deus e se esquecem de usá-los para ajudaralguém?Procuremos ter um coração amorosos e sensível, pois isto é o que agrada o Senhor.Ser amoroso é um dos atributos de Deus mas muitos de Seus atributos "são maravilhososdemais para compreendermos. Porém, mesmo que sejam obscuros ao intelecto, deixeque eles iluminem sua alma."Há uma frase muito bonita de Everett Hale (minha oração é que ela possa ser sua eminha também): "Eu sou apenas um, mas sou alguém. Não posso fazer tudo, mas possofazer alguma coisa. Tenho o dever de fazer tudo o que posso e, com a ajuda de Deus,serei capaz.""Senhor Deus, meu Pai, transforma a minha vida e muda o meu coração!Que eu tenha a minha alma sensível às ovelhas perdidas e necessitadas a meu redor.Que eu possa, Pai, aprender de Ti este amor que tens pelos Teus filhos e, que este amor,eu possa investir em vidas.Amém! DéboraDesperta, Débora, E Voluntariamente Serve Ao Senhor"Louvai ao Senhor pela vingança de Israel, quando o povo se ofereceu voluntariamente."(Juí 5:2) (Grifo meu)"E tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pai, e serve-O com um coração perfeitoe com uma alma voluntária." (1Cr 28:9) (Grifo meu)"Torna a dar-me a alegria da Tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário." (Sal51:12) (Grifo meu)IntroduçãoSe fizermos uma emocionante viagem devocional pela Bíblia Sagrada, encontraremosnumerosas histórias de mulheres de fé, de mulheres que amaram ao Senhor e demulheres que, voluntariamente, O serviram.Débora, mulher de Lapidote, foi uma dessas mulheres que amavam a Deus, obedeciam àSua Palavra e seguiam as orientações do Senhor em suas vidas.Quando Deus nos apresenta Débora, Ele se refere a ela como "mulher de Lapidote". Ela,com certeza, era uma esposa fiel, dedicada e prestativa o que a tornava "mais valiosa quefinas jóias" (Pro 31:10). Ela tinha um marido com quem compartilhava a sua vida.Irmã, você, assim como Débora, é uma esposa que honra o seu marido? Você é umaesposa fiel, dedicada e ajudadora? Mesmo ele não sendo crente, nem muito bom para
  • você?Alguém disse certa vez:"Deus não honra os que são infiéis em seu campo de ação."Você quer ser como Débora, uma mulher poderosa usada por Deus, a quem foi confiadaa responsabilidade de liderança, e totalmente dedicada ao serviço do reino de Deus,ajudando, respeitando, amando o seu marido e sendo submissa a ele?Esposa Fiel Que Honra A DeusEntão dê o primeiro passo sendo fiel como esposa, pois agindo assim, Deus seráhonrado.Se a Bíblia nos diz que Débora era a esposa de Lapidote, isto significa que ela, apesar deser uma líder, era principalmente uma esposa dedicada e submissa a seu marido.Deus sempre chama para servi-Lo pessoas que estão ocupadas e que têm condições defazer o trabalho que ele deseja.Débora era ocupada mas Deus a chamou para servi-Lo. Ela que já tinha suas obrigaçõesde dona de casa não hesitou em ouvir o chamado do Senhor e servi-Lo de todo ocoração.Ela era uma mulher que sabia como ser liderada por Deus. Ela não só ouvia como fazia oque o Senhor mandava.Irmã, você pode "honrar ao Senhor com a mesma disposição de Débora, ouvindo a Deus,e também desenvolvendo habilidades semelhantes para ouvi-Lo, à medida que vocêestuda a Bíblia e se sintoniza com a ação dEle à sua volta."Para voluntariamente servirmos ao Senhor, temos então que ser não apenas leitorasassíduas da Sua Palavra mas cumpridoras e também mulheres de oração. Temos quedesejar de todo o coração servirmos ao Senhor da mesma maneira que Débora serviu:com fé, confiança e valentia sabendo que o Senhor está ao nosso lado encorajando,capacitando e dando força.Chamada Para Ser JuízaDébora foi chamada pelo Senhor para ser juíza em Israel.A Bíblia em Juízes 4:5 nos diz o seguinte:"... e os filhos de Israel subiam a ela a juízo."Toda a nação a reconhecia como líder e, enquanto julgava os problemas espirituais emateriais do povo, ela também os instruía nas coisas de Deus. E tudo isto ela faziaporque amava o Senhor e O obedecia e servia de todo o coração.*E você, irmã, será que voluntariamente está instruindo as pessoas nas coisas doSenhor?*Será que no dia do evangelismo da sua igreja, você está ali firme, com um grande pesono coração pelas almas perdidas, dando graças a Deus pelo privilégio de poder falar doSeu grande amor por nós, enviando o Seu Filho unigênito para morrer por mim e por vocêe nos dar vida eterna ao Seu lado?*Ou estamos fugindo desta responsabilidade, que é nossa, de falarmos do plano desalvação àquelas pessoas que estão caminhando para o inferno?
  • A sabedoria e a Palavra de Deus necessitam ser proclamadas, e você pode compartilhá-las com as pessoas que dela necessitam. Siga os passos de Débora!Irmãs, assim como Débora, sejamos um instrumento nas mãos do Senhor e,corajosamente, nos voluntariemos para aquilo que Deus nos confiou.William Wordsworth disse o seguinte: "A sabedoria geralmente está mais perto quandonos curvamos, e não quando elevamos a cabeça."Foi exatamente isto que aconteceu com Débora. Ela foi uma juíza que não buscou aposição de juíza. Foi Deus que a colocou nesta posição e ela a aceitou com muitahumildade. Ela realmente viveu o provérbio que diz: "Para subir é preciso descer." Ocaminho para ser grande no reino de Deus é o caminho da humildade.Então, irmãs, se queremos, voluntariamente, servir ao Senhor, sejamos submissas ecinjamo-nos de humildade, como diz a Bíblia em 1Pe 5:5.Deus nos dá dom ou dons e Ele quer que nós os usemos única e exclusivamente para ahonra e a glória dEle. Ele nos abre a porta e só cabe a nós trabalharmos naquilo que Elecolocou diante de nós. Apocalipse 3:8 nos diz:"Eu sei as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a podefechar."Existe nada mais maravilhoso do que o próprio Deus colocar diante de nós uma portaaberta? Só cabe a nós entrarmos por ela e usufruirmos das bênçãos que o nosso Pai tempreparado para nós.Não almejemos trabalhar para o Senhor somente naquilo que nos põe em destaque, emevidência diante de todos. Trabalhemos naquilo que Ele colocar diante de nós e façamoseste trabalho da melhor maneira possível e com alegria. Qualquer trabalho que façamospara o nosso Deus deve ser encarado como um privilégio. Por isso dê o seu melhor,invista seu tempo e sirva com alegria de coração.A Profetisa DéboraDébora, uma mulher temente ao Senhor, uma mulher segundo o coração de Deus e belaa Seus olhos, além de esposa modelo e de juíza usada por Deus, era também umaprofetiza. A profetiza Débora era a mediadora entre Deus e o Seu povo, a porta-voz daSua Palavra.E você, irmã, é, assim como Débora, porta-voz da Palavra de Deus? Hoje, Deus continuaa falar com seus filhos através da Bíblia e, assim como Débora, levemos a Palavra deDeus àquelas pessoas que necessitam aceitar Jesus como Salvador de suas vidas.Mostremos o amor dEle por nós, morrendo em nosso lugar para nos dar a vida eterna nocéu.Com a maravilhosa intuição de uma pessoa que habita na presença de Deus, falemos deCristo voluntariamente do modo que agrade a Deus.Débora era a esposa que honrava o marido, era a juíza usada por Deus para dirigir o Seupovo e era a profetiza que servia de mediadora entre Deus e o Seu povo.
  • E eu? Será que sirvo, voluntariamente, ao Senhor sendo uma boa esposa, sendoajudadora do meu marido? Será que sirvo ao Senhor sendo uma boa zeladora da minhaigreja? Será que sirvo ao Senhor sendo uma boa professora de Escola Dominical? Ouserá que tenho que ser voluntariada quando existe algo que precisa ser feito para oSenhor?Irmã, que você e eu possamos ser mulheres cujos corações habitam todas ascaracterísticas do fruto do espírito: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade,bondade, fé, mansidão e temperança. Se tenho todas estas características, certamente,sou uma pessoa que ama ao Senhor, que quer ser obediente à Sua Palavra e que quervoluntariamente servi-Lo e agradá-Lo de todo o coração."Todas a mulheres que amam a Deus desejam do fundo da alma " possuir as mesmascaracterísticas de Débora. E você? Pense um pouco, faça um auto-exame e veja se vocêrealmente quer ter um compromisso fervoroso e irrestrito com o Senhor. Veja se vocêquer servi-Lo voluntariamente de todo o seu coração. Se sua resposta for sim, então sigaos seguintes passos que, com certeza, vão fortalecer a sua fé, o seu crescimentoespiritual e a sua vontade de servi-Lo voluntariamente:a) Tenha uma vida baseada na Palavra de Deus.A Bíblia, em 2 Timóteo 3:16-17, nos diz que "Toda a Escritura é divinamente inspirada, eproveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que ohomem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra."Quando estamos em sintonia com o Senhor, fazendo o que é certo diante dEle,certamente, a Sua Palavra vai nos usar e, certamente, o nosso coração vai nos impelirpara, voluntariamente, servi-Lo e servi-Lo com alegria que vai contagiar aquelas pessoasao nosso redor.Sirvamos de exemplo àquelas mulheres que não estão servindo ao Senhor; exortemoscomo Débora que embora fosse a primeira entre o seu povo, não se colocou acima deBaraque - aquele que foi incumbido pelo Senhor para lutar contra Sísera, capitão doexército inimigo, mas, covardemente, preferiu que Débora tomasse a frente. Ela prometeuque iria com ele para a batalha.Você é uma guerreira do Senhor ou uma desertora?b)Tenha uma vida baseada na oração.Você quer ser uma voluntária do Senhor?Você quer fazer grandes coisas para Deus?Então, ore, peça a Ele que coloque diante de você oportunidades grandes para que assimvocê possa servi-Lo. A Bíblia diz em Tiago 4:2 que "Nada tendes, porque nada pedis."c) Tenha uma vida baseada na obediência.Se você dedica a sua vida a ser praticante da Palavra, o Senhor irá abençoá-la em tudoque fizer.* Bênçãos virão em sua vida familiar: você honrará a Deus ajudando, respeitando eamando o seu marido e sendo submissa a ele.* Bênçãos virão sobre a sua vida quando você é uma testemunha útil para o Senhor;quando você proclama a Sua Palavra àquelas pessoas que não O conhecem e estãoperdidos; quando você encoraja e exorta um irmão num momento de grandenecessidade.
  • * Bênçãos virão sobre a sua vida quando você serve, voluntariamente, ao Senhor com umespírito de submissão e humildade.* Bênçãos virão sobre a sua vida quando você não foge da luta, mas, ao contrário, vocêencoraja outras a serem guerreiras notáveis do Senhor.* Bênçãos virão sobre a sua vida quando você, voluntariamente e com amor, gozo, paz,longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e temperança, serve ao Senhor dofundo de sua alma e de todo o seu coração.E que Deus nos abençoe enquanto somos, por mais algum tempo, forasteiros aqui naterra. Amém!DÉBORA(Seu nome significa “abelha do mel”)SEU CARÁTER : Sua visão de mundo não era moldada pela situação política da suaépoca, mas por seu relacionamento com Deus. Embora as mulheres do mundo antigogeralmente não se tornassem líderes políticos, Débora foi justamente a líder de que Israelprecisava – uma profetisa que ouvia a Deus e que cria nEle, cuja coragem estimulava opovo, capacitando-o a libertar-se da opressão estrangeira.SEU SOFRIMENTO : Seu povo caíra em desespero por causa da idolatria, esquecendo-se das promessas de Deus e da fé que seus ancestrais possuíam.SUA ALEGRIA : O fato de Deus ter revertido a força do inimigo em sua liderança dandopoder aos fracos e abençoando a terra com paz durante quarenta anos.TEXTOS-CHAVE: Juizes 4-5SUA HISTÓRIAJericó, porta de entrada para Canaã, jazia em ruínas havia duzentos anos. A partir dela,os israelitas varreram o país como uma tempestade de gafanhotos, devorando tudo emseu caminho. Os povos nativos, porém, haviam conseguido sobreviver e, como ervasdaninhas bem arraigadas, sua idolatria começou a difundir-se até estrangular a féisraelita.Raabe e Josué eram, agora, apenas pálidas memórias, e os escravos transformados emheróis voltaram à situação de vítimas, oprimidos durante vinte anos por uma coalizão degovernantes cananeus, cujo principal guerreiro era Sísera. Seus novecentos carros deferro aterrorizavam o povo israelita mal armado, ameaçando varrê-los com forçainvencível. Não é de admirar que ninguém os desafiasse.Sísera deve ter se sentido arrogantemente seguro, em particular pelo fato de Israel ser,então, liderado por uma mulher. Mas seus cálculos militares deixaram de levar em contauma variável importante: o poder estratégico da fé possuída por aquela mulher. Déboraera uma profetisa que julgava o povo debaixo de uma palmeira, vários quilômetros anoroeste de Jericó. Embora grande parte de Israel estivesse dividida e abatida, ela não sedeixou abater pelo desânimo. Como poderia esquecer a fidelidade de Deus morando tãoperto da Jericó vencida?Mandou chamar Baraque, um judeu do norte e lhe disse claramente:- Porventura, o Senhor, Deus de Israel, não deu ordem dizendo: Vai, e leva gente aomonte Tabor, e toma contigo dez mil homens dos filhos de Naftali e dos filhos deZebulom? E farei ir a ti para o ribeiro Quison, a Sísera, comandante do exército de Jabim,com os seus carros e as suas tropas, e o darei nas tuas mãos.
  • Como todos os outros homens de Israel, Baraque estava com medo de Sísera e recusou-se a obedecer, exceto com uma condição: Débora devia acompanhá-lo. Ela seria o seutalismã no dia da batalha. Ela respondeu:- Certamente, irei contigo, mas não será tua a honra da investida que empreende; pois àsmãos de uma mulher o Senhor entregará a Sísera (Jz 4.4-6,9).Ao ouvir falar da conspiração, Sísera levou suas tropas e carros para o ribeiro Quisom,um leito seco de rio, decidido a esmagar a rebelião. Sua própria força, no entanto, voltou-se contra ele quando a chuva inundou todo o vale. De repente, novecentos carros de ferrotornaram-se uma enorme desvantagem. Por mais furiosamente que os soldadoschicoteassem os cavalos para que avançassem, a lama os prendia. Eles se tornaramalvos fáceis para as tropas de Baraque que desciam do Monte Tabor, passando todos oshomens, exceto Sísera, ao fio da espada.Mais uma vez, Deus ouvira o clamor de seu povo e enviara um libertador – dessa vezuma mulher, cuja fé silenciou as vozes de dúvida e timidez, de modo que o povo pudesseouvir a Voz que importava. Em seu dia de vitória, Débora e Baraque cantaram estecântico:“Desde que os chefes se opuseram a frente de Israel, e o povo se ofereceuvoluntariamente, bendizei ao Senhor. Ouvi, reis, daí ouvidos, príncipes: eu, eu mesmacantarei ao Senhor; salmodiarei ao Senhor, Deus de Israel[...] Ficaram desertas asaldeias em Israel, repousaram, até que eu, Débora, me levantei, levantei-me por mãe emIsrael” (Jz 5.2-3)De fato, uma mãe levantara-se em Israel, uma mulher cuja fé firme fez nascer aesperança, a liberdade e a paz, que durou quarenta anos. Nunca mais os cananeusuniriam forças contra Israel. Como uma Joana D`Arc da antigüidade, Débora levantou-see chamou o povo a batalha, tirando-os da idolatria e restaurando sua dignidade comoescolhidos de Deus.SUA VIDA E SUA ÉPOCAMulheres na LiderançaEmbora mulheres como líderes fossem raras na sociedade israelita, não deixaram deexistir. No período dos juizes, quando Israel achava-se enfraquecido espiritualmente, emdesordem civil e oprimido por seus inimigos, Débora enfrentou o desafio. Seu papel deliderança desenvolveu-se, provavelmente, aos poucos, à medida que sua sabedoria parfazer julgamentos veio a tornar-se conhecida. Quando Deus falou a Débora, elarespondeu imediatamente, chamando Baraque para guiar o povo na batalha contra oopressor de vinte anos. A relutância de Baraque em partir sem Débora revelou claramentea falta de uma liderança masculina forte em Israel.Débora foi a única mulher a manter a posição de juíza em Israel, mas não era a únicaprofetisa. Várias outras são mencionadas: Miriã (Êx 15.20), Hulda (II Rs 22.14), Noadia(Ne 6.14), Ana (Lc 2.36) e as quatro filhas solteiras do evangelista Filipe (At 21.9).As escrituras descrevem Débora como “Débora, profetisa, mulher de Lapidote”. É curiosoque, quando Débora descreveu a si mesma, não usou termos como profetisa, mulher,juiza, general, líder ou qualquer outro denotando influência ou poder, mas descreveu-secomo “mãe em Israel”(Jz 5.7). Sua posição era a de mãe não só para seus filhosbiológicos, mas também para todos os filhos de Israel. Embora eles tivessem esquecidonão só quem eram, mas também a quem serviam, sua mãe, Débora, lembrou-os e guiou-os numa vitoriosa caminhada para a paz.Você, talvez, não esteja numa posição influente de autoridade. Mesmo assim, pode sermãe ao orientar seus filhos e crianças de sua vizinhança na direção certa. Você, talvez,tenha pouco poder em seu trabalho e no cargo que ocupa, mas pode ser mãe para os quea rodeiam e inspirá-los a seguir o caminho da justiça. Sua vida talvez permita poucotempo ou poucas oportunidades de assumir posições significativas de liderança, maspode continuar a ser mãe em sua esfera de atuação, seja grande ou pequena, exercendo
  • influência muito maior que a posição humilde em que talvez se encontre. Você pode ser,como Débora, usada por Deus para, na sua esfera de atuação, ser líder para conduzir aspessoas ao caminho da vitória.SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Juizes 4.1-317. Descreva como imagina que teriam sido as condições de uma família de Israel naépoca desse texto.18. Como você acha que reagiria a tais condições? Como reagiria a maioria dosisraelitas? Será que você faria o mesmo que Débora?Leia Juizes 4.4-819. Do que Baraque tinha medo? Como a companhia de Débora diminuiria esse medo?20. Qual característica de Débora você gostaria de Ter? O que faria se tivesse essacaracterística? O que você pode fazer para desenvolvê-la?Leia Juizes 4.9-1021. Como você acha que os homens de Israel se sentiram quando a honra da vitória foidada a Débora e a Jael?22. Quando uma mulher tem sucesso hoje, quais as reações dos homens a sua volta?Leia Juizes 5.723. Como Débora chama a si mesma nesse versículo? O que isso lhe diz a respeito dela?24. Que lição para sua vida pode extrair desse versículo?SUA PROMESSAA piedosa Débora tem sido fonte de encorajamento para as mulheres de todos os tempos.Quando uma mulher se sente confinada ou maltratada, insegura quanto ao que é certo ousobre qual caminho tomar, quando entra em território desconhecido, quando se sentedesprezada ou ignorada, recebe segurança e conforto ao lembrar-se de Débora.Aquilo que Débora possuía também está aos eu alcance hoje. Sua sabedoria é reveladanas Escrituras. Sua confiança em Deus é encontrada no relacionamento com Ele. Suacoragem é possível de alcançar ao colocar sua confiança em Deus e em suas promessas.Sua força interior e liderança serena são características da confiança em Deus e não emsi mesma. Tudo o que Débora ofereceu a Israel, você também pode oferecer hoje, comoexemplo de mulher disposta a ser usada por Deus.Promessas nas Escrituras“Ficaram desertas as aldeias em Israel, repousaram, até que eu, Débora, me levantei,levantei-me por mãe em Israel.”(Jz 5.7)“Uns confiam em carros, outros, em cavalos, nós, porém, nos gloriaremos em o nome doSenhor, nosso Deus”. (Sl 20.7)“Aquele que andou em trevas, sem nenhuma luz, confie em o nome do Senhor e se firmesobre o seu Deus.” (Is 50.10)SEU LEGADO DE ORAÇÃO
  • “Ouvi, reis, daí ouvidos, príncipes: eu, eu mesma cantarei ao Senhor; salmodiarei aoSenhor, Deus de Israel.” (Jz 5.3)MediteJuizes 4Louve a DeusPor Ele falar claramente ao Seu povo.AgradeçaPor Deus conceder profetas à Igreja, tanto mulheres como homens.ConfesseQualquer coisa que torne você relutante em ouvir a voz de Deus.Peça a DeusQue a ajude a discernir a Sua voz.Eleve o coraçãoÉ difícil e até desagradável ouvir duas músicas ao mesmo tempo. Do mesmo modo, édifícil ouvir a voz de Deus ao mesmo tempo que se ouvem vozes de confusão, dedesânimo e de condenação. A paz e a confiança de Débora como líder provinham, emparte, de sua habilidade em ouvir Deus claramente. Nesta semana, peça ao EspíritoSanto que a ajude a distinguir a voz de Deus de todo o ruído exterior. Peça graça paradisciplinar seus pensamentos, a fim de ouvir melhor a Deus. Ao orar, ponha uma músicade fundo para lembrá-la de sintonizar a única Voz que vale a pena ouvir.OraçãoSenhor, quero ouvir a tua voz. Ajuda-me a reconhecer e a resistir a todas as vozes falsasque fingem ser a tua. Ajuda-me a distinguir a tua voz de todas as outras. Faze de mimuma mulher que tanto ouve como fala a Tua Palavra. Amém.Esposa de LóEsposa De Ló - A Que Olhou Para Trás"Então o Senhor fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma;E destruiu aquelas cidades e toda aquela campina, e todos os moradores daquelascidades, e o que nascia da terra.E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal" (Gênesis 19:24-26).Observando estes três versículos de Gênesis 19, vemos o triste fim de duas cidades,Sodoma e Gomorra, onde reinava a prostituição. Mas vemos também o terrível juízo deDeus sobre a mulher de Ló por causa de um simples gesto seu... ela olhou para trás.Tudo começou com uma decisão de Ló.Estava havendo entre os pastores do gado de Abrão e os pastores do gado de Ló, muitascontendas. Para evitar esta briga entre seus servos, Abrão, juntamente, com seu sobrinhoLó, apartaram-se. Disse Abrão a Ló: "Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; e se escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, eu irei
  • para a esquerda" (Gênesis 13:9).E a Bíblia ainda nos diz: "E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão,que era toda bem regada... Então Ló escolheu para si toda a campina do Jordão, e partiuLó para o oriente, e apartaram-se um do outro" (Gênesis 13:10-11).Ló foi viver com sua esposa e suas filhas numa cidade grande, bonita, atrativa porémcheia de homens maus e pecadores.Há quem diga que quando se começa a trabalhar em um curtume. logo de início, apessoa se sente mal, vomita várias vezes e... tem vontade de desistir do emprego. Porém- e isto é que é estranho - depois de algum tempo, a pessoa já está tão acostumada como mau cheiro que nem mais percebe. O organismo se acostumou e o mau cheiro pareceque nem mais existe.O mesmo deve ter acontecido com Ló, com sua esposa e com toda a sua família. Talveztenham percebido que apesar de Sodoma ser uma bela cidade, os seus habitantesviviam, diariamente, pecando e em completo desacordo com os mandamentos do Senhor.Mas... com o passar do tempo, provavelmente, eles nem mais percebiam o quanto opecado assolava aquela cidade.A esposa de Ló era uma mulher rica e, certamente, se acostumou a viver nesta cidadecheia de pecados, luxúria e carnalidade.Será que ela se apegou às coisas materiais?Será que ela, realmente, gostava de viver nesta cidade?Não sabemos quais são as respostas a estas perguntas mas ela, juntamente com Ló,escolheu viver ali. Até aquele momento, a Bíblia não nos relata que havia pelo menos umdesta família querendo sair de lá. Eles estavam vivendo em Sodoma, apesar dadepravação existente.Irmã, muitas vezes, nós que somos mulheres de Deus, crentes no Senhor, vivemos emum ambiente onde o pecado existe mas nós nem percebemos, pois já estamosacostumadas. E, pior do que isso, praticamos todo tipo de pecado e dizemos... "Eu nãoacho nada demais!"Será que nossos olhos e mente já não estão acostumados com...Novela? Novelas onde vemos, e até mesmo torcemos pela "pobre esposa" que émaltratada por um marido mulherengo, que bate nela e que... de repente... aparece um"mocinho" que "a ama" e quer ficar com ela. Será que nós, realmente, não estamos tãoacostumadas que nem percebemos que estamos torcendo para que haja um adultério?Namoros avançados? Namoros avançados e até mesmo permitidos por pais "crentes"porque... "afinal de contas, meus filhos não podem ser diferentes de seus amigos!"Em novelas, este tipo de namoro é tão comum que até mesmo nós, crentes, não achamosnada demais. Um mau exemplo é a novela da seis horas de uma determinada emissorade TV cujos personagens são jovens de colégios e universidades.Irmã, eu não sei se existe alguma diferença entre a Sodoma onde vivia a esposa de Lócom toda a sua família e o mundo de hoje! Deus, com certeza, não está gostando de vero mundo caminhando para um abismo sem volta. E, participando deste mundo, estãomuitos que se dizem crentes e que sempre dizem... "Eu não acho nada demais!"Tudo isto é muito triste! Precisamos estar alertas e alertar os nossos filhos, as nossasirmãs em Cristo para que não caiam de amor pelas coisas do mundo que são guiadaspelo inimigo das nossas almas. Que o Senhor nos proteja e nos dê sabedoria paravermos o que é certo e o que é errado de acordo com as Escrituras. Que o nosso andar
  • diário seja agradável ao Senhor.Pelo desfecho desta história, podemos imaginar que a mulher de Ló não se empenhounas coisas espirituais, ensinando suas filhas a não andarem de acordo com o mundo, nãose maravilharem com aquilo que desagradaria ao Senhor. Tudo indica que ela gostava deviver em Sodoma. Talvez ela vivesse dizendo a seu marido... "Eu não acho nadademais!"Apesar da acomodação de Ló e de toda a sua família, Deus teve misericórdia dele e detodos os seus. Deus quis salvá-los da grande tribulação, apesar de não estarempensando em se separar deste ambiente de luxúria. A esposa de Ló nem pensava queuma grande mudança estava para acontecer. Deus deu a ela uma oportunidade semigual. Deus teve pena dela e de toda a sua família.E você, irmã, está esperando com uma alegria indescritível a segunda vinda do nossoSenhor?Você está preparada para, a qualquer momento, ser arrebatada juntamente com todos ossalvos pelo sangue precioso do Cordeiro?É minha oração a Deus que Ele não nos deixe ter prazer nas coisas deste mundo masque digamos em nosso coração: "Maranata! Vem logo, Senhor Jesus!"A família de Ló não passou pela grande tribulação que passaram aquelas pessoas quemoravam em Sodoma. Eles foram retirados da cidade antes dos acontecimentos que adestruiriam. Estes acontecimento são um símbolo da segunda vinda de Cristo. Nós quesomos salvos pelo sangue de Jesus não iremos passar pelos sete anos de tribulação queassolará a terra. Seremos arrebatados antes destes acontecimentos.Não podemos afirmar, com certeza, que a esposa de Ló gostava de viver nesta cidade,pois, na verdade, foi seu esposo quem assim decidiu quando fez um acordo com Abrão.Mas vivendo ali, gostando ou não, eles receberam a visita de dois anjos enviados peloSenhor. Eles disseram: "... Tens alguém mais aqui? Teu genro, e teus filhos, e tuas filhas,e todos quantos tens nesta cidade, tira-os fora deste lugar; Porque nós vamos destruireste lugar, porque o seu clamor tem aumentado diante da face do Senhor, e o Senhor nosenviou a destruí-lo" (Gênesis 19:12-13).Na manhã seguinte, os anjos apressaram Ló, sua esposa e suas filhas dizendo: "...Levanta-te, toma tua mulher e tuas filhas que aqui estão, para que não pereças nainjustiça desta cidade. Ele, porém, demorava-se, e aqueles homens lhe pegaram pelamão, e pela mão de sua mulher e de suas duas filhas, sendo-lhe o Senhor misericordioso,e tiraram-no, e puseram-no fora da cidade. E aconteceu que, tirando-os fora disse:Escapa-te por tua vida; não olhes para trás de ti, e não pares em toda esta campina;escapa lá para o monte, para que não pereças" (Gênesis 19:15-17)."Não olhes para trás de ti" - dentre todas as palavras que os anjos disseram, estas foramas mais importantes porém não valorizadas pela esposa de Ló.Será que eu e você as valorizaríamos se estivéssemos no lugar dela?O ser humano tem atração por aquilo que é proibido. Infelizmente, nós que aceitamosJesus como nosso Salvador ainda temos aquela natureza velha que tínhamos antes denos tornarmos uma nova criatura. Cabe a mim e a você alimentarmos a natureza novalendo a Palavra de Deus, orando ao Senhor, pedindo a Ele para nos livrar das tentações eprocurando obedecer em tudo ao Senhor e ao que Ele diz na Bíblia.Devemos sempre manter nossos olhos voltados para Deus, olhar para a Sua maravilhosamajestade e, então, perceber que as coisas que este mundo nos oferece são passageiras
  • e fazem mal à nossa alma. Não devemos olhar para os prazeres desta vida, não devemosolhar para trás como fez a mulher de Ló, desobedecendo ao que os anjos lhe ordenara,mas olhar para o alto onde Jesus, por tanto nos amar, está preparando uma linda mansãopara mim e também para você que já O aceitou como Salvador de sua vida. E, o melhorde tudo, é que iremos viver eternamente com Ele e com todos aqueles que amamos eque foram redimidos pelo Seu sangue. Amém!Enquanto Ló e suas duas filhas olhavam para frente em direção às promessas que Deuslhes fizera, a sua esposa, talvez saudosa do que estava abandonando, "olhou para trás eficou convertida numa estátua de sal" (Gênesis 19:26).Minha irmã, muitas vezes nos apegamos tanto às coisas deste mundo que, quandoestamos a ponto de perdê-las, olhamos para trás (com saudade) e esquecemos quetemos um Deus que cuida de nós e que tem planejado para nós uma vida plena de paz ede alegria.Não devemos esquecer nunca que Deus foi misericordiosos com Ló e sua família. EmSalmo 103:11 a Bíblia nos diz: "Pois assim como o céu está elevado acima da terra,assim é grande a Sua misericórdia para com os que O temem."A misericórdia de Deus está à nossa disposição. Se eu temo ao Senhor, Ele, então, émisericordioso comigo.Mesmo se eu estivesse passando pelo "vale da sombra da morte, não temeria mal algum"porque o meu Deus está ali comigo e Sua misericórdia alcançaria o meu coração.Mesmo se eu estivesse passando por situações difíceis de serem resolvidas, o Senhorestaria ali comigo, me consolando e até mesmo me carregando em Seus braços. Deus éo meu lugar seguro.Sempre que leio esta passagem da Bíblia, onde vejo Ló fazendo sua decisão de ir morarem Sodoma e sua esposa virar uma estátua de sal, vejo o quanto é importante e muitosério eu me preparar para a segunda vinda de Cristo. Que eu possa dizer como oapóstolo Paulo..."Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiçame está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente amim, mas também a todos que amarem a Sua vinda" (2 Timóteo 4:7-8). Amém!A Esposa de LóMara Bueno ConsaniSeu caráter:Era uma mulher rica, talvez mais apegada às coisas boas da vida do que deveria. Emboranão haja qualquer indicação de que participasse do pecado de Sodoma, sua história deixaimplícito que aprendera a tolerá-lo e que seu coração acabou dividido por causa disso.Seu sofrimento:Sua escolha levou-a ao castigo em vez da misericórdia, acabando por fazê-la rejeitar astentativas de Deus para salvá-la.Textos-chave:Gênesis 18.16-19; 29 / Lucas 17.28-33SUA HISTÓRIAA mulher de Ló tinha apenas algumas horas de vida, embora não soubesse disso.Provavelmente, continuava sua rotina diária, como de costume, arrumando a casa,
  • cozinhando e bisbilhotando a vida alheia com as vizinhas, sem suspeitar da tragédiaprestes a desabar sobre ela.Anos antes, ela se casara com o sobrinho de Abraão e o casal enriqueceu; eles possuíammuita terra e gado. Com o passar do tempo, instalaram-se confortavelmente em Sodoma,sentindo-se, ao mesmo tempo, desconfortáveis numa cidade tão perversa a ponto de océu mandar anjos para investigar as acusações contra ela.Ló estava na porta da cidade no momento em que os anjos chegaram. Depois decumprimentar os estranhos, implorou que passassem a noite em sua casa, com medo doque poderia ocorrer com eles quando escurecesse.A mulher de Ló deve ter também acolhido os estranhos cordialmente, pois a hospitalidadeera um costume sagrado no mundo antigo. Então, pouco antes de irem dormir, devem terouvido as vozes. A princípio, palavras abafadas; depois gargalhadas estridentes e,finalmente, uma gritaria insuportável provocada por um grupo de homem que cercava acasa. Vozes ásperas gritavam para que Ló abrisse a porta e entregasse os hóspedes, afim de que se divertissem com eles.- Rogo-vos, meus irmãos, que não façais mal – gritou Ló em resposta.A multidão furiosa queria, porém, satisfazer seus desejos. Ló fez, então, uma proposta deestarrecer:- Tenho duas filhas, virgens, eu vo-las trarei; tratai-as como vos parecer, porém, nadafaçais a estes homens, porquanto se acham sob a proteção de meu teto (Gn 19:8).No entanto, os homens de Sodoma recusaram-se a aceitar um “não como resposta ecorreram para a porta, tentando arrombá-la.Os anjos, subitamente, estenderam a mão,. Fizeram Ló entrar e fecharam a portar,deixando os que estavam fora cegos. Os anjos perguntaram em seguida a Ló:- Tens aqui alguém mais dos teus? Genro, e teus filhos e tuas filhas, todos quantos tensna cidade, faze-os sair deste lugar; pois vamos destruir este lugar (Gn 19.12-13a).Os genros de Ló pensarem que ele estava brincando e recusaram-se a partir.De madrugada, os anjos insistiram novamente com Ló para que se apressasse, a fim deque ele, a mulher, e as filhas não morressem com o resto da cidade. Mesmo assim, afamília hesitou, até que os anjos agarraram a todos pela não e os arrastaram, insistindo:- Livra-te, salva a tua vida; não olhes para trás, nem pares em toda a campina; foge parao monte, para que não pereças (Gn 19:17).Quando Ló e sua família chegaram à pequena cidade de Zoar, o sol havia surgido sobre aterra e tudo em Sodoma achava-se envolto em fogo e enxofre. Homens, mulheres,crianças e rebanhos, tudo foi aniquilado. Um terrível juízo sobre o pecado.Mas o juízo foi ainda pior do que Ló ou suas filhas compreenderam a princípio. Salvos,finalmente, devem ter olhado uns para os outros, aliviados por estarem todos bem. Derepente, voltaram-se, espantados, percebendo que faltava um deles. Devem terprocurado, esperado com todas a forças, até que finalmente viram a silhueta branca deuma coluna de sal contra o céu, um monumento solitário na forma de uma mulher olhandopara Sodoma.Se você já viu fotos da antiga cidade de Pompéia, destruída pela erupção do MonteVesúvio em 70 dC, na qual formas humanas foram preservadas até hoje pelo rio de lavaque as matou onde estavam, pode imaginar o desastre que sobreveio à mulher de Ló.Por que ela se voltou e olhou para trás, apesar do aviso do anjo? Seu coração continuariaapegado a tudo que deixara na cidade – uma vida confortável, despreocupada eprazerosa? Teria familiares presos ali? Ou apenas se deixou fascinar pelo trágicoespetáculo que acontecia atrás dela? É possível que todas estas coisas combinadasfossem o motivo de seus passos ficarem mais lentos, de sua cabeça voltar-se e de seucorpo ser surpreendido pelo castigo do qual Deus queria poupá-la – ela preferiu o juízoem vez da misericórdia.Jesus advertiu seus seguidores para se lembrarem da mulher de Ló: “assim será no diaem que o Filho do Homem se manifestar. Naquele dia, quem estiver no eirado e tiver os
  • seus bens em casa não desça para tirá-los; e de igual modo quem estiver no campo nãovolte para trás. Lembrai-vos da mulher de Ló. Quem quiser preservar a sua vida perde-la-á; e quem a perder de fato a salvará” (Lc 17:30-33). Palavras severas lembrando umahistória trágica, com o propósito de nos desviar das ilusões traiçoeiras da perversidade ede nos lançar em segurança nos braços da misericórdia.SUA VIDA E SUA ÉPOCAA história da mulher de Ló é bem triste, não é? Ela é menos lembrada pelo que foi –esposa, mãe, filha, irmã – do que pelo eu se tornou – uma estátua de sal. Apenas umolhar irresistível, mas proibido, para trás, a fim de ver o que estava acontecendo e virousal! Um produto químico dos mais comuns usados no mundo todo.A Palestina possuía ricos depósitos de sal, que justificavam lugares com nomes comoMar Salgado (também conhecido como Mar Morto), Vale do Sal e Cidade do Sal. Osromanos, provavelmente, consideravam Israel uma conquista valiosa apenas por causado sal disponível ali.Os hebreus usavam o sal para temperar a comida: “Comer-se-á sem sal o que éinsípido?” (Jó 6:6). As mulheres hebréias esfregavam as crianças recém-nascidas com salou as lavavam com ele: “No dia em que nasceste, não te foi cortado o umbigo, nem fostelavada com água para te limpar, nem esfregada com sal, nem envolta em faixas” (Ez16.4). O sal era um acompanhamento necessário para qualquer sacrifício de cereais doAntigo Testamento: “Toda oferta dos teus manjares temperarás com sal” (Lv 2:13).A palavra sal é usada apenas seis vezes no Novo Testamento, todas elas simbólicas.Jesus nos lembrou de que, como cristãos, somos o sal da terra (Mt 5.13; Mc 9.50; Lc14.34). Nossas atitudes e atos são capazes tanto de purificar como de temperar nossoambiente. Quando respondemos amavelmente a alguém que não é delicado, temperamosnosso mundo com sal. Quando tratamos com bondade uma criança irritada, temperamosnosso lar com sal. Quando consolamos os que sofrem e os solitários, quandoencorajamos os desanimados ou acalmamos os perturbados, temperamos nosso mundocom sal. Como seguidoras de Cristo, somos saleiros (espero que saleiros cheios!),ocupadas em salpicar nosso mundo com o sal que dá sabor à vida.SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Gênesis 19.1-311. Ló convidou aqueles homens para sua casa sem sequer consultar a esposa. Que tipode lar você acha que a mulher de Ló formara com o marido e as filhas ?12. Como você reage quando alguém em sua casa convida um hóspedeinesperadamente? Você é amável? Estressada? Hostil?Leia Gênesis 19.4-813. O que você acha da sugestão feita por Ló de dar as filhas aos que tentavam invadirsua casa, em vez dos hóspedes? Em sua opinião, que reação a mulher de Ló teve?14. Por que Ló fez esta proposta? Tenha em mente que, segundo a cultura daqueletempo, ao abrir a casa a hospedes, ele garantia não só o conforto, como tambémsegurança a eles.15. Você acha que a época em que vivemos é mais ou mesmo degenerada do que aregistrada aqui? Por quê?Leia Gênesis 19.15-1616. Por que você acha que Ló hesitou? O que ele estaria pensando?17. Você já hesitou em fazer algo que sabia ser da vontade de Deus? Por quê? O que
  • aconteceu?Leia Gênesis 19.17,2618. Embora advertida para não olhar para trás, a mulher de Ló não conseguir resistir e fezisso. Por que você acha que ela fez isso? Estava triste? Com medo? Curiosa?19. Na atitude da mulher de Ló podemos ver nossas próprias reações quandolamentamos decisões erradas, ficamos tristes por causa de oportunidades perdidas,desejamos a restauração de relacionamentos rompidos. Ao olhar para trás, não somoscapazes de ver o que está à nossa frente. Talvez não nos transformemos em estátuas desal, mas acabaremos atoladas em algum lugar. Você passa muito tempo olhando paratrás? O que fazer para deixar o passado de lado, desfrutar o presente e planejar o futuro?SUA PROMESSADeus prometera a Abraão que pouparia a cidade de Sodoma, se pudesse encontrarapenas dez justos nela, mas nem dez puderam ser achados ali. Assim, Deus enviou seusanjos a Sodoma para resgatar Ló e sua família (Gn 18) da iminente destruição. Comotodos ficaram hesitantes até o último minuto, os anjos tiveram de tomar Ló, sua mulher esuas duas filhas pela mão e arrastá-los para fora da cidade.Deus sabia que Abraão estava pensando em Ló quando suplicou que as cidades fossempoupadas mesmo que só cinqüenta, quarenta, trinta, vinte ou dez justos fossemencontrados? A misericórdia de Deus foi estendida a Ló por amor a ele ou por amor aAbraão? Não sabemos. O que a Bíblia diz é que a misericórdia divina foi concedida a Ló ea sua família,. Essa misericórdia está também à sua disposição, mesmo nas pioresocasiões, ns situações mais difíceis, ns circunstâncias mais adversas. Deus está ali,estendendo a mão para levá-la a um lugar seguro.Promessas nas Escrituras[...] “pegaram-no os homens pela mão, a ele, a sua mulher e as duas filhas, sendo-lhe oSenhor misericordioso, e o tiraram, e o puseram fora da cidade”. (Gn19.16)[...] “o Senhor se aparte do ardor da sua ira, e te faça misericórdia, e tenha piedade de ti.”(Dt13.17)[...] “e não farei cair a minha ira sobre ti, porque eu sou compassivo, diz o Senhor, e nãomanterei para sempre a minha ira.” (Jr 3.12)SEU LEGADO DE ORAÇÃO“Como, porém, [Ló] se demorasse, pegaram-no os homens pela mão, a ele, a sua mulhere as duas filhas, sendo-lhe o Senhor misericordioso, e o tiraram, e o puseram fora dacidade. Havendo-os levado fora, disse um deles: Livra-te salva a tua vida;não olhes paratrás, nem pares em toda a campina; foge para o monte, para que não pereças.” (Gn19:16-17)MediteGênesis 19.1-26Louve a Deus
  • Porque embora odeie o pecado, Ele ama a misericórdia.AgradeçaPela maneira como Deus mostrou misericórdia a você e aos membros de sua família.ConfesseQualquer tendência para ignorar a voz de Deus por preferir fazer a sua própria vontade.Peça a DeusQue a graça nunca deixe de fluir em sua vida por causa de seu apego ao pecado.Eleve o coraçãoNuma sociedade como a nossa, é raro encontrar alguém que não seja apegado aoconforto. Examine seu nível de apego, ficando uma semana longe da televisão, de jornais,de revistas, de catálogos de compras e de shopping centers. Em vez disso, separe umtempo e um lugar em sua casa para passá-lo em oração e em louvor diante de Deus.Peça ao Senhor que revele quaisquer vícios ou dureza de coração que possam ter-sedesenvolvido em seu espírito. Diga a Ele que deseja ser uma mulher livre e flexível pararesponder-lhe pronta e rapidamente.Oração“Senhor, tu me chamas para viver no mundo sem aceitar o estilo de vida do mundo.Ajuda-me a viver de modo a preservar a minha liberdade para seguir-te onde quer que melevares e da forma com que me conduzires. Se eu deixar para trás um monumento, queseja ele um memorial de fé, jamais de insensatez. Amém.”Ester- Um Exemplo de Coragem e Sabedoria"Disse outra vez o rei a Ester, no segundo dia, no banquete do vinho:Qual é a tua petição, rainha Ester? E se te dará. E qual é o teu desejo?Até metade do reino, se te dará" (Ester 7:2).A Palavra de Deus nos conta a história de uma linda jovem judia casadacom um rei ímpio que não conhecia o Senhor. O seu nome era Estere o do seu marido era Assuero (Xerxes). Não havia, em todo o impériopersa, mulher mais bonita do que ela.Logo cedo, o Senhor decidiu tirar os seus pais da sua vida. Com a mortedeles, ela foi adotada por seu tio Mardoqueu. Ele a educou com muito amor, ensinando-aa amar o seu povo, o povo judeu.O plano de Deus para a vida de Ester já estava dando os primeiros passos. A cada dia, oSenhor cuidava dela, preparando o seu coração, a sua mente e cada detalhe de sua vida.Ela jamais poderia imaginar que, um dia, seria a rainha daquela terra onde ela e o povojudeu eram exilados.Enquanto Ester, na sua cidade, vivia o seu dia a dia, no palácio real se desenrolava umacontecimento que iria mudar completamente a sua vida e a vida de Vasti, a esposa dorei Assuero.Estava havendo no palácio uma grande festa. O rei, então, mandou chamar a rainha Vastipara fazer parte daquela reunião, porém ela, veementemente, se negou a participar deuma festa onde só havia homens embriagados. Este NÃO da rainha soou muito forteperante o rei e seus convidados. Ouvindo ele o conselho de um de seus conselheiros,
  • decidiu banir, para sempre, da sua presença a rainha. Agora, ela não seria mais apoderosa rainha, não seria mais a mulher mais poderosa do Oriente Médio.Não sabemos muita coisa sobre este fato mas de uma coisa temos certeza: a mão doSenhor estava agindo em todos estes acontecimentos. Ele, por ser um Deus onisciente, jásabia o que iria acontecer no futuro. O plano perfeito dEle estava caminhando a fim desalvar o Seu povo.Amada irmã, você se lembra de algum fato que aconteceu em sua vida e, lá na frente,você descobriu que tudo foi para o seu bem, ou para o bem da sua família, ou para o bemdaquela pessoa que você ama, ou para o bem da sua igreja...? Como filhas de Deusdevemos confiar no Senhor porque a Sua Palavra nos diz que "todas as coisascontribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus ..." (Rom 8:28). Se você,irmã, ama a Deus, Ele está cuidando de você com todo o cuidado que somente um Deusonipotente, onisciente e onipresente pode ter. E é nessa confiança que eu e você vemosa beleza da fé."Oh Senhor! Que a minha fé me faça repousar em Teus braços.Que a cada dia, eu possa me colocar no Teu altar para que me conduzas ao longo docaminho, andando bem próxima a Ti.Não sei o que o futuro me reserva mas sei que tens o melhor plano para a minha vida.Obrigada por eu poder Te chamar de Pai!Amém!"Deus estava cuidando de Ester, a jovem judia da tribo de Benjamim. Ele estavapreparando para ela algo que jamais passara por seu coração. Deus iria usá-la parasalvar o povo judeu.Como a rainha Vasti foi deposta da posição de rainha, agora, o rei estava precisandoescolher uma jovem para ocupar o seu lugar. Dentre muitas jovens, Ester foi chamadapara fazer parte do harém do rei. Recusar ir para o palácio significava assinar suasentença de morte. Ela teve que ir e Mardoqueu, seu tio, pediu que ela não contasse aninguém que era judia. Ele seguiu os conselhos do tio.Ester era uma "... jovem bela de presença e formosa..." (Est 2:7b). Além de ser muitobonita, ela tinha grande sabedoria e teve um tratamento preferencial de Hegai. A Bíblianos relata o quanto ele ajudou Ester (Em cada detalhe dos acontecimentos, vemos a mãode Deus trabalhando na vida dela). No livro de Ester 2:9 lemos: "E a moça pareceuformosa aos seus olhos, e alcançou graça perante ele; por isso se apressou a dar-lhe osseus enfeites, e os seus quinhões, como também em lhe dar sete moças de respeito dacasa do rei; e a fez passar com as suas moças ao melhor lugar da casa das mulheres."Ah, irmã, veja como a mão do nosso Deus estava direcionando tudo! Como vemos o Seuplano para a vida de Ester se encaixando pouco a pouco! Como vemos o plano perfeitode Deus acontecendo na vida dela!Assim como ela, nós também temos o privilégio de Ter o mesmo Deus direcionando anossa vida para atingir o plano que Ele tem para mim e para você. Temos o mesmo Deuscuidando do nosso caminhar, cuidando do nosso dia a dia. Cabe a nós repousarmos emSeus braços, crendo que Ele tem sempre o melhor para nós. Cabe a mim e a vocêdescobrirmos as oportunidades que o Senhor coloca diante de nós e trabalharmos nelas afim de que possamos ser úteis a Seu reino.Muitas foram as mulheres que, corajosamente e em sacrifício da própria vida, lutarampara ser útil ao Senhor. Dentre tantas podemos falar um pouco de...
  • Ester - jovem mulher que arriscou a sua vida por amor ao Senhor e a Seu povo. Ao saberque estava havendo uma conspiração contra o seu povo (Hamã, o homem maisimportante depois do rei, por odiar Mardoqueu, preparou uma conspiração contra osjudeus) jejuou, orou e arriscou a sua vida comparecendo diante do rei e pedindo a ele porseu povo (comparecer diante do rei sem ser convidada, mesmo sendo sua esposa erainha, era arriscar a vida). O rei recebeu-a e concedeu o que seu coração tantodesejava.A Palavra de Deus nos diz que o coração do rei está nas mãos do Senhor. Deus,literalmente, mudou o coração do rei e ele recebeu Ester com muita alegria.Maria - jovem judia que se tornou a mãe do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.Arriscou a sua vida e quase perdeu o seu noivo, José, quando foi concebida do EspíritoSanto. Em momento nenhum ela hesitou em aceitar o que o anjo veio lhe anunciar daparte de Deus.Corrie Ten Boon - mulher que arriscou a sua vida, ao esconder, no porão da sua casa,judeus que estavam sendo perseguidos e mortos, na Segunda Guerra Mundial. Por amorao Senhor ela passou anos em campos de concentração onde viu suas irmãs morrerem."Betty Scott Stam - viveu poucas décadas porque, em 1931, sua fé corajosa e destemidaa levou a trabalhar na China como missionária. Capturada em uma rebelião comunista,essa mulher, cujo lema de vida foi Para mim o viver é Cristo e o morrer é ganho (Fip1:21), ajoelhou-se ao lado do marido, curvou a cabeça e foi decapitada. Posteriormente,700 alunos do Instituto Bíblico Moody compareceram ao culto em memória de Betty Stame consagraram suas vidas para trabalhar como missionários sempre que e onde quer queDeus os chamasse" (Elizabeth George).Irmã, que o nosso amor ao Senhor seja tão grande quanto foi o amor destas mulheresque são exemplos de mulheres segundo o coração de Deus.Será que, um dia, você terá seu nome escrito nesta galeria de mulheres que amaram aDeus e que foram mulheres de fé, fortes e corajosas?A rainha Ester, através do seu ato de coragem e sabedoria, conseguiu, junto ao rei, quelhe desse dois dias para que seu povo pudesse se defender da sentença de morte.Por causa da mão de Deus, da coragem de Ester e da mudança que houve no coração dorei, o povo judeu conseguiu vencer os inimigos.Veja, irmã, a bondade de Deus para com seu povo.Veja, no seu dia a dia, a bondade de Deus para com você e para com aqueles que vocêama.O nosso Deus é um Deus fiel, que cuida de nós, apesar dos nossos defeitos, pecados einfidelidade para com Ele.Deus cuidou de Ester e direcionou-a a fim de que Seu plano perfeito para o Seu povo setornasse realidade.Deus usou Ester, uma órfão judia, para Seus propósitos e também poderá usá-la, queridairmã, para cumprir os propósitos dEle mesmo sendo você a pessoa mais improvável queexista.Você está disposta a agir de maneira sábia e corajosa, mesmo tendo que enfrentarperigos ou mesmo a morte para estar no centro da vontade de Deus?Peça ao Senhor que coloque em seu coração esta vontade de servi-Lo. Que Ele a protejae lhe dê sabedoria para obedecê-Lo e cumprir o propósito que Ele tem preparado paravocê.
  • Que, corajosamente, possamos ter, em nossa vida, o mesmo lema que tinha a irmã BettyScott em sua vida: "Para mim o viver é Cristo e o morrer é ganho." EVA"Seu nome significa “doadora da vida” ou “mãe de todos os que têm vida”Seu caráter : Ela veio ao mundo perfeitamente em paz com Deus e com seu marido, oúnico outro ser humano do planeta. Eva vivia no paraíso e desfrutava de todos osprazeres inimagináveis. Jamais conheceu vergonha, mal-entendidos, mágoa, separação,inveja, amargura, sofrimento ou culpa até dar ouvidos ao inimigo e começar a duvidar deDeus.Seu sofrimento : O fato de ter sido banida com o marido do paraíso e da presença deDeus e de que o primeiro filho foi um assassino e o segundo, vítima dele.Sua alegria : Provar o paraíso e receber a promessa de Deus de que seu descendentedestruiria, no futuro, o inimigo.Textos-chave : Gn 1:26-31 e Gn 2:4SUA HISTÓRIAA mulher mexeu-se e esticou-se, a pele macia e suave como a de um recém-nascido.Moveu um dedo, depois o outro, explorando delicadamente com as mãos o chão em queestava deitada, como um berço que a embalava. Ela podia sentir o calor invadindo todo oseu ser, fazendo cócegas em sua garganta enquanto tentava aproveitar tudo ao máximo,transbordando de alegria e de riso. Sentia-se cercada de mil prazeres ao mesmo tempo e,então, um toque a acalmou sem diminuir sua felicidade.Seus olhos abriram-se para uma Claridade, seus ouvidos, para uma Voz. A seguir, umavoz mais baixa exclamou em jubilosa exaltação : “Esta, afinal, é osso dos meus ossos ecarne da minha carne” (Gn 2:3). Adão segurou-a nos braços, e o riso deles ecoou comorios que se encontram e desembocam na mesma foz.O homem e a mulher andavam juntos no paraíso, nus e sem qualquer vergonha, àvontade consigo mesmos e com Deus. Nenhuma sombra cobria o Éden, nenhumadesordem, discórdia ou medo.Certo dia, a serpente falou à mulher : “É assim que Deus disse: Não comereis de todaárvore do jardim?[...] É certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em quedele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e domal” (Gn 3:1-5).A mulher escutou. Lembrou-se da Claridade, da Voz de Deus que a enchera de alegria.Será que poderia mesmo ser como Deus? A dúvida e o desejo a invadiram até que elanão só colheu como também comeu o fruto e o deu ao marido. De repente, a escuridãoentrou no Éden. Não procedia do exterior, mas sim do interior, irrompendo, enchendo asalmas de sombras, desejos e miséria. A ordem deu lugar à desordem, a harmonia àdiscórdia, a confiança ao medo.Em breve ouviram o som do Criador andando pelo jardim e se esconderam. “Ondeestás?” perguntou Deus a Adão (v.9).Ele respondeu: “Ouvi a tua voz no jardim e, porque estava nu, tive medo, e me escondi”(v.10).O pecado penetrara em seus corações e Deus os baniu do Éden pronunciando juízoprimeiro sobre a serpente astuciosa, que tentara a mulher, e em seguida sobre a mulher e
  • o marido. O Senhor acrescentou esta promessa à maldição da serpente: “Porei inimizadeentre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá acabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (v.15). Para a mulher, Deus disse: “Multiplicareisobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos; o teudesejo será para o teu marido, e ele te governará” (v.16).A seguir, Deus advertiu Adão de que, depois de uma vida de trabalho árduo, sua forçadiminuiria até que seu corpo finalmente voltasse ao pó, do qual Deus o formara. Amaldição da morte caiu subitamente sobre o novo mundo.Assim, Adão e sua mulher saíram do paraíso e Adão a chamou de Eva, pois viria ser amãe de todos os seres humanos. Porém, o primogênito deles, Caim, tornou-se umassassino e seu segundo filho, Abel, sua vítima.Tristeza após tristeza invadiram o coração da primeira mulher e, quando a vemos pelaúltima vez, já não deveria ser aquela bela criatura recém-formada pela mão de Deus, massim uma mulher angustiada. Sua pele danificada pelo sol e pela idade recobre os ossos,áspera e ressecada. Suas mãos, inquietas, agarram-se ao solo pedregoso em que estádeitada, procurando algo para aliviar sua dor. Sente a criança em seu ventre, o corpinhoprocurando um meio de sair. Gritos de mãe e filho se ouvem como um coral em uníssono.E nasce Sete.Com o filho aconchegado ao seio, o alívio começa a estampar-se no rosto de Eva.Enquanto descansa, um sorriso se forma e, finalmente, o riso brota em seus lábios. Pormais que tente, não consegue sufocar a alegria. Ela se recorda da Claridade, da Voz e dapromessa que Deus fizera: mais cedo ou mais tarde, apesar de muitos sofrimentos, seudescendente iria esmagar a serpente. A mulher venceria.SUA VIDA E SUA ÉPOCAO PartoEva foi a primeira mulher a conceber um filho, a primeira a abrigar um óvulo fertilizado emseu útero. Será que compreendia o milagre que acontecia dentro dela, enquanto suabarriga aumentava e a criança começava a mover-se? Teria experimentado a maravilhado amor por uma criança ainda em seu ventre? A Bíblia não dá essas respostas, masconta que Eva reconheceu que a vida estava sob o controle de Deus. Quando Caimnasceu, exclamou: “Adquiri um varão com o auxílio do Senhor” (Gn 4:1).O castigo de Deus sobre Eva – “em meio de dores darás à luz filhos” – foi, sem dúvida, oque Eva experimentou no nascimento desse primeiro filho. É o processo apropriadamentechamado de trabalho de parto. Eva deve ter suportado as dores e passado por todo oprocesso de dar à luz com a ajuda de Adão.Mais tarde, as mulheres hebréias eram assistidas por parteiras experientes, queconheciam recursos para as dificuldades comuns do parto. As responsabilidades dasparteiras após o nascimento incluíam cortar o cordão umbilical, lavar o recém-nascido,esfregá-lo com sal para limpeza e depois enrolá-lo em faixas.O “assento” mencionado em Êxodo 1:16 (Versão ARC) era provavelmente um banquinhobaixo, sobre o qual a parturiente ficava de cócoras, permitindo que a força da gravidadeajudasse no processo do nascimento. A parteira e possivelmente outras parentespróximas seguravam as mãos da mãe para dar conforto e estabilidade, enquanto ela faziaforça.Através dos séculos, as mulheres tiveram de suportar os resultados do pecado de Eva.Se sofrimento no parto as une no laço comum de uma experiência vivenciada apenas pormulheres, a qual consiste numa combinação singular de coisas desta vida com elementossobrenaturais. As dores e as contrações associadas ao nascimento de uma criança sãoda terra, da própria Eva. Mas o que surge desta experiência, bem como o laço entre amãe e a criança, é sobrenatural, algo que apenas o Criador da vida poderia forjar.SEU LEGADO NAS ESCRITURAS
  • Leia Gênesis 2:21-231. Descreva a situação de Adão. De que ele precisava no paraíso, que não estava sendosatisfeito e que só uma mulher poderia lhe dar?Leia Gênesis 2:24,252. O que significa ser “uma só carne” no casamento, tanto física quanto espiritualmente?3. Pense num casal que parece verdadeiramente “uma só carne”. Como é orelacionamento entre eles?Leia Gênesis 3:3-674. Esta é uma das passagens mais tristes da Escritura, mas também estabelece a basepara tudo o que acontecerá em seguida. Você acha que foi fácil para a serpente enganarEva? Você acha que a mulher comeu o fruto logo da primeira vez que a serpenteofereceu-o a ela ou será que o diabo só conseguiu convencê-la depois de algum tempo?Leia Gênesis 3:6-75. Quais são as três razões para comer o fruto, segundo o versículo 6?6. Eva está racionalizando seu pecado aqui. Embora ela soubesse que era errado,conseguiu achar várias razões para comer o fruto da árvore. Que tipo de razões vocêapresenta para racionalizar o seu pecado?Leia Gênesis 3:8-137. Adão e Eva reproduzem uma cena clássica na transferência de culpa: Adão culpa Eva;Eva culpa a serpente. Qual dos três participantes é o mais culpado?Leia Gênesis 3:20-248. Qual a primeira coisa que Deus fez para Adão e Eva depois de declarar qual seria ocastigo deles?9. Fazer roupas para Adão e Eva é uma atitude muito prática, mas também umademonstração de carinho. O que isso lhe diz sobre Deus? O que você acha que Ele estádisposto a fazer por você depois de ter pecado e se arrependido?Leia Gênesis 4:1-210. Quem Eva reconhece como a fonte da vida?11. Eva tem agora dois filhos: o nome Caim significa “gerado”, em hebraico, enquanto onome Abel “significa “sopro”, “temporário” ou “sem sentido”. É o mesmo termo hebraicousado em Eclesiastes 1:2. A vida de Abel não foi absolutamente sem sentido, mas foicurta e seu nome sugere o que estava para acontecer. Compare o nome de Abel com apalavra usada no versículo de Eclesiastes. Que ligação há entre os dois?SUA PROMESSAEmbutida na maldição lançada sobre Eva por causa de seu pecado, encontramos umamaravilhosa promessa. Deus promete a Eva e às gerações seguintes: “Darás à luz filhos”(Gn 3:16). A graça e a misericórdia de Deus ficam plenamente evidentes, mesmo quandoEle pronuncia um juízo. O Senhor prometeu que a raça humana continuaria, emboraanunciando que a morte seria, a partir de então, inevitável.Ao longo de toda as Escrituras, a graça de Deus se evidencia em todo o esplendor nosjuízos que Ele profere. Quando o mundo estava tão cheio de pecado que Deus precisoudestruí-lo, a graça divina salvou Noé e sua família. Embora o juízo tenha caído sobre Davipor causa de seu pecado com Bate-Seba, a graça de Deus deu-lhes Salomão como filhoe sucessor. Quando os israelitas tornaram-se rebeldes que não restou outra possibilidadesenão o cativeiro, a graça de Deus trouxe a promessa de restauração.
  • Quando você estiver numa fase difícil, prostrada diante de um juízo de Deus, nunca seesqueça de que Sua graça ainda permanece. Isto é maravilhoso!Promessas nas Escrituras“Porque todos nós temos recebido da sua plenitude e graça sobre graça” (João 1:16)“Sobreveio a lei para que avultasse a ofensa; mas onde abundou o pecado,superabundou a graça, afim de que, como o pecado reinou pela morte, assim tambémreinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor.”(Rm 5:20,21).SEU LEGADO DE ORAÇÃO“Criou Deus, pois, o homem à sua semelhança, à imagem de Deus o criou; homem emulher os criou.” (Gn 1:27)MediteGênesis 2:15-25; 3Louve a DeusPor tê-la criado à imagem dEle, tornando-a capaz de refletir o amor, a verdade, a força, abondade, a sabedoria e a beleza dEle.AgradeçaPelo fato de que a promessa de um Redentor que esmagará a cabeça de nosso inimigo, odiabo, acompanha o juízo de Deu sobre Adão e Eva.ConfesseSua tendência de obscurecer a imagem de Deus em você dando prioridade à sua vontadesobre a dEle.Peça a DeusQue a ajude a submeter sua vida a Ele, a fim de que cumpra o propósito para o qual foicriada.Eleve o coraçãoProcure um lugar tranqüilo, cercado da beleza da criação, para meditar em como deve tersido a vida no Jardim do Éden. Imagine como seria a sua própria vida com paz em todosos relacionamentos, sem qualquer dor física ou emocional, sem jamais se sentir confusa,envergonhada ou com sentimento de culpa, desfrutando sempre o amor e a amizade deDeus. Dê asas a sua imaginação para preencher os detalhes do propósito original deDeus para sua vida e para aqueles a quem ama. A seguir, reflita sobre o fato de que vocêfoi criada para viver no paraíso. As alegrias que experimenta agora são mínimas emcomparação com as que a aguardam no céu, pois “Nem olhos viram, nem ouvidosouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado paraaqueles que O amam” (I Co 2:9).ORAÇÃO :• Orar por uma maior compreensão do plano original de Deus para o mundo e para minhavida.• Orar para que eu seja capaz de manter em mente apenas as promessas de Deus paramim.• Orar agradecendo pela morada celestial que Deus está preparando para todos os que
  • pertencem a Ele.• Orar confessando todo pecado e entregando toda minha vida a Deus, confiando que Eleirá cumprir o Seu propósito para minha vida. GÔMER- A ESPOSA INFIEL"... Disse, pois, o SENHOR a Oséias: Vai, toma uma mulher de prostituições, e filhos deprostituição..."No livro de Provérbios, capítulo 31, Deus nos apresenta os atributos que devem ter aesposa ideal. Lá, encontramos o tipo de mulher que todo marido gostaria de ter - virtuosa,sábia, trabalhadora, dócil ... fiel a ele e, principalmente, fiel ao Senhor. Esta é a mulherque eu e você gostaríamos de ser.No livro de Oséias, encontramos um outro tipo de mulher que nenhum marido gostaria deter - prostituta, mundana, zombeteira ... infiel a ele e também infiel ao Senhor. Esta é amulher que nem eu e nem você gostaríamos de ser. O seu nome é Gômer, a mulher queo Senhor mandou que o profeta Oséias se casasse.Ele era o homem que dirigia a nação com as profecias do Senhor.Tudo começou quando o Senhor disse a ele: "... Vai, toma uma mulher de prostituições..." (Oséias 1:2).A Bíblia, claramente, nos mostra qual foi a reação de Oséias a esta tão difícil ordem deDeus. Em Oséias 1:3 a Bíblia nos diz que ele "Foi, pois, e tomou a Gômer, filha deDiblaim ...". Em momento nenhum vemos Oséias dizendo: "Mas Senhor, uma prostituta?Por quê, logo eu? Por que, Senhor?" Esta, certamente, seria a minha ou a sua reação.Casar com uma prostituta? E as doenças? E as traições? E o exemplo para os filhos? E...? E ...? E ...?Amadas, quando fazemos o que o Senhor nos manda fazer, temos 100% de chance deacertarmos. Mesmo que tenhamos que sofrer, mesmo que não entendamos o porquêdaquilo que o Senhor nos manda fazer, uma coisa é certa: O Senhor está nos usandopara realizar o Seu perfeito plano.Se observarmos a Bíblia podemos encontrar pessoas que obedeceram ao Senhor apesardas tarefas serem muito difíceis. Dentre tantas podemos citar:ISAÍAS - A ele o Senhor mandou que andasse nu."Nesse mesmo tempo falou o SENHOR por intermédio de Isaías, filho de Amós, dizendo:Vai, solta o cilício de teus lombos, e descalça os sapatos dos teus pés. E ele assim o fez,indo nu e descalço. Então disse o Senhor; Assim como o meu servo Isaías andou trêsanos nu e descalço, por sinal e prodígio sobre o Egito e sobre a Etiópia" (Isaías 20:2-3).Você teria coragem de obedecer a esta ordem do Senhor? Ou você não daria ouvidos aela? Nós vivemos fugindo, nos escondendo (como se isso fosse possível) do Senhor porcoisas bem menores. Onde está a nossa fidelidade? Onde está a nossa obediência?Onde está a nossa vontade de agradar ao Senhor?JOÃO O BATISTA - Ele andava vestido com pêlos de camelo e comia gafanhotos e melsilvestre."E João andava vestido de pêlos de camelo, e com um cinto de couro em redor de seuslombos, e comia gafanhotos e mel silvestre" (Marcos 1:6).
  • OSÉIAS - A ele o Senhor mandou que se casasse com um prostituta."... Vai toma uma mulher de prostituições ... " (Oséias 1:2).Ah irmã, como gostaria de ter a profundidade do amor que estes profetas tinham peloSenhor! Como gostaria de ser obediente ao meu Deus como eles foram sem nem mesmoperguntarem o porquê! Como gostaria de ser como foi Débora que não temia a guerraporque sabia que o Senhor estava com ela. Ela repousava nos braços do Senhor elançava para bem longe os seus medos e temores. Eu quero ser assim ... forte, corajosa euma serva fiel ao meu Deus.E você, amada irmã, como gostaria de ser? Fujona como foi Jonas? Ou obediente comoforam Isaías, João o Batista e Oséias?Quando o Senhor nos manda fazer algo, Ele ...1- não nos força a fazer aquilo que Ele sabe que somos incapazes de fazer;2- nos capacita e nos dá força e coragem (A coragem e força nunca chegam de véspera.Ela só aparece, muitas vezes, na hora da necessidade.).Oséias foi obediente ao Senhor e casou-se com Gômer. Ele não apenas casou-se maschegou a amá-la de todo o seu coração.Ela o traía com vários homens mas, mesmo assim, ele a amava.Ela zombava do seu amor, da sua ternura mas, mesmo assim, ele a amava.Ele tinha a alma perturbada por causa das traições dela mas mesmo assim ele a amavaEle obedeceu ao Senhor e procurou amar aquela que Ele (o Senhor) escolheu para ele(Oséias).Sabemos que amar é uma decisão e, então, ele decidiu amá-la e ser obediente aoSenhor.Quando vejo esta atitude de Oséias, lembro de que algumas de nós, muitas vezes,queremos nos separar daquele que prometemos diante do Senhor amar até que a mortenos separasse.Se você já não ama mais seu marido, faça um esforço e decida voltar a amá-lo, pois é istoque o Senhor quer de mim e de você. Devemos amar aquele que o Senhor colocou nonosso caminho e que nós decidimos aceitar. Do jeito que Oséias agiu com Gõmer,amando-a, assim devo eu e você amarmos nosso marido.Apesar de Gômer ser uma prostituta, ele decidiu amá-la, pois ela foi a esposa que oSenhor lhe deu. Esta decisão, irmã, é uma decisão de obediência e de amor ao Senhor.A vida de Oséias e de Gômer simbolizava o amor de Deus (o amor de Oséias) por Israel(por Gômer) que O traía amando a outros deuses (amando outros homens).A vida dos dois simboliza Deus que era o esposo fiel e Israel que se afastou dEle paraadorar outros ídolos.Dois versículos do livro de Oséias me chamaram a atenção:O primeiro encontra-se em Oséias 11:6, onde vemos um atributo que é próprio do nossoDeus - um juiz reto e justo. Por causa da infidelidade de Israel Ele diz: "E cairá a espadasobre as suas cidades, e consumirá os seus ramos, e os devorará." Um pai castiga seufilho a fim de ensiná-lo a andar nos caminhos certos. O Senhor castiga porque nos ama eporque quer que andemos nos Seus caminhos e que O amemos. Era exatamente isto queEle estava fazendo com Israel, Seu povo.O segundo encontra-se em Oséias 11:8, onde podemos ver um outro atributo do nossoDeus - um Deus que ama e que perdoa. O amor e o perdão de Deus são derramadossempre sobre nossas vidas e sobre a vida do Seu povo. Neste versículo sentimos o
  • quanto o Senhor é terno e amoroso. Ele disse: "Está comovido em Mim o Meu coração,as Minhas compaixões à uma se acende."Como o nosso Deus é terno, amoroso e justo!Nós nunca podemos nem devemos duvidar do Seu amor, pois Ele é um Deus fiel. Ele nosama e por isso nos castiga quando é preciso e nos perdoa porque "Ele se comove nElemesmo e Seu coração e compaixão à uma se acende".Gômer e Oséias tiveram três filhos: Jezreel (Deus dispersa), Lo-Ruama (Desfavorecido) eLo-Ami (Não-Meu-Povo), mas ele não tinha certeza se estes dois últimos eram seusfilhos. Mas apesar de tantas traições da sua mulher, ele sempre a recebia de volta e istoporque a amava. O Senhor, então, transformou Lo-Ruama em Ruama (Amado) e Lo-Amiem Ami (Meu Povo).Veja, amada irmã, como são belas as palavras de Oséias quando ele diz à sua esposa: "Edesposar-te-ei comigo para sempre; desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e embenignidade, e em misericórdia. E desposar-te-ei comigo em fidelidade, e conhecerás aoSenhor. Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como aalva, é certa; e Ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra"(Oséias 2:19-20; 6:3).Quando lemos a história de Gômer, percebemos como, de um certo modo, nosparecemos com ela. Quantas e quantas vezes nos afastamos do Senhor, mesmosabendo que estamos quebrando a nossa comunhão com o Seu Espírito?Todos os dias faço muitas coisas que não agradam a Ele ...1- Não leio e não considero a Palavra Santa do Senhor importante para a minha vida.Era assim que Gõmer agia. Ela não considerava o seu esposo o homem mais importanteda sua vida.2- Não oro por não achar importante orar. Esta minha atitude entristece ao Senhor e omeu desinteresse em abrir o meu coração para ele, certamente, não O agrada.O meu agir se compara á traição de Gõmer. O Senhor me ama eom um amor semmedida e eu me afasto deste amor sem perceber o quanto O estou entristecendo.3-Não tenho vontade de assistir aos cultos!Não tenho vontade de participar da ceia do Senhor!Não tenho tempo!Estou muito ocupada!Ah irmã, quando estamos agindo assim, estamos sendo infiéis ao nosso Deus e somosparecidas com GômerAfastemo-nos de andar conforme o mundo que zomba da Palavra de Deus, que não sabeo que é orar a cada refeição, que não sabe o que é repousar nos braços do Senhor, quenão tem tempo para o Deus que o criou. Revistamo-nos da Palavra do Senhor e quepossamos dizer com toda a sinceridade do nosso coração: "Escondi a Tua palavra nomeu coração, para eu não pecar contra Ti" (Salmo 119:11).Sei que, apesar de muitas de nós sermos como Gômer, o Senhor permanece fiel, nosama, está sempre de braços abertos para nos perdoar. Ele só quer que nosarrependamos, voltemos para Ele e ... chuvas de bênçãos Ele derramará sobre nossasvidasAs Escrituras provam que, apesar da nossa indiferença e traição, o Senhor nos ama.
  • Jeremias 24:7 nos diz: "E dar-lhes-ei coração para que me conheçam, porque Eu sou oSenhor; e ser-me-ão por povo, e Eu lhes serei por Deus; porque se converterão a Mim detodo o seu coração."Oséias 6:3 ainda nos diz: "Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; asua saída, como a alva é certa; e Ele a nós virá como a chuva, coma a chuva serôdia querega a terra."Ah minha irmã, nós só temos que agradecer a Deus pela Sua misericórdia e por Ele ternos amado mesmo antes de nós O amarmos.Que Ele nos conscientize que amá-Lo primeiro é mais importante do que colocarmosnosso marido, nossos filhos, ou os prazeres do mundo em primeiro lugar.Que Ele nos transforme em uma mulher que deseja ardentemente conhecê-Lo cada vezmais."Ó Senhor, que o melhor da minha vida eu possa dedicar a Ti.Que o meu amor e o meu tempo sejam dedicados a Ti sem nenhuma restrição, enquantoeu espero o Teu tão glorioso retorno.Tira os meus olhos de tudo que o mundo me oferece e volta-os somente para Ti.Que meus lábios possam sempre dizer: "... na terra não há quem eu deseje além de Ti."No precioso nome de Jesus,Amém! Hulda- A Mensageira De DeusValdenira Nunes de Menezes Silva"Então Hilquias, e os enviados do rei foram ter com a profetisa Hulda, mulher de Salum...E ela lhes disse: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Dizei ao homem que vos enviou amim: Assim diz o Senhor: Eis que trarei mal sobre este lugar, e sobre os seus habitantes,a saber, todas as maldições que estão escritas no livro que se leu perante o rei de Judá"(2Cr 34:22-24).Que lições podemos tirar desta mulher escolhida por Deus para ser também umamensageira da Sua Palavra?Sabemos que poucas foram as mulheres escolhidas pelo Senhor para serem profetisas.E, dentre tantas mulheres que viviam naquela época, Ele escolheu exatamente Huldapara servi-Lo. Ele a conhecia. Ele conhecia a sua coragem, capacidade de aconselhar, fée muitos outros atributos que O levaram a esta decisão. Foi Hulda quem teve o privilégiode ser a mensageira do nosso Deus.Hoje, podemos agradecer ao Senhor porque cabe a nós decidirmos se queremos, ou não,ser uma mensageira da Palavra de Deus. Cabe a nós querermos, ou não, obedecer aordem do Senhor que diz: "Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura" (Mar16:15). Cabe a nós porque o Senhor nos deu o livre arbítrio mas não podemos esquecerque este "ide" não é um pedido mas uma ordem. Quando não estamos fazendo o que Elemandou, estamos sendo desobedientes à Sua Palavra. Estamos erradas.Irmã, ser uma mensageira de Deus é um privilégio dado somente ao homem. Esteprivilégio não é dado nem mesmo aos anjos como nos diz 1Pe 1:12: "Aos quais foirevelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas queagora vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vospregaram o evangelho; para as quais coisas os anjos desejam bem atentar."
  • Hulda viveu no tempo em que reinava em Judá o rei Josias. Ele começou o seu reinadocom oito anos de idade e, logo cedo, "... começou a buscar o Deus de Davi, seu pai" (2Co34:3). Por amar ao verdadeiro Deus, ele decidiu purificar Judá e Jerusalém mandandoderrubar os altares de outros deuses, quebrar as imagens de escultura e de fundição.Esta purificação se estendeu também a outras cidades. A Bíblia em 2Cr 34:8 nos diz:"E no amo décimo oitavo do seu reinado, havendo já purificado a terra e a casa ... "enviou homens "... para repararem a casa do Senhor seu Deus."Um fato muito importante aconteceu quando a casa do Senhor estava sendo reparada: "...Hilquias, o sacerdote, achou o livro da lei do Senhor, dada pela mão de Moisés" (2Cr34:14).Ao encontrar o livro de Deus, o sacerdote o deu a Safã, o escrivão, que levou ao rei edisse: "O sacerdote Hilquias entregou-me um livro. E Safá leu nele perante o rei" (2Cr34:18). Ao ouvir a Palavra do Senhor, o rei viu que todos não estavam guardando aPalavra Santa de Deus. Ele, então, rasgou as suas vestes e pediu para irem consultar oSenhor. Foram até a profetisa Hulda que disse tudo que o Senhor mandou dizer:1- Para o povo:"Eis que trarei mal sobre este lugar, e sobre os seus habitantes, a saber, todas asmaldições que estão escritas no livro que se leu perante o rei de Judá" (2Cr 34:24b).2- Para o rei:"Porquanto o teu coração se enterneceu, e te humilhaste perante Deus, ouvindo as Suaspalavras contra este lugar, e contra os seus habitantes, e te humilhaste perante Mim, erasgaste as tuas vestes, e choraste perante Mim, também Eu te ouvi, diz o Senhor. Eisque te reunirei a teus pais, e tu serás recolhido ao teu sepulcro em paz, e os teus olhosnão verão todo o mal que hei de trazer sobre este lugar e sobre os seus habitantes." (2Cr24:27-28).Hulda como profetisa repetiu as palavras que o Senhor Deus mandara falar.Ao comparar estes dois textos (2Cr 34:24b x 2Cr 24:27-28), o dirigido aos habitantes daterra e o outro dirigido ao rei, vemos dois atributos do nosso Deus:a) Um Deus que julga e castiga (como um pai que por amor castiga seus filhos) aquelesque estão errados. (Os habitantes da terra eram adoradores de outros deuses).b) Um Deus que perdoa e tem misericórdia daqueles que, de coração, se arrependem. (Orei se arrependeu e chegou a rasgar as suas vestes).Aqui, vemos a concretização de 1Jo 1:9 que diz: "Se confessarmos os nossos pecados,Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça."Quando os operários que estavam reparando o templo acharam o Livro da Lei deixadopor Moisés, o rei lembrou-se de consultar o Senhor através desta mulher que foi escolhidapelo Senhor para ser profetisa. Apesar de viver em um tempo de infidelidade ao Senhor,ela era uma crente fiel, amiga, conselheira. Estava sempre pronta para ensinar qualquerpessoa que quisesse aprender sobre o Senhor.E você, irmã, está sempre pronta para falar do Senhor a seus familiares, vizinhos,amigas...?Você fala com impetuosidade, segurança, coragem, a Palavra de Deus?Você fala do Senhor, sem medo, porque conhece a Sua Palavra?Você lê a sua Bíblia a fim de se preparar para agir como a profetiza Hulda, falando daPalavra de Deus, corajosamente?
  • Sabemos que hoje em dia, não existe mais profetisas mas podemos agir como elas,sendo portadoras da Palavra de Deus que está na Bíblia.Hulda falava o que o Senhor mandava porque ela sabia de coração que o que ela ouviado Senhor era verdadeiro. Ela profetizou, por exemplo, a destruição de Judá, confiandoque isto se concretizaria, pois era o Senhor que estava dizendo. Por causa de suamaneira de transmitir a Palavra de Deus com coragem e fé, ela conseguiu tocar nocoração do povo que foi reavivado e transformado.Graças ao nosso amado Deus, Ele, em Sua Palavra nos conforta e nos faz crer quemesmo errando, nós podemos ser perdoados como vemos em 1 João 1:9.A Palavra de Deus, realmente, nos conforta e acalma a nossa alma quando diz: "Seconfessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nospurificar de toda a injustiça.""Quem é Deus semelhante a Ti, que perdoa a iniqüidade, e que passa por cima darebelião do restante da sua herança? Ele não retém a Sua ira para sempre, porque temprazer na Sua benignidade. Tornará a apiedar-se de nós; sujeitará as nossas iniqüidades,e Tu lançarás todos os seus pecados nas profundezas do mar" (Miq 7:18-19)."Senhor, obrigada por estas promessas maravilhosas que nos dão a certeza do Teuperdão e amor por nós, apesar de nossas iniqüidades.Coloca, Senhor, em nós, a coragem, a fortaleza que necessitamos para nostransformarmos em mulheres como a profetisa Hulda que com muita coragem anunciou aTua Palavra, não temendo nem a reação do povo, nem a reação do rei.Que tenhamos corações desejosos de nos transformar em mensageiras da Tua Palavra,levando a Tua mensagem, corajosamente, àqueles que estão precisando transformarsuas vidas para viverem, eternamente, ao Teu lado.Amém!ISABEL - JUSTA DIANTE DE DEUS"E eram ambos justos perante Deus, andando sem repreensão em todos osmandamentos e preceitos do Senhor" (Lucas 1:6 - ACF).Isabel, cujo nome significa "Deus é meu juramento", era casada com o sacerdote dotemplo Zacarias. Ambos já eram velhos quando os conhecemos pela primeira vez naBíblia. Enquanto ele tinha uma atividade de destaque (ele era sacerdote), ela vivia apenaspara a sua casa e ... era uma mulher estéril. Essa sua condição a deixava triste, pois qualera a mulher judia que não queria ter um filho? Qual era a mulher que não queria dar umfilho a seu marido? Em Israel, ser uma mulher estéril significava que ...1- seu esposopoderia se divorciar dela se ela não pudesse lhe dar filhos;2- a mulher tinha pecado emsua vida.Apesar de ser estéril, nenhuma destas duas afirmativas atingia a vida de Isabel.Ela, com certeza, não se preocupava como o divórcio, pois seu marido a amava e era,assim como ela, uma pessoa temente a Deus e dedicado a Ele.Por outro lado, ela, por seruma mulher de Deus, certamente, não se preocupava com o que os outros diziam sobrenão ter filhos por causa de pecado. Lucas 1:6 nos diz que ela andava "... sem repreensãoem todos os mandamentos." Apesar de não ter filhos ela repousava a sua vida nas mãosdo seu Deus.Amada irmã, assim como Isabel, devemos lutar para sermos mulheresirrepreensíveis em todos os mandamentos do Senhor.Assim como Isabel, devemosaceitar, em atitude de obediência e não de revolta, com reverência e com alegria, o planoque Deus traçou para a nossa vida.Isabel era descendente do sacerdote Arão, irmão deMoisés. Ela foi criada numa família que conhecia e amava a Deus. Além de tudo isso,ainda se casou com Zacarias que era sacerdote do templo do Senhor.Ela foi uma mulher
  • que aprendeu com seus antepassados a amar e ser fiel a Deus. Você e eu, amada irmã,podemos não ter tido antepassados que amassem o Senhor, nem tivessem suas vidasdedicadas a Ele, mas podemos a partir de nós, começar uma família que anda noscaminhos de Deus, que O ama, que O teme e que tem toda a sua vida dedicada a Ele.Que tenho, então, que fazer?1- Tenho que falar, diariamente, a meus filhos das boasnovas do Evangelho deixado por Deus na Sua Palavra.2- Tenho que mostrar a eles oplano da salvação através do sangue derramado por Jesus no nosso lugar.3- Tenho quelhes falar do grande amor de Deus que não mediu esforços para sacrificar o Seu próprioFilho para morrer no nosso lugar.Você quer que seus descendentes tenham este mesmoespírito de amor que tinha Isabel?Você quer que eles sejam mais que vencedores ejustos?Você quer que eles sigam e cumpram as leis de Deus?Você quer que eles sejamobedientes aos mandamentos de Deus?Então, fale sempre do amor do Senhor aeles.Apesar de velho, Zacarias vivia orando ao Senhor para que Ele lhe desse um filho.Um certo dia, ele foi surpreendido por um anjo do Senhor que lhe disse: "Zacarias, nãotemas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho e lhe poráso nome de João" (Lucas 1:13 - ACF).A Bíblia nos diz que ele não creu no que estavaouvindo e por isso o anjo Gabriel lhe disse: "... eis que ficarás mudo, e não poderás falaraté ao dia em que estas coisas aconteçam ..." (Lucas 1:20 - ACF).Muitas vezes, amadairmã, agimos como Zacarias não crendo nas promessas do Senhor. Em nenhum lugar daBíblia vemos Isabel duvidando da promessa do Senhor mas vemos o seu reconhecimentoao saber que estava grávida. Ela disse: "Assim me fez o Senhor, nos dias em que atentouem mim, para destruir o meu opróbrio entre os homens" (Lucas 1:25 - ACF).Quandoestamos andando com o Senhor, em doce comunhão com Ele, Ele nos abençoa e nosusa.Você tem atendido ao chamado do Senhor quando Ele, muitas vezes, usa pessoaspara convidá-la para exercer um ministério na igreja?Você é uma pessoa agradecida aoSenhor pelo dom ou dons que Ele lhe deu?Você tem atendido ao chamado do Senhorquando você está lendo a Bíblia e é tocada a fazer algo para Ele?Você, realmente, crêque é Ele que a está chamando ou, como Zacarias, duvida e nada faz para oSenhor?Para fazer algo para o Senhor não é necessário que Ele nos chame masdevemos colocar toda a nossa vida em Seu altar e nos oferecer para Seu serviço,dizendo: "Senhor, eis-me aqui, usa-me segundo a Tua vontade!"Isabel creu no que oSenhor prometera a seu marido, apesar de ser uma mulher já idosa. Ela creu que se oSenhor iria presenteá-la com tão grande dádiva, Ele, com certeza, supriria toda equalquer dificuldade.Você crê que o Senhor faria o mesmo por você? Quando o Senhorchama Ele capacita.Isabel estava feliz por causa do filhinho que estava para nascer e erano Senhor, no Deus que ela tanta amava, que ela buscava forças.Podemos imaginar oquanto ela foi agradecida a Ele e como confiou na Sua promessa quando Ele disse aJosué e em seu coração estaria também dizendo a ela: "... Esforça-te, e tem bom ânimo.não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo. por onde quer queandares" (Josué 1:9 - ACF).Provavelmente, Isabel, por causa da sua idade avançada,estava apreensiva. Estava apreensiva mas estava feliz com este presente que o Senhorlhe deu.Amada irmã, não é maravilhoso receber do Senhor, um filho?Estou lendo o livro"De Volta Ao Lar" de Mary Pride e nele existem vários depoimentos de mulheres doMovimento Feminista e de "feministas evangélicas". Enquanto Isabel, Sara, Rebeca,Raquel e Ana queriam tanto ter um filho, vejam para qual finalidade este casal queria terum filho: "Um engenheiro de 28 anos, que sofria de hemofilia, achava insuportável a vidanuma máquina de diálise. Ele não podia ter um transplante de rins de um membro dafamília, já que ele havia sido adotado e não sabia quem eram seus pais naturais. Entãoele imaginou uma solução nova para o seu problema: A esposa dele engravidaria e,depois de cinco ou seis meses, faria um aborto. Os rins do seu próprio filho pré-nascidoseriam então transplantados pra ele. Sua idéia é digna não só porque o próprio paitramou a morte do próprio filho, mas também porque chegamos ao ponto em que osmeios de comunicação respeitam idéias desse tipo."Você, irmã, é favor do aborto? Você é
  • a favor de idéias como estas?Desde o momento da concepção o bebê já é um serhumano criado à imagem de Deus. O rei Davi disse no Salmo 51:5; "Sei que sou pecadordesde que nasci, sim, desde que me concebeu minha mãe."Veja, amada irmã, enquantoas feministas e as "feministas evangélicas" lutam pela legalização do aborto, vemosmulheres chorando, implorando a Deus que lhes conceda a alegria de ter um filho. Vamosfalar um pouco de algumas dessas mulheres...Ana - Como foi seu pedido ao Senhor?"Ela,pois, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente. E fez um voto,dizendo: Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da Tua serva, ede mim Te lembrares e da Tua serva não Te esqueceres, mas à Tua serva deres um filhohomem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida..." (1Samuel 1:10-11).Rebeca - Nãoteve filhos durante os primeiros vinte anos de sua vida com Isaque. Mas a Bíblia diz queele orou insistentemente ao Senhor pedindo que Ele tivesse um filho com Rebeca. Veja oque a Palavra de Deus nos diz em Gênesis 25:21: "E Isaque orou insistentemente aoSenhor por sua mulher, porquanto era estéril; e o Senhor ouviu as suas orações, eRebeca sua mulher concebeu."Eu ou Você - O que Deus poderia escrever sobre o meuou o seu desejo de ter um filho? Ele é para mim ou para você uma bênção? Ou fazemosnós parte destas "feministas evangélicas" que preferem não ter filhos porque ... vamos ternossos corpos deformados, vamos perder anos de nossas vidas criando-os, vamos ternosso orçamento comprometido ...?Veja o que um comentarista bíblico disse: "Pode-sedizer com certeza acerca de qualquer mulher de Deus na Bíblia, mesmo que ela já tivessemuitos filhos, que receber mais um seria uma grande alegria para ela... Mas (nãosabemos que tipo de mal leva isto a acontecer) como é que hoje há entre nós dezenas demilhares de mulheres cristãs para as quais a promessa de filhos seria tristeza e angústia,em vez de consolo e alegria."Isabel não se revoltou apesar de toda a sua vida ter setransformado. Um filho era tudo que ela queria e este seria "grande diante do Senhor"(Lucas 1:15).Quando ela se encontrava no sexto mês de gravidez, recebeu a visita deMaria, sua prima. Ao ouvir sua saudação, sentiu que "a criancinha saltou no seu ventre"(Lucas1:41).Ah, irmã! Veja que palavras lindas soam aos nossos ouvidos quando ela(Isabel), cheia do Espírito Santo, diz: "Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o frutodo teu ventre. E de onde me provém isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meuSenhor?" (Lucas 1:42-43). Maria então disse : "A minha alma engrandece ao Senhor, e omeu espírito se alegra em Deus meu Salvador" (Lucas 1:46-47).Vemos aí, duas mulherestementes a Deus, duas mulheres que amavam a Deus e que se regozijavam em suascondições de mulheres grávidas e que esperavam com amor a chegada de umfilhinho.Você ficava feliz todas as vezes que descobria que estava grávida? Ou você serevoltava, chorava e se lamentava por causa da condição em que se encontrava ...esperando um filho que você não estava desejando? Bendita é a mulher que recebe doSenhor, de braços abertos e com o coração cheio de júbilo, o dom e o privilégio de sermãe! Que cada uma de nós possa louvar e agradecer a Deus pelo dom de ter filhos epelo milagre da vida. Que eu e você possamos agradecê-Lo por Ele ter cuidado de nósquando ainda estávamos no ventre de nossa mãe... "Pois possuíste os meus rins;cobriste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, etão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muitobem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecidonas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livrotodas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nemainda uma delas havia." (Salmo 139:13-16).Para saber mais a respeito de Isabel, leia Lucas Cap. 1 Vers.1 ao 80.JaelMulher Decidida E Corajosa
  • "Bendita seja entre as mulheres, Jael, mulher de Héber, o queneu; bendita seja entre asmulheres nas tendas" (Juízes 5:24).Ao ler Juízes 4 e 5, descobrimos a história de uma mulher decidida e corajosa, cujo nome,Jael, significava "cabra selvagem ou montês".E as própria Bíblia diz, em Juízes 5:24, que ela era bendita entre as mulheres nas tendas.Ela não era judia e, juntamente, com seu marido Héber, fazia parte de uma tribo nômade.Elas e seu esposo eram queneus.Jael jamais imaginou que, um dia, iria ser elogiada por Débora, juíza de Israel, e porBaraque, o comandante do exército. E, pelas palavras de elogio deles, vimos que Deus aconsiderou amiga de Israel.Jael jamais imaginou que, um dia, amaria o Deus de Israel. E esse amor foi demonstradode um modo inusitado.Vejamos como tudo começou...1- Ao lermos Juízes 4:10, vemos Baraque convocando Zebulom e Naftali para a guerra.E, juntamente, com eles ia a juíza Débora: "Então Baraque convocou a Zebulom e aNaftali em Quedes, e subiu com dez mil homens após ele; e Débora subiu com ele."Israel estava em guerra. Os filhos de Deus estava guerreando contra Canaã.2- No versículo 11, vemos Héber, esposo de Jael, armar as suas tendas perto de onde sedesenrolava as batalhas. A Bíblia nos diz que "... Héber, queneu, se tinha apartado dosqueneus, dos filhos de Hobabe, sogro de Moisés; e tinhaestendido as suas tendas até aocarvalho de Zaanaim, que está junto a Quedes."Nesta decisão de Héber e Jael, vemos a mão de Deus agindo para, lá na frente, darvitória aos filhos de Israel que haviam tornado "a fazer o que era mau aos olhos doSenhor." Mas o nosso Deus, o mesmo Deus do povo de Israel, ouviu o clamor deste povoque estava em desobediência e decidiu ajudá-los, pois o inimigo, comandado pelo capitãoSísera, tinha um grande exército com cerca de novecentos carros de ferro.Aos olhos dos filhos de Deus, era, humanamente, impossível vencer o inimigo. Mas oSenhor agiria para dar vitória a Seu povo.Nós também, assim como eles, enfrentamos batalhas tanto materiais como espirituais e,muitas vezes, nos prostramos e desistimos de lutar porque esquecemos que temos umDeus que cuida de nós e age quando reconhecemos o nosso erro e entregamos tudo sobSeus cuidados.3- Continuando os passos escolhidos pelo Senhor para dar vitória a Seus filhos, lemos emJuízes 4:16 o seguinte acontecimento: "E Baraque perseguiu os carros, e o exército atéHarosete dos gentios; e todo o exército de Sísera caiu a fio da espada, até não ficar umsó."Como o nosso Deus é um Deus bom, misericordioso e um Deus que nunca nosabandona! Baraque conseguiu matar a todos.4- Mas a Bíblia ainda nos diz que "... Sísera fugiu a pé à tenda de Jael..." (Juízes 4:17).Certamente, ele chegou muito cansado, faminto, com sede e precisando de ajuda.Deus, para dar vitória a Seu povo, dirigiu este capitão derrotado à tenda de Jael. Vejamas palavras deste inimigo ao chegar junto à Jael: "Dá-me, peço-te, de beber um pouco deágua, porque tenho sede. Então ela abriu um odre de leite, e deu-lhe de beber e o cobriu."Quando Sísera pediu água e Jael lhe deu leite, ela estava oferecendo o que havia demelhor em casa. "O povo daquela região apreciava esta bebida, feita com leite de cabracolocado num odre velho que, depois, era chacoalhado. O leite, então, azedava ou
  • fermentava, quando misturado com as bactérias que permaneciam no odre já usadoanteriormente" (Ann Spangler / Jean Syswerda).Passo a passo, ele ia confiando naquela mulher que o tratava tão bem e... finalmente,adormeceu.Com certeza, o Senhor seguia cada ação dela. Ela já conhecia os filhos de Deus e jáconhecia, também, o Deus desse povo. Ela começou a se preparar para exterminar oúltimo representante dos inimigos do povo de Deus. É, então, no versículo 21, quepodemos ver as mãos de uma mulher matar o único inimigo que ainda estava vivo.Era ela uma heroína? Não sei. Oportunista? Não sei. Traiçoeira? Também não sei. O fatoé que a Bíblia nos diz que "... Jael, mulher de Héber, tomou uma estaca da tenda, elançou mão de um maratelo, e chegou-se mansamente a ele, e lhe cravou a estaca nafonte, de sorte que penetrou na terra, estando ele, porém, num profundo sono, e já muitocansado; e assim morreu" (Juízes 4:21).Para nós, esta atitude de Jael foi, realmente, muito chocante mas Deus não a incrimina denada. Ela, na verdade, foi um instrumento usado por Deus para dar vitória a Seus flhos.O canto da juíza Débora e do capitão Baraque exaltou esta "amiga de Israel" e o (o canto)colocou nas páginas da Bíblia Sagrada. Eis o cântico...Cântico de Débora e Baraque"Bendita seja entre as mulheres, Jael,mulher de Héber, o queneu;bendita seja entre as mulheres nas tendas.Água pediu ele, leite lhe deu ela;em prato lhe ofereceu manteiga.À estaca estendeu a sua mão esquerda,e ao martelo dos trabalhadores a sua direita;e matou a Sísera, e rachou-lhe a cabeça,quando lhe pregou e atravessou as fonte.Entre os seus pés se encurvou,caiu, ficou estirado;entre os seus pés se encurvou, caiu;onde se encurvou, ali ficou abatido."Assim como Jael que foi "amiga de Israel", que foi chamada de "bendita" por Débora eBaraque, que lutou pelo povo de Deus, prontifiquemo-nos diante do Senhor a sermosusadas por Ele naquilo que Ele preparou para nós.Agradeçamos a Deus por Ele nos usar como instrumentos para levar as novas doevangelho aos perdidos.Que Ele nos dê coragem, sabedoria e discernimento para entendermos quais são osSeus planos para a nossa vida.Que nos momentos das batalhas, estejamos sempre juntas dAquele que vai sempre nosorientar, dirigir e nos dar a vitória."Senhor, obrigada por seres um Pai sempre presente.Obrigada por me dares força, sabedoria e coragem naqueles momentos em que pensoque tudo está perdido.Que eu tenha sempre o coração aberto ao Teu chamado. Que Tu possas me usar nosteus planos perfeitos e que eu sinta que estás sempre comigo.Obrigada, Pai!"Você, minha querida, quer ser uma mulher de coragem?
  • Você quer estar no centro da vontade de Deus?Você quer ter a sabedoria necessária para fazer decisões dentro dos planos de Deus?Então, minha irmã, escolha aquele lugarzinho secreto onde só você e o Senhor possamter momentos de comunhão. Cante hinos que louvem a Deus e que saiam de dentro doseu coração... deleite-se lendo a Bíblia, pois é, exatamente, ali onde você aprenderádEle... Nestes momentos de comunhão, deixe Ele falar ao seu coração e depois... ore...ore... ore! E é, então, nestes momentos, que podemos sentir o quanto Ele nos ama, oquanto cuida de nós, como está sempre do nosso lado. Só podemos agradecer e dizer..."Obrigada, Pai! Obrigada porque quando estou atravessando o vale da sombra da morte,Tu não me abandonas... estás ali do meu lado cuidando de cada pedacinho do meucoração. Quando minhas pernas já não suportam mais sustentar o meu corpo cansado...Tu me carregas em Teus braços sussurrando em meu ouvido: Filha não temas, nãodesfaleças, pois estou aqui contigo! Eu te amo como ninguém jamais amou! Confie emMim! Lá adiante, tenho preparado coisas boas para ti. E é, então, que me torno forte,corajosa e capaz de enfrentar as batalhas ou guerras que se apresentarem diante demim."Já preparada para a luta, então, me revisto da armadura de Deus, vestindo cada peçaque tenho que usar para me defender do inimigo e, no fim, sair vitoriosa.Armadura de Deus:"Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraçada justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; Tomando sobretudo oescudo da fé, como qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomaitambém o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto comtoda perseverança e súplica por todos os santos" (Efésios 6:14-18).JeosebaUm Coração Cheio de Coragem, Amor E Bondade"Mas Jeoseba... tomou a Joás... furtando-o dentre os filhos do rei..." (2Re 11:2)A vida de Jeoseba, mulher de coração cheio de amor e bondade, estava ligada à vida deAtalia, mulher egoísta, cruel e obcecada pela necessidade de poder.Vamos ver o que o Novo Dicionário da Bíblia diz sobre cada uma dessas mulheres:1- Jeoseba - Filha de Jorão ou Jeorão, irmã ou meia-irmã de Acazias. Salvou a vida deJoás (2Re 11:2) quando Atalia procurou eliminar toda a descendência real. Seucasamento com Joiada (2Re 22:11) é o único exemplo registrado de uma união entre umaprincesa da casa real com um sumo-sacerdote.2 - Atalia - Filha de Onri (2Re 8:26). Seu casamento com Jeorão, rei de judá, assinalouuma aliança entre os reinos israelitas do norte e do sul, implicando em superioridade paraIsrael. A morte de seu filho, Acazias, após reinado de um ano, às mãos de Jeú, naRevolução Profética (2Re 8:25-10:36), revelou-a como mulher perversa (2Cr 24:7). A fimde conservar o poder de que desfrutava como rainha-mãe destruiu toda a descendência
  • real (2Re 11:1) e assim começou a reinar (cerca de 842 A.C.)...Após este relato sobre as vidas destas duas mulheres, começamos a conhecer, umpouco, cada uma delas.Podemos dizer que a princesa Jeoseba, mulher muito corajosa, fez o que era certo aosolhos do Senhor e, assim, salvou a vida de Joás que foi ascendente de Jesus. A Bíblianos diz que ela percebendo que todos os filhos do seu irmão Acazias estavam sendomortos por Atalia, mulher má e egoísta, decidiu esconder no templo, o filho mais novodele.Ai de nós se Jeoseba não tivesse tido a coragem de agir, livrando da morte aquele que foiascendente de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!Ai de nós se ela não tivesse tido a coragem de enfrentar a malvada Atalia, arriscando asua própria vida!Jeoseba era filha do rei, casada com o sumo-sacerdote e mulher de coração sensível aoSenhor. Deus a usou porque a conhecia e sabia que ela era bastante corajosa para tomaresta atitude - o modo como Deus queria que ela agisse... escondendo Joás por seis anos,antes que Atalia o assassinasse como fez com os outros netos. Agindo assim, elapreservou a linhagem de Judá de onde veio o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.Na Bíblia, podemos encontrar várias mulheres que foram usadas por Deus e que, assimcomo Jeoseba, ouviram o chamado do Senhor apesar de arriscarem suas vidas. Elasvenceram o mal fazendo o bem. Dentre tantas mulheres virtuosas e corajosas podemoscitar duas:1. A filha de Faraó - Ela foi contra as ordens de seu pai, o Faraó do Egito (que haviamandado matar todos os meninos, filhos de judeus, recém-nascidos), quando decidiu criaro bebezinho judeu, Moisés.Você, irmã, arriscaria a sua vida por amor a Deus?Você faria qualquer coisa que o Senhor colocasse diante de você, mesmo sabendo quepoderia ser morta?Você teria coragem de se tornar uma mártir por amor a Cristo, que morreu por mim e porvocê?De uma coisa eu tenho certeza, se eu sou uma filha de Deus, que se esforça para semprefazer a vontade dEle, então é Ele quem irá me transformar numa mulher corajosa, prontapara morrer por Ele.2. Raabe - Ela ajudou os espias que Josué enviou para reconhecer a terra, mesmosabendo que poderia ser morta. No lugar de Raabe, você faria o mesmo? Você teria amesma coragem?Você arriscaria a sua vida por amor a Cristo, que morreu por mim e por você?Jeoseba não foi apenas uma mulher corajosa mas foi também muito sábia, pois o lugaronde ela escondeu o pequeno Joás foi o templo. Como Atalia era adoradora de Baal, elajamais procuraria ou entraria no templo do Senhor.Ao observar estes atributos de Jeoseba cheguei à seguinte conclusão: se eu quisertrabalhar e fazer grandes coisas para o meu Deus, tenho que ser uma mulher corajosa eousada. Mas somente a Palavra de Deus é que poderá me fortalecer. E, neste meudesejo de transformar-me numa mulher que enfrentará tudo por amor a Ele, lembrei-mede Isaías 41:10 que diz: "Não temas, porque Eu sou contigo; não te assombres, porqueEu sou teu Deus; Eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da Minha justiça."No livro "Momentos de Intimidade com Deus" há uma história da autoria de RebekahMontgomery onde ela diz: "Desde aquela época, descobri que a Palavra de Deus diz 365
  • vezes não temas, uma vez para cada dia do ano. Meu desafio pessoal passou a ser apergunta que faço diariamente: o que faria para Deus hoje se não tivesse medo?" Efinalizando ela ora assim: "Pai, ajude-me a caminhar de forma ousada pelos caminhosque o Senhor preparou para mim. Permita-me tornar o mundo um lugar melhor, poisaceito o não temas, como uma ordem e confio no Senhor o suficiente para agir em Seunome."Ah Senhor, que meu desafio pessoal passe a ser a mesma pergunta que Rebekah fazdiariamente: "O que faria para Deus hoje se não tivesse medo?"Quando o rei de Judá faleceu, ficou no seu lugar o filho de Atalia, Acazias. O seu reinado,no entanto, durou pouco, pois Jeú, o carrasco de Jezabel, mãe de Atalia, o matou.Com a morte de seu filho, Atalia ficou obcecada pelo poder e mandou matar todos osseus netos, os verdadeiros herdeiros do trono.Observando todos estes acontecimentos, parece que o mal venceu o bem. Realmente,por um pouco de tempo "o mal saiu vitorioso".Há uma frase do filósofo inglês Edmund Burke onde ele diz: "Para que o mal triunfe, bastaapenas que os homens de bem não façam nada." Isto, realmente, é verdade, pois se euvejo que posso fazer algo para evitar o mal e não faço, então o mal sairá vitorioso. Comomulher de Deus devo fazer como Jeoseba que arriscou a própria vida a fim de que o malnão vencesse.Jeoseba fez o que era certo aos olhos do Senhor mas, no seu coração, ela enfrentavadois tipos de sentimento:1. Tristeza, por causa da morte de seus amados sobrinhos e...2. Alegria, por ter conseguido salvar o filho mais novo do seu irmão, escondendo-o atéque ele pudesse assumir o reinado por direito.Atalia fez o que era mau aos olhos do Senhor mas, por um pouco de tempo conseguiu oseu objetivo. Ela também experimentou em seu coração dois tipos de sentimento:1. Alegria, quando conseguiu o seu objetivo, tornando-se rainha de Judá, após matar seusnetos, os verdadeiros herdeiros do trono e...2. Dor, ao ver o seu fracasso quando soube que havia ainda um neto vivo e que este erao verdadeiro rei.Ninguém consegue vencer Deus. Ninguém pode mudar os planos de Deus. Mesmo nós,Seus filhos, jamais poderemos mudar os intentos do Senhor. Podemos orar e pedir a Elee Ele como é um Deus onisciente nos dará o melhor.Agora, cabe a nós, como filhas de Deus, decidir qual destas duas mulheres queremosseguir:1. Posso querer ser como Atalia, conseguindo a todo custo a realização dos meusdesejos, mesmo que tenha que passar por cima das pessoas, mesmo que tenha quepisoteá-las, derrubá-las e fazê-las sofrer.Não interessa o que Deus pensa nem o que Ele quer! Eu quero ser "feliz" e farei tudopara conseguir o meu objetivo.Irmã, esta é uma decisão louca e me faz lembrar de Provérbios 14:12 que diz: "Hácaminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte."Que vantagem terei, lutando contra Deus? Que alegria terá a minha alma, se caminhocontra as correntezas somente para, por um pouco de tempo, ter "alegria"?2. Posso querer ser como Jeoseba sendo corajosa, enfrentando mesmo a morte, a fim deque possa estar no centro do perfeito plano de Deus.
  • O que eu observo, hoje, no mundo, para que eu lute, corajosamente, contra ele?O mundo ímpio quer acabar com a verdadeira adoração ao Senhor. Hoje em dia, vemos aigreja se conformando com o mundo e destruindo a verdadeira adoração que Deusespera dela. Testemunhamos, dentro da igreja, pessoas dançando, usando skates,cantando músicas do mundo ímpio (rock, por exemplo)... Não há diferença entre os showsde rock que o mundo oferece e os verdadeiros shows que a igreja apresenta em seuscultos que deveria ser de reverência e adoração. É triste, mas isto tem que ser dito demaneira corajosa e sem medo do que poderá cair sobre nossas cabeças. O que mais noschoca é que são os próprios "crentes" que vão se revoltar com tudo isto que estoudizendo, mas, infelizmente, esta é a pura realidade - a igreja está tomando a forma domundo.Sabe de uma coisa, irmã? Mesmo que todos fiquem contra mim, porque penso destamaneira, eu tenho Deus que está do meu lado. E... nesta batalha eu não estou só, porquesei que não está nos planos de Deus perdê-la. No fim de tudo, Ele sempre vence! Talvez,eu não veja ainda em vida, esta vitória, mas me alegro por ter sido participante dela.Agora, veja como estes versículos são um bálsamo para as nossas almas:"E graças a Deus que sempre nos faz triunfar em Cristo..." (2Co 2:14)."Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do Senhor permanecerá"(Pro 19:21).Graças à coragem de Jeoseba, Joás tornou-se rei de Judá e reinou por quarenta anos.Ele foi um rei bom que andou nos caminhos do Senhor.Que nós também possamos fazer grandes coisas para nosso Deus e que sejamos comoo rei Joás - pessoas boas e que andam nos caminhos do Senhor. JeosebaUm Coração Cheio de Coragem, Amor E Bondade"Mas Jeoseba... tomou a Joás... furtando-o dentre os filhos do rei..." (2Re 11:2)A vida de Jeoseba, mulher de coração cheio de amor e bondade, estava ligada à vida deAtalia, mulher egoísta, cruel e obcecada pela necessidade de poder.Vamos ver o que o Novo Dicionário da Bíblia diz sobre cada uma dessas mulheres:1- Jeoseba - Filha de Jorão ou Jeorão, irmã ou meia-irmã de Acazias. Salvou a vida deJoás (2Re 11:2) quando Atalia procurou eliminar toda a descendência real. Seucasamento com Joiada (2Re 22:11) é o único exemplo registrado de uma união entre umaprincesa da casa real com um sumo-sacerdote.2 - Atalia - Filha de Onri (2Re 8:26). Seu casamento com Jeorão, rei de judá, assinalouuma aliança entre os reinos israelitas do norte e do sul, implicando em superioridade paraIsrael. A morte de seu filho, Acazias, após reinado de um ano, às mãos de Jeú, naRevolução Profética (2Re 8:25-10:36), revelou-a como mulher perversa (2Cr 24:7). A fimde conservar o poder de que desfrutava como rainha-mãe destruiu toda a descendênciareal (2Re 11:1) e assim começou a reinar (cerca de 842 A.C.)...Após este relato sobre as vidas destas duas mulheres, começamos a conhecer, umpouco, cada uma delas.Podemos dizer que a princesa Jeoseba, mulher muito corajosa, fez o que era certo aos
  • olhos do Senhor e, assim, salvou a vida de Joás que foi ascendente de Jesus. A Bíblianos diz que ela percebendo que todos os filhos do seu irmão Acazias estavam sendomortos por Atalia, mulher má e egoísta, decidiu esconder no templo, o filho mais novodele.Ai de nós se Jeoseba não tivesse tido a coragem de agir, livrando da morte aquele que foiascendente de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!Ai de nós se ela não tivesse tido a coragem de enfrentar a malvada Atalia, arriscando asua própria vida!Jeoseba era filha do rei, casada com o sumo-sacerdote e mulher de coração sensível aoSenhor. Deus a usou porque a conhecia e sabia que ela era bastante corajosa para tomaresta atitude - o modo como Deus queria que ela agisse... escondendo Joás por seis anos,antes que Atalia o assassinasse como fez com os outros netos. Agindo assim, elapreservou a linhagem de Judá de onde veio o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.Na Bíblia, podemos encontrar várias mulheres que foram usadas por Deus e que, assimcomo Jeoseba, ouviram o chamado do Senhor apesar de arriscarem suas vidas. Elasvenceram o mal fazendo o bem. Dentre tantas mulheres virtuosas e corajosas podemoscitar duas:1. A filha de Faraó - Ela foi contra as ordens de seu pai, o Faraó do Egito (que haviamandado matar todos os meninos, filhos de judeus, recém-nascidos), quando decidiu criaro bebezinho judeu, Moisés.Você, irmã, arriscaria a sua vida por amor a Deus?Você faria qualquer coisa que o Senhor colocasse diante de você, mesmo sabendo quepoderia ser morta?Você teria coragem de se tornar uma mártir por amor a Cristo, que morreu por mim e porvocê?De uma coisa eu tenho certeza, se eu sou uma filha de Deus, que se esforça para semprefazer a vontade dEle, então é Ele quem irá me transformar numa mulher corajosa, prontapara morrer por Ele.2. Raabe - Ela ajudou os espias que Josué enviou para reconhecer a terra, mesmosabendo que poderia ser morta. No lugar de Raabe, você faria o mesmo? Você teria amesma coragem?Você arriscaria a sua vida por amor a Cristo, que morreu por mim e por você?Jeoseba não foi apenas uma mulher corajosa mas foi também muito sábia, pois o lugaronde ela escondeu o pequeno Joás foi o templo. Como Atalia era adoradora de Baal, elajamais procuraria ou entraria no templo do Senhor.Ao observar estes atributos de Jeoseba cheguei à seguinte conclusão: se eu quisertrabalhar e fazer grandes coisas para o meu Deus, tenho que ser uma mulher corajosa eousada. Mas somente a Palavra de Deus é que poderá me fortalecer. E, neste meudesejo de transformar-me numa mulher que enfrentará tudo por amor a Ele, lembrei-mede Isaías 41:10 que diz: "Não temas, porque Eu sou contigo; não te assombres, porqueEu sou teu Deus; Eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da Minha justiça."No livro "Momentos de Intimidade com Deus" há uma história da autoria de RebekahMontgomery onde ela diz: "Desde aquela época, descobri que a Palavra de Deus diz 365vezes não temas, uma vez para cada dia do ano. Meu desafio pessoal passou a ser apergunta que faço diariamente: o que faria para Deus hoje se não tivesse medo?" Efinalizando ela ora assim: "Pai, ajude-me a caminhar de forma ousada pelos caminhosque o Senhor preparou para mim. Permita-me tornar o mundo um lugar melhor, poisaceito o não temas, como uma ordem e confio no Senhor o suficiente para agir em Seu
  • nome."Ah Senhor, que meu desafio pessoal passe a ser a mesma pergunta que Rebekah fazdiariamente: "O que faria para Deus hoje se não tivesse medo?"Quando o rei de Judá faleceu, ficou no seu lugar o filho de Atalia, Acazias. O seu reinado,no entanto, durou pouco, pois Jeú, o carrasco de Jezabel, mãe de Atalia, o matou.Com a morte de seu filho, Atalia ficou obcecada pelo poder e mandou matar todos osseus netos, os verdadeiros herdeiros do trono.Observando todos estes acontecimentos, parece que o mal venceu o bem. Realmente,por um pouco de tempo "o mal saiu vitorioso".Há uma frase do filósofo inglês Edmund Burke onde ele diz: "Para que o mal triunfe, bastaapenas que os homens de bem não façam nada." Isto, realmente, é verdade, pois se euvejo que posso fazer algo para evitar o mal e não faço, então o mal sairá vitorioso. Comomulher de Deus devo fazer como Jeoseba que arriscou a própria vida a fim de que o malnão vencesse.Jeoseba fez o que era certo aos olhos do Senhor mas, no seu coração, ela enfrentavadois tipos de sentimento:1. Tristeza, por causa da morte de seus amados sobrinhos e...2. Alegria, por ter conseguido salvar o filho mais novo do seu irmão, escondendo-o atéque ele pudesse assumir o reinado por direito.Atalia fez o que era mau aos olhos do Senhor mas, por um pouco de tempo conseguiu oseu objetivo. Ela também experimentou em seu coração dois tipos de sentimento:1. Alegria, quando conseguiu o seu objetivo, tornando-se rainha de Judá, após matar seusnetos, os verdadeiros herdeiros do trono e...2. Dor, ao ver o seu fracasso quando soube que havia ainda um neto vivo e que este erao verdadeiro rei.Ninguém consegue vencer Deus. Ninguém pode mudar os planos de Deus. Mesmo nós,Seus filhos, jamais poderemos mudar os intentos do Senhor. Podemos orar e pedir a Elee Ele como é um Deus onisciente nos dará o melhor.Agora, cabe a nós, como filhas de Deus, decidir qual destas duas mulheres queremosseguir:1. Posso querer ser como Atalia, conseguindo a todo custo a realização dos meusdesejos, mesmo que tenha que passar por cima das pessoas, mesmo que tenha quepisoteá-las, derrubá-las e fazê-las sofrer.Não interessa o que Deus pensa nem o que Ele quer! Eu quero ser "feliz" e farei tudopara conseguir o meu objetivo.Irmã, esta é uma decisão louca e me faz lembrar de Provérbios 14:12 que diz: "Hácaminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte."Que vantagem terei, lutando contra Deus? Que alegria terá a minha alma, se caminhocontra as correntezas somente para, por um pouco de tempo, ter "alegria"?2. Posso querer ser como Jeoseba sendo corajosa, enfrentando mesmo a morte, a fim deque possa estar no centro do perfeito plano de Deus.O que eu observo, hoje, no mundo, para que eu lute, corajosamente, contra ele?O mundo ímpio quer acabar com a verdadeira adoração ao Senhor. Hoje em dia, vemos aigreja se conformando com o mundo e destruindo a verdadeira adoração que Deusespera dela. Testemunhamos, dentro da igreja, pessoas dançando, usando skates,cantando músicas do mundo ímpio (rock, por exemplo)... Não há diferença entre os shows
  • de rock que o mundo oferece e os verdadeiros shows que a igreja apresenta em seuscultos que deveria ser de reverência e adoração. É triste, mas isto tem que ser dito demaneira corajosa e sem medo do que poderá cair sobre nossas cabeças. O que mais noschoca é que são os próprios "crentes" que vão se revoltar com tudo isto que estoudizendo, mas, infelizmente, esta é a pura realidade - a igreja está tomando a forma domundo.Sabe de uma coisa, irmã? Mesmo que todos fiquem contra mim, porque penso destamaneira, eu tenho Deus que está do meu lado. E... nesta batalha eu não estou só, porquesei que não está nos planos de Deus perdê-la. No fim de tudo, Ele sempre vence! Talvez,eu não veja ainda em vida, esta vitória, mas me alegro por ter sido participante dela.Agora, veja como estes versículos são um bálsamo para as nossas almas:"E graças a Deus que sempre nos faz triunfar em Cristo..." (2Co 2:14)."Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do Senhor permanecerá"(Pro 19:21).Graças à coragem de Jeoseba, Joás tornou-se rei de Judá e reinou por quarenta anos.Ele foi um rei bom que andou nos caminhos do Senhor.Que nós também possamos fazer grandes coisas para nosso Deus e que sejamos comoo rei Joás - pessoas boas e que andam nos caminhos do Senhor.Joana- A Que Desceu Do Poder Para Servir Ao Senhor"E aconteceu, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia,pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com Ele, e algumasmulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e enfermidades: Maria, chamadaMadalena, da qual saíram sete demônios; E Joana, mulher de Cuza, procurador deHerodes, e Suzana, e muitas outras que O serviam com seus bens" (Lucas 8:1-3).Como é bom estudarmos sobre as mulheres da Bíblia e aprendermos delas liçõespreciosas para a nossa vida.Mulheres que foram privilegiadas por estarem juntas a Ele, o próprio Deus, aprenderemdEle, serem curadas por Ele e andarem, diariamente, com Ele. Não somos deste tempobíblico mas, como mulheres de Deus que amam ao Senhor, podemos também, assimcomo elas, vivermos aos pés do nosso Salvador, aprendendo dEle, sendo curadas porEle e tendo, diariamente, a companhia dEle. Nós não podemos vê-Lo como elas O viammas sabemos que Ele está conosco, diariamente. e nunca nos abandona.Ele deixou registrado em Sua Palavra histórias de mulheres que nos inspiram a seguirseus passos a fim de agradá-Lo. Dentre tantas podemos destacar ...Isabel - que teve o privilégio de ser mãe em idade já bem avançada. A Bíblia nos diz queela andava "sem repreensão em todos os mandamentos e preceitos do Senhor" (Lucas1:6). É assim que devo ser diante do Senhor ...justa aos olhos dEle, andando conforme aSua Palavra.Maria - que teve o privilégio de ser escolhida, dentre tantas mulheres, para ser a mãe deJesus. Apesar de ser uma jovem já comprometida, não teve dúvidas em aceitar comcoragem, mas com humildade, o perfeito plano de Deus para a sua vida. Ela disse: "... Eisaqui a serva do Senhor ..." (Lucas 1:38). É assim que devo ser quando o Senhor meconvidar para servi-Lo. Ao ouvir o Seu chamado devo dizer: "Eis-me aqui, Senhor, usa a
  • Tua serva!"Finalmente, vamos conhecer uma outra mulher que nos deixou um exemplo dehumildade, amou o Senhor e teve a alegria de servi-Lo e ser curada por Ele. Seu nome éJoana. Ela era uma mulher muito rica, casada com Cuza, gerente das várias propriedadesde Herodes.Se ela vivesse nos dias de hoje, certamente, teria seu nome na coluna social dos jornaisda cidade, pois vivia junto às pessoas que faziam parte da corte de Herodes. Mas, apesarde seu ciclo social ser diferente do de Isabel e do de Maria, ela teve sua vidatransformada depois que conheceu o verdadeiro Rei dos reis, Jesus o seu Senhor eSalvador. Ela pôde ver que aquelas pessoas ricas que ela conhecia eram, na verdadepobres e estas irmãs pobres que ela conheceu, na verdade eram ricas.Joana foi testemunha da morte de João, o batista. Ela viu, diante de si, a cabeça de umhomem que morrera por falar a verdade e mostrar o pecado de Herodes que vivia comHerodias, esposa do seu irmão Filipe.Ela, depois deste assassinato, temeu pela vida de Jesus e de seus seguidores. Mas,mesmo temendo esta perseguição, ela não deixou de segui- Lo, nem de servi-Lo comseus bens.Assim como Joana, como posso seguir a Jesus e servi-Lo com meus bens?Antes de tudo, tenho que me sentar aos Seus pés e aprender com Ele a Sua Palavra. Leros Seus ensinamentos é um bálsamo para a minha e uma canção suave para os meusouvidos ..."Quem crê nEle não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto nãocrê no nome do unigênito Filho de Deus" (João 3:18)."Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a Minha palavra, e crê nAquele que meenviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para avida" (João 5:24).Enquanto aprendo a Sua Palavra, assim como Joana, ao caminhar com Ele, estavaaprendendo, tenho que falar às almas perdidas do Seu plano maravilhoso de salvação edo Seu grande amor por nós morrendo no nosso lugar e tomando sobre Si todos osnossos pecados. Custou a Sua vida mas Ele não mediu esforços porque Ele sempre nosamou e continua amando para todo o sempre e por toda a eternidade.Posso servi-Lo também usando o dom ou dons que Ele me deu mas tenho que servi-Losempre com prontidão, responsabilidade e, acima de tudo, com muito amor.Estejamos sempre prontas para servir ao Senhor não apenas com o nosso tempo, dons,amor pela obra mas com nossos bens. Façamos como Joana que não mediu esforçospara descer das alturas de onde ela se encontrava para servir ao seu Senhor e Salvador,não apenas seguindo-O mas também usando os seus bens."Senhor, não me deixe viver repousando em pastos verdejantes mas que, até bemvelhinha, eu possa estar sendo usada por Ti. Amém!"Observando Joana, vemos que ela foi uma grande mulher de Deus. Assim como ela,gostaria de ter um espírito forte, corajoso, lutador e completamente diferente do espíritode Nicodemos que, apesar de admirar Jesus, O procurou nas caladas da noite. Medo deser reconhecido? Certamente.Joana era uma mulher rica, seu marido servia a Herodes mas ela não se importou de ser
  • reconhecida como uma seguidora de Jesus. Ela seguia a Jesus abertamente, sem nadatemer. Que exista sempre em mim este mesmo espírito forte e cheio de coragem deJoana!Não sabemos muita coisa sobre ela mas a Bíblia nos diz que ela foi curada por Jesus dealguma enfermidade física ou espiritual."... e os doze iam com Ele, e algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritosmalignos e enfermidades ... E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes" (Lucas8:1-2).Não sabemos ao certo se ela estava na crucificação de Jesus mas sabemos que elaestava sempre ao lado das mulheres que O seguiam. Foi, justamente, na ressurreição deCristo que ela, juntamente com Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago, correu paraanunciar aos discípulos e apóstolos que o seu Senhor havia ressuscitado.Quando imagino Joana, uma mulher rica, simples e com o coração voltado para o Senhor,numa época de muitas perseguições, correndo para avisar que Jesus ressuscitara, pensoem mim e no que estou fazendo ...1- Estou, assim como ela, correndo para anunciar ao mundo perdido as boas novas doEvangelho?2- Tenho pressa em meu coração de falar de Cristo aos perdidos ... ao meu pai ... ao meumarido ... ao meu filho?Joana era uma mulher fiel ao marido mas era também fiel a Jesus. Apesar de sua altacondição social (vivendo junto a pessoas ricas e poderosas), ela preferiu fazer parte docírculo de seguidores de Jesus (pessoas pobres e rejeitadas pela classe alta).Na vida de Joana existiram muitas coisas que a deixaram agradecida a Deus ...1- Ela foi bem aceita por Jesus e pelas pessoas que O seguiam (ela deve ter recebido oamor daqueles que eram verdadeiros crentes em Jesus).;2- Ela foi curada por Jesus e viu nesta cura, as mãos do próprio Deus agindo em suavida.3- Ela recebeu o maior e mais desejado presente que qualquer mulher gostaria dereceber: o presente de fazer parte do grupo de mulheres que primeiro viu Jesusressuscitado.4- Ela pôde ajudar Jesus. e não media esforços para ajudá-Lo com seu trabalho e seusbens.Ela amava tanto ajudar Jesus que depois da Sua morte, ela planejou cuidar dElepreparando especiarias e ungüentos juntamente com outras mulheres.Ah, como nós mulheres de Deus deveríamos ter este mesmo espírito de ajudar comnosso trabalho e bens!5-Ela foi curada por Jesus (Lucas 8:1-3. É este mesmo Jesus que a curou que nos curanos dias de hoje. Ele cura no dia e hora escolhidos por Ele. Não é o homem que tempoder de marcar o dia ou hora das curas milagrosas que vemos espalhadas por aí masEle, somente Ele, tem esse poder, pois só Ele é Deus onipotente. É Ele quem decide se...a) está dentro do Seu perfeito plano para a minha vida ser curada ou ...b) ser levada para sempre para a mansão celestial que Ele está preparando para mim.Sigamos, então, os passos desta grande mulher de Deus que não se importou em descerdo seu poder e ser uma discípula fiel de Jesus. Sejamos como ela sempre pronta para oserviço do Senhor.
  • "Ó Deus, coloca em meu coração o desejo ardente de Te servir, de aprender de Ti e derepousar nas Tuas decisões para a minha vida.Que eu tenha o coração e as mãos abertas para o Teu serviço, assim como Joana.Que cada passo que eu der seja sempre para a Tua honra e glória.Amém!" JoquebedeA Mãe Que Confiou No Senhor"Pela fé Moisés, já nascido, foi escondido três meses por seus pais, porque viram que eraum menino formoso; e não temeram o mandamento do rei." (Hebreus 11:23)1- INTRODUÇÃOAntes de conhecermos a história de Joquebede, a mãe que confiou no Senhor, vamos veros personagens que fizeram parte dela:Joquebede - escrava hebréia no Egito, esposa de Anrão, mãe de Moisés, Miriã e Arão.Moisés - filho legítimo de Joquebede, filho adotivo da filha de Faraó, irmão de Miriã eArão.Filha de Faraó - moça de coração compassivo, meigo e nobre, usada por Deus parasalvar Moisés.2- E CREU JOQUEBEDE NO SENHOR...O povo de Deus, por causa da sua rebeldia perante o Senhor, tornou-se escravo no Egito.Faraó com medo que os judeus se tornassem muito fortes e se unissem a outro povocontra o seu reino, mandou matar todas as criancinha do sexo masculino.Já se havia passado trezentos anos da morte de José, filho de Jacó e Raquel, quandonasceu Moisés, aquele que estava nos planos de Deus para salvar o povo judeu daescravidão.Joquebede, sua mãe, o amava muito e não queria que os soldados de Faraó odescobrissem e o matassem jogando-o no rio Nilo.Com a mão protetora do Senhor, Joquebede conseguiu esconder seu filho por trêsmeses.Moisés era um bebê bonito e amado por seus pais mas estava prestes a ser encontrado emorto.Exôdo 1:22 nos mostra o porquê do desespero de Joquebede:"Então ordenou Faraó a todo o seu povo, dizendo: A todos os filhos que nasceremlançareis no rio, mas a todas as filhas guardareis com vida."
  • Todas as parteiras do Egito foram obrigadas por Faraó a matar todos os bebês do sexomasculino. Mas, dentre tantas parteiras, havia duas, Sifrá e Puá, que temiam mais aoSenhor do que a Faraó. Em seus corações era mais importante "...obedecer a Deus doque aos homens" (Atos 5:29).Assim como Joquebede, elas amavam ao Deus todo poderoso e tinham em si mesmasprincípios que ficariam com elas por toda suas vidas:1- Deus sempre estaria em primeiro lugar em suas vidas;2- Deveriam obedecer a Deus com alegria mesmo com risco de perder as próprias vidas;3- Seriam sempre gratas por tudo que o Senhor já lhes havia dado;4- Reverenciariam sempre o Senhor mesmo correndo riscos;5- Obedeceriam sempre aos mandamentos do Senhor.Se em vez de Sifrá e Puá, fôssemos nós que iríamos fazer o parto de Joquebede quedecisão tomaríamos? Será que teríamos coragem de morrer por amor a Deus ou porobedecer à Sua Palavra? A mulher que é segundo o coração de Deus tem que ter sempreem seu coração o versículo que encontramos em Atos 5:29 e que diz:"Mais importa obedecer a Deus do que aos homens." Amém?Em Sua maravilhosa providência, Deus orientou as mãos das parteiras hebréias a fim deque o menino Moisés fosse poupado.Cada acontecimento na vida de Joquebede estava dentro do plano cuidadoso do Senhor.E ela, como serva do Senhor usava da sabedoria que Deus lhe dera para por em práticaos planos do Senhor para Seu povo. Mas ela estava também pondo em prática a sua fé.Ela confiava no Senhor e amava o seu filho. Ela, por confiar no Senhor, sabia que Deusestava no controle de tudo e Ele ia salvar o seu filho Moisés. Realmente, ela era umamulher de fé. Poucas mulheres da Bíblia fizeram parte da galeria dos heróis da fé. Fazemparte dela: Sara, Raabe e... Joquebede. A Bíblia nos diz em Hebreus 11:23: "Pela féMoisés, já nascido, foi escondido três meses por seus pais, porque... não temeram omandamento do rei."Quando leio este versículo, sinto-me fortificada e com vontade de ser como Sara, comoRaabe ou como Joquebede, mulheres de fé e segundo o coração de Deus. Ah, comoalmejo ter tamanha fé e me tornar uma mulher segundo o coração de Deus! Muitas vezes,penso como o apóstolo Paulo quando ele diz: "... quando quero fazer o bem, o mal estácomigo. Porque segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; Mas vejo nosmeus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prendedebaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que sou! quemme livrará do corpo desta morte?" (Romanos 7:21-24) Apesar disto tudo, eu sei que tenhoque:a- pela fé colocar no altar do Senhor todos os problemas que me rodeiam, todos osproblemas que a meus olhos não têm solução;b- pela fé tenho que crer que o Senhor está no controle de tudo;c- pela fé devo confiar no Senhor como me diz o Salmo 56:3: "Em qualquer tempo que eutemer, confiarei em Ti.";d- pela fé devo fazer como Joquebede que, literalmente, fez como nos diz Eclesiastes11:1: "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás." - ela,pela fé, colocou Moisés num cesto de junco e lançou-o no rio Nilo. Ele deu este passo defé mas, com certeza, o seu coração estava triste. Ela confiava no Senhor mas, como mãe,ela sofria com a separação, sofria por não saber o futuro do seu tão querido filhinho.Deus estava vendo o sofrimento de Joquebede e decidiu ampará-la e, certamente,colocou em seu coração a certeza de dias melhores para seu filho. E a paz de Deussurgiu em seu coração dando-lhe tranqüilidade e confiança. Que Pai maravilhoso nóstemos!
  • Enquanto o Senhor trabalhava no coração dela, Ele também conduziu a filha de Faraó atéa margem do rio. Foi Deus quem a fez ver o cesto onde se encontrava o pequeninoMoisés e foi também Ele que colocou compaixão no coração desta jovem egípcia queteve amor pela criancinha logo que a viu.Deus continuou agindo na vida da filha de Faraó e na vida de Joquebede. Vejam o queeste Deus amoroso ainda fez: O pequenino Moisés precisava ser amamentado, então afilha de Faraó, que já havia decidido adotá-lo, autorizou Joquebede a levá-lo todos os diaspara a sua casa para alimentá-lo com seu leite. Que provisão maravilhosa para esta mãeque repousou sua ansiedade nos pés do Senhor!Ah, minha irmã, lance o seu pão sobre as águas! Confie que o Senhor está cuidando doseu filho mesmo ele indo para outro país fazer um doutorado, mesmo ele estando secasando, mesmo ele indo morar em outra cidade, mesmo você sentindo que seu filho estáindo embora da sua vida, mesmo você pensando que o está perdendo. Pela fé, creia queo Senhor está ciente da situação. Creia que Ele está agindo e dando o melhor para seufilho. Creia no Senhor e nunca duvide que Ele a ama, que ele ama seu filho e que osSeus planos são bem melhores do que os seus planos.Joquebede amamentou seu filho Moisés por aproximadamente dois anos e meio. Duranteeste tempo o que podemos imaginar que aconteceu?1- Podemos imaginar ela ninando seu filho com cantigas que falavam do amor de Deuspor ele.2- Podemos imaginar ela falando do Senhor, Criador dos céus e da terra.3- Podemos imaginar ela falando do plano maravilhoso de Deus que enviaria o Seu FilhoJesus Cristo para morrer no lugar dele e dela e lhes dar a vida eterna.Ela, com certeza, foi uma mãe que se importou com a vida espiritual de seu filho. Foi elaquem incutiu no coração de Moisés o amor pelo seu povo e, principalmente, o amor eobediência a Deus.E você, minha irmã, está falando do amor de Deus a seu filho? Você lê, diariamente, aBíblia ele? Você ensina hinos de louvor a ele? Você o disciplina como o Senhor nosensina na Sua Palavra?Nunca esqueça que a alma de seu filho está em suas mãos. Deus lhe deu estaresponsabilidade e você não pode falhar, pois o destino eterno do seu filho depende devocê e de sua submissão a Deus. Você quer que seu filho seja salvo? Você quer que eleesteja ao lado do Senhor por toda a eternidade? Então comece desde cedo, ninando seufilhinho com..."Foi Jesus que abriu o caminho pra o céu,Não há outro meio de ir.Nunca irei entrar no celeste larSe o caminho da cruz errar..."Nunca nine seu filho com cantigas como:"Boi, boi, boi,Boi da cara pretaVem pegar JoãozinhoQue tem medo de careta", pois ela nunca irá edificá-lo mas, com certeza, irá assustá-lo.A Bíblia em Provérbios 22:6 me diz que devo educar "... a criança no caminho em quedeve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele."Novamente, gostaria de perguntar-lhe: Você está falando do Senhor todos os dias a seu
  • filho? Nunca esqueça que A ALMA DO SEU FILHO ESTÁ EM SUAS MÃOS.Resumindo a vida de Joquebede vemos que ela...1- foi uma mulher que amava a Deus e também amava seu filho que estava condenado amorrer nas águas no rio Nilo;2- foi uma mulher corajosa ao esconder seu filho dos soldados de Faraó que procuravamcriancinhas do sexo masculino para matar;3- foi uma mulher de fé. Ela creu que o Senhor resolveria este grande problema que aseus olhos era de difícil solução;4- assim como Ana, entregou seu filho Moisés ao Senhor confiando que Deus tinha omelhor para ele.Minha irmã, siga os passos de Joquebede. Seja uma mulher de fé, confie que o Senhorestá controlando não somente sua vida mas também a vida de seu filho, de seu marido,de sua família.Seja corajosa, forte, sábia e entregue seu filho nas mãos do Senhor."Senhor Deus nosso Pai, obrigada pelo dom maravilhoso que Tu me deste de ser mãe.Obrigada pelos cinco presentes que Tu me deste, pelos cinco filhos bons e amorosos quesão a alegria de minha vida.Que eu possa, Senhor, amá-los do mesmo modo e com a mesma intensidade que Tu osama.Que eu, pela fé, possa entregá-los em Tuas mãos para que possas agir em suas vidas damaneira que Tu planejaste.Cuida deles, Senhor!Amém." LiaLia - A Beleza Que Emergiu De Um Espírito Manso E Gentil"O espírito do Senhor está sobre mim; porque o Senhor me ungiu... A ordenar acerca dostristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza,vestes de louvor em vez de espírito angustiado..." (Isaías 61:1-3) [grifo meu]."Vendo, pois, o Senhor que Lia era desprezada, abriu a sua madre." (Gênesis 29:31a)Lia era uma mulher linda de coração mas não tinha nenhuma beleza exterior. A Bíblia nosdiz que ela tinha os olhos baços e, além de tudo isso, o seu nome significava "fraqueza".Mas o Deus de Lia, que também é o meu Deus e Senhor, abençoou tanto a sua vida que,ainda hoje, ela brilha como uma estrela numa noite escura. A estrela de Lia brilha no céude Deus, brilha como a prata quando já está purificada.O processo de purificação da vida de Lia, uma das fiéis servas do Senhor, teve início nodia do seu casamento. Mas o Senhor estava no controle de tudo. Ele, como é um Deusonisciente, conhecia Lia e já tinha um plano para a sua vida. Os personagens envolvidosneste plano de Deus eram:1. Labão - pai de Lia e de sua irmã Raquel - era um homem sem princípios, materialista einteresseiro. Já tendo exigido de Jacó trabalhar sete anos para poder se casar com suafilha Raquel, ele o traiu, no dia do casamento, substituindo Raquel por Lia, a sua filhamais velha.
  • 2. Jacó - primo de Lia e Raquel - veio para a cidade onde elas moravam para procuraruma esposa.3. Raquel - filha mais nova e Labão - encontrou-se pela primeira vez com Jacó à beira dopoço da cidade e ambos se apaixonaram.4. Lia - filha mais velha e feiosa de Labão - foi, provavelmente, obrigada pelo pai a casar-se com Jacó, enganando-a e fazendo com que ele (Jacó) a rejeitasse por toda a sua vida.Vamos, pouco a pouco, vendo como o Senhor refinava Lia e como ela, apesar de tantosofrimento, era uma notável e fiel serva do Senhor.Vamos também descobrir, como diz Isaías 61, como o Senhor no Seu imenso e infinitoamor transforma cinzas em glória, tristeza em gozo e espírito angustiado em vestes delouvor.Poderíamos mostrar, bem claramente, este quadro na vida de Lia:CINZAS ___ __ _______ GLÓRIA* Ela tinha olhos baços e defeituosos. Mesmo assim Deus lhe deu um marido.* Ela era estéril. Deus abriu a sua madre e lhe deu seis filhos e uma filha.* Raquel a humilhou e era amada por Jacó. Ela foi a esposa legítima de Jacó.Minha irmã, não fique prostrada por causa de tribulações, tristeza ou amargura que vocêguarda em seu coração mas entregue as cinzas da sua vida nas mãos do Senhor eespere o tempo dEle. Você as verá transformadas em glória, em gozo e louvor ao Senhor.Gênesis 29:31 nos diz que "... Lia era desprezada."Ela sofria porque tinha um pai sem princípios e enganador, tinha uma irmã que adesprezava e uma marido que não a amava.O seu sofrimento aumentou quando Raquel casou-se com seu esposo Jacó.Existe maior sofrimento do que este?Será que Deus não estava vendo a sua aflição?A Bíblia nos diz que o Senhor não só viu que Lia estava sendo desprezada por seumarido como Ele decidiu fazê-la feliz apesar dos problemas: Ele "...abriu a sua madre."Lia, agora, era a esposa fértil de Jacó, porém Raquel, era a esposa estéril.Nós aprendemos, através desta decisão do Senhor, que Ele purifica... purifica... purifica equando Ele percebe que nos quebrantamos e estamos em plena comunhão com Ele,então recebemos o nosso prêmio, o nosso galardão.O Salmo 37:7 é para mim um lenitivo para a minha alma. Ele me diz que devo descansare repousar no Senhor. E eu sei que não existe neste mundo um lugar mais doce, maistranqüilo e mais cheio de amor do que os braços do meu Senhor e Salvador Jesus Cristo.Então, devo repousar no Senhor porque é Ele mesmo que me diz:"Descansa no Senhor, e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera emseu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos." (Salmo 37:7)Devo repousar no Senhor porque é Ele que também me diz:"Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração." (Salmo 37:4)Devo, finalmente, repousar no Senhor porque Ele me diz:"Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará." (Salmo 37:5)
  • Lia, depois do casamento de Jacó com Raquel, teve que dividir o seu marido com a irmã.E além desta sua aflição, ela sofria ainda mais sabendo que ele "...amava mais aRaquel..." e que ela era desprezada por ele.Mas Deus estava no controle de tudo e ela se esforçava para repousar nos Seus braços.Para alegria e conforto de sua alma, ela, finalmente, deu à luz um menino cujo nome,Rúben, significava: "Vejam, um filho!" E ela feliz e regozijando disse:"Porque o Senhor atendeu à minha aflição, por isso agora me amará o meu esposo."(Gênesis 29:32b)Sabemos que Jacó jamais a amou mas sabemos também que Rubén foi a prova do amormisericordioso de Deus na vida de Lia. Jacó não a amava mas o Senhor a amava e istoela sabia.Além de Rúben, lia teve um outro filho porque o Senhor ouviu suas orações. Ele deu à luza Simeão que foi a resposta de uma oração feita por ela em seus momentos de angústia.E você, minha irmã, está orando, está levando até o trono do Senhor os seus problemas,preocupações e aflições? Prostre-se aos pés da cruz e lance sobre o Senhor tudo que aestá angustiando e Ele a sustentará, a amparará e tirará cada espinho que a está ferindo.Olhe para o Senhor, agora, e diga:"Ó Pai, tem misericórdia da minha vida! Cuida de mim e dos meus problemas! Acode-menestes momentos de aflição e tristeza! Muda meu coração e minha atitude diantedaqueles que estão contra mim! Faze-me entender que estou sendo purificada como aprata! Dá-me forças para que eu passe vitoriosa por este processo de purificação queestás usando em minha vida!Ajuda-me a mudá-la para que outros possam Te ver através dela. Amém!"A alegria de Lia foi poder ter dado a Jacó seis filhos e uma filha e saber que o Senhorestava com ela em todos os momentos de sua vida.Minha irmã, não tema se você estiver passando "pelo vale da sombra e da morte", pormomentos de aflição, angústia e tribulação. Pense assim no seu coração: "Sei que estouatravessando este caminho pedregoso porque o Senhor está me refinando como a prata.Tudo isto é apenas um empurrãozinho que o Senhor está me dando para que eu cresçaem Seus caminhos e aumente a minha fé."De uma coisa estou certa:1) Deus me faz passar por provações mas eu sei que Ele me ama e sempre está junto amim;2) Deus me faz passar por tribulações mas Ele me torna forte, bem alimentada e mesustenta com o Seu amor e fidelidade;3) Deus me faz passar por sofrimentos mas me deixa repousar em Seus braços e no Seuamor me dando a Sua paz;4) Deus me faz passar por dores, tristezas e provações, me refinando como a prata masme transforma em uma estrela cintilante, brilhando por onde eu passar e refletindo o amorde Deus não só por mim mas por toda a humanidade quando enviou o Seu Filho Jesuspara morrer no seu e no meu lugar e nos dar a vida eterna na nossa mansão celestial.LIA(Seu nome pode significar “impaciente” ou “vaca selvagem”.)
  • SEU CARÁTER : Capaz de ter amor forte e duradouro, era mãe e esposa fiel. Manipuladapelo pai, passou a invejar a irmã, com quem, ao que parece, nunca se reconciliou.SEU SOFRIMENTO : Não possuir a beleza da irmã e o seu amor pelo marido serunilateral.SUA ALEGRIA : Ter dado a Jacó seis filhos e uma filha.TEXTOS-CHAVE: Gênesis 29 a 35; Rute 4.11SUA HISTÓRIASepultamos minha irmã Raquel hoje, mas ela continua viva. Vejo sinais dela no coraçãopartido de Jacó, nos olhos escuros de José, no choro alto do pequeno Benjamim, seusfilhos favoritos. Os filhos de Raquel. Posso ouvir minha bela e decidida irmã chorandopelos filhos que poderia ter tido, recusando-se obstinadamente a ser consolada. Todavia,quem nota minhas lágrimas? Mesmo que inundassem o deserto, ninguém as notaria.Rúben, Simeão, Levi, Judá, Issacar, Zebulom, Diná e também Gade e Aser, concebidospor minha criada: são esses os filhos que Deus me deu e que dei ao meu amado Jacó.Mesmo assim, ela a ama mais do que a mim. Ainda que meu marido e eu vivamos maiscem anos, nunca serei sua única esposa.Ao contrário do que Lia podia ter sentido, Deus tinha notado seu sofrimento. Sabendomuito bem que o coração de Jacó era muito pequeno para conter Raquel e Lia ao mesmotempo, tornou Lia mãe, não uma vez, mas sete, aumentando sua influência na casa deJacó.Com o nascimento de cada filho, a infeliz Lia esperava obter o afeto do marido, mas suafrustração era cada vez maior. Ela parecia sentir que a velha maldição se concretizava: “Oteu desejo será para o teu marido, e ele te governará” (Gn 3:16).Jacó, talvez se ressentisse, ainda, por Lia tê-lo enganado na noite de núpcias,disfarçando-se como sua amada Raquel. O amor de Lia teria sido, certamente,apaixonado o suficiente para iludi-lo até o raiar do dia. Sentia-se ao mesmo tempo, alegree culpada pelo que fizera, embora, para dizer a verdade, tivesse pouca chance dedesobedecer ao pai, Labão, nesse assunto. Lia agradecia a Deus todos os dias por lhepermitir que concebesse os filhos de Jacó, embora filhos sempre causem à mãe umsofrimento.Diná, sua única filha, foi estuprada por um príncipe local na volta deles à terra de Jacó.Lia tinha dificuldade para consolá-la. Para piorar as coisas, dois dos filhos de Lia, Levi eSimeão, vingaram a irmã assassinando selvagemente uma cidade inteira. A seguir,Rúben, cai em desgraça por ter dormido com Bila, concubina do pai.Deus não prometera protegê-los se voltassem àquela terra da promessa? Por que essascoisas estavam acontecendo? Lia refletiu. Deus cuidara mesmo deles quandoencontraram Esaú e seus quatrocentos homens. Mas a alegria de Lia ao presenciar oreencontro amigável dos dois homens foi logo ofuscada por sua tristeza em saber que eraa esposa menos amada. Jacó deixara isso claro ao colocar Raquel e seus filhos emúltimo lugar na longa caravana, dando a eles mais facilidade para escapar, caso Esaú semostrasse violento.O amor de Jacó, porém, não pode impedir Raquel de morrer no parto. Lia, não Raquel,estava destinada a ser sua primeira e última mulher. Ao lado do marido, o pai de Israel,ela seria reverenciada como mãe de Israel. De fato, a promessa de um Salvador não secumpriu por meio de José, filho e Raquel, mas de Judá, filho de Lia, cujos descendentesincluíram Davi, o grande rei de Israel e Jesus, o Messias longamente aguardado. No finalda vida, Jacó foi enterrado na caverna de Macpela junto à primeira esposa, Lia, em vez
  • de sua esposa favorita, Raquel, sepultada em algum lugar perto de Efrata.As duas irmãs, Lia e Raquel, lembram-nos de que a vida está repleta de tristezas eperigos, grande parte fruto de nosso próprio pecado e egoísmo. As duas mulheressofreram – cada uma a seu modo – a maldição de Eva depois da expulsão do paraíso.Embora Raquel sofresse muito ao dar à luz filhos, Lia sofreu a angústia de amar umhomem que parecia indiferente a ela. Todavia, ambas tornaram-se mães em Israel,deixando sua terra natal para desempenhar papéis essenciais na história do grande planode Deus para seu povo.SUA VIDA E SUA ÉPOCACostumes nupciaisOs costumes de casamento nos tempos bíblicos eram muito diferentes dos modernos.Era raro um homem e uma mulher casarem por amor. Jacó é uma notável exceção aoexpressar seu amor por Raquel e seu desejo de casar com ela. Jacó casou com Raquel ecom Lia, prática que foi, mais tarde, proibida por lei (Lv 18.18).A noiva e o noivo eram, em geral, muito jovens quando casavam. A noiva tinha quasesempre cerca de doze anos e o noivo treze. O casamento era arranjado pelos pais e oconsentimento deles não era exigido nem solicitado. Mesmo assim, tais casamentospoderiam vir a ser uma união de amor, como a de Isaque e Rebeca.A cerimônia do casamento, em si, era geralmente bem curta, mas as festividades podiamdurar muitos dias. O noivo vestia-se de cores alegres e dirigia-se, antes do nascer do sol,com seus amigos, acompanhamentos e músicos, à casa dos pais da noiva. A noiva ficavaali, à espera, de banho tomado, perfumada e vestida com esmero, usando finas jóias. Osnoivos seguiam, então, à frente da procissão do casamento, através das ruas dopovoado, acompanhados de músicos e de portadores de tochas, até a casa dos pais donoivo. As festas e a celebração começavam naquela noite e quase sempre duravam setedias.O plano de Deus para o casamento, que é do marido casar com apenas um esposa, nemsempre foi praticado no princípio dos tempos bíblicos. Lia compartilhou o marido, Jacó,não só com a irmã, Raquel, mas também com as criadas Zilpa e Bila. Embora a poligamiafosse menos comum depois do êxodo do Egito, Gideão tinha diversas mulheres (Jz 8.30)e Salomão, como é sabido, tinha várias (I Rs 11.3). Mas como indica o Novo Testamento,a união entre um marido e uma esposa continua a ser o desígnio e o desejo de Deus (ITm 3.2,12; Tt 1.6).SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Gênesis 29.301. Escolha a palavra que, a seu ver, melhor descreve os sentimentos de Lia sobre ocasamento com Jacó.2. Muitos maridos hoje amam outras coisas mais do que as mulheres: emprego, posição,dinheiro, esportes. Muitas coisas, além de outra mulher, podem colocar uma esposa naposição de Lia. Se você conhecer alguém que seja uma “Lia”, ore diariamente por ela eencoraje-a, quando houver oportunidade.Leia Gênesis 29.313. Lia é um exemplo incomparável da disposição de Deus de dar “uma coroa em vez decinzas”(Is 61.1-3). Como Deus atuou, nesse sentido, em sua vida?Leia Gênesis 29.32-344. Em cada um desses versículos, Lia expressa seu desejo pelo afeto de Jacó, que sabianão ter. Em suas próprias palavras, descreva como Lia provavelmente se sentia e agiacom Jacó. Qual você pensa que era a reação dele?
  • 5. Você já se sentiu mal-amada por seu marido, por seus pais ou por outra pessoa? Comose sentiu e como agiu? Qual é a sua única fonte de consolo quando desejadesesperadamente um amor que não possui?Leia Gênesis 49.29-316. Jacó foi enterrado perto da mulher que amava menos, em vez de perto daquela queamava mais. O que isso mostra não só sobre a posição de Lia como esposa, mastambém como mãe dos israelitas?7. Embora Lia, naturalmente, desconhecesse a posição que lhe foi concedida na morte, oque esses versículos continuam a revelar sobre o cuidado de Deus pela vida dela?8. Lia teve uma vida plena, com muitos filhos e riquezas. Todavia, ela é mais conhecidapelo que não tinha: o amor do marido. Deus notou o que ela possuía e também o que lhefaltava. O que você gostaria de aprender de Lia e de Deus hoje.SUA PROMESSA“Vendo o Senhor que Lia era desprezada, fê-la fecunda” (Gn 29.31). O Senhor notou osofrimento de Lia. O Deus de Abraão, Isaque e Jacó (marido de Lia) olhou do alto e viuuma mulher solitária e triste, porque o marido amava mais a outra esposa do que ela. Afim de aliviar sua tristeza, para consolá-la, Deus lhe deu filhos – belos, fortes, um dosquais fundaria a linhagem dos sacerdotes de Israel e outro que seria ancestral de Jesus.Esse mesmo Deus de Abraão, Isaque, Jacó, Lia é nosso Deus. Ele vê nossas aflições,sejam pequenas ou grandes. Ele conhece nossas circunstâncias, sentimentos, mágoas.Assim como na vida de Lia, ele está disposto a interferir e a criar algo maravilhoso em nóse por meio de nós.Promessas nas Escrituras“O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boasnovas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamarlibertação aos cativos e por em liberdade os algemados [....] e a por sobre os que em Siãoestão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria em vez de pranto, veste delouvor em vez de espirito angustiado.” (Is 61.1-3)“Tornarei o seu pranto em júbilo e os consolareis; transformarei em regozijo a suatristeza.” (Jr 31.13)SEU LEGADO DE ORAÇÃO“Vendo o Senhor que Lia era desprezada, fê-la fecunda; ao passo que Raquel era estéril.Concebeu, pois, Lia e deu à luz um filho, a quem chamou Rúben, pois disse: O Senhoratendeu à minha aflição. Por isso, agora me amará meu marido.”(Gn 29.31-32MediteGênesis 29.16-31Louve a DeusPorque, embora os seres humanos sejam muitas vezes julgados pela aparência exterior,Deus sempre vê o coração e julga de acordo com isso.AgradeçaPor Deus comover-se com sua tristeza.Confesse
  • Sua tendência de comparar-se com outras mulheres, julgando a elas e a si mesmaapenas pela aparência.Peça a DeusQue a capacite a basear sua identidade no relacionamento que tem com Ele e não no quevê no espelho.Eleve o coraçãoSepare cinco minutos por dia para fazer um elogio a si mesma, agradecendo a Deus porfazer de você a mulher que é. Reflita sobre tudo o que gosta em si mesma – seu senso dehumor, seu gosto por boa literatura, sua compaixão pelos outros, seu cabelo crespo e atéa forma dos dedinhos dos pés. Resista a tentação de pensar no que não gosta. (Imagine,por um momento, como Deus deve sentir-se chateado quando ouve nossas queixas sobrecomo ele nos fez!). Em vez disso, decida agora honrá-lo com sua gratidão. No final desemana, vá almoçar com uma amiga ou tomar um chá demorado em sua confeitariafavorita comemorando todos os dons naturais que recebeu de Deus.OraçãoSenhor, não quero queixar-me da minha aparência com base no que os outros pensamde mim. Torna-se uma mulher confiante de que sou digna de ser amada não por causa demera beleza exterior, mas porque me amaste desde o momento em que me fizeste viver.LÍDIA- A PRIMEIRA CONVERTIDA DE PAULO NA EUROPA"E uma certa mulher chamada Lídia... nos ouvia, e o Senhor lhe abriu o coração para queestivesse atenta ao que Paulo dizia" (Atos 16:14).Muitas mulheres da Bíblia foram usadas pelo Senhor para que Seu plano se tornasserealidade. A Europa precisava ser evangelizada e a semente do evangelho foi lançadanaquelas terras pelo apóstolo Paulo através de uma mulher forte porém de coraçãomeigo. O seu nome era Lídia.Foi, exatamente, em Filipos, um lugar improvável para a palavra de Deus ser semeada,que ela ouviu da boca do apóstolo as palavras do shema: "Ouve, Israel, o Senhor, nossoDeus, é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e detoda a tua alma, e de todas as tuas forças" (Deuteronômio 6:4).Podemos imaginar Paulo usando estas palavras introdutórias do seu sermão para falar doSenhor Jesus àquele povo sedento que não tinha nem mesmo lugar para adorar a Deus(as mulheres se reuniam à beira de um rio para, ali, orarem ao Pai e Lídia orava comelas).Lídia, comerciante de grande destaque que viera da Ásia Menor, vendia, em Filipos,tecidos finos tingidos de um tom de púrpura que variava de vermelho escarlate a umpúrpura escuro.Ela não era judia mas tinha o coração aberto para conhecer este Deus que tanto fizera efazia pelo povo judeu. Ela sabia dos milagres e do perdão contínuo a este povo que Elechamava de Seu povo.Lídia, atenta às palavras de Paulo, conheceu Jesus, o próprio Deus, que desceu da Suaglória no céu, da Sua majestade para lhe dar as boas novas do evangelho e derramar oSeu precioso sangue e morrer numa cruz para lhe salvar e dar a vida eterna.
  • Ah, irmã! Podemos imaginar a doce Lídia com lágrimas nos olhos, adorando Aquele quemorreu por muito amá-la, cantando hinos de louvor ao seu Salvador. Entendendo assábias palavras do apóstolo Paulo, ela decidiu, mais tarde, juntamente com toda a suafamília, ser batizada.Agora, como uma mulher de Deus, e com um espírito hospitaleiro, ofereceu e insistiu como apóstolo para ele, juntamente com Lucas e Timóteo, se hospedar em sua casa.Amada irmã, quem dentre nós, mulheres crentes que, assim como Lídia, aceitamos Jesuscomo nosso Salvador, convidamos, sem hesitar e com muito amor, um pastor oumissionário com sua família (esposa e filhos) para se hospedarem em nossa casa? Esta éuma situação que nos deixa, muitas vezes, apreensivas, não é? Apreensivas epreocupadas com o que temos para oferecer, como teremos tempo para "fazer sala", queroupa de cama ou toalhas usaremos... "Marta, Marta, estás ansiosas e afadigada commuitas coisas, mas uma só é necessária; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lheserá tirada" (Lucas 10:41).Observando este versículo, o que você acha que o Senhor desejaria que você fizessenuma situação desta? Você deve ou não convidar o pastor e sua família para sehospedarem em sua casa?Lídia não apenas convidou Paulo e os que estavam com ele para se hospedarem em suacasa mas sabemos que, provavelmente, o seu lar se transformou na sede da igreja emFilipos.Este segundo grande passo dado por Lídia (permitir que a igreja se reunisse em suacasa) nos mostra o tamanho do seu coração e o seu amor pela obra.A igreja se reunir em minha casa? Usar os meus banheiros? Tirar a minha privacidade?Foi, exatamente, isto que Lídia permitiu que acontecesse em sua casa. Para ela, era umprivilégio ter o seu lar como a "casa de Deus", onde se reunia a igreja. Para ela, nãoexistia maior bênção... Deus escolher a sua casa para se reunir o Seu povo?Não sei, amada irmã, se você aceitaria este desafio ou mesmo privilégio de ter a sua casatransformada no lugar onde se reuniria o povo de Deus. Mas... sabe de uma coisa? Eutive este privilégio e aceitei o desafio de ver, todos os domingos e quartas-feiras, pessoasvindo à minha casa ouvir a palavra de Deus. Esta minha decisão foi uma bênção emminha vida.Eu e meu marido aceitamos Jesus como nosso Salvador em João Pessoa, capital daParaíba, e, pouco tempo depois, tivemos que nos mudar para a cidade de CampinaGrande. O missionário americano Charles Smith, sua esposa Elsie e seus três filhos,vinham uma vez por semana em nossa casa para nos discipular. Sempre que elesviajavam de João Pessoa para Campina Grande, eles nos pediam para convidar pessoaspara estudar conosco a palavra de Deus. Pouco a pouco este número de pessoas foiaumentando e, como tínhamos uma sala bem grande (até a construção desta sala estavanos planos de Deus), compramos dez bancos de igreja (cinco de um lado e cinco dooutro) e, lá na frente, tínhamos o púlpito. Literalmente, nossa casa se transformou nolugar escolhido por Deus para se reunir a igreja que se iniciava. A igreja ficou usando anossa casa por uns sete anos. Depois, a própria igreja comprou um galpão antigo eficamos nos reunindo lá.Lembro que Deus colocava em meu coração uma paz "que excede todo o entendimento"(Filipenses 4:7), quando tínhamos que desentupir vasos sanitários, arrumar e limparquartos que serviam de Escola Dominical. Tudo isto, em nosso coração, era um privilégio,pois fazíamos tudo como se estivesse fazendo para o Senhor, não para homens.Agradeço ao Senhor por ter sentido por um longo período o mesmo que Lídia sentiuquando teve a igreja em sua casa.
  • Irmã, não hesite quando o Senhor lhe chamar para fazer algo para Ele mas encare tudocomo um privilégio e com muita alegria.Observando a vida de Lídia, em que aspecto você se parece com ela?1- Com certeza, você se parece com ela em um aspecto... você é mulher assim como elaera.2- Assim como Lídia, você fica atenta aos cultos para aprender, honrar e adorar oSenhor? Ou você "sempre" se levanta para beber água, se distrai conversando e nemsabe que assunto foi falado no culto de adoração ao Senhor?3- Assim como Lídia, você já aceitou Jesus como seu único e suficiente Salvador? Vocêtem certeza de salvação?4- Assim como Lídia, você já decidiu obedecer ao Senhor, sendo batizada e, deste modo,testemunhando ao mundo que você está enterrando a sua natureza velha (o homemvelho) e se tornando uma nova mulher com uma nova natureza? A Bíblia nos diz ..."Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eisque tudo se fez novo" (2 Coríntios 5:17).5- Assim como Lídia, você é hospitaleira? Você acolhe aquelas pessoas que estãoprecisando de sua hospitalidade?Assim como Lídia, irmã, não abra apenas o seu coração para os que precisam de vocêmas abra , também, as portas da sua casa para "os obreiros do Senhor e Seu povo".Então, em qual destes aspectos você se parece com Lídia?Amadas irmãs sejamos...1) mulheres corajosas como Lídia que se tornou a "mãe fundadora" da igreja na Europa;2) mulheres que estão atentas ao chamado do Senhor para a realização de Seus planosenquanto peregrinamos aqui na terra.A minha oração é que o Senhor me transforme numa mulher atenta e obediente ao Seuchamado."Obrigada, Pai querido, pelo missionário que colocaste no meu caminho e que meapresentou as novas do evangelho. Foi através dele que pude conhecer o Teu tão grandeamor por mim, enviando o Teu Filho unigênito para morrer no meu lugar.Obrigada porque preparaste o meu coração para crer, pela fé, que Jesus veio ao mundopara me dar a vida eterna no céu.Que assim como Lídia e aquelas mulheres que oravam às margens de um rio, eu tambémpossa ter um lugar de paz e tranqüilidade onde poderei derramar a minha alma diante doTeu altar.Amém!" LÓIDE- MÃE E AVÓ QUE LEGOU AMOR E RESPEITO ÀS COISAS DE DEUS"Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avóLóide, e em tua mãe Eunice..." (2 Timóteo 1:5).Ser uma filha de Deus é, sem sombra de dúvidas, um grande privilégio. Mas, além desteprivilégio, existem outros que são verdadeiras jóias na nossa vida. Dentre tantos,podemos destacar dois...1- Privilégio de ser mãe,2- Privilégio de ser avó.
  • 1- Privilégio de ser mãeLóide foi uma mulher que recebeu das mãos do Senhor uma preciosidade rara, nos diasde hoje... Eunice, sua filha.Como uma mulher que amava o Senhor, ela legou à sua filha verdades espirituais queforam transmitidas às próximas gerações.Para ela, filhos eram presentes que Deus lhe estava concedendo. Eles eram bênçãos doSenhor.Falar das verdades bíblicas (N.T.) era para ela um prazer. Na verdade, ela estavapreparando o coração de Eunice para ouvir as pregações do apóstolo Paulo que falaria deCristo e das boas novas do evangelho.Lóide soube transmitir a ela o seu amor, a sua fé e os seus valores. Ela tinha tempo paraEunice.Você tem tempo para seus filhos? Você é uma testemunha viva de Deus? Você deixatransparecer a seus filhos, através da sua vida, que o Deus que você aceitou é um Deusde amor?Não deixe que este tempo tão precioso com seus filhos (tempos que não voltam mais)seja usufruído pelas babás, pelas avós... (coloquei primeiro as babás, depois as avós,propositalmente, pois as mães, em sua maioria, deixam seus filhos serem criadas porbabás [infelizmente!]).Deus abençoa a mãe que tem tempo para seu filho... que investe em seu filho.Abra, agora, o seu coração de mãe e ouça os conselhos do nosso Deus que a ama e amao seu filho...4 "Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor,5 Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e detodas as tuas forças.6 E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração,7 E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelocaminho, e deitando-te e levantando-te.8 Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos.9 E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas...12 Guarda-te que não te esqueças do Senhor...Querida irmã, observando o versículo 4, podemos ver que o Senhor nosso Deus nos dizque Ele, somente Ele, é o único Deus.Você, realmente, O considera o único Deus?Observando sua vida... será que não existem outros deuses dos quais você não pode seseparar? O dinheiro, a vaidade, o próprio marido, filhos, trabalho... e tantas coisas quetomam 99% do seu tempo. E Deus? Onde você O coloca em sua vida? É a Ele que vocêdedica parte do seu "precioso" tempo para ler a Sua Palavra, para orar e obedecer aosSeus mandamentos? É Ele o primeiro em sua vida?Lembre-se, irmã, que é o próprio Deus que diz que Ele é o único Deus.O seu coração está nEle?No versículo 5, Ele diz que devemos amá-Lo de todo o nosso coração, alma e força.Você, realmente, ama tanto assim o Senhor? Se você O ama, você O conhece e, paraconhecê-Lo, você tem que ler a Bíblia todos os dias. Como vou amá-Lo se não leio a SuaPalavra? E, como vou amá-Lo se não O conheço?Amada irmã, vamos conhecer este Deus que nos criou, que nos conhece, que nos ama eque deu a Sua vida para nos reconciliar com Deus Pai. Vamos conhecê-Lo para assimpodermos amá-Lo de todo o nosso coração, de toda a nossa alma e de todas as nossas
  • forças.O versículo 6 nos diz... "E estas palavras, que hoje te ordeno". Deus não nos estápedindo para somente colocá-las no coração mas está ordenando que as tornemos reaisem nossas vidas.No versículo 7, vemos as instruções de Deus que foram seguidas por Lóide, quanto aoque devia fazer para conduzir seus filhos nos caminhos do Senhor.A Palavra de Deus deve estar no centro do nosso lar. É lá onde falaremos do amor donosso Deus...1- assentados...2- andando pelo caminho...3- deitando-se...4- levantando-se.Ao lermos o versículo 8 pensamos... Como esquecer a Palavra de Deus se as tenho porsinal na minha mão e por frontais entre os meus olhos?O versículo 9 nos apresenta um importante conselho que vem do Senhor e que deve serseguido por todas nós. Literalmente falando, irmãs, vamos colocar no espelho dobanheiro, no espelho da penteadeira da nossa filha, na geladeira, nos umbrais e nasportas... versículos que vão, pouco a pouco, fazendo morada nos corações deles etambém nos nossos. Assim, eu posso amar Deus porque O conheço e, nossos filhos,podem amar e aceitar o Senhor porque eles O conhecem.No versículo 12, podemos descobrir o porquê do Senhor nos ordenar, amorosamente,fazer tudo isto... para nós nunca nos esquecermos dEle. Devemos tê-Lo sempre emnosso coração amando-O e obedecendo a Sua Palavra.Quando tenho o coração dedicado ao Senhor, posse ensinar a meus filhos a Sua Palavra,a Palavra da salvação eterna.Gostaria de citar as seguintes palavras que saíram do coração de uma mãe e avó,Elizabeth George... "O grau de nossa força espiritual está em proporção direta com otempo que utilizamos com a Palavra de Deus." E ela ainda diz: "Para o melhordesempenho, reabasteça-se diariamente com a Palavra de Deus."Lembre-se, amada irmã, que nós não podemos transmitir a nossos filhos aquilo que nãotemos em nosso coração.Lóide foi uma mãe que tinha todas estas qualidades e por isso pôde transmitir a sua filhaEunice e a seu neto Timóteo a beleza do evangelho.Vejam o testemunho de um filho que reconheceu ser sua mãe, uma mãe amada peloSenhor: "Meu pai não era cristão nem estava interessado em coisas espirituais. Minhamãe, contudo, instilou fielmente princípios bíblicos de Deus em minha vida.Ainda posso ver minha mãe com sua Bíblia aberta na mesa da cozinha. Todos os dias,ela sentava-se por alguns minutos, entre suas tarefas, para ler, estudar e orar. E elasempre falava comigo, sobre o que estava lendo, até mesmo muitos anos atrás, em nossaúltima conversa aqui na terra. Ela também lia histórias para mim quando ainda era meninoe estava sob seus cuidados. Foi durante um desses momentos de conversas casuais queela me apresentou Jesus Cristo como meu Salvador... ela me passou o que era maisprecioso para ela - seu amor por Jesus" (Jim George).
  • Que exemplo de mãe!Lóide era uma mulher que tinha estas mesmas características que tinha a mãe de JimGeorge. Ela era uma mãe que se importava com a vida espiritual de sua filha e tinhatempo para ela. Ela ensinou Eunice...1- a amar a Deus acima de todas as coisas.2- a educar seus filhos, sabendo que isto era um privilégio e uma obrigação que Deus lhedera.3- a deixar os seus filhos saberem o quanto Deus era importante para ela.Lóide como uma mulher de Deus e como uma mulher que deu tudo de si para ser umamãe segundo Deus, sabia que ensinar a sua filha as verdades espirituais não era umaopção mas uma obrigação. Deus, na Sua Palavra, disse a Lóide que ela deveria falar dascoisas de Deus a sua filha, em casa e em todos os lugares. Lóide cumpriu a sua missãode mãe e isto agradou ao Senhor.2- Privilégio de ser avóComo mãe e como avó, Lóide, aparentemente, colocou Deus em primeiro lugar em suavida. Este seu amor pelo Senhor, certamente, serviu de testemunho a sua filha Eunice e aseu neto Timóteo.O legado deixado por ela a seu neto o transformou em um jovem cristão que tinha amente semelhante a do próprio apóstolo Paulo.Ser mãe é um privilégio mas ser avó é uma bênção! Amamos nossos filhos de todo onosso coração mas amamos nossos netos com um amor diferente e inexplicável.Como avós temos também a obrigação de ensinar e de falar do amor de Deus a eles.Que possamos ser como Lóide, uma mãe e uma avó que, com fé genuína, transmitiu asua filha e ao seu neto as grandes verdades espirituais.A carta do apóstolo Paulo a Timóteo, nos mostra quão grande foi o seu empenho emensinar a Palavra de Deus aos seus amados."Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avóLóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti" (2 Timóteo 1:5).Que nosso Deus nos abençoe nesta nossa caminhada e nesta grande missão de sermosmães e avós que decidiram começar, HOJE, a ensinar nossos filhos e netos as verdadesespirituais contidas na Bíblia."No caminho da sabedoria te ensinei, e por veredas de retidão te fiz andar" (Provérbios4:11)."O que adquire entendimento ama a sua alma; o que cultiva a inteligência achará o bem"(Provérbios 19:8)."Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não sedesviará dele" (Provérbios 22:6).MARIA- A VIRGEM ESCOLHIDA POR DEUS"... e o nome da virgem era Maria" (Lucas 1:27).
  • Dentre tantas mulheres judias, Deus decidiu escolher uma jovem virgem, de uma famíliapobre, da cidade de Nazaré, para ser a mãe de Jesus, o nosso Salvador. O seu nome eraMaria e ... foi a ela que Deus enviou um anjo para fazer um anúncio que a deixouperturbada, pois ela não estava entendendo o que seria tudo aquilo.Um anjo lhe apareceu e lhe disse: "... Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tuentre as mulheres" (Lucas 1:28).Que privilégio! Que alegria, receber um anjo, enviado por Deus em nossa casa!Maria foi escolhida por Deus apesar de ser jovem, inexperiente, pobre e não ser umapessoa de destaque em sua cidade mas ... Deus a escolheu. Talvez poucos aconhecessem mas o Senhor a conhecia. Ele conhecia o seu coração. Ele sabia que ela Oamava, que ela O conhecia e que iria aceitar esta tarefa tão difícil para uma jovem judiaque estava prestes a se casar.Do mesmo modo que o Senhor conhecia o coração de Maria, Ele conhece o seu coração.Talvez você queira trabalhar para o Senhor mas você se acha uma pessoa despreparada,medrosa, sem ter muito estudo apesar de amar de todo o seu coração ao Senhor. Vocêtem vontade de dizer: "Eis-me aqui, Senhor!" mas se acha um pouco incapaz.Amada irmã, quem capacita é o Senhor. Apesar de amá-Lo e de saber que Ele capacita,você também tem que fazer a sua parte ... lendo muito a Palavra de Deus para não sóamá-Lo como também conhecê-Lo e obedecê-Lo.Maria não só amava o Senhor mas conhecia a Sua Palavra e possuía uma fé queagradava a Ele.Amada irmã, procuremos amar a Deus, conhecê-Lo, buscá-Lo desejando de todo o nossocoração ser usada por Ele.Quando o anjo apareceu a Maria, ela estava noiva de José. Não sabemos, exatamente,quantos anos ela tinha mas a idade mínima para as moças se casarem era de 12 anos.Não sabemos quantos anos ela tinha mas de uma coisa nós sabemos: Maria amava aoSenhor e era uma serva obediente a Ele.Será que você e eu amamos a Deus como Maria amava?Será que você e eu somos servas fiéis, sempre prontas a obedecê-Lo? Sempre prontas adizer sem nenhuma hesitação: "Eis-me aqui, Senhor, usa-me!"?A princípio, Maria teve medo quando viu o anjo mas ele, amorosamente, disse: "... Marianão temas ..." (Lucas 1:30-33).A Bíblia nos diz que Maria perguntou ao anjo: "... Como se fará isto, visto que nãoconheço homem?" (Lucas 1:34).O anjo acalmou Maria dizendo: "... Descerá sobre ti o Espírito Santo ..." (Lucas 1:35).Depois de ouvir o anjo que a acalmou, a resposta de Maria a ele ("Eis aqui a serva doSenhor") nos faz lembrar de quão diferente são, muitas vezes, as nossas respostas aochamado do Senhor. Quantos NÃOS nós damos a Deus no nosso dia a dia? Vejamosalguns ...1- Digo NÃO ao Senhor quando não leio a Sua Palavra porque ... "Hoje não dá! Tenhomuita coisa para fazer!"2- Digo NÃO ao Senhor quando esqueço de orar porque Ele não está sendo o primeiro naminha vida.3- Digo NÃO ao Senhor quando acho que sou eu quem deve escolher o rapaz com quemdevo me casar, esquecendo do que me diz a Palavra do Senhor em 2 Coríntios 6:14:
  • "Não vos prendais a um jugo desigual, com os infiéis ... E que comunhão tem a luz comas trevas?"4- Digo NÃO ao Senhor quando não vou aos cultos mesmo sabendo que Ele, em SuaPalavra, está me dizendo: "Não deixando a nossa congregação, como é costume dealguns ..." (Hebreus 10:25).Maria , apesar de ser jovem, inexperiente e ... noiva, não temeu ficar grávida apesar de ...1- ter que enfrentar o noivo;2- ter que enfrentar a família;3- ter que enfrentar as pessoas da cidade;4- correr o risco de ser apedrejada.A resposta que Maria deu ao anjo é a resposta que eu, como uma mulher de Deus,deveria dar quando o Senhor me chamasse para fazer algo para Ele. Ela disse: "Eis aquia serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra ..." (Lucas 1:38). Eladecidiu obedecer apesar dos problemas que iriam surgir.Deus escolheu Maria para ela ser a mãe do Seu Filho unigênito e ela, humildemente ecorajosamente, aceitou esta tão difícil mas tão privilegiada missão. Maria repousou noSenhor e creu que Ele iria suprir todas a suas necessidades e estar com ela em todos osmomentos.Nós, que também amamos o Senhor, olhemos para Maria como um exemplo a serseguido por nós.Sejamos como ela ...1- Uma serva sempre pronta a obedecer ao que Deus nos manda fazer;2- Uma serva sempre pronta a aceitar aquilo que Deus tem preparado para nós.Querida irmã, como você costuma reagir às mudanças que surgem em sua vida?Você é aquela pessoa que diz: "Senhor, seja feita a Tua vontade" ou é aquela que serevolta e não aceita o que Deus, muitas vezes, deixa acontecer em sua vida?Como uma mulher de Deus, devo aceitar o que Ele prepara para mim e não devoesquecer que Ele é Deus e por isso é digno de toda a minha confiança.Ao saber através do anjo que Isabel, sua prima, estava grávida, ela decidiu ir visitá-la. ABíblia nos diz que ao chegar lá e saudando Isabel, a criancinha, que ainda se encontravano ventre de sua prima, saltou de alegria e ela "foi cheia do Espírito Santo" (Lucas 1:41b)e disse: "Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre" (Lucas 1:42b).Amada, vemos aí o encontro entre duas mulheres que amaram a Deus de todo o coração.Vemos aí duas mulheres cujos corações Deus conhecia. Vemos aí o milagre de Deus emsuas vidas...Isabel - uma mulher que amava ao Senhor, que era estéril mas que, mesmo sendo bemidosa, Deus decidiu fazer um milagre em sua vida presenteando-a com um filho - JoãoBatista.Maria - uma mulher que amava ao Senhor, que era noiva, jovem e o Senhor decidiu fazerum milagre em sua vida: fazê-la conceber por obra do Espírito Santo de Deus e dar à luza Jesus, sendo ainda virgem.Vemos, no encontro destas duas mulheres de Deus, uma troca de bênçãos queenriqueceu aquele momento em que Maria chegou à casa de Isabel. As palavras deIsabel, que estava cheia do Espírito Santo, alcançaram a alma de Maria que, tambémcheia do Espírito do nosso Deus, respondeu com um cântico de júbilo, conhecido comoMagnificat, e palavras cheias de adoração.Neste seu cântico, ela chamou Jesus de Senhor e Salvador. Ela disse: "... A minha alma
  • engrandece ao Senhor e o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador" (Lucas 1:46-47).Ela, assim com eu e você, estava necessitando de um Salvador para ser salva e ter a vidaeterna junto ao Senhor para todo o sempre.No seu cântico, ela mostra algumas características do nosso Deus e Senhor. Ela diz queEle é ...Santo - "Santo é o seu nome" (Lucas 1:49b);Poderoso - "Porque me fez grandes coisas o Poderoso" (Lucas 1:49a).Misericordioso - "E a sua misericórdia é de geração em geração" (Lucas 1:50).Como Maria conhecia estes atributos de Deus? Com certeza, ela os conhecia porquetambém conhecia a Palavra de Deus.Assim como ela, eu desejo conhecer outros atributos do Senhor mas, para isso, eu tenhoque ler, diariamente, a Sua Palavra. À medida que a leio vou pouco a pouco conhecendoo amor dEle por mim e o que Ele fez para ter-me eternamente junto a Ele. Ele não é sóum Deus santo, poderoso e misericordioso mas é também um Deus amoroso que nãomediu esforços para enviar seu Filho unigênito para morrer no meu lugar, por meuspecados e me dar a vida eterna junto a Ele para todo o sempre.Sabemos que o caminho que Maria percorreu até a manjedoura foi árduo mas a mão doSenhor estava com ela:1- José pensou em abandoná-la mas o Senhor enviou um anjo que, em um sonho,esclareceu tudo a ele;2- Quando ela já estava prestes a dar à luz, teve que fazer uma longa viagem por causade um "decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse" (Lucas2:1). Mas o Senhor Deus a fortaleceu para que se completasse os dias em que Jesusdeveria nascer;3- Maria não teve o conforto de estar com sua família, na hora do parto mas Deus a fezver em José tudo que ela necessitava;4- Maria não teve o conforto de estar em sua casa, nem mesmo numa hospedaria,quando Jesus nasceu mas, certamente, o Senhor transformou aquela estrebaria e aquelamanjedoura em tudo que ela precisava no momento e, com certeza, seu coração estavacheio de júbilo e alegria por poder ter em seus braços o seu Salvador e o Salvador domundo.Querida irmã, o nosso Deus é o Deus que supre as nossas necessidades. É o Deus quenos ama e nos carrega em Seus braços naquelas horas que nós mais estamosnecessitadas, pois Ele "... é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente naangústia" (Salmo 46:1). Confiemos nEle!A Bíblia nos diz que Maria guardava no coração todas as coisas que via e ouvia como sefosse um tesouro. Ela ouviu e viu ...1- os pastores que foram até Belém para ver o Salvador, Cristo, o Senhor que tinha sidoanunciado a eles pelo anjo do Senhor;2- os magos que vieram do Oriente e prostraram-se diante de Jesus e O adoraram;3- o cântico de Simeão que dizia: "Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, segundoa tua palavra; Pois já os meus olhos viram a tua salvação ..." (Lucas 2:29-30);4- Jesus no templo aos doze anos de idade, "assentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os" (Lucas 2:46).Todas nós gostaríamos de estar no lugar de Maria.Todas nós gostaríamos de ser a mãe de Jesus.Todas nós gostaríamos de observar os milagres, os ensinamentos ... que Jesus fazia.Mas ... nenhuma de nós gostaria de passar as aflições, o sofrimento, as dores e a tristeza
  • que Maria passou.Quem gostaria de ver seu filho ser chicoteado, humilhado, cuspido?Quem gostaria de ver colocarem nele uma coroa de espinhos e cravos em suas mãos?Nenhuma de nós gostaria de passar por tamanho sofrimento, não é verdade?Há uma frase de Elizabeth George onde ela diz: "Nem sempre conhecemos o preço dofavor de Deus.""Senhor, obrigada porque aprendemos na Tua Palavra que nada para Ti é impossível. Tufizeste com que uma virgem trouxesse ao mundo o nosso Senhor e Salvador Jesus. Tufizeste com que Isabel, sendo estéril, tivesse um filho quando já era idosa.Agora, Pai, Te peço que transformes o meu coração. Que eu Te ame com um amorinfinito. Que eu repouse todo o meu ser em Teus braços e que eu possa ser como Maria,uma serva sempre pronta a obedecê-Lo.No nome precioso de Jesus, amém!Maria Madalena- A Amiga De Jesus"E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades:Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios" (Lucas 8:2).Ao ler sobre a vida de Maria Madalena, descobrimos que ela se dedicou, totalmente, aoSenhor. Este é um lindo exemplo de dedicação que todas nós devemos seguir.Antes de conhecer ao Senhor, ela tinha uma vida miserável. Morava numa cidade queficava a oeste da Galiléia, chamada Magdala. Ela não era uma mulher feliz, nem separecia com as outras mulheres que moravam ali. Ela era uma mulher possuída porvários demônios. Apesar desta vida de sofrimento e pesadelos, ela, um certo dia, ouviu avoz dAquele que iria tirá-la para sempre do mundo das trevas e colocá-la no mundo daluz. Jesus libertou-a daqueles demônios que a atormentavam e dominavam e atransformou numa nova criatura..."Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eisque tudo se fez novo" (2 Coríntios 5:17).Agora, Maria Madalena saiu daquele mundo de pecado e se tornou uma nova criatura.Tudo ficou para trás.Ser amiga de Jesus era seu principal objetivo. Ela, de todo o coração, estava agradecidaao Senhor por tudo que Ele fizera por ela. Olhando para o seu passado, jamais poder-se-ia imaginar que Jesus se tornaria seu amigo. Ela, a nossos olhos, seria uma amigaimprovável mas Deus nos diz... "Porque os meus pensamentos não são os vossospensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor" (Isaías 55:8).Amém! Jesus não é como eu sou que olho só para a aparência. Jesus conhece asinceridade do coração de cada um de nós.Como Maria Madalena se tornou uma mulher profundamente agradecida ao Senhor! Suavida foi restaurada e ela, agora, desejava servi-Lo para sempre.O Senhor, diariamente, cuida de nós. Procuremos servi-Lo, amá-Lo e segui-Lo por ondequer que Ele nos queira levar.Abramos as nossas Bíblias e procuremos ver o que Ele tem para nos dizer na SuaPalavra.. Leiamo-la, diariamente, e nos tornemos servas fiéis e amigas verdadeiras dEle
  • porque "... vivo , não mais eu, mas Cristo vive em mim" (Gálatas 2:20).Só temos que, assim com Maria, agradecer a Deus porque... "Prossigo... esquecendo-medas coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim" (Filipenses3:12-13). É bom saber que tudo que me aconteceu no passado, Deus não mais selembra. Agora, Ele procura substituí-lo por uma vida transformada através do Seu sangueremidor de JesusMaria Madalena seguiu, fielmente, Jesus por três anos. Ela, com outras mulheres, Oservia e sustentava com os poucos recursos que possuía. Para ela, estar convivendo como próprio Deus era um céu... ouvir Seus ensinamentos, crescendo cada dia mais, ver seusmilagres e viver encantada com tamanho poder.O que mais Maria desejava em sua vida? Nada poderia satisfazê-la mais do que seguir aJesus passo a passo.Muitas de nós seguimos a Jesus um passo sim e um passo não. Este nosso caminharnão agrada a Deus. A nossa dedicação a Ele deve ser total.Como Maria estava sempre com o Senhor, ela pôde, então, vê-Lo sendo preso por causada traição de Judas, sendo açoitado, acorrentado, tendo em Sua cabeça uma coroa deespinhos. Ela foi testemunha dos momentos em que Ele ficou calado nada fazendo por Simesmo. Ele tinha uma missão a cumprir. Ele tinha que tornar real o plano que Deus tinhapara nos salvar porque "sem derramamento de sangue não há remissão" (Hebreus9:22b). Se ela sabia de tudo isto, não sei, mas a verdade é que ela estava...1- entre as mulheres que assistiram à morte de Cristo;2- entre as mulheres que viram Nicodemos e José de Arimatéia tirarem o corpo já mortode Jesus da cruz;3- entre as mulheres que os viram envolver o Senhor morto em mirra e aloés;4- entre as mulheres que viram o sepulcro do Senhor ser fechado com uma grande pedra.Maria perdeu, de maneira cruel, o seu Senhor, o seu Salvador, o seu Amigo. Sei que nãoexiste dor maior do que ver a pessoa que se ama, morrer.Há alguns anos atrás, o Senhor decidiu levar para o céu o meu filho amado Mauro. Com27 anos, ele estava terminando o seu curso de Direito. Era um crente fiel, dedicado aoSenhor, filho bom e amoroso. A dor de perdê-lo só foi amenizada quando senti que oSenhor estava me abraçando, me envolvendo com Seu imenso amor. Se Ele não fizesseisto, certamente, não suportaria."Ò Pai, Te agradeço pela paz que colocaste em meu coração, mesmo quando tudo estavadespedaçado ao meu redor. Obrigada por esta paz que excede todo o entendimento.Amém!Maria nunca abandonou o Senhor. Mesmo no outro dia da Sua morte, antes do solnascer, ela chegou junto ao túmulo levando consigo algumas especiarias e notou que apedra havia sido removida. Viu as faixas de linho no chão e o pano que envolvia a cabeçaestava separado em outro lugar. Com o coração transtornado, ela chorou. Mas... ao olharpara dentro da sepultura, ela viu duas pessoas vestidas de branco e sentadas onde Jesushavia sido colocado. E eles disseram: "Mulher, por que choras? Ela lhes disse: Porquelevaram o meu Senhor, e não sei onde O puseram" (João 20:13). Maria chorava e falavaao mesmo tempo mas, quando ela se virou, viu Jesus de pé mas não O conheceu. OSenhor, então, amorosamente, chamou pelo seu nome... Maria!Agora, ela conheceu que quem estava ali era o Senhor. Emocionada e feliz elarespondeu... Rabôni [que significa Mestre]!
  • A alegria que ela sentiu é a mesma que eu e você sentimos por sabermos que o nossoRedentor vive. Um dia, assim como Ele, ressuscitaremos e, todos juntos, nosencontraremos nos ares com Ele a caminho das bodas do Cordeiro com a Sua noiva, aigreja. Amém!Amada irmã, o Senhor decidiu aparecer, primeiramente, a Maria Madalena, uma mulher.Não foi aos discípulos, nem aos apóstolos, nem a uma grande autoridade mas foi a umamulher cujo amor pelo Senhor a colocou junto à cruz.Juntas à cruz do Salvador se encontravam muitas mulheres que O amavam. Muitos eramos homens que O amavam mas poucos eram os que se encontravam lá.Que assim como Maria Madalena que se prostrou junto à cruz do seu Salvador, nóstambém nos prostremos aos Seus pés para reverenciá-Lo, adorá-Lo e louvá-Lo.Que assim como Maria Madalena que foi anunciar que Cristo havia ressuscitado, sejamostambém mensageiras do Senhor, anunciando ao mundo que Jesus ressuscitou e que sóEle pode dar a vida eterna a todo aquele que nEle crê."Obrigada, Senhor, por Jesus que veio morrer no meu lugar.Obrigada, porque Ele venceu a morte e ressuscitou.Obrigada, pois tenho Jesus não só como meu Senhor e Salvador mas como um Amigoque em qualquer lugar ou qualquer situação está comigo, me confortando ou mesmotendo aquela doce e suave comunhão.Obrigada, Senhor!Amém!"Marta Ou Maria?Com Qual Delas Você Se Parece"... e certa mulher, por nome Marta, O recebeu em sua casa; E tinha esta uma irmãchamada Maria ..." (Lucas 10:38,39).Dentre tantas mulheres deixadas por Deus na Bíblia e que nos servem de exemplo ,vamos conhecer mais duas que viveram no tempo de Jesus e que foram amadas por Ele.Marta e Maria viveram em um povoado chamado Betânia. Elas eram irmãs de Lázaro,grande amigo do nosso Senhor.Ambas tinham personalidades diferentes mas, cada uma a seu modo, amava Jesus. OSenhor também amava muito esta famíliaCerto dia, quando Jesus chegou à casa delas, Marta o convidou para jantar.Como era de se esperar, tanto Marta como Maria deveriam cuidar dos hóspedespreparando a comida, arrumando a casa e fazendo tudo aquilo que era serviço próprio damulher. Mas ... tudo aconteceu de modo diferente, pois enquanto ...1- Marta se preocupava com coisas materiais ... Maria se deliciava com as coisasespirituais oferecidas por Jesus ;2- Marta estava inquieta por estar trabalhando sozinha sem a ajuda da irmã ... Mariarepousava aos pés do próprio Deus sabendo que Ele supriria as necessidades materiais;3- Marta se esforçava para cozinhar uma boa alimentação ... Maria se esforçava paraaprender mais do Senhor;4- Marta foi censurada por Jesus ... Maria foi elogiada por Ele.
  • Vendo Marta que ela fazia tudo sozinha, decidiu ir reclamar de sua irmã a Jesus. Eladisse: "Senhor, não se te dá que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude"(Lucas 10:40b)Apesar de Marta ter reclamado de Maria a Jesus por ela estar trabalhando sozinha,sabemos que ela O amava. A sua maneira de demonstrar amor a Ele era sendo produtivaem seu trabalho, era suprindo as Suas necessidades físicas e, isto, ela fazia de todo ocoração. Ela jamais imaginava que Ele a amava de qualquer jeito, pois ela já pertencia aEle.Apesar dela ter reclamado, Jesus respondeu amorosamente, indiferente aos costumes deSua época, dizendo: "Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, masuma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada" (Lucas10:41b-42).Jesus aconselhava Marta a pensar nas coisas espirituais que são eternas e colocar asprioridades em seu lugar certo. Tudo tem seu tempo certo ... tempo de cozinhar ... tempode descansar ... tempo de aproveitar a presença do próprio Deus em sua casa e ouvirdEle lições preciosas para sua vida. Isto Maria fez e foi elogiada por Jesus. enquantoMarta ansiosa e afadigada não escolheu a boa parte que jamais lhe seria tirada.É importante termos o nosso cantinho para, diariamente, nos deliciarmos com osmomentos de comunhão com o Senhor.Em nossa vida temos que colocar Deus em primeiro lugar, depois vem nosso marido e,depois, vem "o bebê" e os outros filhos maiores (muitas mulheres quando estão com umfilhinho recém nascido esquecem que têm um marido que necessita dela, da sua atenção,do seu amor). Tenho que organizar a minha vida de modo que eu coloque todas as coisasem seu lugar certo, não esquecendo que tenho que ter também minha casa organizada, acomida sempre pronta e eu bem bonita para meu marido.Por que, então, ficar afadigada e ansiosa com o muito trabalho esquecendo-nos da boaparte que nunca nos será tirada? A Bíblia nos diz que "A ansiedade no coração deixa ohomem abatido" (Provérbios 12:25) mas, por outro lado ... "O coração alegre aformoseia orosto ..." (Provérbios 15:13).Marta, naquele momento, não tinha um rosto bonito, pois a ansiedade tomava conta doseu coração e ela estava abatida enquanto que Maria tinha um semblante bonito, pois oseu coração estava alegre.Marta estava ansiosa, preocupada, mas a Bíblia nos diz que não devemos estar inquietaspor nada ... "Não estejais inquietos por coisa alguma ..." (Filipenses 4:6).Ao lermos esta história sobre Marta e Maria, sempre vemos Marta de modo negativo eMaria de modo positivo. Talvez eu e você tivéssemos reagido do mesmo jeito que Martareagiu - reclamando de alguém que poderia estar nos ajudando e correndo para deixartudo pronto na hora certa. Alguém tinha que preparar a comida mas Marta estavatrabalhando com um espírito revoltado e não com um espírito cheio de júbilo pelaoportunidade de servir ao próprio Deus.Quantas vezes nos sentimos como Marta quando vamos receber alguém em nossa casa?Não devemos ficar apreensivas se não temos ninguém para nos ajudar mas devemosencarar estes momentos como momentos especiais e como uma oportunidade de mostraro nosso carinho e afeto por aqueles que nos darão o privilégio de tê-los conosco.Quando lemos em Lucas 10:38b que "Marta O recebe em sua casa", vemos nela umaqualidade que é rara, hoje em dia, mesmo nas mulheres crentes ... a hospitalidade.Em 1 Pedro 4:9 nós lemos: "Sendo hospitaleiros uns para com os outros, semmurmurações."Você é uma mulher hospitaleira?
  • Você fica tranqüila mesmo sabendo que seu marido convidou alguém para almoçar comvocês, sem avisar?A hospitalidade é um dom e ter este dom agrada a Deus.Há uma poesia de Bonnie Wheeler que fala sobre ...HOSPITALIDADEÉ claro que creio em hospitalidade, Senhor.Mas não na minha casa.Não posso oferecer refeições caprichadas,Meu pratos não combinam.O sofá da sala precisa de conserto,E o que vou fazer com as crianças?O Senhor não compreende?Mas, minha filha, eu compreendo.Nunca tive casa, mas jamais mandei alguém embora;Alimentei multidões com a comida mais simples -Peixes e pães tomados de empréstimo.É você que não compreende, filha.Hospitalidade não é oferecer comida mais sofisticadaNos pratos mais finos,Numa casa imaculada, sem crianças.Meu tipo de hospitalidade é especial:Não são coisas, nem bens, nem tesouros.Minha hospitalidade é compartilhar -Você mesma,Como eu fiz.Amada irmã, apesar dos contratempos que houve, Marta foi uma mulher hospitaleira. Suapalavras proferidas após a morte do seu irmão Lázaro nos mostra que, realmente, ela eraalém de hospitaleira ... uma mulher que amava o Senhor e que O aceitou como o seuSalvador. Ela disse: "Sim, Senhor, creio que Tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia devir ao mundo" (João 11:27).Maria era o oposto de Marta. Observando-a, vemos nela o tipo de mulher quegostaríamos de ter coragem de ser, pois foi ela quem ...1- Aproveitou aqueles momentos em que o próprio Deus estava em sua casa, apesar dostantos afazeres que ela tinha;2- Escolheu a boa parte, sem se preocupar com o serviço de casa que a estavaesperando;3- Assentou-se aos pés de Jesus para ouvir a Sua palavra sem se incomodar com asreclamações que viriam sobre ela.Aos olhos da sua irmã Marta, ela estava sendo uma pessoa ociosa. Mas aos olhos deDeus, ela estava tendo coragem de colocá-Lo em primeiro lugar em sua vida.Maria era dócil, corajosa e sabia que Deus deveria ser a pessoa mais importante para ela.Em certa ocasião, seu irmão Lázaro adoeceu gravemente. Ela e sua irmã Marta
  • mandaram chamar Jesus que chegou em Betânia quando ele (Lázaro) já havia falecido. OSenhor conversou com Marta e, depois, mandou chamar Maria que, chegando junto a Ele... "lançou-se aos Seus pés, dizendo-Lhe: Senhor, se Tu estivesses aqui, meu irmão nãoteria morrido" (João 11:32).A Bíblia nos diz que Jesus perturbou-Se ao vê-la chorar. E Ele também "... chorou" (João11:35).Na hora da necessidade, Marta e Maria recorreram ao Senhor e é assim que eu e vocêdevemos fazer quando tristezas, temores, medo ... aparecem em nossas vidas. Devemosrecorrer ao Senhor, abrir nosso coração e derramar sobre Ele todos os nossos anseios edesejos.Jesus ressuscitou Lázaro mas não se sabe qual foi a reação das duas irmãs. Certamente,elas se alegraram e agradeceram ao Senhor e Deus de suas vidas.Irmã, já aconteceu algo em sua vida que a deixou triste mas que depois você foi inundadade grande alegria? Um casamento refeito? A cura de uma doença em seu filho? Mas, qualfoi a sua reação? Certamente, você agradeceu ao Senhor pelas bênçãos que recebeu,não foi?Um outro acontecimento sucedeu também em Betânia quando Jesus decidiu ficar na casade Lázaro, seis dias antes da Páscoa. "Fizeram-Lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, eLázaro era um dos que estava à mesa com Ele" (João12:2). Maria entrou na sala onde seencontrava Jesus, Lázaro e outros e ungiu a cabeça do Senhor com um perfume muitocaro e enxugou com seus próprios cabelos. Esta foi a maneira que ela encontrou deadorá-Lo e demonstrar seu amor por Ele.Marta e Maria amavam Jesus. Cada uma demonstrava este amor que sentiam por Ele demodos diferentes. Enquanto Marta servia procurando suprir todas as necessidades doSenhor, Maria, corajosamente, O adorava com um amor inigualável sentando a Seus pésou ungindo-O com o que ela tinha de melhor ... um perfume muito caro.E você, amada irmã, de que modo demonstra o seu amor Àquele que lhe deu a vidaeterna? Como você demonstra que ama Jesus?Que o Senhor nos dê capacidade para adorá-Lo com um amor que chegue até Ele comoum perfume suave.Que possamos tirar destas duas mulheres de Deus aqueles atributos que agradam aoSenhor.Que possamos também refletir em tudo que conhecemos delas e, em seguida, nos fazera seguinte pergunta ...COM QUAL DELAS EU ME PAREÇO?MicalA Que Amou E Desprezou O Rei Davi"Então Mical desceu a Davi por uma janela; e ele se foi, e fugiu, e escapou" (1Sa 19:12)."... Mical, a filha de Saul, estava olhando pela janela; e, vendo ao rei Davi, que ia bailandoe saltando diante do Senhor, o desprezou no coração" (2Sa 6:16).O nome da filha do rei Saul, que significa "quem é como Deus?", era Mical. Ela foi aprimeira esposa de Davi. Não podemos dizer que ela foi a esposa ideal, a esposa queestava no centro da vontade de Deus. Mas, mesmo assim, ela fez parte do plano do
  • Senhor para a vida de Davi.Ao lermos 1 Samuel, a partir do capítulo 19, vemos que o rei Saul planejava matar Davi.Ele começou a perceber que o Senhor estava com Davi e que sua filha, Mical, amava omarido. O ciúme começou a tomar conta da sua vida.Em 1 Samuel 19:11, a Bíblia nos diz:"Porém Saul mandou mensageiros à casa de Davi, que o guardassem, e o matassempela manhã..."Mical soube do plano de seu pai e, como uma esposa que, depois do Senhor, colocavaseu marido em primeiro lugar em sua vida, avisou a Davi e o ajudou num plano de fugaeficaz.A Bíblia nos diz que "Mical desceu a Davi por uma janela; e ele se foi, e fugiu, e escapou"(1Sa 19:12).Ela ficou debruçada na janela a observar aquele homem, que ela tanto amava, fugir paraque a sua vida fosse salva. Ela sabia que seu pai jamais o pegaria, pois ela havia secasado com o homem...1- que matara o gigante Golias;2- que foi posto à prova a fim de poder casar com ela, tendo que matar cem filisteus mas,na verdade, matou duzentos.Davi era um homem segundo o coração de Deus. O Senhor estava com ele em todos osmomentos de sua vida.Mical havia se casado com um homem íntegro que respeitava e amava o seu pai, o reiSaul.O rei queria matá-lo, era seu inimigo, mas ele, Davi, numa certa ocasião, podendo matá-lodisse: O Senhor me guarde de que eu faça tal coisa ao meu senhor, ao ungido do Senhor,estendendo eu a minha mão contra ele; pois é o ungido do Senhor" (1Sa 24:6).* Davi era um homem que respeitava aquele que o Senhor colocou acima dele (o reiSaul).* Ele era um homem que amava o Senhor.* Ele era um homem segundo o coração de Deus.* Ele não temia o inimigo, pois confiava no Deus verdadeiro que estava com ele.Este era o marido de Mical, homem forte, valente e com um coração cheio de fidelidade,amor e respeito para com aquele que Deus escolhera para ser o seu rei mas que oodiava, perseguia e queria matá-lo - o rei Saul.Mical, apesar de não ter sido a esposa ideal para Davi, colocou-o, naquele momento, emprimeiro lugar em sua vida mesmo tendo que ficar contra a vontade de seu pai.Eu, como uma mulher que quer se transformar numa mulher segundo o coração de Deus,devo também colocar as prioridades certas em minha vida. Como uma mulher de Deustenho que...1) colocar Deus cm primeiro lugar em minha (não meus filhos, não a igreja, não meusministérios, não as reuniões da sociedade feminina mas... o SENHOR);2) depois de Deus, colocar meu marido como a pessoa mais importante na minha vida...a- falando bem dele a nossos filhos, a nossa família, a nossos amigos... porque a Palavrade Deus me diz em Tito 3:2 "que a ninguém infamem...";b- procurando nele tudo o que existe de bom e não esquecendo de elogiá-lo naquilo que
  • eu gosto (seu respeito por mim, seu modo carinhoso de tratar-me, seu amor pelo Senhor,o exemplo de integridade que ele dá aos filhos e, até mesmo elogiar seus músculos, seusolhos, seu sorriso...);c- orando por ele (por seu trabalho, por seu ministério na igreja, pelas tentações que poracaso surjam, por seu crescimento espiritual...);Mical tinha Davi como a pessoa mais importante de sua vida, pois ela o admirava e oamava. Ela o salvou da morte, porém, quando Davi já era rei, aconteceu algo que mudouo cenário da sua vida. Os personagens eram os mesmos (Mical e Davi), a cena era amesma (Mical junto à janela), contudo, agora, o coração dela já não era o mesmo. Antes,ela tinha um coração cheio de amor e respeito pelo marido. Agora, o seu coração odesprezava. Ela se encontrava junto à janela e observava Davi que entrava em Jerusalémcom a arca da aliança, pulando e dançando. Ela não gostou do que estava vendo. Ela oachou ridículo e o desprezou.Aquele mesmo coração que, junto à janela, o amou e o salvou da morte, agora, junto àmesma janela, o estava desprezando. Vemos que, por duas vezes, Mical estava junto àjanela observando aquele que ela tanto amava e admirava mas que, agora, desprezava.Provavelmente, Mical esperava que seu casamento fosse o mais feliz e o mais seguro.* Será que ela esperava que Davi viesse salvá-la das mãos de um pai irado e vingativo?* Será que a amargura tomou conta do seu coração ao ver que nada do que ela haviasonhado aconteceu?Sabemos que o rei Saul vingou-se dela e de Davi, dando-a em casamento a outrohomem.Há uma frase de Kathy Troccoli que mostra que atitude temos que ter quandoenfrentamos situações difíceis como esta de Mical. Ela disse: "Quando escolho seguir aJesus em meio à dor e me firmo em Suas promessas, tenho esperança - mesmo quandonão sei o que está por vir."Mical não escolheu seguir a Deus quando passava por momentos de dor. Ela nãoprocurou se firmar nas Suas promessas, deixando assim de se encher de esperançamesmo não sabendo o que o Senhor estaria preparando para ela.Assim como Mical, muitas de nós passamos por tribulações em nossas vidas. O remédiopara superá-las é depositá-las no altar do Senhor e, com fé, repousar em Seus braçosamorosos, confiando que Ele é o Deus que transforma...a) o fel em mel;b) a tempestade em calmaria;c) a tristeza em alegria;d) o ódio em amor;e) o meu coração de pedra em um coração semelhante ao dEle (Amém!).O Senhor é um Deus fiel que "... prova a Sua fidelidade para conosco a todo instante"(Carol Kent).Mical sentia-se como um joguete nas mãos dos dois homens da sua vida - Davi, seumarido e o rei Saul, seu pai.Seu pai obrigou-a a casar-se com outro homem e Davi, depois da morte de Saul,recebeu-a das mãos de um dos seus irmãos, para tornar ainda mais legítimo o seureinado. Ela era princesa e, agora, foi transformada em rainha.Mical era rainha mas o seu coração não estava correto diante de Deus.
  • A Bíblia nos diz em 1 Samuel 16:7 que "... o Senhor olha para o coração", Ele conhece osnossos mais profundos pensamentos. Se estamos erradas, Ele sabe. Se queremos queEle molde o nosso coração para ficar parecido com o dEle, Ele molda. Depende de nósquerermos ou não agradar ao Senhor e agir corretamente.Será que existe algo mais maravilhoso do que ter o coração parecido com o coração doSenhor?Será que não é isto que nossa alma deveria ansiar?Mical não estava em comunhão com o Senhor. Ela deixou que as tribulações de sua vidafossem transformadas na amargura que já fazia morada em seu coraçãoAqui estava ela, uma mulher que decidiu ter uma alma amargurada e que desprezava averdadeira adoração ao Senhor.Ali estava Davi, o homem segundo o coração de Deus que, dando pulos de alegria, faziaa verdadeira adoração ao Senhor.Amada irmã, tenho como alvo em minha vida transformar-me numa mulher segundo ocoração de Deus. Sei que é difícil, estou tendo dificuldade mas é isto o que o meucoração almeja. E você, qual é o objetivo de sua vida?Deus quer que O adoremos "... na beleza da Sua santidade" (1Cr 16:29).Deus quer que O "adoremos e prostremo-nos (Sal 95:6) diante dEle.Adoremos o nosso Deus, confiemos nEle e no Seu amor e escondamos em nossocoração a Sua Palavra que amorosamente nos diz:"Celebrai com júbilo a Deus, todas as terras. Cantai a glória do Seu nome; dai glória aoSeu louvor. Dizei a Deus: Quão tremendo és Tu nas Tuas obras! Pela grandeza do Teupoder se submeterão a Ti os Teus inimigos. Todos os moradores da terra Te adorarão eTe cantarão; cantarão o Teu nome" (Sal 66:1-4). MiriãIrmã De Moisés E Arão“E sua irmã postou-se de longe, para saber o que lhe havia de suceder;” (Êxodo 2:4)1- MIRIÃ MENINAMiriã era a irmã mais velha de Moisés, a criancinha que havia sido colocado num cesto de
  • junco a fim de que fosse salvo da morte.O decreto de Faraó foi desumano, duro e impiedoso: Toda criança hebréia do sexomasculino deveria ser morta... e a menina Miriã sofria por causa do irmãozinho recém-nascido.Filha de Joquebede e Anrão, ela sabia que a situação era difícil mas...1- ela aprendeu com seus pais a confiar no Senhor. Seu coração sabia que a situaçãonão era fácil e por isso ela tinha medo... ela tinha somente doze anos... era ainda umacriança;2- ela aprendeu com seus pais a amar seus irmãos. Certamente, ela juntamente comeles, orava ao Senhor pela vida do seu irmão. Ela o amava e não queria que elemorresse;3- ela aprendeu com seus pais a ser fiel à família. Ela espreitava de longe o rumo docesto que havia sido lançado no rio Nilo e onde se encontrava o seu irmãozinho Moisés.Ela, apesar de ser ainda uma criança, não revelou a ninguém que seu irmão estavaescondido em sua casa para não ser morto. Ela aprendeu a ser fiel e leal à sua família.Irmã, como filha de Deus e como mãe que ama o filho, tenho que incutir nele princípiosque o ajudarão, no futuro, a ser um homem, como foi o rei Davi, segundo o coração deDeus.É uma bênção quando estou andando com o Senhor, amando-O, obedecendo-O eseguindo a Sua Palavra que sempre é “Lâmpada para os meus pés” e “luz para o meucaminho” (Salmo 119:105). E é, então, quando tenho aquela comunhão que é um aromasuave para a minha alma. E, quando estamos nesta maravilhosa comunhão, devemosnos lembrar que temos filhos que precisam também aprender do amor de Deus por nós edo Seu amor sacrificial por toda a humanidade.Miriã, mesmo sendo tão jovem, tinha uma natureza forte e decidida. Tudo isto elaaprendeu com sua mãe Joquebede que a ensinava a ser fiel, ter diligência,responsabilidade e prudência.Ela foi cuidadosa, amorosa por cuidar, mesmo de longe, do seu irmão Moisés que eralevado pela correnteza do rio.Ela foi cuidadosa e amorosa ao perguntar à filha de Faraó: “... Irei chamar uma ama dashebréias, que crie este menino para ti?” (Êxodo 2:7b) Sabemos que esta hebréia era asua própria mãe Joquebede. Vejam a providência e cuidado do Senhor.Minha irmã, façamos como nos aconselha a nossa irmã e escritora Elizabeth George:“Cultive fortes laços familiares. Ponha em prática a ‘mentalidade dos três mosqueteiros’,que é ‘um por todos e todos por um’. Esforce-se para que cada pessoa da família apóie eincentive as outras.” E ela ainda diz: “Ensinar seus filhos a ter amor, misericórdia, zelo ecompaixão, bem como diligência, fidelidade, responsabilidade e prudência, virtudes quevemos em Miriã, começa com você, querida mãe. Seus filhos serão um espelho de seusméritos (bons exemplos). O que eles vêem em você e o que aprendem com suas ações:Você ceifará aquilo que semear (Gálatas 6:7)!”2- MIRIÃ MULHERVamos, agora, falar sobre Miriã mulher. A Bíblia nada diz sobre a sua vida amorosa. Nãosabemos se ela tinha marido ou filhos mas é bem provável que ela não tenha se casado.Em nenhum momento, vemos uma Miriã abatida, triste ou desesperada por não ter secasado. Ao contrário, vemos nela uma mulher que se dedicou inteiramente ao ministériode servir ao Senhor.Miquéias 6:4 nos diz: “Pois te fiz subir da terra do Egito, e da casa da servidão te remi; e
  • enviei adiante de ti a Moisés, Arão e Miriã.”Podemos ver, através deste versículo, que o Senhor estava usando Miriã como uma líderde Israel juntamente com seus irmãos.Ouvir o chamado do Senhor e exercer o ministério que Ele coloca diante de mim é um atode obediência e alegria de poder servir ao Senhor que não mediu esforços de me tirar“dum lago horrível, dum charco lodo” e por “os meus pés sobre uma rocha” e além detudo isso ainda “firmou os meus passos” (Salmo 40:2). Que Deus maravilhoso é o nossoDeus!E quanto a você, amada irmã? Será que esstá ouvindo o chamado do Senhor?Será que você tem uma voz belíssima mas não quer usá-la para louvar e glorificar aDeus... porque tem vergonha e não quer perder tempo ensaiando? Afinal de contas o “seutempo” é muito “precioso”!Irmã, trabalhe para o Senhor com amor, com alegria e muita disposição! Fazer qualquercoisa para o Senhor é uma privilégio!Você pode até dizer: “Mas eu não sei fazer nada! Irmã, existe um sem número deministérios que eu ou você poderemos exercer para o nosso Deus. Eu ou vocêpodemos...* Cantar hinos que, realmente, louvem ao Senhor. Efésios 5:19 diz: “Falando entre vós emsalmos, e hinos, e cânticos espirituais, cantando e salmodiando ao Senhor no vossocoração.”* Ensinar a Palavra de Deus àqueles que não a conhecem. Atos 6:42 diz: “E todos osdias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar Jesus Cristo.”* Exortar os irmãos que estão desviados, desanimados e sem vontade de servir aoSenhor. Hebreus 3:13 diz: “Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante otempo que se chama hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano dopecado.”Além destes ministérios, ainda podemos ajudar na limpeza do templo, ajudar um doente,levando uma refeição para ele, visitar uma pessoa inválida, doente ou visitar uma pessoadeprimida por perder um ente querido, ajudar na preparação da ceia do Senhor... e muitase muitas coisas que podemos fazer se ouvirmos a voz do nosso Deus que usa a SuaPalavra ou mesmo pessoas para nos instruir. Deus nos quer no Seu trabalho.Arregacemos as mangas e trabalhemos com amor na obra do Senhor.Uma última coisa que gostaria de falar sobre Miriã é que , apesar dela ter tantasqualidades boas, ela fez algo que desagradou ao Senhor. Primeiramente, vamos lerNúmeros 12:1-2 e observemos o que a Bíblia diz sobre Miriã: E falaram Miriã e Arãocontra Moisés, por causa da mulher cusita, com quem casara; porquanto tinha casadocom uma mulher cusita. E disseram: Porventura falou o Senhor somente por Moisés? Nãofalou também por nós? E o Senhor o ouviu.”Agora, vejamos o que a Bíblia nos diz sobre Moisés em Números 12:3: “E era o homemMoisés mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra.”Vemos, então, o seguinte quadro:Miriã – mulher com espírito de inveja.Arão – homem com espírito de inveja.Moisés – homem mui manso.Irmã, você tem este mesmo espírito de inveja que tinham Arão e Miriã ou tem o espíritomanso como tinha Moisés? Ainda é tempo de você mudar o seu coração e ser umamulher mansa parecida com Moisés. Uma mulher que agrada ao Senhor.
  • "Ah Senhor! Quem dera eu fosse como Moisés! Quem dera eu tivesse esse espíritomanso, compassivo e cheio de amor e misericórdia pelas pessoas!Ajuda-me, Pai, a ser a mulher que Tu desejas que eu seja!Quero viver, Senhor, apenas para Te amar, Te adorar e ter uma vida exemplar para podermostra a meu marido, a meus filhos e ao mundo que eu Te respeito e Te amo com toda aminha alma."Amém!O Senhor ouviu as reclamações de Miriã e a chamou juntamente com Arão e Moisés parase reunirem na tenda da congregação. Lá, Ele disse: “Ouvi agora as Minhas palavras; seentre vós houver profeta, Eu, o Senhor, em visão a ele me farei conhecer ou em sonhosfalarei com ele.Não é assim com o Meu servo Moisés que é fiel em toda a Minha casa.Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas, pois, ele vê a semelhança doSenhor; por que, pois, não tivestes temor de falar contra o Meu servo, contra Moisés?”(Número 12:6-8).Quando o Senhor se retirou, Miriã ficou apavorada, com o corpo todo coberto de lepra e,certamente, todos olhando para ela, assustados.Moisés que amava a sua irmã e tinha uma comunhão perfeita com o Senhor, procurouinterferir em seu favor. Ele pediu que a curasse e que tivesse misericórdia dela.O Senhor ouviu a oração do seu fiel servo mas, como um Pai cuidadoso, Ele desejavaensinar àquela filha que Ele tanto amava a agir do modo correto a fim de que ela nuncamais caísse no mesmo erro. Ele, então, pediu as Moisés que a retirasse do acampamentoe a deixasse longe, por causa da lepra, por sete dias. Este exílio forçado a fez refletir noseu erro, nas suas palavras invejosas e a fez reconhecer que havia pecado,primeiramente, contra Deus e depois contra o seu irmão Moisés.Eis aí, irmã, um exemplo de Pai que ama o filho. O pai que ama, disciplina. O pai que amafaz o que a Palavra de Deus manda fazer: “Educa a criança no caminho em que deveandar, e até quando envelhecer não se desviará dele” (Provérbios 22:6).A história da vida de Miriã nos mostra como Deus é um Deus justo mas é um Deus queperdoa pecadores. Vemos que, apesar dela ter que passar sete dias separada de todos,sofrendo por causa da doença, por causa do seu erro, ela voltou para o acampamentosarada e, o mais importante, perdoada pelo Deus a quem ela servia e, com certeza,amava.A própria Bíblia nos dá esta certeza de perdão da parte de Deus. Vejamos três versículosque mostram a misericórdia de Deus...“Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de Seus benefícios.Ele é O que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara toas as tuas enfermidades”(Salmo 103:2-3).“Quem é deus semelhante a Ti que perdoa a iniqüidade, e que passa por cima da rebeliãodo restante da sua herança?” (Miquéias 7:18).“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, enos purificar de toda a injustiça” (1 João 1:9).“Pai, obrigada pelas tantas vezes que me perdoaste, mesmo sendo eu infiel a Ti e Tedesobedecendo.Obrigada, Senhor, por punir-me na hora certa.Obrigada, porque és um Pai amoroso e que se importa comigo.Toca bem fundo no meu coração para que eu não peque contra Ti, nem contra o meu
  • próximo. Mas se eu pecar, Senhor, ajuda-me a reconhecer o meu erro e que eu possa mearrepender.Ponha alegria em meu coração quando eu vir que Tu me perdoaste.Obrigada pela Tua paciência e amor por mim.Amém!Miriã(Seu nome pode significar “amargura”)Seu caráter:Mesmo quando ainda jovem, ela mostrou ter espírito forte e sabedoria. Uma líder do povode Deus num momento crucial da história. Foi ela quem dirigiu a celebração depois datravessia do Mar Vermelho e que transmitiu a Palavra de Deus ao povo, compartilhandocom eles sua jornada de quarenta anos no deserto.Seu sofrimento:Ter ficado leprosa por causa do seu orgulho e insubordinação e não ter podido entrar naTerra Prometida.Sua alegria:Ter desempenhado um papel importante na libertação do povo de Deus, não que amava.Textos-chave:Êxodo 2.1-10; 15.20-21; Número 12.1-15SUA HISTÓRIA“Devo ficar sete dias longe do acampamento do meu povo, uma mulher velha, cercadapelas lembranças do que aconteceu.“Como pude esquecer meus anos no Egito, o grito das mães cujos filhos foramassassinados ou os gemidos de nossos irmãos enquanto trabalhavam até a morte? Sótenho de fechar os olhos para ver – o muro de água, os soldados nos perseguindo atravésdo mar, o som deles se afogando ruidosamente e, no final, o silêncio e a paz. Como sintofalta do canto das mulheres que dirigi naquele dia, dançando à beira-mar, louvando aDeus por ter lançado nossos inimigos nas águas profundas, certa de que não mais osveríamos.Mas nós os vimos – sim, vimos nossos inimigos, embora não fossem os egípcios.Deixamos que a ingratidão nos espreitasse e roubasse nossas bênçãos. Preferimos osalhos e o alho-porro do Egito, o alimento de nossa escravidão, ao maná que o bom Deusnos deu. Escravizados ao medo, recusamos-nos entrar na terra prometida.Vezes sem conta, Moisés, Arão e eu exortamos o povo a ficar firme, a ter fé e a obedecera Deus. Mas chegou um dia em que Arão e eu não pudemos mais apoiar nosso irmão.Falamos, então, contra ele e sua mulher cusita. Que parte tinha ela, uma estranha anosso sofrimento, na promessa? Desafiamos, assim, Moisés. O Senhor só falaria pormeio dele? Merecíamos compartilhar, em partes iguais, da autoridade dele, ter o mesmodireito de guiar o povo.Mas o Senhor que fala ouviu também nossas queixas e chamou nós três para ficar diantedele na Tenda da Reunião. Dirigiu-se a mim e Arão com palavras terríveis.“Quando a nuvem da sua presença finalmente se levantou, eu estava leprosa. Pude ver ohorror estampado em cada face que me fitava. Arão suplicou a Moisés que perdoasse anós dois, e Moisés clamou ao Senhor para que me curasse.“O Senhor respondeu: ‘Se seu pai tivesse cuspido no rosto dela, não ficaria em desgraça
  • durante sete dias? Mande que ela fique fora do acampamento durante sete dias; depoisdisso pode ser trazida de volta’. Fiquei, pelo menos, sabendo que meu exílio seriatemporário, que minha doença era temporária.“Vejo, agora, que meus inimigos não estavam apenas sepultados no mar, mas moravamno meu próprio coração. Mesmo assim, Deus permitiu que eu vivesse, e creio que vai mecurar. Embora traga sofrimento, Ele também mostra compaixão Uma coisa sei: o Senhorlançou meu orgulho no mar, e por isso também cantarei louvores a Ele”.Embora as Escrituras não revelem os pensamentos de Miriã, nem a atitude de seucoração depois de ter sido castigada por queixar-se de Moisés, não é errado pensar queela tenha se arrependido durante os sete dias de seu afastamento. Não é, de fato, fácilpara alguém que tem fé, embora culpado, ouvir Deus falar como se estivesse cuspindoem seu rosto e, ainda assim, persistir no erro.É provável que Miriã e a própria nação precisassem de uma rejeição forte parareconhecer a gravidade de um pecado que ameaçava a unidade do povo de Deus.Por que Arão não foi também afligido por causa de seu pecado?, talvez você se pergunte.Provavelmente porque Miriã parecia ser a chefe da torcida.A última notícia que temos de Miriã é que ela morreu e foi sepultada em Cades-Barnéia,não muito longe de onde Agar encontrara um anjo no deserto muitos anos antes. Comoos irmãos Moisés e Arão, Miriã morreu pouco antes de os israelitas terminarem suaperegrinação de quarenta anos no deserto. Ela também foi impedida de entrar na TerraPrometida.Como eles, Miriã é igualmente uma das grandes heroínas da nossa fé. Quando jovem,ajudou a salvar o bebê Moisés, futuro libertador de Israel. Por ser profetisa, exortou eencorajou o povo de Deus, liderando também o primeiro salmo cantado nas Escrituras.Todavia, por mais forte que fosse a sua fé, como nós, ela pecou contra Deus e sofreu umcastigo destinado a levá-la ao arrependimento.SUA VIDA E SUA ÉPOCADançasNos dias bíblicos, o povo dançava para celebrar acontecimentos felizes e para louvar. Adança nas Escrituras está sempre ligada a alegria e a felicidade.A primeira menção da dança nas Escrituras foi no relato que descreve Miriã dirigindo asmulheres israelitas na dança que celebrou a derrota milagrosa dos egípcios no MarVermelho, efetuada por Deus. Imagine, se puder, a emoção daquelas mulheres enquantoandavam (quem sabe até corriam?) por entre as paredes de água do Mar Vermelho, comos carros egípcios logo atrás delas. Com medo de perder a vida, chegaram sem fôlego àpraia oriental, voltando-se a tempo de ver as águas descendo para afogar os egípcios eseus cavalos... uma fuga apertada, aterrorizadora.Logo o medo deu lugar à alegria. Estavam livres! Quando Miriã passou com um tamborimcantando um hino de louvor a Deus, os pés das mulheres moveram-se para acompanharo ritmo dela, suas vozes juntaram-se à dela na canção, e dançaram!Os hebreus dançavam na adoração, geralmente em louvor a Deus por sua libertação dosinimigos (I Sm 18.6; Sl 149.3). Dançavam para celebrar eventos felizes, comocasamentos e a volta de entes queridos para casa (Lc 15.25). Os hebreus, homens emulheres, não dançavam juntos. Os homens quase sempre dançavam sozinhos como fezDavi diante da arca (II Sm 6.14), enquanto as mulheres dançavam juntas.Há alguma evidência de que a dança fazia parte da adoração da primeira igreja cristã.Mas, segundo vários escritores cristãos primitivos, isso logo degenerou e deixou deexpressar um louvor puro ao Senhor. Pouco tempo depois a dança foi banida.Assim como Miriã e as mulheres não podiam deixar de dançar de alegria, quando Deusopera maravilhas em nossas vidas, algumas vezes reagimos quase da mesma maneira:nosso rosto se abre em um sorriso, nossas mãos se levantam e nossos pés não
  • conseguem ficar parados! O Deus que criou o corpo humano certamente se agrada nouso santo desse belo instrumento para oferecer-lhe louvores.SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Êxodo 15.19-2159. Descreva o que você acha que Miriã e as outras mulheres de Israel estavampensando e sentindo enquanto atravessavam o Mar Vermelho. Depois de chegarem comsegurança ao outro lado, por que você acha que dançaram para expressa louvor?60. Como você acha que se sentiria naquela situação? Teria dançado ou teria usadooutra forma de louvor a Deus? Em caso positivo, qual?Leia Números 12.1-361. O que você pensa que Arão e Miriã tinham contra a mulher “cusita” de Moisés? Vocêacha que a mulher dele era o verdadeiro problema? Qual o motivo real, a verdadeirarazão da reclamação deles?62. Contraste o que os versículos 1 e 2 revelam sobre Miriã e Arão com o que o versículo3 revela sobre Moisés. De que modo você é parecida com Miriã e Arão? De que modo separece com Moisés?Leia Números 12.4-963. Nesses versículos, o Senhor aparece na coluna de nuvem a Moisés, Arão e Miriã. Elesepara, então, Arão e Miriã e fala com eles. Porque estava tão zangado com eles?Leia Números 12.10-1364. Por que você acha que Miriã foi escolhida para ser castigada com a lepra e nãoArão?65. Em sua opinião, de que forma o castigo de Miriã deve ter afetado Arão?66. Você já esteve numa situação em que uma pessoa foi castigada pelo erro de várias?Como isso fez você se sentir?Leia Números 12.14-1567. O que você acha que Miriã estava sentindo e pensando quando ficou sete dias fora doacampamento? O que você pensaria se estivesse no lugar dela?68. Mesmo quando somos perdoados, temos, às vezes, que pagar o preço por nossospecados. Por qual pecado você recebeu um castigo? Você se considera perdoada,mesmo quando os efeitos de seu pecado subsistem?SUA PROMESSAA história de Miriã oferece um exemplo extraordinário da disposição de Deus paraoferecer perdão aos pecadores. Embora tivesse de sofrer as conseqüências por seus atos– sete dias de exclusão do acampamento longe de todos os que a amavam -, ela voltoucomo uma mulher perdoada. Centenas de anos mais tarde, Miriã é lembrada pelo profetaMiquéias como líder de Israel junto a Moisés e Arão (Mq 6.4).Tal perdão libertador está a nossa disposição, como esteve disponível a Miriã. Deus olhanosso pecado em julgamento, espera pacientemente que nos arrependamos e oferece,desejando ardentemente que recebamos, seu perdão e aceitação. Nosso arrependimentotransforma um legado de juízo e castigo em um legado de perdão e de valor diante deDeus.
  • Promessas nas Escrituras“Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios.Ele é quem perdoa todas as tuas iniqüidades; quem sara todas as tuas enfermidades.” (Sl103.2-3)“Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniqüidade e te esqueces datransgressão?” (Mq 7.18)“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados enos purificar de toda injustiça.” (I Jo 1.9)SEU LEGADO DE ORAÇÃOCantai ao Senhor, porque gloriosamente triunfou e precipitou no mar o cavalo e o seucavaleiro. (Ex 15.21)MediteNúmeros 12.1-15Louve a DeusPorque Ele disciplina a quem ama, cada filho que lhe pertence.AgradeçaPorque a ira de Deus dura só por um momento, mas seu favor dura para sempre.ConfesseQualquer arrogância que pode ter entrada em seu coração, especialmente no que serefere a seu papel na igreja ou no trabalho.Peça a DeusQue a ajuda a lembrar que a disciplina é uma expressão de seu amor por seus filhos.Eleve o coraçãoSe uma mulher como Miriã pode agir de maneira tão desagradável diante de Deus, nóstambém seremos capazes de pecar, não importando o que fizemos por Ele no passado.Gaste algum tempo, nesta semana, para fazer uma sondagem sincera de sua alma. Sedescobrir qualquer coisa que desagrade a Deus, peça-lhe perdão. Não sussurre apenasuma rápida oração e pronto; permita que Ele veja que seu arrependimento é sincero.Experimente pegar algumas pedras pequenas e ir até um rio, lago ou lagoa. Andedevagar junto a água e fale novamente com Deus sobre sua tristeza. Depois, atire cadapedra na água, lembrando da canção de louvor de Miriã. Agradeça a Deus por livrar vocêde seus pecados, assim como libertou os israelitas do exército do Fararó que osperseguia.Oração“Pai, obrigada pelas vezes em que trataste comigo, por amar-me o suficiente para mepunir. Ajuda-me a arrepender-me rapidamente, a perceber logo meu pecado, a fim de nãoprecisares chamar minha atenção para ele. Permita-me depois, experimentar alegria porter recebido teu perdão.”
  • Mulher de PotifarA mulher de PotifarSeu caráter:Esposa de um egípcio próspero e influente, era infiel e vingativa, pronta para mentir a fimde proteger-se e para arruinar um homem inocente.Seu sofrimento:Ser rejeitada por um escravo.Textos-chave:Gênesis 39SUA HISTÓRIANão sabemos sequer seu nome. Ela é apenas apresentada como a mulher mimada deum rico oficial egípcio, uma Cleópatra em miniatura, decidida a utilizar seus encantos paraseduzir o belo escravo hebreu, José.Aos 17 anos, seus meio-irmãos, filhos de Lia, haviam vendido José como escravo. Filhofavorito de Raquel e de Jacó, José parece ter conseguido, involuntariamente, a inimizadedos irmãos , chegando até a relatar um sonho predizendo que ele, o filho mais novo,reinaria um dia sobre eles. Invejosos, os irmãos simularam a morte de José e o venderamdesdenhosamente a comerciantes midianitas a caminho do Egito.Ali chegando, Potifar, capitão dos executores do faraó, comprou o jovem escravo econfiou-lhe gradualmente a responsabilidade de cuidado de toda a sua casa. Mesmo noexílio, tudo o que José tocava prosperava, como Potifar sem dúvida logo notou.O capitão da guarda não era, porém, o único egípcio impressionado com José. Suamulher também o notara. Deixando a sutileza de lado, ela tornou claro seu desejo,convidando José para compartilhar seu leito.O jovem escravo deve ter surpreendido a rica senhora com sua firme recusa:- Ele não é mais do que eu nesta casa e nenhuma cousa me vedou, senão a ti, porque éssua mulher: como, pois cometeria eu tamanha maldade e pecaria contra Deus? (Gn 39.9)A partir daquele dia, José fez o possível para evitá-la. Mas não tendo muito mais o quefazer para ocupar seu tempo e atenção, a mulher de Potifar simplesmente aguardou apróxima oportunidade, que apareceu quando José entrou na casa, certo dia, para cumprirseus deveres. A sós com ele, agarrou-o pela capa e sussurrou novamente:- Venha deitar-se comigo!José, porém, não se deixou convencer e fugiu dela, deixando sua pretensa sedutorasozinha com seu desejo, tendo agarrado, furiosa, a capa dele em seus dedos.Por temer, talvez, que José contasse a Potifar o acontecido, ela não perdeu tempo emacusá-lo de tentativa de estupro. Quando o marido soube disso, perdeu a calma e enviouimediatamente seu servo favorito para a prisão.A história de José e de como Deus o abençoou até na cela em que estava preso,capacitando-o a se tornar governante da nação em que entrara como escravo é familiar atodas nós. Mas não temos mais informação alguma sobre a mulher de Potifar. O queaconteceu com ela? O marido suspeitou de sua falsidade? Foi por isso que simplesmenteconfinou José à prisão, em vez de executá-lo, como tinha todo o direito de fazer?Comparada a José, a mulher de Potifar, protagonista desta história, é uma mulher vazia,cuja alma decaía cada vez mais mediante o poder corrosivo da lascívia e do ódio.Cercada de luxo, ela era espiritualmente pobre. Vazia de Deus, estava cheia de simesma.SUA VIDA E SUA ÉPOCA
  • A vida no EgitoNo mundo antigo, o Egito era considerado o celeiro do mundo. O Rio Nilo transbordavaregularmente, depositando umidade e sedimentos que tornavam o solo fértil ao longo deseu vale – lugar prefeito para o crescimento de fartas colheitas. O solo fértil, porém, sóera encontrado onde as águas do Nilo chegavam, numa divisão tão pronunciada que erapossível ficar, literalmente, com um pé no solo produtivo e outro na areia.Sempre que a fome atingia outras regiões do Oriente Médio, os habitantes famintoscorriam para buscar alimentos no Egito: “Havia fome naquela terra; desceu, pois Abrão aoEgito, para aí ficar, porquanto era grande a fome na terra” (Gn 12.10). “Sabedor Jacó deque havia mantimento no Egito, disse a seus filhos: Por que estais aí a olhar uns para osoutros? E ajuntou: Tenho ouvido que há cereais no Egito; descei até lá e comprai-nosdeles, para que vivamos e não morramos” (Gn 42.1-2).Além de servir como celeiro de alimentos, havia no Egito muitos projetos arquitetônicosimpressionantes. Alguns dos faraós construíram tumbas enormes, nas quais eles e suasfamílias seriam introduzidos à vida do além. Os egípcios acreditavam que seu corpo era acasa eterna da alma; portanto, adotaram a mumificação a fim de preservar de tal maneirao corpo dos mortos que muitos existem até hoje.Os projetos arquitetônicos dos egípcios eram completados a um custo humano tremendo.Os faraós egípcios forçaram os hebreus à escravidão, usando-os para completar seustemplos e túmulos. A opressão dos hebreus teve lugar, provavelmente, durante 19º.Dinastia do Egito, sob o faraó Ramsés. Os funcionários daquela época deixaram registrosdo número de tijolos fabricados a cada dia, assim como as queixas sobre a escassez depalha para os tijolos.Os templos e tumbas estavam cheios de acessórios de ébano e marfim, de vasoselegantes e de ferramentas de cobre, assim como de jóias de ouro e de ornamentos.Artesãos esculpiam lindas cenas da vida diária nas paredes das tumbas, a fim de proverconsolo para quem se achava ali enterrado.Como esposa de um oficial egípcio de nível elevado, a mulher de Potifar tinha,provavelmente, uma vida de relativo conforto e prosperidade. Segundo a história deGênesis 39, a casa e os negócios de Potifar prosperaram por causa da influência de José,e “o Senhor abençoou a casa do egípcio por amor de José; a benção do Senhor estavasobre tudo o que tinham, tanto em casa como no campo” (Gn 39.5).A história da sedução e do desejo é tão antiga quanto o mundo. As escrituras nãoregistram se José achou a mulher de Potifar atraente e desejável. Esse detalhe poderiaser considerado supérfluo, desde que a rejeitou porque “não podia fazer tamanhamaldade e pecado contra Deus”. A mulher egípcia, mais velha, e seus desejos oferecemum impressionante pano de fundo para a pureza de José, tornando sua escolha de andarpelo caminho reto ainda mais evidenciada e bela.SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Gênesis 39.6-751. Que traço de caráter faltava na mulher de Potifar? Por que você acha que ela sesentiu atraída por José, além do fato de ele ser “formoso de porte e de aparência?52. Como a mulher de Potifar, o que você gostaria de ter que não possui? Seria algo quenão deve ter? Caso positivo, peça a Deus que a ajude a arrancar isso do seu coração.Leia Gênesis 39.953. Onde você acha que José obteve seu conhecimento do que era certo e errado e suacapacidade para rejeitar o pecado? Como você pensa que seria a vida de José se eletivesse cedido à mulher de Potifar?54. Que herança o pecado ou uma rejeição do pecado deixaram em sua vida?
  • Leia Gênesis 39.1055. Por que você acha que José evitou o contato com a mulher de Potifar? Contrastecomo esses dois personagens responderam a tentação.56. Se uma tentação de certo tipo insiste em entrar na sua vida, como você reage?Leia Gênesis 39.16-1757. A história que a mulher de Potifar contou ao marido era apenas uma farsa, umainvenção. Descreva quais deveriam ter sido, em sua opinião, os sentimentos de José aoouvir essa “história”.58. Como a mulher de Potifar, você já acusou alguém injustamente? Quais foram ascircunstâncias? Como você lidou com o pecado, nesse caso, e corrigiu o erro?SEU LEGADO DE ORAÇÃOCria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável. (Sl51.10).MediteGênesis 39Louve a DeusPor que Ele não só mostra o que é certo, como também nos dá forças para resistir atentação.AgradeçaPor Ele nos convidar a desfrutar de um relacionamento íntimo com Ele, em vez dosprazeres vazios que este mundo oferece.ConfesseQualquer tendência para envolver-se. Emocional ou fisicamente, num relacionamentoextraconjugal ou qualquer tendência para cobiçar o que não lhe pertence.Peça a DeusQue ajude você a quebrar o hábito de fantasiar sobre os relacionamentos que desejariater.Eleve o coraçãoSabemos o que aconteceu com José depois de ter sido acusado falsamente, mas nãosabemos nada sobre a mulher de Potifar. Tire um momento para meditar nas terríveisconseqüências a que uma pessoa se submete por dar vazão a sua carnalidade. Como umpecado leva a outro, quando a pessoa percebe, ela está envolvida em um tremendoemaranhado de problemas, para os quais, muitas vezes, não resta saída, senão com umsincero arrependimento e a intervenção divina. Rejeite terminantemente essa situação emsua vida e, se você conhece alguém que esteja numa situação semelhante, você poderoferecer-lhe aconselhamento e ajuda.Oração“Senhor, não quero que minha alma se alimente de prazeres vazios, ou anseie por algoque pertence a outrem. Em vez disso, aumenta meu desejo por ei servir e cria em mimum coração puro, um coração que acharás irresistivelmente belo.
  • Mulher Pecadora- A Que Regou Os Pés De Jesus Com Suas Lágrimas"E disse-lhe a ela: Os teus pecados te são perdoados" (Lucas 7:48).Hoje, vamos conhecer mais uma mulher da Bíblia que teve o privilégio de ter diante de sio próprio Deus. Ela era uma mulher pecadora assim como eu e você somos.Possivelmente, ela era uma adúltera ou prostituta, não sabemos. Mas sabemos que Deusodeia o pecado e, para Ele, não existe nem pecadinho nem pecadão. Todo pecado, opequeno ou o grande, é pecado inaceitável por Ele que é um Deus santo.Se pudéssemos colocar a mulher pecadora de um lado de uma balança e eu ou você(também mulheres pecadoras) do outro lado, certamente, teríamos o mesmo peso. ParaDeus os pecados da mulher pecadora pesariam tanto quanto os meus ou os seus.Sabemos que ela tinha em seus ombros uma vida cheia de pecados. Naquele instante emque Jesus se encontrava na casa de Simão, um fariseu, que O havia convidado paracomer com ele, ela, ao saber que Ele estava ali, entrou na sala trazendo em suas mãosum vaso de alabastro com ungüento. O ungüento era uma espécie de pasta que seaplicava na pele, se derretia com o calor do corpo e se transformava em um perfumeagradável. Ele era preparado "por perfumistas, ou por um sacerdote, ou por indivíduosparticulares, usando uma grande variedade de substâncias aromáticas" (Novo Dicionárioda Bíblia).Sabemos que reis eram ungidos com ungüento perfumado com mirra. O ungüento eraguardado em vasos de alabastro e, assim como o vinho, quanto mais velho melhor e maiscaro.1- Samuel ungiu Saul ..."Então tomou Samuel um vaso de azeite e lho derramou sobre a cabeça..." (1 Samuel10:1).2- Elias ungiu a Jeú ,,,"E toma o vaso de azeite, e derrama-o sobre sua cabeça, e dize: Ungi-te rei sobre Israel"(2 Reis 9:3).3- Joiada ungiu a Joás ..."Então Joiada fez sair o filho do rei e lhe pôs a coroa, e lhe deu o testemunho; e o fizeramrei, e o ungiram" (2 Reis 11:12).A mulher pecadora passou por cima de todo e qualquer tipo de convenção quando entrounaquela casa cheia de fariseus e de pessoas que queriam ouvir Jesus. Um fariseu jamaisreceberia uma pecadora em sua casa mas ela, corajosamente, entrou na casa de Jairotrazendo com ela um vaso de alabastro cheio de ungüento. Chegando até onde Jesusestava. ela "... começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com oscabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o ungüento" (Lucas 7:38).O que mais perturbou o dono da casa não foi tanto a presença dela mas, principalmente,aquilo que ela fez. Ele, realmente, deixou transparecer revolta, e uma grande perturbação.Não sabemos se por ela está usando em Jesus o ungüento que era tão caro ou porquenão achava Jesus digno de ser ungido assim como eram os reis. Jesus, que é Deus,onisciente, com certeza conhecia o coração de Jairo e sabia o porquê da sua revolta.Apesar das mulheres do tempo de Jesus usarem cabelos presos, esta mulher não seimportou com o que iriam dizer mas, com os próprios cabelos, que estavam soltos,enxugou os pés do nosso Senhor.Ah, amada irmã, que mulher corajosa! Não sei que tipo de sentimento eu experimentariase visse diante de mim o próprio Deus. Não sei se teria coragem de agir como ela agiu ouse, covardemente, me esconderia e deixaria passar esta oportunidade de demonstrar omeu amor por Aquele que me amou primeiro.Será que por amor ao meu Salvador eu enfrentaria a censura das pessoas?. É este tipo de amor e coragem que sei que devo ter, independente do que os outros vão
  • pensar ou dizer de mim.. É este tipo de amor e sentimento que sei que devo ter quando tenho que obedecer ao"ide" de Deus para falar do Seu grande amor por mim, uma pecadora tão cheia de pecadoquanto a "mulher pecadora".. É este tipo de amor e coragem que sei que devo ter mostrando ao mundo ímpio oprivilégio que tenho de ser uma verdadeira cristã que aceitou o Deus quefez todas as coisas e "sem Ele nada do que foi feito se fez" (João 1:3b)."Obrigada, Senhor, porque me amaste do jeito que eu era ... cheia de pecados, amantedas coisas do mundo e bem longe de Ti.Obrigada porque olhaste para mim vendo como eu seria no futuro ... uma pecadoraremida através do Teu sangue.Obrigada porque encontrei o céu através do Teu grande amor por mim na cruz doCalvário.Obrigada porque abriste meus olhos e só assim vi a necessidade de perdão dos meuspecados.Trabalhe, ó Senhor, no meu coração para que eu me transforme numa mulher corajosa eousada assim como a mulher pecadora..Que eu não haja, Senhor, como aquele fariseu que criticou a mulher pecadora sem antesolhar para os seus próprios pecados.Que mesmo sabendo que todos os meus pecados já estão perdoados, eu tenha o mesmoespírito da mulher pecadora quando foi se encontrar com Teu Filho ... um espírito humildemas corajoso, cheio de paixão e amor por Ti.Amém!"A Bíblia deixa o nosso coração cheio de certeza do perdão de Deus. É, realmente, umbálsamo para a nossa alma palavras como estas ..."Prevalecem as iniqüidades contra mim; porém tu limpas as nossas transgressões"(Salmo 65:3)."A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão operdão dos pecados pelo seu nome" (Atos 10:43)."O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seuamor; Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados"(Colossenses 13-14)."Novamente, Senhor, quero Te louvar pelo amor que tens por mim, perdoando os meusinúmeros pecados assim como Jesus perdoou os pecados da mulher pecadora.Afasta de mim, ó Deus, qualquer tendência que eu possa ter de julgar os outros. Mas queeu possa ter compaixão daqueles que estão em pecado.Afasta de mim o orgulho, a arrogância para que, assim, eu possa viver de forma quesomente Tu sejas glorificado. Que o meu alvo seja obedecer e seguir, sempre, a TuaPalavra.Senhor, obrigada pela certeza de que, enquanto estiver aqui na terra, seguindo os passosde Jesus e sentando-me a Seus pés, estarei aprendendo dEle e vivendo do modo que Teapraz.Em nome de Jesus ...Amém!Amada irmã, quando vejo o próprio Deus me dizendo ... "Eu, Eu mesmo, sou o que apagaas tuas transgressões por amor de Mim, e dos teus pecados não Me lembro" (Isaías43:25), faço a mim mesma a seguinte pergunta: Deus me perdoa para o Seu própriobem? Para o Seu próprio bem? Eu pensei que quando Deus me perdoava isto seria parao meu bem. Não existe, irmã, maior amor do que este.Obrigada, Senhor!Mulher Samaritana
  • - A Que Adorou A Deus Em Espírito E Em Verdade"Veio uma mulher de Samaria tirar água" (João 4:7).A nossa história começa numa cidade de Samaria chamada Sicar. Samaria foi,originalmente, o nome da capital do reino israelita do norte. Depois, passou a designaruma vasta região ao seu redor. Caiu em 722 A.C..Sabemos que havia uma rixa entre os judeus (aqueles que não se misturavam, através docasamento, com outros povos) e os samaritanos (judeus que se misturaram com outrospovos, através do casamento). E o motivo deste atrito era porque os judeus nãoaceitavam o casamento misto dos samaritanos.Eles não permitiam que os samaritanos freqüentassem o templo, por isso, estesconstruíram o seu próprio templo indo mesmo de encontro a Deus.O povo judeu zelava pela pureza da raça e não aceitava a ascendência mista dossamaritanos.Ao examinarmos a Bíblia, no evangelho de João 4:4, vemos que Jesus havia deixado aJudéia e se dirigia para a Galiléia mas "era-lhe necessário passar por Samaria" (João4:4). É aí onde, realmente, começa a nossa história ... Jesus decidiu passar e não sedesviar da cidade onde viviam aqueles rejeitados pelos judeus.Jesus, sendo Deus, é santo e puro, ao contrário de nós que, muitas vezes, fazemosacepção de pessoas. Os judeus rejeitavam os samaritanos mas Jesus os amava e queriadar a eles a salvação eterna.A decisão dEle de parar junto à fonte de Jacó teve como resultado a salvação da nossapersonagem principal - a mulher samaritana - e a de muitas pessoas que moravam emSamaria. Ela morava em Sicar e, á hora sexta (meio dia) caminhava até o poço paraapanhar água.Era comum, naquela época, as mulheres mais novas de uma casa, irem buscar água nopoço para suprir as necessidades. Geralmente, elas preferiam fazer isto no fim da tardequando o tempo estava mais fresco. Ao contrário delas, a mulher samaritana estava indoapanhar água, ao meio dia ("hora sexta" como diz a Bíblia em João 4:6), talvez por serdesprezada por elas.A Bíblia nos diz que Jesus "cansado do caminho, assentou-se assim junto da fonte" (João4:6).Podemos imaginar a mulher samaritana se aproximando do poço e ficando surpresa porencontrar ali um judeu e ainda mais por ele falar com ela dizendo ... "Dá-me de beber"(João 4:7). Com certeza, ela se surpreendeu, principalmente, por ser uma mulherrejeitada (por fazer parte de um povo rejeitado) e por causa do seu modo de vida.Amada irmã, será que você, alguma vez, já procurou amizade com alguém rejeitado?Você já virou seus olhos para Jesus e procurou imitá-Lo não fazendo acepção depessoas?Ela ficou surpresa com o pedido de Jesus e mais surpresa ainda quando Ele lhe disseque poderia lhe dar "água viva". Ele não possuía nada que pudesse tirar esta "água viva".Como então Ele poderia lhe dar esta água? Ela jamais poderia imaginar que o que Jesusestava dizendo era: "... aquele que beber da água que Eu lhe der nunca terá sede, porquea água que Eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna" (João4:14). Esta água oferecida por Jesus à mulher samaritana era um tipo de água que iria
  • saciar, para sempre, a sua sede - a Palavra de Deus que a levaria a ter uma vida eternano céu.Apesar de ser pecadora, ela foi humilde e creu que Jesus tinha a "água viva"Sabemos que as pessoas que não são humildes, ou seja, as pessoas soberbas jamaisprosperarão. Como mulheres de Deus devemos ser humildes e submissas ao Senhor,pois só Ele pode dar o melhor para nossas vidas.A mulher samaritana ainda não estava entendendo mas aceitou a "água viva" oferecidapor Jesus dizendo: "... Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e nãovenha aqui tirá-la" (João 4:15).Minha amiga, você já bebeu desta água?Você procura resolver a sua sede espiritual bebendo desta água, ou procura satisfazer assuas necessidades com coisas materiais tais como ... dinheiro, shopping, roupas, jóias,festas, família ...?Somente Deus é capaz de preencher o vazio que existe em nossa alma. Só Ele podesaciar a nossa sede - tanto a espiritual quanto a material.Jesus ia, pouco a pouco, deixando a mulher samaritana maravilhada e cativada por Suaspalavras. Ela ouviu-O dizer que ela havia tido cinco maridos e o que agora vivia com elanão era seu marido. (Como poderia aquele homem conhecer toda a sua vida? Comoaquele homem judeu estava ali conversando com ela revelando toda a sua vida?)No seu coração, provavelmente, algo diferente estava para acontecer. Mesmo tendo todaa sua vida revelada por Jesus, ela ainda não sabia que estava diante do próprio Deus quea criou. Ela ainda não estava entendendo que quem estava diante dela era o próprio Deuscriador dos céus e da terra. Ela pensou que Ele fosse um profeta. Ela jamais imaginouque estava frente a frente com Aquele que poderia lhe dar a vida eterna, com Aquele quesaciaria a sua sede para todo o sempre.Foi a esta mulher pecadora, cheia de dúvidas que Jesus decidiu dizer quem Ele era. Elenão escolheu líderes religiosos para dizer que Ele era o próprio Deus.Quando a mulher samaritana disse: "Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem;quando Ele vier, nos anunciará tudo" (João 4:25), Jesus lhe respondeu:"Eu o sou, Eu quefalo contigo" (João 4:26).Sim, Jesus não escolheu homens religiosos, frios, "sepulcros caiados" para se revelarmas escolheu uma simples mulher pecadora que tinha sede de conhecer o Messias.Agora, convencida de que estava diante do próprio Deus, ela prontamente foi para acidade levar as boas-novas. Ela não guardou só para si o que ouvira e aprendera masestá escrito na Bíblia que ela deixou "o seu cântaro, e foi à cidade, e disse àqueleshomens: Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não éeste o Cristo?" (João 4:28-29).Ao ver este maravilhoso exemplo de uma mulher evangelista, ficamos a pensar echegamos à conclusão que algo muito urgente precisa ser feito por nós. Assim como ela,devemos falar de Cristo e mostrar aos perdidos que "Deus amou o mundo de tal maneiraque deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenhaa vida eterna" (João 3:16).Amada irmã, façamos com o Senhor um compromisso de evangelizarmos aqueles queainda não O aceitaram como Salvador a fim de que o número dos perdidos se complete eo dia da sua segunda vinda chegue logo. Maranata!Quantas mensagens evangelísticas eu e você já ouvimos falando do amor de Cristo queveio à terra para morrer no nossa lugar?
  • Quantas vezes nossa alma se condoeu por almas que estavam e estão indo para oinferno?Quantas vezes reagimos com o mesmo entusiasmo que a mulher samaritana reagiu indo,imediatamente, falar do Messias ás pessoas de sua cidade?Quer ser uma mulher que honra ao Senhor obedecendo ao Seu IDE por todo o mundopara pregar o Evangelho?Nós que amamos ao Senhor temos que gostar de falar aos outros a respeito de Jesus edo Seu amor por todas nós.De tudo que aprendemos sobre esta mulher que morava na cidade de Sicar, em Samaria,um exemplo deve ser seguido: Fale de Cristo a seus filhos, a seus pais, a seus irmãos, aseus amigos que estão, cegamente, caminhando pelo caminho largo onde tudo é "maisfácil", "mais prazeroso", "mais convidativo" mas que os estão levando para um lugareterno. de chamas ardentes - o inferno literal. Veja o que esta passagem de Lucas 16:23-24 nos relata: "E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longeAbraão, e Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, emanda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua,porque estou atormentado nesta chama."Amadas irmãs, precisamos mudar. Precisamos ter em nossos corações um peso pelasalmas perdidas. Vamos mudar para poder transformar vidas, vidas que estão sedentas daPalavra do nosso Deus. Vamos nos comportar como verdadeiras crentes que conhecem aPalavra e obedecem pensando não no seu bem mas no bem daqueles que estãoperdidos."Meu Deus, obrigada pelo Teu plano perfeito para me dar a vida eterna.Obrigada por me salvares enviando o Teu Filho unigênito para morrer por uma pecadoracomo eu.Obrigada pelo privilégio de poder falar de Ti aos perdidos, privilégio este que até mesmoos Teus anjos gostariam de ter.Ajuda-me a preservar, em meu coração, este peso pelas almas perdidas.Que durante a minha vida aqui na terra, eu possa Te honrar e Te louvar com toda a minhaalma.Amém!"Mulher Virtuosa- Sábia E Bondosa"Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua" (Provérbios31:26).É no livro de Provérbios que encontramos a descrição da mulher que todo marido gostariade ter. Ela é uma mulher que possui tantos bons atributos que, com certeza, além de servirtuosa ela é uma mulher segundo o coração de Deus.É também no livro de Provérbios que encontramos descrições de mulheres com tantascaracterísticas negativas que nós, que somos filhas de Deus e que queremos estar nocentro da Sua vontade, devemos fugir e nos afastar delas.Veja, amada irmã, de quais características, dentre tantas que são citadas, devemos fugire nos afastar... A Bíblia nos fala de mulheres:1- Prostitutas
  • "E eis que uma mulher lhe saiu ao encontro com enfeites de prostituta, e astúcia decoração" (Provérbios 7:10).2- Estranhas"Para te afastar da mulher estranha, sim da estranha que lisonjeia com suas palavras"(Provérbios 2:16).3- Loucas"A mulher louca é alvoroçadora; é simples e nada sabe" (Provérbios 9:13).4- Sem discrição"Como jóia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não temdiscrição" (Provérbios 11:22).5- Que envergonham"A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que o envergonha é como podridãonos seus ossos" (Provérbios 12:4).6- Tolas"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos"(Provérbios).7- Contendiosas"O filho insensato é uma desgraça para o pai, e um gotejar contínuo as contendas damulher" (Provérbios 19:13).8- Rixosas"É melhor morar numa terra deserta do que com a mulher rixosa e irritadiça" (Provérbios21:19).Observando todas estas más características destas mulheres que estão na Bíblia,podemos nos fazer a seguinte pergunta: "Será que eu me identifico com alguma oualgumas destas mulheres?*Como uma filha de Deus devo sempre pedir-Lhe que a Sua bondade, paciência, perdão,misericórdia, sabedoria ... façam parte da minha vida, a fim de que, possuindo estesatributos, eu possa me tornar uma mulher de honra, bela a Seus olhos.*Como uma filha de Deus devo almejar ser uma mulher que possua princípios virtuososcomo a mulher de Provérbios 31, a fim de que eu possa me tornar uma mulher de honra,bela a Seus olhos.*Como uma filha de Deus tenho que me conduzir de modo que seja um exemplo paraminhas filhas, minhas netas e para o mundo que, ao ver o meu agir, queiram aceitar oDeus que transformou a minha vida.Quando em Provérbios 31:28 a Bíblia fala da mulher virtuosa dizendo: "Levantam-se seusfilhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva", podemos ver oquanto ela era amada por sua família.Não era em vão que todos gostavam dela, pois além de bondosa ela era cheia devirtudes.Esta mulher tinha tantas boas qualidades que chegamos mesmo a pensar: "Será que ela,realmente, existiu?" ou "Será que a mãe do rei Lamuel estava apenas mostrando ao filhoo tipo de mulher que ele deveria procurar para se casar?" Não sabemos ao certo mas averdade é que o Senhor registrou na Sua Palavra o tipo de mulher que poderá honrar omarido, os filhos e, principalmente, honrá-Lo.
  • Quando lemos todos os versículos que falam desta mulher que todas nós gostaríamos deser, ficamos um tanto quanto frustradas por não conseguirmos fazer nem a metade doque ela fazia. Não é verdade?Veja, minha irmã, as tantas e tantas coisas que ela (que, provavelmente sabia remir otempo, que sabia ser organizada, que tinha bastante saúde para dormir tarde e acordarcedo ...) fazia no seu dia a dia ...- Ela busca lã e linho e trabalha de boa vontade;- Traz de longe o seu pão;- Levanta-se quando ainda é escuro para alimentar os seus e dar tarefas às suas servas;- Estende as suas mãos ao fuso e com elas pega na roca;- Ajuda aos pobres;Estas e tantas outras coisas que ela fazia no seu dia a dia, nos mostra o quanto ela erasábia e "não comia o pão da preguiça" (Provérbios 31:27). Somente uma mulher que temDeus no coração e que O teme é capaz de mostrar sabedoria em tudo que faz.Eu quero ser assim como a mulher virtuosa? Querer ser como ela é uma decisão quetenho que fazer. Cabe a mim decidir que caminho eu quero seguir:1- O caminho largo, fácil, onde nada tenho que fazer mas recebo tudo prontinho e sem terque me esforçar nem me desgastar.Este é o caminho da mulher prostituta, estranha, louca, sem discrição, que envergonha,tola, contendiosa e rixosa.2- O caminho estreito, difícil, onde tenho que pedir ajuda ao Senhor para me darsabedoria, coragem, saúde e vontade de agradá-Lo.Este é o caminho da mulher virtuosa, sábia, bondosa, temente a Deus, não egoísta e quepensa mais no outro do que em si mesma.Eu já escolhi o meu, e você?Gostaria de mostrar a você, amada irmã, um comentário que li no livro "Elas" de AnnSpangler e Jean Syawerda:"De fato, às vezes, maridos e pregadores críticos, incapazes de resistir à tentação,esfregam no nariz da mulheres essa personagem bíblica. Que mulher poderia comparar-se a ela? O valor da mulher só deve ser medido pelo que realiza na esfera doméstica? Oua mulher de Provérbios 31 é um símbolo de todas as contribuições que a mulher poderiafazer na cultura de sua época?"Realmente, conhecemos mulheres virtuosas que trabalham em campos missionários,ajudando seu marido, criando seus filhos ... Podemos citar dentre tantas mulheresvirtuosas ...* A irmã Lettie Cowman que trabalhou muitos anos com seu esposo como missionários noJapão e na Coréia. O seu trabalho ficou muito difícil e muito árduo quando ela teve quecuidar de seu marido (Charles Cowman) quando este adoeceu. A sua luta foi muitogrande mas, em momento algum, ela desanimou, pois sentia o amor do Pai junto a ela emtodos os momentos difíceis. Ela disse: "Por todos estes anos temos sido sustentados nospoderosos braços de amor, até chegarmos a amar o nosso deserto, por causa da Suaamada presença conosco." "Mulher virtuosa quem a achará?" (Provérbios 31:10).* Outra mulher virtuosa que merece ser lembrada é Joni Eareckson. Bem jovem, comapenas 17 anos, ela sofreu um acidente em uma piscina e ficou paralisada dos ombrospara baixo. Em vez de entrar em depressão, depois de muito sofrimento físico e lutasespirituais, ela decidiu deixar Deus usá-la, apesar de sua condição física. Ela escreveu
  • vários livros, conseguiu fazer várias pinturas, usando a boca e, com muito amor e semmedir esforços, desenvolveu um ministério junto a pessoas com deficiências físicas."Mulher virtuosa quem a achará?" (Provérbios 31:10).* Gostaria de citar apenas mais uma mulher virtuosa: Suzana Wesley. Ela foi mãe de 19filhos (dez morreram antes de completar dois anos). Com a prisão de seu marido esofrendo perseguição religiosa por seus vizinhos, ela educou os nove filhos nos caminhosdo Senhor e ainda cuidou da fazenda da família. No seu coração, ela decidiu separar umahora para conversar com cada filho, semanalmente. Ela teve filho pastor, filho compositorde músicas santas ... Na verdade, ela era uma mãe segundo o coração de Deus e uma"Mulher virtuosa quem a achará?" (Provérbios 31:10).Quando olho para estas e outras mulheres virtuosas, fico pensando se eu conseguiria seruma delas. Tenho minhas dúvidas mas, ao mesmo tempo, sei que a força que uma filhade Deus necessita para estes momentos difíceis são dadas pelo Senhor na hora danecessidade. Sei também que esta força, determinação, sabedoria e coragem poderãofazer parte da minha vida a partir do momento que eu colocar tudo no altar do Senhor. Seique o Seu Espírito é que vai me guiar por caminhos escolhidos por Ele. Cabe a mimdeixá-Lo guiar-me e repousar em Seus braços amorosos, pois só assim poderei metransformar numa mulher virtuosa e amada por Ele."Senhor, que eu nunca esqueça que Tu estás sempre comigo. Que a cada passo que euder, eu sinta a Tua presença, eu sinta que Tu estás cuidando de mim, seja na alegria ouna dor.Que eu consiga andar pelos caminhos que preparaste para mim lembrando dos Teus 365"não temas" que colocaste na Tua Palavra.Obrigada, Senhor, pela certeza do Teu amor!Amém!Mulheres Israelitas- As Que Ofertaram De Coração"Assim vieram homens e mulheres, todos dispostos de coração ..." (Êxodo 35:22).Encontrar pessoas dispostas a oferecer o que possui de melhor ... o seu talento e o seu"precioso tempo" ao Senhor, é coisa rara.Alguns crentes podem até gostar de ouvir a Palavra de Deus, ler a Bíblia, de vez emquando, e, quando possível, até mesmo orar mas dar do seu melhor (bens, dons, tempo)ao Senhor é mais complicado porque ... dizem ... sou muito ocupada e não tenho tempopara estes extras, nem posso tirar da boca dos meus filhos para dar à igreja.Este é o modo de pensar de muitos crentes de hoje em dia. Eles nada fazem para oSenhor mas apenas esquentam os bancos do templo da igreja.É muito triste ver a indiferença e frieza daqueles que dizem que um dia aceitaram Jesuscomo Salvador de suas vidas.É muito triste saber que eles apenas não estão perdendo bênçãos do Senhor mas estãodeixando de sentir prazer e alegria no coração se estivessem servindo Àquele que não
  • poupou a Sua vida para lhe presentear com uma vida eterna ao Seu lado no céu.E eu? E você? O que podemos ofertar ao Senhor?Podemos ofertar o nosso tesouro?Podemos ofertar os nossos dons?Podemos ofertar o nosso tempo?As mulheres israelitas, que haviam sido escravas no Egito, agora, eram livres eagradecidas ao Senhor que as libertara do jugo egípcio de quatrocentos anos.Podemos ver como elas amavam o Senhor de todo o coração através da maneira comoelas reagiram ao que Moisés disse em Êxodo 35:5 ... "Tomai do que tendes, uma ofertapara o Senhor; cada um, cujo coração é voluntariamente disposto, a trará por ofertaalçada ao Senhor." Elas ofertaram além do que era, realmente, preciso.E você, minha amada, é capaz de ofertar ao Senhor além do que é, realmente,necessário? Ou você oferta apenas o necessário ou até mesmo menos do que é preciso?Mantenha as suas mãos abertas para qualquer área de sua vida que você possa ofertarao Senhor.Uma coisa eu tenho aprendido durante estes anos que aceitei Jesus na minha vida: "A páde Deus é bem maior do que a minha pá." Chuvas de bênçãos são derramadas em minhavida quando eu não estou medindo esforços no trabalho do Senhor."Obrigada, Senhor, por um sem número de bênçãos que, a cada dia, derramas em minhavida!"As mulheres israelitas se doaram no trabalho do Senhor. Elas doaram seus tesouros,seus talentos e o tempo necessário.Elas doaram seus bens, apesar de não serem ricas, pois eram escravas na terra do Egito.Elas não mediram esforços para dar tudo o que tinham para a construção do tabernáculo.Elas doaram todos os seus bens materiais ... jóias de ouro, prata e bronze, colares,brincos, anéis, pendentes, linho fino, pêlos de cabra, peles de animais, madeira de acáciae muitos e muitos outros bens.Estas mulheres estavam com os corações cheios de reconhecimento e alegria porque oSenhor as livrara como também a seus filhos das pestes e doenças que caíram sobre osegípcios. Elas estavam agradecidas ao Senhor porque Ele livrou os seus primogênitos demorrer pela mão do Anjo que matou todos os primogênitos que moravam no Egito.Elas doaram tudo de coração porque o Senhor foi bom ... é bom ... e sempre será bom!Quanto a nós, irmãs, devemos refletir e procurar na Palavra de Deus de onde vem tudoque possuímos. Reflitamos neste versículo ..."... E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias, como senão o houvera recebido?" (1 Coríntios 4:7)Tudo o que temos - saúde, bens, marido, filhos ... - devemos ao Senhor, pois a própriaBíblia nos diz que "Ele é o que te dá força para adquirires riqueza ..." (Deuteronônio 8:18).Assim como estas mulheres israelitas, nós devemos também ter nossos corações cheiosde alegria e reconhecimento pelo que o Senhor tem feito por nós. Temos o que vestir,temos o que comer, temos uma casa que nos protege da chuva, de tempestades, do frioe, nela, podemos dormir com o cuidado amoroso do nosso Deus.Assim como estas mulheres israelitas ...
  • 1) esforcemo-nos para dar o melhor e não o que sobrar do nosso tempo;2) esforcemo-nos para, com todo o esmero, dedicação e amor, dar o melhor dos nossotalentos ... cantando, ensinando, cozinhando, costurando, bordando, falando do Senhoraos filhos;3) esforcemo-nos para doar, com amor, um pouco do que possuímos.Vejam o que é doar com alegria e entusiasmo ... "Então mandou Moisés queproclamassem por todo o arraial, dizendo: Nenhum homem, nem mulher, faça mais obraalguma para a oferta alçada do santuário. Assim o povo foi proibido de trazer mais,porque tinham material bastante para toda a obra que havia de fazer-se, e aindasobejava" (Êxodo 36:6-7).Que belo exemplo deram estas mulheres! Elas amaram mais a Deus do que a seus bensmateriais.Sabemos que elas não só deram de seus bens materiais mas deram de seu talentos etempo. Elas trabalharam incessantemente para decorar o tabernáculo. Elas teceram dezcortinas de linho fino torcido. Nelas, elas colocaram querubins, enfeitaram-nas com estofoazul, púrpura e carmesim. Confeccionaram também onze cortinas com pêlos e peles decarneiros e cabras. Estas seriam usadas como cobertura da tenda.Reflitamos sobre nossos bens, talentos e tempo que podem ser usados na obra doSenhor. Fechemos nossos olhos, paremos um pouco e pensemos nas tantas emaravilhosas coisas que o Senhor tem feito por nós. Agradeçamos a Ele as tantasbênçãos que Ele tem, abundantemente, derramado em nossas vidas. Louvemos eadoremos o nosso Deus! Entreguemos a Ele nossos bens, talentos e tempo e veremosque Ele nos abençoará "com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais emCristo" (Efésios 1:3).NoemiO Plano Perfeito De Deus Para A Sua Vida"... porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; oteu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus" (Rute 1:16).A vida de Noemi teve o antes e o depois. Esta mulher forte e corajosa teve que passar"pelo vale da sombra da morte" mas, confiantemente, segurou nas mãos de Deusnaqueles momentos de aflição e conseguiu, vitoriosa, escalar a montanha íngreme, cheiade caminhos tortuosos...O AntesEla conheceu tempos felizes juntamente com seu esposo Elimeleque e seus dois filhosMalom e Quiliom, apesar de ter que viver nas terras de Moabe por causa da fome queassolava Belém, sua terra natal. Sim, Noemi era feliz e, certamente, era agradecida aoSenhor por tê-los colocado em uma terra onde havia alimento. Mas a Bíblia nos diz queElimeleque, seu marido, morreu ficando ela com seus dois filhos que se casaram com"mulheres moabitas; e era o nome de uma Orfa, e o da outra Rute; e ficaram ali quasedez anos" (Rute 1:4).Apesar de ter perdido o marido, Noemi tinha paz no coração, pois ela confiava que oSenhor sempre tinha o melhor para aqueles que O amavam. Mas ela, nem de longe,
  • sabia os planos que o Senhor tinha para a sua vida. Ela jamais imaginou que o planoperfeito de Deus não estava de acordo com os seus planos, mas ela sabia, e eu e vocêsabemos, que "... todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amama Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Romanos 8:28).O seu nome Noemi, que significava "minha alegria" ou "amável", combinava com estesmomentos felizes pelos quais ela passava. Ela era feliz com seus dois filhos e com assuas duas noras.O DepoisAgora, o plano do Senhor ia mudar a sua vida. A Bíblia nos revela o que aconteceu. Eladiz que "... morreram também ambos, Malom e Quiliom, ficando assim a mulherdesamparada dos seus dois filhos e de seu marido" (Rute 1:5).O quadro que tomou conta da sua vida era trágico. As circunstâncias que a rodeavameram terríveis.Quando nos deparamos com situações desta natureza - perda de um filho [por estesofrimento eu já passei], doença grave, perda do emprego, divórcio... - nossurpreendemos, muitas vezes, agindo do modo que não agrada a Deus. Se nãoestivermos em comunhão constante com o Senhor, alimentando, diariamente, a nossanova natureza que recebemos quando aceitamos Jesus em nossa vida, certamente,fazemos perguntas como:"Será que Deus me ama?""Será que Ele está, realmente, vendo o meu sofrimento?""Por que aconteceu tudo isto, exatamente, comigo?"Ah, irmã, o plano de Deus para a nossa vida é perfeito. Os nossos olhos não alcançam oque vem depois de toda a tragédia que cai sobre nossa vida. Os nossos olhos nãoalcançam a bonança que o Senhor prepara para nós, após a tempestade. Na verdade,estes momentos de sofrimento ...1- nos aproximam do Senhor;2- fazem com que dependamos mais dEle;3- nos levam a ler mais a Sua Palavra e a orar;4- nos encorajam a perseverar na fé;5- nos aproximam mais de nossos irmãos em Cristo.Com estas mudanças em nossa vidas, podemos ver que o Senhor está nos ensinando a...1- ajudar as pessoas com um conforto que aprendemos através do sofrimento;2- sermos mais assíduas na leitura da Sua Palavra, pois é aí onde encontramos asferramentas para o nosso crescimento espiritual;3- sermos mais constantes nas orações que o Senhor espera de nós, Seus filhos, a fim deque possamos colocar no Seu altar nossos agradecimentos, preocupações,necessidades...A Bíblia nos diz que ela, Noemi, "... saiu do lugar onde estivera, e as suas noras com ela.E, indo elas caminhando, para voltarem para a terra de Judá, disse Noemi às suas noras:Ide, voltai cada uma à casa de sua mãe; e o Senhor use convosco de benevolência, comovós usastes com os falecidos e comigo. O Senhor vos dê que acheis descanso cada umaem casa de seu marido. E, beijando-as ela, levantaram a sua voz e choraram. Edisseram-lhe: Certamente voltaremos contigo a teu povo" (Rute 1:7-10).Vemos que tanto Orfa como Rute amavam Noemi, porém somente Rute é que, realmente,
  • decidiu segui-la até aquela terra que ela não conhecia. Rute abriu seu coração, proferindopalavras que, certamente, agradaram não apenas a Noemi mas, principalmente, a Deus.Ela disse: "... aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; oteu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; onde quer que morreres morrerei eu, eali serei sepultada..." (Rute 1:16-17)O Senhor, pouco a pouco, traçava o plano perfeito que Ele preparava para a sua servaNoemi. Ele sabia que seu marido morreria, que seus filhos também morreriam e que ela,já idosa, teria que ter uma pessoa que a amasse, cuidasse dela e trouxesse alimento paracasa. A mão do Senhor estava agindo na sua vida e na vida de Rute.Dentre as suas noras, o Senhor escolheu aquela que ...* decidiu ir com ela aonde ela quisesse ir;* decidiu pousar com ela aonde ela quisesse pousar;* decidiu ser parte do seu povo;* decidiu aceitar o mesmo Deus dela;* decidiu morrer onde ela morresse;* decidiu ser sepultada onde ela fosse sepultada.O Senhor escolheu Rute para segui-la porque Ele viu nela não apenas uma nora que aamava mas uma nora que tinha um amor maior do que o amor de muitos filhos. Rute foium presente de Deus na vida de Noemi.Irmã, muitas vezes, Deus coloca diante de nós, mulheres que são verdadeiras Rutes. Abondosa misericórdia do Senhor é derramada em nossas vidas através destas mulheres.Procuremos também ser como Rute nas vidas das pessoas que precisam de nós.Sejamos um instrumento usado por Deus para transmitir o Seu amor e misericórdia.Chegando em Judá com Rute, Noemi, por causa do seu sofrimento, pediu às pessoasque a chamassem de "Mara" que quer dizer "amarga".O plano perfeito de Deus foi surgindo. Noemi queria o melhor para Rute e Rute queria omelhor para a sua sogra.O tempo da fome foi agora substituído pelo trigo que a própria Rute colhia nos campos deBoaz, o homem com quem ela se casaria. Noemi se alegrou com este casamento masficou muito mais feliz quando pôde colocar em seus braços já cansados o pequenoObede, filho de Rute e Boaz. A Bíblia nos diz que "... Noemi tomou o filho, e o pôs no seucolo, e foi sua ama. E as vizinhas deram um nome, dizendo: A Noemi nasceu um filho. Ederam-lhe o nome de Obede. Este é o pai de Jessé, pai de Davi" (Rute 4:16-17).Finalmente, chegamos do outro lado do "vale da sombra e da morte". Presenciamos atempestade que caiu sobre Noemi mas, agora, vemos as bênçãos derramadas em suavida.Devemos sempre ser gratas ao Senhor e confiar nas inúmeras promessas que existem naSua Palavra. Vejamos algumas:"Tu, que me tens feito ver muitos males e angústias, me darás ainda a vida e me tirarásdos abismos da terra" (Salmo 71:20)É nestes momentos que sentimos as mãos do Senhor nos amparando e nos levantando."E restituir-vos-ei anos que comeu o gafanhoto, a locusta, e o pulgão e a lagarta, o meugrande exército que enviei contra vós. E comereis abundantemente e vos fartareis, elouvareis o nome do Senhor vosso Deus, que procedeu para convoscomaravilhosamente; e o meu povo nunca mais será envergonhado" (Joel 2:25-26).
  • "Ah, Senhor, Tu nunca me deixarás no chão, humilhada e deixando o inimigo de nossasalmas sair vencedor.Que eu seja sempre como Jó que passou por sofrimentos mas, no fim, saiu vitorioso. Quenada neste mundo possa me separar do Teu amor, pois aprendi na Tua Palavra que asaflições deste mundo não podem ser comparadas com a glória que há de ser revelada emnós.Obrigada, Pai, por ter-me feito com a capacidade de criar relacionamentos que poderãoser bênçãos para a minha vida.Obrigada, Senhor, pelas mulheres que colocastes na minha vida e que são amigassinceras.Senhor, dá-me sabedoria para saber organizar o meu tempo para poder ter agradáveismomentos de comunhão com elas.Que eu possa, Senhor, me tornar uma amiga sincera, leal e amorosa.Que eu seja a amiga que sabe ouvir, encorajar, perdoar e mostrar amor.No nome do nosso Senhor e Salvador,Amém!PRISCILA- A GRANDE PROPAGADORA DO EVANGELHO"Saudai a Priscila e a Áquila, meus cooperadores em Cristo Jesus,Os quais pela minha vida expuseram as suas cabeças; o que não só eu lhes agradeço,mas também todas as igrejas dos gentios" (Romanos 16:3-4).Há alguns anos atrás, quando meu marido e eu tínhamos a igreja de Campina Grande sereunindo em nossa casa, o nosso pastor nos chamava de "Áquila e Priscila". Mas... quemeram estes dois personagens bíblicos que ainda não conhecíamos? Como aindaestávamos engatinhando no conhecimento da Bíblia, procuramos fazer esta descobertaque muito nos serviu para crescermos, espiritualmente, e aumentar o nosso desejo deservir a nosso Deus.Mas, olhando para trás, vejo o quão longe estávamos de parecer com aquele casal quearriscou as suas vidas para salvar a vida do apóstolo Paulo que era um homem dedicadode corpo e alma à pregação do evangelho.A Bíblia nos diz que Paulo veio de Atenas para Corinto e, aí, conheceu Áquila e Priscila e"ajuntou-se com eles" (Atos 18:2c).Sabemos que eles tinham muitas coisas em comum:1- Paulo era um fazedor de tendas, assim como Priscila e Áquila."E como era do mesmo ofício, ficou com eles,e trabalhava; pois tinham por ofício fazertendas" (Atos 18:3).2- Paulo amava levar as boas novas aos perdidos assim como Priscila e Áquila."... foi Paulo impulsionado no espírito, testificando aos judeus que Jesus era o Cristo"(Atos 18:5b)."Saudai a Priscila e a Áquila meus cooperadores em Cristo Jesus" (Romanos 16:3).Pouco a pouco, o evangelho foi crescendo em Corinto mas, por um lado, havia pessoasque não estavam satisfeitas com este progresso e, por outro, havia aqueles que queriamaproveitar tudo que estava acontecendo e fazer os mesmos milagres que Paulo fazia. ABíblia nos diz o seguinte: "E alguns dos exorcistas judeus ambulantes tentavam invocar onome do Senhor Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos
  • por Jesus a quem Paulo prega. E os que faziam isto eram sete filhos de Ceva, judeu,principal dos sacerdotes" (Atos 19:13-14). Como não podia deixar de ser, o resultado nãofoi muito bom para aqueles homens, pois o espírito maligno além de zombar deles, usou ohomem possesso para espancá-los e fazê-los fugir sangrando, assustados e desnudos.Com todas estas coisas acontecendo, começou, então, a se formar um motim. Priscilacomeçou a ficar preocupada por causa do risco de vida que o apóstolo Paulo estavacorrendo. Ele, porém, queria conversar com os homens revoltados mas, convencido porPriscila e Áquila, desistiu deste seu intento.Observando a preocupação destes servos do Senhor, podemos nos fazer as seguintesperguntas: Quando o meu pastor ou algum outro líder da igreja estão sendo atacados ouperseguidos porque...1- estão lutando pela verdade do evangelho...2- estão provando que Deus tem poder para preservar a Sua palavra...3- não estão aceitando doutrinas criadas por homens...4- estão procurando seguir o que ensina a Bíblia...... o que faço para apóia-los? Lutarei junto com eles?Com certeza deveríamos fazer como Priscila e Áquila que expuseram as suas cabeçaspara salvar Paulo das mãos de seus perseguidores.Procurar seguir o que a palavra de Deus diz, muitas vezes, é ser "quadrado", é nãoentender que "hoje tudo é mais moderno, é mais natural."Amada irmã, apoiemos nosso pastor ou os líderes da nossa igreja quando vemos queeles estão lutando ao lado do Senhor e por isto são perseguidos. Não importa se aquelesperseguidores vão nos odiar, pois "mais importa obedecer a Deus do que aos homens",mesmo que sejamos uma minoria. Já ouvi dizer que uma minoria com Deus é maioria.Amém!Foi exatamente isto que Priscila e Áquila fizeram. Mesmo sendo em número menor eles"expuseram as suas cabeças" pela vida de Paulo.Priscila não tinha medo nem vergonha de falar de Jesus àquelas pessoas que criam emoutros deuses. Ela era uma mulher impetuosa, batalhadora e tinha um alvo... evangelizaros perdidos falando do plano de salvação através de Jesus Cristo.Você e eu, amada irmã, devemos seguir os passos dela...a) evangelizando as pessoas que estão a caminho do inferno;b) evangelizando as pessoas enquanto existe liberdade para fazermos isto;c) evangelizando o quanto antes, pois não sabemos se, no futuro, só poderemos nosreunir, às escondidas, em cavernas para ouvir de Cristo e falar dEle."Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, comalegria, trazendo consigo os seus molhos" (Salmo 126:6).Acho que a volta de Cristo está próxima e o tempo que temos para apresentarmos apalavra de Deus é muito pouco. Obedeçamos ao "ide" de Jesus e nos transformemos emmulheres como Priscila e Lídia que não mediram esforços para ajudar na obra do Senhorevangelizando os perdidos.Não sei qual a posição que você ocupa na igreja (presidente da sociedade feminina,professora de Escola Dominical, zeladora...), mas de uma coisa eu tenho certeza é quepara Deus você é muito importante e muito preciosa.
  • Priscila nos deixou muitos exemplos a serem seguidos. Ela...I- era uma grande evangelista (falou de Cristo primeiro em Roma, depois em Corinto e emÉfeso);II- era uma mulher trabalhadora (ajudava o marido na confecção de tendas e artigos decouro);III- era hospitaleira (convidou o apóstolo Paulo para ficar em sua casa e abriu as portas dasua casa para acolher a igreja de Deus);IV- era uma mulher cheia de fé (mesmo sofrendo perseguição não desanimou, nemdeixou de servir a Deus);V- era uma serva do Senhor (com o coração aberto e a mente atenta procurava aprendere crescer nos caminhos do Senhor a fim de servi-Lo melhor);VI- era uma boa professora (vendo o irmão Apolo ensinar somente aquilo que aprendeucom João Batista e não o que Jesus havia ensinado, secretamente, chamou-o e,juntamente com Áquila, o instruiu na verdadeira doutrina).De que modo você pode aplicar o exemplo de Priscila em sua vida?Você a arriscaria por amor a Cristo, assim como fez ela?Você já sofreu algum dano por amar tanto a Jesus?Minha oração é que quando morrermos e chegarmos lá no céu, possamos ouvir do nossoamado Senhor ..."... Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito tecolocarei; entra no gozo do teu senhor" (Mateus 25:21)."Senhor meu Deus, obrigada pelas tantas mulheres segundo o Teu coração que colocasteno meu caminho e que servem de exemplo para mim.Obrigada, porque tenho aprendido que sem fé é impossível agradar-Te.Aumenta, Pai, a minha fé!Dá-me força e alegria para Te servir melhor!Dá-me coragem para poder enfrentar as ciladas do inimigo que se apraz em me verdesanimada!Que eu possa, Senhor, cantar sempre em meu coração ... Que tenho eu no céu senão ati? e na terra não há quem eu deseje além de ti. A minha carne e o meu coraçãodesfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre.Amém!"Obs. Salmo usado na oração: Salmo 73:25. RaabeA Mulher Que Escolheu Ajudar... Acreditar... Confiar"Porém, aquela mulher tomou os dois homens, e os escondeu..." (Josué 2:4).Raabe, juntamente com Sara e Joquebede, faz parte da galeria dos grandes heróis da féde Hebreus 11.Vejamos o que a Palavra de Deus nos fala de cada uma delas:1) Sara - (casada com Abraão, o amigo de Deus) "Pela fé também a mesma Sara recebeua virtude de conceber, e deu à luz já fora da idade; porquanto teve por fiel aquele que lhotinha prometido" (Hebreus 11:11).2) Joquebede - (casada com Anrão e mãe de Moisés) "Pela fé Moisés, já nascido, foiescondido três meses por seus pais porque viram que era um menino formoso; e não
  • temeram o mandamento do rei" (Hebreus 11:23).2) Raabe (não era casada mas era, na verdade, uma prostituta) - "Pela fé Raabe, ameretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias" (Hebreus 11:31).Como vemos, Raabe era uma prostituta. Ela não tinha a mesma educação, nem o mesmoconhecimento de Deus como tinham Sara e Joquebede. Sabemos que ela fez escolhasque agradaram a Deus e que a fez ter o mesmo valor destas outras duas mulheres de fé,diante do Senhor.Ela fez escolhas certas porque já tinha ouvido falar no Deus de Israel. Ela ouviu falar noDeus que fazia milagres diante de todo o povo de Israel para favorecê-lo. Ela jamaispoderia imaginar que, um dia, estaria frente a frente com dois israelitas que iriam precisarda sua ajuda.O Senhor já, de antemão, preparava o seu coração. Ela, provavelmente, admirava estepovo cujo Deus fazia tantas maravilhas. Por já amar este povo, ela, então, decidiu ajudaraqueles dois espias israelitas, provando que tinha fé no Deus Todo Poderoso que, comcerteza, a livraria de uma morte certa.Apesar de ser prostituta, ela tinha qualidades que, hoje em dia, é difícil de se encontrar,até mesmo, entre mulheres de Deus. Raabe era...1- uma mulher corajosa (Você, amada irmã, teria coragem de morrer por amor a Cristo?);2- uma mulher que tinha um coração muito bom (Você tem misericórdia daqueles queestão sofrendo? Você ajuda aqueles que estão necessitando de você mesmo pondo emrisco a sua própria vida como fez Raabe?);3- uma mulher de muita fé (Você crê em tudo que a Bíblia diz? Você crê que Jesusmorreu em seu lugar? Você crê que Ele nos garante a vida eterna? Você crê queaceitando Jesus como seu Salvador, você se reconcilia com Deus Pai? Você crê queaceitando Jesus você fará parte da família de Deus?).Em Hebreus 11:6, a Bíblia nos diz que "... sem fé, é impossível agradar-Lhe."Sejamos como Sara que creu que o Senhor daria a ela um filho de cuja linhagem nasceuo nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.Sejamos como Joquebede que, apesar de ter lançado o seu filho (Moisés) no rio Nilo, elacreu que o Senhor estava no controle de tudo.Sejamos, finalmente, como Raabe que, mesmo não sendo judia, ajudou os dois espiasenviados por Josué porque creu no Deus de Israel.Por causa de sua fidelidade ao povo de Deus, o Senhor a poupou, como também a toda asua família quando da destruição de Jericó.Além de tudo isso, ela ainda casou com Salmon, viveu em Israel e foi a mãe de Boaz,aquele que se casou com Rute que foi a bisavó do rei Davi. Jesus, o nosso Senhor eSalvador foi, então, descendente de Raabe, a prostituta.Quando estamos andando com o Senhor, quando pela fé cremos que o Ele está nocontrole de tudo, bênçãos são derramadas em nossa vida.Nunca duvide do Senhor! Creia que Ele não é apenas seu Deus mas é também seuSalvador. Confie e nunca duvide, pois ..."A dúvida vê os obstáculos. A fé vê o caminho.A dúvida vê a escuridão da noite. A fé vê o dia.A dúvida tem medo de dar um passo. A fé eleva-se nas alturas.A dúvida pergunta: Quem acredita? A fé responde: Eu." (Elizabeth George)Raabe recebeu do Senhor muitas bênçãos graças a alguns passos que ele decidiu dar:
  • 1- Ela, apesar de não fazer parte do povo de Deus, ajudou os espias enviados por Josué;2- Ela, apesar de não fazer parte do povo de Deus, acreditou naqueles dois homens;3- Ela, apesar de não fazer parte do povo de Deus, creu na promessa de que elespoupariam a sua vida e a vida de sua família quando Jericó fosse destruída.Vemos na Bíblia que Deus nos oferece inúmeras promessas. Dentre tantas, vemos ...a) a Sua promessa em não nos abandonar (Hebreus 13:5) ..."... Não te deixarei, nem te desampararei."b) que Ele supre as nossas necessidades (Filipenses 4:19) ..."O meu Deus, segundo as Suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades emglória, por Cristo Jesus."c) que Ele nos dá a salvação (Romanos 10:9) ..."... Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que DeusO ressuscitou dentre os mortos, serás salvo."Ah, amada irmã, existem promessas mais preciosas do que estas? Todas elas nos fazemexultar de júbilo, de alegria e de agradecimento a este Deus tão amoroso que cuida denós, supre todas a nossas necessidades e, além de tudo isto, ainda nos dá a salvaçãoeterna junto a Ele.Confiemos no Senhor, sejamos mulheres que mostram ao mundo perdido, uma féinabalável, uma fé que nos deixam confiante no Deus que nunca falha!Tenhamos a fé de Raabe que, corajosamente, enfrentou o rei, não entregando os espiase arriscando perder a sua própria vida. Ela não conhecia as palavras que, no futuro, umapóstolo de Jesus (Pedro) diria ao sumo sacerdote, mas o seu coração, certamente,falava as mesmas palavras dele ..."... Mais importa obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29).Tenhamos a fé de Raabe que, agora, conhecendo o Deus de Israel, sabia que a suacidade seria destruída mas ela queria a sua salvação e a salvação de toda a sua família.Ela queria a salvação física mas, principalmente, a salvação espiritual que daria a ela e atodos os seus, a vida eterna.Raabe fez um grande bem a estes dois homens judeus porque, não só conhecia os feitosmaravilhosos do Deus deles mas também porque ela tinha uma natureza amorosa. Estacaracterística que tinha Raabe deve ser seguida por nós, pois é a própria Bíblia que nosexorta em Gálatas 6:10 quando diz ... "... enquanto temos tempo, façamos bem a todos,mas principalmente aos domésticos da fé."Certamente, Raabe sofreu com a destruição da sua cidade e do seu povo mas, por outrolado, se alegrou por Deus ter dado a ela, uma prostituta, a oportunidade de servi-Lo, amá-Lo e fazer parte do Seu povo.Muitas vezes, nos maravilhamos com as decisões que o Senhor faz. Podemos ver, porexemplo, Ele escolhendo pessoas imperfeitas para por em prática o Seu plano perfeito.Vejam este quadro:Raabe - uma prostituta de cuja descendência nasceu Jesus, o nosso Salvador.Sara - uma mulher estéril que, aos 90 anos, deu à luz Isaque.Moisés - um homem gago usado por Deus para falar com Faraó e salvar o seu povo daescravidão do Egito.
  • Davi - um jovenzinho que cuidava de ovelhas e se tornou rei de Israel e um homemsegundo o coração de Deus.Paulo - um homem perseguidor de cristãos que levou o evangelho a todo o mundo ímpio.Jumenta de Balaão - que foi usada pelo Senhor para impedir Balaão de amaldiçoar opovo judeu.Vemos que Deus transforma vidas, muda corações, fortalece os fracos... e pode tambémmudar a mim e a você. Temos somente que ficar atentas ao Seu chamado e querer, detodo o coração, servi-Lo e estar sempre pronta a dizer: "Eis-me aqui" (1 Samuel 3:6).Estejamos sempre prontas para servir ao Senhor a qualquer hora, a qualquer momento ..."Senhor Deus, meu Pai, ajuda-me a saber sempre os Teus planos para a minha vida.Que eu possa reverenciá-Lo e obedecê-lo sem duvidar e sem questionar.Obrigada por dar-me oportunidades de falar do Teu amor e plano de salvação aosperdidos.Obrigada por sempre preparar o melhor para a minha vida.Que eu possa ser corajosa, destemida e uma mulher cheia de fé assim como foi Raabe.Amém!"RAABE(Seu nome significa “tempestade”, “arrogância”, “amplidão” ou “espaçoso”.)SEU CARÁTER : Raabe era inteligente e sábia. Percebeu a aproximação do juízo sobre acidade onde morava e arquitetou um plano de fuga para ela e par toda a família. Nomomento em que soube o que Deus fizera para os israelitas, decidiu participar da sortedeles arriscando a vida num ato de fé.SEU SOFRIMENTO : Ver o seu povo destruído e sua cidade demolida.SUA ALEGRIA : Por Deus Ter dado a ela, uma idólatra, uma prostituta, a oportunidade deconhecê-Lo e de pertencer a Seu povo.TEXTOS-CHAVE: Josué 2.1-21; 6.17-25; Mateus 1.5; Hebreus 11.31; Tiago 2.25SUA HISTÓRIAJericó é, provavelmente, a cidade mais antiga do mundo. Construída por volta de seis milanos antes que Miriã e Moisés completassem sua peregrinação no deserto, suas ruínaspodem ser encontradas cerca de 27 quilômetros a nordeste de Jerusalém. Porta deentrada para Canaã, ali residia também um prostituta chamada Raabe, cuja casaaninhava-se confortavelmente sobre os muros largos.Além de entreter os homens da cidade, Raabe recebia hóspedes das várias caravanas,cujas rotas passavam por Jericó. Homens de todo o Oriente levaram notícias de umamultidão acampada a leste do Jordão. Raabe ouviu histórias maravilhosas sobre os feitosdo Deus dos israelitas. Como ele secara o Mar Vermelho, a fim de que pudessem escapardos feitores de escravos egípcios. Como lhes dera vitória na batalha contra Seom e Ogue,dois reis dos amorreus. Durante quarenta anos, o Deus dos israelitas os havia treinado efortalecido no deserto. Tais rumores espalharam o terror em Jericó.Josué enviou dois espiões a Jericó a fim de sondar os seus segredos. Os espiões logodescobriram a casa de Raabe, onde ela os escondeu debaixo dos talos de linho quesecavam no telhado. Mais tarde, no mesmo dia, Raabe recebeu uma mensagem do rei deJericó perguntando a ela sobre os espiões que haviam se refugiado em sua casa.
  • - É verdade que os dois homens vieram a mim, porém eu não sabia donde eram (Js 2.4) –mentiu ela aos mensageiros do rei. – Sendo já escuro eles saíram; não sei para ondeforam; ide após eles depressa, porque os alcançareis (v.5).Tão logo os homens do rei partiram, ela correu para o trabalho e depressa avisou os doishóspedes:- Bem sei que o Senhor vos deu esta terra, e que o pavor que infundis caiu sobre nós, eque todos os moradores da terra estão desmaiados [...]. Porque o Senhor, vosso Deus, éDeus em cima nos céus e embaixo na terra. Agora, pois, jurai-me vos peço, pelo Senhorque, assim como usei de misericórdia convosco, também dela usareis para com a casa demeu pai; e que me dareis um sinal cetro de que conservareis a vida a meu pai e a minhamãe, como também a meus irmãos e minhas irmãs, com tudo o que têm, e de que livrareia nossa vida da morte.Os homens responderam a esta notável declaração de fé:- A nossa vida responderá pela vossa! – selando, assim, o pacto.Os dois espiões deram rapidamente a Raabe um cordão escarlate, instruindo-a atá-lo najanela do lado da casa construída no muro da cidade. Os israelitas, ao invadir o lugar,veriam o sinal e poupariam a todos os que estivessem dentro da casa. A seguir, Raabeavisou os homens para se esconderem durante três dias nos montes até que seusperseguidores abandonassem a caçada. Com isso, eles saíram pela janela e desceramos muros de Jericó.Josué permaneceu um bom tempo com um sorriso nos lábios, feliz, depois de ouvir osespiões contarem as boas notícias. Agora era a hora de avançar. Reuniu o povo e guiou-opara atravessar o Jordão. Embora o rio estivesse em seu período de cheia, um enormeexército de israelitas atravessou a seco. Deus estava com eles, da mesma forma que osacompanhara quando deixaram o Egito. Só que, desta vez, ninguém os perseguia – Israelse tornara o exército perseguidor, pronto par a batalha!As notícias de que as águas do Jordão abriram ao meio para os israelitas, aterrorizaramos habitantes de Jericó. Raabe ficou observando ansiosamente pela janela, no muro,enquanto os israelitas reuniam-se ao redor da cidade como uma tempestade que cresce acada momento. Aqueles guerreiros ferozes com seu Deus poderoso lembrariam docordão escarlate? Pela milésima vez, ela avisou a família, especialmente as crianças, quenão dessem sequer um passo fora da casa, para que não morressem.Naquele primeiro dia, Raabe observou sete sacerdotes carregando uma arca e guiandoseis mil homens ao redor da cidade. Ela prendeu a respiração, mas nada aconteceu. Nodia seguinte, e no outro, e durante mais cindo dias isso continuou. Então, quando o solestava nascendo no sétimo dia, os homens de Israel marcharam outra vez, rodeandoJericó sete vezes. De repente, ela ouviu a trombeta de chifre de carneiro soarpoderosamente, um som alto a ponto de partir uma montanha. Os muros da cidadecaíram, e os israelitas entraram impetuosamente. Raabe tentou fechar os ouvidos paraabafar o som do tumulto e da desordem lá fora. Quando a batalha de Jericó terminou,Raabe e seus entes queridos haviam sido poupados. Sua fé salvara não só a si mesma,mas também a todos de sua casa do terrível juízo decretado contra a cidade.O fim de Jericó nos lembra o de Sodoma. Em Sodoma, Ló e suas filhas foram poupadas;em Jericó, Raabe e sua família. Mas, ao contrário de Ló ou de sua mulher, Raabe nãohesitou uma vez sequer. Ela é a única mulher citada pelo nome e elogiada por sua fécomo parte da grande “nuvem de testemunhas” mencionada no livro de Hebreus.Prostituta e vivendo no meio de um povo idólatra, Raabe era como um ramo removido dofogo. Com a destruição de seu povo, deixou tudo para trás, tornando-se ancestral do reiDavi e, portanto, também uma ancestral de Jesus.A história de Raabe é dramática. Ela nos mostra que a graça de Deus não aceita limites.O cordão vermelho que salvou Raabe e sua família lembra o sangue de Jesus, que aindahoje nos salva, e as palavras de Isaías: “Ainda que os vossos pecados sejam como aescarlata, eles se tornarão brancos como a neve” (Is 1.18). Raabe colocou sua fé no Deus
  • de Israel e não ficou decepcionada.SUA VIDA E SUA ÉPOCAOs muros da cidadeJericó é, provavelmente, mais conhecida hoje por seus muros enormes, os quais caírampor causa da fé demonstrada pelo povo de Israel (Hb 11.30). Um muro ao redor da cidadeé sua marca de distinção. Qualquer comunidade sem muros não passava de um vilarejo,cujos habitantes corriam para a cidade murada mais próxima em busca de proteçãodurante uma batalha ou guerra.Raabe vivia numa casa sobre o muro de Jericó. Ela devia ter uma bela vista não só dacidade, como também da área que ficava fora dos muros protetores. Essa visão, que lhedava a posição vantajosa perfeita para reconhecer prováveis clientes quando entravam esaíam de Jericó, pode ter-lhe sido muito útil para cuidar de seu negócio de prostituição.Casas, negócios, torres de vigia, posições de arqueiros – tudo podia ser construído noalto ou dentro dos muros, que mediam cerca de 6 a 9 metros de largura. Quanto maisforte o sistema de muralhas ao redor de uma cidade (algumas tinham um muro interior eoutro exterior), tanto mais fácil defende-la dos invasores que vinham através dasplanícies.A maioria dos muros das grandes cidades era construída de grandes pedras eargamassa. Algumas pedras do muro do templo em Jerusalém ainda existem. Suasdimensões são : 9 metros de comprimento, 2 metros de largura e 13 metros de altura.Cada pedra tem 80 toneladas!Mas pedra nenhuma foi suficientemente grande para proteger a cidade de Jericó do poderde Deus por meio de seu povo. Não foi preciso usar aríetes para fender os muros. Sónecessitaram de fé no que Deus disse que faria. E os muros caíram.SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Josué 2.1-79. O que você acha que levou Raabe a esconder os espiões hebreus? Por que a casa deuma prostituta seria um bom lugar para os espiões irem ao entrar na cidade?10. Embora Raabe fosse prostituta, a profissão mais baixa para uma mulher, quecaracterísticas positivas ela possuía?11. Por que você pensa que Deus escolheu usar alguém como Raabe?12. O que isso diz sobre quem Deus poderia escolher usar hoje para avançar seu reino?Leia Josué 2.14-1813. Por que você acha que os espiões estavam dispostos a fazer um trato com Raabe,trocando sua vida pela dela?14. As atitudes corajosas de Raabe pouparam não só sua vida, como também as dosmembros de sua família. Que atos de bravura você pode empreender com a finalidade depoupar seus entes queridos de futuras dificuldades e perigos?Leia Tiago 2.2515. Tiago menciona Raabe em seu apelo para que os crentes não esqueçam que asobras são um produto importante da fé. Como os atos de Raabe demonstram essaverdade?16. Que lição de obediência e de fé você pode aprender da prostituta Raabe?SUA PROMESSAA história de Raabe revela a disposição de Deus para usar os imperfeitos, os rejeitados,os que podemos considerar inadequados para executar seus propósitos santos. Em todasas Escrituras, como algo que pode ser considerado um toque de humor divino, Deus
  • escolhe alguém com dificuldades na fala para ser seu porta-voz (Moisés), um fraco pardefende-lo (Gideão), uma mulher estéril para ser mãe de uma nação (Sara), um filho maismoço de quem ninguém da família sequer lembrava para ser o rei mais inesquecível deseu povo (Davi), uma jovem desconhecida para ser mãe de seu Filho (Maria) e umperseguidor de cristãos para levar o evangelho às nações (Paulo).Deus não espera que sejamos sem defeito algum nem que cheguemos ao plenoamadurecimento na fé para nos usar. Em vez disso, ele toma pessoas comuns, de boavontade e realiza o extraordinário, tanto em suas vidas como na vida dos que os rodeiam.Como fez com Raabe, Deus promete usar-nos e, mediante essa experiência, aperfeiçoar-nos.Promessas nas Escrituras“Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens secansam e se fatigam, e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no Senhorrenovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam,caminham e não se fatigam.” (Is 40.28-31)“Ao verem a intrepidez de Pedro e João, sabendo que eram homens iletrados e incultos,admiraram-se; e reconheceram que haviam eles estados com Jesus.” (At 4.13)“Quando sou fraco, então é que sou forte.” (II Co 12.10)SEU LEGADO DE ORAÇÃO“Bem sei que o Senhor vos deu esta terra, e que o pavor que infundis caiu sobre nós, eque todos os moradores da terra estão desmaiados. Porque temos ouvido que o Senhorsecou as águas do Mar Vermelho diante de vós, quando saíeis do Egito [...] Agora, pois,jurai-me, vos peço, pelo Senhor, que, assim como usei de misericórdia para convosco,também dela usareis para com a casa de meu pai.” (Js 1.9-10,12)MediteJosué 2.1-21Louve a DeusPor dar às mulheres posições de destaque em seu plano de salvação.AgradeçaPorque ninguém, inclusive nós, está fora do alcance da graça.ConfesseNossa má vontade em aceitar riscos a fim de seguir a Deus.Peça a DeusQue aumente sua reverência para com Ele.Eleve o coraçãoUse uma fitinha vermelha como marcador de livros, amarre uma fita vermelha ao redor dovaso de uma planta favorita ou coloque um laço decorativo em um arranjo floral seco paralembrá-la da importância de viver pela fé. Cada vez que enxergar seu cordão escarlate,procure lembrar do sacrifício de Jesus para salvar sua vida. Peça-lhe, como fez Raabe,que vigie e proteja cada membro de sua família. Faça uma oração silenciosa pedindo aDeus que aumente sua fé. É da fé, afinal de contas, que dependem sua vida e a vitalidade
  • de seu relacionamento com Deus.OraçãoPai, eu te louvo pelas maneiras maravilhosas e inesperadas como tens agido em minhavida. Permita que o conhecimento de tua fidelidade aumente minha coragem para aceitaros riscos que a fé exige.Rainha De Sabá- A Que Procurou A Sabedoria"Vendo, pois, a rainha de Sabá toda a sabedoria de Salomão ... ficou fora de si.E disse ao rei: Era verdade a palavra que ouvi na minha terra, dos teus feitos e da tuasabedoria.Bem-aventurados os teus homens, bem-aventurados estes teus servos, que estãosempre diante de ti, que ouvem a tua sabedoria.Bendito seja o Senhor teu Deus..." (1Re 10:4,5c,8,9).No século VI a.C., havia uma rainha muito bela e muito rica que reinava na cidade deSabá. Esta cidade ficava cerca de dois mil quilômetros da cidade de Jerusalém.Neste tempo, os meios de comunicação eram muito precários. As notícias, mesmo comtodas estas dificuldades, se espalhavam através de pessoas que andavam a pé ouviajavam em jumento ou camelo.Lendo o livro de 1 Reis, conhecemos esta mulher que além de bonita e rica era tambémcorajosa e decidida.Notícias do rei Salomão, de sua sabedoria e do seu Deus chegavam até ela. Podemosimaginar o que ela, provavelmente, pensava: "Será verdade que exista um homem tãosábio sobre a face da terra?" e ainda: "Será que existe um deus tão poderoso que façatantos milagres nesta terra tão distante?" E as perguntas tomavam conta de sua mente eela continuava... "E se tudo isto for verdade? E se, realmente, este homem existe? E seeste deus que tanto falam for verdadeiro?"Indagações se misturavam em sua cabeça e então ... ela fez uma decisão muitoimportante que iria mudar toda a sua vida: ELA IRIA ATÉ ISRAEL PARA VER SE TUDOO QUE ESTAVAM DIZENDO ERA VERDADE.A sua viagem até Jerusalém seria muito longa mas ... ela decidiu fazê-la. Reunindosoldados, servos, animais, presentes e bastante comida, ela partiu de Sabá rumo aJerusalém, onde ela estaria frente a frente com o homem mais sábio do mundo, o reiSalomão. Calcula-se que a cada dia, ela viajava com toda a sua comitiva, cerca de trintaquilômetros. Isto ela fez por setenta e cinco dias.Observando esta mulher decidida e corajosa que queria conhecer Salomão e,provavelmente, queria aprender de sua sabedoria, nos lembramos de nós, mulheres quealmejam ser decididas, corajosas e sábias. Mas só existe uma "pequena diferença: paraconseguir tudo isto não precisamos viajar quilômetros e quilômetros, pois temos diante denós a Palavra de Deus com toda a sabedoria que o nosso Senhor quer colocar em nossoscorações para que nos tornemos mulheres sábias e belas a Seus olhos. Infelizmente,para muitas de nós, esta sabedoria é inatingível, está longe demais, está difícil e é difícilde entendê-la. Mas a Palavra de Deus nos diz em Tiago 1:5 que "... se algum de vós temfalta de sabedoria, peça-a a Deus que a todos dá liberalmente..."Irmã, assim como a rainha de Sabá, sejamos corajosas e coloquemos em nosso coraçãoo desejo de aprender do Senhor, crescer em Seus caminhos e nos transformarmos emmulheres cheias de sabedoria.
  • O grande desejo desta rainha era não apenas conhecer o rei cuja sabedoria foi dada porseu Deus mas também conhecer o Deus que fez maravilhas na vida dele.Ela era uma mulher que queria saber a verdade e queria ver com seus próprios olhos tudoque ela ouvira falar. O próprio Jesus a elogiou ao ver o seu esforço em vir de tão longepara conhecer a sabedoria de Salomão. Em Mateus 12:42, Ele disse que ela "... veio dosconfins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão."Irmã, não seria bom se o Senhor pudesse dizer de mim e de você ... "Ela vem todos osdias ter momentos de comunhão coMigo e aprender de Mim para que possa setransformar numa mulher sábia e assim poder transmitir às outras mulheres o que Euensino a ela na Minha Palavra"?Irmã, sejamos corajosas e fortes com as coisas do Senhor. Assim como a rainha de Sabá,não devemos medir esforços, nem distância, nem tempo para aprendermos mais sobreAquele que não mediu esforços para morrer no meu e no seu lugar para nos dar a vidaeterna. Devemos assim como ela, partir em busca de sabedoria.Esta mulher merece, realmente, a nossa admiração, pois ela...1- não se preocupou com o cansaço a fim de que pudesse alcançar seu objetivo;2- não se preocupou com a distância, embora, provavelmente, tivesse que viajar unssetenta e cinco dias;3- não se preocupou com quanto iria gastar com os presentes que ela estaria levandopara o rei Salomão - muito ouro, especiarias e pedras preciosas.O mais importante para ela era conhecer o rei Salomão, ver se, realmente, era como elatinha ouvido falar e saber mais sobre o Deus que ele confiava.Depois de uma longa e cansativa viagem, esta bela e rica rainha que veio ver e ouvir dasabedoria de Salomão, chegou a Israel com toda a sua comitiva: "com cameloscarregados de especiarias, e muitíssimo ouro, e pedras preciosas" (1Re 10:2b). A Bíblianos diz que ela "disse-lhe tudo quanto tinha no seu coração", e ainda que "... Salomão lhedeu resposta a todas as suas perguntas, nada houve que não lhe pudesse esclarecer"(1Re 10:2c,3).Quando a rainha viu a sabedoria de Salomão, a casa que ele fizera, a comida que haviana sua mesa, o modo de agir de seus servos, as suas vestes, os seus copeiros e osholocaustos que ele oferecia na casa do Senhor, a Bíblia nos diz que ela "ficou fora de si"(1Re 10:5b).Ah, irmã, muitas de nós têm os corações endurecidos e não mais se maravilham ...1- quando ouvem a Palavra de Deus;2- quando lêem a Bíblia;3- quando cantam hinos de louvor ao Senhor;4- quando oram.Muitas de nós não sentem necessidade de sabedoria, pois a nossos olhos já somossuficientemente sábias.Muitas de nós não sentem vontade de crescer espiritualmente para se transformarem emmulheres segundo o coração de Deus.Como seria bom para nossas almas se alguém pudesse dizer de nós o que ela disse aorei:"Bem-aventurados os teus homens, bem-aventurados estes teus servos, que estãosempre diante de ti, que ouvem a tua sabedoria! Bendito seja o Senhor teu Deus, que
  • teve agrado em ti ..." (1Re 10:9a).Como seria bom se alguém nos dissesse: "Bem-aventurados são aqueles que te cercam,teu marido, teus filhos e os que trabalham para ti e que têm a oportunidade de ouvir a tuasabedoria! Bendito seja o Senhor teu Deus, que teve agrado em ti..."Ah, irmã, que privilégio ser uma mulher do agrado do Senhor!Em 1 Reis 10:13 a Bíblia nos diz que... "... o rei Salomão deu à rainha de Sabá tudo o queela desejou, tudo quanto pediu, além do que dera por sua generosidade..."E a rainha de Sabá partiu para a sua terra com seus servos, conhecendo não apenas ohomem mais sábio do mundo - o rei Salomão - mas conhecendo um Deus que lhe deu umcoração desejoso de buscar conhecimento não só das coisas terrenas mas das coisaseternas.Em Mateus 6:21 a Palavra de Deus nos diz que "onde estiver o vosso tesouro, aí estarátambém o vosso coração."Então, irmã, que o nosso tesouro esteja repousando nos braços do Senhor e que o nossocoração esteja almejando, ardentemente, crescer no pleno conhecimento de Deus, poissó assim Ele nos abençoará com sabedoria. RaquelRaquel - A amada de Jacó"Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, se não morro. Então se acendeu a ira de Jacó contra Raquel, e disse: Estou euno lugar de Deus, que te impediu o fruto de teu ventre?" (Gênesis 30:1-2)Raquel, filha de Labão, irmã de Lia, era a amada de Jacó. Mas, apesar de Jacó amá-latanto, não foi com ela que ele se casou, primeiramente.Labão, pai de Raquel e Lia e tio de Jacó, foi injusto com sua filha mais nova, Raquel,dando a sua irmã mais velha a Jacó como esposa. Este foi um ato de traição que deixouJacó e Raquel atônitos e revoltados, pois o interesseiro Labão havia exigido dele servi-lopor sete anos para poder se casar com sua filha mais nova. Jacó não mediu esforços econcordou com seu futuro sogro a fim de obter a mão dela, pois a amava no maisprofundo do seu coração.Quando eu fazia o segundo grau, um professor de Português me deu uma poesia que medeixou muito interessada, pois ela falava do amor de um homem por uma camponesa.Esta poesia falava do amor de Jacó por Raquel. Ela dizia mais ou menos assim:"Sete anos de pastor Jacó servia.Labão, pai de Raquel, serrana bela,E não servia ao pai servia a ela,E a ela só por prêmio pretendia..."Nesta época eu era adolescente e achei lindo o amor dele por ela. Realmente, ele aamava muito mas foi enganado.Labão, que só visava lucros em sua vida, disse a Jacó que se ele trabalhasse mais seteanos, ele daria a mão de sua filha mais nova. Apesar da traição, ele concordou por causado seu grande amor por ela.Depois destes sete árduos anos (na realidade foram quatorze), finalmente, ele conseguiuter o amor de sua vida em seus braços. Cada gesto seu mostrava a todos, inclusive parasua mulher Lia, que Raquel era a que ele, realmente, amava. Apesar de já ter filhos comLia, ele só tinha olhos para a sua amada Raquel que recuperara a bênção que havia sido
  • roubada dela, sete anos atrás.Mas o amor de Jacó não foi suficiente para Raquel. Ela era estéril e era infeliz. Enquantosua irmã Lia dava muitos filhos a Jacó, ela não podia ter filhos. O seu desespero setornou tão intenso que ela chegou junto a Jacó e disse: "Dá-me filhos, se não morro.Então se acendeu a ira de Jacó contra Raquel e disse: Estou eu no lugar de Deus, que teimpediu o fruto do teu ventre?" (Gênesis 30:1b-2).Assim como Sara que deu sua serva Agar para ter um filho com Abraão, Raquel nãoesperou no Senhor e deu sua serva Bila a Jacó. Ele, então, teve dela dois filhos - Dã eNaftali.Muitas vezes, nós fazemos como Raquel e Sara. Não esperamos o tempo do Senhor eprocuramos resolver nossos problemas com nossa "sabedoria". Achamos que nãoprecisamos do Senhor e, quando tudo dá errado, é que nos lembramos que temos umDeus que tem um plano perfeito para a nossa vida. Não sejamos, irmãs, impetuosas mastenhamos um espírito que descansa no Senhor e que entrega todas as coisas em Suasmãos.Mas, apesar da impaciência de Raquel, a Bíblia nos diz: "E lembrou-se Deus de Raquel; eDeus a ouviu, e abriu a sua madre" (Gênesis 30:22).Raquel, finalmente, pôde dar um filho a Jacó que, no futuro, seria uma bênção para toda asua família. O seu nome era José.Vendo este quadro da vida de Raquel, podemos ver quão grande é o amor de Deus pornós. Apesar da nossa desobediência, da nossa infidelidade, Deus é fiel, nos ama e dá aSua graça. E, podemos ver, que Ele nos ama, não porque somos bons mas porque Ele ébom e fiel.Irmãs, não é bom sermos filhas deste Deus maravilhoso?Raquel teve uma vida de espera. Ela esperou:1- Quatorze anos para se casar com o homem da sua vida;2- Muitos anos, até Deus, no Seu tempo, abrir a sua madre.Talvez estes momentos de tribulação da sua vida fizeram-na se achegar mais ao Senhor.Por causa do sofrimento, podemos olhar para a sua vida e aprender com ela duas coisasque devem fazer parte da vida da mulher crente que deseja ser segundo o coração deDeus:1- Ela teve uma vida de oração que deve ser seguida por cada uma de nós. A oração nosleva até o trono de Deus, onde podemos derramar nossas preocupações, problemas eamarguras que são transformados em uma canção de júbilo e louvor ao Senhor.A oração nos faz depender do Senhor e nos transforma em mulheres humildes e carentesdo Senhor.2- Ela teve uma vida de fé que deve ser seguida por cada uma de nós.Colocar no seu primeiro filho o nome de José que significa Deus acrescentará é,realmente, um ato de fé, uma vez que ela tinha dificuldade de engravidar.A Bíblia nos diz em Hebreus 11:1 o seguinte: "Ora, a fé é o firme fundamento das coisasque se esperam, e a prova das coisas que se não vêem."E você, minha irmã, está tendo aqueles momentos de comunhão com o Senhor atravésda oração?A sua fé é a mesma daqueles homens e mulheres de Deus que fazem parte da galeria da
  • fé?Será que Deus está lá no céu acrescentando o seu nome nesta galeria dos heróis da fé?"Senhor, aumenta a minha fé! Fazei com que eu confie que estás sempre no controle detoda a minha vida. Não importa o que possa acontecer, pois sei que tens um planomaravilhoso para a minha vida.Que em momento algum da minha vida, eu Te decepcione mas que eu, um dia, atinja aposição de mulher segundo o Teu coração. Amém!"Raquel, mulher de oração, de fé, teve o seu pedido de ter mais um filho respondido peloSenhor. Este seu pedido custou a sua vida, pois ao dar à luz o seu segundo filho, ela tevedificuldade. Ele morreu chamando seu filho de Benoni mas Jacó o chamou de Benjamim.Irmãs, amemos ao Senhor que cuida tanto de nós e sempre nos dá o melhor.Confiemos que Ele nunca nos abandonará e jamais nos esquecerá.Assim como Ele cuidou de Raquel dando-lhe dois filhos, Ele também cuidará de nós quetambém somos suas filhas.Raquel(Seu nome significa “ovelha”)Seu caráter:Manipulada pelo pai, tinha pouco controle sobre as circunstâncias e os relacionamentosde sua vida. Em vez de lidar criativamente com as situações difíceis, comportou-se comouma vítima, reagindo ao pecado com mais pecado, piorando as coisas ao competir com airmã e enganar o pai.Seu sofrimento:Seu desejo de ter filhos levou-a à morte no parto.Sua alegria:O marido a amava e fazia todo o possível para torná-la feliz.Textos-chave:Gênesis 29 a 35 / Jeremias 31.15 / Mateus 2.18SUA HISTÓRIASeria melhor ser amada e não ter filhos ou não ser amada e ter uma casa cheia decrianças? A pergunta atingiu Raquel como um vento forte fazendo bater sempre a mesmaporta.Lia acabara de dar à luz seu quarto filho, Judá. Em sua alegria, gritara:- Esta vez louvarei o Senhor (Gn 29.35)O nome de seu primogênito, Rúben, significava “veja, um filho”; Simeão, “aquele queouve” e Levi “apegado”, como se Jacó pudesse, um dia, apegar-se àquela tão poucoatraente esposa! Raquel estava farta daquele hábito da irmã de chamar os filhos de modoa enfatizar a esterilidade dela.Lia havia armado uma cilada para Jacó mediante a traição do pai, mas Raquel ganhara oamor dele desde o primeiro encontro junto ao poço, fora de Harã. Cada gesto delecomunicava que ela era sua favorita. Todavia, isso não a fazia conceber filhos, assimcomo o desejo de enriquecer não é capaz de gerar riquezas. Raquel deveria ter sido a
  • primeira, a única esposa de Jacó, assim como a tia Rebeca era a única esposa do tioIsaque.O pai de Raquel, Labão, prometera a filha ao sobrinho, Jacó, desde que ele trabalhassesete anos em sua propriedade. Sete anos era um prazo longo para esperar um marido.Todavia, Jacó considerara essa uma boa troca e Raquel o amou ainda mais por isso.Quando se aproximou o dia do casamento, Labão inventou um estratagema paraconseguir mais sete anos de trabalho por parte de Jacó. O dia feliz de Raquel se desfezem pedaços no momento em que o pai mandou que a irmã mais velha, Lia, se disfarçassecolocando as roupas nupciais de Raquel.Quando escureceu, ele levou Lia, com um véu no rosto, até a tenda de Jacó, e os doisdormiram juntos como marido e mulher. Quando a luz da madrugada invadiu suavementea tenda, Jacó virou-se para Raquel, mas só encontrou Lia a seu lado. A traição de Labãoo atingiu em cheio. Apesar do engano, das recriminações e das lágrimas, o casamentonão podia ser desfeito.Raquel, porém, sentiu-se arruinada, com sua benção roubada. O plano distorcido deLabão continuava, no entanto, a pleno vapor. Ele fez outro negócio entregando Raquel aJacó, na semana seguinte, em troca de mais sete anos de trabalho. As duas irmãs viviam,agora, constrangidas, morando juntas e os filhos de Lia constituíam uma lembrançadolorosa de que Raquel, a segunda esposa, continuava estéril.- Dá-me filhos, senão morrerei – ela gritou a Jacó certo dia, como se ele pudesse tomar olugar de Deus e fazê-la conceber. Raquel deu, então, ao marido sua criada Bila, queengravidou e teve dois filhos. Quando Naftali, o segundo filho, nasceu Raquel proclamoupara quem quisesse ouvir:- Com grandes lutas tenho competido com minha irmã e logrei prevalecer. – Mas abatalha entre Raquel e Lia estava longe de terminar.A amargura de Raquel foi novamente aliviada quando ela deu à luz um filho, a quemchamou José, que significa “possa ele acrescentar” – uma oração profética de que Deusacrescentaria ainda outro filho à sua linhagem.Certo dia, Deus disse a Jacó que voltasse à terra de Isaque, seu pai. Mais de vinte anosantes, Jacó havia tirado a benção de Esaú e fugido da ira assassina do irmão. Teriarecebidos, naqueles longos anos, em dobro pelo que havia feito? A traição de Labão e aluta entre Raquel e Lia o faziam lembrar dos conflitos com o irmão? Deus e Esaú dariam ocaso por encerrado? Só o Senhor seria capaz de protegê-lo nessa briga com o irmão.Enquanto Jacó reunia rebanhos, servos e filhos preparando-se par partir, Raquel roubouos deuses do lar do pai, pequenos ídolos que se julgava assegurariam a prosperidade.Depois de dez dias na estrada, Labão foi encontrá-los nas terras montanhosas de Gileadeacusando o genro de roubo. Sem saber o que Raquel fizera, Jacó convidou Labão arevistar o acampamento, prometendo matar quem quer que fosse descoberto com osídolos.Tendo aprendido com o pai algumas trapaças, Raquel colocou os ídolos numa sela esentou-se sobre ela. Quando Labão entrou na tenda, ela o cumprimentou com astúciafeminina dizendo:- Não te agastes, meu senhor, por não poder eu levantar-me na tua presença; pois meacho com a regra das mulheres (Gn 31.35).O artifício dela deu certo, da mesma forma que o de Jacó ao enganar o pai muito tempoantes e Labão finalmente desistiu da busca. Mais tarde, Jacó mandou retirar todos osvelhos ídolos de sua casa.Enquanto atravessavam o deserto, Jacó encontrou-se com o irmão, Esaú, e os dois sereconciliaram. Mas a tragédia em breve se abateria sobre a família, quando Raquel tevedificuldade em dar à luz um segundo filho, resposta de suas muitas orações.Ironicamente, a mulher que dissera certa vez que morreria se não tivesse filhos, agoraestava à beira da morte por causa de um filho. As últimas palavras de Raquel foram:- Ele é Benoni, o filho do meu sofrimento.
  • Essas palavras mostram a angústia pela qual passou no nascimento desse filho.Jacó, porém, colheu a criança nos braços e, com a ternura de um pai, chamou-o deBenjamim: “o filho da minha mão direita”.Como o marido, a formosa Raquel tanto foi autora de planos astuciosos como vítimadeles. Enganada pelo pai, encarava os filhos como armas no conflito com a irmã. Comoacontece freqüentemente, as lições da traição e da competição foram passadas degeração para geração. O filho de Raquel, José, sofreria muito por causa disso, sendovendido como escravos pelos meios-irmãos, os filhos de Lia.Todavia, Deus permanece fiel. Mediante uma série de circunstâncias, o José de Raquelgovernaria um dia o Egito, providenciando refúgio para o pai e os irmãos em meio a umperíodo de fome. Passo a passo, mediante situações impossíveis de prever, o plano deDeus desenrolava-se, a fim de acabar com as divisões, de fazer cessar as lutas e derestaurar a esperança. Usando pessoas com diversos motivos e desejos confusos, Elerevelava sua graça e misericórdia, nunca esquecendo a promessa que fizera.SUA VIDA E SUA ÉPOCACiclos Menstruais“Então, disse ela (Raquel) a seu pai: Não te agastes, meu senhor, por não poder eulevantar-me na tua presença; pois me acho com a regra das mulheres. Ele procurou,contudo não achou os ídolos do lar.” (Gn 31.35).As palavras de Raquel, aqui, são a única menção, nas escrituras, de um ciclo menstrualtípico, além da descrição das leis cerimoniais relativas à menstruação encontradas emLevítico e novamente citadas em Ezequiel.Raquel sabia, sem sombra de dúvida, que sua manobra deteria com sucesso o pai. Aoafirmar que estava menstruada, ela não só guardou os ídolos falsos que roubara, comotambém sua própria vida, pois Jacó prometera matar quem quer que tivesse roubado osídolos de Labão.Durante o período menstrual da mulher hebréia, ela era considerada “imunda”. As leiseram, porém, mais rigorosas do que justas para resolver esta questão. Os que tocavamuma mulher nesses dias, mesmo por acaso, tornavam-se imundos até a noite. O lugaronde a mulher dormia ou se sentava era também imundo. Quem quer que tocasse emsuas roupas de cama ou em seu assento era considerado imundo até lavar as roupas,banhar-se e esperar até a noite.A mulher era tida como imunda durante sete dias, prazo normal do período dela. Depoisdisso, era costume que se banhasse, a fim de ficar limpa. Esse era, provavelmente, obanho que Bate-Seba tomava quando o rei Davi a viu (II Sm 11.2-4). Como ela acabarade ter o seu período, Davi pode ter certeza de que o filho de Bate-Seba era seu quandolhe contou que estava grávida.O fluxo natural do período menstrual da mulher não exigia oferta de sacrifícios para quefosse purificada; devia simplesmente tomar banho e esperar durante um prazo prescrito.Um fluxo mais longo, menos natural, geralmente causado por uma doença ou umainfecção, exigia um sacrifício, a fim de que a mulher ficasse purificada. Nenhum dos doisimplicava falha moral por parte da mulher, mas uma vez que o sangue era consideradofonte da vida, tudo o que se referia a ele tornava-se parte importante da lei cerimonial.Muitas mulheres consideram seu período mensal, um desconforto e irritabilidade quegeralmente o acompanham uma provação mensal – algo que elas têm de suportar e doque os homens, criaturas de sorte, são poupados.Todavia, é só mediante essa função particular de seu corpo que a mulher pode reproduzire conceber um filho. Embora algumas vezes aborrecido, outras vezes doloroso, só pormeio desse processo é que a mulher tem a oportunidade, que não foi dada a homemalgum, de gerar uma nova vida. E, ao fazer isso, fica ligada, de maneira exclusiva, aoCriador de toda a vida.
  • SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Gênesis 29.3032. Como você acha que a maioria das mulheres reagiria à situação no lugar de Raquel?Com amor e preocupação pela irmã não amada? Ou com espírito de superioridade eorgulho?Leia Gênesis 30.133. A agonia expressa pelas palavras de Raquel, aqui, é aquela experimentada promuitas mulheres ao longo dos séculos. Como o relacionamento íntimo de Raquel e Liaaumentou seu sofrimento? Existiria algum médio de o relacionamento delas ter aliviado ador que sentiam.Leia Gênesis 29.30-31 e 30.134. Cada uma das irmãs tinha algo que a outra queria. O que Raquel tinha que Liadesejava. O que Lia tinha que Raquel desejava?35. O descontentamento é algo insidioso, enganando-nos para pensar que aquilo que nosbasta já não é mais suficiente. Você se sente, às vezes, descontente por não ter tudo oque gostaria? O que é preciso fazer para resistir a tais sentimentos?Leia Gênesis 31.19; 30-3436. Por que Raquel tinha esses ídolos? Por que você acha que ela os escondeu do pai?37. Você já esteve numa situação que a levou a mentir ou a enganar a fim de proteger asi mesma ou a outra pessoa? Descreva. O que você poderia/deveria ter feito diferente?Leia Gênesis 35.16-2038. Em vista do fato de estarem no meio da viagem, descreva como imagina a situaçãoem que Raquel se encontrava ao dar à luz.39. Um dos paradoxos da vida revelado aqui na trágica história da morte de Raquel é queaquilo que mais desejamos só conseguimos obter desistindo de outra coisa igualmenteimportante para nós. Você consegue lembrar de uma ocasião em sua vida na qualreceber algo que desejava exigiu renunciar a outra coisa?40. Jacó deu um novo nome a seu filho Benjamim, que significa “filho da minha mãodireita”. O que esse novo nome revela sobre a esperança de Jacó para o futuro?SUA PROMESSAGênesis 30.22 diz: “Lembrou-se Deus de Raquel, ouviu-a e a fez fecunda”. Deus lembrou-se de Raquel, mas nunca havia, na verdade, se esquecido dela. Quando a Bíblia usa apalavra lembrar, isso não significa que Deus de esquece e depois recorde subitamente.Como se Deus onisciente e Todo-poderoso do universo batesse de repente na testa coma mão e dissesse: “Xiii! Esqueci de Raquel! É melhor fazer alguma coisa depressa!”Não. Quando a Bíblia diz que Deus lembrou-se de algo, expressa o amor e a compaixãode Deus por seu povo. Lembra-nos da promessa feita por Ele de nunca nos abandonarnem nos deixar sem apoio ou alívio. Ele nunca nos abandonará. Jamais nos esquecerá.Sempre se lembrará de nós.Promessas nas EscriturasLembrou-se, Deus de Raquel, ouviu-a e a fez fecunda. (Gn 30.22)Lembra-te, Senhor, das tuas misericórdias e das tuas bondades, que são desde a
  • eternidade (Sl 25.6)Tu, Senhor, o sabes; lembra-te de mim, ampara-me. (Jr 15.15)[...] o Poderoso me fez grandes coisas. Santo é o seu nome. (Lc 1.49)SEU LEGADO DE ORAÇÃOLembrou-se, Deus de Raquel, ouviu-a e a fez fecunda. (Gn 30.22)MediteGênesis 30.1-24Louve a DeusPorque Ele não nos esquece nem por um momento. Ele está presente e atento, conhecenossos mais íntimos desejos, mesmo quando temos certeza de que Ele nos perdeu devista.AgradeçaPor Deus ser o único Criador. Por causa dEle, toda vida humana é sagrada.ConfesseQue algumas vezes usamos nossos filhos, maridos, lares ou até o tamanho da nossaconta bancária para competir com outras mulheres.Peça a DeusQue ajude você a formar amizades sinceras com outras mulheres, a fim de queexperimente a alegria de ter irmãs em Cristo.Eleve o coraçãoPense em uma mulher que gostaria de conhecer melhor nos próximos meses. Anote otelefone dela e marque um encontro para um almoço ou um passeio. Faça o possível paraseparar um tempo para conversar, a fim de começar um relacionamento. Um especialistaafirma que é preciso cerca de três anos para constituir uma amizade sólida. Não percanem mais um minuto!Oração“Pai, perdoa-me por permitir que a minha identidade se baseasse no tipo de esposa oumãe que sou ou no emprego que tenho. Não quero ver outras mulheres como rivais, mas,sim, como amigas em potencial e até como companheiras espirituais. Peço que me levesàs amizades que almejo e que me ajudes a ser paciente durante o processo. Amém.” RebecaRebeca - Trabalhadora, Generosa E Usada Por Deus Para Realizar SeusPropósitos"E disse: Ó Senhor, Deus de meu senhor Abraão, dá-me hoje bom encontro, e fazebeneficência ao meu senhor Abraão! Eis que eu estou em pé junto à fonte de água e asfilhas dos homens desta cidade saem para tirar água; Seja, pois, que a donzela, a quemeu disser: Abaixa agora o seu cântaro para que eu beba; e ela disser: Bebe, e tambémdarei de beber aos teus camelos; esta seja a quem designaste ao teu servo Isaque, e que
  • eu conheça nisso que usaste de benevolência com meu senhor" (Gênesis 24:12-14).Esta foi a oração do servo de Abraão, Eliezer, quando já se encontrava nos arredores dacidade de Naor. Esta era uma oração de quem estava necessitando da ajuda de Deus.Era uma oração onde ele não pedia que o Senhor mostrasse a ele uma mulher perfeita,bonita mas uma mulher que fosse piedosa e que Ele (Deus) estivesse preparando paraIsaque, filho do seu senhor Abraão.Esta é a oração que deveríamos fazer em favor de nossos filhos. Que o Senhor coloquena vida deles pessoas crentes, piedosas, bondosas, compassivas, fiéis e de belezainterior sem igual. Que os atributos de uma mulher ou de um homem de Deus,encontrados em 1 Pedro 3:3-4, façam parte da vida daqueles que almejamos para nossosfilhos... "O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias deouro, na compostura dos vestidos; Mas o homem encoberto no coração; no incorruptíveltraje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus."Ah, irmã, é este tipo de mulher que queremos para nossos filhos!O Senhor ouviu a oração de Eliezer e encaminhou Rebeca para junto dele. Ele viu que oSenhor respondeu a sua oração quando...1- Ele viu Rebeca "... com seu cântaro sobre o seu ombro" (Gênesis 24:15) vindo emdireção ao poço para apanhar água. Certamente, ele percebeu que ela era uma jovemtrabalhadodra e que não media esforços para abastecer a sua casa da água que todosprecisavam.Você é o tipo de mulher que arregaça as mangas e pega no pesado? Ou você acha queeste tipo de trabalho não é para você?Sabe de uma coisa, irmã? Deus elogia a mulher que "cinge os seus lombos de força efortalece os seus braços" (Provérbios 31:17) e Ele ainda diz que "a força e a honra sãoseu vestido..." (Provérbios 31:25).Rebeca era trabalhadora e, portanto admirada por Deus.Eliezer percebeu esta qualidade nela quando...2- Ele pediu água a Rebeca "e ela disse: Bebe, meu Senhor" (Gênesis 24:18). E vendoela os dez camelos que estavam com ele, ainda disse: "Tirarei também água para os teuscamelos até que acabem de beber" (Gênesis 24:19).Certamente, naquele momento, o servo de Abraão percebeu uma outra qualidade destabela mulher de Deus... ela gostava de servir, era bondosa e tinha um coração cheio deamor pelo próximo.Que atributos perfeitos para uma mulher que deseja ser admirada pelo Senhor! Se euquero ser admirada pelo Senhor, tenho que começar "agora" a seguir os mesmos passosde Rebeca, tenho que ser uma mulher sensível às necessidades do meu próximo eprocurar fazer tudo além do que é preciso.3- Ele, então perguntou a ela: "De quem és filha?" (Provérbios 24:23) e ela respondeu:"Eu sou a filha de Betuel, filho de Milca, o qual ela deu a Naor" (Sara, mãe de Isaque, eratia-avó de Rebeca).Tudo estava acontecendo dentro do plano perfeito de Deus para as vidas de Rebeca eIsaque.Amada irmã, quando estamos caminhando com Deus lado a lado, quando estamos tendocomunhão diária com Ele, lendo a Sua Palavra, orando e, principalmente, seguindo osensinamentos da Bíblia, então o Seu plano para a nossa vida se realiza e sentimos queEle está no controle de tudo, nos abençoando.
  • 4- Ele disse: "... Há também em casa de teu pai lugar para nós pousarmos?" E ela,amorosamente e com um espírito hospitaleiro (ele, certamente, percebeu este outroatributo que ela possuía) disse: "Também temos palha e muito pasto, e lugar para passara noite" (Gênesis 24:25).E a Bíblia nos diz que depois de tudo isto, ele "... inclinou-se... e adorou ao Senhor"(Gênesis 24:26)."Um lar cristão é o mais belo retrato terreno do céu e um refúgio para a nossa sociedadecansada e estressada" (Elizabeth George).Quantas mulheres hospitaleiras o Senhor nos apresenta na Sua Palavra! Dentre tantasque abriram suas portas para acolher homens de Deus destacamos...1- Rebeca - amorosa e trabalhadora, hospedou em sua casa Eliezer, servo de Abraão.2- Sunamita - generosa e piedosa, hospedou em sua casa Eliseu, um profeta de Deus.3- A viúva de Sarepta - cheia de fé e muito hospitaleira, hospedou em sua casa Elias, umprofeta de Deus.4- Marta - trabalhadora, ativa e determinada, hospedou em sua casa Jesus e Seusdiscípulos.5- Maria - cheia de fé e piedosa, hospedou em sua casa Jesus e Seus discípulos.6- Lídia - batalhadora, evangelista, hospedou em sua casa o apostolo Paulo.Que nós, como mulheres de Deus, possamos seguir os passos da hospitalidade queestas mulheres seguiram. Sejamos hospitaleiras!Quantos homens ou mulheres de Deus você já hospedou em sua casa? Irmã, não espereque apareça um dinheirinho extra para você comprar toalhas novas, lençóis novos, mudaro conjunto da sala de visita... para você convidar alguém para a sua casa. Lembra daviúva que só tinha um pouco de azeite e um pouco de farinha para fazer o último bolopara ela e seu filho? E, mesmo assim, ela não se incomodou de ter em sua casa o profetade Deus dando a ele aquela última porção de comida. Assim como Deus a abençoou,fazendo com que o azeite e a farinha se multiplicassem, Ele também a abençoará quandovocê tiver este mesmo espírito de hospitalidade.Pela fé, Rebeca viajou 800 km com o servo de Abraão para se encontrar com Isaque,aquele que ela nunca vira mas que iria ser tornar o seu esposo. Ela não o conhecia massabia que o Senhor o preparara para ela.Podemos imaginar o momento do encontro. Aqueles doces momentos do primeiroencontro com aquela pessoa especial que iria ser seu marido. Era um presente que oSenhor estava dando a ela. Ela estava feliz! A Bíblia nos diz que "... Isaque trouxe-a paraa tenda de sua mãe Sara, e tomou a Rebeca, e foi-lhe por mulher..." (Gênesis 24:67).Assim como Rebeca que deixou a sua família para unir-se a Isaque, nós tambémdevemos deixar nossa família e acompanhar nosso marido para onde quer que ele vá.Lembremos que, depois de Deus, a pessoa mais importante da nossa vida é nossomarido. Devemos continuar amando nossos pais, cuidando deles mas nunca devemoscolocá-los (como prioridade) na frente do nosso esposo.Apesar de Rebeca ser feliz no casamento e ser uma verdadeira mulher de Deus, ela teveque enfrentar momentos difíceis em sua vida mas venceu a todos por causa da sua fé.Vários foram estes momentos mas destaquemos alguns...1- Ter que se separar das pessoas que amava quando partiu para Canaâ, foi muito difícil
  • para ela.Ela partiu para esta terra distante sabendo que nunca mais veria nem seus pais nem seusirmãos mas, pela fé, ela conseguiu superar estes momentos.2- Rebeca sabia que o que existia de pior em um casamento era o período de adaptação.Também pela fé, ela conseguiu se adaptar à vida de casada e era muito feliz.3- Ela teve que passar vinte longos anos sem ter filhos. Ela era estéril e isto a deixavapreocupada e angustiada. Mas ela decidiu levar as suas preocupações até o altar doSenhor e Ele ouviu a sua oração e, pela fé, ela ganhou do Senhor dois filhos gêmeos -Esaú e Jacó.Apesar de tantos momentos de tribulação, Rebeca sabia que o Senhor a amava e queriaque ela fizesse parte do Seu povo e de Suas promessas.Ela confiou no Senhor e sabia que Ele estava com ela nos bons e maus momentos de suavida.Rebeca foi uma mulher trabalhadora, generosa e usada por Deus para realizar Seuspropósitos.Rebeca(Seu nome provavelmente significa “laço” ou “elo”)Seu caráter:Trabalhadora e generosa, sua fé era tão grande que deixou a sua casa pra sempre, a fimde casar-se com um homem que nunca vira. Todavia, favoreceu um filho e deixou deconfiar plenamente em Deus quanto à promessa feita por ele.Seu sofrimento:Ficou estéril durante os primeiros vinte anos de sua vida de casas e nunca mais viu o filhofavorito, Jacó, depois que ele precisou partir fugindo do irmão Esaú.Sua alegria:Deus realizou coisas tremendas a fim de convidá-la a participar de seu povo e de suaspromessas.Textos-chave:Gênesis 24; 25.19-34; 26.1; 28.1-9SUA HISTÓRIAO sol estava desaparecendo no horizonte, quando a jovem aproximou-se do poço quefiava fora da cidade de Naor, mais ou menos 800 quilômetros a noroeste de Canaã. Cabiaàs mulheres ir buscar água fresca todas as tardes, e Rebeca colocou o balde cheio noombro, grata pela refrescante sensação do recipiente frio ao tocar sua pele.Quando já se preparava para ir embora, um estranho aproximou-se pedindo de beber.Atenciosamente, ela se ofereceu para puxar água do poço também para os camelos dele.Rebeca notou o olhar surpreso e alegre do homem. Bem, dez camelos iriam consumirbastante água, mas se ela tivesse ouvido a oração que ele havia sussurrado momentosantes, seu espanto teria sido maior que o dele: “E disse consigo: Ó Senhor, Deus de meusenhor Abraão, rogo-te que me acudas hoje e uses de bondade para com o meu senhor
  • Abraão! Eis que estou ao pé da fonte de água, e as filhas dos homens desta cidade saempara tirar água; dá-me, pois, que a moça a quem eu disser: inclina o cântaro para que eubeba; e ela me responder: Bebe, e darei ainda de beber aos teus camelos, seja a quedesignaste par teu servo Isaque” (Gn 24.12-14).Um gesto simples. Uma resposta generosa. O futuro de uma jovem mudado num instante.O homem que Rebeca encontrou junto ao poço, servo de Abraão, fora encarregado deuma missão sagrada – encontrar uma esposa para Isaque entre o povo de Abraão e nãoentre os vizinhos cananeus. Como sua tia-avô, Sara, antes dela, Rebeca faria a viagempara o sul, a fim de aceitar um futuro que mal era capaz de vislumbrar. Noiva de umhomem com o dobro de sua idade, cujo nome significava “riso”, sentiu-se subitamenteatordoada. O Deus de Abraão e de Sara estava tentando persuadi-la, chamando seunome e não o de outra, convidando-a a compartilhar da promessa. Deus estava forjandouma nova nação para ser seu povo exclusivo.Isaque tinha 40 anos quanto viu Rebeca pela primeira vez. Seu coração talvez tivessesentido uma alegria parecida com a do primeiro homem:- Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne !Isaque e Rebeca entraram, então, na tenda de Sara, mãe dele, e ele a tomou por mulher.A Bíblia diz que ela consolou Isaque depois da morte de Sara, sua mãe.Rebeca era formosa e forte como Sara, todavia não teve filhos durante os primeiros vinteanos de sua vida com Isaque. Será que sofreria como Sara a maldição da esterilidade?Isaque orou, e Deus ouviu, dando a ela não um, mas dois filhos, que lutavam em seuventre. Deus lhe disse, então:- Duas nações há no teu ventre, dois povos, nascidos de ti, se dividirão; um povo serámais forte que o outro, e o mais velho servirá ao mais moço (Gn 25.23).Durante o parto, os dedos de Jacó agarraram o calcanhar do irmão, Esaú, como se eletentasse nascer primeiro. Embora tenha sido o segundo a nascer, Jacó tornou-se oprimeiro no afeto da mãe. Isaque, porém, amava mais a Esaú.Anos mais tarde, quando Isaque envelheceu e ficou quase cego, chamou seuprimogênito, Esaú, e disse:- Faze-me uma comida saborosa, como eu aprecio, e trazê-ma, para que eu coma e teabençoe antes que eu morra (Gn 27.4).Rebeca, muito esperta, ouviu tudo e chamou rapidamente Jacó, sugerindo um plano parevitar que a benção fosse dada ao irmão dele. Disfarçado como Esaú, Jacó apresentou-se ao pai para receber a tão esperada benção.Assim, Isaque acabou abençoando Jacó pensando que era Esaú:- Sirvam-te povos, e nações te reverenciem; sê senhor de teus irmãos, e os filhos de tuamãe se encurvem a ti; maldito seja o que te amaldiçoar, e abençoado o que te abençoar(Gn 27.29).O patriarca estendera a mão e dera a melhor benção ao filho mais novo, evocandopalavras ditas sobre os dois filhos quando ainda lutavam no ventre de Rebeca. Depois deentregue, a benção não poderia ser retirada, apesar do engano, apesar das lágrimas deEsaú e apesar de seu juramento de matar Jacó.Com medo da vingança de Esaú, Rebeca convenceu Isaque a enviar Jacó a Harã, paraque ali encontrasse uma esposa entre as filhas de seu irmão, Labão. Ela mandaria buscarJacó assim que a fúria do irmão se acalmasse.Com o passar dos anos, Rebeca deve ter sentido muita saudade de Jacó, rogando parater oportunidade de abraçá-lo novamente, pelo privilégio de envolver os filhos dele nosseus braços. Porém, mais de vinte anos se passaram antes que Jacó voltasse. EmboraIsaque vivesse ara dar as boas-vindas ao filho, Rebeca não sobreviveu.Quando Rebeca ainda era bem jovem, Deus a convidara para desempenhar um papelvital na história de seu povo. Ele fez tudo o que era necessário para alcançá-la. ComoSara, Rebeca se tornaria matriarca do povo de Deus e, também como Sara, seu coraçãose dividiria entre fé e dúvida pro acreditar que a promessa de Deus requeria sua
  • intervenção para cumprir-se. Achando difícil apenas descansar no que Deus lheprometera, recorreu a subterfúgios para obter o que desejava.Os resultados, refletindo o estado de seu coração, foram uma grande confusão. Jacótornou-se, de fato, herdeiro da promessa, mas foi afastado de casa e da mãe, que tanto oamava. Além disso, os seus descendentes ficariam para sempre em conflito com osdescendentes de Esaú, os edomitas. Dois mil anos depois, Herodes, o Grande, umhomem poderoso nascido na Iduméia (nome grego e romano para Edom) matariacrianças inocentes numa tentativa de destruir o menino Jesus.Deus, porém, continuava usando a vida daquela mulher, que, mesmo longe de serperfeita, realizaria seus propósitos.SUA VIDA E SUA ÉPOCAJóiasEntão, lhe pus o pendente no nariz e as pulseiras nas mãos [...] e tirou jóias de ouro e deprata e vestidos e os deu a Rebeca. (Gn 24.47,53)Um pendente no nariz!? Bem, isso que costuma ser um sinal de provocação dos jovens,hoje, era uma forma socialmente aceita de adorno na antiguidade. Quando o servo deAbraão compreendeu que Rebeca era a mulher com quem Isaque iria casar-se, eleimediatamente pegou as jóias que levara para a ocasião. Deu a ela duas pulseiras e umpendente de ouro par ao nariz. Rebeca rapidamente colocou as jóias e correu para casa,com os olhos brilhando, para contar à família tudo o que ocorrera.O pendente para o nariz é mencionado apenas duas vezes nas Escrituras: Em Provérbios11 e em Ezequiel 16. Em Ezequiel 16, Deus descreve, em termos figurados, como ama acidade de Jerusalém. Ele a banha amorosamente, depois veste com roupas riquíssimas esandálias de couro macio. A seguir, cobre-a ternamente com jóias. “Também te adorneicom enfeites e te pus braceletes nas mãos e colar à roda do pescoço. Coloquei-te umpendente no nariz, arrecadas na orelhas e linda coroa na cabeça. Assim, foste ornada deouro e prata.” (Ez 16.11-13)O Antigo Testamento menciona jóias várias vezes. Mulheres e homens usavam brincos(Ex 32.2) e também “ornamentos para o braço, pulseiras, sinetes, arreadas e colares”(Nm 31.50). Os israelitas obtinham quase todas as suas jóias de povos vencidos emguerras. Ouro, prata e pedras preciosas aparecem, muitas vezes, listados entre osdespojos tomados nas batalhas. Lemos em II Samuel 8.11 que Davi ganhou enormesquantidades de ouro, prata e bronze quando conquistou as nações ao redor de Israel.Dedicou tudo ao Senhor, e seu filho, Salomão, usou esse tesouro para construir ograndioso templo de Jerusalém. Acredite ou não, Salomão tinha tanto ouro em seu reinoque “fez o rei que, em Jerusalém, houvesse prata e ouro como pedras” (II Cr 1.15).O Novo Testamento menciona jóias especificamente apenas uma vez. Ao falar àsmulheres, Pedro recomenda que dêem mais atenção à sua beleza interior do que àexterior: “Não seja o adorno da esposa o que é exterior, como frisado de cabelos,adereços de ouro, aparato de vestuário; seja, porém, o homem interior do coração, unidoao incorruptível trajo de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante deDeus” (I Pe 3.3-4).É evidente que as mulheres dos dias do Novo Testamento eram tão fascinadas por jóiasquanto as do Antigo Testamento ... e as de hoje. É fácil e corriqueiro olhar-se no espelhopara avaliar a aparência externa, mas como são poucas as vezes em que a maioria denós passa um bom tempo examinando a aparência interior!Amanhã cedo, ao colocar anéis nos dedos, coloque também em sua vida um espírito depaz. Ao por brincos nas orelhas, aproveite para dotar em sua vida uma atitude de alegria.Quando puser um colar no pescoço, não esqueça de por também um espírito de doçurano coração. As jóias que usa não farão muita diferença em seu dia, mas o espírito do qualestiver revestida, esse fará.
  • SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Gênesis 24.15-2720. O que essa primeira informação sobre a jovem Rebeca lhe diz sobre a aparência e ocaráter da moça?21. De que forma você se parece com Rebeca? Como difere dela?Leia Gênesis 24.28-5022. Nesses versículos, o servo de Abraão conta à família de Rebeca como ela aencontrou, enfatizando a benção e e o envolvimento do Senhor em tudo. Como a famíliade Rebeca reagiu?Leia Gênesis 24.52-5823. Três palavras simples, mencionadas no versículo 58, mudaram para sempre a vida deRebeca. Com quem ela se parecia em sua disposição para ir aonde nunca estiveraantes?24. Como você reagiria se Deus a chamasse para sair de sua casa e deixar sua família?O que teria de acontecer para que você obedecesse?Leia Gênesis 24.6725. Essas são as palavras mais doces sobre o casamento encontradas na Bíblia.Descreva como acha que foi o casamento de Isaque e Rebeca naqueles primeiros dias.Leia Gênesis 25.2826. Essas são algumas das palavras mais tristes a respeito da educação de filhosencontradas na Bíblia. Descreva sua opinião sobre como o favoritismo dos pais afetouJacó e Esaú e seu relacionamento.27. Muitas crianças crescem pensando que os pais favorecem mais um irmão do que ooutro. Se você tem filhos, como evitar que pensem desse modo?Leia Gênesis 27.1 até 28.928. Por que Rebeca recorreu ao engano para obter o cumprimento de uma promessa feitaa ela quando estava grávida?29. Descreva como você acha que Rebeca deve ter se sentido dez anos mais tarde. Seráque se arrependeu do que fizera?30. De que modo os atos de Rebeca se assemelharam aos de sua sogra Sara?31. A história de Rebeca é rica e cheia de vida. Resuma em uma sentença o que gostariade aprender com ela.SUA PROMESSARebeca ouviu o servo de Abraão relatar como orara e como tinha certeza de que ela era amulher que Deus escolhera para Isaque. O próprio Deus orquestrara divinamente osacontecimentos., Rebeca parecia saber disso, e quando lhe perguntaram, respondeusimplesmente:- Irei.Rebeca compreendia plenamente o plano de Deus para ela? Estava disposta a segui-lo?Ou simplesmente se deixou encantar pelas idéias românticas de uma jovem em busca deum cavaleiro de armadura brilhante? Qualquer que tenha sido a motivação de Rebeca,aqueles eventos certamente foram planejados por Deus, que tinha poder e determinaçãopara continuar a cumprir fielmente suas promessas por meio dela.
  • A fidelidade de Deus, apesar de nossa desobediência e contradição, é evidente em toda aEscritura e durante toda a nossa vida. Ele será fiel; Ele promete.Promessas nas EscriturasSaberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e amisericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos. (Dt7.9)O Senhor é fiel em todas as suas palavras e santo em todas as suas obras. (Sl 145.13)Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.(Hb 10.23)SEU LEGADO DE ORAÇÃO“És nossa irmã; sê tu a mãe de milhares, e que a tua descendência possua a porta dosseus inimigos”(Gn 24.60)MediteGênesis 27Louve a DeusDiferentemente de Isaque, que só teve uma benção para dar aos filhos, Deus tembênçãos específicas destinadas a cada um de nós.AgradeçaPorque Deus não espera até que estejamos aperfeiçoados para nos colocar em seusplanos.ConfesseSua tendência de controlar o futuro, em vez de confiar em Deus para direcioná-la deacordo com o que Ele tem planejado para você.Peça a DeusQue a impeça de ter favoritos entre seus filhos e que a faça confiar que Ele tem um planogeneroso para cada um.Eleve o coraçãoGaste alguns minutos, semanalmente, para escrever um cartão de benção a cada um deseus filhos. Use um cartão simples ou enfeite-o com adesivos ou desenhos. (Se não tiverfilhos, pode fazer isso para algum sobrinho ou para qualquer outra criança de seurelacionamento). Comece orando por seus filhos pedindo as bênçãos de Deus sobre eles.A seguir, escreva as bênçãos que sente que Deus lhes quer dar. Coloque os cartões debênçãos debaixo do travesseiro deles ou ao lado do prato no jantar., Diga-lhes que essassão algumas das coisas que está pedindo a Deus para a vida deles. Não deixe de guardaruma cópia de cada cartão para orar regularmente pelas bênçãos.Oração“Senhor, tu nos dá poder para abençoar nossos filhos mediante nosso exemplo, nossosensinamentos, nosso amor e nossas orações. Que nossos filhos venham a superar-nos
  • na fé. Que em todas as dificuldades que enfrentarem sejam capazes de sentir tuaproximidade, e que a alegria deles se renove a cada manhã. Possa cada um ser umapessoa que atraia outros a ti. Amém.” RuteA Bisavó Do Rei Davi“Quão preciosa é, ó Deus, a tua benignidade, pelo que os filhos dos homens se abrigam àsombra das tuas asas”. (Salmo 36:7)Rute foi uma mulher que decidiu, em seu coração, ter Deus em sua vida como Senhormesmo tendo a oportunidade de escolher entre Ele e sua família.Ela era casada mas seu esposo, filho de Noemi, faleceu. Sozinha, ela fez uma decisão:não voltar para os seus familiares mas ficar com a sua sogra a quem ela muito amava.Ela iria para uma terra distante cujo povo tinha como Deus, Aquele que, verdadeiramente,havia criado o céu e a terra.Rute era jovem, tinha um bom coração e era forte e decidida.Noemi, sua sogra, ficou feliz por tê-la como amiga e companheira, pois ela sabia que elasiriam enfrentar uma vida nova e desconhecida. Ela não estaria só. Juntas partiriam paraBelém de JudáPodemos imaginar ambas cansadas, chegando em Belém, e Rute agradecendo aoSenhor pela beleza da fartura e pela beleza dos campos dourados com o trigo pronto paraser colhido pelos trabalhadores.Lembro-me de quando viajava de carro pelos Estados Unidos, a caminho do Canadá,onde meu marido estava indo fazer o seu doutorado na área de informática, epassávamos pelos campos de trigo. É, realmente, de uma beleza sem igual. Os camposficam dourados e é quando imaginamos que esta beleza não é nada diante do que Deustem preparado para nós, seus filhos. A Bíblia nos diz em 1Coríntios 2:9 que... “... Ascoisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem,são as que Deus preparou para os que o amam.”Rute e Noemi nada tinham. Eram pobres e estavam começando uma nova vida. Mas eracostume em Israel, os donos destes campos deixarem as pessoas pobres colher tudo queseus trabalhadores deixassem cair.A Bíblia nos diz que Rute foi ao campo de Boaz para apanhar espigas para o sustentodela e de sua sogra. Ela, ao tomar esta decisão, certamente, repousou no Senhor,sabendo que o Deus que, agora, fazia parte de sua vida, estava dirigindo cada passo seu.A confiança que ela depositava no Senhor, tornava-a forte e sábia para executar osplanos dEle em sua vida. E o que Deus queria em sua vida estava acontecendo...* Todos em Belém ficaram sabendo da lealdade dela para com Noemi.* Todos souberam da tragédia que caiu sobre as duas – morte de seus maridos.* Todos souberam, inclusive Boaz, de sua renúncia aos seus deuses moabitas e suaentrega total ao Deus de Israel.Boaz, que era da família de Elimeleque, esposo de Noemi, viu Rute pela primeira vezquando colhia o resto do trigo que era permitido ser colhido pelos pobres. A Bíblia diz queele perguntou a seu moço: “De quem é esta moça? (Rute 2:5) E o moço respondeu: “...Esta é a moça moabita que voltou com Noemi dos campos de Moabe.” (Rute 2:6)
  • O Senhor estava preparando o futuro de Rute. Ele estava cuidando daquela que seria abisavó do rei Davi. Ele estava protegendo aquela que confiava nEle e que repousava nasombra das Suas asas.Boaz conheceu aquela de quem tanto falavam e que, agora, estava diante dele. Sendoele um homem de boa índole, chamou Rute e disse: “... Ouves, filha minha; não váscolher em outro campo, nem tampouco passes daqui; porém aqui ficarás com as minhasmoças. Os teus olhos estarão atentos no campo que segarem, e irás após elas; não deiordem aos moços que não te molestem?” (Rute 2:8-9)Rute, então, humildemente, caiu em terra e agradeceu a ele. E, além de tudo isto, aindaouviu dele palavras que, com certeza, encheram-na de alegria. Ele disse:“O Senhor retribua o teu feito; e te seja concedido pleno galardão da parte do SenhorDeus de Israel, sob cujas asas te vieste abrigar.” (Rute 2:12)Vejam que palavras doces vindas do coração de um homem temente a Deus. Elaslembram as palavras também muito doces de uma mulher (Rute) que já havia decididoem seu coração ser temente a Deus. E as palavras foram:“... aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povoé o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Onde quer que morreres morrerei eu, e ali sereisepultada...” (Rute 1:16-17)Boaz e Rute, duas pessoas tementes a Deus e que estavam em sintonia com os perfeitosplanos do Senhor em suas vidas.Irmã, o Senhor é um Deus bom que cuida de nós a cada momento da nossa vida. A Bíblianos assegura no Salmo 36:7 o seguinte:“Quão preciosa é, ó Deus, a tua benignidade, pelo que os filhos dos homens se abrigam àsombra das tuas asas.”Nós somos os sabiás e os beija-flores que se aquecem e se abrigam nas asas do Senhorporque é nEle onde está o “manancial da vida” e é Ele que nos oferece “mananciais nodeserto”.Sejamos como Rute que não se abateu com a tragédia que surgiu em sua vida masconfiou no Senhor que lhe deu sabedoria, fortaleza e amor.Quando estamos passando por vales escuros, lembremo-nos que Jesus já passou portudo isto, muito antes de nós.Spurgeon disse que “muitos crentes definham em masmorras, quando podiam andarpelos terraços dos palácios e avistar a boa terra e o Líbano! Crente, levante-se dacondição em que está... Aspire por uma vida mais plena, aspire uma vida mais alta, aspirepor uma vida mais nobre. Vá para cima. Vá para mais perto de Deus!”Irmã, quando você estiver atravessando rios turbulentos, lembre-se que o Senhor estácom as Suas asas abertas esperando para aquecê-la, protegê-la e colocar paz em seucoração. Depende de você querer repousar nEle e... ser feliz.Noemi era para Rute uma verdadeira mãe e Rute a tratava como uma filha que a amava.Ela começa a dar conselhos à Rute, ensinando-a como agir diante de Boaz já que ele erao possível remidor. Ela disse:“Ora, pois, não é Boaz, com cujas moças estiveste, de nossa parentela: Eis que esta noitepadejará a cevada na eira. Lava-te, pois, e unge-te, e veste os teus vestidos... quando elese deitar... cobrir-lhe-ás os pés... e ele te fará saber o que deves fazer.” (Rute 3:2-4)Como uma filha obediente, ela fez, exatamente, como Noemi lhe aconselhara, pois elasabia que a sua sogra queria o melhor para a vida dela.
  • A Bíblia nos diz em Rute 4:13 que “... tomou Boaz a Rute, ela lhe foi por mulher; e ele apossuiu e o Senhor lhe fez conceber, e deu à luz um filho.” Este filho foi Obede que foi paide Jessé que foi pai do rei Davi... chegando até Jesus Cristo.Irmã, sigamos o exemplo de Rute que foi uma mulher segundo o coração de Deus,devotada à sua família e era feliz por estar ajudando a sua sogra. Ela também amava econfiava no Senhor. E, além de tudo isto, ela era uma fonte de bênçãos.E você, irmã, que características você tem que servem de exemplo para seus filhos,vizinhos, irmãs da igreja...?Quando servimos de todo o coração ao Senhor, virtudes fluem de nós e mundo nos vêcomo verdadeiras mulheres virtuosas, mulheres que amam a Deus e vivem com opropósito de servi-Lo.Em 1Timóteo 5:10, a Palavra de Deus nos ensina a sermos servas não apenas do Senhormas também daqueles que Ele coloca diante de nós:“Tendo testemunho de boas obras: se criou os filhos, se exercitou hospitalidade, se lavouos pés aos santos, se socorreu os aflitos, se praticou toda a boa obra.”“Senhor Deus, meu Pai, que o amor que eu demonstre às pessoas seja o amor que tenhoaprendido de Ti.Amém! Sara(Seu nome significa “líder” ou “princesa”)Seu caráter:Bela o bastante para ser cobiçada por reis no mundo antigo, ela sabia também serobstinada e ciumenta. Sara foi, todavia, uma esposa leal e correta, que não cedeu ao seumedo.Seu sofrimento:Não ter tido filhos durante a maior parte de sua vida.Sua alegria:Ter dado à luz Isaque, o filho da promessa, aos 90 anos.Textos-chave:Gênesis1-20 / 16:1-8 / 17:1-22 / 18:1-15 / 21:1-13 e Gálatas2-31SUA HISTÓRIASara tinha 65 anos, a idade que muitas de nós se aposentam, quando partiu em viagempara um território espiritual desconhecido. Ao deixar para trás sua terra natal, ela e omarido, Abraão, partiram para centenas de quilômetros, em direção ao sul, até Canaã,uma terra fértil de promessas feitas por Deus, mas sem nada que amassem e que lhesfosse familiar. Deus prometera aquela terra a Abraão e a seus descendentes. Dele nãoseria gerada apenas uma família, um clã ou uma tribo, mas uma nação inteira, um povoque pertenceria a Deus como nenhum outro antes.A promessa espalhou-se como os círculos que se formam ao ser atirada uma pedra naágua. Se Abraão seria o pai de uma nova nação, então, Sara seria, certamente, a mãe.Ela, porém, ansiava por dar à luz não a uma nação, mas a uma criancinha que pudessebeijar e embalar em seus braços.No início, Abraão e Sara acharam difícil sustentar a si mesmos, muito menos a uma
  • família, em sua nova terra. Em breve, uma fome na região tornou a vida tão difícil quetiveram de mudar-se para o Egito, onde Abraão, com medo do faraó, sugeriu umamanobra enganosa para salvar sua vida. “Dize, pois, que és minha irmã, para que meconsiderem por amor de ti e, por tua causa, me conservem a vida”. (Gn 12:11-13)Sara atendeu ao pedido de Abraão e faraó em breve a acrescentou a seu harém demulheres bonitas. Pelo privilégio, pagou a Abraão, na moeda de época, certa quantidadede ovelhas, bois, jumentos, camelos e servos. Mas, embora os dois homens parecessemsatisfeitos com o acordo, Deus não se agradou disso e começou a atacar a faraó e toda asua casa com doenças. O rei egípcio chamou Abraão, pedindo que se explicasse.Quando soube a verdade, permitiu que Sara e Abraão partissem, levando com eles todasas riquezas que haviam adquirido no Egito.O casal mudou-se, então, outra vez. Vários anos se passaram desde que Abraão e Saraouviram a notável promessa de Deus, mas ainda não tinham um filho. Assim, Sara decidiuresolver o assunto por conta própria. Seguindo uma prática comum no mundo antigo, deupermissão a Abraão para deitar-se com sua serva egípcia, Agar. A escrava de Sara setornaria uma mãe substituta para o filho prometido.Ismael nasceu não muito tempo depois, mas a criança só provocou discórdia entre asduas mulheres.Certo dia, o Senhor apareceu a Abraão, enquanto ele estava sentado à entrada da suatenda.- Sara, tua mulher, onde está?- Está aí na tenda.Disse então o Senhor:- Certamente voltarei a ti, daqui a um ano; e Sara, tua mulher, dará à luz um filho.Sara, que estivera escutando de dentro da tenda, riu e disse:- Depois de velha, e velho também o meu senhor, terei ainda este prazer?Disse, porém, o Senhor a Abraão:- Por que se riu Sara, dizendo: Será verdade que darei à luz, sendo velha? Acaso para oSenhor há cousa demasiadamente difícil? Daqui a um ano, neste mesmo tempo, voltareia ti, e Sara terá um filho.Por ficar com medo, Sara mentiu e respondeu:- Não me ri.Deus, porém, disse:- Não é bem assim, é certo que riste.Um ano depois, Sara deu à luz Isaque, cujo nome significa “riso”. É claro que a mãe de 90anos compreendeu a brincadeira e exclamou: “Deus me deu motivo de riso; e todo aqueleque ouvir isso vai rir-se juntamente comigo” (Gn 21:6)O bom humor de Sara, porém, durou pouco. Farpas novamente começaram a serlançadas entre as duas mães e Sara forçou Agar e Ismael a saírem da casa de Abraão,deixando-os peregrinar no deserto. Embora Deus cuidasse dos dois exilados, suapromessa de uma nova nação e de um libertador para o seu povo seria cumprida atravésde Isaque.Sara morreu com 127 anos e foi sepultada em Hebrom. Entre o nascimento de Isaque e amorte de Sara houve um intervalo de 37 anos, tempo suficiente para que refletisse naaventura de sua vida com Deus. Ficou envergonhada do tratamento que dispensou ainfortunada Agar? Lembrou-se de ter rido quando Deus disse a Abraão que teria um filhoaos 90 anos? Tinha idéia de que um dia seria reverenciada como mãe de Israel, símboloda promessa, assim como Agar se tornaria símbolo da escravidão sob a lei? As Escriturasnão dizem nada sobre isso, mas é animador saber que Deus realiza seus propósitosapesar das nossas fragilidades, de nossa pequena fé, de nossa auto-suficiênciaobstinada.As tentativas práticas de Sara para ajudar Deus a cumprir sua promessa causaramrealmente muita angústia. (Mesmo em nossos dias, o conflito entre Israel e seus vizinhos
  • árabes é devido àquela antiga briga entre as duas mulheres e os filhos por elas gerados.)Entretanto, apesar do ciúme, ansiedade e ceticismo sobre a capacidade de Deus paracumprir suas promessas, não se pode negar que Sara era capaz de aceitar riscos deprimeira ordem, pois de despediu de tudo o que lhe era familiar, viajando para uma terracompletamente desconhecida. Uma fina dama de carne e osso, que viveu uma aventuramais emocionante do que qualquer heroína de conto de fadas, a qual começou com umapromessa e terminou com riso.SUA VIDA E SUA ÉPOCANomesNos tempos bíblicos, os nomes tinham um significado que, no geral, já não possuem maishoje. Os nomes que os pais davam aos filhos permitiam um vislumbre da experiênciapessoal deles, algumas das quais refletiam reações emocionais a uma situação. QuandoSara tinha 90 anos, Deus lhe disse que ela e Abraão iriam ter, finalmente, o filho quedesejavam havia tanto tempo. Sara mal podia acreditar! “Riu-se, pois Sara nos eu íntimo,dizendo consigo mesma: Depois de velha, e velho também meu senhor, terei aindaprazer?” (Gn 18:12). Quando o filho nasceu, Sara o chamou de Isaque, que significa “riso”e disse “Deus me deu motivo de riso, e todo aquele que ouvir isso vai rir-se juntamentecomigo” (Gn 21:6).Uma das cenas mais tristes da Bíblia talvez seja aquela em que Raquel, sofrendo muito esabendo que estava à morte, chamou seu filho de Benoni “filho do meu sofrimento”. MasJacó, pai da criança, amando ao pequenino, mesmo em sua tristeza, chamou-o deBenjamim, “filho da minha mão direita” (Gn 35:16-20). Quando o filho de Ana nasceu, elalhe deu o nome de Samuel, que se assemelha a expressão, em hebraico, para “ouvido deDeus”, porque Deus ouvira seu clamou por um filho. Muitos dos profetas do AntigoTestamento tinham nomes que falavam de sua missão: o nome de Isaías significa “OSenhor salva”, o de Obadias, “servo do Senhor”, o de Naum, “consolo” e o de Malaquias,“meu mensageiro”.Em toda as Escrituras, Deus dá ao seu povo nomes que retratam o significado e o valorque tem para Ele. Somos sua “propriedade peculiar” (Ex 19:4; Ml 3:17), o “povo daherança” (Dt 4:20) e “filhos do Deus vivo” (Os 1:10). Somos “seus amigos” (Jo 15:15).Seja lá qual for o seu nome, Deus a conhece. Com amor, Ele a chama pelo nome e vocêlhe pertence (Is 43:1).SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Gênesis 17:15-161. Tanto Sarai como Sara significam “princesa”, revelando a posição de Sara como mãede uma nação. Você sabe qual o significado do seu nome? Qual a importância dessesignificado para você?2. Se fosse pedir a Deus que mudasse seu nome, qual desejaria que fosse ou qualsignificado desejaria que tivesse?Leia Gênesis 18:10-15 / 21:1-73. Coloque-se na posição de Sara. Você acha que riria também? Por quê?4. Deus cumpriu sua promessa a Abraão e Sara no tempo determinado por Ele. Descrevacomo acha que se sentiram sobre isso.5. Você já esperou Deus cumprir uma promessa? Pelo que você está esperando nestemomento?6. Enquanto reflete sobre a história de Sara e Abraão, como pode melhorar sua atitudedurante a espera para que Deus cumpra as promessas que lhe fez?Leia Gênesis 16:6 / 18:2,15: 21:10
  • 7. Escolha cinco adjetivos que descrevam Sara. Em que aspectos você se parece comela? Em que se diferencia dela?8. Deus usou Sara, apesar dos defeitos e da impaciência dela. Como Deus pode usarvocê apesar de suas imperfeições?Leia Gênesis 21:1-79. O que Sara disse quando deu à luz Isaque? Por que você acha que ela disse isso?10. Descreva uma ocasião em sua vida em que Deus a fez “rir”.SUA PROMESSAComo foi difícil para Sara (e também para nós hoje!) lembrar as promessas de Deus eesperar por seu cumprimento. As promessas de Deus são reveladas e cumpridas notempo dEle, o que acontece, freqüentemente, de acordo com um calendário bem diferentedo nosso.Esperar com paciência pela operação de Deus pode ser uma das experiências maisdifíceis da vida cristã. Somos muito bons no “faça-você-mesmo” e, em geral, acabamossendo um obstáculo para Deus, quando queremos agir por nossa própria conta.Você está esperando que Deus lhe faça algo? Já pediu a Ele a salvação do seu marido?De um membro de sua família? Está pedindo que um filho rebelde volte para casa?Quaisquer que sejam as circunstâncias, o tempo de Deus é o melhor. Quando estivertentada a interferir e a fazer as coisas acontecerem a seu modo, pense em Sara. Suatentativa de cumprir a promessa de Deus tendo um filho por meio de sua serva, Agar, teveresultados desastrosos. Lembre-se de que Deus tem Sua própria agenda. Descanse nasegurança de que Ele a ama e cumprirá a promessa que lhe fez.Promessas nas Escrituras“Espera pelo Senhor, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, peloSenhor” (Sl 27:14)“Aguardo o Senhor, a minha alma o aguarda; eu espero na sua palavra” (Sl 130:5)“Por isso, o Senhor espera, para ter misericórdia de vós, e se detém, para se compadecerde vós, porque o Senhor é Deus de justiça; bem-aventurados todos os que nele esperam”(Is 30:18)“Eu, porém, olharei para o Senhor e esperarei no Deus da minha salvação; o meu Deusme ouvirá” (Mq 7:7)SEU LEGADO DE ORAÇÃO“Disse também Deus a Abraão: A Sarai, tua mulher, já não lhe chamarás Sarai, porém,Sara. Abençoá-la-ei e dela te darei um filho; sim, eu a abençoarei, e ela se tornaránações; reis de povos procederão dela. (Gn 17:15,16)MediteGênesis 17:1-22Louve a DeusPorque Ele cumpre as suas promessas.Agradeça
  • Por Deus ter um plano gracioso para você, que se desenrolará na hora oportuna, segundoa Sua vontade.ConfesseSua ansiedade e auto-suficiência.Peça a DeusQue a ajude a ouvir com atenção e com disposição de coração para fazer a Sua vontade.Eleve o coraçãoDeus fornece pistas de Seu propósito para você plantando sonhos em seu coração. Osonho de Sara era ter um filho. Procure um lugar tranqüilo e passe algum tempoconcentrando-se nos seus sonhos. Pergunte a si mesma quais são os sonhos que vocêtem estado ocupada demais, com medo demais ou decepcionada demais para perseguir.Escreva-os e ore sobre cada um.Oração“Pai, obrigada por me amar, apesar de minha alma ainda conter sombras que bloqueiamo teu Espírito. À medida que os anos passam, peço que eu venha confiar maiscompletamente em ti com relação aos sonhos que plantou em minha alma e àspromessas que me fez. Como Sara, que eu possa ser cercada de risos pela maneiramaravilhosa como compres teu propósito, apesar das minhas fraquezas. Amém.”Agar - A Escrava Egípcia" Que tens, Agar? Não temas, porque Deus ouviu a voz do menino desde o lugar ondeestá.Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação."(Gênesis 21:17-18)Lendo Gênesis 16, nos deparamos com Agar, a escrava egípcia de Sara.De que maneira ela começou a fazer parte desta família?A Bíblia nos fala de um período em que Abraão e sua esposa tiveram que ir para o Egitopor causa da fome que assolava Canaã. Chegando lá e com medo de morrer porque elesabia que faraó iria se encantar com a beleza de Sara, decidiu, juntamente com ela, dizerque eles eram irmãos. Faraó, na verdade, se encantou com Sara e creu nesta mentiraarmada pelos dois. Agora, ela fazia parte do harém de faraó e este, por sua vez, deu aAbraão presentes. Certamente, Agar, a escrava egípcia, foi um destes presentes que elerecebeu.Receber uma escrava de presente é algo muito bom. Ele jamais poderia imaginar que elairia se transformar em um dos maiores problemas que ele e sua esposa iriam enfrentar.Quando procuramos mudar o rumo dos acontecimentos com as nossas próprias forças - enão com a de Deus - problemas surgem, dores de cabeça aparecem e ficamos perdidos efora da perfeita vontade do Senhor.Quando faraó descobriu que Sara era, na verdade, esposa de Abraão, ele a mandou,juntamente com Seu marido, sair do Egito. Eles saíram e levaram com eles todos ospresentes que faraó havia dado a Abraão. Agar, que era um destes presentes, foi juntocom eles.Sara nunca havia dado a Abraão um filho. Ela era estéril mas Deus havia prometido queela iria ter um filho com ele. Mas o problema é que "Deus estava demorando muito... e elajá era idosa... e talvez Ele tivesse esquecido da sua promessa... era melhor ela dar uma
  • mãozinha a Ele..." Foi a partir daí que começaram, na vida de Sara e Abraão, problemastanto físicos como espirituais, pois em vez dela confiar na promessa feita a eles peloSenhor, ela preferiu agir por conta própria. Mas vamos ver o que ela disse em Gênesis16:2:"... Eis que o Senhor me tem impedido de dar à luz; toma, pois, a minha serva; porventuraterei filhos dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai."Por causa desta decisão de Sara, ela abriu as portas para a inimizade que existe, atéhoje, entre judeus e árabes.Agar, na posição de serva, teve que aceitar a decisão da sua patroa. Para ela não foi fácilmas era assim que tinha que ser feito.Ela dormiu com Abraão e engravidou. Já grávida, ela desprezou Sara. Mas sua senhora aafligiu tanto, tornou sua vida tão difícil que ela decidiu fugir para o deserto. Lá,encontrando-se ela junto a uma fonte de água, apareceu um anjo que lhe disse:"8... Agar, serva de Sarai, donde vens, e para onde vais? E ela disse: Venho fugida daface de Sarai minha senhora.9 Então lhe disse o anjo do Senhor: Torna-te para tua senhora, e humilha-te debaixo desuas mãos." (Gênesis 16:8-9)Além do anjo dizer que ela deveria voltar e se humilhar, disse-lhe mais:"10 ... Multiplicarei sobremaneira a tua descendência, que não será contada, pornumerosa que será.11 Disse-lhe também o anjo do Senhor: Eis que concebeste, e darás à luz um filho, echamarás o seu nome Ismael; porquanto ouviu a tua aflição.12 E ele será homem feroz, e a sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele; ehabitará diante da face de todos os seus irmãos." (Gênesis 16:10-12)Esta foi a promessa que o Senhor lhe fez. E ela voltou para a sua senhora assim como oanjo lhe ordenara.Irmã, nós também passamos por momentos de desespero em nossas vidas mas o Deusque cuidou de Agar é o mesmo Deus que cuida de nós, pois sabemos que:1. Ele está sempre conosco.Ele está sempre nos animando, nos guiando e colocando em nosso coração a certeza daSua presença.Mateus 28:20 nos diz:"... e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos."Ao ler este versículo só tenho vontade de dizer: "Senhor, eu sei que Tu estás semprecomigo porque Tu és o meu pastor e nada me faltará."2. Ele dá descanso à nossa alma.Sim, só o Senhor é que poderá dar descanso e alívio à minha alma. Em Mateus 11:28 Elenos prometeu alívio dizendo:"Vinde a mim,todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei."E o melhor de tudo é que Ele "... limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá maismorte, nem pranto, nem clamor, nem dor; ..." (Apocalipse 2:4)Existe promessa que dê mais alívio, refrigério e prazer à nossa alma?Em Gênesis 16:15, a Bíblia nos diz:"E Agar deu à luz um filho a Abrão; E Abrão chamou o nome do seu filho que Agar tivera,Ismael."
  • Mas em Gênesis 21:2-3 ela também nos diz:"E concebeu Sara, e deu a Abraão um filho na sua velhice, ao tempo determinado, queDeus lhe tinha falado. E Abraão pôs no filho que lhe nascera, que Sara lhe dera, o nomede Isaque."Sara era a patroa e Agar a escrava. Como escrava, ela não tinha direitos. Ela, literalmentefalando, estava sozinha e não tinha ninguém que ficasse do seu lado aconselhando-a,defendendo-a ... Mas ela tinha Deus que olhava e cuidava dela.Hoje em dia, muitas de nós nos sentimos assim ... sozinhas, desamparadas, sem direito anada ... mas se somos filhas de Deus (João 1:12), Ele, com certeza, está cuidando de nóscomo filhas amadas e vendo, lá na frente, a realização do que Ele tem preparado paranós. Só temos que estar atentas, em sintonia completa com o Senhor que nos manda sairda prostração em que nos encontramos e levantar a cabeça prosseguindo sempre para afrente.Quando Deus nos diz: "Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eusou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça"(Isaías 41:10), sentimos, então, uma grande segurança e nos fortalecemos, pois é emSeus braços que repousamos.Li uma declaração de Donna Rice onde ela dizia: "Depois daquele grave acontecimento,quando eu orava dizendo Deus, queria que estivesse aqui para conversar comigo,envolver-me em seus braços e enxugar minhas lágrimas, passei a sentir que Ele estavafazendo tudo isso por intermédio dos cristãos que me cercavam. Foi aí que comecei aentender que a igreja não é um prédio; é o corpo de Cristo. Em meio à minha dor, Deusdeu-me amigos cristãos que me ensinaram sobre o amor e o perdão."Nasceu Isaque, filho de Abraão e Sara, o filho da promessa.A partir deste dia, surgiu da parte de Ismael um ciúme tal que ele zombava e, por isso,Deus disse a Abraão que ouvisse o que sua esposa lhe dizia:"... Ponha fora esta serva e o seu filho ..." (Gênesis 21:10)Mas Deus,para acalmar o coração de Abraão, disse:"... Não te pareça mal aos teus olhos acerca do moço e acerca da tua serva; em tudo oque Sara te diz, ouve a sua voz; porque em Isaque será chamada a tua descendência.Mas também do filho desta serva farei uma nação, porquanto é tua descendência."(Gênesis 21:12-13)Abraão creu na promessa de Deus e fez exatamente como o Senhor lhe disse:"Então se levantou Abraão pela manhã de madrugada, e tomou pão e um odre de água eos deu a Agar, pondo-os sobre o seu ombro; também lhe deu o menino e despediu-a; eela partiu andando errante no deserto de Berseba." (Gênesis 21:14)Que situação triste! Que momentos angustiantes!Quantas de nós já passaram "pelo vale da sombra e da morte" pensando que eraimpossível continuar vivendo?Quantas de nós já pensaram que não havia mais esperança, nem possibilidade deagüentar tamanho sofrimento?Agar e seu filho Ismael sentiram-se assim ... desprezados, desamparados,fracassados,com a fé abalada. Provavelmente, sentiram que o fim havia chegado. Mas omesmo Deus que mandou Abraão dizer a Agar para ela sair de sua casa com seu filhoIsmael, socorreu-a dando-lhe a tranqüilidade necessária. O nosso Deus, o Jeová-jire que
  • provê também todas as nossas necessidades, ajudou Agar e seu filho Ismael nestesmomentos de desespero.Mas o que, realmente, Deus fez por eles?1. Ele lhe deu ânimo.A Bíblia nos mostra o desespero de Agar quando nos apresenta em Gênesis 21:16 assuas palavras:"... Que eu não veja morrer o menino. E assentou-se em frente, e levantou a sua voz, echorou."Mas a Bíblia também nos mostra Deus animando-a e dizendo:"Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação."(Gênesis 21:18) - Deus a anima prometendo uma bênção futura.Mas Deus também a animou, mostrando-lhe um poço de água. Lemos em Gênesis 21:19:"E abriu-lhe Deus os olhos, e viu um poço de água; e foi encher o odre de água, e deu debeber ao menino." - Deus a anima dando-lhe uma bênção presente.E você, minha irmã, está também precisando da ajuda de Deus para animá-la?Eu e você que já conhecemos a história de Agar e conhecemos também a fidelidade deDeus, temos que, pela fé, crer que o Senhor vê nossas aflições e está sempre pronto paranos confortar e animar.2. Ele a orientou.Sim, o Senhor a orientou. Ele lhe disse quais passos ela deveria dar para não morrer,nem morrer seu filho Ismael. Ele disse: "Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pelamão..." (Gênesis 21:18)Assim como Ele fez com Agar, o Senhor nos orienta através da Sua Palavra, mostrando-nos que passos devemos dar para sairmos de situações que, muitas vezes, a nossoolhos, são impossíveis de serem resolvidas. Leiamos a Bíblia e lá encontraremos apreciosa sabedoria de Deus para nossas vidas.3. Ele lhe fez uma promessa.Deus separou Agar e seu filho Ismael de Abraão mas em momento nenhum osabandonou.Ele prometeu fazer de Ismael uma nação. Vejamos:"Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação."(Gênesis 21:18)E o que Deus nos promete na Sua Palavra?As Suas promessas são inúmeras ...:"Em paz também me deitarei e dormirei, porque só Tu, Senhor, me fazes habitar emsegurança." (Salmo 4:8)"Isto é a minha consolação na minha aflição, porque a tua palavra me vivificou." (Salmo119:50)"Andando eu no meio da angústia, tu me reviverás; estenderás a tua mão contra a ira dosmeus inimigos, e a tua destra me salvará." (Salmo 138:7)
  • Confiando nEle e nas Suas promessas posso dizer confiantemente:"O Senhor é o meu pastor; nada me faltará." (Salmo 23)Certamente, Agar louvou a Deus pela Sua benignidade, pelo Seu amor, por Sua lealdadee pelas bênçãos que Ele derramou em sua vida e na vida do seu filho Ismael.Obrigada, Senhor, pelo amor e proteção que Tu me dás a cada dia.Obrigada porque sei que Tu vês o meu sofrimento, como viu o de Agar.Obrigada porque sempre tiras do meu coração o medo do futuro.Obrigada pela certeza que colocas dentro da minha alma de que estás bem junto a mim,me protegendo e cuidando de mim com um cuidado todo especial de um Pai amoroso.Obrigada, Pai porque sei que mesmo passando por aflições neste mundo tenho a certezade uma vida plena de gozo na mansão celestial que estás preparando para mim.Maranata!Amém!Sulamita- A Mais Bela Das Mulheres" Eu dormia, mas o meu coração velava; e eis a voz do meu amado que está batendo"(Cantares de Salomão 5:2).O livro "Cantares de Salomão", conhecido também como "Cântico dos Cânticos" ou"Poema de Amor", é visto pelo povo judeu como o livro do amor de Deus por Seu povo,Israel.Cantares de Salomão é um livro onde lindas canções de amor são derramadas diante nóse onde vemos a mão de Deus dando amorosas pinceladas e transformando-o numverdadeiro poema.Várias interpretações são dadas a ele:1- O povo judeu vê, claramente, através dele, o amor de Deus por seu povo.2- Alguns cristãos crêem que ele representa o amor de Cristo pela igreja.3- Outros cristãos crêem que se pode ver nele o amor de Cristo pela alma de cadapessoa.4- Alguns comentaristas o interpretam como o amor entre um homem e uma mulher.E você, minha irmã, quando está lendo Cantares de Salomão, em qual destas posiçõesvocê se coloca?Quem sabe, algumas de nós, se coloca como sendo a própria sulamita?Ah, como é doce e suave quando ouço do meu esposo, do meu amado, daquele queDeus colocou para eu amar por toda a minha vida ..."Que belos são os teus amores, irmã minha! oh esposa minha! quanto melhores são osteus amores do que o vinho! e o aroma dos teus bálsamos do que o de todas asespeciarias" (Cantares de Salomão 4:10). Talvez não estas mas muitas outras palavrasbonitas ditas por ele são como um refrigério e um bálsamo para a minha alma!Quando leio a história de Cantares de Salomão, tenho desejo de agir como ela ... amaraquele que é o esposo que Deus me deu e de ser amada por ele.Em Eclesiastes 9:9 a Bíblia nos exorta a amarmos aquele que Deus nos deu, com umamor sem medida. Ele diz: "Goza a vida com a mulher [o marido] que amas, todos os dias
  • da tua vida..."Na nossa história, esta mulher, a sulamita, era amorosa e talvez a mais bela de todas asmulheres. Ela teve seus momentos de alegria por viver intensamente um amor tão lindo eapaixonado, e seus momentos de tristeza por estar, algumas vezes separada daquele seutão grande amor.Assim como vemos, hoje em dia, com muitos casais que se amam, a sulamita e seuamado se tratavam com muito amor e se comparavam com coisas engraçadas mas que,com certeza, eles mesmos ficavam lisonjeados ... Vejam este quadro:O AMADO PARA A SULAMITA A SULAMITA PARA O SEU AMADO1- "As éguas dos carros de Faraó, te comparo..." (Cantares 1:9). 1- "O meu amado é paramim um ramalhete de mirra" (Cantares 1:13).2- "... os teus olhos são como os das pombas" (Cantares 1:15). 2- "Como um cacho dechipre nas vinhas de En-Gedi é para mim o meu amado" (Cantares 1:14).3- "Pomba minha..." (Cantares 2:14). 3- "Qual a macieira ... tal é o meu amado" (Cantares2:3).4- "... não desperteis meu amor ..." (Cantares 3:5). 4- "O meu amado é semelhante aogamo ..." (Cantares 2:9).5- "Quem é esta ... perfumada de mirra ..." (Cantares 3:6). 5- "O meu amado é cândido ...(Cantares 5:10).6- "Eis que és formosa amiga minha ..." (Cantares 4:1). 6- "As suas faces são comocanteiro de bálsamo ..." (Cantares 5:13).7- "... o teu cabelo é como o rebanho de cabras" (Cantares 4:1). 7- "Tal é o meu amado, etal o meu amigo ..." (Cantares 5:16)E você, minha irmã, como chama o seu amado?Você é como aquele rio cujas águas correm amorosamente para o seu amado? Ou vocêé aquele rio seco, cheio de pedregulhos e sem nada para oferecer?A sulamita era uma mulher apaixonada. Será que eu ou você somos tambémapaixonadas, amorosas e meigas para nosso marido? Se não somos assim, então temosque pedir ao nosso Pai do céu que nos transforme em mulheres cujas característicassejam semelhantes às dela - amorosa, apaixonada e meiga.A sulamita eram uma mulher que ansiava pelos beijos do marido, vagueava pelas ruas dacidade procurando o seu amado. Observando esta sua maneira de ser, de agir, podemosver nela um amor romântico, um amor que quer agradar àquele a quem ela tanto ama.Podemos perceber que não é apenas um amor físico mas é muito mais do que isto ... éum amor verdadeiro, um compromisso para toda uma eternidade ... é um amor que nãovê o passar do tempo, as transformações físicas mas se transforma em um amoramadurecido, mais forte e mais profundo. Podemos chamar este amor de amorduradouro, eterno e diferente da paixão que é passageira e parecida com um vapor quese esvai.Ah amada irmã, este é o amor que quero ter por meu marido e, oro ao Senhor, que omesmo amor ele possa ter por mim.Na Bíblia, vemos homens e mulheres que se amaram com este mesmo tipo de amor -sincero, apaixonado e eterno. Dentre tantas histórias de casais que se amaram podemoscitar a história de...1- Isaque e Rebeca - eles se amaram apesar de ter sido o servo de Abraão quem a
  • escolheu para ele. Vemos que o Senhor agiu abençoando a vida dos dois.2- Jacó e Raquel - eles se amaram apesar do pai dela, Labão, ter enganado Jacó. Alémdos sete anos que ele havia trabalhado para poder se casar com a sua amada, teve quetrabalhar mais sete, e isso porque a amava muito.3- Elcana e Ana - eles se amaram mas tiveram que esperar muitos anos para poderem tero primeiro filho e o dedicarem ao Senhor. Depois deste primeiro filho, que foi o profetaSamuel, eles ainda foram abençoados com muitos outros. Porque se amavam esperaramo tempo escolhido por Deus para receberem tamanha dádiva.Vejam o que nos diz a irmã Ann Spangler em seu livro "Elas": "Se você foi tão afortunadaem seu casamento a ponto de experimentar um amor que tenha pelo menos a metade dapaixão descrita neste livro da Bíblia, leia-o à luz de sua história agradecendo a Deus pelabênção recebida. Mas, em caso negativo, fique satisfeita por saber que o amor do casal esua expressão sexual são idéia de Deus."Talvez, amada irmã, você não tenha o amor do seu marido do jeito que você gostaria.Talvez o seu marido nem viva mais com você. Mas, apesar de tudo isto, podemos tercerteza de que existe um amor que nunca se acaba, que é sincero e que deseja o melhorpara nós. Veja que amor seguro ..."Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados,nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nemalguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesusnosso Senhor" (Rom 8:38-39)."Obrigada, Pai, porque Tu és um Pai que consolas. Tu és um Pai que nos ama e cuida denós. Mesmo que ninguém neste mundo nos ame, Tu nos amas e nada poderá nosseparar do Teu amor que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. Amém! TamarTAMAR (Nora de Judá)(Seu nome significa “tamareira” ou “palmeira”)Seu caráter:Impelida por uma necessidade esmagadora, sacrificou sua reputação e quase perdeu avida para alcançar seus objetivos.Seu sofrimento:Os homens em sua vida falharam no cumprimento de suas responsabilidades, deixando-aviúva e sem filhos.Sua alegria:Que seu comportamento ousado não resultasse em ruína, mas no cumprimento de suaesperança de ter filhos.Textos-chave:Gênesis 38 / Mateus 1.3SUA HISTÓRIAAs genealogias não são uma leitura muito convidativa. Você talvez as receba com umbocejo, ou passe inteiramente por cima delas quando lê a Bíblia. Mas até mesmo longaslistas de nomes enigmáticos podem revelar interessantes visões do misterioso plano de
  • Deus. É assim que as Escrituras funcionam, expondo riquezas ocultas a cada página.Veja, por exemplo, a genealogia no primeiro capítulo de Mateus. Ele alista um total de 41ancestrais de Jesus do sexo masculino, a começar de Abraão, e cinco ancestraisfemininas, três das quais (Tamar, Raabe e Bate-Seba) com histórias recheadas dedetalhes desagradáveis, como incesto, prostituição, fornicação e assassinato.Jesus, o Filho perfeito do Pai perfeito, tinha em sua árvore genealógica vários ramosimperfeitos e um número suficiente de personagens pitorescos para povoar um romancemoderno. A simples menção de mulheres em sua genealogia já é surpreendente, e maisainda o fato de que quatro das cinco ali citadas engravidaram fora do casamento. Alémdisso, quatro dessas mulheres eram estrangeiras e não israelitas.Tamar estava incluída em ambas as categorias. Seu sogro, Judá (filho de Jacó e Lia),havia arranjado para que ela se casasse com seu primogênito, Er, meio cananita e meiohebreu. Er era um homem perverso, a quem Deus matou por causa dos seus pecados.Isso é tudo o que sabemos dele.Depois de Er vinha Onã, o segundo filho de Judá. Como era costume na época, Judá deuOnã a viúva Tamar, instruindo-o para dormir com ela para que pudesse ter filhos, os quaiscontinuariam a linhagem de Er. Mas Onã era esperto demais e buscava apenas seuspróprios interesses. Ele dormia com Tamar, mas derramava seu sêmen no chão,assegurando, assim, que ela continuasse sem filhos. Desse modo, não ficariasobrecarregado de responsabilidade com crianças que continuariam a linhagem do irmão,não a sua. Deus, porém, notou isso e Onã também morreu por causa da suaperversidade.Assim, Judá já perdera dois filhos para Tamar. Deveria arriscar um terceiro? Selá era oúnico filho que lhe restava, e ainda não tinha chegado a idade adulta. A fim de acalmar anora, Judá aconselhou-a a voltar para a casa do pai e a viver como viúva até que Selápudesse casar-se. O tempo passou e Tamar continuava vestida em roupas de viuvez.Depois que a mulher de Judá morreu, ele viajou, certo dia, para Timna, a fim de tosarsuas ovelhas. Ao saber da viagem do sogro, Tamar decidiu agir de maneira dramática edesesperada. Se Judá não queria dar seu filho mais moço em casamento, ela faria opossível para propagar o nome da família a seu modo. Tirando as roupas de viúva,disfarçou-se colocando um véu, como se fosse uma prostituta, e sentou-se ao lado daestrada para Timna. Judá dormiu com ela e lhe deu seu anel de sinete e seu cordão,juntamente com seu cajado, como penhor de pagamento futuro.Cerca de três meses mais tarde, Judá soube que Tamar estava grávida, mas não tinhaidéia de que ele fosse o responsável pela condição dela. Furioso porque a nora havia seprostituído, ordenou que fosse apedrejada até a morte. Antes de a sentença serexecutada, Tamar enviou-lhe, porém, uma mensagem chocante: “Do homem de quemsão estas coisas concebi. Reconhece de quem é este selo, e este cordão, e este cajado(Gn 38.25).O homem, que tão rapidamente julgara Tamar sem se importar com o encontro secretoque teve com uma prostituta, foi pego de surpresa. Para seu crédito, contou a verdade,dizendo:- Mais justa é ela do que eu, porquanto não a dei a Selá, meu filho.Seis meses mais tarde, Tamar deu à luz gêmeos. Mais uma vez, como acontecera comJacó e Esaú, os gêmeos lutavam em seu ventre. Uma pequenina mão saiu e depoisdesapareceu, mas não antes de ser amarrada com um fio vermelho pela parteira. Aseguir, surgiu um corpinho escorregadio, mas sem o fio escarlate. Eles chamaram oprimeiro menino de Perez (que significa “abrindo caminho”). A seguir, o que tinha o fiovermelho nasceu, e o chamaram de Zera (que significa “escarlate”). Perez foi reconhecidocomo primogênito. De sua descendência viria o Rei Davi e, finalmente, centenas de anosmais tarde, Jesus de Nazaré.Judá mostrara pouco interesse pela continuação da sua linhagem. Em vez disso, Deususou uma mulher, envergonhada por não ter filhos e decidida a tê-los, a fim de assegurar
  • que a tribo de Judá não só sobrevivesse, como também viesse um dia a gerar o Messias.SUA VIDA E SUA ÉPOCAProstituiçãoPor mais abominável que seja para nós, a prostituição era, na verdade, uma espécie deadoração no Oriente Próximo da antiguidade. Os povos pagãos frequentementeacreditavam que os deuses da fertilidade concediam bênçãos para aqueles quepraticavam a prostituição cultual. Os sacrifícios e pagamento pelo uso de uma prostitutacultual representavam grandes somas de dinheiro para os cofres da divindade adorada. Ointercurso sexual, em si, simboliza a fertilidade esperada e a abundância da colheita.Judá, um viúvo que só recentemente fora “consolado” da sua tristeza (Gn 38,12), viajouara Timna na época da tosa pra ver como suas ovelhas estavam sendo tosquiadas. Épossível que, ao ver Tamar, tenha pensado que ela fosse uma prostituta do santuário eteve intercurso com ela para garantir uma boa quantidade de lã. Isso não justifica, deforma alguma, o ato de Judá, mas lança alguma luz sobre seus possíveis motivos.As prostitutas do santuário mantinham-se cobertas por espessos véus antes e depois dointercurso sexual, numa tentativa de criar a ilusão de que o participante estava praticandoo ato sexual com a própria deusa. Essa prática favoreceu Tamar, dando-lhe o disfarceperfeito para que seu sogro jamais a reconhecesse.A prostituição é uma imagem usada muitas vezes pelos profetas bíblicos para descrever adesobediência de Israel e sua tendência de seguir falsos deuses. Eles consideravamDeus como marido de Israel, seu guardião e seu verdadeiro amor. Sempre que osisraelitas se afastavam do Deus verdadeiro adorando deuses falsos, eles se “prostituíam”.Essa é uma ilustração bem forte, mas correta, do afastamento do Deus que os amavasinceramente e que estava disposto a cuidar deles e vigiá-los, bastando quepermanecessem leais ao Senhor.A história de Tamar toma-nos de surpresa e causa certa repulsa. Recuamos diante dossórdidos detalhes da prostituição e encontramos pouca inspiração nisso. Todavia,histórias como a de Tamar é que tornam a Bíblia tão digna de crédito. Quem inventaria talcoisa e depois a registraria, não só como narrativa histórica, mas também como evento davida de alguém pertencente a linhagem do Messias? Só o Deus das eternas surpresas. ODeus que toma os desajustados, os desesperados e os profanos usando-os em seuseternos e santos propósitos.SEU LEGADO NAS ESCRITURASLeia Gênesis 38.1-1041. Era esperado que Onã tivesse filhos para continuar a descendência de seu irmão Erpor meio de Tamar. Esse é o mesmo procedimento que o do “parente resgatador”, queencontramos no livro de Rute. O parente mais próximo deveria ter um filho para continuara linhagem do marido falecido. Embora isso pareça ofensivo para nós hoje, qual vocêacha que foi o propósito de Deus ao decretar tal prática?Leia Gênesis 38.11-1942. Nenhum dos homens na vida de Tamar cumpriu com suas responsabilidades paracom ela, inclusive o sogro Judá. Descreva como, em sua opinião, Tamar deve ter sesentido no decorrer de todos esses eventos. Zangada? Ignorada? Desonrada?Desprezada? Envergonhada?43. Por que Tamar estava tão desesperada para ter um filho?44. Você, ou alguém que conhece, deseja intensamente ter filhos? Como os problemasda esterilidade hoje se comparam com o que as mulheres do passado suportavam emseus dias?
  • Leia Gênesis 38.20-2445. Qual você acha que foi a reação de Judá à notícia da gravidez de Tamar? Não seriafalsidade da parte dele condenar a atitude ela, mas não a sua própria?46. Esses padrões de dois pesos e duas medidas ainda existem hoje? Como? São tãocomuns como eram no tempo passado?Leia Gênesis 38.25-3047. Considerando o que Tamar fez, ao oferecer-se disfarçada de prostituta ao sogro, aspalavras dele, no versículo 26, a surpreendem? Por quê? Explique o que Judá queriadizer com essas palavras.48. A história de Tamar é difícil de entender. Não existe um jeito simples de conciliar seusatos com nossos conceitos atuais. Por que uma história assim foi incluída nas Escriturasinspiradas?Leia Mateus 1.349. O que a inclusão de Tamar na linhagem de Cristo mostra a você sobre o poder deDeus para extrair o bem mesmo de eventos trágicos?50. Como Deus trouxe o bem a partir de más experiências vivenciadas por você ou poralguém que você conhece?SUA PROMESSAA história de Gênesis 38 não revela nada a respeito do conhecimento de Tamar sobre amão de Deus nos acontecimentos de sua vida. É muito provável que ignorassecompletamente o poder de Deus em operação. Mas o Senhor estava, não obstante,trabalhando, produzindo o bem em meio à tragédia e abençoando, apesar de todosaqueles eventos menos do que dignos.Essa é a beleza desta história. O poder de Deus para produzir coisas positivas a partir desituações negativas, e até pecaminosas, ainda atua hoje como na época de Tamar.Talvez não dê para perceber isso hoje nem amanhã – ou talvez nunca -, mas podemosconfiar no Deus que amamos para fazer o que mais gosta : abençoar-nos apesar de nósmesmas.Promessas nas EscriturasNem uma só promessa caiu de todas as boas palavras que falou de vós o Senhor, vossoDeus; todas vos sobrevieram, nem uma delas falhou. (Js 23.14)Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus,daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Rm 8.28)O teu caminho, ó Deus, é de santidade. Que deus é tão grande como o nosso Deus? (Sl77.13)SEU LEGADO DE ORAÇÃOJudá gerou de Tamar a Perez e a Zerá. (Da genealogia de Cristo em Mateus 1.3)Medite
  • Gênesis 38Louve a DeusPor ter permitido que seu Filho se associasse intimamente com os seres humanosdecaídos, de quem descendia.AgradeçaPelo fato de Deus usar circunstâncias não favoráveis para produzir bons resultados.ConfesseQualquer tendência que você tenha de julgar outros usando dupla medida, como Judá fezcom Tamar.Peça a DeusQue tire qualquer aflição que esteja sentindo e que a substitua por esperança, lembrandoo texto de Jeremias 29.11: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz oSenhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que desejais.”Eleve o coraçãoSe você nunca desenhou sua árvore genealógica, faça um esforço para traçar sualinhagem, retrocedendo pelo menos quatro ou cinco gerações – mais até se tiver tempo eenergia. Peça a parentes mais velhos que forneçam o máximo de informação sobre seusancestrais. Dê atenção especial às mulheres de sua árvore genealógica. Tome nota sobretudo o que descobrir. Poderá descobrir, assim, alguns detalhes fascinantes sobre aprocedência da sua família.Oração“Senhor, tu me formaste no ventre da minha mãe. Sabias, então, como iria ser cada diada minha vida. Vistes as grandes coisas e as dificuldades, a alegria e a tristeza. Nestemomento, apresento diante de ti uma situação (ou lembrança) com a qual ainda não mereconciliei. Quando tiver de olhar para as circunstâncias penosas, ajuda-me acompreender que estavas presente mesmo em meio a elas. Entrego-as agora a ti. Ajuda-me a sentir a tua presença confortadora em minha vida. Bibliografia Não há fontes bibliográficas no documento atual. Obras Citadas Não há fontes bibliográficas no documento atual.