SEO: otimização para mecanismos de busca

  • 1,363 views
Uploaded on

Apresentação sobre SEO feita para turma do curso de Sistemas Para Web do TecnoDohms. Porto Alegre, 28 de setembro de 2009,

Apresentação sobre SEO feita para turma do curso de Sistemas Para Web do TecnoDohms. Porto Alegre, 28 de setembro de 2009,

More in: Technology , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,363
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
44
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. SEO: Search Engine Optimization Otimização Para Ferramentas de Busca
  • 2. Bruno Galera? LinkedIn
  • 3. Bruno Galera ✔ Webmaster (1995) ✔ Webdesigner (2000) ✔ Desenvolvedor de Interfaces (2007) ✔ Consultor (2008) ✔ Web Technologist (2009)
  • 4. Sumário  O que é SEO?  Conteúdo  Semântica  Relacionamento  Estratégia  Referências
  • 5. Findability.
  • 6. Findability (Achabilidade) Qualidade de ser encontrável. O quão facilmente um objeto pode ser descoberto ou localizado. O quanto um sistema ou ambiente suporta navegação e retorno (de dados ou informações). Peter Morville – Ambient Findability, pg.04. O'Reilly, 2005.
  • 7. Otimização para ferramentas de busca (o famoso SEO) Não é ciência, mas pode e deve ser mensurado e testado. É um processo. Requer rotinas e acompanhamento. Envolve vários conhecimentos e disciplinas. Não é fórmula mágica nem a salvação da lavoura.
  • 8. SEO: palavras-chave Otimização, busca, findability, conteúdo, semântica, relacionamento, estratégia, arquitetura da informação, usabilidade, acessibilidade, métricas, web standards.
  • 9. Uma fórmula Conteúdo + Semântica + Relacionamento + Estratégia = SEO
  • 10. Sumário  O que é SEO?  Conteúdo  Semântica  Relacionamento  Estratégia  Referências
  • 11. Conteúdo Não existe nada sem ele. Prioridade número um. Hipertexto: base de toda a Web. Conteúdo gera tráfego, e não o contrário. Atualização conta mais do que uma carinha bonita. Os limites da Web são os limites da nossa linguagem. Peter Morville Jeffrey Zeldman
  • 12. Como posso ajudar? Mais texto atualizado, menos penduricalhos voando. Imagens? Vídeos? Claro, mas ofereça alternativas. O conteúdo deve ser escrito com base nos objetivos de negócio. Claro, sucinto, estruturado: arquitetura da informação. Liberdade e acessibilidade: seu conteúdo não é seu.
  • 13. Sumário  O que é SEO?  Conteúdo  Semântica  Relacionamento  Estratégia  Referências
  • 14. Semântica Todo elemento de código possui uma função específica. Padrões Web: uma convenção a ser seguida. Web Semântica: a Web 3.0. Linguagem x mundo real.
  • 15. Como posso ajudar? Código deve ser lido. Tags possuem funções pré-determinadas. Use com sabedoria. Separe conteúdo de apresentação. Facilite a vida dos mecanismos de busca.
  • 16. Semântica em (X)HTML Título Este é um texto de exemplo. <h1>Título</h1> <p>Este é um texto de exemplo.</p> Título Este é um texto de exemplo. <font color=“black” face=“arial” size=“22px”>Título</font> <span color=“black” face=“arial” size=“22px”>Este é um texto de exemplo.</center></span>
  • 17. Semântica em (X)HTML Título Este é um texto de exemplo. <h1>Título</h1> <p>Este é um texto de Qual dos exemplos é exemplo.</p> mais facilmente compreendido por Título humanos? A resposta é Este é um texto de exemplo. a mesma para os mecanismos de busca. <font color=“black” face=“arial” size=“22px”>Título</font> <span color=“black” face=“arial” size=“22px”>Este é um texto de exemplo.</center></span>
  • 18. Sumário  O que é SEO?  Conteúdo  Semântica  Relacionamento  Estratégia  Referências
  • 19. Relacionamento Popularidade: networking (rede de relações) e buzz (burburinho). Número de visitas pode enganar! Autoridade: capacidade de ser reconhecido como referência. Portabilidade: seu conteúdo acessível de qualquer lugar.
  • 20. Como posso ajudar? Programação democrática: PDAs, iPhone, acessibilidade. Vire uma autoridade: seja relevante, seja citado. Envolva-se com seu público alvo. Comunidades, interação. Conteúdo! Conteúdo! Conteúdo!
  • 21. Sumário  O que é SEO?  Conteúdo  Semântica  Relacionamento  Estratégia  Referências
  • 22. Estratégia Métricas: todo mundo tem, poucos sabem aproveitar. Números também mentem. Você tem um objetivo? Como fará para alcançá-lo? Black Hat (trapaça pesada): o barato sairá caríssimo.
  • 23. Como posso ajudar? Monitore o comportamento do usuário, ainda que incomum. Página inicial otimizada: obrigação moral, mas todo mundo faz. Refine e atualize seu conteúdo com frequência. Limpe a sujeira. TODA ela. Não trapaceie, o Google vai descobrir. Facilite a vida de todo mundo!
  • 24. Sumário  O que é SEO?  Conteúdo  Semântica  Relacionamento  Estratégia  Referências
  • 25. Referências Livros - Inglês Ambient Findability, Information Architecture (Peter Morville) Designing With Web Standards (Jeffrey Zeldman) Web Analytics – An Hour a Day (Avinash Kaushik) Livros - Português Design Para a Internet (Felipe Memória) SEM e SEO – Dominando o Marketing de Busca (Martha Gabriel) Não Me Faça Pensar (Steve Krug)
  • 26. Referências Artigos e sites - Inglês Findability, Orphan of the Web Design Industry SEO Moz.org Semantic HTML and Search Engine Optimization Official Google Webmaster Central Blog Optimizing Your Crawling and Index Artigos e sites - Português Google - Diretrizes para webmasters Marketing de Busca
  • 27. Referências Ferramentas Google Rank Robot Google: Ferramenta de Palavras-Chave Google Analytics Google Insights JAWS: software leitor de tela SEO Browser Instant Rank Meter Gerador de Robots.txt
  • 28. Perguntas?
  • 29. Obrigado!
  • 30. Direto ao ponto
  • 31. Mãos à obra!  Crie títulos únicos e precisos para suas páginas usando a tag <title>. De preferência, menor que 70 caracteres (com espaços), colocando as palavras-chave mais importantes no início. Não use títulos genéricos (Novo 1, etc).  Use a tag <meta description>. Muitas vezes o Google utiliza-a nos resultados de busca. Mantenha-a abaixo de 150 caracteres (com espaços). Descreva exatamente o seu site e conteúdo, usando palavras-chave relacionadas. Use uma para cada página.  Simplifique sua estrutura de URLs. Esconda parâmetros irrelevantes para usuários. Utilize nomes relevantes, pois informam melhor tanto o usuário quanto os próprios mecanismos de busca.  Crie estruturas simples de diretório, com poucos níveis. Use o Sitemap.xml para facilitar a vida do Google. Faça uma navegação simples, que vá direto ao conteúdo e com links relevantes entre si.  Use texto para navegação, evitando ao máximo Flash e Javascript. Forneça também um mapa do site em HTML. Use breadcrumbs.
  • 32. Mãos à obra!  Use uma estrutura lógica de títulos. <h1> para título principal, <h2> para subtítulos e assim por diante;  Links devem ser descritivos do conteúdo que está sendo referenciado. Evite chamadas do tipo “Leia Mais” e “Clique Aqui”.  Escreva conteúdo de fácil leitura, com poucos parágrafos e quebrado em subtítulos. Use palavras- chave relevantes, mas com moderação.  Use imagens no corpo do conteúdo somente quando agregar significado. Caso contrário, utilize- as como imagem de fundo no CSS;  Dê nomes lógicos às suas imagens. Use palavras-chave. Nunca deixe uma imagem sem o parâmetro ALT e evite nomes genéricos (“imagem1.jpg”).  Esconda o que a busca não deve encontrar usando robots.txt e atributos como “noindex, nofollow”.  Divulgue online e offline, mas sem spam!