Manuscrito Processo De Negocios
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
3,410
On Slideshare
3,372
From Embeds
38
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
43
Comments
0
Likes
1

Embeds 38

http://infosapufse.blogspot.com 21
http://www.techgig.com 15
http://www.infosapufse.blogspot.com 1
http://www.m.techgig.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Utilizando ERP para melhoria dos processos de negócios na gestão da informação das organizações Marcel Moreno Donato Andrade, Bruno Antônio Cruz Costa, Humberto Barbosa Valença Varjão, Adriel Moura Silva Universidade Federal de Sergipe – UFS Avenida Marechal Rondon, sem número, Jardim Rosa Elze, Cidade Universitária Professor José Aloísio de Campos - São Cristovão marcelmoreno000@hotmail.com, brunu.ant@gmail.com,betinho_si@yahoo.com.br, adrielmoura@yahoo.com ABSTRACT estudo de caso onde foram aplicadas tecnologias citadas na seção anterior. Na seção 4, abordará uma This paper focus on analyze the Business Process of discussão sobre as tecnologias citadas na seção 2 que the organizations and shows benefits of analyze it. In podem melhorar o contexto onde foi aplicado o estudo the beginning, it shows how the concept of Business de caso. Na seção 5, tem-se uma conclusão sobre tudo Process had grown up along the history. After that, it que foi falado anteriormente. Por fim, têm-se as enumerates the technologies, features, and concepts referências utilizadas para o desenvolvimento deste concerned with Business Process, such as: Enterprise artigo. Resource Planning (ERP), Business Process Modeling (BPM), Business Process Modeling Notation (BPMN), 1.1 Trabalhos Relacionados Advanced Business Application Programming (ABAP), SAP/R3, Customer Relationship Management Em [4], mostra-se como devem ser identificados os (CRM), Business to Business (B2B) and Electronic processos de negócios e sobre que contexto deve ser Commerce(E-commerce) .Finally, it brings a case aplicado a estrutura orientada a processos. Cita study on which shows the benefits of using some ERP também as diferenças das estruturas organizacionais into organization. funcional e a estrutura organizacional por processo. Assim como gestão por processo e estrutura por RESUMO processos. O artigo [5] aborda com profundidade aplicações e Este artigo tem como foco analisar os processos de metodologias de reengenharia de processos como, negócios das organizações e mostra os benefícios de padronização do processo de compreensão pela analisá-los. No inicio, o artigo mostra como o conceito integração organizacional, e-business models, e de processos de negócios cresceu ao longo da historia. cadeia de suprimentos, buscando uma melhor analise e Em seguida, enumera as tecnologias, características, e controle do processos de negócios com o objetivo de conceitos concernentes a processo de negócios, tais torná-lo mais eficiente. como: Enterprise Resource Planning (ERP), Business Process Modeling (BPM), Business Process Modeling Notation (BPMN), Advanced Business Application 2. Tecnologias que envolvem os Programming (ABAP), SAP/R3, Customer Processos de Negócios Relationship Management (CRM), Business to Business (B2B) and Electronic Commerce (E- A idéia de dividir a produção em vários processos. commerce). Finalmente, traz um estudo de caso no Surge de um problema que as organizações estavam qual mostra os benefícios de usar ERP na organização. tendo. Devido ao grande número de departamentos e ao tamanho das organizações, o controle destas estava 1. Introdução ficando cada vez mais complexos. Um dos primeiros teóricos a se aprofundar neste tema, foi Adam Smith, Este artigo visa abordar desde o surgimento do no ano de 1776 no artigo intitulado Pin Factory conceito de processos de negócios, ate os novos (Fábrica de alfinetes). O artigo foi baseado em estudos conceitos que dele derivaram. Mostrando soluções de Diderot´s Encyclopédie. desenvolvidas, citando e exemplificando as tecnologias utilizadas. Utiliza um estudo de caso No artigo Adam Smith descrevia a mais rápida e desenvolvido na Petrobras, onde analisamos a situação melhor forma de se produzir um alfinete na sua visão antes da implantação de um ERP e após o fim desta. da organização. Porém, como foi descrito Adam Enumera as vantagens e desvantagens dela. Smith definiu os processos de forma na qual, o próprio achava mais eficiente. Contudo esta divisão poderia Na subseção 1.1, serão mostrados dois trabalhos não ser a mais eficiente, é aqui onde entra as idéias de relacionados ao tema. Na seção 2, aborda-se as outro teórico bem famoso da época. tecnologias que são aplicadas no contexto dos processos de negócios. Já na seção 3, mostra um
  • 2. Frederick W. Taylor defendia uma gestão científica, visualização e torna mais tangível a idealização de aonde a melhor definição dos processos não viria todo o processo. Com a modelagem destes, tornar-se apenas da avaliação de uma pessoa. Mas sim de testes mais fácil a concepção dos ERP (Enterprise Resource nos quais seriam obtidos, uma melhor definição dos Planning). Os processos modelados servem como uma processos visando uma maior eficiência. É dessa idéia planta para o desenvolvimento de softwares que terão que surge a chamada reengenharia de processos, que como finalidade a melhoria dos processos, torná-los será aprofunda neste artigo. mais eficientes, ou seja, fazer como que os processos não sejam só executados e sim executados da melhor Depois que estes teóricos deram o pontapé inicial. forma possível. Outras teorias também foram surgindo, uma delas chamada de Spam of Control, defendia que um funcionário de qualquer cargo de chefia só poderia ter uma quantidade máxima de subordinados no qual 2.2.1 BPMN fosse capaz de atender em tempo hábil, ou seja, isso impede que um funcionário fique sobreca rregado e não O objetivo principal do Business Process Modeling alcance as expectativas criadas sobre ele. Notation é fornecer uma notação padronizada e de fácil entendimento por todos os usuários do processo, Outra teoria que também surgiu na época foi a pelos analistas dos processos e também para as Departmentalization By Process and Purpose pessoas que irão gerenciar e monitorar os processos de (Departamentar por processo e finalidade). Esta teoria negócios da empresa. Alem disso produz uma espécie visava à departamentalização da organização para de ponte entre a modelagem dos processos e suas facilitar sua administração. Porém a implantação desta implementações (caso seja alterado). teoria leva a alguns problemas que também serão abordados neste artigo. O BPMN define um BPD (Business Process Diagram), o qual é baseado em diagramas de fluxo para criar os 2.1 Processos de negócios modelos gráficos. Um BPD é composto por conjuntos de elementos gráficos. Estes elementos possibilitam Este é o conceito principal que dará suporte a tudo que um fácil desenvolvimento de diagramas. abordaremos. Quando se fala em Processo de Negócios em inglês, Business Process, pensa-se nos 2.3 ERP processos interno de uma empresa, no fluxo de atividades que envolvem a manufatura de produtos, O ERP (Enterprise Resource Planning) é utilizado para fornecimento de serviços, dentre outros. Um dos designar sistemas de informações que integram num assuntos mais importantes que envolvem o BP é único sistema, praticamente todas as informações e Reengenharia de Processos. processos da organização. Para podermos utilizar a reengenharia temos que Têm objetivo fundamental de controlar, integrar e identificar todos os processos de negócios, para isto, fornecer suporte a todos os processos de uma empresa deve-se ter uma visão macroscópica da empresa (visão – operacionais, produtivos, administrativos e holística). comerciais. E integra várias funções na organização como: controles financeiros, contabilidade, folha de Para se ter uma visão holística da empresa se faz pagamento, faturamento, compras, produção, estoque e necessário conhecer a fundo os processos de negócios logística. Possibilita um fluxo de informações único, desta. Além disto, este conhecimento tem que ser contínuo e consistente por toda a empresa, o que compartilhado por todos os participantes dos permite administrar os negócios em uma única base de processos, sem o conhecimento destes não servirá de dados. É um instrumento para a melhoria de processos nada conhecê-los. Para isto foram criados padrões para e das informações online e em tempo real. Em suma, documentação e modelagem dosBP. permite aos gestores das empresas visualizarem as O redesenho de processos segundo [7] realizará um re- transações efetuadas, o impacto delas em cada área da projeto do trabalho, considerando os processos empresa, desenhando um amplo cenário dos negócios. existentes e os conhecimentos dos seus executores, ou Com essa automatização a partir dos ERPs, o fluxo das seja, rever os processos da empresa e melhorá-los, informações torna-se muito mais rápido, fazendo com remodelá-los pra que sejam executados de maneira que melhore a correção de algum processo que não eficiente. está caminhando corretamente, a visualização da empresa como um todo, e como conseqüência desse 2.2 Modelagem de Processos de fluxo de informação tão rápido os retornos também se negócios tornam mais veloz. A modelagem dos processos de negócios (Business No entanto, não é apenas implantar um sistema de Process Modeling) é atividades que melhoram a integração na organização para torná-la integrada, essa
  • 3. integração se da também pelo comprometimento dos servidor, levando a um melhor cruzamento de funcionários, pela definição dos objetivos, informações. planejamento. O sistema é acessado via navegador web (browsers), Assim, a aplicação do ERP se predispõe a tornar uma levando a mais uma redução de custos, pois se torna assim independente de plataforma, ou seja, o sistema organização mais otimizada em seu fluxo de produção, operacional da maquina cliente não é importante. Isto mais dinâmica e ágil às mudanças do mercado. reduz os gastos com licenças. 2.4 A empresa SAP Entretanto a centralização da base de dados aumenta os gastos com segurança dos dados. Como as A SAP é uma empresa alemã fundada em 1972 com o informações estão centralizadas, qualquer problema pode levar a grande perda de dados. nome, Systems Applications and Products in Data Processing (Sistemas, Aplicativos e Produtos para Outro problema é com a indisponibilidade do serviço, Processamento de Dados), por cinco ex-empregados um único problema com a máquina servidor deixara o da IBM — Dietmar Hopp, Hans-Werner Hector, serviço indisponível. Hasso Plattner, Klaus Tschira e Claus Wellenreuthe com o intuito de desenvolver um software padrão para Para esses problemas já existe técnicas testadas e processos de negócios em tempo real. Sediada em aprovadas pelo mercado mundial, uma delas é o espelhamento. Onde uma máquina reserva é montada, Walldorf, Alemanha, a SAP é uma corporação de 10,3 para fazer copias em tempo real da máquina servidora, bilhões de euros, composta por mais de 51.800 assumindo seu lugar automaticamente caso a máquina funcionários. servidora deixe de funcionar por qualquer outro motivo. Atualmente a SAP é umas das maiores produtores de ERP do mercado mundial. Oferece soluções para Existem outros perigos de indisponibilidade do grandes, medias e pequenas empresas. É o terceiro serviço, como a queda de uma rede que liga alguma sede a base de dados centraliza. Mas esses problemas maior fornecedor independente de software do mundo também ocorreriam caso a arquitetura fosse qualquer segundo o seu site [2]. outra utilizada. As soluções SAP ERP comercializadas hoje são: O SAP R/3 vem buscando a simplicidade ao máximo como afirmar, Hasso Plattner [3], presidente do I) SAP ERP Financials: um software conselho da SAP, durante a conferência Software financeiro corporativo para as áreas de 2007, no Vale do Silício, “Software corporativo não contabilidade da empresa precisa vir em forma de emaranhados de códigos, mas pode ser simples”. Porém apesar do software buscar a simplicidade isso não afirma que ele seja simples. II) SAP ERP Human Capital Management: responsável pelo controle e gestão de Ele abrange todos os setores da organização, ou seja, capital humano. ele entende a organização como um todo. Ele busca a integração plena entre os setores, com uma grande III) SAP ERP Operations: responsável por retroalimentação (feedback) de informações entre os setores. Gerando um grande volume de informações integrar a execução de aquisições e organizadas, que são filtradas e aproveitas da melhor logística, desenvolvimento de produtos e forma por cada setor. manufatura e vendas e serviços e tomadas de decisões. O software SAP R/3, é divido em módulos, os clientes IV) SAP ERP Corporate Services: responsável escolhem quais são necessários para sua organização, pelo gerenciamento, custo e riscos. estes na maioria das vezes são associados a departamentos da organização. O R/3 também é divido Todas essas soluções são executadas sobre o SAP/R3 em níveis de organizações grandes, médias e atual software ERP da SAP. pequenas. Gerando preços variados, de acordo com o nível das organizações. Para melhor conhecimento de alguns módulos do SAP 2.4.1 O sistema SAP/R3 R/3 foi feito um orçamento para uma média empresa no site SAP/brazil [2], com os módulos iniciais SAP R/3 é um software corporativo formado por um sugeridos pelo próprio, no dia 01/12/2008 as conjunto de ferramentas, que visa um melhor 14h24min com um preço total de R$ planejamento e controle do negócio. 452.100(quatrocentos e cinqüenta e dois mil e cem reais).Segue a baixo a lista dos módulos sugeridos e suas descrições: O SAP R/3 utiliza plataforma cliente/servidor. Com todas as informações armazenadas em apenas um
  • 4. Tabela 1 : Tabelas com os módulos e suas ns débito descrições, sugeridos pelo site da Sap/brazil[2] retornávei s Módulos: Administr Contas Contas a Razão ação de a Receber Pagar: caixa Razão: A Razão atua como um registro completo de todas as transações comerciais. Ele é a referência Encerram centralizada e atualizada para a prestação de contas. Contabili ento do Planejame dade do Partição período nto geral Contas a Receber: Este cenário aborda o lançamento na de dados contábeis para clientes na contabilidade de imobiliza online do centro clientes. do contabilid de custo ade Contas a Pagar: Este cenário aborda o lançamento de financeira dados contábeis para fornecedores na contabilidade de fornecedores. Encerram Encerram Cálculo ento do ento do Administr Administração de caixa: A síntese da posição do de custos período do período ação de caixa fornece informações sobre o balanço financeiro standard: centro de lotes atual das contas bancárias. quot;geralquot;: atividades Contabilidade do imobilizado: A contabilidade do imobilizado é um livro auxiliar do modulo Razão e é Compra utilizado para administrar e documentar de bens detalhadamente os movimentos do imobilizado. Administr Cotação Suprimen de ação de de to de consumo Partição online: A partição de documentos possibilita números supriment material (Material uma exibição complexa dos documentos. Isso garante de série o estocável que você possa formular balanços financeiros e Serviços) completos para as dimensões selecionadas em qualquer momento. Administr Suprimen Encerramento do período na contabilidade ação de financeira: O componente de preparativos para o to interno estoque Contrato Devolução encerramento ajuda a preparar e executar as atividades (Transfer Processa de ao necessárias para encerramento do dia, mês e exercício. ência de mento supriment fornecedo estoque Planejamento geral do centro de custo: Durante o posterior, o r sem processo do orçamento anual, os gerentes de centros refugo, remessa) de custo não-operacionais, como vendas, marketing, bloqueio administrativo, pesquisa e desenvolvimento, planejam os custos de diversos tipos ou classes de custo para Suprimen seus respectivos centros de custo. to e consumo Cálculo de custos standard: Os custos standard de Administr Inventári Subcontra de produtos são atualizados como parte do planejamento ação de o físico tação estoque operacional anual. créditos em consignaç Encerramento do período do centro quot;geralquot;: O encerramento do período em um centro garante que ão todos os custos incorridos na produção das atividades da empresa (como materiais produzidos internamente) CONTAB são atribuídos a tais atividades. ILID Processa Processa Devoluçõe Encerramento do período de atividades: Este mento da mento da s e building block fornece os meios e a seqüência de ordem do etapas de encerramento do período em uma base ordem do reclamaçõ Cotação cliente diária, mensal e anual. Cliente es potencial venda no Administração de lotes: Este building block inclui as depósito etapas de customizing e os dados mestre necessários para instalar a Administração de lotes em todas as Processa Processam áreas empresariais. mento de ento da embalage nota de
  • 5. Administração de números de série: Usando Cotação: Este cenário descreve o processo de uma números de série, você pode rastrear cada material cotação standard. durante o movimento de mercadorias. Processamento da ordem do cliente potencial: Cotação de suprimento: Neste processo de compra, Neste cenário, você processa documentos da ordem do um empregado de compras solicita cotações para um cliente sem consultar primeiro as informações do material específico junto a diferentesfornecedores. cliente. Compra de bens de consumo (Material e Processamento da nota de débito: O processamento Serviços): Este cenário lida com atividades de criação da nota de débito é usado para aplicar um débito à de pedido durante o processo de suprimento. conta de um cliente após a determinação de que foi cobrado do cliente um valor menor devido a um erro Suprimento de material estocável: Neste processo de determinação do preço ou da taxa.. de suprimento, uma lista de comparação de cotações permite que o empregado selecione a melhor fonte de Processamento de embalagens retornáveis: Os suprimento ao avaliar as cotações dos fornecedores. paletes standard pertencem ao fabricante e são tratados como mercadorias retornáveis ou como material de Administração de estoque processamento embalagens. Este cenário mostra o transporte de posterior, refugo, bloqueio: Utilização de sets de paletes standard e as respectivas devoluções. dados integrados como registros para compras, listas de opções de fornecimento, contratos. Atribuição automática para pedidos. Processamento de possíveis Existem algumas condições no orçamento, que dizem listas de trabalho específicas de funções. respeitos a financiamento reajuste e etc. Que não tem importância, já que o principal objetivo é apresentar Contrato de suprimento: Contratos são acordos com um fornecedor para suprir materiais ou serviços sob alguns módulos do SAP/R3. condições negociadas e em determinado período. Depois da contratação da solução SAP/R3 escolhida, Suprimento interno (Transferência de estoque sem vem a sua implantação. Ela é feita com o remessa): O suprimento interno de materiais válido acompanhamento de uma consultoria licenciada pela para vários centros pode ser executado em uma SAP, de forma parcial. O tempo de implantação para a empresa (intraempresarial) ou utilizando várias todos os módulos da Tabela 1, segundo o site da SAP, empresas (interempresarial). em uma empresa de grande porte gira em torno de Devolução ao fornecedor: No processo de devolução nove meses segundo o site da SAP/brazil[2]. ao fornecedor, a atividade inicial é solicitar uma Autorização de devolução de material do fornecedor. Ao fim da implantação a SAP oferece um serviço, para a verificação da implantação. Se esta foi feita de forma Inventário físico: Este cenário apresenta o processo correta. periódico dos ajustes necessários no estoque disponível após uma conta física. Como observamos o investimento inicial em uma solução SAP ERP, não estar ao alcance de algumas Subcontratação: O processo de subcontratação empresas, que não possui todo este capital. Entretanto compreende o envio de componentes brutos para um fornecedor dos processos de produção específicos e o existem soluções ERP gratuitas no mercado atual. recebimento do material acabado com valor agregado Algumas dela são: no estoque. i. OpenBravo: Um ERP bastante completo Suprimento e consumo de estoque em de código aberto. consignação: Na administração de estoques em consignação, o fornecedor disponibiliza o material e o armazena junto ao cliente. ii. Compiere: Uns dos mais completos ERP gratuitos, disponibilizado com varias Administração de créditos: Uma verificação do soluções diferentes. limite de crédito pode ser executada na criação ou modificação de documentos de vendas. Essa verificação é executada pelo sistema em uma área de iii. ERP5: Um software que esta ganhando controle de créditos. mercado agora, mas já conseguiu implantar seu software em algumas Processamento da ordem do Cliente venda no empresas francesas. Tem um projeto de depósito: Este cenário descreve toda a seqüência de implantação do seu ERP, em uma empresa processos de um processo de vendas standard com um brasileira ainda não definida. Com a ajuda cliente (venda no depósito). dos alunos do CEFET (Centro Devoluções e reclamações: Este cenário descreve o Educacional Federal de Ensino processamento de devoluções da ordem do cliente. O Tecnológico) de Campos, Rio de Janeiro. processo inicia uma ordem do cliente de devolução com referência à fatura original das mercadorias. Mas esse grande conjunto de ferramentas que forma o SAP R/3, tem sua própria linguagem de programação denominada, ABAP.
  • 6. 2.5 ABAP 2.8 CRM - Customer Relationship Management A ABAP é uma linguagem que foi lançada na década de 80 com intuito, de possibilitar aos usuários finais a O CRM, em português, Gestão de Relacionamento montagem e personalização dos seus relatórios. A com o Cliente, é um sistema que suporta o linguagem tem alta complexidade. Era necessário um relacionamento com os parceiros de negócio da bom conhecimento em programação para sua empresa, incluindo clientes, nas áreas de marketing, utilização. Contudo era uma linguagem poderosa. vendas e serviços. É uma estratégia voltada para o entendimento das necessidades dos clientes atuais e Foi por ser uma linguagem com potencial que a SAP potenciais, de modo a aperfeiçoar a integração com utilizou na construção do R/3. Atualmente ABAP já eles. aceita orientação ao objeto. É muito importante entender que apesar de CRM e O R/3 também suporte a Java, em algumas partes do ERP serem um sistema integrado de gestão, o CRM sistema. busca o aperfeiçoamento das relações empresa e cliente e parceiros de negócio. Já os ERPs viabilizam Atualmente a SAP credencia escolas de aprendizado os processos de negócio das empresas e aperfeiçoa o para ABAP. Isso faz com que sua solução seja vendida fluxo das informações das mesmas. mais facilmente. Já que possibilita aos clientes uma personalização do sistema. 3. Estudo de caso Varias pessoas já se especializaram na linguagem ABAP, para poderem dar suporte a empresas que Será feito uma descrição do estudo de caso do sistema contratam a SAP, esses profissionais estão sendo bem SAP/R3 na empresa Petrobrás-BA. Como também a remunerados no Brasil e a procura por eles estar em sua situação antes da migração para o SAP/R3, a alta. implantação do sistema e a situação atual da Petrobrás com a utilização deste. 2.7E-commerce – Eletronic commerce 3.1 Situação Anterior O e-commerce que em português significa comércio eletrônico, segundo[1] é o processo de comparar os O Setor de Transporte da Petrobrás usava vários produtos e processos de uma empresa aos dos sistemas isolados para apoiarem nos processos e concorrentes, ou líderes de outros setores, com serviços locais. Como por exemplo: STC (Sistema de objetivo de melhorar o desempenho. Já em[1] é um Transporte Coletivo), STT (Sistema de Transporte termo usado para identificar um sistema comercial Terrestre) e STA (Sistema de Transporte Aéreo). montado por uma empresa para atender aos seus Observou-se o problema que se tinha em trabalhar clientes por meio de redes de computadores e mantido com vários sistemas, pois não possuíam comunicações por uma infra-estrutura digital. entre estes. Devido ao fato dos sistemas apresentarem tanto o modo de acesso, como a linguagem do sistema Portanto, vê que o comércio eletrônico é e sua base de dados diferentes. diretamente ligado com a web e com a melhora no desempenho entre cliente e empresa. Certos grupos ainda utilizavam métodos manuais (uso de registro de dados em pastas ou papéis), o que trazia uma lentidão ao se quererem acessar os dados e uma dificuldade de estabilização dos dados. 2.7 B2B – Business-to-business Através de informações obtidas, observou que ao se Em[1] define-se por B2B o nome dado ao comércio manipularem vários sistemas autônomos, possuía-se eletrônico associado a operações de compra e venda, uma deficiência na geração de relatórios e uma falta de de informações, de produtos e de serviços através da comunicação dos sistemas, ocasionando em uma lenta Internet ou através de redes privadas partilhadas entre tomada de decisão. Deste modo, ao solicitar um parceiros e negócios, substituindo assim os processos relatório requerido pela gerência causava atraso, pois a físicos que envolvem transações comerciais. obtenção era feita em papéis (nos lugares que usavam). Ou seja, o B2B ele otimiza a relação consumidor e 3.2 Implantação empresa assim como o e-commerce[6] também otimiza a relação da empresa com seus parceiros Para a implantação do SAP/R3 na Petrobrás, foram comerciais. Essa otimização vem através do uso da necessários estudos, obtenções de dados, avaliações, Internet e/ou da Intranet dispensando assim todos os interações de várias pessoas no processo e custos que envolve o contato físico e facilitando a treinamentos destas. empresa ter vários parceiros comerciais a distância.
  • 7. Em 1997, iniciou-se a análise para avaliar a Através do uso do SAP/R3, as tarefas dos funcionários conveniência para se usar um sistema ERP. Muitos se tornaram mais fáceis e objetivas, pelo fato destas motivos atraíram a atenção do assunto para Petrobrás. realizarem processos automáticos, como por exemplo, Primeiro fator era que mais de 400 empresas da ao se requisitar um transporte este passará a estar em relação quot;Fortune 500quot; possuíam contratado um sistema estado de ocupado automaticamente. Portanto diversos ERP, 32 das 40 grandes empresas de petróleo já setores serão integrados, trazendo com eles uma maior possuíam implementado ou estavam em fase de interligação dos dados. implementação. Outro fator observado, é que segundo o Gartner 3.3 Benefícios Group, até 2002, 80% das empresas teriam pelo menos 40% dos seus processos suportados por um Foram muitos os benefícios ocorridos após a ERP. implantação. Houve-se um progresso no fluxo de processos, o sistema ficou equilibrado, por consistir Por fim, foi visto que a empresa SAP, líder do em Cliente-Servidor. Foi obtida uma maior mercado de ERPs, investia em pesquisa e uniformização nas terminologias usadas e na desenvolvimento cerca de US$ 1,5 milhão/dia (US$ linguagem, como também passou a conter uma maior 550 milhões/ano). segurança das informações. Um grande benefício que se teve, foi a de se possuir o acesso do sistema em Portanto, foi convocado um grupo de funcionários da tempo real, conectando várias áreas de negócio que Petrobrás e especialistas da SAP, fornecedora do por sua vez melhora os métodos de decisões. Muitos SAP/R3. Em agosto de 2005, a IBM deu destes fatores contribuíram para uma redução de prosseguimento ao processo. Sendo assim, deu-se a tempo, telefone,etc. criação do “Projeto Sinergia” que tinha como objetivo instaurar o SAP/R3, que tem como alvo a sofisticação do processo organizacional da Petrobrás. 3.4 Situação Futura Vários avanços foram feitos no SAP/R3 depois de Para conclusão do sistema no setor de Transporte da implementado. A equipe responsável por estas Petrobrás-BA, foi preciso ser feitas várias tarefas: A modificações é a Sinergia (da Petrobrás). Há de ser vinda de responsáveis de setores do Rio de Janeiro feitas algumas mudanças no acesso de uns módulos (para mostrar sobre a rotina de cada setor), a obtenção para que torne estes mais diretos e velozes. Também dos dados dos sistemas presentes, reuniões com deverá ser feitas alterações nas terminologias e responsáveis de cada departamento para união das linguagem. Por fim se possui estudos de migração para linguagens, que fazia com que os setores utilizassem a nova versão do SAP/R3 em vista. interfaces e terminologias iguais. 4. Problemática Através de informações fornecidas, o controle de dados e o curso dos processos do departamento foram Como vimos no nosso estudo de caso realizado na inteiramente alterados. A partir da instalação do Petrobras A empresa adotou todos os serviços SAP/R3, passou-se a usar uma única base de dados agregados ao sistema SAP/R3. Porém, não agregou a integrada. Trazendo com isso um maior dinamismo na inclusão de dados para o sistema, como também na sua solução ERP tecnologias tais como, O B2B – execução de tarefas, por razões de se terem acessos a Business-to-Business e E-commerce - Eletronic um único banco de dados de lugares diversos. commerce. Acabando assim com a duplicidade dos dados, provocando em uma diminuição de tempo, telefone e Com a implantação do B2B a Petrobras tem um maior papel. contanto com seus parceiros comerciais. Obtendo um melhor controle sobre seus contratos comerciais. Isso Pelo fato do SAP/R3 trabalhar com arquitetura gera um melhor controle sobre as transações Cliente/Servidor, as informações são mais protegidas, comerciais. por estas serem armazenadas em servidores de missões-críticas, que por sua vez possui várias rotinas Implantando o E-commerce, a empresa ganhar na de backup, impedindo assim a perca de dados do visibilidade dos seus produtos e serviços perante os sistema. Pelo fato do sistema ser instalado em Servidor consumidores. (com acesso remoto através do software da Citrix – Metaframe), o acesso é mais rápido, pelo motivo de o Ainda assim sem implantar as tecnologias citadas, a usuário não possuir mais os dados no seu computador Petrobras adquiriu as tecnologias agregadas ou ou em outras localidades, esta passará estar localizada integradas a solução SAP/R3. Essas tecnologias em apenas uma base de dados localizada na sede do também são importantes para uma melhora nos Rio de Janeiro da Petrobrás, que fará com que o processos de negócios. Como o CRM- Customer usuário passe a ter somente as telas via rede TCP/IP. Relationship Management. 5. Conclusão
  • 8. A implantação de um sistema ERP na organização LAUDON, Kenneth. Sistemas de Informações proporciona uma reengenharia dos processos de Gerenciais: Administrando a Empresa Digital, São negócios e uma melhor modelagem dos mesmos, Paulo: Prentice Hall, 1991. gerando uma maior segurança de dados e agilidade nas tomadas de decisões. O B2B – Business-to-Business também traz muito benefícios,quando utilizado juntamente com uma solução ERP, como a descrita nesse artigo, a SAP/R3. Traz um aumento significativo na comunicação entres os parceiros de negócios, levando a uma melhor negociação. No SAP/R3 existe também um modulo integrado com o CRM - Customer Relationship Management, que possibilita um melhor relacionamento com o consumidor final. Pois possibilita uma relação de empatia da empresa para com o cliente. Mais uma tecnologia que deve ser citada é o uso de E- commerce para agregar valor à empresa com divulgação dos seus produtos e serviços para o mercado. Como foi visto a utilização destas tecnologias em conjunto som vem a beneficiar a organização. Atingindo toda a cadeia produtiva. Tornando-a mais eficiente. 5. Referências [1] – Blog dos alunos da Universidade Federal de Sergipe sobre o tema e-commerce, m-commerce, B2B, B2C. 2008. Disponível em <http://www.slideshare.net/guest80fa36/comercio- eletronico-presentation?type=powerpoint>. Acesso em 13 dez. 2008. [2] – Site da empresa SAP, desenvolvedora de soluções ERP 2008. Disponível em http://www.sap.com/brazil. acessado em 01 dez. 2008. [3] - Hasso Plattner presidente do conselho da SAP, durante a conferência Software 2007, no Vale do Silício. [4] – GONÇALVES, José Ernesto Lima. Os novos desafios da empresa do futuro. RAE – Revista de Administração de Empresas, v. 37, n. 3, p. 10-19, jul./set. 2000b. [5] – SANTOS, Rafael Paim C., CAMEIRA, Renato Flórido, CLEMENTE, Armando Augusto, CLEMENTE, Rafael Gomes. Engenharia de Processos de Negócios :Aplicações e Metodologias [6] – E-Commerce. Dicionário de Comércio Eletrônico. Disponível em <http://www.e- commerce.org.br/>. Acesso em 13 dez. 2008. [7] - SCHEER, A.W., ARIS -Business Process Frameworks, 2 ed., Springer Verlag, Berlin, 1998.