NYPD DE LEE BROWN

911 views
818 views

Published on

Palestra sobre o Relatório Lee Brown de 1991 analisando e propondo soluções para o policiamento de New York.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
911
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

NYPD DE LEE BROWN

  1. 1. RELATÓRIOLEE P. BROWN<br />NYPD - 1991<br />
  2. 2.
  3. 3.
  4. 4. Aspectos de NYC<br />Capital da mídia do mundo e Centro financeiro dos EUA<br />75 Distritos policiais, 936 eventos anuais e escoltas de dignitários da ONU<br />25.000 pessoas por milha quadrada<br />8.000.000 de habitantes de várias etnias<br />Os Bairros são organizados em tábuas da comunidade, conselhos, associações, instituições e vários grupos de pressão.<br />
  5. 5. Que relatório é este?<br />Padrões de crime não são estáticos<br />Guia para implementar o policiamento comunitário<br />policiais trabalhando de forma cooperativa com os residentes<br />Compromisso de recursos para alcançar a qualidade e os resultados<br />Reforma e mudança comportamental<br />
  6. 6. REFORMA<br />Condições da comunidade em relação a:<br />Crime , drogas, violência , qualidade de vida nos bairros e organização do Departamento<br />Quatro níveis de revisão:<br />revisão da agência<br />perfis da comunidade<br />revisão do governo da cidade<br />revisão histórica<br />
  7. 7. Assuntos críticos<br />do que se precisa?<br />como podemos melhorar?<br />Como podemos unir a patr mtz c/ pol com?<br />o que pode ser feito para envolver as unidades?<br />como a informação torna mais eficiente a polícia?<br />que tipo de apoio tecnológico?<br />que tipo de pesquisa?<br />como podemos melhorar o feedback?<br />
  8. 8. Assuntos críticos<br />que estratégias contra o crime são sugeridas?<br />o Departamento precisa ativar mais 911?<br />como podemos tornar mais consistente a nossa imagem?<br />como podemos reduzir o atrito - civis e fardados?<br />como podemos aumentar a participação?<br />como melhorar a relação interpessoal?<br />como o Departamento pode ser reorganizado?<br />como podemos promover o pol comunitário?<br />
  9. 9. Conclusões iniciais<br />Departamento especializado com muitas unidades pequenas p/ lidar com problemas particulares.<br />Pessoal fardado usado p/ tarefas civis<br />Nenhum padrão de execução<br />Unidades centralizadas.<br />
  10. 10. A meta principal do Departamento<br />“ ...é ter toda seção da cidade, todo bairro e toda rua, mantida por policiais que trabalham dentro da filosofia do policiamento comunitário.”<br />
  11. 11. Princípios para guiar as decisões<br />Atividade descentralizada<br />Sistema 911 integrado<br />Solucionar problemas ao invés de simplesmente responder incidentes<br />Os bairros serão encorajados e treinados p/ agirem como informantes e colaboradores<br />Policiais visíveis e conhecendo os residentes<br />Os civis executarão atividades que não requeiram treinamento ou força policial<br />
  12. 12. Como este relatório será usado?<br />“Policing New York in 1990’s é o vínculo entre nossos indicadores: onde estamos agora e quais as nossas metas para o futuro. Ele descreve como vamos alcançar o policiamento comunitário e quais as tarefas que devemos realizar para isto acontecer. Este relatório é um padrão para o futuro e nosso compromisso para com as pessoas de Nova Iorque.”Lee P. Brown<br />
  13. 13. A nova estratégia<br />Mudança básica nos valores, orientação e compromisso;<br />O Departamento atuará block-by-block<br />Policiais nomeados para os bairros, para resolver os problemas e se responsabilizarem pelos assuntos do bairro.<br />Caminham, falam e aprendem as necessidades<br />PRR para prestar o apoio sem o compromisso da solução que é do policial de bairro<br />
  14. 14. A nova estratégia<br />A burocracia será apertada<br />Orientação: prover os bairros de pessoal<br />Enfocar os aspectos externos (Comunidade) ao invés do interno (Organização)<br />Fardados no policiamento<br />Investir na capacidade de solução de problemas e análise de crime.<br />O Departamento compartilha com os bairros a responsabilidade.<br />
  15. 15. “O Departamento terá como compromisso uma resposta rápida para o atendimento de emergência 911 quando uma vida está em perigo, há uma possibilidade forte de ocorrer um dano ou para prender um violador da Lei.Ao Policial de bairro serão dirigidas a responsabilidade de achar soluções para as causas subjacentes do problema.”<br />
  16. 16. Qualificação dos Policiais<br />O treinamento constará a intervenção em crise, investigação de crimes e desordens e ajuda às pessoas em dificuldades;<br />organizar a comunidade para a prevenção do crime, análise de problemas e comunicaçào interpessoal;<br />habilidade para orientar o bairro a contruir a sua própria capacidade para resistir ao crime<br />Sinergia com o bairro para resolver problemas de crime,desordem e medo.<br />
  17. 17. Informação<br />O Departamento obterá informação da melhor qualidade...<br />sobre os crimes que acontecem no bairro e<br />quem são os violadores<br />Porque os policiais... <br />permanecem nos setores de bairro<br />aumentam o contato com os residentes e as pessoas de negócio e<br />estão comprometidos com o local de trabalho.<br />
  18. 18. O papel dos supervisores<br />Os Sgt saberão ajudar os policiais comunitários a terem sucesso nos seus objetivos;<br />Os Tenentes assumirão responsabilidades de adm para tornar mais enxuto o Departamento e assegurar o pol com com o apoio dos Sgt adequadamente treinados.<br />O policiamento comunitário é prioritário, com responsabilidades também p/ Capitães e Chefes de Departamentos.<br />
  19. 19. Valores do DepartamentoNossos padrões de excelência<br />Valores organizacionais<br />Valores dos servidores<br />Valores da Comunidade<br />Valores atuais do Departamento e da Comunidade:<br />“O que a comunidade espera da polícia e o que a polícia espera da comunidade?”<br />Gera sempre um conflito.<br />
  20. 20. Valores organizacionais<br />São uma declaração oficial do Departamento;<br />Dita como o trabalho será feito;<br />O que é mais importante e mais sério;<br />Vinculados à comunidade para a qual presta seus serviços;<br />Método de lidar com as situações.<br />
  21. 21. Valores dos Servidores<br />Como os servidores enxergam o mundo no qual trabalham;<br />Quais as suas percepções como servidores e empregados de um sistema;<br />O que eles acreditam;<br />O que é importante e não importante;<br />Como tratam as pessoas que abordam.<br />
  22. 22. Valores da comunidade<br />O que os residentes esperam do Departamento Policial;<br />Que expectativa os residentes esperam nas ações do Departamento;<br />Que tipo de relação acreditam que o Departamento deve ter com os residentes.<br />O que se espera da Polícia!<br />
  23. 23. A comunidade espera da polícia...<br />Honestidade e integridade<br />Respeito<br />Imparcialidade<br />Justiça<br />profissionalismo<br />Sensibilidade<br />Obediência à lei<br />Dignidade de vida<br />Responsabilidade<br />Isenção<br />Respeito às culturas<br />Participação da comunidade<br />Direitos humanos<br />Meio ambiente<br />Seleção, treinamento e equipamento.<br />
  24. 24. Valores chaves<br />Preocupação com a qualidade de vida<br />Respeito ao aspecto étnico,culturas,religioso, sexual.<br />Comprometimento p/ a presença real<br />Reconhecer a confiança da comunidade <br />Manter o mais alto nível de integridade <br />A vida humana é a prioridade mais alta <br />Os servidores são seu maior recurso<br />Compromisso em prender os violadores<br />Ajudar as vítimas<br />
  25. 25. Avaliação do Departamento<br />Criada oficialmente em 1844 com 800 pessoas<br /> Controle de multidão<br />Corrupção no governo e na polícia<br />Reforma em 1895 por Roosevelt<br />Em 1914, Woods implementou padrões drásticos e intensificou o treinamento.<br />Em 1960, iniciou a aplicação de tecnologia<br />Em 1970, houve um crescimento no NYPD<br />
  26. 26. De 1970 a 1990, o NYPD emergiu na vanguarda de uma adm policial progressista.<br />Modelo tradicional paramilitar c/ forte controle central permaneceu<br />Melhorou o uso de estratégias verbais<br />Programas de multa e equipe de negociadores de conflitos com reféns<br />Recrutamento de Policiais femininos<br />Restrições em uso de armas de fogo<br />
  27. 27. NYPD de 1970 a 1990<br />reconhecimento ao crescente uso injustificado de força mortal<br />monitoração psicológica ao pessoal com início de strees emocional<br />sistemas de advertência<br />treinamento ético<br />completamento de armas com as armas não letais<br />
  28. 28. Harmonia com as metas<br />Avaliação do desempenho<br />promoções<br />recompensas<br />estilo de administração<br />serviços psicológicos<br />
  29. 29. Programa Social<br />Se a polícia trabalha com as pessoas, as pessoas trabalharão com a polícia;<br />Clientes satisfeitos manterão informados das condições locais e sujeitos ruins;<br />A aproximação pessoal é a melhor prevenção ao crime;<br />Evolução para o profissionalismo<br />Educação contínua, decidir-fazer, análise do trabalho, revisão e agindo em benefício da pessoa do cliente.<br />
  30. 30. Armadilhas<br />Programas isolados e difíceis<br />Conflitos entre programas simultâneos<br />Falta de continuidade<br />Em cima de solicitações especiais<br />
  31. 31. Duas (02) metas do NYPD<br />Capacidades especialistas altamente técnicas;<br />e<br />Uma presença policial descentralizada nos bairros da cidade<br />
  32. 32. ESPECIALIZAÇÃO<br />“Um Departamento altamente especializado, com grande número de unidades organizacionais de pequeno e médio porte para resolver os problemas de interesse local.”<br />
  33. 33. Consertando a burocracia<br />Foco principal : Policiamento de Bairro<br />As tarefas adm tendem a tirar o pessoal da rua.<br />Aumento do pessoal da rua;<br />Diminuição do pessoal administrativo<br />Contratar mais policiais<br />Aumento da tecnologia<br />Descentralização<br />
  34. 34. Ciência e tecnologia<br />O 1° sistema foi em 1970 (Despacho de patr)<br />Em 1980, adotou um sistema on-line<br />O Departamento por causa das restrições, tendeu a ver o uso de mais pessoal p/ o adm<br />O custo para a aplicação que requer é imenso<br />Limitada capacidade de aplicação.<br />Houve um atraso na efetividade do NYPD<br />
  35. 35. O Plano Estratégico de Ação<br />Como vamos fazer?<br />Onde queremos ir?<br />
  36. 36. Missão<br />“O NYPD existe para proteger a vida e a propriedade de acordo com a Lei, para manter a ordem na comunidade e reduzir o crime e o medo de crime nos bairros, com pleno respeito à dignidade humana, e com os padrões mais alto de habilidade profissional, integridade e responsabilidade.”<br />
  37. 37. Passos específicos<br />Presença policial em todos os bairros;<br />Resolver problemas ao invés de responder incidentes;<br />Novo estilo de gerenciamento;<br />Policial terá a sua criatividade reconhecida;<br />Novas medidas de desempenho;<br />Chamadas 911 controladas;<br />Revisão na distribuição de pessoal<br />
  38. 38. Passos específicos<br />Pessoal comprometido com a organização;<br />Seleção mais modernizadas;<br />Treinamento intensificado;<br />Feedback constante com a comunidade e com os policiais.<br />Sistema de recompensas melhorados;<br />Controle da integridade<br />
  39. 39. Policiamento comunitário nos bairros<br />Análise dos bairros e suas áreas críticas;<br />Setores com agrupamentos comuns;<br />Tamanho pode ser coberto a pé ou vtr;<br />Pelo menos um policial para cada bairro;<br />Vários policiais para as unidades de resposta rápida, cada uma cobrindo três a quatro setores de bairro.<br />Policiais especialistas ( SWAT e RMP)<br />
  40. 40. Solução de Problemas<br />Diretrizes para a análise e seleção ;<br />Mecanismo de registro de informações;<br />Treinamento dos sargentos p/ ajudar;<br />O Bureau preparará, a cada mês, seis análises de crime para concentrar esforços;<br />A ACCO, a cada mês, sobre narcóticos;<br />O NYPD, a cada mês, a repetição das chamadas 911.<br />
  41. 41. Modernizando a estrutura organizacional<br />Qualquer comando duplo será reduzido;<br />Membros do Staff assumirão responsabilidade nas áreas que gerenciam;<br />Contínuo feedback nos setores;<br />Unidade do Staff revisada contínuamente;<br />Se a direção não tiver o foco principal será eliminada;<br />Organização mais enxuta e afetiva.<br />
  42. 42. Adotando um novo estilo de administração<br />Os policiais farão mais que patrulhar;<br />Soluções criativas para os problemas locais;<br />Trocar o autoritário pelo participativo;<br />Encorajar o executor a usar as suas habilidades para solucionar os problemas;<br />Permitir ao subordinado correr riscos nos seus esforços em solucionar o problema. <br />
  43. 43. Organização vertical e horizontal<br />A cadeia hierárquica de comando é preservada para responder à situações que exigem o não questionamento de ordens;<br />Colaboração entre os membros;<br />Consultas regulares e feedback constante<br />As diferenças devem ser discutidas e as ordens dadas quando não houver decisão.<br />Adotando um novo estilo de administração<br />
  44. 44. Este estílo só pode ter sucesso se há livre canal de informação;<br />Visitas do Comando ao pessoal de linha;<br />Sessões de solução de problemas;<br />Sugestões com resposta;<br />Instruções específicas escritas ou vídeo com a política do Departamento.<br />Adotando um novo estilo de administração<br />
  45. 45. Comitês<br />Implementação do pol com;<br />Estratégia para o controle do crime;<br />Estratégia para o controle de drogas;<br />Prevenção de crime na comunidade;<br />Disciplina;<br />Informação e Tecnologia;<br />Incentivo à atividade de patrulha.<br />
  46. 46. “O envolvimento do pessoal em discussões regulares soma para uma organização que confia, encoraja e apoia os seus membros.Todos são responsáveis pelo que acontece e pelo que fazem.”<br />
  47. 47. Discrição e responsabilidade<br />O profissionalismo é o centro do policiamento comunitário;<br />As quatro características que distinguem profissões de ocupações são:<br />A discrição, <br />a revisão periódica, <br />a advocacia do cliente e<br />a responsabilidade<br />
  48. 48. Caminhos da Responsabilidade<br />Manter a comunidade informada;<br />Realizar o feedback em assuntos de polícia;<br />Dar as respostas que a comunidade pergunta;<br />Compartilhar responsabilidades com o cidadão para o controle do crime e a solução de problemas.<br />
  49. 49. Respondendo a chamadas<br />Funcionalizar o 911 de modo que as pessoas o utilizem para as verdadeiras emergências;<br />Dar responsabilidade às RMP para atender;<br />Atender ao cidadão encaminhando aos policiais de bairro a responsabilidade;<br />Assegurar que estas chamadas de não emergência sejam dirigidas ao policial de bairro.<br />
  50. 50. Verdadeira emergência<br />Quando a presença policial é importante para:<br /> 1. Salvar uma vida;<br /> 2. Reduzir um dano;<br /> 3. Prender um criminoso.<br />Todas as outras chamadas deverão ser encaminhadas para o fone do Distrito.<br />
  51. 51. Controlando o 911<br />Campanha na comunidade de uso do 911;<br />Convencer o cidadão quanto à situação de emergência e não emergência;<br />Medir quantidade e tempo de resposta, chamadas repetitivas<br />O policial de bairro assume o compromisso de orientar a comunidade;<br />Novas opções para reclamações do cidadão.<br />
  52. 52. Distribuição dos policiais<br />Definir o número de bairros<br />Verificar o número de incidentes que requer uma resposta policial;<br />O grau de organização do bairro<br />Densidade da população<br />Ocorrências de crimes sérios nos bairros<br />
  53. 53. Recrutamento<br />O candidato deve ser:<br /> 1. Prestativo e orientador<br /> 2. Analítico<br /> 3. Educado<br /> 4. Ego - motivado.<br />Habilidades em argumento,ser contra a violência, ter flexibilidade e tolerância contra a frustração.<br />
  54. 54. Treinando para solucionar problema<br />Análise de crime<br />Análise de situação<br />Comunicação<br />Organização da comunidade<br />Intervenção de crise<br />Prevenção de crime.<br />
  55. 55. Avaliação de desempenho<br />O 911 é mais fácil de medir que o crime, com o resultado desejado com velocidade da resposta.<br />A taxa de crime é medida comparando com os indicadores de outras cidades;<br />A Qualidade do policiamento comunitário esta ausente na maioria das medições.<br />O medo do crime é um critério de avaliação<br />quando as pessoas temem o crime é porque a incidência é alta e a qualidade da resposta policial é pequena.<br />
  56. 56. Compromissos para o desempenho<br />Responsabilidade para a comunidade no fornecimento das informações sobre os níveis de desordens e soluções para o crime.<br />Enfoque na avaliação e nos resultados das ações policiais e não somente na quantidade de ações efetuadas.<br />Medida de efetividade da organização policial<br />Medidas de impacto para a solução de problema. <br />
  57. 57. Desempenho individual<br />A qualidade de desempenho é baseada na:<br /> 1. Habilidade para resolver problemas e <br /> 2. Habilidade em envolver a comunidade <br /> verificando os problemas que causam <br /> impactos negativos na qualidade de vida.<br />
  58. 58. Medidas qualitativas<br />Pesquisas na comunidade<br />Feedback nas reuniões com a comunidade<br />Revisões periódicas<br />Contatos com o Departamento<br />Reclamações e cartas de elogio<br />Mudança visíveis no modo de trabalhar<br />Redução do medo<br />
  59. 59. Medidas quantitativas<br />Redução dos padrões de crime nas áreas<br />Redução do crime com o resultado de intervenções específicas<br />Prisões efetuadas como parte de uma estratégia na solução de problemas<br />
  60. 60. Medidas de habilidade<br />Ser sensível<br />Ser responsável<br />Identificar o problema baseado na análise de ocorrências passadas.<br />Resolver problemas<br />Colaborar<br />Aprender<br />Observar cadeia de trabalho<br />Identificar recursos<br />Planejar<br />Estabelecer prioridade<br />Juntar, analisar e avaliar a informação<br />Usar sabiamente a discrição<br />Manter a transparência<br />Alcançar as metas e resultados declarados<br />
  61. 61. Problemas na avaliação<br />Problemas na avaliação:<br />Os informantes relutam de informar os erros e simplesmente informam os acertos<br />As avaliações não tem conseqüência para a carreira.<br />Para evitar estas armadilhas deve-se:<br />Identificar um indicador<br />Executar uma análise histórica das avaliações deste indicador<br />Comparar as avaliações com um modelo referencial.<br />
  62. 62. As revisões serão usadas para:<br />Identificar as necessidades de treinamento<br />Treinar novamente<br />Promoções<br />Determinar os caminhos da carreira<br />Revisar a polícia.<br />
  63. 63. A Mídia<br />Parte importante do processo<br />As mídias influenciam o programa de trabalho<br />Aproximação pró-ativa<br />Serão convidadas para participarem das ações<br />Cooperar com dados para a divulgação<br />Atividade de prevenção e para minimizar o impacto do crime na comunidade.<br />
  64. 64. Conclusão<br />Novo estilo de administração<br />O executor como o elemento principal do planejamento e das ações<br />A cadeia de comando como orientador, supervisor, treinador, corretor, etc...<br />A Comunidade como parceiro<br />A Tecnologia como meio<br />O Departamento com a missão e valores.<br />
  65. 65. COMMUNITY POLICING<br />
  66. 66. “Este relatório explica de onde nós viemos, como somos hoje, e onde esperamos estar no futuro. O processo de mudança começou.”<br />Lee P. Brown<br />Police Commissioner-NYPD<br />1991<br />

×