• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Energia quimica
 

Energia quimica

on

  • 6,265 views

Energia Química

Energia Química
Colégio Graham Bell - Telecomunicação
Alunas: Estefânia Bessa; Nayla de Souza e Rebecca Nicacio
Professores: Rejane Gadelha e Ricardo Jullian - Eletricidade

Statistics

Views

Total Views
6,265
Views on SlideShare
6,239
Embed Views
26

Actions

Likes
1
Downloads
22
Comments
0

5 Embeds 26

http://www.peabirus.com.br 13
http://peabirus.com.br 6
http://www.redepeabirus.com.br 5
http://articula1.peabirus.com.br 1
http://173.45.230.185 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Energia quimica Energia quimica Presentation Transcript

    • Energia quimica
      Eletricidade Prof: Rejane & JullianAlunas : Nayla de Souza , Estefânia Bessa & Rebecca Nicacioturma : 1011 / 1ªano
    • Energia Química:
      Energia é química, ou energia potencial química, é a que se obtém a partir das ligações químicas ou da quebra dessas ligações. Há de se considerar que praticamente tudo  que nos rodeia, inclusive nosso corpo, é formado por ligações químicas. Portanto, a energia química tem um grande leque de possibilidades para ser realizada. É uma das mais importantes para nossa sobrevivência, no sentido de que a energia que obtemos para sobreviver, é obtida por meio da energia química.
    • Energia Química:
      Das reações químicas, existem as que absorvem calor ao acontecer as reações e outra que liberam energia em forma de calor. Para isso há uma definição para cada uma as que absorvem energia nas reações químicas são as endotérmicas. Já as que liberam energia são as exotérmicas.
    • Experiência:
      Pilha feita com batata/batateria:A batata, por ser um eletrólito, permite a troca de íons entre os eletrodos.Então é usada placas de zinco e cobre, fechando o circuito e fazendo assim com que uma calculadora por exemplo funcione por algum tempo.
       
    • Grandeza ...
      A unidade da pilha de batata é medida em Volts. O que é volts ?
      O Volt, (símbolo: V), é a unidade de tensão elétrica do Sistema Internacional de Unidades 
    • Volts’
       
      PORQUE VOLTS ?Volt é uma homenagem a Alessandro Volta. Volta desenvolveu a tão falada pilha voltaica, um predecessor da bateria elétrica. Em honra ao seu trabalho no campo de eletricidade, Napoleão fez de Volta um conde em 1810 e, em 1815, o Imperador da Áustria nomeou Volta professor de Filosofia na Universidade de Pádua.A primeira pilha elétrica foi inventada pelo físico italiano Volta em 1800, e era formada por discos de cobre, discos de feltro umedecido com ácido sulfúrico diluído em água e discos de zinco, sendo que o disco de feltro era colocado entre os discos de cobre e zinco.
    • Batateria/pilha de batata
       
    • Batateria/pilha de batata
      Para a montagem do experimento serão necessários os seguintes itens:
      - uma batata grande;
      - duas placas de zinco;
      - duas placas de cobre;
      - fios de cobre;
      - uma calculadora que funcione com uma pilha AAA.
      Montagem:Corte a batata ao meio, coloque uma placa de zinco e uma placa de cobre em cada metade da batata, solde dois fios, um em cada placa
    • Batateria/pilha de batata
      Em seguida, una o fio da placa de cobre de uma metade da batata, com o fio da placa de zinco da outra metade da batata e você irá obter o seguinte arranjo experimental:
    • Batateria/pilha de batata
      Por fim, ligue o fio que sai da placa de cobre no terminal positivo do suporte de bateria da calculadora e o fio que sai da placa de zinco ligue ao terminal negativo e terá uma pilha feita por batatas.Obs : Os elétrons saem da placa de zinco e vão para a placa de cobre, gerando uma corrente i no sentido da placa de cobre para a placa de zinco.