Quinhentismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Quinhentismo

on

  • 18,325 views

 

Statistics

Views

Total Views
18,325
Views on SlideShare
18,263
Embed Views
62

Actions

Likes
2
Downloads
278
Comments
3

1 Embed 62

http://www.slideshare.net 62

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Quinhentismo Quinhentismo Presentation Transcript

  •  
  • Quinhentismo na Itália
    • Profunda diferença espiritual na concepção histórica, na cultura literária e filosófica e no campo da produção artística e da teoria da arte, que se evidencia pelas obras de Donato Bramante e Michelângelo Buonarroti.
    • Superam a visão bruneleschiniana de espaço coordenado e limitado por superfícies – de solene monumentalidade – de formas concentradas – de adoção de cúpulas e de espaço unitário e abstrato.
    • Bramante preso às medidas do classicismo, pretendendo equilíbrio de conjunto, determina uma posição clássica.
    • Michelângelo se coloca em sentiso anti-clássico, concebe a forma com espírito dramático e confia uma ânsia dinâmica à articulação plástico expressiva das massas.
    • O clássico de Bramante e o anti-clássico de Michelângelo norteiam toda a arquitetura italiana do século XVI
    • Donato di Angelo del Pasciuccio , conhecido como o Bramante , (Urbino, 1444 - Roma, 11 de Março de 1514) foi um dos melhores arquitectos renascentistas.
    • Estudou e pintura e trabalhou posteriormente em Milão (1477-1499), tentado conciliar a cultura humanista de se estabeleceu em Florença com o novo movimento artístico que iria surgir na cidade de Milão. Foi Andrea Mantegna, o seu professor, quem o levou a conhecer a arte clássica pela qual Bramante se apaixonou de imediato.
    • Alcançou a fama através do seu trabalho sobre geometria de desenho de perspectiva e a sua obra exerce notável influência sobre a obra de Michelangelo ou mesmo de Rafael.
    • Uma das suas obras mais emblemáticas é o Tempietto de S. Pietro in Montorio, igreja encomendada a Bramante pelo Papa Júlio II, a obra que melhor reflecte as suas concepções de estilo, é, seguramente, o projecto da Basílica de S. Pedro, no Vaticano. De facto, esta foi projectada por Bramante, embora o projecto final (que consistia no projecto inicial mais algumas alterações) seja da autoria de Michelangelo.
    Donato Bramante
  •  
  •  
  •  
    • Leonardo di ser Piero da Vinci (Anchiano, 15 de Abril (Calendário Juliano) ou 25 de Abril (Calendário Gregoriano) de 1452 — Cloux, Amboise, 2 de Maio de 1519) foi um pintor, escultor, arquitecto, físico, engenheiro, botânico e músico do Renascimento italiano. É considerado um dos maiores gênios da história da Humanidade, embora não tivesse nenhuma formação na maioria dessas áreas, como na engenharia e na arquitetura. Não tinha propriamente um sobrenome, sendo "di ser Piero" uma relação ao seu pai, "Messer Piero" (algo como Sr. Pedro), e "da Vinci", uma relação ao lugar de origem de sua família, significando "vindo de Vinci" .
    • Nascido num pequeno vilarejo próximo ao município toscano de Vinci, Leonardo era filho ilegítimo de Piero da Vinci, um jovem notário e de Caterina. A mãe de Leonardo era provavelmente uma camponesa, embora seja sugerido, com poucas evidências, que ela era uma escrava judia oriunda do Oriente Médio comprada por Piero. O próprio Leonardo da Vinci assinava seus trabalhos simplesmente como Leonardo ou Io Leonardo. A maioria das autoridades refere-se aos seus trabalhos como Leonardos e não da Vincis. Presume-se que ele não usou o nome do pai por causa do estado ilegítimo.
    • Leonardo da Vinci é considerado por vários o maior gênio da história, devido à sua multiplicidade de talentos para ciências e artes, sua engenhosidade e criatividade, além de suas obras polêmicas. Num estudo realizado por Catherine Cox, em 1926, seu QI foi estimado em cerca de 180. Outras fontes mencionam 220.
  • São Jerônimo no deserto
  • A Última Ceia
  • Madona do Fuso (Cópia)
  • Mona Lisa Em 1503, Leonardo inicia sua mais celebre pintura, a Mona Lisa. A Mona lisa demonstrou o ótimo controle deste em relação as técnicas por ele criadas, a técnica sfumato (Esfumaçado) e o chiaroscuro (Claro e Escuro), mas o sfumato é a técnica principal dessa obra de Arte. Leonardo somente conseguiu concluir a sua celebre obra prima em cerca de 2 a 4 anos; fora pintado três versões antes da atual no mesmo painel, devido a esse excesso de tinta com o tempo surgiram muitas rachaduras que danificaram a pintura. O quadro representa uma mulher com uma expressão introspectiva e um pouco tímida. O seu sorriso restrito, é muito sedutor, mesmo que um pouco conservador. Não se sabe quem seria a modelo da pintura mas, há hipóteses que seja Isabella d'Este ou mesmo Cecilia Gallerani, e ainda Lisa del giocondo (daí La Gioconda); mas tudo leva a crer que seja realmente Isabella d'Este (possivelmente representada em 1490, como La Belle Ferronière). O nome Monna Lisa foi-lhe atribuído por Giorgio Vasari, em 1550, trinta e um anos após a morte de Leonardo. O Nome La Gioconda, foi atribuído por Cassiano del Piombo em 1625, por pensar que fosse o retrato de "Lisa" (ou (Elisa) Gherardini, mulher do comerciante abastado de Florença Francesco dal Giocondo.
    • Rafael , em italiano Raffaello Sanzio, (Urbino, 6 de abril de 1483 — Roma, 6 de abril de 1520) foi um mestre da pintura e da arquitetura da escola de Florença durante o Renascimento italiano, celebrado pela perfeição e suavidade de suas obras. Também é conhecido por Raffaello Sanzio, Raffaello Santi, Raffaello de Urbino ou Rafael Sanzio de Urbino.
    Auto-Retrato
  • As Três Graças, c. 1503/4 (Museu Condé, Chantilly).
  • Retrato de Maddalena Doni, c. 1506 (Galleria Palatina, Florença)
  • Transfiguração, 1518/20. (Museu do Vaticano)
    • Michelangelo ("Miguel Ângelo") di Ludovico Buonarroti Simoni (Caprese, 6 de Março de 1475 — Roma, 18 de Fevereiro de 1564) foi um pintor, escultor, poeta e arquitecto renascentista italiano.
    • Apesar de ter feito poucas atividades além das artes, sua versatilidade em vários campos fez com que rivalizasse com Leonardo da Vinci no título de ícone da Renascença. Michelangelo foi genial em vários campos e, além disso, também recebeu tarefas diplomáticas. Duas biografias foram escritas sobre ele ainda em vida (uma de Giorgio Vasari). Também era apelidado de Il Divino.
    • Duas de suas mais famosas obras (a Pietà e o David) foram realizadas antes de seus trinta anos. Apesar de sua pouca afeição à pintura, criou duas obras históricas: as cenas do Gênesis, no teto da Capela Sistina, e o O Juízo Final, também no mesmo local. Projetou também a cúpula da Basílica de São Pedro, em Roma. Entre suas outras esculturas, contam-se a também a Virgem, o Baco, o Moisés, a Raquel, a Léa e membros da família Médici.
    Michelangelo
  • David
  • A Criação de Adão
  • O Fruto Proibido
  • O Juízo Final
    • Giorgione (Castelfranco Veneto , c. 1477 — Veneza, fins de 1510) como é conhecido Giorgio Barbarelli da Castelfranco, foi um pintor do Renascimento na Itália. Por ter morrido com apenas 33 anos, deixou uma obra pequena em quantidade, mas de alta qualidade e grande influência em seu tempo. A vida de Giorgione foi descrita por Vasari, em seu livro Vidas
    • Principais obras
    • Para Castelfranco, Giorgione pintou a Pala de Castelfranco uma peça sacra convencional, mostrando a Madona entronada com dois santos formando um triângulo eqüilátero. Entretanto a riqueza da paisagem ao fundo da peça marcou uma inovação na arte de Veneza.
    • A Venus Adormecida, hoje em Dresden mostra o novo uso de uma paisagem como moldura para a deusa. Este quadro foi completado após sua morte por Tiziano, servindo de modelo para sua Vênus de Urbino. O mesmo conceito de beleza idealizada é evocado na sua pensativa virgem de Laura ou Retrato de uma Jovem Noiva, hoje no Kunsthistorisches Museum, Viena, uma grande pintura que exibe as qualidades de Giorgione como colorista e paisagista. `Ele e Tiziano revolucionaram o gênero retrato, sendo impossível diferenciar as primeiras obras de um e outro. A Tempestade vem sendo chamada de a primeira paisagem com figuras da arte ocidental. Embora a intenção desta obra seja desconhecida, a maestria do autor é evidente.
  • A Venus Adormecida
  • A Tempestade
    • Tiziano Vecellio ou Vecelli (Pieve di Cadore cerca de 1490 - Veneza 27 de Agosto de 1576) foi um dos principais representantes da escola veneziana no Renascimento antecipando diversas características do Barroco e até do Modernismo. Ele também é conhecido como Tizian Vecellio De Gregorio, Ticiano , Titian ou ainda como Titien.
    • Reconhecido por seus contemporâneos como "o sol entre as estrelas", Tiziano foi um dos mais versáteis pintores italianos, igualmente bom em retratos ou paisagens, temas mitológicos ou religiosos.
    • Se tivesse morrido cedo, teria sido conhecido como um dos mais influentes artistas do seu tempo, mas como viveu quase um século, mudando tão drasticamente seu modo de pintar, vários críticos demoram a acreditar se tratar do mesmo artista. O que une as duas partes de sua obra é seu profundo interesse pela cor, sua modulação policromática é sem precedentes na arte ocidental.
    Auto-Retrato
  • Vênus de Urbino
  • Retrato do Imperador Carlos V
  • Quinhentismo na Europa
    • Simultaneamente a ascensão e a rápida queda sucessiva do primado italiano, finaliza-se definitivamente o francionamento feudal.
    • A longa Guerra dos Cem anos entre França e Inglaterra termina com reforço territorial e político da monarquia francesa, inultilmente atacada pela extrema reação dos grandes feudatários.
    • Na Espanha os reinos cristãos eliminam todo o resíduo de poder Muçulmano.
    •  
    • Ascensão da Burguesia
    • As autonomias citadinas extraem descobrimento da América e de novos Tráfegos ocoânicos, a máxima vantagem.
    • A Inglaterra encontra-se no começo do lento processo que a tornará o primeiro estado industrial da Europa. Entretanto lutas religiosas e rigoristas serpenteiam movimentos de revoltas dos camponeneses. Estados nacionais se estabelecem ainda com heranças feudais.
  • Escultura de Claus SLUTER - Well of Moses
  • Escultura de Claus SLUTER - Well of Moses ( Cristo ) – Fragmento
    • Jan van Eyck (Maastricht, c. 1390 — Bruges, 1441) foi um pintor flamengo do século XV, irmão de Hubert van Eyck e pupilo de Robert Campin. Foi também o fundador de um estilo pictórico do estilo gótico tardio, influenciando em muito o Renascimento nórdico. Como tal, é visto como o mais célebre dos primitivos flamengos.
    • Teve como bases para a sua carreira artística o escultor Klaus Sluter e Broedeldam, duas distintas personagens da arte flamenga.
    • Foi um pintor igualmente caracterizado pelo naturalismo, imperando na sua obra meticulosos pormenores e vivas cores, além de uma extrema precisão nas texturas e na busca por novos sistemas de representação da tridimensionalidade, ou seja, a perspectiva.
  • O Casal Arnolfini
  • Detalhe do Casal Arnolfi
  • Adoração do Cordeiro Místico (parte do Retábulo de Gand)
  • Retábulo de Gand aberto
  • Retábulo de Gand fechado
    • Rogier van der Weyden ou Rogier de Bruxelles , cujo verdadeiro nome é Rogier de la Pasture , nasceu em Tournai em 1400 e faleceu em Bruxelas em 18 de junho de 1464. Foi um dos mais notáveis e importantes pintores góticos flamengos.
    • Ao ser proclamado pintor oficial da cidade de Bruxelas, adoptou o nome de Rogier van der Weyden, que era, notoriamente, um nome flamengo. Rogier trabalhou bastante em Bruxelas, especialmente na corte do Duque da Borgonha. Era um discípulo de Robert Campin. Partiu para Itália em 1450 e viveu em Roma e Ferrara, embora tenha voltado a Bruxelas no final da sua vida.
    • Rogier foi bastante aclamado durante sua vida inteira e vários pintores europeus, como Zanetto Bugatto, foram enviados para a oficina de Rogier para aprender com o mestre. Sua obra influenciou vários outros artistas como Hugo van der Goes, Hans Memling, Petrus Christus, Dieric Bouts, Gerard David, Joos van Cleef e Frans Floris.
    • Seus quadros são hoje disputados pelos melhores museus e coleccionadores de todo o mundo, encontrando-se algumas das suas obras no Museu do Prado, em Madrid e no Museu do Louvre, em Paris
  • Retrato de Mulher
  • A Descida da Cruz
    • Hugo van der Goes foi um pintor flamengo.
    • Ele entrou na guilda de artistas da região em 1467. Logo foi eleito chefe da guilda. Casou-se com Maria Maddalena Baroncelli em 1470 e teve dez filhos. Sofria de uma doença mental e retirou-se para um monastério para se recuperar. Foi considerado um membro leigo da organização. Tentou suicídio em 1480 e morreu dois anos depois.
    • Sua obra mais famosa é o Retábulo Portinari, encomendado pela igreja do Hospital da Igreja de Santa Maria Nuova, em Florença, por Tommaso Portinari, representante da Família Médici em Bruges. Suas obras mostram a influência de pintores como Jan van Eyck e Rogier van der Weyden.
  • O Retábulo Portinari
    • Jeroen van Aeken , cujo pseudónimo é Hieronymus Bosch , e também conhecido como Jeroen Bosch, , nasceu em 1450 e faleceu em Agosto de 1516. Foi um pintor e gravador neerlandês dos séculos XV e XVI.
    • Muitos dos seus trabalhos retratam cenas de pecado e tentação, recorrendo à utilização de figuras simbólicas complexas, originais, imaginativas e caricaturais, muitas das quais eram obscuras mesmo no seu tempo.
    • Pintores alemães como Martin Schongauer, Matthias Grünewald e Albrecht Dürer influenciaram a obra de Bosch. Apesar de ter sido quase contemporâneo de Jan van Eyck, seu estilo era completamente diferente.
    • Especula-se que sua obra terá sido uma das fontes do movimento surrealista do século XX, que teve mestres como Max Ernst e Salvador Dalí.
    • Pieter Brueghel o Velho foi influenciado pela arte de Bosch e produziu vários quadros em um estilo semelhante.
    Presumível auto - retrato
  • A Tentação de Santo Antão
    • Albrecht Dürer nasceu em Nurembergue, em 21 de Maio de 1471 e faleceuem Nurembergaue, em 6 de Abril de 1528. Foi um gravador, pintor e ilustrador alemão.
    • Dürer era filho de um ourives de origem húngara, tendo morado duas vezes na Itália quando adulto. Em 1512 é nomeado pintor de corte de Maximiliano I da Germânia. Em 1520, depois da morte do imperador, parte para os Países Baixos, tendo visitado muitas das cidades do norte e conhecido pintores e homens de Letras, entre os quais Erasmo de Roterdão. Nos últimos anos da sua vida, em Nurembergague, trabalhou em tratados teóricos, pois os seus interesses, no espírito humanista do Renascimento, abrangiam muitos campos: a matemática, a geografia, a arquitectura, a geometria e a fortificação.
    Auto-retrato , 1493, óleo sobre tela
  • Adão e Eva Lebre jovem , 1502, aquarela e guache em papel
  • Bruno Conti
    • Trabalho História da Arte
    • 1º Semestre
    • UNAR