Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
  • Save
Texto do forum
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
114
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. FÓRUM DO 3º CICLO DE APRENDIZAGEMPólo: Gama/ Santa MariaProjeto InterventivoO Projeto Interventivo (PI) constitui-se em um princípio destinado a umgrupo de estudantes com necessidades específicas de aprendizagem que acarretem onão acompanhamento das situações de aprendizagens propostas para o ano em quese encontra matriculado, independente da idade. Tem como objetivo principal sanaressas necessidades assim que surjam, por meio de estratégias diferenciadas. É umaproposta de intervenção complementar, de inclusão pedagógica e de atendimentoindividualizado.O Projeto Interventivo, visa promover o repensar de concepções e práticaspedagógicas, adequando-as à promoção das aprendizagens dos estudantes. Deve serrealizado considerando a diversidade do espaço, entendido como ambiente escolar eas peculiaridades das aprendizagens dos mesmos. Deve ser permanente na sua ofertae flexível, dinâmico e temporário no atendimento aos estudantes.Seus objetivos são específicos e cabe ressaltar a importância dos registros detodas as ações pertencentes à construção do Projeto Interventivo. Algumas formasde registro serão estabelecidas pela SEDF, no diário de classe, outras poderão serconstituídas e adotadas por cada Unidade Escolar e por cada professor. Convémsalientar que a escrita do Projeto Interventivo torna-se importante como registro,que deve traduzir, de forma simples, a dinamicidade ocorrida no dia a dia de suaaplicação.___________________________________________________________Alegando bullying, aluna esfaqueia colega dentro de escola em SP01 de Maio de 2013Uma estudante esfaqueou um colega dentro da escola nesta terça-feira nacidade de Ribeirão Pires, na Grande São Paulo. Segundo o Bom Dia SP, a agressãoaconteceu na Escola Estadual Farid Eid, no Jardim Caçula. A jovem, de 17 anos,alegou que era agredida verbalmente pelo colega de classe, de 16 anos. Segundo ela,o rapaz a provocava, chamando-a de "recalcada" e "negra", além de caçoar de seusotaque nordestino, uma vez que ela nasceu no Estado de Pernambuco e estava háapenas três meses no colégio.Segundo testemunhas, a discussão começou na hora do intervalo. A menina,que havia levado uma faca de casa, escondida na meia, acabou desferindo um golpena região da barriga do colega. O jovem foi socorrido pelo helicóptero Águia daPolícia Militar para um hospital da região. O estado de saúde do adolescente éconsiderado estável. A infratora passou a noite em um Distrito Policial e aguardadecisão da Vara da Infância e da Juventude. De acordo com a Secretaria Estadual deEducação, a escola já havia advertido os dois estudantes por conflitos. Foiprogramada para esta semana uma reunião na unidade de ensino para alertar aos paissobre casos de violência e bullying em ambiente escolar.
  • 2. Denúncia de preconceito contra ciganos em escola no DF permanece semsolução24/05/2011Daniella Jinkings e Marcos ChagasRepórteres da Agência BrasilBrasília – A Justiça do Distrito Federal tenta esclarecer um caso que envolve adiretora de uma escola pública e uma criança cigana e que acabou afetando umacomunidade de 150 pessoas na zona rural de Planaltina, a cerca de 40 quilômetrosde Brasília. Registrada em 14 de abril de 2010, a denúncia ficou parada durantemais de um ano na Polícia Civil do Distrito Federal. Na semana passada, o delegadoresponsável enviou as informações colhidas para o Juizado Especial Criminal dePlanaltina, que decidirá se abre processo penal contra a diretora ou arquiva o caso.Na última sexta-feira (20), o juizado encaminhou o inquérito para análise daPromotoria de Justiça de Planaltina, que elaborou parecer e encaminhou odocumento conhecido como termo circunstanciado ao fórum da cidade no mesmodia. Como a vítima é uma criança, hoje com 10 anos de idade, o inquérito correráem segredo de Justiça.No dia 13 de abril de 2010, uma aluna cigana, à época com 9 anos, presenciou adiretora da escola na qual estudava reunir um grupo de crianças, na hora do recreio,e pedir para que elas não se aproximassem dos ciganos acampados na área ao lado.Segundo relato da menina, incluído na ocorrência policial, a diretora afirmou que osciganos “arrancavam olho, cabeça, pernas e braços, cozinhavam e comiam”. Paramostrar quem eram os ciganos, a diretora apontou para Olívia Camargo do Amaral,avó da aluna de 9 anos.