Design Thinking

4,050 views
3,862 views

Published on

A visão do designer como modelo de gestão

Published in: Design, Technology, Business
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,050
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
231
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Design Thinking

  1. 1. Design thinking A visão do designer como modelo de gestão
  2. 2. Atenção !!! Esta apresentação faz parte de minhas aulas e seu conteúdo foi elaborado com base na minha experiência profissional que, em algum momento, pode contradizer o que é explicado na maioria dos livros. Suas informações são limitadas e superficiais, sendo que o conteúdo completo é dano durante a aula. Fique a vontade para utilizá-lo se precisa, mas tome cuidado para não copiar conteúdo incompleto. Odair Cavichioli Júnior http://www.odaircavichioli.com.br
  3. 3. Planejamento estratégico Diretoria decide a estratégia Designers elaboram a comunicação Diretoria e designers decidem a estratégia Designers elaboram a comunicação
  4. 4. Visão do designer <ul><li>Designer vê o mundo por vários ângulos; </li></ul><ul><li>Seu trabalho não é criar serviços, produtos ou marcas; </li></ul><ul><li>Seu trabalho é criar significados para as pessoas. </li></ul><ul><li>Dar ainda mais valor aquilo que já possui um significado especial para cada pessoa. </li></ul>
  5. 5. O que é Design thinking ? <ul><li>Desenvolvido pela Universidade Stanford, Califórnia. </li></ul><ul><li>Metodologia criativa e prática para resolução de problemas usando a visão dos designes: </li></ul><ul><ul><li>Observar o cotidiano das pessoas </li></ul></ul><ul><ul><li>Vivenciar suas experiências </li></ul></ul><ul><ul><li>Criar protótipos (bonecos, mocaps, etc) de soluções </li></ul></ul><ul><ul><li>Sempre trabalhar em equipe </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco na inovação </li></ul></ul><ul><li>Identificamos um aspecto do comportamento humano e convertemos em benefícios para o público alvo, agregando valor ao negócio. </li></ul><ul><li>Resumindo: fazer as coisas usando a visão do público alvo. </li></ul>
  6. 6. Case: Havaianas
  7. 7. Princípios essenciais <ul><li>Todo projeto é uma oportunidade de inovação; </li></ul><ul><li>Os valores devem ser visualizados nos mínimos detalhes; </li></ul><ul><li>Sustentabilidade tem que ser aplicado e não discutido; </li></ul><ul><li>Tudo deve ser especial. </li></ul>
  8. 8. Exemplos
  9. 9. União de dois tipos de pensamento <ul><li>O design thinking deve promover o equilíbrio entre o pensamento analítico e o intuitivo. </li></ul>Pensamento Analítico Pensamento Intuitivo Proposta Provar através de indução de dedução. Conhecer sem razão explicita. Abordagem <ul><li>Exploração do conhecimento existente. </li></ul><ul><li>Confiança nos dados do passado. </li></ul><ul><li>&quot;Repressão da Opinião“. </li></ul><ul><li>Refinamento do que já existe. </li></ul><ul><li>Exploração do conhecimento novo. </li></ul><ul><li>Retira as &quot;algemas&quot; com o passado. </li></ul><ul><li>&quot;Repressão da Análise&quot;. </li></ul>Meta Um resultado consistente. Um resuldado que encontra o objetivo.
  10. 10. O que você vê ?
  11. 11. O que você vê ?
  12. 12. O que você vê ?
  13. 13. O que você vê ?
  14. 14. O que você vê ?
  15. 15. O que você vê ?
  16. 16. O que você vê ?
  17. 17. O que você vê ?
  18. 18. O que você vê ?
  19. 19. O que você vê ?
  20. 20. O que você vê ?
  21. 21. O que você vê ?
  22. 22. Algumas empresas que práticam <ul><li>Apple </li></ul><ul><li>Samsung </li></ul><ul><li>Nokia </li></ul><ul><li>Amazon </li></ul><ul><li>Nike </li></ul><ul><li>Sony </li></ul><ul><li>Natura </li></ul><ul><li>Brastemp </li></ul><ul><li>Faber-Castell </li></ul><ul><li>Havaianas </li></ul><ul><li>Toyota </li></ul>
  23. 23. Adquira repertório <ul><li>Leia livros, revistas e sites especializados; </li></ul><ul><li>Visite museus de design (físicos e virtuais); </li></ul><ul><li>Frequente escolas de design; </li></ul><ul><li>Observe as pessoas no dia-a-dia. </li></ul>
  24. 24. Processo do design thinking <ul><li>Empatia: Coloque-se no lugar dos envolvidos para entender suas realidades. </li></ul><ul><ul><li>Observar e vivenciar o domínio do público alvo </li></ul></ul><ul><ul><li>Delimitar os indivíduos que se relacionam com a questão </li></ul></ul><ul><ul><li>Pesquisar e consultar-se com especialistas no domínio </li></ul></ul><ul><ul><li>Entender expectativas de stakeholders </li></ul></ul><ul><li>Definição: Utilizando feedback da fase de empatia e dados sólidos, a questão agora pode ser formalizada. </li></ul><ul><ul><li>Observar estatísticas do cliente e do mercado </li></ul></ul><ul><ul><li>Definir um vocabulário comum para descrever o domínio, etapas e envolvidos </li></ul></ul><ul><ul><li>Identificar a questão, necessidades e motivações envolvidas </li></ul></ul><ul><ul><li>Definir as métricas de sucesso para uma solução </li></ul></ul><ul><li>Inspiração: Elaboração de idéias que sejam relevantes a questão. </li></ul><ul><ul><li>Gerar o maior número possível de idéias. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suspender julgamentos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Registrar e organizar as idéias. </li></ul></ul><ul><li>Prototipagem: Combinação das idéias em modelos de soluções. </li></ul><ul><ul><li>Combinar, expandir e detalhar idéias. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nível de detalhe das soluções pode variar, desde que o protótipo seja compreensível pelo cliente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Receber feedback de especialistas. </li></ul></ul><ul><li>Objetivação: Revisão analítica dos protótipos e elaboração de uma solução final. </li></ul><ul><li>Feedback: Observação do funcionamento da operação, para aprendizado. </li></ul>
  25. 25. Prototipagem <ul><li>O objetivo é ir além dos pressupostos que bloqueiam soluções eficazes e realmente inovadoras testando as hipóteses. </li></ul><ul><li>Esse processo não visa minimizar riscos ou o potencial de lucratividade, mas identificar os pontos fortes e fracos da hipótese, além da identificação de novos rumos para esse protótipo. </li></ul>
  26. 26. Prototipagem
  27. 27. Prototipagem: caso Bank of America <ul><li>Pesquisa: </li></ul><ul><ul><li>As consumidoras acumulavam trocados em casa e depois os depositavam no banco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Para as mães, poupar é algo emocional (sentimento de garantir o futuro dos filhos); </li></ul></ul><ul><ul><li>O impulso de comprar supera a vontade de poupar. </li></ul></ul><ul><li>Problema: </li></ul><ul><ul><li>Bancos não sabem trabalhar com o conceito de poupar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Conseguir crédito é mais simples que poupar. </li></ul></ul><ul><li>Solução: </li></ul><ul><ul><li>Ao realizar uma compra por meio do cartão, automaticamente as contas são arredondadas para cima e a diferença é automaticamente depositada em uma conta de investimento. </li></ul></ul>
  28. 28. Prototipagem: embalagens sustentáveis <ul><li>Pesquisa: </li></ul><ul><ul><li>Frequentar restaurantes da rede e observar a relação entre os consumidores e as embalagens dos lanches. </li></ul></ul><ul><li>Problema: </li></ul><ul><ul><li>No mundo são consumidos anualmente mais de dois bilhões de hambúrgueres; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estudos mostram que apenas 30% das embalagens do McDonald’s são fabricadas com material reciclado; </li></ul></ul><ul><ul><li>São responsáveis pela emissão anual de dois milhões de toneladas de CO 2 ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os consumidores costumavam rasgar e jogar as sacolas no lixo; </li></ul></ul><ul><ul><li>As embalagens acabam no lixo em menos de cinco minutos de uso. </li></ul></ul><ul><li>Solução </li></ul><ul><ul><li>O design Andrew Millar criou uma solução com embalagens biodegradáveis feitas com papel reciclado; </li></ul></ul><ul><ul><li>A embalagem possui divisórias que mantêm os itens separados; </li></ul></ul><ul><ul><li>É toda produzida em papel reciclado e biodegradável. </li></ul></ul>
  29. 29. Prototipagem: embalagens sustentáveis <ul><li>Fonte: http://leandrinhodesenhista.blogspot.com/2011/04/designer-cria-embalagens-sustentaveis.html </li></ul>
  30. 30. Prototipagem: caso Kibon Edição Especial <ul><li>Pesquisa: </li></ul><ul><ul><li>Pesquisa com 2.800 mulheres (entre 30 e 39 anos); </li></ul></ul><ul><ul><li>93% já sentiram vontade de comer algo para se desligar do mundo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Preferência por doces, como sorvete ou bombom; </li></ul></ul><ul><ul><li>A pesquisa que mostra que o sorvete desperta emoções positivas nas pessoas; </li></ul></ul><ul><ul><li>O chocolate é irresistível para as mulheres. </li></ul></ul><ul><li>Solução </li></ul><ul><ul><li>A marca lança a versão dos bombons em pote de 2L. </li></ul></ul><ul><li>Fonte: http://www.shelflife.com.br/embalagem/kibon-edicao-especial/ </li></ul>
  31. 31. Prototipagem: caso embalagem Puma
  32. 32. O ambiente facilitando a aprendizagem
  33. 33. Referência bibliográfica <ul><li>Existem algumas informações que são encontradas na Wikipédia. Porém, como seu conteúdo pode ser alterado por qualquer pessoa, sua credibilidade é questionável. Só utilize informações da Wikipédia se você já conhece o assunto e concorda com as definições. </li></ul><ul><li>Design Thinking </li></ul><ul><ul><li>Denise Eler </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.slideshare.net/deniseeler/design-thinking-1503919 </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.slideshare.net/deniseeler/calando-o-advogado-do-diabo-nos-negcios </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.slideshare.net/deniseeler/design-and-business </li></ul></ul><ul><li>Design thinking: uma nova abordagem para inovação </li></ul><ul><ul><li>Gustavo de Boer e Luiz Alberto Bonini </li></ul></ul><ul><ul><li>http://biblioteca.terraforum.com.br/Paginas/designthinking.aspx </li></ul></ul><ul><li>Design Thinking - Uma Metodologia Poderosa Para </li></ul><ul><ul><li>Tim Brown </li></ul></ul><ul><ul><li>Editora Campus </li></ul></ul><ul><ul><li>2010 </li></ul></ul>
  34. 34. Design thinking A visão do designer como modelo de gestão Odair Cavichioli Júnior www.odaircavichioli.com.br

×