Your SlideShare is downloading. ×
Palestra Eleições 2.0
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Palestra Eleições 2.0

459

Published on

Palestra ministrada por Diogo Banzer na Câmara Municipal 2010

Palestra ministrada por Diogo Banzer na Câmara Municipal 2010

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
459
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Eleições 2.0
  • 2. O CURSO
  • 3.
    • Duração: 04 horas
    Conteúdo:
    Campanhas Políticas On-line
  • 11. A INTERNET
  • 12. VOCÊ SABIA
    ?
  • 13. NÚMEROS DA INTERNET
    Existemcerca de 1,5 Bilhões de usuários no MUNDO
    Existemcerca de 50 Milhões de usuários no BRASIL
  • 14. NÚMEROS DA INTERNET
  • 15. AMBIENTES DIGITAIS
    Softwares
    Websites
    Intranet
    Web 2.0
    Softwares
    Websites
    Intranet
    Web 2.0
  • 16. Inversão do Vetor Marketing
    • Massa: Generalidade
    • 17. Segmentação: Especificidade
    • 18. Digitalização: Sincronicidade
    Nãobastasegmentar, porque as pessoasnãosão, as pessoasestão.
    É necessárioestaremsincronicidade com elas.
  • 19. The Cluetrain Manifesto - 1999
    •  A Internet muda tudo.
    • 20. Mercados começaram como conversas.
    • 21. A Internet subverte hierarquias. 
    • 22. Mercados online SÃO MUITO DIFERENTES dos mercados de massa. 
    • 23. Empresas precisam adquirir senso de humor. 
    • 24. Senso de humor envolve:
    HUMILDADE, HONESTIDADE, VALORES e um PONTO DE VISTA. 
    • As empresas estão com medo.
    • 25. O medo mantém as empresas distantes de seus consumidores. 
    • 26. A Internet força as empresas a adquirir intimidade com o consumidor.
  • A Nova Cultura
  • 27. vilfredopareto
    80%
    Riquesa
    1897
    LEI DE PARETO
    PRINCÍPIO DO 80 - 20
    (1848 — 1923) Político, Sociólogo Economista Italiano.
    20%
    População
  • 28. acaudalonga
    2006
    =
    +
    2002
  • 29. acaudalonga
    80%
    Receita
    HITS
    aindanãoalcançaram
    Seumercado Bens quepotencial
    Novos bens, possibilitadospela
    Nova distribuição e novosmercados
    20%
    NICHOS
    Produtos
  • 30. A Era dos Buscadores
  • 31. Marketing
    Digital
    “Atividade humana dirigida para a satisfação de necessidades e desejos por meio dos processos de trocas” (Kotler)
    e-books, MP3, e-learning, etc…
    O queSatisfaz a Necessidadeou o Desejo
    Porquanto?
    Pagseguro, paypal, linden dollars, etc…
    Onde?
    on-line (internet banking, e-commerce, etc)…
    Como é divulgado?
    Orkut, Twitter, MSN, Blog, Website, etc…
    Mensuração
    Qual a vantagem?
    Controle
    Troca
  • 35. O Produto
    As 7 coisas invioláveis, irrefutáveis na Era da Internet:
  • 42. A Promoção
  • O WEBSITE
  • 66. ArquiteturadaInformação
    Desde a pré-história o homemsempreorganizouinformações
    parafacilitar o entendimento do mundo
    Dessedesejo / necessidade de organizar o mundo,
    surgiu a ArquiteturadaInformações
  • 67. ArquiteturadaInformação
    O termoArquiteturadaInformaçãofoicriadopelo
    arquiteto Saul Wurman, em 1976. O conceitocriado
    porWurmantinharelação com a organizaçãodagrandequantidade de informaçãocriadapelohomematravés de mapas e organização de conteúdo.
    O ArquitetodaInformaçãoorganiza o conteúdodentro do ambiente digital, criandoestruturasinformacionais e planejacaminhos de navegaçãodentrodessesambientes: websites, intranets e softwares.
    Nosanos 90 a arquiteturadainformaçãocomeça
    a ser utilizadaem Websites.
    O “Livro do Urso Polar” (Information Architecture for de World Wide Web, 1998) estánasuaterceiraediçãosendoconsiderado a bíblia dos arquitetosdainformações.
  • 68. Sitemaps
  • 69. Wireframe
  • 70. Webwriting
    “Webwriting é o conjunto de técnicasqueauxiliamnadistribuição de conteúdo informativo emambientesdigitais” (Bruno Rodrigues)
    CRIAR CONTEÚDO PARA WEB É PENSAR EM…
  • 71. O ConteúdoVenceu
    conteúdo
    texto
    tecnologia
    design
    usuário
  • 72. Poynter Institute – Eyetrack Recorder
    • Olhosfixam-se no
    canto superior esquerdo
    • Olhosfazem um
    movimentodaesquerda
    para a direita
    • Sódepois de observar
    o topodapáginaos
    olhosexploram o
    conteúdoabaixo
  • 73. ZonasdaTela com MaiorPrioridade
    • Navegação é maisvisívelquandoestá no topo e nãona lateral
    • 74. Tipo de letramenor o usuáriopassamais tempo lendo
    • 75. Tipo de letramaior o usuáriolêna diagonal: nãolê com olhos de ler
    • 76. Parágrafocurtoapresentamelhorresultado
    • 77. Parágrafolongodesencoraja o leitor
  • e-mail
    marketing
  • 78. CORREIO
    MALA DIRETA
    INTERNET
    E-MAIL
    E-MAIL
    MARKETING
    • Envio em massa de
    e-mails não solicitados!
    • 630.000 vírus conhecidos
    • 79. Taxa de retorno
    do spam é de 0,005%
    equivale a 50 em 1 milhão
    • Anexo e-mail
    • 80. Programa malicioso
    queinfecta o sistema
  • 81. Mailing
    Lista de endereços de e-mail
    • Quando enviar?
    • 85. Página de Cadastro
    • 86. Indique Amigos
    • 87. Integração Estratégica
    • 88. Ação Promocional
    “é melhor ter uma lista com mil emails de pessoas pertencentes ao seu público-alvo do que cem mil dos quais você não sabe nada” (Cláudio Torres)
    • Não compartilhe
  • Boas Práticas no
    E-mail Marketing
    AssociaçãoBrasileira de Marketing Direto
    Relacionamento
    • Arquivos Anexos
    • 94. Executáveis
    • Pesquisa Satisfação
    • 95. Segmentação
    • 96. Mensuração
    Vantagens
    • Informativo
    • 97. Taxa Retorno
    04% a 05%
    Limitações
  • 100. REDES SOCIAIS
  • 101. TIPOS DE PLATAFORMA
    • ƒ Wikis – ex: wikipedia
    • 102. ƒ Social Networks – ex: Orkut, Facebook, MySpace
    • 103. ƒ Presence Applications (micro blogs) – ex:Twitter
    • 104. ƒ VideoSharing – ex: YouTube
    • 105. ƒ Virtual Reality – ex: SecondLife
    • 106. ƒ NewsAggregation – ex: Digg, Reddit
    • 107. ƒ PhotoSharing – ex: Flickr, Zoomr, Picasa
    • 108. ƒ Livecasting – ex: justin.tv
    • 109. ƒ MusicSharing –ex: last.fm, pocketfuzz
    • 110. ƒ Social Bookmarking –ex: del.icio.us, ma.gnolia.com, blinklist
    ƒ
  • 111. RedesSociais no Brasil
    • 70 milhões de internautas;
    • 112. Média de 32 horas semanais de online por usuário
    (3x mais do que assistindo TV);
    • 73% dos internautas lêem blogs;
    • 113. 17% dos internautas criam/atualizam blogs e websites;
    • 114. A internet se tornou o terceiro veículo de maior alcance no Brasil;
    • 115. No Brasil, atrás apenas de rádio e TV.
    • 116. 87% dos internautas utilizam a rede para pesquisar produtos/serviços.
    • 117. Antes de comprar, 90% dos consumidores ouvem
    sugestões de pessoas conhecidas
    • 70% confiam em opiniões expressas online.
    • 118. 80% participam de redes sociais;
    • 119. 86% utilizam Orkut;
    • 120. 90% utilizam sistemas de busca;
    • 121. 49% assistem e 15% fazem uploadsde vídeos no YouTube;
    • 122. 43% ouvem rádios online (como last.FM,Blip.FM e MySpace);
    • 123. 9 milhões de perfis em língua portuguesa no Twitter;
  • Agência Click
    Video com radar do perfil dos brasileiros nas Redes Sociais, jan/2010
    video
  • 124.
  • 125. Cloud Computing
    Ferramentas Open Source
  • 126. twitter
  • 127.
  • 128.
  • 129.
  • 130.
  • 131.
  • 132.
  • 133. Ferramentas
    Migre.me – http://migre.me
    TwitPic – http://twitpic.com
    TwitCam – http://twitcam.com
    TwitDoc – http://www.twitdoc.com
    TwitterGrader – http://twitter.grader.com
    TwitChuck – http://twitchuck.com
    Favstar – http://www.favstar.fm
  • 134. Ferramentas
    Twibbon – http://twibbon.com/
    Twitlogo – http://www.twitlogo.com
    TwitterLocal – http://www.twitmapr.com
    HootSuite – http://www.hootsuite.com
    TweetDeck – http://www.tweetdeck.com
    Scup – http://ww.scup.com.br
  • 135. Dicas:
    Palavras de Ouro
    Gentileza
    Relevância
    Dar antes de receber
    Objetivo
    Estratégia
    Relacionamento
    Bomsenso
    Ouvir
    Respeito
    Ética
    Educação
  • 136. Mobile Marketing
  • 137. SMS é a forma mais antiga, comum e fácil de conquistar pessoas pelos celulares. Segundo dados da Anatel, 82,5 milhões de usuários de celular comunicam-se por mensagens de texto (dados de 2008).
    Torpedo de Voz o consumidor recebe uma ligação normal, mas, do outro lado da linha, não há ninguém, apenas uma mensagem gravada. O torpedo de voz, como é conhecida essa chamada, representa ótima oportunidade de relacionamento.
    Bluetooth é uma tecnologia que permite posicionar dispositivos inteligentes em uma determinada área e enviar conteúdo para os celulares das pessoas que passam pelo local. O alcance das mensagens é limitado, mas as empresas podem colocar o dispositivo em um lugar predeterminado ou nas mãos de promotores em áreas de bastante movimento.
  • 138. Mobile Site é um website desenvolvido para adaptar-se a plataforma de telefones celulares. Do total de celulares existentes no mercado, 6% acessam a internet — ou cerca de 10 milhões de usuários —, de acordo com dados da Mobile Marketing Association.
    QR Code (ou Código de Barras em 2D), é uma matriz ou código de barras bi-dimensional, onde o atraves de um aplicativo de decodificacao e possivel visualizar uma mensagem de texto, enviar mensagem SMS ou ser redirecionado a um link pre determinado.
    Aplicativos para celular tornaram-se uma febre depois do lançamento do iPhone. O total de downloads da loja da Apple já ultrapassa 2 bilhões e fez com que outros fabricantes também apostassem no recurso. Os downloads da loja da Nokia chegam a 1 milhão por dia, segundo informações da própria empresa.
  • 139.
  • 140. Resumindo
    • Obama utilizou menos de 2% de seu budget total para ações online. Enquanto a campanha de McCain utilizou a nternet somente como mais um meio de divulgar sua campanha, Obama focou na natureza viral e democrática da web.
    • 141. A internet foi responsável por 87% de toda a arrecadação da campanha de Obama. Apenas em setembro foram mais de U$ 100 milhões. 93% dos doadores contribuíram com menos de US$ 100
  • Estratégia
    Se for melhor em vídeo, será em vídeo
    Se for melhor em áudio, será em áudio
    Se for melhor em foto, será em foto
    Se for melhor em texto, será em texto
  • 142. http://www.bovap.com.br
    http://www.dcomercio.com.br/muco
  • 143. Planejamento e estratégias
    Gestão, Assessoria e Suporte
    Mídia
  • 144. OBRIGADO!
  • 145. 67 9295-5224
    diogo@yid.com.br
    diogobanzer@hotmail.com
    @banzer

×