Eleições 2.0<br />
O CURSO<br />
<ul><li>Duração: 04 horas</li></ul>Conteúdo:<br /><ul><li> Internet
 Website
 E-mail Marketing
RedesSociais
 Twitter
 Mobile Marketing
 Case Barack Obama
Estratégias</li></ul>Campanhas Políticas On-line<br />
A INTERNET<br />
VOCÊ SABIA<br />?<br />
NÚMEROS DA INTERNET<br />Existemcerca de 1,5 Bilhões de usuários no MUNDO <br />Existemcerca de 50 Milhões de usuários no ...
NÚMEROS DA INTERNET<br />
AMBIENTES DIGITAIS<br />Softwares<br />Websites<br />Intranet<br />Web 2.0<br />Softwares<br />Websites<br />Intranet<br /...
Inversão do Vetor Marketing<br /><ul><li> Massa: Generalidade
Segmentação: Especificidade
Digitalização: Sincronicidade</li></ul>Nãobastasegmentar, porque as pessoasnãosão, as pessoasestão.<br />É necessárioestar...
The Cluetrain Manifesto - 1999<br /><ul><li> A Internet muda tudo.
 Mercados começaram como conversas.
 A Internet subverte hierarquias. 
 Mercados online SÃO MUITO DIFERENTES dos mercados de massa. 
 Empresas precisam adquirir senso de humor. 
Senso de humor envolve:</li></ul>          HUMILDADE, HONESTIDADE, VALORES e um PONTO DE VISTA. <br /><ul><li> As empresas...
 O medo mantém as empresas distantes de seus consumidores. 
 A Internet força as empresas a adquirir intimidade com o consumidor.</li></li></ul><li>A Nova Cultura<br />
vilfredopareto<br />80%<br />Riquesa<br />1897<br />LEI DE PARETO<br />PRINCÍPIO DO 80 - 20 <br />(1848 —  1923) Político,...
acaudalonga<br />2006<br />=<br />+<br />2002<br />
acaudalonga<br />80%<br />Receita<br />HITS<br />aindanãoalcançaram<br />Seumercado Bens quepotencial<br />Novos bens, pos...
A Era dos Buscadores<br />
Marketing<br />Digital<br />“Atividade humana dirigida para a satisfação de necessidades e desejos por meio dos processos ...
 PREÇO
 PRAÇA
 PROMOÇÃO</li></ul>e-books, MP3, e-learning, etc… <br />O queSatisfaz a Necessidadeou o Desejo<br />Porquanto?<br />Pagseg...
O Produto<br /><ul><li>Seja o Primeiro
 Continue emMovimento
UmavozAutêntica
Fale a Verdade
ConstruaumaComunidade
Ceda o Controle
AcrediteNovamente</li></ul>As 7 coisas invioláveis, irrefutáveis na Era da Internet:<br />
A Promoção<br /><ul><li>RedesSociais
Orkut, Myspace, Facebook, etc
SlideShare, YouTube, Delicius
Flickr, Picasa, etc
 RSS Feeds
 etc …
Presença On-line
 Site e Blog
E-mail
RealidadesMistas
Busca
Realidade Virtual: Second Life
RealidadeAumentada
 SEM & SEO
 Mobile
AdverGames
 Mobile Tagging / QRcodes
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Palestra Eleições 2.0

469

Published on

Palestra ministrada por Diogo Banzer na Câmara Municipal 2010

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
469
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra Eleições 2.0

  1. 1. Eleições 2.0<br />
  2. 2. O CURSO<br />
  3. 3. <ul><li>Duração: 04 horas</li></ul>Conteúdo:<br /><ul><li> Internet
  4. 4. Website
  5. 5. E-mail Marketing
  6. 6. RedesSociais
  7. 7. Twitter
  8. 8. Mobile Marketing
  9. 9. Case Barack Obama
  10. 10. Estratégias</li></ul>Campanhas Políticas On-line<br />
  11. 11. A INTERNET<br />
  12. 12. VOCÊ SABIA<br />?<br />
  13. 13. NÚMEROS DA INTERNET<br />Existemcerca de 1,5 Bilhões de usuários no MUNDO <br />Existemcerca de 50 Milhões de usuários no BRASIL <br />
  14. 14. NÚMEROS DA INTERNET<br />
  15. 15. AMBIENTES DIGITAIS<br />Softwares<br />Websites<br />Intranet<br />Web 2.0<br />Softwares<br />Websites<br />Intranet<br />Web 2.0<br />
  16. 16. Inversão do Vetor Marketing<br /><ul><li> Massa: Generalidade
  17. 17. Segmentação: Especificidade
  18. 18. Digitalização: Sincronicidade</li></ul>Nãobastasegmentar, porque as pessoasnãosão, as pessoasestão.<br />É necessárioestaremsincronicidade com elas.<br />
  19. 19. The Cluetrain Manifesto - 1999<br /><ul><li> A Internet muda tudo.
  20. 20. Mercados começaram como conversas.
  21. 21. A Internet subverte hierarquias. 
  22. 22. Mercados online SÃO MUITO DIFERENTES dos mercados de massa. 
  23. 23. Empresas precisam adquirir senso de humor. 
  24. 24. Senso de humor envolve:</li></ul> HUMILDADE, HONESTIDADE, VALORES e um PONTO DE VISTA. <br /><ul><li> As empresas estão com medo.
  25. 25. O medo mantém as empresas distantes de seus consumidores. 
  26. 26. A Internet força as empresas a adquirir intimidade com o consumidor.</li></li></ul><li>A Nova Cultura<br />
  27. 27. vilfredopareto<br />80%<br />Riquesa<br />1897<br />LEI DE PARETO<br />PRINCÍPIO DO 80 - 20 <br />(1848 — 1923) Político, Sociólogo Economista Italiano.<br />20%<br />População<br />
  28. 28. acaudalonga<br />2006<br />=<br />+<br />2002<br />
  29. 29. acaudalonga<br />80%<br />Receita<br />HITS<br />aindanãoalcançaram<br />Seumercado Bens quepotencial<br />Novos bens, possibilitadospela<br />Nova distribuição e novosmercados<br />20%<br />NICHOS<br />Produtos<br />
  30. 30. A Era dos Buscadores<br />
  31. 31. Marketing<br />Digital<br />“Atividade humana dirigida para a satisfação de necessidades e desejos por meio dos processos de trocas” (Kotler)<br /><ul><li> PRODUTO
  32. 32. PREÇO
  33. 33. PRAÇA
  34. 34. PROMOÇÃO</li></ul>e-books, MP3, e-learning, etc… <br />O queSatisfaz a Necessidadeou o Desejo<br />Porquanto?<br />Pagseguro, paypal, linden dollars, etc… <br />Onde?<br />on-line (internet banking, e-commerce, etc)… <br />Como é divulgado?<br />Orkut, Twitter, MSN, Blog, Website, etc… <br />Mensuração <br />Qual a vantagem? <br />Controle <br />Troca <br />
  35. 35. O Produto<br /><ul><li>Seja o Primeiro
  36. 36. Continue emMovimento
  37. 37. UmavozAutêntica
  38. 38. Fale a Verdade
  39. 39. ConstruaumaComunidade
  40. 40. Ceda o Controle
  41. 41. AcrediteNovamente</li></ul>As 7 coisas invioláveis, irrefutáveis na Era da Internet:<br />
  42. 42. A Promoção<br /><ul><li>RedesSociais
  43. 43. Orkut, Myspace, Facebook, etc
  44. 44. SlideShare, YouTube, Delicius
  45. 45. Flickr, Picasa, etc
  46. 46. RSS Feeds
  47. 47. etc …
  48. 48. Presença On-line
  49. 49. Site e Blog
  50. 50. E-mail
  51. 51. RealidadesMistas
  52. 52. Busca
  53. 53. Realidade Virtual: Second Life
  54. 54. RealidadeAumentada
  55. 55. SEM & SEO
  56. 56. Mobile
  57. 57. AdverGames
  58. 58. Mobile Tagging / QRcodes
  59. 59. Bluetooth
  60. 60. GPS
  61. 61. SMS / MMS
  62. 62. Hotsites
  63. 63. TecnologiasEmergentes
  64. 64. Interfaces Voz v-commerce
  65. 65. Web TV (ex: Justin.TV)</li></li></ul><li>O WEBSITE<br />
  66. 66. ArquiteturadaInformação<br />Desde a pré-história o homemsempreorganizouinformações<br />parafacilitar o entendimento do mundo<br />Dessedesejo / necessidade de organizar o mundo,<br />surgiu a ArquiteturadaInformações<br />
  67. 67. ArquiteturadaInformação<br />O termoArquiteturadaInformaçãofoicriadopelo<br />arquiteto Saul Wurman, em 1976. O conceitocriado<br />porWurmantinharelação com a organizaçãodagrandequantidade de informaçãocriadapelohomematravés de mapas e organização de conteúdo.<br />O ArquitetodaInformaçãoorganiza o conteúdodentro do ambiente digital, criandoestruturasinformacionais e planejacaminhos de navegaçãodentrodessesambientes: websites, intranets e softwares. <br />Nosanos 90 a arquiteturadainformaçãocomeça<br />a ser utilizadaem Websites.<br />O “Livro do Urso Polar” (Information Architecture for de World Wide Web, 1998) estánasuaterceiraediçãosendoconsiderado a bíblia dos arquitetosdainformações. <br />
  68. 68. Sitemaps<br />
  69. 69. Wireframe<br />
  70. 70. Webwriting<br />“Webwriting é o conjunto de técnicasqueauxiliamnadistribuição de conteúdo informativo emambientesdigitais” (Bruno Rodrigues)<br />CRIAR CONTEÚDO PARA WEB É PENSAR EM…<br />
  71. 71. O ConteúdoVenceu<br />conteúdo<br />texto<br />tecnologia<br />design<br />usuário<br />
  72. 72. Poynter Institute – Eyetrack Recorder<br /><ul><li>Olhosfixam-se no</li></ul>canto superior esquerdo<br /><ul><li>Olhosfazem um </li></ul>movimentodaesquerda<br />para a direita<br /><ul><li>Sódepois de observar</li></ul>o topodapáginaos<br />olhosexploram o <br />conteúdoabaixo<br />
  73. 73. ZonasdaTela com MaiorPrioridade<br /><ul><li>Navegação é maisvisívelquandoestá no topo e nãona lateral
  74. 74. Tipo de letramenor o usuáriopassamais tempo lendo
  75. 75. Tipo de letramaior o usuáriolêna diagonal: nãolê com olhos de ler
  76. 76. Parágrafocurtoapresentamelhorresultado
  77. 77. Parágrafolongodesencoraja o leitor</li></li></ul><li>e-mail<br />marketing<br />
  78. 78. CORREIO<br />MALA DIRETA<br />INTERNET<br />E-MAIL<br />E-MAIL<br /> MARKETING<br /><ul><li> Envio em massa de </li></ul>e-mails não solicitados!<br /><ul><li> 630.000 vírus conhecidos
  79. 79. Taxa de retorno</li></ul>do spam é de 0,005%<br />equivale a 50 em 1 milhão<br /><ul><li> Anexo e-mail
  80. 80. Programa malicioso</li></ul>queinfecta o sistema<br />
  81. 81. Mailing<br /><ul><li> De onde vem?
  82. 82. Público Certo
  83. 83. Estrutura da MSG
  84. 84. Conteúdo</li></ul>Lista de endereços de e-mail<br /><ul><li> Quando enviar?
  85. 85. Página de Cadastro
  86. 86. Indique Amigos
  87. 87. Integração Estratégica
  88. 88. Ação Promocional</li></ul>“é melhor ter uma lista com mil emails de pessoas pertencentes ao seu público-alvo do que cem mil dos quais você não sabe nada” (Cláudio Torres)<br /><ul><li> Não compartilhe </li></li></ul><li>Boas Práticas no <br />E-mail Marketing<br /><ul><li> Ética
  89. 89. Registro (Opt-in)
  90. 90. Relevância</li></ul>AssociaçãoBrasileira de Marketing Direto<br /><ul><li> Remoção (Opt-out)
  91. 91. Frequência
  92. 92. Cadastro
  93. 93. Política de</li></ul>Relacionamento<br /><ul><li> Arquivos Anexos
  94. 94. Executáveis</li></li></ul><li><ul><li> Pesquisa Satisfação
  95. 95. Segmentação
  96. 96. Mensuração</li></ul>Vantagens<br /><ul><li> Informativo
  97. 97. Taxa Retorno</li></ul>04% a 05%<br /><ul><li> Promoção
  98. 98. Interatividade
  99. 99. Lançamentos</li></ul>Limitações<br />
  100. 100. REDES SOCIAIS<br />
  101. 101. TIPOS DE PLATAFORMA<br /><ul><li>ƒ Wikis – ex: wikipedia
  102. 102. ƒ Social Networks – ex: Orkut, Facebook, MySpace
  103. 103. ƒ Presence Applications (micro blogs) – ex:Twitter
  104. 104. ƒ VideoSharing – ex: YouTube
  105. 105. ƒ Virtual Reality – ex: SecondLife
  106. 106. ƒ NewsAggregation – ex: Digg, Reddit
  107. 107. ƒ PhotoSharing – ex: Flickr, Zoomr, Picasa
  108. 108. ƒ Livecasting – ex: justin.tv
  109. 109. ƒ MusicSharing –ex: last.fm, pocketfuzz
  110. 110. ƒ Social Bookmarking –ex: del.icio.us, ma.gnolia.com, blinklist</li></ul>ƒ<br />
  111. 111. RedesSociais no Brasil<br /><ul><li> 70 milhões de internautas;
  112. 112. Média de 32 horas semanais de online por usuário </li></ul> (3x mais do que assistindo TV);<br /><ul><li> 73% dos internautas lêem blogs;
  113. 113. 17% dos internautas criam/atualizam blogs e websites;
  114. 114. A internet se tornou o terceiro veículo de maior alcance no Brasil;
  115. 115. No Brasil, atrás apenas de rádio e TV.
  116. 116. 87% dos internautas utilizam a rede para pesquisar produtos/serviços.
  117. 117. Antes de comprar, 90% dos consumidores ouvem </li></ul> sugestões de pessoas conhecidas<br /><ul><li> 70% confiam em opiniões expressas online.
  118. 118. 80% participam de redes sociais;
  119. 119. 86% utilizam Orkut;
  120. 120. 90% utilizam sistemas de busca;
  121. 121. 49% assistem e 15% fazem uploadsde vídeos no YouTube;
  122. 122. 43% ouvem rádios online (como last.FM,Blip.FM e MySpace);
  123. 123. 9 milhões de perfis em língua portuguesa no Twitter;</li></li></ul><li>Agência Click<br />Video com radar do perfil dos brasileiros nas Redes Sociais, jan/2010<br />video<br />
  124. 124.
  125. 125. Cloud Computing<br />Ferramentas Open Source<br />
  126. 126. twitter<br />
  127. 127.
  128. 128.
  129. 129.
  130. 130.
  131. 131.
  132. 132.
  133. 133. Ferramentas<br />Migre.me – http://migre.me<br />TwitPic – http://twitpic.com<br />TwitCam – http://twitcam.com<br />TwitDoc – http://www.twitdoc.com<br />TwitterGrader – http://twitter.grader.com<br />TwitChuck – http://twitchuck.com<br />Favstar – http://www.favstar.fm<br />
  134. 134. Ferramentas<br />Twibbon – http://twibbon.com/<br />Twitlogo – http://www.twitlogo.com<br />TwitterLocal – http://www.twitmapr.com<br />HootSuite – http://www.hootsuite.com<br />TweetDeck – http://www.tweetdeck.com<br />Scup – http://ww.scup.com.br<br />
  135. 135. Dicas:<br />Palavras de Ouro<br />Gentileza<br />Relevância<br />Dar antes de receber<br />Objetivo<br />Estratégia<br />Relacionamento<br />Bomsenso<br />Ouvir<br />Respeito<br />Ética<br />Educação<br />
  136. 136. Mobile Marketing<br />
  137. 137. SMS é a forma mais antiga, comum e fácil de conquistar pessoas pelos celulares. Segundo dados da Anatel, 82,5 milhões de usuários de celular comunicam-se por mensagens de texto (dados de 2008). <br />Torpedo de Voz o consumidor recebe uma ligação normal, mas, do outro lado da linha, não há ninguém, apenas uma mensagem gravada. O torpedo de voz, como é conhecida essa chamada, representa ótima oportunidade de relacionamento. <br />Bluetooth é uma tecnologia que permite posicionar dispositivos inteligentes em uma determinada área e enviar conteúdo para os celulares das pessoas que passam pelo local. O alcance das mensagens é limitado, mas as empresas podem colocar o dispositivo em um lugar predeterminado ou nas mãos de promotores em áreas de bastante movimento.<br />
  138. 138. Mobile Site é um website desenvolvido para adaptar-se a plataforma de telefones celulares. Do total de celulares existentes no mercado, 6% acessam a internet — ou cerca de 10 milhões de usuários —, de acordo com dados da Mobile Marketing Association.<br />QR Code (ou Código de Barras em 2D), é uma matriz ou código de barras bi-dimensional, onde o atraves de um aplicativo de decodificacao e possivel visualizar uma mensagem de texto, enviar mensagem SMS ou ser redirecionado a um link pre determinado.<br />Aplicativos para celular tornaram-se uma febre depois do lançamento do iPhone. O total de downloads da loja da Apple já ultrapassa 2 bilhões e fez com que outros fabricantes também apostassem no recurso. Os downloads da loja da Nokia chegam a 1 milhão por dia, segundo informações da própria empresa. <br />
  139. 139.
  140. 140. Resumindo<br /><ul><li>Obama utilizou menos de 2% de seu budget total para ações online. Enquanto a campanha de McCain utilizou a nternet somente como mais um meio de divulgar sua campanha, Obama focou na natureza viral e democrática da web.
  141. 141. A internet foi responsável por 87% de toda a arrecadação da campanha de Obama. Apenas em setembro foram mais de U$ 100 milhões. 93% dos doadores contribuíram com menos de US$ 100 </li></li></ul><li>Estratégia<br />Se for melhor em vídeo, será em vídeo <br />Se for melhor em áudio, será em áudio<br />Se for melhor em foto, será em foto<br />Se for melhor em texto, será em texto<br />
  142. 142. http://www.bovap.com.br<br />http://www.dcomercio.com.br/muco<br />
  143. 143. Planejamento e estratégias<br />Gestão, Assessoria e Suporte<br />Mídia<br />
  144. 144. OBRIGADO!<br />
  145. 145. 67 9295-5224<br />diogo@yid.com.br<br />diogobanzer@hotmail.com<br />@banzer<br />
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×