Your SlideShare is downloading. ×
A Revolução  de 25 de abril de 1974
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

A Revolução de 25 de abril de 1974

6,712

Published on

A Revolução de 25 de Abril de 1974

A Revolução de 25 de Abril de 1974

Published in: Travel, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
6,712
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
71
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. As razões que levaram ao 25 de Abril.
    • Quando Salazar já estava Idoso e doente em 1968 foi nomeado chefe o Prof. Marcelo Caetano. O seu Governo transformou-se rapidamente num governo de continuação do Salazarismo, mantendo-se :
    • A censura e a falta de Liberdade;
    • A Guerra colonial;
    • A Proibição do aparecimento de novos partidos políticos;
    • As condições de vida difícil que levaram à emigração de muitos Portugueses.
  • 3. Como foi criado o (M.F.A).
    • A M.F.A foi criada por um grupo de jovens militares que começou a preparar um Golpe Militar.
    • Foi no maior dos segredos que os Militares do M.F.A fizeram reuniões, estabeleceram contactos, prepararam documentos e estudaram estratégias.
    • Para saber +:
    • A primeira reunião deu-se em 1973, no monte do Sobral, em Évora. Seguindo-se por várias partes do País.
  • 4. A Revolução do 25 de Abril.
    • No dia 25 de Abril de 1974 o Movimento das forças Armadas(M.F.A)desencadeou uma “operação militar” que, pela força armada , acabou com a ditadura do estado novo e instaurou um Regime Democrático.
    • O Aviso para o começo da revolução foi transmitido através da rádio.
    • Os militares saíram de vários pontos do País em direcção a Lisboa.
  • 5.
    • Doc.2-O Inicio das operações militares
    • No dia 25 de Abril de 1974 ás zero horas e vinte minutos. Portugal entra na “contagem decrescente” para o início da queda do regime fascista. Forças militares em vários pontos do País aguardam a palavra de ordem para o desencadear das operações.
    • O sinal combinado(senha) chegou pela canção de Zeca Afonso, “ Grândola, vila morena ”, transmitida no programa “ Limite ”, difundido pela Rádio Renascença .
    • Entre as 00:30 e as 3 horas regista-se o eclodir das primeiras operações militares, decisivas para o êxito final do golpe levado a cabo pela M.F.A( …).
    • Ás 3 horas vários pontos vitais da Capital são Ocupados simultaneamente: Rádio Clube Português , Comando da Região Militar de Lisboa, Emissora Nacional e Rádio Marconi.
  • 6.
    • Perante esta situação, o Primeiro Ministro Marcello Caetano em conjunto com os outros ministros refugiaram-se, no Quartel-General da GNR, situado no largo do Carmo, em Lisboa.
    • Entretanto, já a população estava na rua a acompanhar e a apoiar a movimentação dos militares.
    • As tropas, comandadas pelo Capitão Salgueiro Maia, sempre com o apoio da População, cercaram o Quartel do Carmo e o Governo acabou por se render , depois de algumas negociações.
    • Mais tarde, Marcelo Caetano e Américo Tomás foram exilados para o Brasil.
    Povo em Revolução
  • 7. Imagens
  • 8. Anexos: .
  • 9. Trabalho Realizado por:
    • Ana Dias nº1
    • Cristiana Teixeira nº6
    • Vânia Nunes nº23
    • Bibliografia: Manual da disciplina de H.G.P.
    • 6ºE

×