0
NAV-2   Aula 5.4
Objetivo: Descrever o serviço de Busca e Salvamento Marítimo do Brasil.
SUMÁRIO 1. HISTÓRICO 2. ORGANIZAÇÃO GERAL 3. ÁREAS DE RESPONSABILIDADE 4. DEFINIÇÕES BÁSICAS E FUNCIONAMENTO Referências: ...
1. HISTÓRICO - 1958 - Convenção sobre o Alto-mar: “Todos os Estados ribeirinhos estimularão a criação e manutenção de um S...
HISTÓRICO... - 1979:  Organização Marítima Internacional (IMO) convocou uma conferência para tratar de matéria, quando foi...
2- ORGANIZAÇÃO GERAL ATIVIDADES DE BUSCA E SALVAMENTO (SAR): SALVAMAR BRASIL => integra a estrutura orgânica do Comando de...
ORGANIZAÇÃO GERAL...
ORGANIZAÇÃO GERAL... Hospitais Navais Distritais  - orientação médica a navios no mar. COMCONTRAM  - informações sobre Trá...
 
ÁREAS DE BUSCA E SALVAMENTO SOB RESPONSABILIDADE DO BRASIL Salvamar  sueste Salvamar  Nordeste Salvamar  sul Salvamar  Les...
ÁREAS DE RESPONSABILIDADE... <ul><ul><ul><li>Foram ativados, em caráter permanente, os Centros de Coordenação SAR dos Com6...
4- DEFINIÇÕES BÁSICAS <ul><li>1) INCIDENTE SAR </li></ul><ul><li>qualquer situação anormal relacionada com a segurança de ...
DEFINIÇÕES BÁSICAS... O incidente SAR, normalmente, envolve uma das seguintes situações: (a) salvamento de navios; (b) sal...
Um incidente SAR que envolva uma embarcação é considerado IMINENTE ou REAL quando uma das seguintes condições estiver conf...
Ao tomar conhecimento de um incidente SAR, o Centro de Coordenação de Salvamento poderá acionar um ou mais dos seguintes m...
–  embarcações de pesca; –  embarcações de socorro dos Clubes Náuticos; –  aeronaves do SALVAERO; e –  helicópteros da Mar...
=> a prestação de auxílio no mar é uma  obrigação legal .  Qualquer pessoa que tomar conhecimento de um incidente SAR ou d...
O Comandante de uma embarcação que estiver nas proximidades, ou que for acionado pelo SALVAMAR, deverá adotar o seguinte p...
DEFINIÇÕES BÁSICAS <ul><li>1) SOCORRO MARÍTIMO </li></ul><ul><li>serviço gratuito,   </li></ul><ul><li>urgência,  </li></u...
DEFINIÇÕES BÁSICAS... <ul><li>2) SALVAMENTO MARÍTIMO </li></ul><ul><li>serviço executado </li></ul><ul><li>urgência </li><...
BUSCA E SALVAMENTO NO MAR <ul><li>incidente SAR informado por qualquer pessoa ou entidade  </li></ul><ul><li>Qualquer meio...
BUSCA E SALVAMENTO NO MAR <ul><li>Dados necess ários : </li></ul><ul><li>Nome e indicativo de chamada da embarcação ou aer...
 
SUMÁRIO 1. HISTÓRICO 2. ORGANIZAÇÃO GERAL 3. ÁREAS DE RESPONSABILIDADE 4. DEFINIÇÕES BÁSICAS E FUNCIONAMENTO Referências: ...
FIM
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

SAR

3,811

Published on

Aula de NAV2

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,811
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
190
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "SAR"

  1. 1. NAV-2 Aula 5.4
  2. 2. Objetivo: Descrever o serviço de Busca e Salvamento Marítimo do Brasil.
  3. 3. SUMÁRIO 1. HISTÓRICO 2. ORGANIZAÇÃO GERAL 3. ÁREAS DE RESPONSABILIDADE 4. DEFINIÇÕES BÁSICAS E FUNCIONAMENTO Referências: LT, pág 1695-1698
  4. 4. 1. HISTÓRICO - 1958 - Convenção sobre o Alto-mar: “Todos os Estados ribeirinhos estimularão a criação e manutenção de um Serviço de Busca e Salvamento adequado e eficaz para garantir a segurança no mar e sobre o mar” - 1974 - Convenção Internacional para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar: &quot;Cada Governo contratante se obriga a garantir que serão tomadas todas as disposições necessárias para vigilância em suas costas e para o salvamento de pessoas em perigo no mar, ao longo dessas costas”.
  5. 5. HISTÓRICO... - 1979: Organização Marítima Internacional (IMO) convocou uma conferência para tratar de matéria, quando foi aprovada a &quot;Convenção de Hamburgo&quot; (em vigor desde junho de 1985). O anexo à convenção, incorporou em seu texto: 1) a atribuição de áreas de responsabilidade marítima; e 2) a cooperação entre os Estados, e outros assuntos correlatos que não constaram de convenções anteriores.
  6. 6. 2- ORGANIZAÇÃO GERAL ATIVIDADES DE BUSCA E SALVAMENTO (SAR): SALVAMAR BRASIL => integra a estrutura orgânica do Comando de Operações Navais (ComOpNav).
  7. 7. ORGANIZAÇÃO GERAL...
  8. 8. ORGANIZAÇÃO GERAL... Hospitais Navais Distritais - orientação médica a navios no mar. COMCONTRAM - informações sobre Tráfego Marítimo na região SAR Brasil Centro de Hidrografia da Marinha - previsão meteorológica especial para as áreas de operações de Busca e Salvamento.
  9. 10. ÁREAS DE BUSCA E SALVAMENTO SOB RESPONSABILIDADE DO BRASIL Salvamar sueste Salvamar Nordeste Salvamar sul Salvamar Leste Salvamar Norte Salvamar Norte Salvamar Noroeste Salvamar Oeste
  10. 11. ÁREAS DE RESPONSABILIDADE... <ul><ul><ul><li>Foram ativados, em caráter permanente, os Centros de Coordenação SAR dos Com6ºDN e Com9ºDN, com atuação nas hidrovias navegáveis interiores, nas suas áreas de jurisdição (SALVAMAR OESTE e NOROESTE) </li></ul></ul></ul>
  11. 12. 4- DEFINIÇÕES BÁSICAS <ul><li>1) INCIDENTE SAR </li></ul><ul><li>qualquer situação anormal relacionada com a segurança de uma embarcação ou aeronave </li></ul><ul><li>requer notificação e alerta de recursos SAR </li></ul><ul><li>pode desencadear OPE SAR por um Centro de Coordenação. </li></ul>
  12. 13. DEFINIÇÕES BÁSICAS... O incidente SAR, normalmente, envolve uma das seguintes situações: (a) salvamento de navios; (b) salvamento de embarcações; (c) socorro no mar; (d)busca de navios, embarcações e pessoas desaparecidas no mar; e (e) orientação e assistência médica no mar.
  13. 14. Um incidente SAR que envolva uma embarcação é considerado IMINENTE ou REAL quando uma das seguintes condições estiver configurada: => Quando uma embarcação estiver em perigo ou tenha enviado um pedido de auxílio; ou => Quando uma embarcação estiver atrasada em relação à data e ao horário previstos para sua chegada (ETA) e não tenha enviado mensagem participando esse atraso.
  14. 15. Ao tomar conhecimento de um incidente SAR, o Centro de Coordenação de Salvamento poderá acionar um ou mais dos seguintes meios: – Embarcações das Agências, Delegacias e Capitanias dos Portos; – navios mercantes/de guerra em trânsito na área; – navios de socorro do Centro de Coordenação de Salvamento;
  15. 16. – embarcações de pesca; – embarcações de socorro dos Clubes Náuticos; – aeronaves do SALVAERO; e – helicópteros da Marinha.
  16. 17. => a prestação de auxílio no mar é uma obrigação legal . Qualquer pessoa que tomar conhecimento de um incidente SAR ou de vida humana em perigo no mar deverá comunicar o fato ao SALVAMAR, com a maior rapidez possível. Nenhum Comandante, Mestre ou proprietário de embarcação pode deixar de fazê-lo, desde que não represente perigo para sua embarcação.
  17. 18. O Comandante de uma embarcação que estiver nas proximidades, ou que for acionado pelo SALVAMAR, deverá adotar o seguinte procedimento, em caso de incidente SAR ou de vida humana em perigo no mar: – Dirigir sua embarcação, na maior velocidade possível, para o local do incidente SAR; e – informar, ao RCC, às embarcações próximas ou à própria embarcação sinistrada, a hora prevista de chegada na área e os meios de que dispõe para prestação dos serviços de busca e salvamento.
  18. 19. DEFINIÇÕES BÁSICAS <ul><li>1) SOCORRO MARÍTIMO </li></ul><ul><li>serviço gratuito, </li></ul><ul><li>urgência, </li></ul><ul><li>salvaguarda da vida humana no mar </li></ul><ul><li>rápido resgate de pessoas a bordo de embarcações em perigo, </li></ul><ul><li>remo ção para um local seguro. </li></ul>
  19. 20. DEFINIÇÕES BÁSICAS... <ul><li>2) SALVAMENTO MARÍTIMO </li></ul><ul><li>serviço executado </li></ul><ul><li>urgência </li></ul><ul><li>navio ou embarcação acidentada representar perigo à navegação ou ao meio ambiente </li></ul><ul><li>quando o retardamento do auxílio importar na sua perda ou agravamento sensível do acidente </li></ul><ul><li>não envolve perigo iminente a vidas humanas </li></ul><ul><li>salvamento de material </li></ul><ul><li>poderá ser cobrado pela Marinha </li></ul>
  20. 21. BUSCA E SALVAMENTO NO MAR <ul><li>incidente SAR informado por qualquer pessoa ou entidade </li></ul><ul><li>Qualquer meio de comunicação poderá ser empregado </li></ul><ul><li>normalmente, notificações se originam de uma Estação Costeira ou do SALVAERO </li></ul>
  21. 22. BUSCA E SALVAMENTO NO MAR <ul><li>Dados necess ários : </li></ul><ul><li>Nome e indicativo de chamada da embarcação ou aeronave; </li></ul><ul><li>caráter da emergência; </li></ul><ul><li>tipo de ajuda necessária; </li></ul><ul><li>hora da comunicação com a embarcação; </li></ul><ul><li>última posição conhecida da embarcação; e </li></ul><ul><li>intenções do comandante da embarcação. </li></ul>
  22. 24. SUMÁRIO 1. HISTÓRICO 2. ORGANIZAÇÃO GERAL 3. ÁREAS DE RESPONSABILIDADE 4. DEFINIÇÕES BÁSICAS E FUNCIONAMENTO Referências: LT, pág 1695-1698
  23. 25. FIM
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×