Your SlideShare is downloading. ×
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
RIPEAM
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

RIPEAM

11,840

Published on

Regulamento para evitar abalroamentos no mar

Regulamento para evitar abalroamentos no mar

Published in: Travel, Technology
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
11,840
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
422
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Transcript

    • 1. NAV II – AULA 1.1-3
      • R EGULAMENTO I NTERNACIONAL P ARA E VITAR A BALROAMENTO NO M AR
      • RIPEAM
      • Livro Texto - página 489-536
    • 2.  
    • 3. NM Saudi Riyadh USS Arthur W. Radford Danos: $65M
    • 4.  
    • 5.  
    • 6.  
    • 7.  
    • 8.  
    • 9.  
    • 10.  
    • 11.  
    • 12.  
    • 13.  
    • 14. PROPÓSITO
      • REVISÃO DE:
      • TERMINOLOGIA;
      • LUZES E MARCAS; E
      • REGRAS DE GOVERNO E NAVEGAÇÃO
      • CONDUÇÃO DE EMBARCAÇÕES EM VISIBILIDADE RESTRITA
    • 15. REGRA 7 - RISCO DE COLISÃO
      • MARCAÇÕES CONSTANTES (OU VARIANDO POUCO) E DISTÂNCIA DIMINUINDO
    • 16. MARCAÇÃO VARIANDO
    • 17. MARCAÇÃO CONSTANTE DISTÂNCIA DIMINUINDO = COLISÃO
    • 18. REGRA 8
      • MANOBRAS PARA EVITAR COLISÃO
      • com antecedência
      • ampla,
      • substancial,
      • positiva,
      • aparente à outra embarcação
      • conforme a boa marinharia
      • MANOBRE FRANCAMENTE E COM ANTECEDÊNCIA
    • 19. REGRAS 9 e 10
      • TRÁFEGO ORDENADO
      • Canais Estreitos (Regra 9)
      • Esquema de Separação de Tráfego (Regra 10)
    • 20. REGRA 9
      • CANAIS ESTREITOS
      • com segurança a BE
      • NÃO cruzar um canal. Se já estiver cruzando, manobra.
      • N Ã O devem atrapalhar quem só pode navegar dentro do canal.
        • menos de 20 metros de comprimento,
        • barcos a vela,
        • engajadas na pesca
    • 21. REGRA 9
      • CANAIS ESTREITOS
      • As embarcações devem evitar fundear no canal.
      • As embarcações maiores serão classificadas como RESTRITAS PELO CALADO .
      • As embarcações devem usar o apito:
      • nas ultrapassagens;
      • nas curvas;
      • para alertar outra embarcação .
    • 22. 5 4
    • 23. REGRA 9 - CANAIS ESTREITOS
    • 24. REGRA 10
      • ESQUEMA DE SEPARAÇÃO DE TRÁFEGO (EST) - VESSEL TRAFFIC SYSTEM (VTS) . NÃO HÁ NO BRASIL. É ADOTADO PELA IMO. O EST ESTÁ DESENHADO NA CARTA NÁUTICA.
      REGRA 11 AS REGRAS DESTA SEÇÃO SE APLICAM A EMBARCAÇÕES NO VISUAL DA OUTRA.
    • 25. REGRA 12 Barcos a vela
    • 26. REGRA 12 - PARTE B SEÇÃO II
      • DUAS EMBARCAÇÕES A VELA
      • Quando cada uma das embarcações a vela tiver o vento soprando de bordo diferente, a embarcação que estiver recebendo o vento por BB deve manobrar.
      • Quando cada uma das embarcações a vela tiver o vento soprando do mesmo bordo a embarcação que estiver a barlavento deve manobrar, deixando safa a que estiver por sotavento.
    • 27. w A B
    • 28. w A B
    • 29. REGRA 12 - PARTE B SEÇÃO II
      • DUAS EMBARCAÇÕES A VELA
      • QUANDO UMA EMBARCAÇÃO COM VENTO A BB AVISTAR OUTRA EMBARCAÇÃO A BARLAVENTO E NÃO PUDER DETERMINAR QUAL O BORDO QUE A OUTRA RECEBE O VENTO, ELA DEVE MANOBRAR.
    • 30. w A B
    • 31. REGRA 13 - PARTE B - SEÇÃO II
      • ULTRAPASSAGEM
      • Toda embarcação que estiver ultrapassando a outra deve se manter FORA DO CAMINHO da outra.
      • Uma embarcação está ultrapassando outra se estiver vendo SOMENTE a luz de alcançado .
      • 22,5 o
    • 32. ULTRAPASSAGEM
    • 33. REGRA 14
      • RODA A RODA
      • DUAS EMBARCAÇÕES DE PROPULSÃO MECÂNICA APROXIMANDO-SE EM RUMOS DIRETAMENTE OPOSTOS OU QUASE DIRETAMENTE OPOSTOS, EM SITUAÇÃO QUE ENVOLVA RISCO DE COLISÃO ... CADA UMA DEVE GUINAR PARA BE , PASSANDO A BB UMA DA OUTRA.
    • 34.  
    • 35. RODA A RODA
    • 36. REGRA 15 - PARTE B - SEÇÃO II
      • RUMOS CRUZADOS
      • DUAS EMBARCAÇÕES DE PROPULSÃO MECÂNICA ... NAVEGANDO EM RUMOS QUE SE CRUZAM, EM SITUAÇÃO QUE ENVOLVA RISCO DE COLISÃO ...DEVE MANOBRAR A EMBARCAÇÃO QUE AVISTA A OUTRA PELO SEU PRÓPRIO BE (ou avista o BB da outra) ... EVITANDO CRUZAR A PROA DA OUTRA
    • 37. RUMOS CRUZADOS
    • 38. B GUINARÁ A GUINARÁ
    • 39. D GUINARÁ A GUINARÁ
    • 40. A GUINARÁ G GUINARÁ
    • 41. REGRA 16 - PARTE B - SEÇÃO II
      • AÇÃO DA EMBARCAÇÃO OBRIGADA A MANOBRAR
      • MANOBRAR ANTECIPADAMENTE E SUBSTANCIALMENTE PARA MANTER UMA DISTÂNCIA SAFA DA OUTRA EMBARCAÇÃO.
    • 42. REGRA 17 - PARTE B - SEÇÃO II
      • AÇÃO DE QUEM TEM A PREFERÊNCIA NA MANOBRA
      • Deve manter seu rumo e velocidade;
      • Entretanto, caso o outro não esteja manobrando de acordo com o RIPEAM, PODE manobrar para evitar a colisão;
      • Quando for imprescindível para evitar a colisão, DEVE fazê-lo.
    • 43. EMBARCAÇÃO SENDO ULTRAPASSADA EMBARCAÇÃO SEM GOVERNO EMBARCAÇÃO COM MANOBRA RESTRITA EMBARCAÇÃO RESTRITA PELO CALADO EMBARCAÇÃO ENGAJADA NA PESCA EMBARCAÇÃO À VELA EMBARCAÇÃO DE PROPULSÃO MECÂNICA HIDROAVIÃO REGRA 18 - PREFERÊNCIA DE MANOBRA
    • 44. REGRA 19
      • VISIBILIDADE RESTRITA
      • Embarcações NÃO estão no visual uma da outra. (Só no radar).
      • A embarcação deve navegar com velocidade segura e estar pronta para manobrar quando necessário.
      • Atenção com os sinais de cerração .
      • Uma embarcação que detectar outra apenas pelo radar e que estiver em rumo de colisão DEVE MANOBRAR COM ANTECEDÊNCIA para evitar o risco de colisão. Se alterar o rumo, deve cumprir o seguinte:
    • 45. REGRA 19
      • Alvo A VANTE do TRAVÉS => DEVE EVITAR guinar para BB, exceto se for ultrapassagem.
      • Alvo no TRAVÉS ou A RÉ do TRAVÉS => DEVE EVITAR guinar na direção do alvo.
      • Em visibilidade restrita NÃO existe preferência. MANOBRE!
      • Em visibilidade restrita, quem deve manobrar? Resposta: EU! Cumprindo o descrito acima. E com a maior antecedência possível.
    • 46. A B B A NÃO GUINAR P/ BB NÃO GUINAR P/ CIMA DE A AMBOS NÃO DEVEM GUINAR P/ BB A B NÃO GUINAR P/ BB NÃO GUINAR P/ BB
    • 47. SUMÁRIO
      • TERMINOLOGIA;
      • LUZES E MARCAS; E
      • REGRAS DE GOVERNO E NAVEGAÇÃO
      • CONDUÇÃO DE EMBARCAÇÕES EM VISIBILIDADE RESTRITA
    • 48.  
    • 49.  

    ×