Your SlideShare is downloading. ×
Armazenagem Estratégica de CDs
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Armazenagem Estratégica de CDs

17,322
views

Published on

Este slide mostra que atividades estratégicas podem ser realziadas em um armazem logistico.

Este slide mostra que atividades estratégicas podem ser realziadas em um armazem logistico.

Published in: Education

4 Comments
10 Likes
Statistics
Notes
  • Boa tarde, pode me enviar a apresentação?

    obrigado
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Boa tarde, pode me enviar a apresentação?

    obrigado
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Boa noite vc pode me enviar essa apresentação
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Pode enviar essa apresentação? Armazenagem Estratégica de CDs5
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
17,322
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
4
Likes
10
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Armazenagem Estratégica: Analisando Novos Conceitos
  • 2. Armazenagem Estratégica: Analisando Novos Conceitos
    • Logística: Prover disponibilidade de produtos, onde e quando estes forem necessários e coordenar o fluxo de produtos de vários fornecedores dispersos pelo país e/ou pelo mundo, para que estes cheguem até os clientes finais, nas mais distantes regiões, a custos compatíveis com a capacidade do consumidor.
    • TIPOS DE ESTRUTURAS LOGÍSTICAS
    • Estruturas escalonadas - uma rede de distribuição escalonada típica possui um ou mais armazéns centrais e um conjunto de armazéns ou centros de distribuição avançados próximos das áreas de mercado.
    • Ex: Centros de Distribuição Avançados ou CDA
    • Estruturas Diretas – são sistemas de distribuição onde os produtos são expedidos de um ou mais armazéns centrais diretamente para os clientes.
    • Ex: Transit Point, Cross-Docking, e Merge in Transit
  • 3. SISTEMAS ESCALONADOS - CDA
    • O estoque é posicionado em vários elos de uma cadeia de suprimentos.
    • Seu objetivo é permitir rápido atendimento às necessidades dos clientes de uma determinada área geográfica distante dos centros produtores.
    • Os pedidos são então atendidos por este centro avançado, a partir do seu próprio estoque.
  • 4. SISTEMAS ESCALONADOS – CDA VANTAGENS
    • Rápido atendimento
    • Economia de transporte pois operam como centros consolidadores de carga
    • Elimina a movimentação de cargas fracionadas por grandes distâncias
    • O transporte até o cliente pode ser em cargas fracionadas, mas é realizado em pequenas distâncias
    • Pode também realizar a entrega final de forma consolidada
  • 5. SISTEMAS ESCALONADOS – CDA CUSTOS E DESVANTAGENS
    • A descentralização aumenta a quantidade de estoque necessária no CDA, tornando mais complexo o seu gerenciamento
    • Ocorrência de pedidos incompletos
    • Risco da falta de estoque
    • Riscos de obsolescência pela antecipação de demanda
    • Armazenagem seletiva de estoque reduz esses riscos: produtos com baixo giro, incerteza na demanda e/ou de maior valor agregado ficam em instalações centrais
  • 6. ESTRUTURAS DIRETAS TRADICIONAIS Pedido completo
    • São sistemas de distribuição onde os produtos são expedidos de um ou mais armazéns centrais diretamente para os clientes, caracterizados por:
    • Grandes distâncias dos clientes
    • Tempo de entrega apertado
    • Movimentações irregulares de cargas fracionadas
    • Escolha entre baixa flexibilidade para o cliente ou alto custo de transporte
    Fornecedor ou fabricante Cliente Cliente Cliente Cliente Pedido completo Pedido completo Pedido completo
  • 7. ESTRUTURAS DIRETAS AVANÇADAS Transit Point
    • Similares aos Centros de Distribuição Avançados, mas não mantêm estoques
    • Os produtos recebidos já têm os destinos pré-definidos
    • Não há espera pela colocação dos pedidos
    • Instalações simples, de baixo investimento
    • Gerenciamento facilitado pois não são executadas atividades de estocagem e picking (fracionamento de embalagens)
    Fornecedor ou fabricante Transit Point Cliente Cliente Cliente NÃO TEM ESTOQUE!!! Pedidos fracionadoscompletos Carga consolidada: Vários pedidos completos e misturados
  • 8. ESTRUTURAS DIRETAS AVANÇADAS Transit Point Fornecedor ou fabricante Transit Point Cliente Cliente Cliente Pedidos fracionados completos NÃO TEM ESTOQUE!!!
    • Custo de manutenção relativamente baixo
    • Mesmas relações de custo de transporte que os CDA
    • Dependente da existência de volume suficiente para viabilizar o transporte de cargas consolidadas com uma freqüência regular
    • Entrega programada, onde os pedidos de uma área geográfica são atendidos em determinados dias da semana
    • Neste caso cai a flexibilidade de atendimento
    Carga consolidada: Vários pedidos completos e misturados
  • 9. ESTRUTURAS DIRETAS AVANÇADAS Cross-Docking Operam sob o mesmo formato que os Transit Points , mas envolvem múltiplos fornecedores atendendo clientes comuns MODAL DOS FORNECEDORES MODAL PARA OS CLIENTES Área de recebimento
  • 10. ESTRUTURAS DIRETAS AVANÇADAS Cross-Docking FORNECEDORES ENTREGA AOS CLIENTES Carretas completas chegam de múltiplos fornecedores e então se inicia um processo de separação dos pedidos, com a movimentação das cargas da área de recebimento para a área de expedição. Área de recebimento SISTEMAS AUTOMATIZADOS DE TRANFERÊNCIA DE CARGA Área de expedição
  • 11. ESTRUTURAS DIRETAS AVANÇADAS Cross-Docking FORNECEDORES ENTREGA AOS CLIENTES SISTEMAS AUTOMATIZADOS DE TRANFERÊNCIA DE CARGA
    • Leitores de códigos de barras que identificam a origem e o destino de cada pallet
    • Os pallets são automaticamente direcionados para as respectivas docas através de correias transportadoras e carregados nos veículos que farão a entrega local
    • Estes partem com uma carga completa, formada por produtos de vários fornecedores
    Área de recebimento
  • 12. Característ. e problemas do Cross-Docking FORNECEDORES ENTREGA AOS CLIENTES SISTEMAS AUTOMATIZADOS DE TRANFERÊNCIA DE CARGA Área de recebimento
    • Necessidade de alto nível de coordenação entre os participantes (fornecedores, transportadores)
    • Utilização intensiva de sistemas de informação:
    • Transmissão eletrônica de dados
    • Identificação de produtos por código barra
    • Softwares de gerenciamento de armazenagem (WMS) Warehouse Management System
    • Quando ocorrem falhas de coordenação e sincronismo entre os recebimentos das cargas
    • Planejamento antecipado e o seu cumprimento rigoroso
    • Os produtos apenas atravessam a plataforma para serem embarcados
    • Não há, necessidade de grandes áreas para o estoque em trânsito
    • A utilização das docas e dos veículos é muito maior
    • Maior necessidade de espaço para manter o estoque
    • Veículos tem que aguardar maior tempo completar a carga
    PROBLEMAS
  • 13. ESTRUTURAS DIRETAS AVANÇADAS Merge in Transit FORNECEDORES: CARGA CONSOLIDADA ENTREGA AOS CLIENTES DA CARGA PROCESSADA E CONSOLIDADA
    • Merge in Transit:
    • Extensão do conceito de Cross-docking combinado aos sistemas "Just in Time" (JIT).
    • Consiste em receber as várias partes componentes do produto e montá-lo enquanto está a caminho de ser entregue aos clientes. Ex.: Computadores da Dell Computer, Kits especiais de Dia das Mães, fracionamento de embalagens.
    • Pode ser puro, ou seja com estoque=0, ou misto, quando é necessário estoque de alguns itens de produção mais difícil.
    Área de recebimento e processamento e/ou fracionamento final
  • 14. ESTRUTURAS DIRETAS AVANÇADAS Merge in Transit FORNECEDORES: CARGA CONSOLIDADA ENTREGA AOS CLIENTES DA CARGA PROCESSADA E CONSOLIDADA
    • O operador logístico só tira os componentes do armazém central do fornecedor a
    • partir de uma ordem de compra.
    • Transporta grandes quantidades de componentes em cargas consolidadas até o
    • CDA mais próximo do cliente.
    • Abre as caixas, retira os componentes e monta o produto final reembalando e
    • entregando diretamente aos clientes finais.
    • Viabiliza a venda direta ao cliente final, tornando o produto mais barato pois não tem o
    • distribuidor como intermediário e evita impostos em cascata.
    Área de recebimento e processamento e/ou fracionamento final
  • 15. ESTRUTURAS DIRETAS AVANÇADAS Merge in Transit FORNECEDORES: CARGA CONSOLIDADA ENTREGA AOS CLIENTES DA CARGA PROCESSADA E CONSOLIDADA Área de recebimento e processamento e/ou fracionamento final
    • CARACTERÍSTICAS:
    • Necessidade de coordenar o fluxo dos componentes, gerenciando os respectivos lead times de produção de cada fornecedor e o transporte
    • Consolidação em instalações próximas aos mercados consumidores no momento de sua necessidade
    • Não implica em estoques intermediários
    • Necessidades de coordenação são muito mais rigorosas que nos sistemas cross-docking tradicionais
    • Utilizam os mais avançados sistemas de informação para rastreamento e controle dos fluxos
  • 16. CONCLUSÃO Os clientes querem agilizar o fluxo de materiais, comprimir o tempo de recebimento e entrega, para reduzir investimentos em estoque Estruturas escalonadas tradicionais devem ser justificadas economicamente pois existem formas alternativas para resultados iguais e custos mais baixos. O cross-docking , transit point e merge intransit, dependem de muita cooperação, nova mentalidade gerencial e adoção de novas tecnologias de informação. Grandes oportunidades podem ser obtidas pela revisão das redes logísticas. Mas não existe um modelo único. As soluções mais adequadas dependem de características próprias de cada empresa e da estratégia logística adotada. Podem combinar as vantagens de consolidação dos sistemas escalonados e a flexibilidade e capacidade de resposta do sistemas diretos.