Your SlideShare is downloading. ×
0
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Ec6
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
158
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. INTRODUÇÃO ÀMACROECONOMIA
  • 2. MACROECONOMIA Estuda a Economia como um todo, analisando a determinação e o comportamento de grandes agregados, tais como: TaxaRenda PIB Inflação Emprego de Juros
  • 3. Microeconomia x Macroeconomia
  • 4. Metas de Política Macroeconômica1 Alto Nível de Emprego2 Estabilidade de Preços3 Distribuição de Renda socialmente justa 4 Crescimento Econômico
  • 5. Metas 1 Alto Nível de Emprego A questão do desemprego a partir dos anos 30, permitiu um aprofundamento da análise macroeconômica. John Maynard KEYNES
  • 6. Keynes (1883-1946) com seu trabalhocausou impacto em todas as Economias Capitalistas.Escreveu a TEORIA GERAL DO EMPREGO, JUROS E DA MOEDA (1936).Redesenhou a visão MACROECONÔMICA.Forneceu aos governantes instrumentos necessários para que a economia recuperasse seu nível de emprego potencial ao longo do tempo.
  • 7. Antes da crise mundial dos anos 30, a questão do desemprego não preocupava a maioria dos Economistas (países capitalistas). Havia o predomínio do pensamento LIBERAL (o mercado seria capaz de levar a economia ao pleno emprego) A ausência de políticas econômicas levou à quebra da Bolsa de Nova York em 1929, e uma crise de desemprego atingiu todos os países do mundo ocidental nos anos seguintes.
  • 8. Com a contribuição de Keynes, fincaram-se as bases da moderna Teoria Macroeconômica, e da intervenção do Estado na economia de mercado. Keynes inaugurou a questão Macroeconômica que perdura até hoje.I LNT IE BR Discussão moderna: qual deveV ser o grau de Intervenção do Estado? EE RNÇ AÃO L
  • 9. Metas 2 Estabilidade de Preços Inflação é o aumento contínuo e generalizado no nível geral de preços Distorções sobre a distribuição de renda Por que a inflação Distorções sobre as é um problema? expectativas dos agentes econômicos Distorções sobre o balanço de pagamentos
  • 10. Historicamente verifica-se que a existência de pressões inflacionárias são inerentesao próprio processo de crescimento econômico. A tentativa dos países em vias de desenvolvimento de alcançarem estágios mais avançados de crescimento econômico acabam levando a elevações no nível geral de preços. Mesmo em países mais desenvolvidos, a inflação é uma questão presente, dado que, quanto maior o nível de atividade econômica, mais próxima permanece a utilização dos recursos produtivos de seu limite máximo, gerando tensões inflacionárias.
  • 11. Metas 3 Distribuição Eqüitativa de Renda A Economia brasileira cresceu razoavelmente entre o fim dos anos 60 e maior parte na década de 70. Mesmo assim verificou-se uma disparidade muito acentuada de nível de renda, tanto em nível pessoal como em nível regional.Defendeu-se a concentração de renda considerando o desenvolvimento capitalista (êxodo rural, qualificação, etc) Na prática os ricos ficaram mais ricos e os pobres mais pobres.
  • 12. Metas 4 Crescimento Econômico Se existe desemprego e capacidade ociosa, pode-se aumento o produto nacional através de Políticas que estimulem a atividade produtiva. Há um limite de aumento, se for além disso exigirá1 Aumento dos recursos disponíveis2 Avanço Tecnológico
  • 13. Crescimento daRENDA NACIONAL PER CAPITA
  • 14. Inter-Relações e Conflitos entre os Objetivos DistribuiçãoCrescimento x de Renda EstabilidadeRedução do deDesemprego x Preços
  • 15. Instrumentos de política macroeconômica:Política fiscal: instrumentos que o governo usa para arrecadar tributos e controlar suasdespesas, por meio da manipulação da estrutura e alíquotas de impostos, paraestimular os gastos de consumo do setor privado.Princípio de anterioridade: implementação de uma medida só pode ocorrer a partir doano seguinte ao de sua aprovação pelo Congresso Nacional.Política monetária: atuação do governo sobre a quantidade de moeda e títulospúblicos na economia.• emissões;• reservas compulsórias;• open market;• redescontos;• regulamentação sobre crédito e taxas de juros.
  • 16. 8.3.3 Políticas cambial e comercial:Cambial: atuação do governo sobre a taxa de câmbio;Comercial: instrumentos de incentivos às exportações e/ou estímulo/desestímulo àsimportações.8.3.4 Política de rendas: intervenção direta do governo na formação de renda com ocontrole e congelamento de preços.8.4 Estrutura de análise macroeconômica:8.4.1 Mercado de bens e serviços: demanda agregada depende da evolução dademanda dos quatro grandes setores:• consumidores;• empresas;• governo;• setor externo.
  • 17. Condição de equilíbrio de mercado:Oferta agregada de bens/serviços= demanda agregada de bens/serviçosVariáveis:• nível de renda e produto nacional;• nível de preços;• consumo agregado;• poupança agregada;• investimentos agregados;• exportações totais;• importações totais.8.4.2 Mercado de trabalho: determina as taxas de salário e nível geral de emprego. Ademanda e a procura por mão-de-obra depende da taxa de salário real e do nível deprodução desejado pelas empresas.Oferta de mão-de-obra= demanda de mão-de-obra
  • 18. Mercado monetário: existência de uma demanda de moeda e de uma oferta de moeda,determinada pelo BC e pela atuação dos bancos comerciais.Oferta de moeda= demanda de moedaVariáveis desse mercado:• taxa de juros;• estoque de moeda.Mercado de títulos: análise do papel de agentes econômicos superavitários e deficitáriose como eles se interagem.Oferta de títulos = demanda de títulosAnálise do mercado monetário e de títulos é chamado de mercado financeiro.
  • 19. Mercado de divisas: devido as transações econômicas com o resto do mundo.Oferta de divisa: depende das exportações e da entrada de capitais financeiros.Demanda da divisa: determinada pelo volume de importações e saída de capitalfinanceiro.Oferta de divisas = demanda de divisasBanco Central: pode interferir nesse mercado a partir de taxas de câmbio e da taxa deequilíbrio.Variáveis determinadas institucionalmente: gastos do governo e oferta de moeda.
  • 20. Mercado de capitais físicos: está embutido no mercado de bens e serviços por meiodos investimentos e da poupança.Mercado de capitais financeiros: estudo a partir do mercado monetário e de títulos.

×